Saltar para o conteúdo

Portanto acabaram os projectos do aeroporto no Montijo e da urbanização dos estaleiros da Lisnave em Almada?

6 Dezembro, 2019

Clima: habitantes dos estuários do Tejo e Sado em risco de perder tudo

36 comentários leave one →
  1. 6 Dezembro, 2019 10:26

    Quantas vezes eu já disse isso. A trafulhice é tal que conseguem anunciar isso e o “afogamento global” no mesmo dia. Esquerdalha mentirosa.

    Liked by 3 people

  2. 6 Dezembro, 2019 11:04

    Calma, o transporte do futuro vai ser em submarino!
    O aeroporto do Montijo, será depois reconvertido em base de submarinos!
    O PP pensou nisso tudo …

    Liked by 4 people

    • 6 Dezembro, 2019 11:44

      Excelente ideia Velho … mas vão ter de ser submarinos muito baixinhos … se não encalham.

      Liked by 2 people

    • André Miguel permalink
      6 Dezembro, 2019 13:48

      Ó velho então não viu a Greta?! Transporte do futuro é o veleiro!

      Liked by 3 people

      • The Mole permalink
        6 Dezembro, 2019 16:03

        Isso é só para quem pode… o povão que fique quietinho e não tenha ideias de ir passear

        Liked by 2 people

      • 6 Dezembro, 2019 17:00

        Exacto (como diz The Mole), ela desfez esse equivoco, aquilo não é para imitar, é só para passar a msg !
        Isso de veleiro é bonito quando há vento de feição, porque quando não há … o melhor é esperar.

        Liked by 2 people

      • Velho do Restelo permalink
        6 Dezembro, 2019 17:07

        Aliás, eu ainda tenho umas dúvidas quanto à travessia USA -> Lx !
        Cá pra mim, os australianos atravessaram sozinhos, e depois embarcaram a sueca de noite na cova do vapor … mas isso sou e as minhas manias de ser do contra 🙂

        Liked by 2 people

  3. Luís Lavoura permalink
    6 Dezembro, 2019 11:38

    Leia as coisas antes de dizer disparates, Helena.

    O aeroporto do Montijo está a uma altitude de 5 metros. A subida do nível do mar até ao fim do século calculada neste relatório é de menos de um metro.

    Preocupante é a Costa da Caparica, isso sim.

    Gostar

  4. 6 Dezembro, 2019 11:48

    A Costa da Caparica está condenada de qualquer maneira. A ruptura de cordões dunares pela ondas é típico na nossa costa que tende a crescer por deposição recente de areias do fundo. Exemplo: cordão dunar da Ria de Aveiro entre a Barra e a Costa Nova. Muitas vezes vi o mar ligado à ria no Inverno nos anos 60’s e 70’s. Actualmente já não … deve ser um “arrefecimento local” … como Veneza cujas maiores “acqua alta” foram até hoje no século XVIII.

    Liked by 1 person

  5. lucklucky permalink
    6 Dezembro, 2019 12:13

    A realidade dos Bolcheviques promovidas por Expressos, RTP’s, SIC’s TVI’s, Publicos etc.

    Actor Chris Pratt apologizes for posing with single use plastic bottle.

    https://thehill.com/blogs/in-the-know/in-the-know/472973-chris-pratt-apologizes-for-posing-with-single-use-plastic#.XempuVap8vM.twitter

    Liked by 1 person

  6. lucklucky permalink
    6 Dezembro, 2019 14:12

    Entretanto os mesmos jornais e TV’s da “informação” diziam-nos que isto era impossível acontecer:

    Em Setembro de 2019 pela primeira vez desde 1949 que os EUA começaram a exportar petróleo 89000 barris petróleo por dia.
    Hoje os EUA são o maior produtor mundial de petróleo ultrapassando a Arábia Saudita e a Rússia.

    Liked by 1 person

    • Andre Miguel permalink
      6 Dezembro, 2019 14:29

      E a grande maioria continua sem perceber de onde veio a crise dos países emergentes.

      Liked by 1 person

      • lucklucky permalink
        6 Dezembro, 2019 19:48

        Isto não tem que ver com a crise dos “países emergentes”

        https://www.eia.gov/dnav/pet/pet_move_neti_a_EP00_IMN_mbblpd_m.htm

        Portugal importou dos EUA 37000 barris/dia em Setembro

        Gostar

      • André Miguel permalink
        7 Dezembro, 2019 10:01

        Ai não?! Entao explica lá para que precisam os americanos do petróleo africano ou árabe quando atingirem a auto-suficencia energética?
        Uma pista: a produção de petróleo em Angola caiu de 1,9Mbd para 1,4 em apenas quatro anos.

        Gostar

      • 7 Dezembro, 2019 13:29

        Vai uma dose de Química: os petróleos são muito diferentes uns dos outros na sua composição exacta. Embora seja possível fazer tudo de qualquer petróleo, conforme o fim a que se destina pode ficar muito mais barato comprar um petróleo ou outro. Auto suficiência quer dizer: balanço total de compras e vendas positivo ou exportador liquido. Exemplo: a Russia tem 1100 milhões de toneladas de um petróleo extraído e armazenado que comercialmente não serve para nada, qualquer produto feito com aquele crude seria mais caro na produção do que o preço de venda dos produtos. Os combustíveis que estão habituados a usar representam globalmente 25% dos produtos de petróleo (incluindo o gás).

        Gostar

      • 7 Dezembro, 2019 13:31

        A crise vem do facto de o petróleo ter passado 10 anos acima dos USD 70 e as economias preguiçosas adaptam-se a receber sentados e corrompidos.

        Gostar

    • Jornaleca permalink
      6 Dezembro, 2019 20:33

      É bom repetir até à exaustão.

      Os EUA de Trump lideram todas as listas ambientais.
      Número 1 é o Trump.

      E para cada lei que ele “faz”, desaparecem duas leis tontas, inúteis, do racista e incompetente e ladrão Obama que impedem a criação de riqueza, de criação de postos de trabalho.

      Liked by 1 person

    • Jornaleca permalink
      7 Dezembro, 2019 10:53

      @André M.,

      a afirmação do lucklucky continua correcta.

      Os agentes económicos são livres de comprar ondem querem. E existem contratos curtos e aqueles, que não são curtos. Não é?

      O seu argumento não desvaloriza a asserção feita.

      Gostar

      • André Miguel permalink
        7 Dezembro, 2019 10:59

        V. Exa tem sérios problemas de interpretação, pois estava a valorizar a comentário do Lucky.

        Gostar

      • Jornaleca permalink
        7 Dezembro, 2019 11:19

        @André,
        os tais americanos já (!) atingiram a tal auto-suficiência energética.

        A crise dos tais países emergentes são independentes das dos americanos.

        Olhe para a China, com muito mais população do que EUA, eles compram tudo, o que apanharem.

        Pode-se argumentar como faz, mas não é obrigatório.

        E depois, o ponto é outro. A canalha da esquerda podre e fascista andou por aí a mentir, que o petróleo ia acabar, e que o preço ia explodir e assim para a frente.

        Mas, o que Trump e outros, que gostam dele, provaram, foi o tal contrário. Existe petróleo em abundança, pelos menos tanto, que não merece mentir, como a esquerda o quer fazer, sem qualquer inteligência, mas com má governação.

        Angola é um país socialista e incompetente. Ou não?

        Os EUA fazem muito mais para alimentar o motor económico mundial, do que Angola e toda a esquerda fascista.

        Angola não sabe governar, como podia. Ou estou aqui enganado?

        Gostar

      • André Miguel permalink
        7 Dezembro, 2019 11:50

        Claro que não sabem, bastou o petróleo baixar de preço e as petroliferas desinvestirem no país, principalmente os eua, para o país ficar em cacos. Como ouvi há um par de anos da boca de executivo norte americano em Luanda: 40 mil trabalhadores estrangeiros da industria petrolífera sustentam 25 milhões de angolanos. E disse tudo.

        Gostar

      • 7 Dezembro, 2019 13:23

        SIM sem dúvida. O meu avô tinha uma grande quinta em Vila Verde. Nos anos 60’s, 70’s e 80’s fui muitas vezes para a praia na Figueira quando estava na quinta no Verão e lanchar, almoçar e fazer compras no Inverno: SIM a água chegava à torre do relógio nas marés vivas e no Inverno com ondulação forte. Aliás o forte parecia nesses dias mais um quebra-mar do que um forte. Nos anos 80, e porque a erosão costeira avançava (efeito do alongamento dos molhes em Aveiro (Barra)), dragaram o Mondego e puseram durante 2 anos a areia a fazer o areal que agora conhece. Isto levou a que a corrente fosse deflectida mais para sul e o areal cresceu ainda mais. Penso que quem está na erosão agora é S. Pedro de Moel.

        Gostar

      • Jornaleca permalink
        7 Dezembro, 2019 13:57

        Caro @jorgercramos, eu gosto muito de S. Pedro de Moel, muito. Passei lá uma vez, vindo de Nazaré, pela Estrada do Atlântico, e fiquei apaixonado. Já estava a anoitecer e eu estava um pouco com pressa.

        Sobre a putativa erosão, que eu não nego, nada sei a dizer. So desejo que não seja grave.

        Liked by 1 person

  7. 6 Dezembro, 2019 17:23

    Pergunto se há registo da subida do nível das águas nos estuários do Tejo, Sado, na costa Algarvia… Quando iniciaram os registos? Qual a evolução até à presente data?

    Liked by 1 person

  8. A. R permalink
    6 Dezembro, 2019 20:55

    Esta é a maior fraude cientifica de todos os tempos. Nem o Dr. Lysenko foi capaz de melhor. E todos burros comem palha: basta saber-lha dar. Que o diga a Nicarágua e a Venezuela.

    Liked by 1 person

  9. A. R permalink
    6 Dezembro, 2019 21:02

    Mas a salvação está a chegar: haja quem cheire. “Nueva Zelanda empieza a criar ovejas con “baja emisión en metano””

    Liked by 1 person

  10. Arlindo da Costa permalink
    7 Dezembro, 2019 02:09

    Eu se fosse vocês que moram em Lisboa e no Litoral já ia comprar terrenos para as faldas da Serra da Estrela ou de Arganil.

    Ou quereis morrer afogados e com os vossos haveres debaixo de água?

    Gostar

    • 7 Dezembro, 2019 02:47

      Bibó Porto 1 metro nem ao cais da ribeira chega. Nas grandes inundações o rio sob quase 9 metros para fazer mossa … já na Foz a Avenida do Brasil é a 5 metros de altitude … Bibó Porto karagu!

      Gostar

      • Jornaleca permalink
        7 Dezembro, 2019 08:54

        Na Figueira da Foz a água chegava dantes, à 50 anos ou assim, à Torre do Relógio, dizem testemunhos credíveis desse tempo. A água até pulava no inverno para cima da estrada. Depois estenderam o farol mais para o mar e ganharam praia e conseguiram afastar as águas do mar mais da tal estrada.

        E os tais cabrões e putanas do 25 de Abril deram outro nome à Avenida, esses fdp, que só sabem enganar, roubar, trair e fornicar com o gado, que nojo.

        Devem dar à Avenida o nome original. É o que vai acontecer no futuro. Um dia, as pessoas vão odiar o 25 de Abril. E com muito boa razão.

        Liked by 1 person

    • A.lopes permalink
      8 Dezembro, 2019 15:55

      Ó comuna, porque não vais para a Sibéria, macaco!

      Liked by 1 person

    • The Mole permalink
      9 Dezembro, 2019 12:33

      O Arlindo agora é revendedor da Re/max?

      Liked by 1 person

    • 9 Dezembro, 2019 12:43

      De facto o problema era grave se houvesse um aquecimento global de facto, isto é, se a temperatura fosse subir os oceanos uns 10 ou 15m em 100 anos p.e.

      Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: