Saltar para o conteúdo

«Uma questão identitária do espaço, que os moradores do bairro consideram ‘seu’»

3 Janeiro, 2020

SIC «Um grupo de 15 a 20 pessoas entrou na quinta-feira no pavilhão onde habitualmente treina a equipa de futsal do Leixões, numa ação que culminou com a agressão a jogadores, tendo alguns sido transportados ao hospital para observação.
A equipa de futsal do Leixões treina no Pavilhão da Biquinha desde a época passada e, de acordo com o presidente do Leixões, “o ambiente nunca foi muito favorável, apesar de o clube ter alguns jogadores oriundos do bairro”.
Segundo o presidente, o motivo do incidente verificado na quinta-feira no Pavilhão da Biquinha, em Matosinhos, poderá estar relacionado não com a instituição Leixões, em si, mas sim por uma questão identitária do espaço, que os moradores do bairro consideram ‘seu’.»

9 comentários leave one →
  1. 3 Janeiro, 2020 12:49

    Será fácil perceber que os rapazes que se manifestaram com tamanha intensidade permanecerão impunes por muitos e bons anos. Uma maravilha.

    Liked by 2 people

  2. mariojgcfernandes permalink
    3 Janeiro, 2020 13:25

    Exactamente o mesmo contexto das recentes agressões a médicos. O imbecil agressor também considera que a baixa é dele. Também uma questão identitária: são todos uns perfeitos atrasados mentais.

    Liked by 2 people

    • Jornaleca permalink
      3 Janeiro, 2020 14:18

      Porque é que os médicos se deixam bater? Não o aceito.

      Mas um presidente que fala assim, torto, que ninguém o compreende, que foge à solução mais simples, é que merecia levar porrada em cima do corpo, tanta porrada, até começar a falar normal.

      O que é esses canalhas da esquerda pensam que são? Einsteins? LOL

      Só a esquerda fala assim tão parva e torta, com medo de dizer as coisas como elas são.

      Repare no jornal “Observador” de hoje. Mataram um dos piores assassinos do Irão, um grande porco, que uns dias atrás, matou mais de 1.400 seres humanos no Irão, a tiro, com sangue frio, que só queriam dizer o que pensam, em paz, e puseram milhares mais, na prisão. A UE nem um pio. Apesar de o saber!!

      E agora, toda a esquerda putana, faz nas calças, mija-se, cheios de medo dos perversos no poder no Irão. LOL

      FUCK IRAN, FUCK AYATOLLAHS

      Liberty for Iran!!

      Ah! E nem uma palavrinha sobre os crimes concretos desse pavão e macaco do Irão, que agora está finalmente morto.

      Liked by 1 person

      • 3 Janeiro, 2020 15:27

        E eu pensava que gente possuida pelo demónio era uma ficção.
        Você todos os dias demonstra que não. Está completamente apanhadinho pelo mafarrico. Só o fogo te poderá libertar.

        Gostar

      • Jornaleca permalink
        3 Janeiro, 2020 17:51

        @mg
        A minha última contribuição para hoje. Para calar as más línguas, mg, das quais você faz parte.

        a. Você não sabe pensar.

        b. Para fazer um juízo correcto, é preciso contar a história correcta. Nem isso, um rei sem terra como você é, o assassino de bebés na véspera de nascimento e terrorista de idosos, é capaz de fazer. Por isso, vá ter com os gatos.

        A sua análise é errada. E a sua ilação também, lógico.

        c. O medo da esquerda fascista, eu conheço o bem e com toda a razão. É sabido como combater a mesma. Você não tem hipótese nenhuma. LOL

        Gostar

  3. Gabriel Silva permalink*
    3 Janeiro, 2020 14:40

    isto não tem qualquer mistério, trata-se de incidente decorrente da rivalidade entre o grupo de futsal do Leixões e o Matosinhos Futsal Clube que usava esse pavilhão até à bem pouco tempo e que teve de ir para outro recinto, apesar da sede social do clube ser quase ao lado do pavilhão da Biquinha.

    Gostar

    • mariojgcfernandes permalink
      3 Janeiro, 2020 20:00

      Como não tem qualquer mistério, resolve-se à batatada. Como se trata de uma questão de rivalidade, »vai de aviar porrada de criar bicho«. Não tinha percebido a questão. Estou esclarecido.

      Gostar

  4. Albano Silva permalink
    3 Janeiro, 2020 16:33

    Identidades à parte, vamos ver se Ministério Público decide processar os agressores como terroristas, como decidiu no “caso Alcochete”. Violência é violência.
    Ou será que o “terrorismo” se restringe somente à violência no futebol?!

    Liked by 1 person

  5. 3 Janeiro, 2020 23:21

    E eu a pensar que eram os lelos!…

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: