Saltar para o conteúdo

À atenção da comunidade médica e científica portuguesa

8 Outubro, 2020

Os médicos, cientistas e políticos nacionais já se pronunciaram sobre isto?

Os media portugueses deram alguma atenção ao tema?

Declaração De Great Barrington

Como epidemiologistas de doenças infecciosas e cientistas da saúde pública, temos sérias preocupações sobre os impactos prejudiciais para a saúde física e mental das políticas prevalecentes da COVID-19, e recomendamos uma abordagem a que chamamos Protecção Focalizada.

Viemos tanto da esquerda como da direita, e de todo o mundo, e temos dedicado as nossas carreiras à protecção das pessoas. As actuais políticas de confinamento estão a produzir efeitos devastadores na saúde pública a curto e longo prazo. Os resultados (para citar alguns) incluem taxas mais baixas de vacinação infantil, agravamento dos prognósticos das doenças cardiovasculares, menos exames oncológicos e deterioração da saúde mental – levando a um maior excesso de mortalidade nos próximos anos, com a classe trabalhadora e os membros mais jovens da sociedade a carregar um fardo mais pesado. Manter os alunos fora da escola é uma grave injustiça.

Manter estas medidas em vigor até que uma vacina esteja disponível causará danos irreparáveis, com os mais desfavorecidos a serem desproporcionadamente prejudicados.

Felizmente, a nossa compreensão do vírus está a crescer. Sabemos que a vulnerabilidade à morte da COVID-19 é mil vezes maior nos idosos e doentes do que nos jovens. De facto, para as crianças, a COVID-19 é menos perigosa do que muitos outras doenças, incluindo a gripe.

À medida que a imunidade se desenvolve na população, o risco de infecção para todos – incluindo os vulneráveis – diminui. Sabemos que todas as populações acabarão por atingir a imunidade de grupo – ou seja, o ponto em que a taxa de novas infecções é estável – e que isto pode ser assistido por (mas não depende de) uma vacina. O nosso objectivo deve ser, portanto, minimizar a mortalidade e os danos sociais até atingirmos a imunidade de grupo.

Uma abordagem mais compassiva que equilibra os riscos e benefícios de alcançar a imunidade de grupo, é permitir que aqueles que estão em risco mínimo de morte vivam normalmente a sua vida para construir imunidade ao vírus através da infecção natural, ao mesmo tempo que protege melhor aqueles que estão em maior risco. Chamamos a isto Protecção Focalizada.

A adopção de medidas para proteger os vulneráveis deve ser o objectivo central das respostas de saúde pública à COVID-19. A título de exemplo, os lares devem utilizar pessoal com imunidade adquirida e realizar testes PCR frequentes a outro pessoal e a todos os visitantes. A rotação do pessoal deve ser minimizada. Os reformados que vivem em casa devem mandar entregar alimentos e outros bens essenciais ao seu domicílio. Quando possível, devem encontrar-se com membros da família no exterior e não no interior. Uma lista abrangente e detalhada de medidas, incluindo abordagens a famílias de várias gerações, pode ser implementada, e está bem dentro do âmbito e da capacidade dos profissionais de saúde pública.

Aqueles que não são vulneráveis devem ser imediatamente autorizados a retomar a vida normal. Medidas simples de higiene, tais como a lavagem das mãos e a permanência em casa quando estão doentes devem ser praticadas por todos para reduzir o limiar de imunidade de grupo. As escolas e universidades devem estar abertas ao ensino presencial. As actividades extracurriculares, como o desporto, devem ser retomadas. Os jovens adultos de baixo risco devem trabalhar normalmente, e não a partir de casa. Restaurantes e outras empresas devem ser abertos. As artes, música, desporto e outras actividades culturais devem ser retomadas. As pessoas que estão mais em risco podem participar se o desejarem, enquanto a sociedade como um todo goza da protecção conferida aos vulneráveis por aqueles que acumularam imunidade de grupo.

Os créditos sobre os autores e subscritores da declaração acima estão disponíveis aqui.

21 comentários leave one →
  1. Luís Lavoura permalink
    8 Outubro, 2020 11:27

    A Helena faz muito bem em divulgar isto aqui.
    Mas questiono: há algum partido político português que tenha a coragem de defender esta política? Que eu saiba, não há. Mesmo os partidos supostamente da oposição, estão de acordo com o governo no que à política anti-covid diz respeito.

    Liked by 2 people

    • Cristóvão permalink
      8 Outubro, 2020 15:37

      Ora, aí está uma infeliz verdade.

      Gostar

    • Expatriado permalink
      8 Outubro, 2020 16:35

      Helena? hahaha tal é a fixação…

      Liked by 2 people

      • Luís Lavoura permalink
        9 Outubro, 2020 09:48

        Tem razão, enganei-me. Peço desculpa.
        Mas não foi devido a qualquer “fixação”, mas sim por ser a Helena quem mais posta aqui.

        Gostar

    • Tiro ao Alvo permalink
      8 Outubro, 2020 18:40

      Cada país tem os políticos que merece. Políticos e comentadores…

      Gostar

    • voza0db permalink
      8 Outubro, 2020 19:29

      Defender aquela tanga não será muito diferente de defender a tanga actual.

      Gostar

  2. vasco silveira permalink
    8 Outubro, 2020 11:49

    caro Senhor

    Partilho tudo com o que ali é dito excepto:… “Viemos tanto da esquerda como da direita,…” .

    Assusta-mente terrivelmente pensar que podem haver médicos de esquerda/ ou direita.
    Devo perguntar antes de marcar uma consulta, ou qualquer outro acto médico:
    _ O Sr Dr é um médico de esquerda ou de direita?
    E os resultados, bem visíveis, numa radiografia, também dependem também desse critério ideológico? E uma análise? E assim por diante… !

    É pena que tenham inquinado esta decente, razoável e oportuna declaração com esse disparate.

    As pessoas, como cidadãos, serão, ou não, de esquerda ou direita; os médicos, enquanto tal , nunca o deverão ser.
    E foi como médicos que subscreveram esta declaração.

    Cumprimentos

    Vasco Silveira

    Gostar

    • Zé Manel Tonto permalink
      8 Outubro, 2020 17:29

      “É pena que tenham inquinado esta decente, razoável e oportuna declaração com esse disparate.”

      Se não disserem que também há médicos que assinaram que têm ideias políticas de esquerda, a declaração vai ser enquadrada como uns maluquinhos das conspirações, que querem deixar morrer os velhotes.

      Infelizmente, nos dias de hoje, ou se consegue gente de esquerda para assinar, ou a discussão acaba logo, com uns gritos de “fasciiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiista!”

      Liked by 1 person

    • chipamanine permalink
      8 Outubro, 2020 19:28

      Ainda não percebeu que hoje em dia a “ciência” é de direita ou de esquerda? Há uma biologia de direita (reaccionária) que define dois sexos e uma sócio-biologia de esquerda que define vários géneros (revolucionária). Há uma física em que o CO2 é resultado de aquecimento (reaccionária) e há uma sócio-físíca em que o CO2 aparece antes do aquecimento. Podia dar-lhe mais exemplos mas estes dois são exemplificativos.
      Porque é que a medicina não seria reaccionária (de direita e fássista) e outra revolucionária (de esquerda modernaça )
      Só agora se deu conta de tal? Está a precisar de umas aulas de cidadania

      Gostar

  3. The Mole permalink
    8 Outubro, 2020 11:58

    É importante a sua divulgação, bem com da Carta dos Médicos Belgas – já de 5 de Setembro:

    https://docs4opendebate.be/en/open-letter/

    Claro que nem menção disto em qualquer média dito “isento”(!) e de referência(!!)…

    Liked by 2 people

  4. Andre Miguel permalink
    8 Outubro, 2020 15:23

    Ja assinei.
    Para quando queixa crime contra o governo pela prisao domiciliaria, descriminação de pessoas saudaveis e todas as medidas que conduziram a uma crise economica sem motivo?

    Em Espanha ja o fizeram:

    https://www.elespanol.com/espana/tribunales/20200702/supremo-pide-fiscalia-informe-denuncias-gobierno-covid/502200231_0.html

    Gostar

    • Zé Manel Tonto permalink
      8 Outubro, 2020 17:31

      Se não houver fome, a crise económica não importa.

      O governo cobra mais impostos aos mesmos de sempre, distribui umas massas aos que ficam em casa e têm diminuição de rendimentos, e está feito.

      Gostar

  5. Prova Indirecta permalink
    8 Outubro, 2020 18:09

    O Costa e o Marcelo matam mais que o Covid e a gripe juntos , não há ciência que nos valha….

    Liked by 3 people

    • voza0db permalink
      8 Outubro, 2020 19:28

      Até que enfim que leio alguém que vê os assassinos como eles são.

      Gostar

  6. voza0db permalink
    8 Outubro, 2020 19:25

    Uma TANGA para combater outra TANGA.

    O que não falta de facto nesta bela civilização são salafrários.

    Relembro aos que só VÊEM TELEVISÃO e LÊEM O ‘OBSERVADOR’ que:

    Até hoje (08OUT2020) não existe UM ÚNICO ESTUDO (e o ideal era existirem dois feitos por equipas diferentes) onde se tenha demonstrado cientificamente que existe uma nova partícula viral infecciosa, com capacidade para causar uma doença e eventualmente causar por via directa a morte do animal infectado.

    A técnica de fazer grandes cópias de ADN (PCR) NÃO É UM TESTE!

    E quando uma técnica química que não serve para testar é usada como teste e ainda por cima não há PADRÃO DE OURO para calibrar a máquina, e ainda por cima em pelo menos um dos protocolos até usam um iniciador de reacção que é 100% igual a uma parte do cromossoma 8 do animal Homo sapiens está TUDO DITO.

    Posto isto, não é de admirar que aqueles salafrários nem sequer tenham falado em testar os níveis de Vitamina A, C e D e de zinco, magnésio e selénio. Mas para mim isto já é expectável.

    O que TEMOS NA REALIDADE é uma mera “pandemia de amostras” e bastante LUCRATIVA!

    Gostar

  7. Manel Z permalink
    8 Outubro, 2020 23:34

    Qual é a diferença entre o que está nessa declaração e o que está actualmente em vigor em Portugal? Portugal desconfinou há vários meses, caso o Telmo não tenha reparado…

    Gostar

    • lucklucky permalink
      9 Outubro, 2020 01:45

      Tente ir a um jogo de futebol, ou ao cinema…

      Gostar

      • Manel Z permalink
        9 Outubro, 2020 12:50

        Os cinemas estão abertos… Jogo de futebol dispenso, mas obrigado. Sugiro a criação da declaração “Médicos pelo Futebol”.

        Gostar

      • Zé Manel Tonto permalink
        9 Outubro, 2020 19:11

        E comprar uma cerveja depois das 20h, consegue?

        Gostar

    • chipamanine permalink
      9 Outubro, 2020 07:13

      A diferença é que os espectadores da Cristina Ferreira não repararam que esteve confinado três semanas (Espanha mês e meio) e que se se tivesse “promovido” uma propagação do virus entre a população que não corre risco (a mais jovem) criando maior imunidade de grupo, fazendo confinamentos selectivos aos de risco elevado, teríamos uma situação muito mais controlável. Mas como este tipo de raciocínio inclui mais que uma variável, é conhecida a inaptidão dos “espectadores” para lidar com ele.

      Gostar

  8. voza0db permalink
    9 Outubro, 2020 21:10

    Os salafrários e corruptos da OMS declararam em 05OUT2020 que nas suas melhores estimativas 10% da população mundial já foi infectada pelo mítico RNA “SARS-CoV-2″…

    Esta MELHOR ESTIMATIVA resulta num IFR de 0,1%, que é o mesmo que o IFR para a GRIPE SAZONAL…

    Lá se vai a lenga-lenga por água abaixo? CLARO QUE NÃO…

    Por um acaso algum de vocês OUVIU OU LEU ISTO nos meios de M ER DA social de Portróikal?!

    APROVEITEM BEM A “PANDEMIA DE AMOSTRAS”!

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: