Saltar para o conteúdo

Os “criminosos” da Praia do Norte

31 Outubro, 2020

Eduardo Cintra Torres: «Multiplicam-se PIDEzinhos nas TV, moralistas que à conta da COVID condenam os cidadãos comuns nas notícias, como se as notícias tivessem de opinar (e os políticos eles não criticam).
Aconteceu na Praia do Norte, Nazaré: num dos locais mais arejados do país, grátis para cidadãos sem dinheiro (não é o Avante ou a F1), acumularam-se pessoas para ver surfistas naquelas extraordinárias ondas. Não eram milhares, como li nos rodapés. Contei centenas. Não estavam a monte, como as lentes das câmaras simularam (e nem as ondas mostraram!, só os “maus” cidadãos!) Não estavam todas sem máscaras, pelo contrário. A polícia esteve lá e pôde agir. Que se viu nos noticiários? Ralhetes pidescos contra cidadãos que foram ver as ondas, ralhetes dados por jornalistas fechados em redacções sem janelas e sem máscaras, armados em agentes de polícia politicamente correcta. E sobre isto ainda veio o director da PSP armado em “eu vou-me a eles!”, aos cidadãos.
»

21 comentários leave one →
  1. Andre Miguel permalink
    31 Outubro, 2020 10:40

    É o retrato do país socialista que somos, o português sabe sempre o que é melhor para os outros. E a inveja entranhada não ajuda. Somos mesquinhos e pequeninos. Há alguma coisa na agua ou no ar em Portugal, por isso só quando emigra o português abre os olhos…

    Liked by 4 people

    • becas permalink
      31 Outubro, 2020 23:13

      André muito bem, completamente de acordo

      Gostar

    • PORTUGA permalink
      31 Outubro, 2020 23:29

      Somos mesquinhos e pequeninos. É verdade. Se ainda hoje se fala desta maneira de uma organização (legal) que defendeu Portugal e os portugueses contra a entrada, em força, do comunismo no nosso país, vejam lá como tem sido o palavreado falso ao longo de 46 anos. Realmente há muita mesquinhice naquele texto.

      Gostar

    • 2 Novembro, 2020 04:08

      100% de acordo!
      Estou emigrado há 12 anos e noto hoje uma grande diferença na forma como vejo o mundo em relação às minhas referências geracionais em Portugal.

      Não estou a dizer que eu estou certo e eles errados, mas que me deparo com uma uniformidade de pensamento que me assusta, isso sim.
      Haverá quem lhe chame consenso, eu chamo-lhe falta de vontade de questionar!

      Gostar

    • Ausente52 permalink
      2 Novembro, 2020 04:38

      totalmente de acordo com o final do ultimo paragrafo.

      Gostar

  2. chipamanine permalink
    31 Outubro, 2020 10:49

    Um uso indecoroso propagandístico do “mal”, de planos televisivos que propositadamente induziam em erro os telespectadores. Claro que houve situações/pessoas menos precavidas mas a grande maioria não o fez como a propaganda socializante e pidesca das tvs quiseram “demonstrar”.
    Cá nos vamos habituando às fakes sucessivas desta gente que querem o regime “democrático” chinês. Daqui a pouco propõem um paredon para eliminar esses “covidianos fássistas”

    Liked by 2 people

    • PORTUGA permalink
      31 Outubro, 2020 23:31

      Somos mesquinhos e pequeninos. É verdade. Se ainda hoje se fala desta maneira de uma organização (legal) que defendeu Portugal e os portugueses contra a entrada, em força, do comunismo no nosso país, vejam lá como tem sido o palavreado falso ao longo de 46 anos. Realmente há muita mesquinhice naquele texto.

      Gostar

    • PORTUGA permalink
      31 Outubro, 2020 23:43

      É melhor que se preocupem com os crimes bárbaros que hoje se praticam e deixem de falar na pidesca. Ou com o mal dos outros podem vocês bem?

      Gostar

  3. Weltenbummler permalink
    31 Outubro, 2020 11:04

    não se i-magina a merda que isto é

    Gostar

  4. Oscar Maximo permalink
    31 Outubro, 2020 11:29

    Concordo em geral com o que é dito, mas a questão devia focar essencialmente as deslocações de outras regiões do país para assistir a esses eventos. Aí é que se situa o “trade-off” entre liberdade e disseminação da doença.

    Gostar

  5. marão permalink
    31 Outubro, 2020 12:02

    O RIDICULO E A COBARDIA SOPRAM DO ALTO
    Quando autoridades em exercício vem culpar e condenar a aglomeração de pessoa em alegado incumprimento dos mais elementares cuidados individuais, é de perguntar como foi possível que o evento das ondas da Nazaré não tivesse sido objeto de avaliação prévia, sem prejuízo de competente fiscalização para garantia de segurança com observação de medida adequadas para o efeito.
    As incapazes e irresponsáveis autoridades que negligenciam o seu papel revelam ativa destreza em endossar culpas para incautos que estejam a jeito..

    Liked by 1 person

  6. Renato permalink
    31 Outubro, 2020 13:30

    Concordando em muito sobre o sentido do que diz Eduardo Cintra Torres, pergunto: a fotografia publicada pela Helena Matos ontem, aqui no Blasfémias, é falsa?

    É que se não for, há ali muito comportamento individual censurável à luz do que se sabe sobre o modo de contágio deste vírus.

    Se é caso para clamor nacional, já não sei dizer. E se o jornalismo não permite tirar conclusões minimamente consensuais sobre isso, então estamos mal! Ai jornalismo está a falhar no seu propósito!

    Gostar

  7. voza0db permalink
    31 Outubro, 2020 14:56

    PSP é a antiga denominação… Agora já estão em fase de mudança para a nova denominação: PPS – Polícia de Protecção dos Salafrários.

    E uns tempos depois voltamos à MARAVILHOSA PIDE/DGS…

    A ilusão da democracia durou curto tempo. Passemos à FESTA!

    Gostar

    • PORTUGA permalink
      31 Outubro, 2020 23:48

      Este comentários até dão vontade de rir. Gente maravilhosa esta, para não dizer ignorantes.

      Gostar

      • voza0db permalink
        1 Novembro, 2020 12:04

        De facto ignorantes e mansos não faltam.

        E hoje são facilmente identificáveis. Se estiver com uma “máscara” no focinho na rua, a conduzir ou a passear na “natureza” está devidamente identificado.

        Liked by 1 person

  8. voza0db permalink
    31 Outubro, 2020 14:59

    Os “criminosos” da praia do norte deviam ser todos forçados a participar nos estudos da vacina CUVID-19.

    Gostar

  9. LTR permalink
    31 Outubro, 2020 16:17

    O dois eixos do mal de onde vem a bandalheira são aquilo em que os portugueses votaram já depois de saberem muito bem quem eles eram e em quem vão votar no início do ano. O modo como o poder executivo se exclui de qualquer responsabilidade tanto no campo da administração interna como da justiça num caso de extrema gravidade como o do ucraniano assassinado no aeroporto para depois correr com pessoas de praias vazias e a seguir ter PM e PR na praia para depois voltar tudo ao mesmo, diz tudo sobre o regime paranoico e venezuelano que se vive em Portugal. Chegámos ao ponto em que é intervencionado um casamento com 20 pessoas e autorizado outro com 200.

    Escolheram isto, afundem-se com eles, no dia e na hora em que o dr.Costa entender que é o momento pós-presidência da UE em que lhe dá mais jeito para a carreira.

    Liked by 2 people

  10. LTR permalink
    31 Outubro, 2020 16:23

    Às regras que a PSP e a Guarda Nacional Republicana têm de fazer obedecer interceptando cidadãos, Marcelo, o Presidente da República chama-lhes “uma recomendação” e portanto parte do povo tem com as regras a mesma relação que Ferro Rodrigues tem com o segredo de justiça. Este país é um esgoto a céu aberto.

    Liked by 2 people

  11. Chopin permalink
    31 Outubro, 2020 18:50

    Há uns anos existia uma chafarica socialista denominada Tribunal Constitucional que fazia páginas de jornal diariamente. Foi extinto?

    Liked by 3 people

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: