Skip to content

Do que se fala quando se fala de salvar o SNS

20 Setembro, 2011

Tenho a certeza que Paulo Macedo vai salvar o estatista SNS. Ou melhor dizendo tenho a certeza que ele poderá ser um dos poucos a conseguir fazê-lo. Do que tenho muitas dúvidas é que os portugueses tenham de ser sacrificados à salvação dessa mega-estrutura estatal: os doentes oncológicos esperam por exames vitais simplesmente porque eles têm de passar a ser feitos nos hospitais públicos.

About these ads
75 Comentários leave one →
  1. Grunho permalink
    20 Setembro, 2011 10:09

    O Paulo Macedo não se salva nem a ele próprio.

  2. António Sobral Cid permalink
    20 Setembro, 2011 10:20

    Nas tintas para o SNS. Isso do (Arnaut ?) criou aki um país e uma moda de «doentinhos». Dantes s´´a a «brógusia» tinha direito a ir a um médico. Agora é o povo todo, utilizam como se fosse uma moda. Aleijaste-te no dedo mindinho ? Toca a correr entupir as ‘Urgências’ do Hospital público mais à mão. Isto fora os «doentes profissionais». Ridículo, e pago (entre outros) por mim. :-(

  3. Lima permalink
    20 Setembro, 2011 10:29

    Uma das coisas que mais choca no sns foi a proliferação nos últimos anos dos serviços de fisioterapia, das clínicas de fisioterapia que cresceram por todo o lado quais cogumelos, para onde todas as pessoas são atiradas sem qualquer critério, desde que lhes doa um dedo. “o sr(a) magoou-se no dedinho, ora aqui vai receitado três meses de fisioterapia para o seu precioso dedinho.” Quanto custa? Não se preocupe que o contribuintezinho paga a conta.

  4. Portela Menos 1 permalink
    20 Setembro, 2011 10:47

    eu também acredito em financeiros/contabilistas a tratarem-nos da saúde; alíás, os Mellos também.

  5. António Sobral Cid permalink
    20 Setembro, 2011 10:48

    Em relação ao pot própriamente dito: um tipo que eu conheço desde pequeno axo que ainda trabalha em Oncologia, Lxª. Cirurgião. A minha (des) considerada opinung é que esses exames servem apenas para encher o bolso a radiologistas. Tens cancro ? Vais morrer, agora ou em 10 anos. Terminado. :-(

  6. António Sobral Cid permalink
    20 Setembro, 2011 10:49

    typo shite: *pot = post

  7. Romão permalink
    20 Setembro, 2011 11:39

    Ó Sobral Cid, à falta de melhor expressão, você é um idiota. Reze para que a realidade nunca lhe bata à porta.

  8. Romão permalink
    20 Setembro, 2011 11:40

    Isto das pessoas poderem recorrer a um serviço de saúde é realmente uma vergonha. Deviam estrebuchar em casa sem perturbar ninguém, como no antigamente.

  9. Romão permalink
    20 Setembro, 2011 11:42

    A proliferação de comentários imbecis a este post faz com que nem queira imaginar os concidadãos que se escondem por detrás destas ideias, tão egoístas como cruéis.

  10. zazie permalink
    20 Setembro, 2011 11:43

    Pode crer, Romão. Eu só os imagino como aquelas cavalgaduras do asfalto.

  11. JFP permalink
    20 Setembro, 2011 11:50

    Parabéns a Romão e Zazie.

  12. Pi-Erre permalink
    20 Setembro, 2011 12:08

    O Romão e a Zazie estão muito doentinhos, precisam de ser internados no manicómio.
    E o JFP também.
    As melhoras, sim?…

  13. Outside permalink
    20 Setembro, 2011 12:10

    Essas pessoas tem denominação….SÃO VERDADEIRAS BESTAS !!!
    A realidade lá fora não surge à medida que os posts neste blog, ou em outro qualquer são escritos.
    Macedo, o revolucionário magnâmico da DGCI, não deve NEM PODE tratar a área da SAÚDE com a mesma postura, inflexibilidade e preocupação contabilistica. As consequências e os afectados não serão tão só contribuintes mas também cidadãos a precisarem de cuidados médicos, em suma de assistência médica, não tendencialmente gratuita mas tão só um direito inabalável.
    Esta estória come~çou com os transplantes (na altura nem um suspiro por cá), agora atinge-se os serviços de oncologia e acesso a exames complementares.
    Isto vai correr mal muito mal.
    E não tenha tantas dúvidas HM, deveria ter mais certezas, já há algum tempo que tem motivos para tal.

  14. António Sobral Cid permalink
    20 Setembro, 2011 12:17

    Muito obrigado Romão. Se calhar sou ou serei um idiota. O senhor é de certeza «indelicado»., e cortesia é uma noção que lhe escapa. É uma pena… :-(

    Eu «infelizmente» não sou assim. E nunca me passaria pelos _______ isso gastar tempo e mau-comportamento a insultá-lo. Compreendidos ? :-(

  15. Outside permalink
    20 Setembro, 2011 12:27

    E que se esclareça que o SNS e a gestão da área da Saúde carece de uma reforma urgente.
    Não obstante esta certeza, não poderão ser os cidadãos a serem os prejudicados pela mesma reforma, porque NÃO, o utente comum que se desloca aos centros de saúde e aos hospitais não é nem parasita nem abusador dos seus direitos. (PONTO).

  16. João Santos permalink
    20 Setembro, 2011 12:29

    Cumprem-se amanhã 250 anos que o jesuíta Gabriel Malagrida foi garrotado e queimado num auto-de-fé realizado no Rossio, inaugurando-se assim um dos mais edificantes motivos do orgulho nacional, os brandos costumes.

  17. Romão permalink
    20 Setembro, 2011 12:37

    O António insulta duas entidades: as pessoas com cancro, com aquela tirada absolutamente infeliz, e a inteligência em geral, com a sua conversa tão destituída da noção do valor da vida. Prefiro a indelicadeza de chamar-lhe estúpido do que a estupidez de não lhe dizer nada por considerar indelicado.
    Compreendidos?

  18. 20 Setembro, 2011 12:40

    Se calhar é melhor deixar seguir o rumo que a saúde está a levar, quando tivermos os problemas com que a Grécia está, os cortes vão ser a triplicar :)

    E a Grécia ainda está na UE, se sair….

  19. JFP permalink
    20 Setembro, 2011 13:46

    Oh Pi-erre você é um imbecil chapado. É mesmo uma besta quadrada.

  20. ricardo permalink
    20 Setembro, 2011 13:55

    Ó S.Cid, você tem o teclado avariado! (–++++++= # …)-%%%%%%—————-(:________$$$ª+++()

  21. esmeralda permalink
    20 Setembro, 2011 14:17

    Eu fico deveras indignada quando vejo alguns (António Arnaut incluído) falar do desmembramento do SNS! Pessoas que não frequentam os serviços de certeza! É um serviço que há muito anda a ser desmembrado em prejuízo sempre de zonas e pessoas pouco favorecidas. O Centro de Saúde da cidade (!) de Santa Comba Dão é recente, tem óptimas instalações, está num local fantástico, de fácil acesso de carro ou de transporte público. Tem tudo o que é necessário para funcionar um dentista, tem aparelhos sofisticados para casos de AVC. Nunca foram usados. Comentando isso um dia, alguém me responde: quem comprou esses aparelhos devia estar preso. Alguém ganhou com isso. E para se terem esses equipamentos é preciso “comprar” um médico! Pois é: obras de fachada para ganhar votos. E é só UM exemplo! Para não falar de muito material distribuído por amigos e familiares…

  22. Pedro permalink
    20 Setembro, 2011 14:19

    os exames “têm de passar a ser feitos nos hospitais públicos”? Quem é que disse isso à Helena Matos? Qualquer pessoa pode ir a um hospital privado fazer os exames que lhe apetecer. Até pode ir ao estrangeiro. Qualquer gajo pode passar uma vida inteira sem pôr os pés no SNS.
    Ó Sobral Cid, eu também acho que isso de “o povo todo” ter agora direito a ir ao médico é, sei lá, uma pessidonice. Olhe lá, eu não quero ofendê-lo, ser indelicado, mas você fica melindrado se lhe chamar parvo?

  23. Pedro permalink
    20 Setembro, 2011 14:22

    Esmeralda, você diz que está indignada com o desmembramento do SNS e ao mesmo tempo diz que está indignada com o facto de o António Arnaut falar no desmebramento do SNS? Não percebi a lógica.

  24. 20 Setembro, 2011 14:52

    boa, boa é a saúde nos eua. bem mais cara que em portugal e deixa 20% da população fora dos cuidados médicos e muito mais se forem doenças oncológicas. mas dá lucros astronómicos a empresas privadas.

  25. zazie permalink
    20 Setembro, 2011 15:02

    O tipo corta nas parcerias e encosto dos privados que vivem do Estado e a HM bufa.
    .
    Para a HM não existem lobbies a sacarem à conta da saúde, nem nada. Para ela o único problema é existirem pobrezinhos que ainda por cima ficam doentes e os riquinhos depois têm de lhes pagar os tratamentos.
    .
    Porque pagarem a médicos e gestores públicos não há azar. Na Volta fazem-se de pobrezinhos e usam o mesmíssimo SNS

  26. zazie permalink
    20 Setembro, 2011 15:04

    Esta gente nem é liberal nem nada. São comunas às avessas que andam a lutar contra os fantasmas do passado.

  27. 20 Setembro, 2011 15:16

    o que eu acho é que o estádio de leiria e outros deviam ter dado para umas tantas máquinas de tacs e as auto estradas a duplicar para trás de sol posto umas 2/3 faculdades de medicina. ah , mas o lobie dos médicos não ia gostar , não é?

  28. certo permalink
    20 Setembro, 2011 15:22

    Sim, o SNS, lá que signifique, mas tratemos de coisas sérias, a saber, Helena, por onde andará, se ainda existe, o presidente dos prtugueses ?
    É que vai um clamor de Emiliano, da Madeira, toc, toc, toc, a perguntar pelo presidente de todos os portuguesdes que o queiram, também dito sr silva, por onde andará, que não ousa dizer nada, amedrontado, cagufas de um bicho da medeira .

  29. tina permalink
    20 Setembro, 2011 15:25

    “Agora é o povo todo, utilizam como se fosse uma moda.”
    .
    Há na realidade um grande desperdício no SNS com “pacientes falsos”. Já ouvi dois médicos de centros de saúde diferentes dizerem que a função deles era atender pessoas idosas que se sentiam sozinhas e iam lá para receber atenção. Também não percebo porque é que o filho da porteira ao lado tem de ir tantas vezes ao psicólogo. Ele parece-me um miúdo muito equilibrado, acho que a psicóloga e a mãe é que o põem doente. E depois de ter vivido muitos anos lá fora, posso confirmar que os portugueses são muito maricas, sempre com medo de morrer e basta darem um espirro para irem ao médico. Não sei até que ponto isto é incentivado por não terem de pagar nada para ir ao médico.

  30. portela menos1 permalink
    20 Setembro, 2011 15:35

    Só a Tina com o seu dircurso básico para nos fazer pensar em outras coisas que não o AJJardim!

  31. zazie permalink
    20 Setembro, 2011 15:38

    A tinamonga é das que prefere ir ao médico para fazer caridade.
    .
    Agora vai ser uma chatice porque deixaram de comparticipar uma série de cenas a médicos de dondocas.

  32. zazie permalink
    20 Setembro, 2011 15:39

    E já viram o que é as dondocas a terem de ir para a bicha no hospital público, quando o médico privado fazia o mesmo e ainda ganhava com isso por parte do Estado…

  33. tina permalink
    20 Setembro, 2011 15:49

    Quem está a precisar que lhe tratem da saúde é esta chata da Zarilú. Alguns voluntários?

  34. 20 Setembro, 2011 15:51

    Não há nenhum post em que a Zazie não casque na Helena Matos. Mas isso é obsessão….?!
    Aposto que acordas de noite com suores a gritar “Morte aos Judeus” e achas que a Helena Matos te persegue na rua.
    Tanta riqueza roubada deu-te cabo da cabeça ó Zazie, e depois de leres o Eduardo Lourenço então é que descambou tudo!

    R.

  35. zazie permalink
    20 Setembro, 2011 16:06

    Ler quem?
    Larga o rosé.

  36. zazie permalink
    20 Setembro, 2011 16:08

    Conta lá, tiraram-te o prepúcio na Casa Pia e depois acreditaste que te tinhas tornado um judeu sunita de Chelas, foi isso?

  37. zazie permalink
    20 Setembro, 2011 16:09

    E o imbecil acredita que a hiena também é judia
    ahahahhaha
    .
    Cada herege à solta que faz favor…

  38. 20 Setembro, 2011 16:18

    A Helena Matos é uma excelente jornalista e uma reputada historiadora, certificada e com obra e prova dada. Uma pessoa de coração bondoso e incapaz de malvadezas. Uma mulher linda para resumir.
    Ao contrário de ti, invejosa, anti-semita, usurpadora, ocupadora de terras, pecadora e além disso não tens nenhum mestrado em História. E, és gorda para piorar tudo.

    R.

  39. zazie permalink
    20 Setembro, 2011 16:29

    ahahahahahahahahahha

    O herege bêbado é uma anedota.

  40. lucklucky permalink
    20 Setembro, 2011 16:50

    As clínicas veterinárias são entrepostos comerciais livres e têm serviço mais simpático e competente que os Hospitais Soci@listas – incluindo uma boa parte dos privados soci@listas, que é feito por gente que veio da mesma cultura aristocrata. O Estado é a Aristocracia, julgam-se nobres por isso nunca os preços contam.
    .
    Já se perguntaram porque é que a Saúde tal como a Educação é cada vez mais cara ao contrário de todas as outras áreas da economia onde fica tudo mais barato. Vivem da orbita do estado e julgam-se nobres e aristocratas, desprezam a concorrência e como têm o dinheiro dos impostos garantido nada fazem para melhorar.

  41. zazie permalink
    20 Setembro, 2011 16:55

    Olha aqui, ó imbecil: as clínicas privadas que são subsidiadas pelo Estado para fazerem esses exames são o quê?
    .
    V.s estão muito enxofrados por terem cortado um pouco nos oportunistas que vivem bem à conta da “saúde” e o problema é existirem doentes?
    .
    É essa a v. lógica. Pois se o SNS é mau e devia ser tudo privado, até admira porque não deitam foguetes por agora esses exames terem de ser pagos no privado.

  42. zazie permalink
    20 Setembro, 2011 16:56

    Há uma quantidade de inúteis que vive de patrocínios estatais e estas bestas só se lembram dos pobrezinhos que podem ter cancro e isso é que é um luxo para os animais.

  43. zazie permalink
    20 Setembro, 2011 17:02

    «Vivem da orbita do estado e julgam-se nobres e aristocratas, desprezam a concorrência e como têm o dinheiro dos impostos garantido nada fazem para melhorar.»
    .
    Pois vivem, bronco. E é por isso mesmo que este agora cortou um pouco nesses que vivem na órbita do Estado e bem, à conta dos “coitadinhos” que são todos pobrezinhos e até os ricos precisam de apoio.
    .
    E a HM como é uma inteligência, leu isto e achou que estava errado porque agora até os ricos estavam proibidos de pagarem exames oncológicos em clínicas privadas.
    .
    E depois eu é que sou estúpida. Ela é uma inteligência rara.

  44. Romão permalink
    20 Setembro, 2011 17:13

    Não vale a pena, porque o objectivo desta gente é o estouro do público seja ele um monopólio natural ou uma conquista civilizacional pela qual morreu muita gente. Não têm nada a propor senão a destruição, que nem sequer é criativa. Devem achar que o contrato social sobrevive à derrocada do estado social e que estão a salvo dos pobres quando estes já não tiverem nada a perder.
    Fanáticos.

  45. Romão permalink
    20 Setembro, 2011 17:15

    Como a outra que culpa os portugueses por ser mariquinhas com a saúde. Devíamos ser japoneses e morrer por honra no trabalho. Ou chineses, e morrer da mesma forma mas sem honra nem alternativa. Afinal o trabalho é que liberta, é o supremo bem, sobretudo se alguém estiver a enriquecer com os dois tostões que se leva para casa. Estes ainda são uma casta de idiotas mais baixa. São os cães de guarda dos ultraricos, de graça e porque os admiram. Mas não levam nada deles.

  46. Outside permalink
    20 Setembro, 2011 17:15

    .

  47. Romão permalink
    20 Setembro, 2011 17:16

    Modelo desta gente: o cigano. Tudo dito.

  48. JP Ribeiro permalink
    20 Setembro, 2011 17:40

    “os doentes oncológicos esperam por exames vitais simplesmente porque eles têm de passar a ser feitos nos hospitais públicos”,
    mas se quiseres abortar não há espera nenhuma.

    Fantástico.

  49. p D s permalink
    20 Setembro, 2011 18:12

    Zazie….

    Tu não és propriamente estupida. Diria até que nesta posta em concreto concordo com a Tua perspectiva…

    …mas deixa-me que Te diga, mesmo quando por vezes tens razão, não deixas nunca de exibir um jeito natural e inato para a mais sincera estupidez.

    A cada tres frases que soltas, é gritante essa Tua ansia interior de demonstrar essa capacidade rara e inata.

    Acredito q seja mais forte q Tu, e que por isso não o consigas conter ou evitar.

    Tentarei no meio de tanta ansia desenfreada, continuar a encontrar no meio das Tuas pulsões meis intimas, os raros rasgos de lucidez, que deixas escapar por entre essa Tua pura tendencia para a mais acuutilante Estupidez natrual.

    Obrigado por seres quem és !

  50. 20 Setembro, 2011 18:23

    p D s. «Tu não és propriamente estupida»
    Não, ela é inaproriadamente estúpida. Além de passar todas as sextas no Lux, com as banhas de fora e os dedos amarelos.
    Tudo o que ela sabe é fruto do wikipedia e das revistas dos jeovás. Depois foi a experiência de vida a pregar-lhe partidas; ocupou terrenos. Auto-gestionou empresas. E uma vez teve um namorado.

    R.

  51. lucklucky permalink
    20 Setembro, 2011 18:57

    Cuidado a rapariga agora resolveu estudar finanças para subir de nível e conseguir começar a falar com “broncos” como eu.
    Ainda vem tudo como formulário mas ela há de conseguir contradizer-se quando o cérebro começar a trabalhar…hehehe

  52. zazie permalink
    20 Setembro, 2011 19:14

    a mongalhada encontra-se sempre. Agora junta-se um comuna com um mongo herege que se julga da Mossad e mais um idiota neotonto radical.
    .
    Que lindos que eles são.

  53. António Barreto permalink
    20 Setembro, 2011 19:49

    A leitura da peça de teatro “O Dr Knock” poderia fazer bem a muita gente; governantes, profissionais da saúde e utentes em geral.

  54. lucklucky permalink
    20 Setembro, 2011 20:13

    Zazie sempre simpática. Obrigado pelo elogio :). Sempre jacobina à sua maneira peculiar… hehehe

  55. tina permalink
    20 Setembro, 2011 21:09

    Para a esquerda a educação e a saúde gratuitas são as suas vacas sagradas. Por isso, quando alguém lhes quer tocar para fazer alguma racionalização de custos, a esquerda cai-lhes em cima. O que acontece no fim, é que como o dinheiro não chega para tudo, quem acaba sempre por pagar, MAS SEMPRE, são as pessoas em posição mais vulnerável. Como neste caso em que há doentes à espera de exames oncológicos e máquinas de diálise, quando por outro lado se gastam tantos recursos com medidas de check up. É esta a estupidez da esquerda politicamente correcta da qual o Romão é um exemplo típico.

  56. p D s permalink
    20 Setembro, 2011 21:19

    Lá está Zazie,
    “idiota neotonto radical” – Os designios da Tua natureza são avassaladoramente mais evidentes que a tua pontual racionalidade.

    Até ias bem na parte da “mongalhada encontra-se sempre” e assim, pois que afinal de contas eu encontrei-te aqui, o outro encontra-te Lux, ou seja tens razão: encontramos-nos!

    mas em seguida tinha de ser, é te compulsivo e acabas sempre por desnudar o teu verdadeiro adn.

    “idiota neotonto radical” lolololo…ganda like ! ,o)

  57. 20 Setembro, 2011 21:34

    Tina: «Para a esquerda a educação e a saúde gratuitas»

    Onde? É que tenho sido enganado, inclusive agora, que pago “taxas” moderadoras….
    A Tina tem isenção?
    R.

  58. Gasel permalink
    20 Setembro, 2011 21:34

    Só 2-3 pequenos comentários de quem está um pouco por dentro

    Em primeiro lugar o mito das listas de espera ou doentes em espera para realização de exames. Na noticia e no post fica implicito que doente oncológicos espera por exame complementares vitais, só o HSM tem 2.o00 doentes em espera para TAC.
    Actualmente será mt raro que algum doente tenha uma espera significativa em qualquer hospital para realizar exames ou efectuar um tratamento imediato para um situação oncológica. O que acontece é que pode haver liste de espera ou mt atraso para realizar exames de seguimento depois da doença tratada. è disto q geralmente se trata e é misturado. È evidente q esta situação não é boa, mas não é necessariamente um drama!

    Em segundo lugar não é claro o âmbito desta medida. Se se dirige a todo o volume de ECD ou tratamentos (analises, RXs, TAC, endoscopias, fisiterapias, dialises, etc, etc) solicitados no âmbito do SNS (centro de saudee hospitais) e que devem ser realizados na capacidade instalada dos hospitais… (missão herculea e impossível).. ou se se dirige ao volume desses exames/tratamento gerados nos hospitais e que mts vezes são empurrados para o “âmbito” de cuidados ambulatorios nos centros de saude e realizados em sistema de convenção. (esta medida tera mais lógica)
    pq de fato é verdade que uma enorme mama privada encostada ao sector publico de saúde e que tem uma renda garantida e bem protegida.
    E pq q se diz, é q se for para ser tudo, então os hospitais poderão “contratualizar” externamente o q não tiverem capacidade de executar. E aí ficará tudo na mesma, só que mais concentrado nos grandes grupos!!

  59. lucklucky permalink
    20 Setembro, 2011 22:31

    “E aí ficará tudo na mesma, só que mais concentrado nos grandes grupos!!”
    .
    Curioso e você diz-se não preocupado com o grande grupo SNS? O Complexo-Estatista-da-Saúde onde os preços aumentam a cada ano para as mesmas coisas ?
    Onde os Aristocratas Médicos, Enfermeiros, Administradores, Burocratas não querem nunca ouvir falar de preços e eficiência ou seja fazer o mesmo com menos recursos?

  60. JCA permalink
    20 Setembro, 2011 22:48

    Fala-se de não querer não baixar a massa salarial do estado e do para-Estado. Na mini-minoria dos salários acima dos 2000 € mensais LIQUIDOS. Fala-se de atirar para o ‘black hole’ do arco da governança velha o Emprego e as Empresas Portuguesas. Fala-se de empobrecer o País à força para mão tocar em privilégios divinos. Fala-se em que para ser assim PEDE-SE AO ESTRANGEIRO TODO O DINHEIRO QUE FOR PRECISO. Fala-se de pôr ainda mais Portugal na casa de penhores. É disto que se trata. A massa salarial FIXA do Estado são mais de 50% do Orçamento Geral do Estado. Mais do que os Impostos pagos pelos Portugueses. Senão não era preciso dinheiro emprestado. Como sucede exatamente hoje sob pretexto do combinado com a Troika. Mas proposto por quem ? Alguém explica ?. É o que a rapaziada fala no café, já desliga a televisão e não compra jornal. Não se aprende nada, dizem eles.
    .

  61. JCA permalink
    20 Setembro, 2011 22:49

    Leia-se:
    “Fala-se de não querer baixar a massa salarial do estado e do para-Estado”
    .

  62. PMP permalink
    20 Setembro, 2011 22:54

    O custo dos exames e de praticamente todos os items no SNS é superior ao custo praticado pelas entidades privadas convencionadas.
    .
    Por isso o sistema ADSE, mais barato e de melhor qualidade que o SNS, deveria ser alargado a todos os contribuintes.

  63. JCA permalink
    20 Setembro, 2011 22:56

    .
    e já aproveitado para por em marcha em vários Países, repito para Portugal que rejeitou em beneficio do colapso total:
    .
    (publicado em 2008).
    .
    “Com 3 anos de atraso estas medidas fundamentais começam agora a ser reconhecidas e bem aproveitadas por estrangeiros que não andam a dormir na forma nem são teoricos.
    .
    Mantém-se que não há outra alternativa séria que reacenda rapidamente o DESENVOLVIMENTO SUSTENTADO e a criação de Riqueza e Emprego. Em vez de provocar a RECESSÃO SUSTENTADA e criação de Pobreza e Desemprego.
    .
    As 9 REFORMAS pacificamente revolucionárias’ MAIS 3 ADICIONAIS para instaurar o LIBERALISMO AVANÇADO com sustentação dos DIREITOS CIVILIZACIONAIS IRREVERSÍVEIS DOS PORTUGUESES (universalidade da Educação, Saúde, Pensões, Idade de Reforma razoável e Solidariedade com os Desempregados) e RESOLVER PORTUGAL:
    .
    Isto é um Programa do CAPITALISMO, embora pareça Marxista na acanhada Democracia Portuguesa confusa e desorientada.
    .
    -APROVAÇÃO PELA AR e EVENTUAL INCLUSÃO POSTERIOR NA CONSTITUIÇÃO (embora não necessária):
    .
    1) RACIO máximo PIB/Carga Fiscal.
    .
    2) RACIO máximo PIB/Despesas do Estado (*)
    .
    (*) Provocadora da Reforma séria da estrutura de Governança, da Burocracia Publica e do Orçamento Geral do Estado. A ultrapassagem destes racios só viabilizada por 2/3 ou 3/ 4 de votos da AR.
    .
    -BANCA EM PORTUGAL e GARANTIA DOS DINHEIRO DOS DEPOSITANTES:
    .
    3) SEPARAÇÂO ABSOLUTA da Banca Comercial de quaisquer actividades especulativas nomeadamente Sociedades de Investimentos Financeiros ou Hedge Funds, para protecção absoluta das Poupanças e Dinheiro dos Depositantes para regresso da confiança nos Bancos.
    .
    4) TAXA PARA GARANTIAS BANCÁRIAS calculada sobre todos os negócios e receitas da Banca robustecendo financeiramente o Fundo de Garantias Bancárias para devolver a qualquer momento os Depósitos dos Cidadãos, Empresas e Entidades Publicas que confiaram no Banco que ficou inviabilizado, faliu ou fechou.
    .
    .
    -IMPOSTOS E FISCALIDADE:
    .
    5) ABOLIÇÃO de todos os Impostos substituindo-os por um único: INU – Imposto Nacional Único colectado sobre tudo o comprado e facturado dentro de Portugal (**)
    .
    (**) Pagamento dos Ordenados Brutos aos Empregados pelas Entidades Patronais.
    .
    6) AMNISTIA Fiscal para estancar o estado de falência do Tecido Económico Nacional e a insolvência dos Cidadãos, já praticado antes e depois do 25 de Abril.
    .
    .
    -SEGURANÇA SOCIAL:
    .
    7) ABOLIÇÃO dos Descontos mensais de Empregadores e Empregados substituindo-os pelo IUSS – Imposto Único de Segurança Social colectado sobre tudo o comprado e facturado dentro de Portugal (***)
    .
    (***) Pagamento dos Ordenado Brutos a todos os Empregados pelas Entidades Patronais.
    .
    8) Instauração da PENSAO NACIONAL UNICA, igual a 2 ou 3 vezes o SMN-Salario Mínimo Nacional, universal e igual para todos os Reformados Portugueses (****)
    .
    9) Criação do Fundo Nacional de REFORÇO DA PENSÃO NACIONAL UNICA, gerido pelo Estado, para quem queira depositar mensalmente um valor incerto a qualquer momento para assegurar um reforço publico do valor mensal da Pensão Nacional Única atingida a idade de reforma até ao falecimento (****)
    .
    (****) Na transição do velho para o novo Sistema, passariam para o Fundo de Reforço da Pensão Única, os valores já descontados por Empregados e Empregadores correspondentes à diferença entre o valor da Pensão Única e a Pensão em vigor no momento da Inscrição na Segurança Social
    .
    .
    -MEDIDAS ADICIONAIS PARA REFORÇO DA SUSTENTAÇÂO DOS DIREITOS CIVILIZACIONAIS IRREVERSIVEIS DOS PORTUGUESES na Civilização Europeia avançada no Mundo:
    .
    a) Idade de reforma cerca dos 55 anos para desempastelar POSTOS DE TRABALHO PARA OS JOVENS, NOVOS LICENCEADOSe DESEMPREGADOS: admissão obrigatória de jovens ou desempregados até ao limite do ordenado que o reformado auferia.
    .
    b) Libertar os Encarregados de EDUCAÇÃO -cheque-educação: cada um endossa o Cheque-Educação à Escola que LIVREMENTE escolhe para os filhos seja publica ou privada ou cooperativa.
    .
    c) SAÚDE, reactivação de todos os Postos de Saúde e Equipamentos abandonados, recrutamento médicos estrangeiros com novo contrato de trabalho diferente dos actuais, receituário obrigatório por principio activo, e se necessário eventual reactivação dos Laboratórios Farmacêuticos do Estado (exº antigos Laboratorios Militares), acabar com modelos de ‘capitalismo selvagem’ que ocasionalmente existam na carreira profissional publica da saúde ou compras hospitalares.”
    .
    Parta quem não quere há muito. Por isso é que há tantos pobres e infelizes.

  64. Gasel permalink
    20 Setembro, 2011 23:07

    “não preocupado com o grande grupo SNS” ?? eu disse isso?.. ou inferiu isso do que eu disse?

    E quando vc diz que que importaria nesse tal “complexo estatal de saúde” ter mais eficiencia, ou seja obter os mesmos (ou melhores) resultados com menor gasto de recursos… até poderá ter razão!!

    Mas acho q ninguém sabe como isso se faz! Ou melhor, acho até que isso é impossível!
    Deve até haver uma regra especial para a economia da saúde: para um mesmo acto médico, para uma mesma resolução de um problema médico, faça o q fizer, aconteça o q acontecer, o preço num dado ano é sempre superior ao do ano anterior!

  65. 20 Setembro, 2011 23:11

    bom , do que eu falaria quando se falasse de salvar o sns era : como embaratecer os cuidados de saúde ? e pronto , abria uma data de faculdades de medicina nos edificios estatais vazios , reciclava institutos e funcionários públicos para laboratórios de análises e de outros exames ( os pc e máquinas já fazem tudo..recolher sangue e outros fluidos tb não deve ser muito difícil de ensinar , fazer radiografias idem . nem precisam de saber a teoria , só a prática . tipo novas oportunidades :))). em suma , punha os profissionais de saúde ao preço da chuva. e é possível.
    ou . em alternativa , falava com um génio informático e pedia-lhe para construir um programa e uma maquineta “médico de família” : a gente metia-se lá em cima , com uns eléctrodos colados , e a máquina tirava , lia , e prescrevia automáticamente do receituário electrónico. tal e qual como fazem hoje os de carne e osso , mas sem passar pelo laboratório e sem pagar salário mensal e pensão à máquina. e pagava ao steve jobs com a massa do tgv via única.
    e os médicos que se cuidem..que não deve faltar muito para os robots laparoscópicos a operar. e é bem feita.

  66. Gasel permalink
    20 Setembro, 2011 23:22

    “O custo dos exames e de praticamente todos os items no SNS é superior ao custo praticado pelas entidades privadas convencionadas.”

    Isso é em teoria verdade, mas não na pratica, esse preço é um preço de referencia, não pago

    Um determinado exame pode ter um “preço” de 100 euros qd realizado num hospital do SNS e um preço de 80 euros qd realizado numa entidade privada convencionada.
    Mas se um doente realizar o exame nessa convencionada o SNS irá pagar a sua totalidade (imaginemos q o doente tem isenção de TM): 80 euros.
    Se o realizar no hospital, o SNS não paga nada, paga 0 (zero). O que um hospital recebe anualmente em orçamento ou em contrato-programa não tem um correspondencia directa com os exames efectuados. Agora qt custa exactamente esse exame realizado num hospital, tb ninguém sabe bem!
    O tal preço de referencia hospitalar (os 100 euros) só serviria para cobrar a sub-sistemas ou privados.
    Como os hospitais/SNS não cobram ao ADSE e outros subsistemas, e como os seguros de saude não são activados nos hospitais.. esse preço de 100 euros é só um número!

  67. 20 Setembro, 2011 23:38

    porque não há nada que justifique a “careza” dos cuidados de saúde e das mezinhas a não ser cagança de classe e o analfabrutismo do povo acerca do seu próprio corpo. é que House há um por milhão de médicos. que os há , há , os house , como as bruxas , mas aposto que não correm por dinheiro.

    ps ) uma pomada boa e barata , à base de ácido acexámico , que encurtava o tempo de cicatrização de escaras foi retirada do mercado. e não há mais nenhuma. resultado: em vez de 5 vezes ao médico e enfermeiro , os doentes velhotes , às carradas agora , vão 10 e gastam bastante mais. a não ser que conheçam alguém noutro país , tipo méxico , onde isso ainda há. e é assim que funciona , na actualidade , onde o sonho de qualquer farmácia é vender medicamentos a saudáveis , o mercado de saúde : poupa idas ao médico ? custa pouco? apaga , que a malta quer ganhar!!

  68. Gasel permalink
    20 Setembro, 2011 23:42

    “punha os profissionais de saúde ao preço da chuva.”
    o custo dos salarios dos profissionais de saúde é apenas uma parte dos custos globais de saúde, ou particularizando de uma determinada sequencia de procedimentos necessários. E nem é a parte mais cara.

    Por exemplo: para resolver determinado problema de saude terá que realizar 1 sequencia de actos médicos, que custam x.
    Se ano seguinte baixasse os custo com os salarios dos profissionais de saude em 20%, poderia poupar esses 2o% com os mesmos resultados, admitamos. Mas o mais certo é q a praxis médica indicasse que já tinha que usar um dispostivo médico, um exame complementar, ou um novo medicamento que custa mais 50%.
    E a resolução do mesmo problema, mesmo com o médico mais “barato”, custava-lhe mais 15 a 30%

  69. 21 Setembro, 2011 00:31

    ok , em vez de rtp , eu tinha uma Farmacêutica nacional a produzir genéricos..se o salazar pagava aos padres , os socialistas ps e psd aos jornalistas , eu pagava aos tipos das farmácias. não há nada como estar actualizada nas formas de lavar a cabeça ao povo.

  70. JCA permalink
    21 Setembro, 2011 02:41

    .
    “nas costas dos outros vês a tua cara”
    .
    -Grecia quiere echar al 30% de los funcionarios de los ministerios
    http://www.elpais.com/articulo/economia/Grecia/quiere/echar/funcionarios/ministerios/elpepueco/20110920elpepueco_9/Tes
    .
    Portugal é o 4º País Europeu a quem a Grecia deve mais dinheiro, a seguir à França e à Alemanha e Italia !!!
    .
    O ‘Erro de Descartes, digo de Socrates’ foi recusar que tudo à sua volta tinha mudado e continuava a mudar a grande velocidade.
    .
    Neste preciso Tempo o acordo que meia duzia combinou com a Troika e é o livro de instruções de Passos Coelho já está obsoleto, nada do que propunha funcionará ou resolverá. Radicalemnte já mudou tudo à volta e continua a mudar a grande velocidade.
    .
    Por isso.

  71. JCA permalink
    21 Setembro, 2011 02:42

    .
    Italy downgrade adds to eurozone contagion fears
    http://www.guardian.co.uk/business/2011/sep/20/italy-downgrade-eurozone-contagion-fear
    .
    España tiene un mes para evitar correr la misma suerte que Italia
    http://www.elpais.com/articulo/economia/Espana/tiene/mes/evitar/correr/misma/suerte/Italia/elpepueco/20110920elpepueco_6/Tes
    .

  72. JCA permalink
    21 Setembro, 2011 02:46

    .
    Começou a ‘Grande Farra':
    .
    .
    -China Pulls The Rug From Under Europe, Halts French Bank Transactions, Makes Good On Trade War Ultimatum
    http://www.zerohedge.com/news/china-pulls-rug-under-europe-halts-french-bank-transactions-makes-good-trade-war-ultimatum
    .
    .
    -Japan targeted by cyber attacks ‘from China’
    http://www.telegraph.co.uk/news/worldnews/asia/japan/8775635/Japan-targeted-by-cyber-attacks-from-China.html
    .
    China to launch “Heavenly Palace” on way to space
    http://uk.reuters.com/article/2011/09/20/us-china-space-launch-idUKTRE78J0RM20110920
    .

  73. JCA permalink
    21 Setembro, 2011 02:49

    .
    Depois dos 2 Sóis os 2 Outonos:
    .
    Britain sees ‘two autumns’ as trees turn at different times
    AUTUMN HAS COME TWICE THIS YEAR, ACCORDING TO THE WOODLAND TRUST, AFTER THE DRY SPRING AND INVASIVE PESTS CAUSED SOME TREES TO DROP THEIR LEAVES EARLY.
    http://www.telegraph.co.uk/earth/earthnews/8774359/Britain-sees-two-autumns-as-trees-turn-at-different-times.html
    .
    E os putos magneticos:
    Stuck on you: The magnetic cousins who attract attention… and the odd knife and fork
    http://www.dailymail.co.uk/news/article-2039520/Stuck-The-magnetic-cousins-attract-lot-attention–odd-knife-fork.html#ixzz1YXqTBTU7
    .

  74. 26 Setembro, 2011 23:05

    Mais uma vez constato que o principal defeito da democracia é o disparate também ser livre.
    É óbvio que o SNS é um património imaterial dos portugueses e, de longe, o serviço público que melhor funciona em Portugal. É largamente conhecido e reconhecido o nosso lugar no ranking mundial da Organização Mundial de Saúde, no 12º posição que poucas áreas de actividade portuguesas ocupam. É indiscutivelmente um motivo de orgulho para todos os portugueses. Podemos melhorar? Sim, concerteza. Há problemas? Sim, claro.
    E, desde logo, um deles, é que o nível de despesa tem crescido a um ritmo superior do que o crescimento do país. E isso leva ao seu estrangulamento. Ainda que o desperdício possa ser diminuido, estamos em rota rumo à falência, que a diminuição do desperdício apenas pode adiar, nunca evitar.
    E as causas do aumento de despesa são: o envelhecimento da população (que poderíamos evitar se nos procriássemos mais), o encarecimento das tecnologias (que não podemos evitar), o abuso do sistema e a indução de consumos de cuidados de saúde não essenciais (que podemos evitar). Perante a situação actual de absoluta falta de dinheiro, a única solução imediata é cortar. Mas aqui o problema não é nacional, mas sim regional. A ARS de Lisboa e Vale do Tejo é a que mais dinheiro gasta per capita, pelo que os cortes têm que se dirigir primordialmente a essa região.
    Por outro lado, tem que haver uma separação completa das funções de pagador (ministério das finanças) e prestador (ministério da saúde), dentro do SNS.
    Finalmente um aviso: se retirarem dos CA dos hospitais EPE os Directores Clínicos e Enfermeiros Directores, a saúde vai encarecer.

  75. 26 Setembro, 2011 23:08

    O modelo de SNS de António Arnault faliu, temos que arranjar outro, sob pena de não ficarmos com nenhum.

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 34.318 outros seguidores

%d bloggers like this: