Saltar para o conteúdo

Vá lá

11 Janeiro, 2009

sigam esta sugestão e vão com os autocarros até Teerão. Ou visitar os líderes do Hamas com esses dizeres.  Para se explicarem melhor até podem integrar na comitiva o senhor Zerolo que não não arranjou melhor ideia do que escrever no seu blogue “Todos somos Palestinos”.  Experimente o senhor Zerolo ir mais o seu colectivo gay à boleia deste autocarro ateísta  ou doutro qualquer para a faixa de Gaza e começar a sua prédica sobre a sua experiência no Colectivo Gay de Madri e na  Federación Estatal de Colectivos LGTB. Nós prometemos seguir atentamente a sua viagem e claro iniciar uma campanha para o tirar de lá embora seja certo que mal se veja a recato na UE ou em Israel volte rapidamente à lamúria do costume

Anúncios
25 comentários leave one →
  1. francisco permalink
    11 Janeiro, 2009 19:28

    Como nós somos tão civilizados! Vou dormir descansado. Boa noite e obrigado Helena Matos.

    Gostar

  2. João Amaral permalink
    11 Janeiro, 2009 19:35

    Não vale a pena….os “palestinos” de sofá, passam a vida a dizer mal do sofá ocidental, mas não são parvos. Eles não trocam o sofá ocidental pela cama de pregos das culturas alternativas que defendem. A defesa do Hamas ( que eles sabem ser um grupo fundamentalista islamico que defende a sharia e o uso de crianças como escudos e bombistas suicidas ) é apenas a máscara que esconde o anti-semitismo, esse tumor antigo da Europa que ainda tem raizes profundas….

    Gostar

  3. 11 Janeiro, 2009 19:40

    ó Lena passe lá pelo O Último Pingo e contemple o quanto o Hanas é pedagógico.
    faça-me esse favor e divulgue pois tem mais visibilidade do que eu.

    Gostar

  4. 11 Janeiro, 2009 19:40

    HAMAS

    Gostar

  5. 11 Janeiro, 2009 19:48

    D. Helena a Sr. e mais uns poucos de comentadores Neocomnada, precisam de tratamento urgente até o censo do ridiculo perderam.
    JOJORATAZANA

    Gostar

  6. Aquasky permalink
    11 Janeiro, 2009 20:37

    O Hamas, entre outras barbaridades, extermina ateus, condena homossexuais à morte, permite que mulheres adúlteras sejam apedrejadas, e amputa os braços a quem rouba. Perante uma sociedade assim tão subdesenvolvida como a palestina, é óbvio que quem tem razão são os judeus – em Israel prevalecem os nossos e evoluídos valores ocidentais. Sendo assim, pouco importa saber se os palestinianos são o verdadeiro povo autóctone, se lhes é vedado o acesso a bens essenciais, se os judeus fizeram de Gaza um campo de concentração e se estão a morrer civis e crianças. A verdade é que enquanto os islâmicos não mudarem no sentido dos nossos valores ocidentais, nunca, jamais e em circunstância alguma, eles terão razão. Não se percebe, por isso, que mesmo assim ainda haja que abrace a causa palestina. Percebo bem a indignação da Helena Matos.

    Gostar

  7. 11 Janeiro, 2009 20:44

    Ms Helena, como sempre arrasador e imbatível. E inatacável! Nunca é demais denunciar a barbárie islamo-progressista k prolifera no séc. XXI.

    Gostar

  8. 11 Janeiro, 2009 20:58

    No meu blogue está uma fotografia catita – já de há uns dias atrás – do autocarro ateu, que achei giríssimo. Vale a pena ver e ouvir a música que lá tenho… já agora.

    Gostar

  9. 11 Janeiro, 2009 21:01

    Mas tenham cuidado aquilo é um blogue perigoso porque não sou nem pelos sionistas – ai isso não sou – nem pelo HAMAS, e ainda menos sou palestina. Para política não vale a pena, portanto – quando muito um dia destes tenho que explicar alguma coisa da minha posição, veremos.

    Tão perigosa sou… que até ouvi dizer que tinha havido aqui não sei que comentários sobre a Ilha. Coisas indirectas e com certeza não dos donos da casa, que têm mais que fazer do que dizer mal – ou pensar mal da minha pequenina Ilha.

    Gostar

  10. 11 Janeiro, 2009 21:03

    Se alguém souber onde foram tais insinuações feitas eu agradecia saber onde – que gosto de coisas feitas como eu faço: pela frente.

    Resolvo ser melhor não deixar passar, que o trabalho obriga-me a longos períodos de ausência destas paragens – e a difamação cresce como os fogos. sobretudo quando estamos ausentes, que é quando os cobardes gostam de lançar os fogos.

    Gostar

  11. 11 Janeiro, 2009 21:20

    Realmente esta Srª Helena não se cansa de dizer disparates.

    Uma pergunta se impõe: se a Sr.Helena tivesse sido roubada, espezinhada e humilhada como os palestinianos têm sido, o que é que faria?

    Dava beijinhos?

    Não mistifique com fait-divers…

    Gostar

  12. José Manuel Santos Ferreira permalink
    11 Janeiro, 2009 21:24

    Sabe, com certeza qual é a diferença entre um zarolho e um cego ??
    É que na terra dos cegos quem é zerolo é rei

    Gostar

  13. rui.baptista.ml permalink
    11 Janeiro, 2009 21:26

    Tocaram-te num ponto sensível, Helena? Os ditos autocarros não podem ir para Teerão, fazem o circuito habitual com publicidade paga. Quando muito podias convidar-nos a comprar publicidade nos autocarros de Teerão… mas sabes bem que não vale a pena, por lá ainda se está na era da inquisição.

    Gostar

  14. jsimoes permalink
    11 Janeiro, 2009 21:53

    Boa, vão todos para Teerão converter os aiatolas ao vosso deus.

    José Simões

    Gostar

  15. Ricardo permalink
    11 Janeiro, 2009 23:01

    Não acompanho com especial atenção aquilo que escreve, mas parece-me tão extremista nas suas posições como aqueles que critica. Não são as barbaridades do Hamas que impedem Israel de ser bárbaro ao aplicar a sua força com a falta de selectividade com que o faz.

    Mas o que acho verdadeiramente espantoso é que para si a orientação sexual ou o ateísmo de alguém tenha necessariamente que colocar essa pessoa num determinado lado da mesa do debate.

    Acho que é possível não concordar com a visão islâmica do mundo e simultaneamente não apoiar a invasão de Israel, sem qualquer tipo de incoerência. E não resulta daí nenhum absurdo, com está a sugerir.

    Gostar

  16. Falabarato permalink
    12 Janeiro, 2009 00:01

    Exma. Senhora
    D. Helena Matos

    Os autocarros não seguem para o Irão e outros sítios porque os EUA tudo têm feito para retirar os regimes laicos do poder e colocar os xiitas em seu lugar.
    Se as grandes potências pudessem prescindir do petróleo do Médio Oriente seriam os primeiros a deixar caír Israel, a Palestina e tudo o resto, deixando aquilo entregue à lei do mais forte. Como até ao momento já garantiram o Iraque, o Kuwait e a Arábia Saudita, para além de Angola e Nigéria, parece que só o lobby judaico nos EUA e Fed. Russa ainda consegue garantir o apoio das potências a Israel. Mas os tempos estão a mudar. De modo que em breve esta discussão vai talvez poder centrar-se na questão dos direitos humanos em vez de se gastar numa farisaica converseta sobre o direito de Israel à auto-defesa. Se isso acontecer espero que continuará a manter o mesmo fervor na defesa de Israel. Eles por lá sabem bem que só podem contar consigo próprios assim que os interesses geoestratégicos esmorecerem. Mutatis mutandi poderiamos dizer o mesmo sobre a Palestina e aliás, sobre a África e a América Latina. O sangue que corre por todos esses sítios continua a sujar as mãos de quem comodamente aqui posta. A única coisa que as pessoas sérias no Ocidente podem de momento fazer é calarem-se e corar de vergonha. Mandar parar Israel quando os implantaram lá para isso é hipocrisia. Ordenar aos Palestinianos e Libaneses que morram calmamente à fome é desumanidade. Continuar a postar d’alto sobre o assunto revela apenas má consciência.

    Gostar

  17. portela menos 1 permalink
    12 Janeiro, 2009 00:13

    os argumentos continuam a baixar de nível e acho que não é só reaccionarismo.

    Gostar

  18. portela menos 1 permalink
    12 Janeiro, 2009 00:15

    comentário #17 dedicado obviamente à senhora helena.

    Gostar

  19. joao permalink
    12 Janeiro, 2009 01:18

    #11

    Apedrejar pessoas é “fait divers”? Persegui-las por causa da orientação sexual é “fait divers”?
    Afinal, o que significa “fait divers” para si?

    Gostar

  20. joao permalink
    12 Janeiro, 2009 01:21

    #16

    Já que conversa não lhe falta, e começando pelo princípio, idenifique lá quatro “Estados xiitas” – Já me vou lembrando do Aleixo de novo…

    Gostar

  21. 12 Janeiro, 2009 01:48

    Com dedicatória do Russ Meyer: Faster, Pussycat! Kill! Kill!

    Gostar

  22. MigSil permalink
    12 Janeiro, 2009 18:10

    Sugiro que em 2009 e como apoio à causa palestiniana, se faça a “gay parade” na faixa de Gaza, num qualquer sítio não ocupado pelo exército israelita. Eu prometo assistir em directo em qualquer TV.

    Gostar

  23. jupiter permalink
    13 Janeiro, 2009 17:38

    “Currently we don’t see the end in sight,” Maj. Avital Leibowitz said. “We have destroyed 70% of the tunnels” along the Philadelphi Corridor, but there are still more targets to hit.”
    Herb Keinon.

    Jewish Pirates of the Caribbean
    Washington, Jan. 12
    Jewish Film Festival
    New York, opens Jan. 14
    Hit Israeli movie ‘Jellyfish’: Screening + Q&A with director
    Los Angeles, Jan. 14
    Newcomers Women Event
    Houston, Jan. 15
    Ra’anana’s professional English repertory theater
    Jerusalem, Jan. 15
    Italya: A Celebration of Italian Jewish Song
    San Francisco, Jan. 15

    Gostar

  24. anónimo permalink
    19 Janeiro, 2009 15:46

    Ufa, com o Zerolo !.
    Socialista e maricón. Nao lhe arrendo a ganancia o susodito.Nao queria ficar na pele dele para ter que olharmelas com ela ( A Helena).
    Será que os ventos nacional-socialistas vem agora soplando forte desde a zona do Atlantico?

    Gostar

  25. anónimo permalink
    19 Janeiro, 2009 15:49

    Claro que como ele é advogado também pode ser que sinta especial interés por certas causas “justas”. Um advogado ibérico interessado em causas justas?

    Enquanto que ao que podemos esperar de um jornalista…

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: