Saltar para o conteúdo

“As rosas de Mesquita” *

20 Julho, 2009
by

Mesquita Machado vence eleições em Braga há 33 anos. Senhor absoluto de um afrouxado PS local, nunca se aventurou para além dos muros da sua coutada.
Mesquita é o exemplo acabado da sobrevivência política pela aplicação do Princípio de Peter – ao contrário de alguns ‘colegas’, como Isaltino, conhece as suas notórias limitações e sabe que um incremento de ambição seria sempre deslocado e, sobretudo, perigoso para aquilo que realmente o faz correr.
Mesquita candidatou-se uma vez mais – quer ficar no poder mais anos do que Salazar. Imitando a rainha Santa Isabel, usou as rosas como imagem: surgiu com um ramo de 33 a que acrescentou outras 4.
Mas o milagre de Mesquita não é de rosas – é de arquivamentos prodigiosos e julgo que o sobrenatural é alheio ao assunto.

* Correio da Manhã, 14.VII.2009

Anúncios
31 comentários leave one →
  1. 20 Julho, 2009 14:32

    Não devemos querer que haja leis a respeito de tudo e mais alguma coisa, mas o número de mandatos devia ser severamente limitado pela lei.

    Gostar

  2. 20 Julho, 2009 14:43

    No Currículo está escrito “Especialista de poleiro com 33 anos de experiência…”
    É a Democracia de termos sempre os mesmos… Não estava aí na forja uma lei de limite de mandatos???
    Qual era o limite 150 mandatos???
    Caro CAA, não vale arrotar postas de pescada para o lado do PS, quando no PSD também existem alguns “senhores feudais”, assim de repente lembro-me de um Alberto João Jardim (O dos Cubanos) ou de um Fernando Ruas (o das Pedradas)… Também estes muito “coladinhos” ao Tacho, existirão muitos por esse Portugal fora, A Leizinha que limita o numero de mandatos é que não sai… Porque será?

    Gostar

  3. Marafado de Buliquei-me permalink
    20 Julho, 2009 14:45

    Este anda a copiar o Jardim ?

    Gostar

  4. Marafado de Buliquei-me permalink
    20 Julho, 2009 14:48

    #2

    A Leizinha que limita o numero de mandatos é que não sai… Porque será?

    Ora, ora, ora…
    Já devia saber:

    _ não tocas na minha quinta e eu não toco na tua !

    É tão simples quanto isso !

    Gostar

  5. Anónimo permalink
    20 Julho, 2009 14:51

    e o jaime bombeiro?

    Gostar

  6. 20 Julho, 2009 14:54

    http://bulimunda.wordpress.com/2009/07/20/democracy-is-to-choose-sera/

    Vivo em BRAGA mas não sou bracarense… ..A CIDADE MAIS JOVEM DO PAÍS…POIS…IMAGINEM QUE ESTA BOSTA DE CIDADE NEM UM PARQUE DA CIDADE TEM…..VAI PARA 33 ANOS QUE ESTE PIECE OF CHET…CONSTRÓI..CONSTRÓI..CONSTRÓI..CONSTRÓI…CONSTRÓI..CONSTRÓI…CIMENTO ARMADO….MAS TAMBÉM COMO OS BRACARENSES como bons mongos que são bão botando nele..portanto não se queixem…

    Gostar

  7. 20 Julho, 2009 14:55

    OS FUTUROS PROFESSORES..

    Gostar

  8. 20 Julho, 2009 14:57

    Um post digno de um português.
    Lança suspeições, não concretiza nada.

    Gostar

  9. 20 Julho, 2009 14:59

    ao que parece, são eleitores os culpados, por andarem a prolongar o prazo de validade desta gente… ou são completamente estúpidos ou têm interesses na coisa… e só têm os políticos que merecem!

    Gostar

  10. 20 Julho, 2009 15:02

    A sapiência de Mouta é extraordinária.
    O PS faz ou fez mal? Mas o PSD fez, antes, o mesmo ou pior…
    Logo, o PS está desculpado e pode continuar, não é?
    Por tal ordem de ideias, todo o crime é sempre desculpável porque, de qualquer modo, houve antes quem cometesse pior ainda.
    Trata-se de uma artimanha velha, que já só ilude quem se quer iludir.

    Gostar

  11. LUSITÂNEA permalink
    20 Julho, 2009 15:10

    Como Portugal é um país de calhaus o que é preciso é rochedos a governar, quer-se dizer a desgovernar, mas sempre com muita “distribuição” às 2ªas, 3ªas e 5ªas e “recolhas/rapinanços fiscais” às 4ªas e 6ªas… o sábado e o domingo face à indeterminação de se ser judeu ou cristão ficam para meditação…

    Gostar

  12. 20 Julho, 2009 15:36

    #10 Caro Tiago Lima

    Interpretou mal o meu comentário! Não acho desculpável qualquer que seja o partido ou pessoa ponto.
    Acho curioso o CAA referir o Mesquita de Braga do PS, quando tem exemplos idênticos da sua cor…
    Julgo que a lei do limite de mandatos foi promessa de campanha que foi para a gaveta… Esta gentinha vai garantindo a sua auto sustentabilidade no poleiro com muita jogada e mestria!!!
    Como já disse noutros comentários, da esquerda à direita é tudo a mesma m****!

    E como bem disse em #4 o Marafado de Buliquei-me

    “…não tocas na minha quinta e eu não toco na tua !…”

    E assim vão vivendo estes senhores feudais…

    Gostar

  13. Anónimo permalink
    20 Julho, 2009 16:02

    ps: o país está cheio de doidos
    acabo de ver na tv alguém a falar da série The Wire como se a série fosse documental e espelhasse o que se passa nas redações dos jornias americanos e tal!

    A série é excelente e já tem séculos!
    Não é de agora.

    Aquele descobriu aquilo agora.

    Não sei como é que os jornais ainda não portestaram contra aquela personagem. Num país democratico são os jornais que escrutinam os politicos. Não é um politico que se coloca a dzier mal dos jornais!!! Nunca se viu tal coisa em nenhum país. Nem no Irão!

    Gostar

  14. Anónimo permalink
    20 Julho, 2009 16:04

    Como é que é possível os jornais ficarem calados que nem ratos ao ver um político a criticar o jornalismo livre?

    Gostar

  15. Nuno Ramos permalink
    20 Julho, 2009 16:14

    Para quem gosta de recordar o nosso clube em imagens, recordando as nossas vitórias e glórias, visite o Armazém Leonino. Julgo que passará alguns momentos nostalgicos. Peço desculpa pela intromissão!

    http://armazemleonino.blogspot.com

    para apaixonados por cromos,jornais antigos, relatos de futebol, revistas antigas, etc… visite!

    Gostar

  16. 20 Julho, 2009 16:17

    Parece evidente que a maioria dos eleitores do sítio tem interesse em que seja sempre o mesmo. Sendo as eleições livres, não há paralelo com Salazar.
    Eu nem simpatizo com o personagem e acho que uma das vitalidades da democracia é a alternância no poder, mas não há nada a fazer se é o povo quem mais ordenha.
    Limitar o número de mandatos com que critérios?
    Se em Lisboa é fácil encontrar uma panóplia de candidatos alternativos, em Rilhafóis, se calhar só há um.

    Gostar

  17. Anónimo permalink
    20 Julho, 2009 16:18

    Além de que acabou de estragar uma das minhhs séries preferidas. Vejo o Wire desde o inicio e agora sempre que vir mais um episódio vou vomitar a pensar na recomendação de Pacheco Pereira! Isto não devia acontecer!

    Mas porque é que de tanta gente que aparece na tv eu havia logo de criar uma alegia a essa personagem. Há muitas poucas pessoas que sempre que vejo na tv me causam repulsa. Mesmo muito poucas. Mas uma delas é aquela.Não sei como é que tal acontece mas sempre foi assim. Aquela voz horrível causa-me náuseas. Agora vou ter que esquecer ter ouvido ele recomendar a minha série preferida! É azar. Isto porque sei que ele recomenda porque toda a gente o faz e portato ele também tinhde recomendar alo que sempre esve no top que é para as pessoas pensrem que te bom gosto! É tipo astronomias e poemas em ingles clássico. Como eu detesto pseudo intectuais!

    Gostar

  18. Anónimo permalink
    20 Julho, 2009 16:22

    O fulano é tão idiota que nem sequer foi ver a que horas é que dava o the wire e em que canais e diz que as séries dão muito tarde!

    Muito tarde o The wire! É mesmo de quem nunca viu a série na tv

    Gostar

  19. Pi-Erre permalink
    20 Julho, 2009 16:43

    #11 LUSITÂNEA

    “Como Portugal é um país de calhaus o que é preciso é rochedos a governar, quer-se dizer a desgovernar,”

    Nem a governar, nem a desgovernar. Eles estão é a governar-SE.

    Gostar

  20. Marafado de Buliquei-me permalink
    20 Julho, 2009 17:13

    Quando quiserem inteligentes, já sabem onde procurar :

    # 11
    # 19

    O resto é tudo calhaus……
    Daaaaaaaaaaaaasssssssssssssseeeeeeee !

    Gostar

  21. 20 Julho, 2009 17:32

    Em Braga, parece que a COISA é pura e dura !…
    A teia está bem tecida pela aranha-mestra…

    Gostar

  22. Fernando permalink
    20 Julho, 2009 17:35

    Mesquita Machado foi vagamente Secretário de Estado, numa altura em que o foram Fernando Gomes e Narciso Miranda. Os três com poiso no Porto. Foi experiência curta. O Fernando Gomes aventurou-se num Ministério, sem sucesso, mas a verdade é que, hoje, enriquece na Galp. Todos eles tiveram processos que mais ou menos terminaram sem se saber muito bem como. Será obra de historiadores analisar o que lhes aconteceu, se entretanto não forem desaparecendo. Em todos esses processos esteve a PJ e o MP. Curiosamente aliados na incompetência ou nos favores, não sei bem. Caro CAA, em matéria de merdas o norte tem a sua regionalização. Falta-lhe a regionalização da coragem e da honestidade.

    Gostar

  23. 20 Julho, 2009 20:35

    Às vezes as rosas também têm alguns espinhos …

    Ricardo Rio é, sem qualquer sombra de dúvida, um grande valor de futuro (espero que isto signifique presente em Outubro) e um quadro de grande valia que poderá dar a Braga uma “lufada de ar fresco” que bem necessita …

    O cheiro a mofo na cidade dos arcebispos é quase pestilento e nauseabundo para qualquer possibilidade de inovação …

    Confio na vontade de mudança dos Bracarenses

    Gostar

  24. Soldado Raso permalink
    20 Julho, 2009 22:43

    O dito “Mosquito ” ainda tem que comer muita papinha “Maizena” para chegar aos calcanhares do anti-comunista da ilha da Madeira .

    Gostar

  25. portela menos 1 permalink
    20 Julho, 2009 23:48

    Fado, não sabia que acreditava no Pai Natal 😉

    Gostar

  26. Tomás Begonha permalink
    21 Julho, 2009 00:09

    «Candidato-me porque gosto à brava disto e acho que tenho muito ainda para fazer por Gaia».

    Esta frase, de Luís Filipe Menezes, é o sustentáculo do senhor Mesquita. Certo, CAA?

    Gostar

  27. K2ou3 permalink
    21 Julho, 2009 04:05

    Pois, 33 Rosas.
    Por aqui, as meninas dos classificados levam de 40 Rosas a 60 Rosas.
    Portanto, está barato.

    Gostar

  28. fernando permalink
    21 Julho, 2009 09:39

    AHAHAHAHAHAHAHAH!!

    Gostar

  29. Anónimo permalink
    21 Julho, 2009 19:24

    Mas alguém me sabe explicar como é possivel candidatar-se
    novamente, se o PS de Sócrates, no inicio do mandato actual,
    fez sair uma lei para limitação de mandatos dos dinossauros
    autárquicos? Ou estou enganado ?

    Gostar

  30. JMLM permalink
    22 Julho, 2009 21:45

    Começo por dizer

    Gostar

  31. JMLM permalink
    22 Julho, 2009 22:01

    A permanência e continuidade do Presidente MM na Camara de Braga, deve-se apenas à escolha dos eleitores. Pelos vistos sempre escolherem de forma clara e por larga maioria para não deixar dúvidas.
    A escolha dos eleitores é um precioso acto da democracia.
    Se MM vai continuar, serão os eleitores a dicidir, caso contrário teremos que inventar uma nova democracia, lá para os lados de Braga.
    Quando muito poderemos pensar que a democracia tal como está, tem alguns defeitos, manter os MM deste país muito tempo o poder. Será que é assim?
    Quanto aos processos arquivados ou abertos, isso será sempre obra da justiça e do seu andamento, do tal poder que é e deve ser independente dos restantes.
    Mesquita vai a votos, não deve ser a justiça a influenciar ou decidir sobre a continuidade deste, mas sim os eleitores.
    Esperemos que a justiça, esteja ao seu mais alto nível e não dê atenção a pedidos de alguns que se dizem democratas.
    O maior perigo para a democracia, é deixarmos que a politica se misture com a justiça.
    VIVA PORTUGAL

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: