Saltar para o conteúdo

Desde o caso Zé Diogo que não se faziam notícias assim

11 Outubro, 2009

Autárquicas: Alegado homicida terá agido em legítima defesa – candidato PS Mondim de Basto
11 de Outubro de 2009, 10:40
Mondim de Basto, 11 Out (Lusa) – O candidato do PS à freguesia de Ermelo, António Cunha, acusado de ter morto hoje a tiro o marido da presidente daquela junta de freguesia “agiu em legítima defesa”, disse à agência Lusa o candidato socialista à Câmara de Mondim de Basto. “O homicida agiu em legítima defesa e ficou inclusivamente ferido. A vítima esperou-o mesmo antes de abrirem as urnas, pelas 07:35, e disparou e o outro [candidato do PS] reagiu”, afirmou o candidato socialista à autarquia de Mondim de Basto, Humberto Cerqueira.De acordo com a fonte, a vítima terá passado “toda a noite a ameaçar a população de Ermelo de agressões caso votasse no PS”.

Independentemente da culpa ser de A ou de B, do candidato do PS ou do marido da candidata do PSD ou de ambos a urgência da  LUSA de culpar o morto   seria anedótica não estivesse em causa isso mesmo: um homicídio.

71 comentários leave one →
  1. Anónimo permalink
    11 Outubro, 2009 12:23

    A culpa é da lusa?

    Gostar

  2. Anónimo permalink
    11 Outubro, 2009 12:37

    Se consideram mal as noticias da lusa porque é que os jornalistas não investigam eles e fazem a reportagem?

    Gostar

  3. 11 Outubro, 2009 12:54

    E’ o texas!

    Gostar

  4. 11 Outubro, 2009 12:56

    Quem se mete com o PS leva.

    Gostar

  5. Anónimo permalink
    11 Outubro, 2009 12:59

    dá para especular ao contrário. e porque é que um é referido como candidato do ps e o outro como marido da presidente de junta do psd. um tem nome próprio e o outro era marido da candidata. até parece que foi morto por ser casado com uma psd.

    Gostar

  6. 11 Outubro, 2009 13:05

    O Salasar tinha razão. O portugueses ainda hoje não estão aptos para a democracia.

    Gostar

  7. 11 Outubro, 2009 13:11

    Nada melhor que introduzir um errozito analfabético num texto para que tenhamos a certeza que somos lidos e permitir aos outros o prazer da autoconstactção da sua superioridade intelectual.

    Gostar

  8. Anónimo permalink
    11 Outubro, 2009 13:20

    #7 VG, eheh disfarça , disfarça… bate mas é nesses dedos com vontade própria.

    Gostar

  9. Anónimo permalink
    11 Outubro, 2009 13:21

    os dedos é que telam s em vez de z , á rebelia do cérebro de VG
    acontece… é sinal de viciado na teclagem

    Gostar

  10. JoãoMiranda permalink
    11 Outubro, 2009 13:23

    «« A vítima esperou-o mesmo antes de abrirem as urnas, pelas 07:35, e disparou e o outro [candidato do PS] reagiu”»»

    Ainda bem que o candidato do PS levou uma pistola para se defender. Aliás, eu sempre que vou votar levo uma arma para uma eventualidade destas.

    Gostar

  11. Anónimo permalink
    11 Outubro, 2009 13:31

    #10 andavam os dois armados na campanha eleitoral e pelos vistos a gnr sabia e já andava preocupada.. este portugal das aldeias é fantástico.

    Já parece a democracia na India! Essa grande democracia em que se matam usn aos otros nas aldeias. lol

    Gostar

  12. José permalink
    11 Outubro, 2009 13:46

    Este PS não tem emenda possível.

    Partidariza tudo, ao ponto de a realidade aparecer em tons de rosa, em vez do caleidoscópio próprio. A realidade é sempre rosa vivo, pálido, cálido ou velho, conforme a oportunidade.

    Isto é sintoma de algo que ainda ninguém definiu com exactidão, mas que pode ser enunciado como daltonismo grave. Um fenómeno social relacionado com outra doença: o fanatismo.

    Há disso por aqui, sempre que surgem problemas com o FCP.

    Gostar

  13. anti-comuna permalink
    11 Outubro, 2009 13:59

    A decadência de Portugal espelha-se neste crime e nas notícias que o cobrem.

    E a decadência é tanta que o país está a desabar socialmente, moralmente e eticamente, que os que nele residem quase nem se apercebem.

    Um tipo vai votar com armas no bolso? Um tipo anda em campanha com armas no bolso?

    Isto mais parece o far-west que um país tido da UE, europa desenvolvida e farol do mundo. lololololol

    Triste país o nosso.

    anti-comuna

    Gostar

  14. JoãoMiranda permalink
    11 Outubro, 2009 14:03

    ««Isto mais parece o far-west que um país tido da UE, europa desenvolvida e farol do mundo. lololololol»»

    Europe’s West Coast.

    Gostar

  15. anti-comuna permalink
    11 Outubro, 2009 14:08

    Aqui há dias vi uma notícia curiosa. Um casal, descendentes do Champalimaud, foi assaltado na sua residência e mantido como reféns na sua própria casa, para os assaltantes lhes limparem o recheio.

    A notícia em si é preocupante pelo tipo de criminalidade que agora temos em Portugal. (Cada vez mais semelhante com a do Brasil.) Mas o mais preocupante foram os comentários feitos a essa notícia. Muitos comentadores apoiavam o roubo e defendiam os assaltantes porque estavam a roubar ricos. Porque, na ideia peregrina dessa gente, roubar e quiçá matar ricos para sobreviver é um acto de justiça terrena. Um espécie de justiça que o estado é incapaz de fazer.

    É impressionante como haja um sentimento de ódio contra os ricos e, por isso, haver ricos, justifica que sejam despojados dos seus valores, porque é uma forma de “justiça social”.

    Se eu não tivesse lido a notícia no Diario Economico e os seus comentários, poderia pensar que era mais uma lenda urbana. Mas não. Eu li a notícia e parte dos respectivos comentários. E vi o quanto estamos a decair, em termos morais, éticos e políticos.

    Esta mentalidade típica de esquerda manifesta-se nestas pequenas coisas: é justificável cometer crimes contra os ricos. E assim se faz “justiça social”.

    Querem um sinal mais forte do que este? De que Portugal está a descarrilar e a regredir em termos civilizacionais?

    anti-comuna

    Gostar

  16. Anónimo permalink
    11 Outubro, 2009 14:10

    um exemplo de daltonismo grave, variante pós 25 averillhttp://dasgnu.files.wordpress.com/2009/07/cavacosilvaiidatlton.jpg

    Gostar

  17. anti-comuna permalink
    11 Outubro, 2009 14:10

    “Europe’s West Coast.”

    ehehheheheh

    anti-comuna

    Gostar

  18. anti-comuna permalink
    11 Outubro, 2009 14:19

    E a notícia no CM tem este comentário:

    “Daria pena se nào fosse “ladrao que rouba a ladrao”.Coitados!
    Comeram-lhes a sopa…Sempre existe aquela dos pobres…”

    In http://www.correiomanha.pt/noticia.aspx?contentid=FFB4485E-2B49-4948-9B1E-4FF244BFC2EC&channelid=00000181-0000-0000-0000-000000000181

    Um outro comentário diz isto:

    “Quem é rico, neste momento corre perigo, porque há uma grande desigualdade social o que é revoltante!”

    Vejam como a desigualdade social, revolta, e talvez justique este tipo de crimes.

    Quando numa sociedade os seus líderes escapam impunemente aos seus crimes, pelos quais são suspeitos, e quando a Justiça só funciona contra o pilha-galinhas, este tipo de mentalidade começa a grassar.

    Depois temos alguns partidos políticos que estão sempre do lado dos criminosos e raramente das vítimas. Em nome da compaixão pelo desgraçado, que rouba e mata, coitadinho, porque é roubado. Pelos ricos, claro.

    Isto está a transformar Portugal numa sociedade semelhante ao Brasil. Lentamente, mas acelerando cada vez mais, Portugal está a ficar insustentável para viver condignamente.

    Coitado do meu país. No que o estão a tranformar. Glup!

    anti-comuna

    Gostar

  19. Confucio permalink
    11 Outubro, 2009 14:30

    A Lusa, se tem cão é presa, se não tem, é presa também!
    Quer você dizer que a Lusa deveria ter omitido as declarações do candidato do PS à câmara de Mondin de Basto?
    Vá lá a gente entender estes comentadores da direita, e depois vêem para aí falar em “asfixia democrática”, tenham mas é vergonha.

    Gostar

  20. Anónimo permalink
    11 Outubro, 2009 14:36

    #José disse

    José, ao ver o seu comentário passei pelo seu blogue o que faço de vez em quando.
    E o que li num seu post deixou-me profundamente indignado pois é a primeira vez que tomo conhecimento disso.

    O post em questão é este:
    «Local de execução: Lisboa»
    http://portadaloja.blogspot.com/2009/10/local-de-execucao-lisboa.html
    a propósito disto:
    http://www.base.gov.pt/_layouts/ccp/AjusteDirecto/Detail.aspx?idAjusteDirecto=75140

    Tenho uma pequena empresa da área, e não imagina como é dura e naturalmente competitiva a minha actividade. Transpira-se muito para ganhar propostas de 1000, 2000 ou 3000 €

    O Portal em questão, estive a dar uma olhadela, tem como plataforma de gestão de conteúdos o Drupal, uma plataforma Opensource, gratuita.
    O próprio design a nivel de layout css é um template zen. O design propriamente dito é bastante básico, diria mesmo rudimentar. Uma coisa muito simples, pouco mais do que adaptações de css’s.

    Um estagiário de design na minha empresa faria o trabalho em 3 ou 4 dias, ou menos tempo se fosse importante e urgente.

    É indignaante para mim ou qualquer outra pessoa nesta actividade ver esse ajuste drecto por 99,500€ É revoltante, é insultuoso para toda e qualquer pessoa que trabalha neste país, que se vê em dificuldades para manter as suas empresas e trabalhadores.

    Como é possível estas coisas não serem investigadas e denunciadas ? Como é possível que só num blogue se tenha conhecimento disto ?

    Porra para este país que está a saque !

    Gostar

  21. Anónimo permalink
    11 Outubro, 2009 14:39

    “Quando numa sociedade os seus líderes escapam impunemente aos seus crimes, pelos quais são suspeitos, e quando a Justiça só funciona contra o pilha-galinhas, este tipo de mentalidade começa a grassar.”

    deves estar a pensar em cavaco, roubalheira & associados.

    Gostar

  22. Erektus permalink
    11 Outubro, 2009 14:47

    Eis as tendências e preconceitos de carácter totalitário do “polvo ilusionista” em todo o seu esplendor. Depois da trilogia dos 3 “Cs” (caciquismo, clientelismo e compadrio) eis a nova trilogia dos 3 “Is” (incompetência, intolerância e impunidade) .

    Como “quem não deve não teme”, porque razão continua o cobarde criminoso em fuga?
    Segundo as autoridades houve apenas um disparo o que confirma ter sido premeditado.

    É este clima de impunidade que passou a governar Portugal e se torna assustador. O uso imediato, arrogante e desavergonhado, “dos média” para justificar, minimizar e desvalorizar o crime, além de ser um convite á generalização da intimidação irracional, revela a promiscuidade existente entre o poder e a comunicação social, dos jornalistas medíocres e de coleira.

    O mal da humanidade é a maioria das pessoas não ser atormentada pela consciência, porque a busca de justificações que legitimem um crime é o exemplo típico da paixão ideológica que obscurece a lucidez.

    Gostar

  23. José permalink
    11 Outubro, 2009 14:50

    # Anónimo:

    O caso da “burla” dos submarinos é nada ao lado dessa burla de que fala.

    Acho sinceramente que há matéria nisso que diz ( e que pouca gente sabe, a não ser a do meio) para um processo crime contra o tal Cayatte, por burla qualificada se isso que diz se comprovar.

    E é um crime público, porque basta que se dê conhecimento público disso mesmo para o DCIAP agir.

    Alguém acha que o DCIAP vai agir?

    Gostar

  24. não estranho nem estranhar permalink
    11 Outubro, 2009 14:52

    Foda-se!
    O gajo do PS à Câmara de Mondim justifica o acto do lacaio da freguesia de Ermelo.

    Vão ver que os gajos do PS no MP vão votar pela absolvição imediata e coitado do magistrado que ouse fazer sequer um julgamento que o MP, dominado por esta clique de condes, “varões”, baronesas, duques e outras cabeças coroadas e títulos nobiliárqucos, como o inefável PGR definiu o MP há tempos, será levado a conduzir rumo a julgamento para bem da emenda da Constituição Americana de que todos têm direito a possuir arma para se defenderem, que isto de confiar no Estado é uma treta…

    Gostar

  25. José permalink
    11 Outubro, 2009 14:52

    O que eu escrevi no meu blog, foi depois de o ter lido aqui e só não fiz o link porque li a fonte original e avancei um pouco mais no assunto.

    Mas…será que quem aceitou a proposta, do lado governamental e que são várias pessoas, de departamentos específicos, com juristas a monte e assessores a montante não sabem disso mesmo?

    Será que eles não percebem o engano brutal que isso significa e a sangria no erário público?

    Isto não seria caso para um Inquérito parlamentar? Ou só o caso do envelope nove é que o permite?

    Gostar

  26. não estranho nem estranhar permalink
    11 Outubro, 2009 15:21

    “dá para especular ao contrário. e porque é que um é referido como candidato do ps e o outro como marido da presidente de junta do psd. um tem nome próprio e o outro era marido da candidata. até parece que foi morto por ser casado com uma psd”.

    Anónimo que nem se dá ao trabalho de um nick mínimo ou sequer irónico…

    Chamarem-se António Campos, Carlos Cerqueira e João Maximino dava um ar importante, não dava?

    Gostar

  27. lucklucky permalink
    11 Outubro, 2009 15:29

    Andar com uma arma no bolso é civilização. Andar sem ela é socialismo.

    Gostar

  28. anti-comuna permalink
    11 Outubro, 2009 15:30

    “deves estar a pensar em cavaco, roubalheira & associados.”

    Não, meu amigo. Eu não estava a pensar apenas nos socretinos. Mas Vc. parece que se sentiu atingido, sabe? Estava a pensar nas nossas elites, que nunca pagam pelos seus crimes. O que é ainda pior, pois passam todos a serem enlameados por causa dos verdadeiros corruptos. Esse é o preço apagar pelos que pertencem às elites e nada fazem para combater os curruptos deste país. Pagarão pelo pagador.

    O que é inaceitável é eu saber que nos últimos 10 anos, poucos endinheirados foram efectivamente condenados com sentença em julgado. E não sou eu que o digo. Foram estudos feitos por agentes da Justiça.

    Ora, suponhamos que eu estou desempregado, com uma dívida às costas, um estado parasita e rapina, um estado corrupto e dominado por corruptos. Uma sociedade que incentiva o crime contra os ricos, porque estes são todos corruptos. Vozes políticas que justificam os crimes desde que sejam praticados pelos seus, porque os dos inimigos devem ser pagos, mesmo que apenas suspeitos. Uma sociedade que empobrece e não dá perspectivas de vida optimistas aos seus desgraçados. Que farei em acto de desespero?

    A criminalidade económica deve ser tida em conta mas nunca para apoiar os criminosos. A pobreza e os maus exemplos dos de cima incentivam que os de baixo tomem também os seus desvarios. Contra tudo e contra todos. E quando os exemplos dos líderes são maus, que se pode esperar dos demais cidadãos?

    Portugal está completamnete perdido. Não tem solução. A mentalidade mafiosa desculpa sempre os criminosos da sua simpatia, mesmo com os crimes alheios. Uma espécie de dente por dente mas político.

    Isto a prazo vai ter consequências profundas sobre todos. A criminalidade gera mais pobreza, desvaloriza activos e afasta investimentos. Caso mais simbólico que a Sicilia não há.

    O futuro dos portugueses vai ser negro. Salve-se quem puder. E quem puder que fuja de Portugal. Porque o que aí vem vai ser duro, vai doer e vai provocar muitas lágrimas.

    anti-comuna

    Gostar

  29. Anónimo permalink
    11 Outubro, 2009 15:43

    os envolvidos eram familiares ainda por cima

    Gostar

  30. Anónimo permalink
    11 Outubro, 2009 15:53

    Acho sinceramente que há matéria nisso que diz ( e que pouca gente sabe, a não ser a do meio) para um processo crime contra o tal Cayatte, por burla qualificada se isso que diz se comprovar.

    Eu não estou a inventar nada, basta olhar para a source html do portal para perceber que o CMS (gestor de conteudos) é o Drupal http://drupal.org/
    E olhar para as CSS’s que o template, o núcleo/engine, é o Zen http://drupal.org/project/zen
    O design em si é uma adaptação/customização desse engine.

    Em qualquer site o que dá mais trabalho e custa mais dinheiro é construir o gestor de conteúdos, que neste caso não é um feito à medida, é um popular CMS open source, o Drupal
    A seguir ao gestor de conteúdos o que dá mais trabalho de design é todo o layout CSS, que neste caso usam um engine bastante popular, o Zen.

    O resto são uns poucos dias de trabalho, nada mais, e neste caso o site em questão é bastante simples, podia ser por acaso algo de sofisticado e complexo, mas não é, é muito vulgar, uma coisa banal que qualquer pessoa até com poucos conhecimentos constroi em poucos dias em aplicações como o Drupal ou o Joomla

    Gostar

  31. Anónimo permalink
    11 Outubro, 2009 15:53

    Começo a entender porque é que a maioria das camaras e das juntas é do psd. A coisa autarquica é muito aguerrida

    Gostar

  32. Anónimo permalink
    11 Outubro, 2009 15:54

    #27 – “Eu não estava a pensar apenas nos socretinos”

    queres ser mais específico, suspeitos, processos, etc., que não sejam aquela treta do dvd e das cartas anónimas

    “O que é inaceitável é eu saber que nos últimos 10 anos, poucos endinheirados foram efectivamente condenados com sentença em julgado.”

    pois é, há 10 anos para cá foram poucos e há 10 anos para lá não foi nenhum. a tendência é que te apoquenta.

    “O futuro dos portugueses vai ser negro.”

    sempre foi para quem trabalha, mas já emigramos menos que no tempo do botas.

    o resto do paleio é de quem nunca trabalhou na vida, não sei se é o teu caso, mas os argumentos são os mesmos dos calaceiros públicos.

    Gostar

  33. Anónimo permalink
    11 Outubro, 2009 15:59

    #26 – se leres a notícia vais ver que o gajo do ps tem nome, antónio cunha e o outro é referido como marido da outra.

    Gostar

  34. anómino permalink
    11 Outubro, 2009 16:08

    #11
    João Miranda

    Eu também costumo levar uma arma para atirar aos meus adversários. Eles que se cuidem e levem também uma para poderem ripostar.

    Gostar

  35. 11 Outubro, 2009 16:13

    Se fossem outros a matar
    caía o Carmo e a Trindade,
    assim não se pode desfrutar
    da sã vivência em sociedade.

    Hedionda barbaridade
    do tempo civilizacional,
    a marca de incivilidade
    desta política nacional.

    Gostar

  36. 11 Outubro, 2009 16:13

    Só faltava o balhó gordo do peiésse em Lisboa dar um tiro no Santana por causa de um chupa… O balhó diz que o Santana é muito infantil.

    Esta escumalha xuxa está a precisar de levar nas ventas a sério. É mais uns mesitos com esta nulidade bem vestidinha do sokas e vamos ver…

    Gostar

  37. per caso permalink
    11 Outubro, 2009 16:15

    A urgência da LUSA de culpar o morto seria anedótica e algo a modos de torto, em causa não estivesse o que ao comprido é por de mais sabido, que quem se mete com o PS leva, qualquer filho da Eva, tanto o fino como o aborto.

    Gostar

  38. Tribunus permalink
    11 Outubro, 2009 16:38

    35 anos de abrilada e os esquerdistas estão no Even!

    Gostar

  39. Santiago permalink
    11 Outubro, 2009 16:42

    Entretanto o tal candidato do PS à Câmara de Mondim de Basto já “rectificou” (cito do Expresso online) as suas declarações:

    “Mondim de Basto, 11 Out (Lusa) – O candidato do PS à Câmara de Mondim de Basto, Humberto Cerqueira, rectificou as declarações dadas esta manhã à Agência Lusa afirmando que quis alertar para a possibilidade de haver outra versão no caso do homicídio da assembleia de voto de Fervença, Mondim de Basto.
    “Quando fui contactado pela comunicação social alertei para o facto de haver outra versão dos factos. Mas eu não estive lá, não posso testemunhar”, salientou.
    António Cunha, candidato do PS à junta de Ermelo, é suspeito de ter disparado um tiro de caçadeira atingindo mortalmente o marido da actual presidente e recandidata àquela autarquia.”

    É giro, não é? Depois de ter mentido descaradamente (ele nem estava lá e, como diz agora, “não posso testemunhar”) a coisa passa por uma simples “rectificação”… a mentira e a calúnia iniciais devem ter-lhe saído demasiado “curvas”…

    Gostar

  40. Erektus permalink
    11 Outubro, 2009 16:58

    È a politica da mentira que se destaca pela virulência com que persegue todos o que se atrevem a denunciar os completos disparates dos seus ideais.

    Quando se bombardeia a opinião pública com toda a espécie de mentiras e de conjecturas, com a persistência que os média o têm feito, consegue-se instalar dúvidas irracionais em mentes razoáveis.

    É a politica da intimidação executada pelas poderosas milícias fiéis á mão que as alimenta.

    Gostar

  41. Anónimo permalink
    11 Outubro, 2009 17:05

    De acordo com fonte da GNR, o candidato do PS à junta de freguesia de Ermelo terá entrado na sala de voto hoje pelas 07h10, disparou um único tiro de caçadeira que atingiu a vítima na cabeça e fugiu do local. Segundo a mesma fonte garantiu ao PÚBLICO, e ao contrário do que o governador civil de Vila Real referiu, não terá havido troca de tiros. A vítima, marido da candidata do PSD e actual presidente da junta de freguesia de Ermelo, teve morte imediata.

    O candidato socialista à Câmara de Mondim de Basto acredita, no entanto, que o alegado homicida “agiu em legítima defesa”. “O homicida agiu em legítima defesa e ficou inclusivamente ferido. A vítima esperou-o mesmo antes de abrirem as urnas, pelas 07h35, e disparou e o outro [candidato do PS] reagiu”, afirmou o candidato socialista à autarquia de Mondim de Basto, Humberto Cerqueira.

    A versão de testemunhas no local é outra. O homicídio ocorreu depois das 07h00 quando a vítima se encontrava a ajudar nos preparativos junto à mesa de voto de Fervença. Manuel António, que integra a mesa de voto, contou à Lusa que ele e a vítima estavam dentro da assembleia de voto por volta das 07h30, com a porta aberta, uma vez que ainda faltavam delegados, quando António Cunha, candidato do PS à Junta de Freguesia de Ermelo, chegou. “Trazia a arma encostada à perna, não proferiu palavra, passou pelas pessoas e alvejou o marido da presidente da junta, Maximino Clemente. Disparou e pôs-se em fuga”, contou.

    http://ultimahora.publico.clix.pt/noticia.aspx?id=1404599&idCanal=62

    Gostar

  42. não estranho nem estranhar permalink
    11 Outubro, 2009 17:14

    #26 – se leres a notícia vais ver que o gajo do ps tem nome, antónio cunha e o outro é referido como marido da outra.

    Se o anónimo 41 é o mesmo 33, então lerá que na notícia tem os nomes dos três: jagunço, cacique e vítima.

    Escreveu a notícia para quê?, se for o idiota 33?

    Gostar

  43. anti-comuna permalink
    11 Outubro, 2009 17:22

    “pois é, há 10 anos para cá foram poucos e há 10 anos para lá não foi nenhum. a tendência é que te apoquenta.”

    Pois. Quer dizer que os estudos foram mal feitos, não é? Chatice.

    “sempre foi para quem trabalha, mas já emigramos menos que no tempo do botas.”

    Será que se emigra menos que nos tempos do Botas. Pelos números que se vêm por aí, a emigração actual, que caiu com a crise internacional, já ia nos 60k por ano. Salvo erro, números iguais aos do Botas. E naquele tempo ainda havia a fuga à tropa e à ditadura. Agora sem essa fuga, como o explicar?

    Nós já chegamos ao cúmulo de emigrar para Angola… Quantos portugueses lá estão? 100k? 120k?

    “o resto do paleio é de quem nunca trabalhou na vida, não sei se é o teu caso, mas os argumentos são os mesmos dos calaceiros públicos.”

    Exacto. Não gosta da ler a verdade, pois não? Uma chatice, é o que é. lololololol

    anti-comuna

    Gostar

  44. 11 Outubro, 2009 17:28

    http://bulimunda.wordpress.com/2009/10/11/quando-ainda-existiam-seres-pensantes-que-reflectiam-verdadeiramente/
    Este é o verdadeiro país…aquele que sai todos os dias no jornal o Crime, Correio da manhã e 24 horas…um país ded carneiros, de analfabetos, de brutos, de malformados..enfim o Etore Scola fez vai para quase 30 anos um filme sobre Itália 1que se plicava ainda melhor a nós…só que nos dias que correm…

    Gostar

  45. 11 Outubro, 2009 17:35

    Há uma coisa curiosa em todas as respostas.
    Todos sabem o que foi o caso Zé Diogo.
    Eu, infelizmente, não sei nem me lembra de nada.

    Gostar

  46. anti-comuna permalink
    11 Outubro, 2009 17:52

    Eu não conheços os números actuais da emigração portuguesa. Com a crise internacional, em 2008 e 2009 esta emigração deve ter caído bastante.

    Mas eu li isto:

    “Helena Neves, cabeça de lista do Bloco de Esquerda pelo círculo de Fora da Europa, sublinhou que em 2008 emigraram 20.357 portugueses, o dobro de 2001. Os candidatos do Bloco criticam a falta de respostas do PS à crise económica e o fecho dos consulados, e exigem medidas de combate ao desemprego e à precariedade.

    “A emigração aumentou e, neste momento, está aos níveis dos anos 50 e 60, exactamente por causa da crise económica, a que este Governo (PS) não tem dado solução, que é incapaz de dar solução e que assola o país” afirmou Helena Neves. ”

    In http://www.esquerda.net/index.php?option=com_content&task=view&id=13526&Itemid=27

    Em termos médios, emigraram cerca de 60k portugueses, de 1950 a 1988, com o pico nos anos 70 a 74, de cerca de 120k emigrados. (Fonte: Emigração Portuguesa depois da II Guerra Mundial de Maria Baganha.)

    A candidata bloquista diz que emigraram cerca de 20K portugueses emigraram em 2008, já quando a crise estava instalada no mercado internacional de emprego.

    Mas na verdade, mesmo esses números deverão estar erradas e não contabilizar a verdadeira emigração. Só para Angola foram cerca de 100K em poucos anos. Por volta de 2007, o instituto de estatistica suiço dizia que eram portugueses a segunda nacionalidade de novos imigrantes, legais, à volta de 11K, se não me falha a memória.

    Nos tempos do Botas as taxas de desemprego na Europa era tão baixas, que se vivia pleno emprego. Vivia-se em guerra e sob a ditadura, que também motivou muita gente a fugir de Portugal.

    Como se explica que em 2008 tenhamos um nível de emigração tão grande? Ao nível dos tempos do Botas? Sem o mercado de emprego internacional estar ao mesmo nível de então?

    Os portugueses já abandonam o país porque vivem tão mal ou pior que nos tempos do Botas. E o regime político continua a ser fraco, em muitos aspectos igual ou pior que nos tempos do Botas. Como caso mais flagrante o da Justiça e dos rendimentos, em que continuamos a aumentar a disparidade de rendimentos, mas no pior sentido. Cada vez há mais miseráveis.

    E não me venham dizer que os miseráveis de então, no tempo do Botas viviam pior que agora. Porque naqueles tempos, apesar de tudo, a pobreza estava mais ligada ao elevado número de filhos, fruto das transformações demográficas. Nos Anos 60 Portugal teve um mercado de emprego muito parecido ao do resto da Europa.

    Se hoje se emigra tanto em Portugal é porque o regime que o 25 de Abril nos trouxe falhou. Falhou e precisa de ser mudado. Para um melhor e efectivamente democrático, livre e que dê aos portugueses as condições de vida que aspiraram quando derrubaram a ditadura.

    anti-comuna

    PM Infelizmente, tenho poucas esperanças, que consigamos viver em democracia. Infelizmente não somos capazes de construir uma boa democracia em Portugal e a culpa não é do povo. É da mentalidade parasita de parte da população e de umas elites fracas, que só se destacam na generalidade das vezes pelo parasitismo.

    Gostar

  47. Anónimo permalink
    11 Outubro, 2009 17:52

    #43 – sempre me referi à notícia original da lusa que está transcrita no poste da helena e as considerações que fiz são especulação aos comentários da helena sobre as notícias das lusa. o que se passou e o que foi incluído depois só faz parte da tua manifesta capacidade de raciocínio. já agora, sou o idiota do 33.

    Gostar

  48. 11 Outubro, 2009 18:00

    Alguém que dê a medicação a esta mulher!

    As teorias da conspiração no seu melhor, daqui a nada integra um culto satânico qualquer com o fim do mundo em cuecas ao virar da esquina.

    Gostar

  49. Anónimo permalink
    11 Outubro, 2009 18:01

    #44 – não discuto absurdos, nem mentiras. informa-te antes de dizeres asneira e não remendes com o primeiro clic.

    Gostar

  50. anti-comuna permalink
    11 Outubro, 2009 18:09

    Obrigado, caro #50, a sua eloquência derrotou-me. Os seus argumentos são tão demolidores que só posso curvar-me perante tanta sapiência. lolololol

    E anda um pai a criar um filho para isto. eheheheh

    anti-comuna

    Gostar

  51. per caso permalink
    11 Outubro, 2009 18:16

    Notícia sporca, é vero.
    Mas também não se exagere à conta de um morto, carago, como diz a minha tia, na eleição de freguesia há muitos interesses em jogo, favores, empregos, para além do estatuto, que é bago.

    Gostar

  52. per caso permalink
    11 Outubro, 2009 18:24

    Mas agora o portuga emigra à vontade, e não como no tempo do botas cardadas, em que se ia de assalto, às escondidas, como quem se envergonhava.
    Não agora, não, e socas ainda agradece, se não produzem aqui, vão lá fora, fazer pela vida, que aqui bem basta o PS.

    Gostar

  53. Eduardo F. permalink
    11 Outubro, 2009 18:27

    O auto-apodado de idiota (#33) não acha estranho que através da LUSA fiquemos a conhecer o nome do homicida (candidato do PS) e que a vítima seja apenas apresentada como o marido da candidata (do PSD)? Não resultará esta “assimetria” no facto, bem explícito na “notícia”, que se terá tratado de “legítima” defesa?(*)

    É esta claustrofobia, esta asfixia informativa que está, paulatinamente, a envenenar o País.

    (*) – “Facto” disputado conforme comentário de Santiago (#39)

    Gostar

  54. 11 Outubro, 2009 18:32

    Ó Anti-Comuna, não percebo como é que V. ainda dá troco a certos imbecis que por aqui pululam.
    Mande-os àquela parte e deixe-os a falar sozinhos.

    Gostar

  55. jorge permalink
    11 Outubro, 2009 18:33

    Ouvi a noticia na Antena 1. O interessante é que o jornalista começou por dizer ” o Primeiro ministro acaba de lamentar a morte ….” seguiu-se o PM a dizer que não sabia o que tinha sucedido mas lamentava. E só depois é que o jornalista referiu o que se passou em Ermelo, nunca dizendo onde é que isso ficava. Enfim uma rádio pública paga, e bem paga, por todos nós.

    Gostar

  56. Falcão peregrino permalink
    11 Outubro, 2009 18:49

    Quem se mete com o PS, leva…

    Gostar

  57. não estranho nem estranhar permalink
    11 Outubro, 2009 18:51

    “sempre me referi à notícia original da lusa que está transcrita no poste da helena e as considerações que fiz são especulação aos comentários da helena sobre as notícias das lusa”

    Anónimo 48, idota #33

    cada cavadela, cada minhoca.

    Se queria a notícia original da lusa, eu fui ao Público de onde creio que a Helena tirou a notícia incompleta. E a notícia no P+ublico online dizia tudo.

    Já agora, se tinha dúvvidas e não suspeitava de nada, leia do Expresso online. o facínora mandou na junta por dois mandatos e não gostou de perdê-la para uma senhora do PSD. O marido desta é que pagou as favas. Mas nas aldeias pequeninas como Portugal isto é assim. Havendo a democracia só cretina, pior ainda. É a impunidade. Vai ver que o gajo leva um louvor.

    Gostar

  58. Anónimo permalink
    11 Outubro, 2009 18:54

    #54 – “O auto-apodado de idiota (#33) não acha estranho que através da LUSA fiquemos a conhecer o nome do homicida (candidato do PS) e que a vítima seja apenas apresentada como o marido da candidata (do PSD)?”

    finalmente houve um que percebeu metade, não desistas, prá semena chegas lá e reivindicas direitos de autor.

    Gostar

  59. Anónimo permalink
    11 Outubro, 2009 19:03

    #58 – “Se queria a notícia original da lusa, eu fui ao Público de onde creio que a Helena tirou a notícia incompleta. E a notícia no P+ublico online dizia tudo.”

    podias ter ido ao site da lusa ou ter ficado calado. se calhar querias impressionar a malta com tanta pepsiacácia. temos inspector ventoínha, falta é mijo.

    Gostar

  60. 11 Outubro, 2009 19:09

    Viva Portugal Democrático, no faroeste da lei da bala…

    Gostar

  61. anti-comuna permalink
    11 Outubro, 2009 19:37

    “Ó Anti-Comuna, não percebo como é que V. ainda dá troco a certos imbecis que por aqui pululam.”

    Vc. tem toda a razão. E até se diz que não se deve alimentar discussões com idiotas. Mas a minha costela Liberal diz-me que todos os homens têm direito a um oportunidade. Mesmo os idiotas e pobres de espirito. 😉

    Mas concedo. Por vezes custa ver tanta burrice do outro lado. É que errar, todos erramos. Mas manter o erro…

    Enfim. Glup!

    anti-comuna

    Gostar

  62. Eduardo F. permalink
    11 Outubro, 2009 19:44

    Para além de ser um indisputado idiota (até por si próprio), o anónimo #33/#54 é um desavergonhado manipulador. Mas, enfim: lacaios e serviçais a soldo dos socretinos não faltam por aqui.

    Gostar

  63. 11 Outubro, 2009 19:49

    Estes instintos estão-lhes nos genes!

    “A integridade física de Rui Mateus estaria alegadamente ameaçada, havendo fortes indícios de que terão sido feitos contactos com indivíduos ligados ao mundo do crime, para se encarregarem desta «operação» (…). As pressões eram muitas, a começar com as «recomendações de amigo» de Almeida Santos, que o Presidente da República enviara apressadamente de Marrocos e com quem reuniríamos regularmente a partir do dia 17 de Maio em sua casa. Por outro lado eu estava a ser «olhado» como um traidor à causa «soarista» (…).
    Rui Mateus

    Gostar

  64. 11 Outubro, 2009 19:53

    Hoje o presidente da Junta amanhã da Republica ..palavra de ordem xuxa…

    Gostar

  65. Ana C permalink
    11 Outubro, 2009 19:57

    O que é giro é a malta toda andar com armas.

    Já viram? O problema parece ser que um provocou, o outro disparou, mas ninguém pergunta se lá na terra toda a gente anda d’arma carregada ao ombro.

    Gostar

  66. Anónimo permalink
    11 Outubro, 2009 20:06

    #62 – pondo de lado os elogios de mau perdedor, concede lá os números ou os links que sustentam que havia mais ricos condenados há 10 anos atrás e que hoje emigram mais portugueses que no tempo do botas. não venhas de carrinho com numeros do bloco de esterco misturado com argumentos da outra senhora. tens uma certa tendência para samplagens estilo sam the kid, mix, re-mix e volta a dar, mas eu não vou à ópera com essa bimbalhada.

    aos teus fans digo que só me insulta quem eu quero, portantos estejam à vontade em matéria de má educação.

    Gostar

  67. anti-comuna permalink
    11 Outubro, 2009 20:30

    “aos teus fans digo que só me insulta quem eu quero, portantos estejam à vontade em matéria de má educação.”

    Tadinho… Portantos, beba um bagacinho que isso passa-lhe.

    – Ó Maria, trás o garrafão, que ele está apimbalhado. lololololol

    anti-comuna

    PM No Porto foi uma abada, que ele, coitadinho, está em baixo. ehehheehh

    Gostar

  68. Anónimo permalink
    11 Outubro, 2009 20:43

    #68 – atão! cadê os números? falta-te ritmo & tola para pagodeiro, tens mais saída como aldrabão.

    Gostar

  69. carlos graça permalink
    11 Outubro, 2009 21:22

    ando há muito tempo que, perante a calamitosa situação geral do país, o pior ainda está para vir… eis um dos primeiros indícios… e vai piorar…

    Gostar

  70. Anónimo permalink
    12 Outubro, 2009 00:34

    De acordo com a fonte, a vítima terá passado “toda a noite a ameaçar a população de Ermelo de agressões caso votasse no PS”.
    Ora muito bem, pegando nesta informação acima, tanto ameaçou que acabou colhendo o que prometia

    Gostar

Trackbacks

  1. Homem morto a tiro entrada de uma mesa de voto - Page 3 - Chupa-mos.com amor sabers o seu sabor

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: