Saltar para o conteúdo

Do formalismo

15 Novembro, 2009

ostrich_sUm homem andava desconfiado que a mulher lhe era infiel. Um dia, não aguentando mais, decidiu contratar um detective. O detective começa a seguir a mulher. Passados vários dias o detective apresenta ao homem várias fotografias. A primeira fotografia mostra a mulher a encontrar-se com outro homem num café. A segunda mostra a mulher com esse outro homem a entrar num carro. A terceira mostra-os num bar.  A quarta mostra-os  a entrar num quarto de motel. A quinta mostra-os juntos dentro do quarto de Motel. A sexta fotografia está totalmente preta.

– “O que aconteceu a esta foto? Está preta porquê? O que aconteceu a seguir?”, pergunta o homem ao detective.

– “Apagaram a luz”, diz o detective.

– “Merda! Fica sempre aquela dúvida …”, conclui o homem.

Anúncios
258 comentários leave one →
  1. zazie permalink
    15 Novembro, 2009 14:02

    ahahahahahahahhah

    Gostar

  2. Persa permalink
    15 Novembro, 2009 14:04

    Esse homem é Silva ou Lacão?

    Gostar

  3. Vasco alves permalink
    15 Novembro, 2009 14:07

    O João Miranda faz como a avestruz. Prefere meter a cabeça na areia para não ver que Sócrates foi ilegalmente espisado meses a fio.

    Gostar

  4. anónimo permalink
    15 Novembro, 2009 14:08

    #2 – “Esse homem é Silva ou Lacão?”

    ficaremos sempre na dúvida, apagaram a luz. a mulher temos a certeza que era a tua.

    Gostar

  5. Vasco alves permalink
    15 Novembro, 2009 14:09

    Esta é altura de levantar a cabeça e lutar pelo estado de direito. Quem mete a cabeça na areia, depois não se queixe.

    Gostar

  6. 15 Novembro, 2009 14:11

    bem fixe , a história!!

    (tranquilos..eu vou gostar de os ver canibalizarem-se. é o que vai acontecer : políticos , juízes e tal a comerem-se uns aos outros . ninguém os mandou juntarem-se quando deviam estar separadinhos , né?
    maravilha!)

    Gostar

  7. anónimo permalink
    15 Novembro, 2009 14:13

    #5 – ora nem mais. inquérito rigoroso à judite e mistério público do processo da sucata.

    Gostar

  8. tina permalink
    15 Novembro, 2009 14:26

    Outra analogia perfeita (a outra: “Não senhor, eu não tive relações sexuais com aquela mulher). ahahaha!

    Tudo isto é muito triste mas ao mesmo tempo tem sido extremamente divertido, graças ao João.

    Gostar

  9. Persa permalink
    15 Novembro, 2009 14:32

    Um homem andava desconfiado que a mulher lhe era infiel.

    – “Merda! Fica sempre aquela dúvida …”, conclui o homem.

    O homem aqui é o marido, certo? Então Lacão anónimo – és mesmo burro. Se aqui o homem é o marido e a mulher era a minha só se pode concluir que eu sou o Santos Silva pois, como sabemos, Lacão és tu.

    Quanto ao “não sabemos quem era o homem pois apagaram a luz” és ainda mais Lacão pois quem lá estava não era o marido Silva mas o comedor e esse sabia-se bem quem era pois tinha sido várias vezes fotografado. Quem não se sabia quem era é o marido, meu burro!

    Se não sabes quem o marido era porque apagaram a luz é porque achas que o comedor e o marido são o mesmo, acéfalo!

    Ora se o comedor e o marido são o mesmo quem é despromovido a Lacão como tu é o fotógrafo que viu o marido e a mulher juntos e fotografava-os para mostrar ao … marido!!

    Gostar

  10. Persa permalink
    15 Novembro, 2009 14:34

    De Lacão a Lacão o falso engenheiro acaba na prisão.

    Gostar

  11. anónimo permalink
    15 Novembro, 2009 14:35

    #8 – “Não senhor, eu não tive relações sexuais com aquela mulher”

    há gajas que necessitam de publicidade

    Gostar

  12. 15 Novembro, 2009 14:38

    Essa historinha deve ser tão antiga como a máquina fotográfica, pois se fosse actual, qualquer máquina fotográfica rasca tem um flash incorporado.
    Por isso posso concluir a novela dizendo que a foto foi mesmo tirada com a luz apagada, ficando bem visível a senhora, assinando um papel que iria entregar ao cavalheiro, seu advogado.
    A acção de divórcio veio a seguir.

    Gostar

  13. Eleutério Viegas permalink
    15 Novembro, 2009 14:39

    Muito boa, João Miranda!!! jajajajaja!

    De onde saíu este vasquinho so-cretino. Do saquinho azul das gratificações so-cretinas, como o “aqui estava”, o “coiso” e os outros? Os controleiros de serviço… Estes gajos estão mais bem organizados que a Linha Saúde 24. Não perdem uma “chamada”. Não era mais útil irem ajudar a responder às chamadas da gripe dos porcos?

    Gostar

  14. Não me preocupo permalink
    15 Novembro, 2009 14:43

    .
    Moral da história, sempre a mesma tecnica das agit-props jornalisticas envolvidas ( a tal da que diz ‘informar’ e ‘discutir os problemas politicos’):
    .
    semear o PROBLEMA,
    .
    esperar escondido a REACÇÃO,
    .
    manipular a SOLUÇÃO.
    .
    O objectivo ? Follow the money.
    .

    Gostar

  15. 15 Novembro, 2009 14:44

    Parabéns ao JM por esta excelente “anecdote”.

    De facto, apesar de todos considerarmos o sokas so-cretino enterrado nestas tramóias até ao “cou”… sim, isto é francês… ainda estamos todos desconfortáveis porque o trafulha, coitado, até pode ser inocente… e o melhor PM português desde o tempo da D. Maria!

    Gostar

  16. tina permalink
    15 Novembro, 2009 14:46

    Entretanto, o país como vai: “Não vou investir mais em Portugal porque o campo de golfe que acabei de fazer levou 12 anos a ser aprovado” (DN de hoje)

    Sócrates anda muito ocupado a pedir aos amigos para comprar canais de televisão para os calar a seguir, e não tem tempo para estas coisas.

    Gostar

  17. tina permalink
    15 Novembro, 2009 14:48

    “porque o trafulha, coitado, até pode ser inocente”

    Alguém que mente descaradamente sobre o défice para ganhar eleições, não é nada inocente. O que Sócrates é, é uma velha raposa e por isso ainda consegue enganar muita gente.

    Gostar

  18. anónimo permalink
    15 Novembro, 2009 14:49

    #9 – isso é nas investigações encomendadas ao vidal. o mais provável era o detective estar a comer a tua mulher.

    Gostar

  19. Anónimo permalink
    15 Novembro, 2009 14:50

    É muito feio andar a espiar

    Gostar

  20. Zenóbio permalink
    15 Novembro, 2009 15:08

    Vasco Alves,

    Não seja sectário. Sócrates não foi escutado propositadamente, Armando Vara sim! Que culpa tem a PJ do 1º ministro estar em todos os cambalachos?

    Gostar

  21. Kolchak permalink
    15 Novembro, 2009 15:14

    Normalmente a história acaba com um tiro.
    O «marido traído» dispara, nestes casos, sobre… O Detective!

    Gostar

  22. anónimo permalink
    15 Novembro, 2009 15:21

    “O «marido traído» dispara, nestes casos, sobre… O Detective!”

    isso era no tempo do carlos gota, agora os dectives têm colete anti-balázio por cima da camisinha.

    Gostar

  23. José Barros permalink
    15 Novembro, 2009 15:24

    Uma vez que o Presidente da República não interveio durante esta semana, como devia ter feito, perante as pressões exercidas por membros do governo sobre as duas magistraturas, deve, ao menos, no início da próxima semana, exigir a publicitação dos despachos proferidos a semanas das últimas eleições.

    Gostar

  24. Vasco alves permalink
    15 Novembro, 2009 15:25

    Zenóbio,

    Um PM andava desconfiado que certas pessoas do sistema judiciário do seu país o queriam liquidar. Um dia, não aguentando mais, decidiu contratar um detective. O detective começa a seguir esses indivíduos. Passados vários dias o detective apresenta ao PM várias fotografias. A primeira fotografia mostra o individuo que coordena a espionagem. O PM ao ver a fotografia exclama: – não preciso ver mais nenhuma.

    – “Mas porquê?”, pergunta o detective.
    .
    – “ Ao contrário dos quartos escuros dos móteis, esta fotografia elimina qualquer dúvida …”, conclui o PM.

    Gostar

  25. Vasco alves permalink
    15 Novembro, 2009 15:28

    Uma coisa é certa: quem se atrever a mexer nos interesses sindicalizados do sistema judiciário está tramado. Só há uma forma de cortar com esta espiral negativa: punir exemplarmente as pessoas que espiaram o PM.

    Gostar

  26. Anónimo permalink
    15 Novembro, 2009 15:30

    “De onde saíu este vasquinho so-cretino”

    Deve ter saido de onde saiu o Eleutério Viegas anti-so-cretino. IHIHIHIH!!!!!

    Gostar

  27. jaleko permalink
    15 Novembro, 2009 15:34

    “De onde saíu este vasquinho so-cretino”

    Deve ter saido de onde saiu o Eleutério Viegas anti-so-cretino. IHIHIHIH!!!!!

    Gostar

  28. Anónimo permalink
    15 Novembro, 2009 15:40

    Como era apenas um “indício probatório” ficou preta porque … foi destruida por ordem do chefe do detective porque não servia como prova!
    Prova é só quando o alegado prevaricador confessa o crime.

    Gostar

  29. Eleutério Viegas permalink
    15 Novembro, 2009 15:40

    #27:

    Ó “nonó” escolhe outro nick! Jaleko é nome de burro.

    Gostar

  30. José Barros permalink
    15 Novembro, 2009 15:41

    Importa reter o seguinte: se a decisão judicial decorresse de uma aplicação correcta da lei, não haveria escândalo nenhum. O PM não estaria a ser tratado de forma diferente em relação ao cidadão comum, a lei ser-lhe-ia aplicada como a qualquer comum mortal. Donde, pouco importaria que a decisão se fundasse em questões de direito processual, porque este direito também é igual para todos. Formal ou não, o que interessa é então saber se a lei foi correctamente aplicada.

    O verdadeiro problema surge, pois, quando, do ponto de vista estritamente legal, a decisão judicial não decorre de uma aplicação correcta da lei. Aí sim, havendo violação da lei, necessariamente se tem de questionar a decisão e o meio a utilizar pelo Ministério Público é o recurso. Se o MP concorda com a decisão da invalidade, mas não com a decisão da destruição das escutas, terá de recorrer em relação a esta última decisão (mas não relativamente à primeira). Se não concorda com as duas decisões, então recorre das duas. Mas deve recorrer pela simples razão de que a decisão de recorrer não é arbitrária. Deve ser tomada sempre que haja fundadas dúvidas sobre a legalidade da decisão judicial.

    Ora basta ler esta notícia para se perceber que existem fundadas dúvidas:

    «A interpretação que o presidente do STJ faz das suas próprias competências, no que diz respeito à destruição de escutas, foi ontem contestada pelo especialista em Direito Penal, Costa Andrade. “A minha convicção é de que, em princípio, essa competência cabe ao juiz da Secção Criminal [do STJ]”, afirmou, ao interpretar o nº7 do artigo 11º do Código de Processo Penal (CPP). Por outro lado, o penalista Paulo Pinto de Albuquerque é da opinião de que mesmo as escutas aparentemente irrelevantes, do ponto de vista criminal, só podem ser destruídas no final das investigações. Mas a verdade é que presidente do STJ mandou destruir não só as cópias (certidões) das escutas que apreciou, como os originais validados no âmbito do processo Face Oculta. Uma interpretação do artigo 11º do CPP igualmente contestada por Albuquerque, pelo facto de Sócrates aparecer naquelas conversas como interveniente acidental: o alvo das escutas da PJ era o arguido Armando Vara. Como defende Albuquerque, a exigência de autorização prévia do STJ, para escutar o arguido e Sócrates, obrigaria o juiz de instrução de Aveiro a adivinhar que Vara iria falar com Sócrates. Além de inexequível, “esta exigência constituiria um inadmissível regime de privilégio para as pessoas das relações pessoais do primeiro-ministro”, que violaria o princípio da igualdade, escreveu Albuquerque no “DN”.»

    Aqui: http://jn.sapo.pt/PaginaInicial/Policia/Interior.aspx?content_id=1421006

    Gostar

  31. 15 Novembro, 2009 15:42

    Fora do contexto.
    No Público de hoje, na pg. 39, o Provedor Joaquim Vieira traz à liça um post de Gabriel Silva no Blasfémias, dando-lhe razão sobre as críticas feitas a um texto de Leonete Botelho.
    O link é só para assinantes, mas fica o título:
    “Há por vezes peças jornalísticas onde parece querer-se pré-formatar o raciocínio do público”

    Gostar

  32. h5n1 permalink
    15 Novembro, 2009 15:45

    Desvalorizar, desacreditar, colonizar as “corporações” da justiça e da educação, punindo os “refractários”, com a colaboração da propaganda e da contra-informação nos media.

    Esta tem sido a principal política de Sócrates levada a cabo pela sua máquina estalinista, com vista a dominar os últimos redutos que ainda oferecem alguma resistência à mafia político-financeira que controla o país.

    Daí a persistência das teorias conspirativas e de agentes pagos que regularmente se esforçam por atacar os blogues que não alinham com a Nomenklatura.

    Gostar

  33. Anónimo permalink
    15 Novembro, 2009 15:48

    Um país de cornudos. Mas felizes.

    Gostar

  34. fado alexandrino permalink
    15 Novembro, 2009 15:50

    Essa historinha deve ser tão antiga como a máquina fotográfica, pois se fosse actual, qualquer máquina fotográfica rasca tem um flash incorporado.

    Na realidade na história original, a dama pendura as cuequinhas no buraco da fechadura e a foto sai então em (coloque aqui a côr que mais gosta em cuequinhas).
    Claro que em relação ao nosso primeiro nunca podia acontecer tal história.
    Descubra porquê.

    Gostar

  35. Persa permalink
    15 Novembro, 2009 15:57

    José Barros, acresce que há ainda outra dúvida:

    A única diferença entre o PM e um cidadão comum é que no caso do PM para se montar escuta o juiz que autoriza tem de ser o presidente do supremo.

    O resto é igual.

    Quando o Vara foi escutado a falar com terceiros a autorização para ouvir esses terceiros estava presumida.

    Não é necessário o juiz autorizar que se ouça o que cada terceiro diz ao escutado. Se não a lei não produzia efeitos pois nunca se sabe quem vai falar com o escutado.

    Nada na lei diferencia os terceiros comuns do PM.

    A lei só o diferencia do escutado (neste caso o Vara – nunca de terceiros).

    Gostar

  36. 15 Novembro, 2009 15:58

    Cuidado com as ‘manobras perigosas´

    «A destruição das escutas é proibida, precisamente porque todos os visados podem necessitar delas a seu tempo», disse Carlos Pinto de Abreu, quando confrontado com o facto de o presidente do STJ ter, segundo o JN, ordenado a destruição das escutas ao primeiro-ministro.

    Lembrando que actualmente «as investigações criminais complexas» que decorrem «são secretas», o especialista em Direito Penal frisou que «a seu tempo» os visados podem necessitar de consultar as escutas «para total informação e para o cabal esclarecimento da situação».

    «A destruição de escutas só pode vir a suceder num momento posterior», acrescentou.

    A destruição sumária destas escutas não será um caso de Justiça célere, mas de conveniência celerada. Aguardemos para ver o estado de podridão em que se encontra o regime.
    http://www.31daarmada.blogs.sapo.pt/3444460.html

    Gostar

  37. Nemo permalink
    15 Novembro, 2009 15:59

    Parece impossivel ver tanta gente a perder o seu tempo…

    Gostar

  38. Persa permalink
    15 Novembro, 2009 16:04

    Mas essa já não é a questão principal.

    A questão principal é o ataque assumido de dois ministros do governo que consideram o sistema judicial uma máfia criminosa.

    Isto tem um impacto muito grande na nossa imagem externa e na confiança das pessoas nas instituições.

    Como não há qualquer prova da que o sistema judicial seja uma organização criminosa, o ataque do governo passa a ser gravissimo e o governo tem de ser demitido (pelo menos os dois ministros não podem continuar).

    Gostar

  39. Zenóbio permalink
    15 Novembro, 2009 16:07

    Vasco,

    O guru e apoiantes estão mesmo numa deriva berlusconiana. Eu bem desconfiava.

    Gostar

  40. Persa permalink
    15 Novembro, 2009 16:07

    Tudo se conjuga para à luz do dia o falso engenheiro poder manter a actividade de que foram extraídas certidões.

    Primos e mais primos do falso engenheiro suspeitos de crime.

    O amigalhaço Vara a receber aos 10.000 de cada vez.

    A lei a ser alterada para proteger o PM.

    Demissão é a solução.

    Gostar

  41. Adonai permalink
    15 Novembro, 2009 16:11

    JoaoMiranda,

    quantas vezes é preciso dizer-lhe o mesmo?

    A LEI É CLARA:

    Conversas em que INTERVENHAM o
    Presidente da República,
    1ºMinistro,
    Presidente Assembleia República,

    ..só podem ser escutadas, gravadas e transcristas com autorização prévia do Supremo Tribunal de Justiça.
    Houve essa autorização?
    Não.

    Então Sócrates foi espionado ILÍCITAMENTE e deliberadamente pelos fundamentalistas justiceiros da treta da esquadra de Aveiro. Espero que haja punição exemplar para quem fez isto. É o Estado de Direito que está em causa e a confiança dos Cidadão na Justiça.

    Gostar

  42. Adonai permalink
    15 Novembro, 2009 16:16

    39,

    Tu confias na Justiça?
    :))

    Quem é que confia na Justiça quando é ela própria a cometer crimes e ilícitos?!

    Gostar

  43. anónimo permalink
    15 Novembro, 2009 16:17

    “Mas essa já não é a questão principal”

    pois não, isto é uma variante das escutas que o presidente denúnciou e não provou porque pretendia gerar memória futura para o trabalho que tinha encomendado ao palma e ao vidal. era bom que abrissem um inquérito à investigação da face oculta e se punissem as ilegalidades cometidas, procedimentos e fugas de informação. o resto é folclore transmontato interpretado por um grupo de renas alentejanas que querem mostrar serviço.

    Gostar

  44. Persa permalink
    15 Novembro, 2009 16:18

    Adonai, quantas vezes é preciso dizer-te:

    Escutado é o PM sempre que fala. Por escuto-o vezes de mais.

    O que é ilícito é montar escuta aos seus meios de comunicação. Ninguém o fez.

    O escutado foi Vara, o alegado corrupto.

    As conversas do PM são apanhadas quando se ouve Vara e nessas conversas parece que o PM também é um criminoso, por isso foram extraídas certidões.

    Mesmo que por erro jurídico o PM escape, o presidente não pode manter um corrupto em São Bento.

    Nada diz que o Presidente só pode correr com pessoas que os tribunais julguem. Basta-lhe saber que são corruptos, mau grado “formalidades”.

    Gostar

  45. Esmiuçando os Apedrejadores permalink
    15 Novembro, 2009 16:28

    46 Persa,

    Prefiro escutá-lo a ele do que a ti. Tu és burro e com burros nem para o céu.

    Gostar

  46. Esmiuçando os Apedrejadores permalink
    15 Novembro, 2009 16:29

    E eu a pensar que o Cavaco é que tinha sido ilegalmente ESPIADO!

    Gostar

  47. 15 Novembro, 2009 16:30

    A demissão do trocas já está atrasada uns anos! …

    Gostar

  48. Persa permalink
    15 Novembro, 2009 16:33

    Adonai, tenta perceber o que é simples:

    Em todas as instituições há bons, médios e maus.

    Eu confio nos bons, tolero os médios e temo os maus.

    Agora o que não há é memória (com a excepção de Itália) de um país europeu em que um Governo (alegadamente criminoso e que faz leis para se proteger dos crimes que comete)acusa o sistema judicial de ser uma organização criminosa.

    Demissão é a solução.

    Gostar

  49. Persa permalink
    15 Novembro, 2009 16:35

    # 48 o problema não é o Cavaco ter sido espiado.

    O problema é que apanharam o falso engenheiro a combinar crimes com o amigo alegadamente corrupto Vara.

    Gostar

  50. José Barros permalink
    15 Novembro, 2009 16:38

    Persa,

    De acordo. Partilho da opinião dos penalistas (Costa Andrade, Paulo Pinto de Albuquerque, Carlos Pinto de Abreu, Germano Marques da Silva) que se pronunciaram sobre esta matéria.

    Não faz sentido que a lei preveja a autorização prévia – frise-se: prévia – em relação aos casos em que o alvo das escutas não é o PM, mas um cidadão normal, suspeito num outro inquérito. A lei não pode exigir uma impossibilidade, pelo que tem de ser interpretada no sentido de se aplicar apenas aos casos em que o PM é o alvo das escutas (nomeadamente, por ser suspeito num inquérito próprio). Também tal decorre do princípio da igualdade (art.13º da CRP), na medida em que não se percebe por que razão se há-de considerar que, ao contrário do que sucede com o cidadão comum, certos meios de obtenção de prova terão de ser considerados inválidos, tratando-se do PM.

    Acresce que não vejo como o alvo das escutas – no caso, o Armando Vara – possa ser beneficiado pelo facto de o seu interlocutor ser o PM, porquanto tal fere o princípio da igualdade, como bem refere Paulo Pinto de Albuquerque.

    Por último, mesmo em caso de se admitir que a invalidade das escutas valesse para os dois, ainda assim, seria duvidoso que as mesmas pudessem ser destruídas, atento o regime legal da destruição das escutas.

    Por tudo isto, convinha que o MP recorresse da decisão (podendo o recurso abranger ou não todas estas questões). Por questões de transparência e porque é essa a sua obrigação quando haja dúvidas sobre a legalidade e a constitucionalidade de uma decisão judicial.

    Gostar

  51. Anónimo permalink
    15 Novembro, 2009 16:40

    Acórdãos de Uniformização de Jurisprudência do Supremo Tribunal de Justiça.

    Acórdão do Supremo Tribunal de Justiça n.º 13/2009 – 6 de Novembro de 2009

    SUMÁRIO : Durante o inquérito, o juiz de instrução criminal pode determinar, a requerimento do Ministério Público, elaborado nos termos do n.º 7 do artigo 188.º do Código de Processo Penal, a transcrição e junção aos autos das conversações e comunicações indispensáveis para fundamentar a futura aplicação de medidas de coacção ou de garantia patrimonial, à excepção do termo de identidade e residência, não tendo aquele requerimento de ser cumulativo com a promoção para aplicação de uma medida de coacção, mas devendo o Ministério Público indicar nele a concreta medida que tenciona vir a promover

    Sendo as escutas legalmente efectuadas, constituem elementos “indispensáveis para fundamentar a futura aplicação de medidas de coacção” relativamente ao arguido A. Vara.
    Como podem então ser destruidas ? Quem é o beneficiário directo de tal destruição senão o arguido em causa ?
    Que competência tem o Presidente do STJ sobre o assunto ? Ou não estará a subtrair à Justiça as provas necessárias à acusação ?

    Gostar

  52. anónimo permalink
    15 Novembro, 2009 16:43

    “um Governo (alegadamente criminoso e que faz leis para se proteger dos crimes que comete”

    aldrabilhas, as leis são feitas e aprovadas pela assembleia e aquela a que te referes foi aprovada pelo partido que defendes. os governos quanto muito fazem decretos-lei, que também carecem de aprovação, mas explicar isto a trogloditas requer muita paciência para resultados escassos. portantos xau e continua no aldrabanço.

    Gostar

  53. Anónimo permalink
    15 Novembro, 2009 16:44

    É mesmo muito feio espiar e depois divulgar nos jornais e aos amigos que ouviu um gajo a dizer muito mal do outro
    Mesmo muito feio espiar

    Gostar

  54. Anónimo permalink
    15 Novembro, 2009 16:45

    Ainda também muito muito feio é ver aqueles que defendem a liberdade , a privacidade a quererem ouvir um gajo a dizer mal do outro.

    Gostar

  55. anónimo permalink
    15 Novembro, 2009 16:49

    #52 – “Partilho da opinião dos penalistas (Costa Andrade, Paulo Pinto de Albuquerque, Carlos Pinto de Abreu, Germano Marques da Silva)”

    porra não fazes a coisa por menos, até parece que são todos da mesma opinião

    Gostar

  56. Anónimo permalink
    15 Novembro, 2009 16:53

    A LEI É CLARA:

    Conversas em que INTERVENHAM o
    Presidente da República,
    1ºMinistro,
    Presidente Assembleia República,

    ..só podem ser escutadas, gravadas e transcristas com autorização prévia do Supremo Tribunal de Justiça.
    Houve essa autorização?
    Não.

    mas eles não escutaram o Primeiro-Ministro de Portugal! escutaram José Socrates a conversar com o seu amigo Armando Vara, quando este estava sob escuta por suspeita de corrupção! No formalismo do ESTADO de DIREITO de Portugal, não existem relações de amizade, mas sim relações institucionais do Primeiro-Ministro de Portugal! todas as relações de José Socrates que saiam do ambito institucional, não tem nada a haver com o cargo de Primeiro-Ministro de Portugal, e por esse motivo não devem ter um tratamento especial por parte da Justiça!

    No formalismo do ESTADO de DIREITO o Primeiro-Ministro de Portugal não tem relações de AMIZADE, tem apenas relações institucionais!

    Gostar

  57. Aqui Estou permalink
    15 Novembro, 2009 16:53

    50,

    Resgisto que concordas que a Justiça quando comete crimes ela própria dá azo a que desconfiemos que ela é manipulada com fins políticos.

    Quanto às leis que falas é bom saberes que elas foram aprovadas pelo psd e o cds.

    Gostar

  58. Aqui Estou permalink
    15 Novembro, 2009 16:55

    51,

    És capaz de concretizar isso melhor, é que num tribunal toda a gente se riría de ti e acabavas preso por difamação grave.

    Gostar

  59. Aqui Estou permalink
    15 Novembro, 2009 17:01

    Ora Aqui Estou de volta à caverna de Platão
    para trazer-vos à Luz da Razão!
    Tanta escuridão aqui neste antro, tantos aprisionados neste “faz-de-conta que a minha justiça é boa” e eu não quero ver a realidade.
    Muito bem, vamos lá! Prisioneiro nº 52

    Infelizmente para ti (e ainda bem para o Estado de Direito)a Lei não partilha da tua opinião.
    A Lei é clara: sempre que INTERVENHA nas escutas Cavaco Silva, Sócrates ou Jaime Gama carece de autorização do STJ.
    Onde está a autorização?
    Não houve?!
    Então estavas à espera de ouvir o quê?

    Gostar

  60. Anónimo permalink
    15 Novembro, 2009 17:01

    Em quem é que acreditam? No STJ e no PGR que disseram que as escutas não eram relevantes criminalmente ou no juiz? Não era nmelhor ver as motivações de uns e outros? Será vingança?
    Não era melhor revelar as escutas e destituir o juiz se não houvesse motivo para a acusação, por ter causado toda esta desgraça ao país ou o PM se por acaso cometeu crime?

    Já se está farto disto.

    Gostar

  61. tina permalink
    15 Novembro, 2009 17:03

    Sócrates explicado Abruptamente:

    “E é isso que me faz desconfiar e muito, porque o que José Sócrates disse ao Parlamento e aos jornalistas nessa ocasião foi que “não estou sequer informado disso” quando se tratava de saber que grau de envolvimento tinha ele próprio e o Governo no processo. E neste caso, saber a verdade é crucial porque envolve algo de que este Governo tem sempre negado: a interferência a partir do poder na comunicação social. Pelos vistos, o que veio já a público explica que quem temia a chamada “asfixia democrática” tinha até mais razão do que imaginava.”

    “Nem estou sequer informado disso!” Granda mentiroooooooso! E o défice, também era 5,9%, era seu burro???

    Gostar

  62. Aqui Estou permalink
    15 Novembro, 2009 17:06

    Ora Aqui Estou de volta à caverna de Platão
    para trazer-vos à Luz da Razão!
    Tanta escuridão aqui neste antro, tantos aprisionados neste “faz-de-conta que a minha justiça é boa” e eu não quero ver a realidade.
    Muito bem, vamos lá! Prisioneiro nº 53

    As Escutas a Sócrates só teria sido validadas se houvesse relevância criminal. O Procurador Geral da República e o Supremo já declararam as escutas SEM RELEVÂNCIA CRIMINAL. Por isso o que discorreu é palha.

    Gostar

  63. Anónimo permalink
    15 Novembro, 2009 17:07

    Se calhar era altura não só de varrer os partidos como da varrer o ministerio publico e seus sindicatos e outros que permite fugas de informação e deixam os casos arrastar para andar a especular dias e dias nos jornais

    Gostar

  64. Aqui Estou permalink
    15 Novembro, 2009 17:08

    55,

    É verdade! Marinho Pinto já nos alertou que estes fundamentalistas justiceiros pretendem criar uma sociedade de bufos. Dá que pensar mesmo na urgência de uma purga na Justiça.

    Gostar

  65. Aqui Estou permalink
    15 Novembro, 2009 17:08

    56,

    idem idem

    Gostar

  66. Pigeon Detective permalink
    15 Novembro, 2009 17:12

    ADNONAI:

    Explica-me lá como é que pode haver autorização de algo que é fortuito?! Por adivinhação!? Haja pachorra! Quando a lei refere “intervenham” refere-se a a “alvo”, “suspeito” etc e não terceiro em relação ao alvo!

    Há juízes que deviam voltar para o secundário.

    Gostar

  67. Aqui Estou permalink
    15 Novembro, 2009 17:13

    58,

    A sério?
    E eu a pensar que o Cavaco Silva é que tinha sido espionado!

    Gostar

  68. Pigeon Detective permalink
    15 Novembro, 2009 17:14

    O comentário supra com o nº 68 é dirigido ao anónimo com o post nº58

    Gostar

  69. Aqui Estou permalink
    15 Novembro, 2009 17:18

    62,

    Há leis para cumprir, isto não é jodo de fé.
    A Lei é clara:
    compete ao Supremo Tribunal de Justiça validar ou não as Escutas assim como compete a análise da relevância criminal ou não.

    No nosso caso, elas foram consideradas SEM RELEVÂNCIA CRIMINAL E PORTANTO NULAS.

    Para perceberes melhor, dizemos assim: São conversas perfeitamente normais do foro privado.

    Era o que faltava os Altos Cargos do Estado estarem desprotegidos e sujeitos a que uma qualquer esquadra de cascos de rolha montasse um complot para atingir as altas figuras do Estado!

    Gostar

  70. 15 Novembro, 2009 17:18

    Quer dizer que ‘o tal’ não tem direito a certificado de malandro.

    http://fiel-inimigo.blogspot.com/2009/11/do-certificado-de-malandro.html

    .

    Gostar

  71. Aqui Estou permalink
    15 Novembro, 2009 17:19

    P Address 95.69.30.# (Unknown Organization)
    ISP Unknown ISP
    Location
    Continent : Unknown
    Country : Unknown
    Lat/Long : unknown

    Gostar

  72. Persa permalink
    15 Novembro, 2009 17:26

    #60 É dificil concretizar melhor dada a luta pelo silenciamento mas vou tentar.

    1) “Falso Engenheiro” – a figura em causa usou o título de engenheiro que só pode ser usado pelos inscritos na Ordem dos Engenheiros.

    2) “Apanharam” – é voz corrente que foi ouvido sem o desejar ou saber quando telefonava para Vara.

    3)”Amigo” – Sócrates diz ser seu amigo

    4)”Alegadamente corrupto” – Parecem haver indícios de que Vara pratique ilícitos criminais classificáveis como corrupção.

    5) “Combinar” – a imprensa tem dado notícia que magistrados de Aveiro acham que o diálogo gravado corresponderia a crime punível com até oito anos de prisão.

    Num tribunal? Mas isto não é um tribunal pois não?

    Gostar

  73. Aqui Estou permalink
    15 Novembro, 2009 17:27

    65,

    As Fugas ao Segredo de Justiça quando ainda só existem suspeitos é do pior que a Justiça pode fazer para que acreditemos nela.

    E mais grave ainda é quando agentes da Justiça cometem deliberadamente actos ilegais gravíssimos como o foram as Escutas ao 1ºMinistro, que nem sequer nada tem a ver com o processo em causa! Esta tentativa de o arrastar para o processo mais não é do que Terrorismo de Estado cometido por esses agentes da Justiça.

    Gostar

  74. Aqui Estou permalink
    15 Novembro, 2009 17:30

    Domain Name (Largo dos Ratos)
    IP Address 95.69.30.# (PS)
    ISP Unknown ISP
    Location
    Continent : Mafioso
    Country : Terra dos Abrantes
    Lat/Long : fica tudo como dantes

    Gostar

  75. Aqui Estou permalink
    15 Novembro, 2009 17:31

    68,

    A Lei é clara:

    SÓCRATES, CAVACO SILVA E JAIME GAMA NÃO PODEM SER ESCUTADOS SEM AUTORIZAÇÃO DO SUPREMO.
    Onde está a autorização? Não houve?!
    Então o que esperavas ouvir?

    Gostar

  76. Aqui Estou vindo da Câmara Corporativa permalink
    15 Novembro, 2009 17:31

    Sempre me dão alguma coisinha pelo spam largado.

    Gostar

  77. Aqui Estou permalink
    15 Novembro, 2009 17:33

    Foi o Abrantes que me mandou repetir 100 vezes até decorar isto.

    Repito: a lei é clara e não me interessa a ética para nada. Se me dissessem que a lei tinha decretado o fascismo era o primeiro a apoiar.

    Estou sempre do lado da situação e do Poder- desde que me paguem.

    Gostar

  78. Aqui Estou permalink
    15 Novembro, 2009 17:35

    E mesmo que a lei não tenha dito nada disto, o que importa é que todas estas pessoas foram eleitas por maioria.

    Portanto, têm ordem e legalidade para tudo.

    A lei é clara. Não se pode impedir nenhum eleito de contar segredos em intromissões nas empresas, no poder económico ou numa ida ao cinema.

    Ninguém tem nada a ver com a vida privada de um PM

    Gostar

  79. Aqui Estou permalink
    15 Novembro, 2009 17:37

    E, se o PM tivesse contado isto ao telefone, enquanto cagava?

    Era decente alguém aproveitar-se da posição delicada para gravar tudo o que se passava na retrete?

    Gostar

  80. Aqui Estou permalink
    15 Novembro, 2009 17:38

    74,

    O que realmente interessa ao povo é isto:

    ECONOMIA PORTUGUESA COM O MELHOR DESEMPENHO DA UNIAO EUROPEIA;
    AUMENTO DO SALÁRIO MÍNIMO NACINAL;
    AUMENTO DAS PENSÕES MAIS BAIXAS
    FIM DAS TAXAS MODERADORAS

    Gostar

  81. Aqui Estou permalink
    15 Novembro, 2009 17:40

    O Supremo tem sempre de inspeccionar e cheirar primeiro e só depois é que a polícia pode escutar.

    É assim em todo o mundo civilizado. Só se escuta na sanita um terrorista, nunca um alto dignitário do Estado.

    Um alto dignitário é alto, precisamente por ser intocável.

    E nem precisa de prestar contas de mais nada, quanto mais de ser impoluto.

    Para alguma coisa existe o Poder Democrático.

    Gostar

  82. Aqui Estou permalink
    15 Novembro, 2009 17:41

    79,

    Ética?

    E qual é a Ética da Fuga ao Segredo de Justiça?

    Gostar

  83. Aqui Estou permalink
    15 Novembro, 2009 17:42

    Isto do povo foi inquérito que fiz entre os camaradas da Câmara Corporativa.

    Um grande inquérito que espelha bem o que pensam todos os portugueses e até o meu vizinho do lado.

    Gostar

  84. Aqui Estou permalink
    15 Novembro, 2009 17:45

    Claro, a ética da fuga que o advogados passam para os jornais é a ética republicana.

    A falta de ética só existe se quem bufar não for dos nossos.

    E o que importam os factos?

    Nada! só existem factos se os nossos decretarem que são factos.

    O povo que baixe a bolinha que nós fizemos uma revolução precisamente para calar a boca ao fascismo.

    Fascismo nunca mais!

    Viva a ética republicana e laica!

    Viva o Partido Socialista!

    Viva o Grande Timoneiro Engenheiro PM!

    Viva! Viva! Viva!

    Gostar

  85. Eduardo F. permalink
    15 Novembro, 2009 17:46

    Será que o José Barros nos pode explicar a quem cabe/pode proceder ao eventual recurso do despacho do Presidente do STJ? Ao PGR ou ao Procurador que directamente dirige o processo “Face Oculta”?

    Gostar

  86. Anónimo permalink
    15 Novembro, 2009 17:46

    Imaginem que o PM tinha acordado num dia mau e dito raios e coriscos do presidente cavaco num desabafo a um amigo. Acham que isso é para ser divulgado? É justo que alguém escute isso, transcreva para um processo, conte aos amigos?!

    Onde é que está a liberdade?

    Gostar

  87. Aqui Estou permalink
    15 Novembro, 2009 17:47

    Razão tinha o Estaline que lá só havia fuga de informação para o Gulag!

    AHAHAHAHAHAHAHA

    SOU UM GRANDE PROPAGANDISTA PORTUGUÊS E SOCIALISTA!!!

    Gostar

  88. Aqui Estou permalink
    15 Novembro, 2009 17:48

    Claro!

    Tem toda a razão! E se tivesse dado um peido? era bonito os tribunais ouvirem escutas de trafulhices com os amigos ouvindo-se um peido à mistura?

    Gostar

  89. 15 Novembro, 2009 17:52

    Aqui Estou disse:
    15 Novembro, 2009 às 5:40 pm

    O Supremo tem sempre de inspeccionar e cheirar primeiro e só depois é que a polícia pode escutar.

    Mas como é que o Supremo pode «inspeccionar e cheirar primeiro» se antes disso a escuta gravada em cd e transcrita num papel que o Supremo oiça e leia?

    É bom que se veja que não é possível autorizar previamente escutas indirectas que não se sabe se irão ocorrer.

    É tal o zelo no enconbrimento que toda a racionalidade se apaga!

    Gostar

  90. Aqui Estou permalink
    15 Novembro, 2009 17:55

    O Supremo inspecciona por olfacto, seu burro!

    Gostar

  91. Miguel Sampaio permalink
    15 Novembro, 2009 17:58

    Estou à frente da televisão à espera que dêm a notícia da demissão do Primeiro-Ministro, e incrivelmente, já são cerca de 18H00 e ainda não aconteceu!

    Que raio de país é este?

    O que é os portugueses estãso à espera para terem vergonha no focinho?

    Gostar

  92. Per Caso permalink
    15 Novembro, 2009 17:58

    “Merda! Fica sempre aquela dúvida …”, conclui o homem.

    Como a respeito de outro, que, useiro e vezeiro na mentira, a seu livre alvedrio retorna, escudado nas leis que mais de metade da justiça tem a cargo interpretar, de modo a arrimar ao lixo qualquer nódoa.

    Semelhante à família do Benfica, que, de entre os seis a nove milhões de adeptos ululantes, encontra sempre equipa de arbitragem, determinada a manter no poder quem dele teve padrinho à nascença.

    Gostar

  93. Aqui Estou permalink
    15 Novembro, 2009 18:03

    Estão à espera que o nosso grande PM suplante a fama do Berlusconi, ora essa!

    Não somos menos que os italianos!

    O nosso até veste melhor e tem nome na loja de Beverly Hills, onde só entram milionários e um de cada vez.

    Ora essa!

    Podemos ter perdido um Império por causa do fascismo, mas não perdemos heróis!

    Gostar

  94. Per Caso permalink
    15 Novembro, 2009 18:04

    Fascismo, nunca mais!

    Viva o Grande Timoneiro Engenheiro Aldrabeiro, PM, nosso Querido Líder em Chefe!

    Gostar

  95. Aqui Estou permalink
    15 Novembro, 2009 18:05

    Alguma vez o Botas teria direito a isto?

    Nunca, era um pelintra rasca. Agora com a democracia conseguimos dar de comer a muita boca e já fabricamos ricos por serviço de Estado!

    Viva a ética republicana e laica!

    Viva!

    Gostar

  96. Aqui Estou permalink
    15 Novembro, 2009 18:06

    Que mil engenheiros floresçam no seio do Estado!

    Gostar

  97. Aqui Estou permalink
    15 Novembro, 2009 18:07

    E mais regadores apareçam no Supremo e na PGR!

    Viva! Viva o socialismo da união dos 3 poderes num único líder!

    Gostar

  98. Miguel Sampaio permalink
    15 Novembro, 2009 18:08

    Estou à espera que O PM se demita.

    É uma vergonha o que está a passar-se.

    Andam a gozar com a Constituição!

    Onde está o Presidente da República, o mais Alto Magistrado da Nação??????????????????????????

    Gostar

  99. tina permalink
    15 Novembro, 2009 18:09

    O Aqui Estou e todos os seguidores de Sócrates, demonstram os mesmos métodos de actuação que o chefe: fazem muito barulho, julgando que assim conseguem abafar a verdade. Querem ganhar à força bruta, nem que para isso tenham que comprar canais de televisão.

    Gostar

  100. Aqui Estou permalink
    15 Novembro, 2009 18:12

    Comprar?

    Esta deve ser parva. Comprar compram as sopeiras no Supermercado.

    Nós só fazemos troca directa.

    Gostar

  101. tina permalink
    15 Novembro, 2009 18:14

    ECONOMIA PORTUGUESA COM O MELHOR DESEMPENHO DA UNIAO EUROPEIA;

    ahahaha, vê-se mesmo que é notícia de um pasquim do governo. Alguma vez a economia portuguesa, que acabou de ser ultrapassada pela Eslováquia, pode ter um verdadeiro melhor desempenho do que o resto da UE?

    AUMENTO DO SALÁRIO MÍNIMO NACINAL;
    AUMENTO DAS PENSÕES MAIS BAIXAS
    FIM DAS TAXAS MODERADORAS

    Boa. Distribuam dinheiro à vontade para agradar ao povo. Mesmo que o défice suba para 9% e Portugal seja finalmente ultrapassado pela Hungria e Roménia.

    Gostar

  102. 15 Novembro, 2009 18:16

    A obstinação complacente das figuras decorativas da Justiça é uma coisa cega. São imensos a fazer de conta que não vêem. Nada como recorrer à parábola, recurso de escárnio e amargura

    Gostar

  103. 15 Novembro, 2009 18:20

    A ética deste pessoal, usurpando os nicks dos outros, é concludente.

    Gostar

  104. Paulo Nunes permalink
    15 Novembro, 2009 18:20

    #80
    E mesmo que a lei não tenha dito nada disto, o que importa é que todas estas pessoas foram eleitas por maioria.

    Portanto, têm ordem e legalidade para tudo.

    Ganhar eleições não confere legalidade para tudo.

    Gostar

  105. Paulo Nunes permalink
    15 Novembro, 2009 18:21

    #82
    O que realmente interessa ao povo é isto (…)

    Você não foi eleito pelo povo, logo não fala pelo mesmo.

    Gostar

  106. Paulo Nunes permalink
    15 Novembro, 2009 18:23

    83 Um alto dignitário é alto, precisamente por ser intocável.

    E nem precisa de prestar contas de mais nada, quanto mais de ser impoluto.

    Nixon era considerado alto dignatário.

    Gostar

  107. José Barros permalink
    15 Novembro, 2009 18:28

    Será que o José Barros nos pode explicar a quem cabe/pode proceder ao eventual recurso do despacho do Presidente do STJ? Ao PGR ou ao Procurador que directamente dirige o processo “Face Oculta”? – Eduardo F.

    Penso que o José do Porta da Loja (blogue) já esclareceu a questão: terá competência para recorrer o procurador junto do STJ.

    O PGR pode somente emitir directivas ou instruções que, por sua vez, podem ou não ser seguidas neste caso pelo procurador junto do STJ.

    Mas com a confusão instalada é difícil de perceber o que tem acontecido e o que estará para acontecer. Por isso é que convinha que, independentemente de não se publicar as escutas, todos os trâmites e todas as decisões fossem tornados públicos para se poder avaliar se a lei foi cumprida neste caso.

    Gostar

  108. 15 Novembro, 2009 18:37

    http://www.smmp.pt/?p=5511

    Gostar

  109. 15 Novembro, 2009 18:38

    Brincadeiras da justiça portuguesa

    José Sócrates cometeu alguma ilegalidade?
    Não interessa.
    As escutas foram consideradas nulas.
    (31)

    Gostar

  110. 15 Novembro, 2009 18:40

    NN é amigo, JS previdente.

    «O Supremo Tribunal de Justiça (STJ) decretou nulas todas as escutas telefónicas que envolvem o primeiro-ministro, José Sócrates, avançou a edição on-line do semanário ‘Expresso’.

    Ainda não se sabe o fundamento da decisão judicial, mas tudo indica que os magistrados tenham considerado que José Sócrates, enquanto primeiro-ministro, só poderia ter sido escutado se tal fosse previamente autorizado por aquele tribunal superior.

    A obrigatoriedade do procedimento é uma alteração legal feita pelo Governo socialista, já quando Sócrates era primeiro-ministro.

    Tal como o CM noticiou oportunamente, as escutas envolvem pelo menos José Sócrates e Armando Vara e dizem respeito, entre outros assuntos, a situações que indiciavam actos de corrupção e/ou tráfico de influências. Estavam em causa negócios que envolviam órgãos de comunicação social, designadamente a venda da TVI e a renegociação da dívida da Global Notícias.». in CM

    Gostar

  111. anónimo permalink
    15 Novembro, 2009 18:42

    “a quem cabe/pode proceder ao eventual recurso do despacho do Presidente do STJ?”

    e a quem é que isso interessa? só se for aos gajos de aveiro em caso de inquérito.

    “terá competência para recorrer o procurador junto do STJ”

    mas o gajo já disse que aquilo não tem interesse, para que é que vai recorrer.

    raio de especuladores tão rascas

    Gostar

  112. Carlos permalink
    15 Novembro, 2009 18:44

    Em 1969, o indiano Shiv Pappu Charan fez uma promessa à namorada: assim que ele conseguisse formar-se numa escola para adultos já poderiam casar-se. Na última semana, aos 74 anos, foi ver as pautas das notas e descobriu que tinha chumbado pela 38ª vez!

    Apelidado já de “o pior aluno do mundo”, o melhor que conseguiu, de um a dez, foi um 3,4 a hindu… E a matemática já conseguiu chegar a 0,5! “Vou estudar até passar de ano, pois a minha motivação é poder casar-me”, diz o voluntarioso estudante. E acrescenta esta atracção turística: “Quando vou fazer uma prova, as pessoas vêm de vários lugares da Índia para me ver”, conta.

    1 – Eu admiro a persistência deste homem. O problema é que ele está a queimar as pestanas de tal forma que quando conseguir passar já nem se vai lembrar para que se quer casar…

    2 – Eu, que já tenho pena do homem, mandei-lhe a seguinte carta:

    Exmo sr. Shiv Pappu Charan,
    Fiquei muito comovido com a sua história e a sua persistência. E decidi fazer uma colecta para que possa estudar em Portugal. Você merece um curso superior depois de fazer o RVCC – RECONHECIMENTO, VALIDAÇÃO E CERTIFICAÇÃO DE COMPETÊNCIAS num CNO. De resto, já tem uma vaga em seu nome na Universidade Independente, reputadíssima a nível internacional e com um excelente leque de professores. Vai ver que não só casa como ainda chega a primeiro ministro…

    Gostar

  113. 15 Novembro, 2009 18:47

    http://www.blogarcadia.blogspot.com/2009/11/boa-cama-faz-quem-nela-se-ira-deitar.html

    Esta tal lei, aprovada pelo trocas na AR (maioria absoluta), é inconstitucional, correcto?

    Gostar

  114. Miguel Sampaio permalink
    15 Novembro, 2009 18:49

    Já são quase 19H00 e ainda estou à espera da demissão do Primeiro-Ministro?

    Alguém pode informar para que horas está prevista essa demissão do PM?

    É que eu já estou com fome….

    Gostar

  115. 15 Novembro, 2009 18:52

    Se houve espionagem política e a intenção de prejudicar José Sócrates e o PS, como tem sido frequentemente afirmado, por que é que os casos mais discutidos e explorados politicamente durante as campanhas eleitorais foram os das ligações BPN/PSD e as escutas ao Presidente da República?

    Gostar

  116. 15 Novembro, 2009 18:58

    Belmiro já tinha avisado que quem quisesse mudar a orientação editorial do Público de José Manuel Fernandes (Governo/PS) teria de lá pôr dinheiro. Isso já foi resolvido, por isso o Público mais se parece um funeral que um jornal. Desertificado on-line, mal vendido em papel, mal frequentado, mal comentado, moribundo, não sendo carne nem peixe, mas covertido em mais um álbum fotográfico, apologético e encomiástico de Sócrates porque o dinheiro tudo pode, a última pazada foi precisamente esse tal dinheiro finalmente lá colocado, um pouco a lembrar as necessidades prementes do «amigo Joaquim». O homem das escutas, um exímio insultador de Manuel Moura Guedes e sabe Deus mais de quem, revira os olhos e expõe a esclerótica como de puro gozo. Controla o Aparelho de Estado. Tudo o que mexe em Portugal, horrorosamente é-lhe submisso como certas putas aos seus chulos. Uma ladradela e tudo se faz célere a seu contento. Deve saber os segredos com que se seguram os colhões de muitos homens de imensa responsabilidade tão prestimosos ao seu Mando, como se tem visto. Ora, como muito bem recorda o João, o colectivo editorial do Público pratica agora toda uma apologia noticiosa de apoio a um certo político nacional com uma relação complicada com a justiça chamado José Pinóquio.

    Gostar

  117. José permalink
    15 Novembro, 2009 19:02

    José Barros:

    Antes de tudo o mais é preciso saber se o presidente do STJ despachou num inquérito penal a sério, que é onde se aplicam as regras do CPP, nomeadamente aquelas que mandam que seja a secção criminal do STJ a tomar conhecimento dos factos ou se foo numa folha de couve como parece ter sido. O presidente do STJ falou num “dossier”. Ora, um dossier não é um Inquérito penal mas apenas um processo administrativo onde legalmente o presidente do STJ não pode despachar jurisdicionalmente como juiz de instrução do caso.

    Nem o PGR despacha inquéritos porque a lei não lhe confere competência para tal.

    Portanto, vamos ter de ver toda essa legalidade porque é assim que eles falam: do rigor da legalidade processual. Vamos ver se a respeitaram porque se não, os despachos são inexistentes. Nem sequer nulos são…

    Gostar

  118. José permalink
    15 Novembro, 2009 19:04

    José Pinóquio é melhor que José S. Vou ponderar o novo nome. Interessante do ponto de vista semiótico.

    Gostar

  119. 15 Novembro, 2009 19:05

    118,

    “Deve saber os segredos com que se seguram os colhões de muitos homens (…)”.

    Oh, se sabe… Nem V. imagina.

    Gostar

  120. jaleko permalink
    15 Novembro, 2009 19:06

    #51

    ?
    Será que é o diz que disse ou é um dos que faz fugas de segredos judiciais?
    conte-nos lá o que sabe.

    Gostar

  121. Dom Plebeu permalink
    15 Novembro, 2009 19:14

    Bem metida João. Deu para rir.

    Para quem vem para aqui sentir as dores do PM que tal tentarem perceber a piada? Eu sei que explicá-la tira-lhe o efeito. Que tal lerem o titulo? “Do formalismo”. Ponham-se no lugar do marido. Ainda acham que é azar terem apagado a luz? Dãã

    Gostar

  122. Aborígene permalink
    15 Novembro, 2009 19:21

    A URSS desmoronou-se por problemas económicos que lhes acarretou o internacionalismo intervencionista.Afeganistão,Angola, etiópia,etc
    Portanto o Sócrates só pela estoiro financeiro é que sairá.Eu não posso fugir aos impostos porque sou roubado logo à cabeça.Mas quem possa força.Estes internacionalistas de merda têm que aprender o peso da palavra “nacional”
    Que o gajo ande como os mafiosos a cobrar o “piso”, a colonizar as EP´s com os amigos e respectivos familiares e a transferir riqueza para amigos de peito e”justiça” se acobarde desdizendo o que nos propagandeiam “a lei é igual para todos” é uma pontinha do icebergue.A nacionalização em massa que continua a ser feita de dezenas de milhar de africanos todos os anos é que é o principal crime!

    Gostar

  123. José Barros permalink
    15 Novembro, 2009 19:30

    Antes de tudo o mais é preciso saber se o presidente do STJ despachou num inquérito penal a sério, que é onde se aplicam as regras do CPP, nomeadamente aquelas que mandam que seja a secção criminal do STJ a tomar conhecimento dos factos ou se foo numa folha de couve como parece ter sido – José

    Pois, é isso. Neste momento ninguém garante sequer que a decisão não tenha sido escrita num guardanapo. É o Presidente que terá de intervir nesta matéria. Mas tenho muitas dúvidas de que isso aconteça.

    Gostar

  124. Tribunus permalink
    15 Novembro, 2009 19:33

    Fui hoje ver um filme, que corre em Lisboa, que se chama a VERDADE
    E O MEDO! Grande filme, dou com um procurador, vigarista um policia de investigação feito com o procurador, um jornalista vigarista!
    Porque pensei nas escutas ao Socrates? pecado o meu! vão ver o filme e vejam como estas coisas acontecem nos estados unidos!
    E não só……………..

    Gostar

  125. Miguel Sampaio permalink
    15 Novembro, 2009 19:39

    Eu estou à espera da demissão do PM.

    Até agora nenhuma entidade ou OCS diz qualquer coisinha.

    Os estimados e ilustrados colegas deste fórum podem-me ajudar para quando está agendada a respectiva denmissão e comunicação ao país???

    Gostar

  126. tina permalink
    15 Novembro, 2009 19:40

    “Eu estou à espera da demissão do PM.”

    então é melhor esperar sentado.

    Gostar

  127. 15 Novembro, 2009 19:51

    Brilhante !

    Gostar

  128. Anónimo permalink
    15 Novembro, 2009 19:52

    Ó Sampaio va passear o cachorro!

    Gostar

  129. anónimo permalink
    15 Novembro, 2009 19:56

    #127 – daqui a oito anos, vieste cedo de mais.

    Gostar

  130. Aqui Estou permalink
    15 Novembro, 2009 20:07

    # 131- Daqui a 50, caro Anónimo. Temos de ultrapassar o triste passado anti-democrático.

    Gostar

  131. Miguel Sampaio permalink
    15 Novembro, 2009 20:08

    Estou à espera da demissão do PM.

    ATÉ LÁ VOU FAZER GREVE DE FOME!!!!!

    Gostar

  132. Anónimo permalink
    15 Novembro, 2009 20:10

    Gostar

  133. Aqui Estou permalink
    15 Novembro, 2009 20:12

    Eles (os fascistas) tinham legitimidade política, não tinham? Então e nós, ainda temos mais, ou não temos?

    Temos! Temos a lei por nossa conta e ganhamos eleições.

    Tirando essa semelhança com o passado, possuímos uma mais-valia que supera tudo- nunca tanta gente viveu tão acima das possibilidades e bem agarrada ao Poder.

    Só os invejosos são capazes de negar esta evidência.

    Gostar

  134. Aqui Estou permalink
    15 Novembro, 2009 20:14

    # 133- Não faça isso, caro Miguel Sampaio. Vá à sede e exponha a sua fé que eles oferecem-lhe sopinha e o que mais houver em troca de pouco.

    Olhe- como é que imagina que eu blogo aqui no Magalhães se nem ando na escola?

    Gostar

  135. José Ribeiro da Fonseca permalink
    15 Novembro, 2009 20:15

    ISTO SÓ VAI COM UM GOLPE DE ESTADO E COM A PRISÃO E JULGAMENTO DO DESCALABRO E RUINA NACIONAL!

    Gostar

  136. Fernando Marques permalink
    15 Novembro, 2009 20:16

    Onde está o Presidente da República?

    Gostar

  137. Aqui Estou permalink
    15 Novembro, 2009 20:17

    Uma coisa é certa- o fascismo nunca teve tanto apoiante abnegado como tem agora a situação democrática.

    Tudo, graças à liberdade conquistada com cravos e usada com rosas.

    Gostar

  138. Anti-Fascista permalink
    15 Novembro, 2009 20:23

    A JUSTIÇA PORTUGUESA BATEU NO FUNDO.

    É preciso fazer uma purga destes neofascistas que estão infiltrados na Justiça, que roubam informações em Segredo de Justiça e as segregam para a praça pública, para fazerem julgamentos de suspeição sem provas e sem fundamentos.

    Gostar

  139. 15 Novembro, 2009 20:24

    139,

    Quando é que te calas, ó estúpido?

    Gostar

  140. tina permalink
    15 Novembro, 2009 20:25

    Pois, até foi o Mário Soares que ganhou o concurso do português mais popular de sempre.

    Gostar

  141. tina permalink
    15 Novembro, 2009 20:26

    “É preciso fazer uma purga destes neofascistas que estão infiltrados na Justiça”

    ahahaha, coitado do procurador de Aveiro, granda fascista que o homem é!

    Gostar

  142. anónimo permalink
    15 Novembro, 2009 20:28

    “Quando é que te calas, ó estúpido?”

    vamos falando enquanto podemos, né? nunca se sabe quando há um golpe de estado e a velha suspende a democracia.

    Gostar

  143. tina permalink
    15 Novembro, 2009 20:29

    O que é certo é que nem o Procurador de Aveiro nem mais nenhum se atreverão a denunciar uma escuta nem que nela Sócrates confesse ter morto um homem ou roubado a Caixa Geral de Depósitos.

    Gostar

  144. LÚCIO permalink
    15 Novembro, 2009 20:31

    Quando é que o exército e a gnr marcham sobre Lisboa?

    Temos que fechar as fronteiras antes que os corruptos e ladrões consigam fugir!

    Gostar

  145. Aqui Estou permalink
    15 Novembro, 2009 20:34

    Eu por mim falo porque a minha velha já se finou.

    A sua ainda está viva?

    Coitado. Aproveite enquanto ela lava a loiça e desabafe aqui o anti-fascista reprimido que vive dentro de si.

    Gostar

  146. anónimo permalink
    15 Novembro, 2009 20:35

    #133 – “ATÉ LÁ VOU FAZER GREVE DE FOME!!!!!”

    boa ideia, vê lá se convences mais alguns. o que se gastar em subsídios de funeral recupera-se rápidamente em pensões de reforma.

    Gostar

  147. Eduardo F. permalink
    15 Novembro, 2009 20:40

    #148

    A fossilização é de tal ordem que não se deu ainda conta que os advérbios de modo há muito perderam os diacríticos (desde o acordo ortográfico com o Brasil em 1971).

    Gostar

  148. Fernando Velez permalink
    15 Novembro, 2009 20:45

    A esta hora Sócrates devia estar apresentando a sua carta de demissão a Sua Excelência o Presidente da República.

    No verdadeiro estado de direito é isto que deve acontecer.

    Penso que no PS ainda restam algumas pessoas sérias (embora poucas) para serem indigitadas como novo PM.

    Gostar

  149. tina permalink
    15 Novembro, 2009 20:50

    Eduardo, são cursos da Independente, agora vêm incluídos grátis nos Corn Flakes.

    Gostar

  150. Anónimo permalink
    15 Novembro, 2009 20:51

    Posso ser fóssil mas não sou de advérbio de peluche como tu.

    Gostar

  151. tina permalink
    15 Novembro, 2009 20:52

    “A esta hora Sócrates devia estar apresentando a sua carta de demissão a Sua Excelência o Presidente da República.”

    pois, e deixar um défice de 8% para os outros resolverem? Nem pensar nisso, ele que fique lá, maior castigo não haverá.

    Gostar

  152. Karl Março permalink
    15 Novembro, 2009 20:53

    #150

    Se existem estão bem escondidos,debaixo de toneladas de sucata.

    Gostar

  153. Anónimo permalink
    15 Novembro, 2009 20:53

    á estavas a falar com o outro. pensava que era comigo. eu ainda não jantei mas não estou em greve da fome diarreica, ou lá como lhe chamaste à do brasileiro.

    Gostar

  154. Ambrósio permalink
    15 Novembro, 2009 20:53

    Em Itália muitos financeiros e politicos suicidaram-se aquando do escândalo do Banco Abronsiniano e que envolvia também lojas maçónicas e a maçonaria.

    Aqui algum politico vai ter a verticalidade e honra para se suicidar?

    O país espera ansiosamente e desde já agradece a quem queira suicidar-se a bem da limpeza do país!

    Gostar

  155. Anónimo permalink
    15 Novembro, 2009 20:55

    #144 e 148

    Tu deves ser um Lelo, daqueles todos vestidos de preto que vendem nas feiras camisetas manhosas com o crocodilo com a boca voltada para o lado direito.

    Gostar

  156. Eduardo F. permalink
    15 Novembro, 2009 20:56

    Como disse algures por aqui, ainda há socialistas honrados. Dei este exemplo. Ou simplesmente lúcidos.

    Corram com o Sócrates ou ele afundar-nos-á enquanto país.

    Gostar

  157. Karl Março permalink
    15 Novembro, 2009 20:57

    “Aqui algum politico vai ter a verticalidade e honra para se suicidar?”

    Se não tiverem,pelo menos que aprovem uma lei do suicídio assistido,acho que assistência não faltaria…

    Gostar

  158. Anónimo permalink
    15 Novembro, 2009 20:58

    # 157

    esse é o meu neto. eu estou reformado dessas feiras.

    Gostar

  159. Araponga permalink
    15 Novembro, 2009 20:58

    Não esquecer que na Itália meridional (Nápoles e Sicilia) o lixo, o entulho e a sucata são grandes negócios para a Camorra napolitana e Máfia Italiana.

    Portugal já tem know-how muito mais competitivo do que o italiano.

    A sucata e o lixo já entram pelos tribunais dentro e todo o pessoal está entulhado até ao pescoço.

    Maravilhoso Portugal, uma verdadeira repúplica das bananas e de bananas!!!!!

    Gostar

  160. Karl Março permalink
    15 Novembro, 2009 21:01

    O “dei este exemplo” está em fim de carreira e o “lúcidos” é completamente varada dos cornos,completamente destrambelhada e só vê de um olho,não queira saber qual…

    Gostar

  161. António Monteiro permalink
    15 Novembro, 2009 21:03

    O Presidente da República está em Portugal ou viajou para o estrangeiro?

    Gostar

  162. António Monteiro permalink
    15 Novembro, 2009 21:07

    Quando é vamos ter o privilégio de ler as doutas sentenças do Sr.Prof.Dr.CAA sobre a imponderabilidade da demissão do PM em face (oculta!) dos mais recentes desenvolvimentos no que concerne às escutas e ao seu gravíssimo conteúdo segundo o que tem vindo nos orgãos do OCS?

    Gostar

  163. tina permalink
    15 Novembro, 2009 21:10

    ahahaha, concordo totalmente com o Karl Março.

    Gostar

  164. Socrates de Atenas permalink
    15 Novembro, 2009 21:10

    “Os males não cessarão para os
    homens antes que a raça dos puros
    e autênticos filósofos chegue ao
    poder”

    Gostar

  165. Miguel Sampaio permalink
    15 Novembro, 2009 21:13

    A noite já vai longa e ainda o PM não apresentou a demissão.

    O problema é que eu estou cheio de fome…

    Gostar

  166. tina permalink
    15 Novembro, 2009 21:14

    O Presidente da República está a pensar “Eu bem vos avisei, eu bem vos avisei..”

    Gostar

  167. tina permalink
    15 Novembro, 2009 21:15

    “O problema é que eu estou cheio de fome…”

    mas é mesmo esse o objectivo, quando se faz greve da fome, ou ainda não tinha percebido?

    Gostar

  168. Juvenal da Costa permalink
    15 Novembro, 2009 21:20

    O Torquemada dos bons costumes sucialistas e republicanos, o professor doutor Louçã, o que é que pensa desta justiça que proteje a classe dominante?????

    Se fosse o Amorim ou o Belmiro ele já tinha dado com a boca no trombone!!!

    Gostar

  169. Miguel Sampaio permalink
    15 Novembro, 2009 21:21

    Se me acontecer alguma coisa desde já vos digo que é por causa da escandaleira que invadiu este país desgraçado!

    Vou fazer greve de fome até ao fim!

    Gostar

  170. Anónimo permalink
    15 Novembro, 2009 21:23

    se fizesses greve do teclado era melhor para a atmosfera.

    Gostar

  171. Miguel Sampaio permalink
    15 Novembro, 2009 21:24

    Só deixo o teclado quando o PM apresentar a sua demissão.

    Gostar

  172. anónimo permalink
    15 Novembro, 2009 21:29

    #171 – oxalá que sim e que o desfibrilhador esteja despilhado

    Gostar

  173. Miguel Sampaio permalink
    15 Novembro, 2009 21:33

    Alguem tem o roteiro dos restaurantes que constam do processo Face Oculta?

    É que depois da ansiada demissão do PM eu quero comemorar o fim desta greve de fome num desses restaurantes emblemáticos.

    Gostar

  174. portela menos 1 permalink
    15 Novembro, 2009 21:34

    “Para a opinião pública, será muito difícil acreditar que a justiça não cedeu a pressões ou que o teor das conversas escutadas a José Sócrates não era suspeito. Clarificar era obrigatório. Esconder foi a pior decisão possível. O país não está surdo”

    a citação acima foi retirada do:
    1-DN
    2-Público
    3-Blasfémias

    Gostar

  175. 15 Novembro, 2009 21:36

    Não tarda estão a fazer um abaixo assinado para retirar a carta de condução a Sócrates.

    Gostar

  176. Kolchak permalink
    15 Novembro, 2009 21:37

    Demissão imediata de Sócrates e c.ª ld.ª!

    Gostar

  177. Anónimo permalink
    15 Novembro, 2009 21:39

    .
    Ou seja, de ‘nobreza’ (nada a ver com Monarquia) politica estamos conversados sobre TODOS os actores.
    .
    Pois é o MEDO e o OURO, molas de todas as teologias de fé, foram à vida. Tretas e calhaus, pedras, seriam o designio a comandar a Humanidade.
    .
    A Crise é isto. É o NOVO está aí imparàvel apesar duns ainda enredados em teologias.
    .
    Os ´metassistemas” dos principios de seculo são sempre assim. São os segredos para parirem grandes saltos para outro NOVO. Dizia por exemplo Einstein que não é o limite porque não conseguiu explicar o “e depois da Luz”: “a veneração desta FORÇA, intangivel e inexplicàvel, para além do que podemos compreender é a minha religião que não aceita as teologias das religiões”.
    .
    O Lirismo é a discussão sonhadora das razões em que não há razão nenhuma bem expressa acima. Apenas a FALTA DE GRANDEZA POLITICA dos que se fazem representantes da Politica que estão exactamente no escoadouro. E a Democracia não vai morrer.
    .
    Estão aí fora do “sistema” os grandes que saberão tirar a corda do pescoço aos imperdoaveis sem quebrar a aliança do futuro dos que nunca precisaram de perdão.
    .
    Tranquilamente, deixem lá passar o tempo que quizerem porque é tão certo como o destino, o que nos limites às vezes incapacita a capacidade de perdão.
    .
    Tão anti-extremista não há.
    .

    Gostar

  178. Eduardo F. permalink
    15 Novembro, 2009 21:42

    #176

    Do PÚBLICO da Bárbara. E daí?

    Gostar

  179. Anónimo permalink
    15 Novembro, 2009 21:55

    “Não tarda estão a fazer um abaixo assinado para retirar a carta de condução a Sócrates.”

    Quase que apostaria que até aí deve existir moscambilhicice. Vai aposta?

    Gostar

  180. José permalink
    15 Novembro, 2009 21:56

    O comentário sobre a moscambilhice é meu. Não assino aqui com outro nick-name.

    Gostar

  181. anónimo permalink
    15 Novembro, 2009 22:01

    estes nabos andam desatentos às intruções do partido e não ouvem as homílias do conselheiro marcelo, agora a estratégia é não fazer ondas para não levar com o eco.

    Gostar

  182. 15 Novembro, 2009 22:04

    A Lei da Vida

    Tudo o que tem princípio encontra fim.

    “o País vive mergulhado no pesadelo da descrença.
    Governantes sob permanente suspeita de corrupção, empresários subservientes ao poder, trabalhadores desmotivados, desempregados desesperados, uma sociedade letárgica e anémica, convivendo pacificamente com a dissolução das instituições e dos costumes, com a continuada quebra da natalidade, que compromete já decisivamente a nossa própria sobrevivência colectiva, com os projectos mirabolantes de um poder político irresponsável e indiferente perante o futuro, com o endividamento galopante do País, em suma, com o abismo que, por acção ou omissão, estamos a reservar aos nossos filhos, as gerações vindouras.

    Enquanto isso, discute-se animadamente o casamento gay, a adopção gay e a eutanásia, como antes se discutiu o aborto livre até ao mesmo ser liberalizado (e só no primeiro semestre de 2009 atingiu-se o formidável número de 10 mil abortos, ou seja, 20 mil por ano, um quinto dos nascimentos…), entre outros temas fracturantes, muito mais giros e certamente de maior importância do que o desemprego, a falta de competitividade da nossa economia ou a dívida pública.
    Estes preocupantes sinais são prenúncio do Fim.
    E, ou travamos a marcha da decadência e levantamos voo ou estaremos condenados ao abismo, ao crepúsculo de Portugal.”
    http://www.31daarmada.blogs.sapo.pt/3444798.html

    Gostar

  183. Persa permalink
    15 Novembro, 2009 22:05

    O que disse o Marcelo na Missa?

    Gostar

  184. Marcus Aurelius permalink
    15 Novembro, 2009 22:05

    Top 15 das Cruzinhas Milionárias que o Pinokrates tem de carregar

    1-Street Gate: a grande estrada por onde circulam os milhões que desaparecem dos bolsos dos contribuintes

    2-Ota Gate: o aeroporto fantasma de onde levantaram voo milhões em estudos e relatórios

    3-Freeport Gate: o Outlet dos milhões bio-degradáveis que desapareceram com o Ambiente

    4-Independent Gate: a fábrica de carimbos, onde milhões de Euros deram lugar a milhões de Inginheiros

    5-Off-Shore Gate: a repartição de Finanças das Ilhas Virgens, onde se compram casas de milhões por poucos tostões

    6-Robin-Hood Gate: a gasolineira que dá milhões aos Xerifes, por aumentar o combustível enquanto o Crude baixa

    7-Fortune Gate: a Slot-machine que dá milhões aos Xerifes bancários, enquanto o Robin dos Bosques vigia as gasolineiras

    8-Kagalhanes Gate: o portátil da MerdoSoft que custou milhões para ser montado na Saca Couto, e é vendido por tostões na Feira da Ladra

    9-Solar Gate: a grande central que transforma milhões de Watt da Amareleja em milhões de Euros espanhóis

    10-TGV Gate: a grande forma de fazer desaparecer milhões a Alta Velocidade entre Lisboa e Madrid, pelo mesmo preço da viagem de ida e volta noutro transporte qualquer

    11 – Cova da Moura Gate: o patrocínio com cupões do Jumbo para a contrução da Estação de Tratamento de Resíduos Sólidos (ETRS) da Associação de Municípios da Cova da Beira (AMCB)

    12 – Projectos de edifícios na Guarda Gate: 27 casas do Ikea com a assinatura de José PINÓCRATES

    13 – Sovenco Bombas de Gasoil ou Petroil Gate: Desvio de milhões em Pneus, jantes e estações de serviço do CORRUPTO com ajuda dos irmãos e camaradas/sócios METRALHA: Manuel Simões como orientador, depois o empresário socialista Sobral de Sousa, acusado no “caso da mala” , Armando Vara e Rui Vieira (dirigente nacional do PS e marido de Edite Estrela) no início dos anos 90

    14 – Edifício Heron Castilho: escritura notarial que identificava a empresa Stolberg Investiments Limited, uma offshore sediada nas Ilhas Virgens Britânicas que vendeu o apartamento no Heron Castilho, em Lisboa, a Maria Adelaide Carvalho Monteiro, mãe do primeiro-ministro TRAFULHA!!!

    15 – Face Oculta Gate: VARA – PINÓQUIO SOCRETINO CORRUPTO – BCP – JOAQUIM OLIVEIRA – TVI – MARCELINO – JN – OFFSHORES – NORONHA DO NASCIMENTO – ONGOING – AFASTAMENTOS – ENVELOPES – FOTOS – SUÍNOS – MAIOR ESCÂNDALO NACIONAL

    Realização: Pinokrates Minto de Sousa

    Assistentes de Realização: Pino e Lino

    Produção: Marmota e Engil

    Assistente de Produção: Clone Pereira Socretino, Ministro das SS » Arthur Sylvie Saint, Jorge Rabbit, Jorge Lacaio, Armando Tara, Paulo Pedroso, Vieira da Silva, José Lolita, FranQUISTO de Avis e restante pilantragem

    Efeitos Especiais: Norronha do Esquecimento,João Pedroso, Marinho Pito aos Saltos, Joaquim Roubalheira, Marcelino Gago, Cândida Almeida Branca Flor, Moita Azores e Panasca Peruca Careca Júdice

    Luz e Som: MP e Pinto Loureiro das Beiras

    Patrocínios: Contribuintes de Portugal

    Agradecimentos Especiais: Eleitores Rosa, Pedófilada, Gangs do Crime Organizado, Claques de Futebol, Monhés, Poetas Com Reformas Milionárias, Comentadores Deficientes Mentais da CS Sabuja, Avençados Socretinos da Comunidade Virtual, Piscologos Rabetas, Prostitutas das Lojas Chinesas dos Rituais do Whiskey Escocês e Champanhe Francaise e Grande Estação Púbica RTS (Rádio Televisão Socretina ou Ratos Toupeiras Socretinas)

    Estúdios Jamé 2009

    Gostar

  185. anónimo permalink
    15 Novembro, 2009 22:09

    “O comentário sobre a moscambilhice é meu.” – o gajo da spa já tomou nota, passa amanhã pela duque de loulé para receber os direitos

    “Não assino aqui com outro nick-name.” – ainda não tinhas dito isso hoje, estava a ficar preocupado com a falta de certidões de honetidade.

    Gostar

  186. Aborígene permalink
    15 Novembro, 2009 22:11

    O Marocas diz que é tudo um “problema comezinho” e andam a maçar as pessoas…

    Gostar

  187. Aborígene permalink
    15 Novembro, 2009 22:12

    Mário Soares
    ‘Face oculta’ é um problema comezinho
    Mário Soares, antigo Presidente da República e fundador do Partido Socialista, desvalorizou esta tarde a investigação “Face Oculta” que envolve o primeiro-ministro, José Sócrates. O presidente da Comissão da Liberdade Religiosa, classifica a acção da Polícia Judiciária como um “problema comezinho”. Mário Soares entende que há da parte da comunicação social a tentativa de transformar a “Face Oculta num caso máximo da Justiça” para conquistar audiências. Uma situação que “acaba por maçar as pessoas”, acrescentou

    Gostar

  188. Aborígene permalink
    15 Novembro, 2009 22:13

    Craxi não diria melhor…

    Gostar

  189. Aborígene permalink
    15 Novembro, 2009 22:18

    Amanhã vou dar ordem de venda às minhas acções BCP.Os gajos propongaram o periodo de carência da dívida de 300 milhões ao “amigo Joaquim” que tem por empregados o Marcelino, o Baldaia e outros que tais que me andam a enganar…

    Gostar

  190. Aborígene permalink
    15 Novembro, 2009 22:22

    O BCP, essa sucursal financeira do PS assim gerido só com os dinheiroa do PS(dos impostos) se safa…

    Gostar

  191. anónimo permalink
    15 Novembro, 2009 22:30

    sintonizem o plano inquinado. se não impodir hoje, não deve faltar muito.

    Gostar

  192. tina permalink
    15 Novembro, 2009 22:34

    Bom trabalho Marcus Aurelius. Excelente.

    Gostar

  193. José permalink
    15 Novembro, 2009 22:34

    ferreira: podes assinar como entenderes que nunca passas da mesma rasquice.

    Gostar

  194. Anónimo permalink
    15 Novembro, 2009 22:37

    Ó aborigene já andas de calças ou ainda não largaste a tanga?

    Gostar

  195. anónimo permalink
    15 Novembro, 2009 22:37

    Ó aborigene já andas de calças ou ainda não largaste a tanga?

    Gostar

  196. Eduardo F. permalink
    15 Novembro, 2009 22:45

    O José desilude-me.

    Gostar

  197. patetao permalink
    15 Novembro, 2009 22:48

    167,

    Vai sonhando e pode ser que morras hoje de fome!
    Mas já agora..antes de morreres, diz-me uma razão provada para ele fazer o que tu queres?

    Gostar

  198. patetao permalink
    15 Novembro, 2009 22:49

    198,

    tu também

    Gostar

  199. patetao permalink
    15 Novembro, 2009 22:50

    194,

    excelente merdia

    Gostar

  200. patetao permalink
    15 Novembro, 2009 22:51

    192,

    Então se falamos no Psd e nos bancos que o sustentam + Somague..ainda te dá um ataque cardíaco.

    Gostar

  201. Eu já cá não estou! permalink
    15 Novembro, 2009 22:53

    Como um chat bem giro deu origem a este chat room algo esquizofrénico…

    Gostar

  202. patetao permalink
    15 Novembro, 2009 22:53

    A Justiça portuguesa bateu no fundo.

    As fugas selectivas ao Segredo de Justiça,
    As escutas ilegais a cidadãos do nosso país
    sao atentados à Legalidade Democrática..cometidos por agentes da Justiça!

    O Supremo e a Procuradoria têm de tomar providências e punir exemplarmente estes neofascistas instalados na própria Justiça.

    Gostar

  203. patetao permalink
    15 Novembro, 2009 22:54

    203,

    Sempre que falta verdade e seriedade na Análise a esquizofrenia toma palco.

    Gostar

  204. Eu já cá não estou! permalink
    15 Novembro, 2009 22:56

    Como um POST bem giro deu origem a este chat room algo esquizofrénico…

    Gostar

  205. Aqui Estou permalink
    15 Novembro, 2009 23:09

    206,

    As ideias aqui vertidas são algo esquizofrénicas

    Gostar

  206. Eduardo F. permalink
    15 Novembro, 2009 23:11

    Há por aí algum palerma com tendências criminais que usurpa a identidade de outros. No caso, alguém falseou um suposto meu comentário às 10:45 pm onde se lê «O José desilude-me».

    Gostar

  207. Aqui Estou permalink
    15 Novembro, 2009 23:13

    208,

    Este fórum é para palermas mesmo, daí que tenha toda a lógica da minha vinda a este fórum: Regatar Palermas ao poder das Trevas.

    Gostar

  208. anónimo permalink
    15 Novembro, 2009 23:15

    #208 – processa o gajo por contrafacção de peluches

    Gostar

  209. Per Caso permalink
    15 Novembro, 2009 23:15

    Essa agora, a Face Oculta não passa de um negócio de família, que, toda a gente sabe, já maça, comezinho de quezília, diz Soares, o patriarca, e ao pé do que há-de vir, vão por mim, passa das marcas, quando até a terra tremer do susto que vai haver com as tramóias que os boys preparam já a esta hora.

    Gostar

  210. 15 Novembro, 2009 23:18

    # 209

    “Aqui Estou” Pis-coiso

    Continua muito nervoso. Acalme-se.

    O seu chefe terá que se demitir. O povo é quem mais (o) prdena.

    Quando é que tira a máscara da gripe dos porcos?

    Gostar

  211. portela menos 1 permalink
    15 Novembro, 2009 23:20

    Eduardo F. disse
    15 Novembro, 2009 às 9:42 pm

    e daí?!
    e daí que o editorial de hoje do Público é mais honesto que os os “radicais” comentadores do Blafémias, que não se cansam de dizer asneiras sobre o jornal, desde que o ex-maoista JMFernades vos deixou orfãos.

    Gostar

  212. 15 Novembro, 2009 23:20

    O povo é quem mais (o) orden(h)a.

    Percebe, ou quer que lhe faça um desenho?

    Gostar

  213. Miguel Sampaio permalink
    15 Novembro, 2009 23:21

    Para que conste eu continuo em greve de fome.

    Quando é que o PM apresenta a demissão?????

    Gostar

  214. José permalink
    15 Novembro, 2009 23:44

    Há duas maneiras de lidar com estes ferreiras desequilibrados. Ou não lhes ligando pevide; ou dando-lhes corda para se sentirem importantes nos comentários rascas. Sigo por esta última via, por ser o método clínico para se tratarem. Desde que não abusem do remédio.

    Gostar

  215. Marcus Aurelius permalink
    15 Novembro, 2009 23:47

    patetao disse
    15 Novembro, 2009 às 10:54 pm

    203,

    Sempre que falta verdade e seriedade na Análise a esquizofrenia toma palco.

    Acho que já vi este TROGLODITA AVENÇADO SOCRETINO a comentar 24H por dia no jornal Sol e no The Sun sempre na defesa do MAIOR CORRUPTO PORTUGUÊS DE TODOS OS TEMPOS.

    Gostar

  216. Anónimo permalink
    15 Novembro, 2009 23:54

    Foi corrido do Sol

    É o mesmo que assina “Aqui Estou”

    http://sol.sapo.pt/Msgs/default.aspx?MessageID=74

    Gostar

  217. anódino permalink
    16 Novembro, 2009 00:00

    Fado Alexandrino. Gostei do teu comentário. Acho que já não és sacana.

    Gostar

  218. Tolstoi permalink
    16 Novembro, 2009 00:00

    Para mim a questão é meramente estética, não gostei do desempenho de José Sócrates
    a vender Magalhães na Cimeira Ibero Americana. Tem de se colocar a questão neste plano, pois no da Justiça só se passarmos a fronteira.

    Gostar

  219. Aborígene permalink
    16 Novembro, 2009 00:02

    Acho que temos que escolher para o STJ e para PGR 2 balantas.São gajos que não se deixam enganar, nem em sonhos!E depois têm uma técnica jurídica à prova de chuva!Sim porque as catanas levam imenso tempo a enferrujar…

    Gostar

  220. anónimo permalink
    16 Novembro, 2009 00:04

    face oculta, só se for o cavaco a espreitar

    Gostar

  221. 16 Novembro, 2009 00:07

    Sócrates já não tem por onde disfarçar que é uma espécie de Isaltino elevado ao máximo expoente. Sorte grande ter-lhe acontecido ser PM e achar-se vitalício e mais importante que o próprio país-tapete que controla como coisa própria sua.

    Gostar

  222. Açoriano permalink
    16 Novembro, 2009 00:21

    Tenho vergonha de ser português.

    Quando vou para o exterior utilizo sempre o meu «U.S.Passport».

    Os EUA deram-me tudo.Respeito.Cidadania.Trabalho e Estudo.

    Portugal tirou-me tudo.

    Até meu pai que morreu nas guerras de África, enquanto outros fugiam para França e Argélia!!!!

    Gostar

  223. Aborígene permalink
    16 Novembro, 2009 00:32

    Até meu pai que morreu nas guerras de África, enquanto outros fugiam para França e Argélia!!!!

    Mas agora importaram uma guerrilha só para eles.Só para verem como é que era onde não foram…

    Gostar

  224. Anónimo permalink
    16 Novembro, 2009 00:32

    E a tua mãe, açoriano?

    Gostar

  225. Albuquerque permalink
    16 Novembro, 2009 00:47

    Portugal tirou-me tudo.

    Tadinho!
    Vai pentear macacos.
    És tão patriota como os que fugiram para a Argélia e voltaram para pilhar os que lutaram pela pátria mãe
    Estive quatro anos em Angola e não me queixo.
    Se tivesse nascido na América poderia estar no Afeganistão ou no Iraque.
    Muitos americanos vivem miserávelmente,nem seguros de saúde têm,como vês nem para todos é boa.
    Traste!

    Gostar

  226. Açoriano permalink
    16 Novembro, 2009 01:13

    Cambada de mouros e pandeleiros!

    Gostar

  227. Albuquerque permalink
    16 Novembro, 2009 01:41

    A tua K7 é igual à dos pulhas que aqui desembarcaram em 74. Depois segue-se a pilhagem,a degola dos inocentes.
    Podias ser mais original,afinal enquanto nós mouros percorríamos as picadas,combatendo o s imperialismos,tu andavas a lamber o cú aos americanos.

    Gostar

  228. 16 Novembro, 2009 01:57

    Este texto foi publicado pelo jornalista Joaquim Vieira na «Grande
    Reportagem» entre 3 de Setembro e 1 de Outubro de 2005. Curiosamente,
    duas semanas depois, o jornalista foi demitido e, um mês depois, a
    histórica revista terminou a sua publicação. Até hoje.

    O POLVO,
    po Joaquim Vieira

    Além da brigada do reumático que é agora a sua comissão, outra faceta
    distingue esta candidatura de Mário Soares a Belém das anteriores:
    surge após a edição de Contos Proibidos – Memórias de Um PS
    Desconhecido, do seu ex-companheiro de partido Rui Mateus. O livro,
    que noutra democracia europeia daria escândalo e inquérito judicial,
    veio a público nos últimos meses do segundo mandato presidencial de
    Soares e foi ignorado pelos poderes da República. Em síntese, que diz
    Mateus? Que, após ganhar as primeiras presidenciais, em 1986, Soares
    fundou com alguns amigos políticos um grupo empresarial destinado a
    usar os fundos financeiros remanescentes da campanha. Que a esse grupo
    competia canalizar apoios monetários antes dirigidos ao PS, tanto mais
    que Soares detestava quem lhe sucedeu no partido, Vítor Constâncio (um
    anti-soarista), e procurava uma dócil alternativa a essa liderança.
    Que um dos objectivos da recolha de dinheiros era financiar a
    reeleição de Soares. Que, não podendo presidir ao grupo por razões
    óbvias, Soares colocou os amigos como testas-de-ferro, embora reunisse
    amiúde com eles para orientar a estratégia das empresas, tanto em
    Belém como nas suas residências particulares. Que, no exercício do seu
    «magistério de influência» (palavras suas, noutro contexto), convocou
    alguns magnatas internacionais – Rupert Murdoch, Silvio Berlusconi,
    Robert Maxwell e Stanley Ho – para o visitarem na Presidência da
    República e se associarem ao grupo, a troco de avultadas quantias que
    pagariam para facilitação dos seus investimentos em Portugal. Note-se
    que o «Presidente de todos os portugueses» não convidou os empresários
    a investir na economia nacional, mas apenas no seu grupo, apesar de os
    contribuintes suportarem despesas da estada. Que moral tem um país
    para criticar Avelino Ferreira Torres, Isaltino Morais, Valentim
    Loureiro ou Fátima Felgueiras se acha normal uma candidatura
    presidencial manchada por estas revelações? E que foi feito dos
    negócios do Presidente Soares? Pela relevância do tema, ficará para
    próximo desenvolvimento.

    A rede de negócios que Soares dirigiu enquanto Presidente foi sedeada
    na empresa Emaudio, agrupando um núcleo de próximos seus, dos quais
    António Almeida Santos, eterna ponte entre política e vida económica,
    Carlos Melancia, seu ex-ministro, e o próprio filho, João.
    A figura central era Rui Mateus, que detinha 60 mil acções da Fundação
    de Relações Internacionais (subtraída por Soares à influência do PS
    após abandonar a sua liderança), as quais eram do Presidente mas de
    que fizera o outro fiel depositário na sua permanência em Belém –
    relata Mateus em Contos Proibidos.
    Soares controlaria assim a Emaudio pelo seu principal testa-de-ferro
    no grupo empresarial.
    Diz Mateus que o Presidente queria investir nos média: daí o convite
    inicial para Sílvio Berlusconi (o grande senhor da TV italiana, mas
    ainda longe de conquistar o governo) visitar Belém.
    Acordou-se a sua entrada com 40% numa empresa em que o grupo de Soares
    reteria o resto, mas tudo se gorou por divergências no investimento.
    Soares tentou então a sorte com Rupert Murdoch, que chegou a Lisboa
    munido de um memorando interno sobre a associação a “amigos íntimos e
    apoiantes do Presidente Soares”, com vista a “garantir o controlo de
    interesses nos média favoráveis ao Presidente Soares e, assumimos,
    apoiar a sua reeleição”.
    Interpôs-se porém outro magnata, Robert Maxwell, arqui-rival de
    Murdoch, que invocou em Belém credenciais socialistas.
    Soares daria ordem para se fazer o negócio com este.
    O empresário inglês passou a enviar à Emaudio 30 mil euros mensais.
    Apesar de os projectos tardarem, a equipa de Soares garantira o seu
    “mensalão”.
    Só há quatro anos foi criminalizado o tráfico de influências em
    Portugal, com a adesão à Convenção Penal Europeia contra a Corrupção.
    Mas a ética política é um valor permanente, e as suas violações não
    prescrevem.
    Daí a actualidade destes factos, com a recandidatura de Soares.
    O então Presidente ficaria aliás nervoso com a entrada em cena das
    autoridades judiciais – episódio a merecer análise própria.

    A empresa Emaudio, dirigida na sombra pelo Presidente Soares, arrancou
    pouco após a sua eleição e, segundo Rui Mateus em Contos Proibidos,
    contava “com muitas dezenas de milhares de contos “oferecidos” por
    (Robert) Maxwell (…), consideráveis valores oriundos do “ex-MASP” e
    uma importante contribuição de uma empresa próxima de Almeida Santos.”
    Ao nomear governador de Macau um homem da Emaudio, Carlos Melancia,
    Soares permite juntar no território administração pública e negócios
    privados.
    Acena-se a Maxwell a entrega da estação pública de TV local, com a
    promessa de fabulosas receitas publicitárias.
    Mas, face a dificuldades técnicas, o inglês, tido por Mateus como “um
    dos grandes vigaristas internacionais”, recua.
    O esquema vem a público, e Soares acusa os gestores da Emaudio de lhe
    causarem perda de popularidade, anuncia-lhes alterações ao projecto e
    exige a Mateus as acções de que é depositário e permitem controlar a
    empresa.
    O testa-de-ferro, fiel soarista, será cilindrado – tal como há semanas
    sucedeu noutro contexto a Manuel Alegre.
    Mas antes resiste, recusando devolver as acções e esperando a
    reformulação do negócio.
    E, quando uma empresa reclama por não ter contrapartida dos 50 mil
    contos (250 mil euros) pagos para obter um contrato na construção do
    novo aeroporto de Macau, Mateus propõe o envio do fax a Melancia
    exigindo a devolução da verba.
    O Governador cala-se.
    Almeida Santos leva a mensagem a Soares, que também se cala.
    Então Mateus dá o documento a ‘O Independente’, daqui nascendo o
    “escândalo do fax de Macau”.
    Em plena visita de Estado a Marrocos, ao saber que o Ministério
    Público está a revistar a sede da Emaudio, o Presidente envia de
    urgência a Lisboa Almeida Santos (membro da sua comitiva) para
    minimizar os estragos.
    Mas o processo é inevitável.
    Se Melancia acaba absolvido, Mateus e colegas são condenados como corruptores.
    Uma das revelações mais curiosas do seu livro é que o suborno (sob o
    eufemismo de “dádiva pública”) não se destinou de facto a Melancia mas
    “à Emaudio ou a quem o Presidente da República decidisse”.
    Quem afinal devia ser réu?
    Os factos nem parecem muito difíceis de confirmar, ou desmentir, e no
    entanto é mais fácil – mais confortável – ignorá-los, não se confia na
    justiça ou porque não se acredita que funcione em tempo útil, ou por
    que se tem medo que funcione, em vida, e as dúvidas, os boatos, os
    rumores, a ‘fama’ persistem.
    E é assim, passo a passo, que lentamente se vai destruíndo de vez a
    confiança dos portugueses nas instituições.
    Por incúria, por medo, por desleixo, até por arrogância, porventura de
    fantasmas e até… da própria sombra.

    Ao investigar o caso de corrupção na base do “fax de Macau”, o
    Ministério Público entreviu a dimensão da rede dos negócios então
    dirigidos pelo Presidente Soares desde Belém. A investigação foi
    encabeçada por António Rodrigues Maximiano, Procurador-geral adjunto
    da República, que a dada altura se confrontou com a eventualidade de
    inquirir o próprio Soares.
    Questão demasiado sensível, que Maximiano colocou ao então
    Procurador-geral da República, Narciso da Cunha Rodrigues. Dar esse
    passo era abrir a Caixa de Pandora, implicando uma investigação ao
    financiamento dos partidos políticos, não só do PS mas também do PSD –
    há quase uma década repartindo os governos entre si. A previsão era
    catastrófica: operação “mãos limpas” à italiana, colapso do regime,
    república dos Juízes.
    Cunha Rodrigues, envolvido em conciliábulos com Soares em Belém, optou
    pela versão mínima: deixar de fora o Presidente e limitar o caso a
    apurar se o Governador de Macau, Carlos Melancia, recebera um suborno
    de 250 mil euros.
    Entretanto, já Robert Maxwel abandonara a parceria com o grupo
    empresarial de Soares, explicando a decisão em carta ao próprio
    Presidente. Mas logo a seguir surge Stanley Ho a querer associar-se ao
    grupo soarista, intenção que segundo relata Rui Mateus em Contos
    Proibidos, o magnata dos casinos de Macau lhe comunica “após consulta
    ao Presidente da República, que ele sintomaticamente apelida de boss.
    Só que Mateus cai em desgraça, e Ho negociará o seu apoio com o
    próprio Soares, durante uma “presidência aberta” que este efectua na
    Guarda. Acrescenta Mateus no livro que o grupo de Soares queria
    ligar-se a Ho e à Interfina (uma empresa portuguesa arregimentada por
    Almeida Santos) no gigantesco projecto de assoreamento e
    desenvolvimento urbanístico da baía da Praia Grande, em Macau, lançado
    ainda por Melancia, e onde estavam “previstos lucros de milhões de
    contos”.
    Com estas operações, esclarece ainda Mateus, o Presidente fortalecia
    uma nova instituição: a Fundação Mário Soares. Inverosímil? Nada foi
    desmentido pelos envolvidos, nem nunca será.

    As revelações de Rui Mateus sobre os negócios do Presidente Soares, em
    Contos Proibidos, tiveram impacto político nulo e nenhuns efeitos. Em
    vez de investigar práticas porventura ilícitas de um Chefe de Estado,
    os jornalistas preferiram crucificar o autor pela “traição” a Soares
    (uma tese académica elaborada por Estrela Serrano, ex-assessora de
    imprensa em Belém, revelou as estratégias de sedução do Presidente
    sobre uma comunicação social que sempre o tratou com indulgência.)
    Da parte dos soaristas, imperou a lei do silêncio: comentar o tema era
    dar o flanco a uma fragilidade imprevisível. Quando o livro saiu, a
    RTP procurou um dos visados para um frente-a-frente com Mateus – todos
    recusaram. A omertá mantém-se: o desejo dos apoiantes de Soares é
    varrer para debaixo do tapete esta história (i)moral da III República,
    e o próprio, se interrogado sobre o assunto, dirá que não fala sobre
    minudências, mas sobre os grandes problemas da Nação.
    Com a questão esquecida, Soares terminou em glória uma histórica
    carreira política, mas o anúncio da sua recandidatura veio acordar
    velhos fantasmas. O mandatário, Vasco Vieira de Almeida, foi o autor
    do acordo entre a Emaudio e Robert Maxwell. Na cerimónia do Altis,
    viram-se figuras centrais dos negócios soaristas, como Almeida Santos
    ou Ílidio Pinho, que o Presidente fizera aliar a Maxwell. Dos notáveis
    próximos da candidatura do “pai da pátria”, há também homens da
    administração de Macau sob a tutela de Soares, como António Vitorino e
    Jorge Coelho, actuais eminências pardas do PS, ou Carlos Monjardino,
    conselheiro para a gestão dos fundos soaristas e presidente de uma
    fundação formada com os dinheiros de Stanley Ho.
    Outros ex-“macaenses” influentes são o ministro da Justiça Alberto
    Costa, que, como director do Gabinete da Justiça do território,
    interveio para minorar os estragos entre o soarismo e a Emaudio, ou o
    presidente da CGD por nomeação de Sócrates, que o Governador Melancia
    pôs à frente das obras do aeroporto de Macau.
    Será o Polvo apenas uma teoria de conspiração?
    E depois, Macau, sempre Macau.

    Gostar

  229. 16 Novembro, 2009 02:00

    «Cândida Almeida: No centro do turbilhão
    Coordenadora do Departamento Central de Investigação e Acção Penal (DCIAP). Foi membro da
    comissão de honra da candidatura de Mário Soares à Presidência da República nas eleições
    de 2006.»
    http://www.dossiers.publico.clix.pt/noticia.aspx?idCanal=2708&id=1365180

    Gostar

  230. Açoriano permalink
    16 Novembro, 2009 02:06

    Albuquerque:

    Tu és um comuna socretino!

    Eh! tai asno!

    Gostar

  231. patetao permalink
    16 Novembro, 2009 02:28

    Este fórum já enjoa,
    aqui é partido único, ou seja Partido Anti-Sócrates.
    Quem ousar dialogar com civismo, com educação, com profundidade de análise e não com a superficialidade das críticas que fogem à razão e ao insulto..é logo difamado e insultado!
    E querem convencer as pessoas de quê?!
    Um bronco só consegue convencer broncos;
    Um inteligente consegue convencer todos.
    Aqui, com honrosas excepções..só há broncos, a começar pelos autores do blog! É cada cavalgadura que até dá pena. Tenho pena de vos ver tão broncos, mas lá está, na sociedade os broncos também são preciso para servir os inteligentes. É a vida!

    Vocês não aprenderam nada com as eleições, não aprenderam que o povo castigou o botabaixismo que os vossos partidos usaram como mensagem levou as pessoas à exaustão. E continuais no mesmo diapasão!
    Continuai, continuai, enquanto isso nós vamos gerindo o país com vitórias como foi o recente brilharete da Economia Portuguesa, que foi o 1º a sair da Crise Mundial e teve o melhor desempenho Europeu! Crescemos 0.9%!
    Afinal as políticas Anti-Crise do “Pinóquio” deram resultados!!

    Gostar

  232. LÚCIO permalink
    16 Novembro, 2009 02:41

    Oh Patetão, o que cresceram foram as dívidas e o nariz do Pinóquio.

    Vai-te deitar, oh palerma!

    Gostar

  233. patetao permalink
    16 Novembro, 2009 02:51

    Lúcio, sai de cima do bonequinho de pau.

    Gostar

  234. LÚCIO permalink
    16 Novembro, 2009 03:09

    Oh Patetão, julgas que estás na Casa Pia Rosa?

    Gostar

  235. Marcus Aurelius permalink
    16 Novembro, 2009 03:25

    Anónimo disse
    15 Novembro, 2009 às 11:54 pm

    Foi corrido do Sol

    É o mesmo que assina “Aqui Estou”

    http://sol.sapo.pt/Msgs/default.aspx?MessageID=74

    Então o INTRUJÃO é o mesmo? Então sofre da patologia do seu do DONO CORRUPTO? Esse cromo escreve sempre da mesma forma como um CÃO RAFEIRO em toda a WEB a defender o CÃO RAFEIRO Nº1. Achas que o Patetão “Aqui Estou” Pis-coiso está metido numa destas merdas? Desconfio que um dos nomes que aqui refiro deve pertencer ao PATIFE.

    Top 15 das Cruzinhas Milionárias que o Pinokrates tem de carregar

    1-Street Gate: a grande estrada por onde circulam os milhões que desaparecem dos bolsos dos contribuintes

    2-Ota Gate: o aeroporto fantasma de onde levantaram voo milhões em estudos e relatórios

    3-Freeport Gate: o Outlet dos milhões bio-degradáveis que desapareceram com o Ambiente

    4-Independent Gate: a fábrica de carimbos, onde milhões de Euros deram lugar a milhões de Inginheiros

    5-Off-Shore Gate: a repartição de Finanças das Ilhas Virgens, onde se compram casas de milhões por poucos tostões

    6-Robin-Hood Gate: a gasolineira que dá milhões aos Xerifes, por aumentar o combustível enquanto o Crude baixa

    7-Fortune Gate: a Slot-machine que dá milhões aos Xerifes bancários, enquanto o Robin dos Bosques vigia as gasolineiras

    8-Kagalhanes Gate: o portátil da MerdoSoft que custou milhões para ser montado na Saca Couto, e é vendido por tostões na Feira da Ladra

    9-Solar Gate: a grande central que transforma milhões de Watt da Amareleja em milhões de Euros espanhóis

    10-TGV Gate: a grande forma de fazer desaparecer milhões a Alta Velocidade entre Lisboa e Madrid, pelo mesmo preço da viagem de ida e volta noutro transporte qualquer

    11 – Cova da Moura Gate: o patrocínio com cupões do Jumbo para a contrução da Estação de Tratamento de Resíduos Sólidos (ETRS) da Associação de Municípios da Cova da Beira (AMCB)

    12 – Projectos de edifícios na Guarda Gate: 27 casas do Ikea com a assinatura de José PINÓCRATES

    13 – Sovenco Bombas de Gasoil ou Petroil Gate: Desvio de milhões em Pneus, jantes e estações de serviço do CORRUPTO com ajuda dos irmãos e camaradas/sócios METRALHA: Manuel Simões como orientador, depois o empresário socialista Sobral de Sousa, acusado no “caso da mala” , Armando Vara e Rui Vieira (dirigente nacional do PS e marido de Edite Estrela) no início dos anos 90

    14 – Edifício Heron Castilho: escritura notarial que identificava a empresa Stolberg Investiments Limited, uma offshore sediada nas Ilhas Virgens Britânicas que vendeu o apartamento no Heron Castilho, em Lisboa, a Maria Adelaide Carvalho Monteiro, mãe do primeiro-ministro TRAFULHA!!!

    15 – Face Oculta Gate: VARA – PINÓQUIO SOCRETINO CORRUPTO – BCP – JOAQUIM OLIVEIRA – TVI – MARCELINO – JN – OFFSHORES – NORONHA DO NASCIMENTO – ONGOING – AFASTAMENTOS – ENVELOPES – FOTOS – SUÍNOS – MAIOR ESCÂNDALO NACIONAL

    Realização: Pinokrates Minto de Sousa

    Assistentes de Realização: Pino e Lino

    Produção: Marmota e Engil

    Assistente de Produção: Clone Pereira Socretino, Ministro das SS » Arthur Sylvie Saint, Jorge Rabbit, Jorge Lacaio, Armando Tara, Paulo Pedroso, Vieira da Silva, José Lolita, FranQUISTO de Avis e restante pilantragem

    Efeitos Especiais: Norronha do Esquecimento,João Pedroso, Marinho Pito aos Saltos, Joaquim Roubalheira, Marcelino Gago, Cândida Almeida Branca Flor, Moita Azores e Panasca Peruca Careca Júdice

    Luz e Som: MP e Pinto Loureiro das Beiras

    Patrocínios: Contribuintes de Portugal

    Agradecimentos Especiais: Eleitores Rosa, Pedófilada, Gangs do Crime Organizado, Claques de Futebol, Monhés, Poetas Com Reformas Milionárias, Comentadores Deficientes Mentais da CS Sabuja, Avençados Socretinos da Comunidade Virtual, Piscologos Rabetas, Prostitutas das Lojas Chinesas dos Rituais do Whiskey Escocês e Champanhe Francaise e Grande Estação Púbica RTS (Rádio Televisão Socretina ou Ratos Toupeiras Socretinas)

    Estúdios Jamé 2009

    Gostar

  236. tina permalink
    16 Novembro, 2009 08:27

    “Portugal tirou-me tudo.”

    Aconteceu e acontece ainda a muita gente. São os corruptos do Estado socialista que vivem à grande e à francesa à custa do dinheiro dos contribuintes e que através de cunhas conseguem os melhores cargos para os seus. Viverão bem para sempre através da sua rede de conhecimentos e corrupção contínua, e os outros terão que emigrar. Fingem preocupar-se muito com os pobres, mas estão-se completamente nas tintas para os emigrantes, até o voto lhes queriam cortar. O seu modo de governar é uma farsa total, é dirigida a manter os seus lugares no poder mesmo com deterioração da situação do país. Por isso Portugal regride continuamente sob a governação socialista.

    O caso de Armando Vara, um grande corrupto e grande amigo pessoal do Primeiro Ministro, ilustra exactamente isto tudo.

    Gostar

  237. Zenóbio permalink
    16 Novembro, 2009 08:32

    “O que é certo é que nem o Procurador de Aveiro nem mais nenhum se atreverão a denunciar uma escuta nem que nela Sócrates confesse ter morto um homem ou roubado a Caixa Geral de Depósitos.”

    A intenção é essa: acovardar todos os que podem desmascarar o regime mafioso do clã Sócrates.
    Isto só se resolve à bala!

    Gostar

  238. Anónimo permalink
    16 Novembro, 2009 08:36

    boa imagem dos “portugueses cornos” que habitam este país.

    Gostar

  239. jaleko permalink
    16 Novembro, 2009 09:57

    #215

    Continua a fazer a greve de fome mas vai morrer longe para não sentirmos o teu cheiro.

    Gostar

  240. 16 Novembro, 2009 10:11

    Compreendo esta procissão de frustrados, com o estômago às voltas, depois de meses a engolirem cabalas que eram apenas espinhas.

    Gostar

  241. Persa permalink
    16 Novembro, 2009 10:17

    Tina

    repara que em política, como dizia o ditador, o que parece é.

    A confiança dos cidadãos naqueles que têm o monopólio da força física (o estado, através da PSP, GNR, PJ, ASAE, Forças Armadas) é essencial.

    Não se trata de eleger um criminoso de 4/4 anos.

    Trata-se de um acordo social que levou à criação do estado para impedir a lei do mais forte, a anarquia e o terror.

    Back to basics é dissso que se trata.

    CONFIANÇA mínima do estado. Governo, AR, PR, poder judicial.

    Essa confiança mínima não exige que quem exerce esses cargos sejam homens extraordinários. Exige que na hierarquia predominem homens capazes e decentes.

    Não precisam de ser génios e santos.

    Pode-se discordar do estado e manter-se uma confiança mínima no mesmo.

    Agora quando 2 poderes públicos se acusam mutuamente de crime e o fazem em público (aos olhos do mundo) perde-se a confiança mínima.

    Ou o Governo é corrupto e tenta destruir a justiça para escapar impune ou a justiça está dominada por uma associação criminosa determinada a derrubar o governo legítimo.

    A Justiça tem gravações que diz serem entre o PM e um amigo corrupto. O PM diz que faz muito bem em telefonar aos seus amigos corruptos. A Justiça diz que o PM combinava / dizia coisas que perfiguravam crime grave.

    A justiça tem provas factuais.

    O Governo fez uma lei para se proteger da justiça (dado o caso Casa Pia), tenta que se destruam as provas contra si e acusa a justiça de crime organizado.

    Ou o PM apresenta provas de que a justiça é uma organização criminosa ou tem de ser demitido.

    Gostar

  242. Remígio permalink
    16 Novembro, 2009 10:21

    tina disse
    16 Novembro, 2009 às 8:27 am
    “Portugal tirou-me tudo.”

    Não ligue,não passa de um anormal que quer independência dos Açores,para transpor para as ilhas a vigarice e filha-de-putice que se instalou por cá,enquanto parasita o povo.Além disso é mentiroso.

    Gostar

  243. Karl Março permalink
    16 Novembro, 2009 10:35

    Persa disse
    16 Novembro, 2009 às 10:17 am

    Estou de acordo.
    Se reparam nas afirmações de qualquer um dos gangs parlamentares,é fácil verificar que eles não estão preocupados com a corrupção,apenas com as suspeitas!
    Eles falam apenas do clima de suspeição,porque querem acabar com ele rápidamente,para poder continuar a roubalheira e o abuso dos meios do Estado.
    Para calar o clamor que se começa a elevar,estão dispostos a produzir uns pacotes legislativos de cosmética.
    Afinal é preciso que alguma coisa mude para que tudo fique na mesma.
    Todas as figuras que foram laureadas por grandes feitos (palratórios) contra a ditadura meteram a viola no saco perante este domínio do crime organizado.Isto mostra a sua fibra,não passam de aldrabões e oportunistas.A estatuária do regime tem pés de barro.

    Gostar

  244. Critico permalink
    16 Novembro, 2009 10:36

    Este pais continuará na mesma enquanto os valores em primeiro plano forem os de interesses pessoais e não colectivos,tantos ouros desaparecidos, foram os cofres cheios do pré 25 de Abril, os fundos comunitários da CEE, pergunto-me onde foram? Era ver tais quantias de dinheiro terem sido usadas de forma transparente e hoje possivelmente a economia não estaria como está, ou estaria mais atenuada. Quanto a corrupções, não acredito que tal caso surta alguma sentença, tal como tantos outros, este enorme molusco evita toda e qualquer machadada. Dificilmente vejo este estado de coisas onde a honra desapareceu a erguer a cabeça.

    Não seria o objectivo de um Estado falar pelo povo? De exercer o poder tendo em conta os interesses colectivos? Hoje em dia escolhe-se apenas um mal menor, não alguém que suba pelo mérito.
    O que falta é transparência, que deveria ser em tudo,mas tal palavra é omitida do dicionário. Mas lá vem a máxima, “Quem não deve não teme”.

    Gostar

  245. 16 Novembro, 2009 14:12

    # 233

    patetao,

    Tem de fazer uso de subtileza e ser mais convincente na argumentação.

    Desta forma, muito facilmente se denuncia como paneleiro.

    Gostar

  246. Golp(ada) permalink
    16 Novembro, 2009 14:28

    Estes excrementos vulgo, Piscoisa, AquinãoEstou e Patetóide ainda aqui defendem o rei que vai nú.

    O Blasfémias não puxa o autoclismo a esta diarreia?

    (crónica dum país a saque)

    Gostar

  247. Outside permalink
    16 Novembro, 2009 14:49

    AI PORTUGAL PORTUGAL, DO QUE É QUE TU ESTÁS À ESPEEEEEEERA ???

    Sussura-se, fala-se, comenta-se, POSTA-SE, discute-se, desgosta-se de rosas e laranjas, axuis e vermelhos…

    ESTA NÃO É A VOSSA CÔR ?? Não se revêm na tonalidade da Vossa (suposta) côr ???? Preferiam mais escura ou leve o corante aplicado ?

    JUNTEM-SE, UNAM-SE, MAS TODOS, COMO POVO EXPROPRIADO E ENGANADO, COMO MOVIVENTO POR UM MELHOR PORTUGAL, UMA MELHOR CIDADANIA, UMA CORRECTA E JUSTA, JUSTA JUSTIÇA !!!

    AI PORTUGAL PORTUGAL, DO QUE É QUE TU ESTÁS À ESPERA ???

    p.s: O problema é que, como escreveu o E.Lourenço numa póstuma crónica do Público, esta re-invenção do “ser cidadão português” é necessidade transversal e longitudinal a todos nós, e continuamos a ver sempre os defeitos alheios e a omitir, negligenciar as nossas falhas para com uma sociedade que é a nossa!

    Seria fácil demais, simples demais que os erros e falhas se encontrassem só na classe política e empresarial do país, fazemos todos parte desta magnifica e abominável teia de compromissos e interesses que não servem nem pretendem, servir um bem comum, nós povo, nós nação (com imigrantes e emigrantes), nós Portugal!

    Gostar

  248. Euroliberal permalink
    16 Novembro, 2009 15:50

    Mal alembrado, esta historieta faz-me recordar a daqueli alentejano que encontrando a mulheri em pleno acto com um desconhecido ao chegar a casa sem prevenir, abanou a cabeça resignadamente e exclamou:

    ” Ai mulheri, com tanta modernice, ainda ti heidi veri a fumari…”

    Gostar

  249. 16 Novembro, 2009 18:23

    # 251 e # 252

    Lili

    Tudo bons rapazes

    Ena! Ena!
    O “personage” faz uma crítica totalmente demolidora ás políticas do (des)governo.
    No mês(es) seguintes, o MESMO “personage” é deputado pelo partido político que apoia esse (des)governo e escreve a crónica, totalmente embevecido, sobre “os pavões” do senhor presidente do conselho (…)

    Muito esclarecedor. Muito esclarecedor.
    Sobre a rapaziada …!

    Gostar

  250. monaliss permalink
    16 Novembro, 2009 19:33

    Ah ah ah….. o pior cego é aquele que não quer definitivamente ver nada…

    http://amonaliss.wordpress.com/

    Gostar

  251. 16 Novembro, 2009 20:53

    ética republicana
    Para Mário Soares, o caso “Face Oculta” é, politicamente, um «problema comezinho».

    Claro que é: suspeitas de crime de atentado contra o Estado de Direito, de manipulação de concursos públicos, de corrupção e tráfico de influências, etc…

    Uma reacção que não surpreende. Aliás, como não considerar os alegados honorários de 10 mil euros muito, mas mesmo muito comezinhos?
    http://www.31daarmada.blogs.sapo.pt/3445371.html

    Gostar

  252. Socrates de Atenas permalink
    17 Novembro, 2009 00:19

    Muitos papagaios por aqui, o que é isso de estado de direito, ele existe ????

    Gostar

  253. Euroliberal permalink
    17 Novembro, 2009 13:54

    # 83 Isabel Moreira (post do CAA “prós e contras”, onde estou bloqueado…)

    Você é uma demagoga atrevidota e teve muita sorte em eu não estar no debate …saia de lá reduzida à sua insignificância, mais as suas teses decadentes e fracturantes da coesão social.

    Não há aqui conflito de bens constitucionais, como no caso do aborto ? Ora essa, o conflito com o bem “vida” ainda é maior que no caso do aborto. Neste envolve uma pequena percentagem da natalidade anual, mas no caso do aviltamento do bem família, célula primordial da sociedade e da sua perenidade, através de construtivismos de género delirantes, como este dos casamentos e adopções gay, começa a ameaçar de imediato, no ocidente decadente enfrentando catastróficas quedas de natalidade, causar a insustentabilidade do sistema de segurança social e de pensões e, a prazo não muito longo, um verdadeiro suicídio das nossas sociedades.

    Bizâncio nos estertores finais da sua decadência e já cercada pelos otomanos discutia o sexo dos anjos, o ocidente anómico, relativista e nihilista de hoje discute o casamento dos gays…

    Quando falo de família, refiro-me evidentemente à família heterossexual, monogâmica e exogâmica, a única verdadeira família, e em todo caso a única que deve relevar para o direito estadual, que não se deve ocupar totalitáriamente de certificar e registar a vida amorosa e sexual dos cidadãos, a não ser no quadro da instituição casamento, pela qual se organiza e disciplina socialmente o sobrevivência da espécie e a educação e socialização das novas gerações (fim social de primordial importância).

    Ridicularizar e macaquear o casamento com fantochadas gay é destruir a célula de base, já muito abalada, da sociedade em que vivemos, o casamento e a família. Só o egocentrismo de certas minorias sexuais socialmente irresponsáveis, agitando sistematicamente o papão de imaginárias homofobias, não permite vislumbrar tal perigo.

    Quem reduz o casamento aos “afectos”, necessáriamente efémeros, inconsequentes, caprichosos, instáveis, NÃO PERCEBE a verdadeira natureza do casamento como instituição jurídica.

    Tida esta em conta, logo se torna claro que os estéreis gays não devem ter acesso ao casamento (podendo-o ter a uma união civil registada), e que NÃO há nenhuma discriminação nisso, porque o principio da não discriminação apenas impõe que se tratem igualmente situações semelhantes, mas não situações não análogas.

    Gostar

Trackbacks

  1. “Fica sempre aquela dúvida…” « O Insurgente
  2. O corno, o Presidente da Républica e os amigos destes « A penúltima gota…

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: