Saltar para o conteúdo

Agência Europeia de Temperatura

3 Fevereiro, 2010
by

À atenção dos pensadores do Bloco. Vamos criar uma Agência Europeia de Temperatura. É tempo de combater a descredibilização a que têm sido sujeitos os termómetros, que por especularem temperaturas bem diferentes das desejáveis, têm condicionado negativamente muitos países, ocultando até as verdadeiras consequências do aquecimento global. Muitas regiões estiveram este Inverno debaixo de frio intenso, ao seguir sem critério os ditames dos termómetros. Esta situação poderia ter sido evitada se uma Entidade Reguladora tivesse estabelecido normas de temperatura menos crio-especulativas. Mais, o actual modelo de temperaturas é estranhíssimo, porque os institutos meteorológicos são pagos pelos serviços que prestam – incompreensível. “Prestam serviços em causa própria!”.

Além disso, os países não podem nem devem estar sujeitos a alterações climáticas no Inverno e a aquecimento global no Verão. Com uma Agência Europeia de Temperatura, poderíamos estabelecer máximos e mínimos e assim evitar os fenómenos extremos, com grandes vantagens para todos. O que se assiste no clima, como em muitos outros sectores, é a uma evidente falha de mercado. O clima tem estado sujeito à neo-meteorologia selvagem que urge combater.

O comportamento dos termómetros é de permanente destabilização, de constantes alterações nas medições, isto é, estão a ter uma política de ‘stress’ sobre as regiões para criar flutuações em que alguns especuladores conseguem obter mais-valias de curtíssimo prazo”, vendendo ares condicionados, sobretudos, guarda-chuvas e aquecedores.

Recomenda-se ao governo que “promova a proposta de criação de uma entidade de temperatura, de âmbito europeu e sujeita a regulação pública, no quadro das instâncias comunitárias competentes, como agência independente dos termómetros, institutos meteorológicos e dos interesses particulares”

Anúncios
17 comentários leave one →
  1. Observador da decadência permalink
    3 Fevereiro, 2010 14:58

    Este post foi influenciado por algum humorista tipo aqueles, “stand up comedy”?
    É que se a intenção é séria eu não percebi muito bem.

    Gostar

  2. 3 Fevereiro, 2010 15:05

    Olhe uma coisa: não existe já uma tal ERC, comandada por dois gajos dos Porto – o refulgente Azeredo e o inteligentíssimo Elísio -, que, às ordens do falso engenheiro, põem e dispõem sobre o que os jornais, as rádios e as televisões podem ou não podem divulgar?
    Basta, portanto, que o dito falso engenheiro determine aos cérebros da ERC que a comunicação social passe a poder publicar apenas previsões de temperatura dentro do leque permitido.
    Penso ser a solução, não acha?

    Gostar

  3. Antonio permalink
    3 Fevereiro, 2010 15:07

    Ahaha, Bastiat redux.

    Gostar

  4. Anónimo permalink
    3 Fevereiro, 2010 15:11

    O discurso típico do ignorante. Está frio em muito lado ? Está. Tal como esteve em Novembro calor invulgar em muitos lados também. Aqui em Portugal nem tem estado muito frio, até anda uma depressão tropical entre a Madeira e o Algarve, o que é um bastante estranho para Janeiro. Quer os senhores do Bloco, quer as senhoras Helenas, vivem disto, desta retórica, afinal ganham a vida com quê ? Ganham a vida a falar dos disparates de uns e outros. Seria uma grande perca para os próprios se este folclore não existisse. Para nós seria um alívio. Entidade reguladora, talvez, a do disparate, para extinguir uns e outros. Ao menos que o disparate pagasse imposto, já seria um progresso.

    Gostar

  5. JJPereira permalink
    3 Fevereiro, 2010 15:15

    Na “mouche” – e , q.e.d.,faz espernear os anacletos …

    Gostar

  6. Anónimo permalink
    3 Fevereiro, 2010 15:24

    Uma Agência da Temperatura?
    Acho que sim.
    Hoje de manhã o meu chá estava um bocado frio.

    Gostar

  7. 3 Fevereiro, 2010 15:32

    Meus Deus, como se nota à légua a estupidez destes anónimos socretinos!

    Gostar

  8. Marafado de Buliquei-me permalink
    3 Fevereiro, 2010 15:35

    Gostar

  9. 3 Fevereiro, 2010 16:03

    A comparação entre a entidade “controleira” das agências de rating e a meteorologia, está bem pensada, mas não resiste. As alterações climáticas podem influenciar comportamentos nos cientistas ligados à meteorologia. Mas as opiniões das agências de rating, podem influenciar os mercados. Ou seja, é precisamente o contrário do que se pretende com o exemplo do texto. E aí é que está o problema…

    Gostar

  10. patcholi permalink
    3 Fevereiro, 2010 16:20

    #4
    Vai-te foder! Vai enganar meninos para outra banda.

    Gostar

  11. Atoleiro permalink
    3 Fevereiro, 2010 16:26

    Ora diga lá quantas vezes o dita cuja depressão tropical anda ou andou entre os allgarves e a madeira desde que há registo?
    E quando mencionar o novembro fale antes do de 2008 que foi um dos mais frios que há registo porque isto de falar quando eles são mais quentes só é batota.
    Disparate por disparate é falar de coisas per si e vc dá uma boa ajuda.
    Dá um ar de sabidolas e incorre na chafurdice.

    Gostar

  12. Anónimo n.º2 permalink
    3 Fevereiro, 2010 20:41

    #7, “Analista”, então e o que se nota de comentários como o do #10 ?

    Gostar

  13. 3 Fevereiro, 2010 20:42

    Nada disso. Se estão com frio, leiam o novo livro do Nobel Pachauri. Para quem não sabe do que falo, vejam em http://ecotretas.blogspot.com/2010/02/nobel-pornografico.html
    Ecotretas

    Gostar

  14. 3 Fevereiro, 2010 22:54

    Em Novembro de 2007 postei sobre isso e cada vez mais estou convicto da campanha histérica a que estamos a ser sujeitos.
    http://vilaforte.blog.com/2007/11/04/sera-o-aquecimento-global-uma-fraude/

    Gostar

  15. 4 Fevereiro, 2010 01:03

    Grande posta.
    Contra o neo-meteorologismo selvagem, marchar, marchar!

    Gostar

  16. 4 Fevereiro, 2010 02:08

    Não fazia ideia que o sol tinha contratado meterologistas. E que estes podiam dar uma ajudinha no termómetro só para o dia parecer mais soalheiro. E que isso, no fim, até afectava mesmo a temperatura.

    Gostar

  17. A. R permalink
    4 Fevereiro, 2010 09:54

    Por uma calibração dos termómetros feita pelo Sr. Pachauri; por uma ciência de palpites; pelo acreditar mais que pelo provar;

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: