Saltar para o conteúdo

Porquê tanta pressa?

8 Maio, 2010
by

Neste momento, estará a decorrer a assinatura do contrato de concessão do troço Poceirão – Caia do TGV. Isto depois de Sócrates ter ontem em Bruxelas “virado o bico ao prego” (sabe-se lá se por pressão da Comissão Europeia ou por “chantagem” de Teixeira dos Santos), disponibilizando-se para adiar as grandes obras “com excepção das que já tiverem sido adjudicadas”.

Quer-me parecer que os compromissos se estabelecem com a assinatura de um contrato, pelo que se pode questionar a pressa em contratualizar já a obra do  TGV que, à semelhança de outras já em curso, será fatalmente paralisada por falta de financiamento.

Seria de todo o interesse  que o contrato hoje assinado fosse tornado público, designadamente as cláusulas de penalização por incumprimento. Um assunto que deveria merecer a atenção do Parlamento, do Tribunal de Contas e da Procuradoria.

21 comentários leave one →
  1. Anónimo permalink
    8 Maio, 2010 11:48

    .
    Agora que toda a gente sabe que o custo dos TGV’s vai cair a nivel mundial é que assinam este Contrato muitissimo mais caro ?
    .
    Harmony and Ambition
    China’s Cut-Throat Railway Revolution
    http://www.spiegel.de/international/world/0,1518,692969,00.html
    .
    Porquê ? Algumas duvidas,
    .
    Estamos perante uma desobediencia publica dum Ministro perante o 1º Ministro ? Dum abuso de funções publicas ? De uso pessoal de cargo publico visto o 1º Ministro, quem manda no Governo, ter assumido publicamente o contrário ? Quem vai ser demitido ?
    .
    Só pergunto.

    Gostar

  2. anónimo permalink
    8 Maio, 2010 11:49

    aliás o país deveria ser governado pela assembleia, as comissões de estética fiscalizavam e a comunicação social fazia os programas.

    Gostar

  3. Anónimo permalink
    8 Maio, 2010 13:09

    Pode o TGV ser o Freeport de 2010? Vindo de um partido que abraça o roubo em plena AR, nada espanta.

    Gostar

  4. João Fernandes permalink
    8 Maio, 2010 14:36

    Em Bruxelas toda a gente sabe que o Sócrates é um mentiroso.
    A começar pela Comissão e acabando na Angela Merkel.

    Gostar

  5. Sal&Pimenta permalink
    8 Maio, 2010 14:53

    .
    É assim, impõe-se neste momento que se force seja mostrado ao País, afinal quem é que está ao lado de quem, quem trai, e quem não está ao lado de quem.
    .
    Se a Oposição não avnaçar esta semana com uma Moção de Desconfiança para obrigar a que PC e BE se definam, ou derrubam ou apoiam o Governo.
    .
    Mesma que os promotores da Moção de Desconfiança percam à força dessa treta ‘de nem votar Sim nem Não’: Os Cidadãos, Familias e Empresas sabem bem distinguir ‘quem nem f.d. nem sai de cima.
    .
    É o maior serviço que se pode prestar neste momento a Portugal. Perca ou ganhe a Moção de Confiança na AR, ganha sempre no País.
    .
    Se a Oposição nada fizer, a ‘rua’ concerteza vai fazer. É a ordem natural das coisas, essa dos ‘brandos costumes’ no Tempo de HOJE só nos romances de cordel.
    .

    Gostar

  6. EstrateGil permalink
    8 Maio, 2010 15:45

    Qual Rua.
    Não pode ser uma Avenida?

    Gostar

  7. lucklucky permalink
    8 Maio, 2010 16:35

    O PSD e CDS mostram mais uma vez como são inúteis.

    Quanto aos Portugueses deviam boicotar cada Empresa que faça parte do TGV.

    Gostar

  8. @75% permalink
    8 Maio, 2010 18:20

    Porquê tanta pressa…?! Ora, ora… trata-se do TGV, nê?!… sempre a abrir!

    Gostar

  9. António Coelho permalink
    8 Maio, 2010 19:13

    É claro que todos compreendemos que para o ego de Sócrates que a todo o custo tinha de deixar uma obra de regime, tinha imperiosamente de fazer o TGV para Madrid!É humanamente compreensível. Um provinciano, metido a politico de Lisboa, com diploma de engenheiro conseguido manhosamente através de amigos devidamente colocados, militando no partido certo, o da situação, depois de um pequeno engano à partida, quando palermamente, se inscreveu no PSD, tinha de , forçosamente, deixar obra com o seu nome!O TGV!E logo para Madrid, a capital da Ibéria!Temos todos de compreender e pagar a factura respectiva, ou com aumento de impostos ou com diminuição de prestações sociais. É um sacrifício que se justifica. Um nosso concidadão precisa de protagonismo e vindo de baixo como ele veio e atingindo o topo, tudo merece!Se temos de nos sacrificar é por uma boa causa.

    Gostar

  10. J.F.Transmontano/Beirão permalink
    8 Maio, 2010 19:14

    Este TGV a ligar Lisboa a Madrid seria a ultima coisa que um governo patriota e responsável faria devido ao perigo que represente para nós tanto económica como politicamente, ainda por cima no actual cenário económico.

    O gaijo da RAVE que fez este estudo do TGV pode ter a certeza que ou Portugal desaparece como pais que é o objectivo desta obra, ou então no dia ek que os ingleses nos derem uma mãozinha este tipo vai sentar o cu no mocho, quem fez um estudo destes só pode ser mais um iberista pró-espanhol, que faz o que do traidor iberista do IBERÓCRATES(sócrates)lhe manda, e em relação ao TGV ficam aqui alguns esclarecimentos para os menos informados sobre esta ataque á nossa soberania que é este TGV.

    Sendo assim , vejam onde chega a traição aos interesses nacionais, a linha tem logo o grave defeito de não estar preparada para transporte de mercadorias, sendo só para passageiros, estando a ser feita por ordem deste ignóbil da rave uma segunda linha paralela a esta para transporte de mercadorias na dita bitola ibérica, eu prefiro chamar-lhe luso espanhola, ou seja, estupidez a dobrar, uma linha de TGV para passageiros e uma ao lado para mercadorias, gastos a dobrar.

    Para o futuro está pensado que linha possa a vir a transportar mercadorias, pensado apenas, contudo a linha de madrid a barcelona não foi pensada nem dimensionada ao nível estrutural para mercadorias, conclusão para podermos meter mercadoria em frança, os espanhóis teriam que reforçar todos os viadutos e pontes entre barcelona e madrid para as mercadoria portuguesas passarem.

    Esperam sentados.

    A espanha nunca vai fazer isso, porque a espanha quer-nos impedir a todo o custo de aproveitar a nossa frente de mar e os nossos portos para meter mercadoria na europa, porque isso daria dinheiro a Portugal, e eles querem o contrário, prejudicar e empobrecer Portugal o mais possível.

    Sendo assim, vamos gastar um balúrdio destes numa linha de TGV que nunca vai levar mercadorias para a europa, que era o que nos poderia interessar e basicamente estamos a permitir que os castelhanos nos coloquem aos nivel das suas capitais de região, aceitando este modelo de TGV em estrela e medridocentrico, e que nunca será rentável.

    Sendo assim, e mediante este quadro penso que já muitos portugueses se aperceberam que somas governados por gente alinhado com os interesses espanhóis, uns já confessados e outros vão-se confessando aos poucos, dispostos a alieNar a nossa soberania ao fim de quase 900 anos.

    E sendo assim e para quem ainda tem duvidas quanto as reais intenções deste TGV eu relembro aqui algumas afirmações feitas por membros do governo e pessoas a este ligadas nos últimos anos, e amplamente noticiadas pela comunicação social.

    Logo em 2005, ouvimos o primeiro ministro dizer que a sua principal prioridade era a Espanha, Espanha, Espanha, depois em 2006 o ministro das obras publicas à época, Mário Lino na apresentação do TGV na Galiza confessou-se iberista e disse que a ibéria perseguia Portugal.

    No ano passado em plena campanha eleitoral o ministro dos negócios estrangeiros, o maçonico do Luís Amado disse em Pombal que o futuro de Portugal passa pela ibéria, vejam bem onde é que isto está a chegar.

    Nessa mesma altura tivemos também a afirmação do senhor Ricardo salgado do BES que disse que o TGV é fundamental para estruturar a ibéria, banqueiro este que nos documentos estatisticos do seu banco define Poertugal com parte de ibéria, se colocaram estes tópicos no google irão perceber o que eu quero dizer:
    ” BES triangulo iberia, Brasil, Angola”

    Finalmente eu ouvi em directo na sexta feira passada no expresso de meia noite da sic noticias da boca do senhor Luís Nazaré, economista e um dos subscritores do manifesto em defesa das grandes obras públicas que o TGV serve para nos ligar ao centro da ibéria, só por isto este gaijo merecia que o Vieira lhe retirasse o cartão de sócio e o expulsasse do cargo que ocupa no Benfica, um traidor deste não merece ser dirigente do Benfica, ou seja, parece já fazemos parte de um hipotético pais de nome ibéria com capital em Madrid, falta apenas passarmos a fazer de jure.

    Mediante tudo isto, eu ainda pergunto se realmente há alguém nestes pais que ainda acredite naqueles argumentos falaciosos do primeiro-ministro de que o TGV serve para diminuir a nossa periferia e é feito para nos ligar ao centro da Europa?
    Este TGV é a maior fraude dos últimos séculos em Portugal, e é basicamente uma obra de subalternização de Lisboa em relação a Madrid, com o objectivo de colocar Lisboa ao nível de qualquer uma das capitais regionais espanholas, como Barcelona, valência, Sevilha, ou Bilbau, com o objectivo claro e declarado de reduzir a bolsa de Lisboa insignificância, de endividar Portugal, e de fazer um as multinacionais que ainda se encontram em Lisboa para quês e mudem de armas e bagagens para Madrid assumindo a designação ibérica, empobrecendo ainda mais Portugal e diluindo cada vez mais a fronteira entre Portugal e Espanha, sendo o TGV sem duvida alguma um dos instrumentos usados para levar á perca de independência de Portugal a médio prazo, esta é que é a verdade, verdade esta que ninguém diz aos portugueses.

    Eu também pergunto se este TGV algum dia vai ser rentável, quem é que vai deixar de apanhar um avião para qualquer uma das capitais europeias por uma bacatela nas low costs para dar um balúrdio por um bilhete de TGV que custara 4ou5 vezes mais, e que demorara uma eternidade, só se for um maníaco dos comboios.

    Com isto eu não quero dizer que Portugal não deva estar ligado á rede europeia por TGV no futuro, deve sim, mas essa ligação á Europa deve ser feita pelo caminho mais curto em direcção ao Pirinéus, à França, ou seja, pelo chamado corredor Vilar Formoso, Valhadolid, Irun-França, ligação esta para passageiros e mercadorias e que nos permitiria aproveitar a nossa frente atlântica e os nossos portos como porta de entrada de mercadorias na Europa, sendo por este corredor que entra grande parte do tráfego rodoviário de mercadorias em Portugal, e nunca no passado os portugueses para se dirigiram para a Europa tiveram que passar por madrid, isto não cabe na cabeça de ninguém.

    Contudo esta ligação por Vilar Formoso em direcção a irun, e para transporte de mercadorias e passageiros a Espanha não a quer, visto que daria muito dinheiro a Portugal, o que a espanha quer é aproveitar-se dos nossos portos de mar para fornecer certas zonas de espanha mais próximas de portos portugueses do que de espanhóis.

    Por exemplo aproveitar Sines e Setúbal para fornecer a extremadura espanhola, e Aveiro e leixões para fornecer Castela e leão, sendo esse o motivo porque estão ser feitas novas ligações na dita bitola ibérica em vários portos portugueses em direcção a Espanha, mas sempre com a perspectiva de confinar os portos portugueses a Espanha e impedindo-nos sempre de enviar mercadoria para e a Europa por TGV, com o objectivo claro de tornar a nossa economia cada vez mais dependente da espanhola.

    A única linha que a Espanha esta a preparar para transporte de mercadorias por TGV para a Europa é a chamada linha mediterrânica, que parte de algeciras onde os castelhanos tem um grande porto de mar e dai sempre junto á costa em direcção a Valência, Barcelona e França, e com esta linha os portos portugueses são automaticamente decapitados e perdem competitividade face aos espanhóis, visto que ninguém vai deixar mercadoria em Sines, Setúbal, Aveiro ou leixões, se depois esta para seguir para a Europa tiver que fazer o percurso ate ao sul de espanha, para seguir para França, ou seja, os barcos param logo em algeciras, e Portugal fica literalmente a ver navios.
    Este TGV é aponta de lança do ataque final a Portugal por parte de espanha, plano este que tem como objectivo a perda e alienação do independência e soberania de Portugal em relação á Espanha a médio prazo, não há que ter duvidas quanto a isso, por isso acredito no patriotismo do presidente e esperto que este tome posição e impeça este verdadeiro atentado a Portugal.

    Mas o que mete mais nojo, é o cinismo deste pandeleiro triste deste Sócrates, que devíamos renomear de IBERÓCRATES, ou seja, depois de consumada a traição ao pais com a assinatura do contrato de concessão por parte deste Miguel de Vasconcelos do séc. XXI, é que ele vem então afirmar que vai rever as restantes obras publicas, vindo dar uma de responsável, o traidor à pátria mostrando-se disponível a parar as outras obras, esta algazarra toda não é pelas outras obras, que esses não põem a independência do pais em cheque, esta barulheira toda é devido ao TGV para madrid.

    O pais não fez esta polémica toda por causa do aeroporto, mas sim por causa deste TGV para Madrid, e depois de ter a adjudicação assinada e de o mal já estar feito que é aligação poceirão caia, essa sim a obra perigosa para a independência do pais, este IBERÒCRATES vem literalmente gozar com os Portugueses, como quem diz, a partir de agora passais a ser uma província de Espanha ao nível de Barcelona, valência, Sevilha ou bilbao, a ponte se não a quiséreis fazer atravessai o Tejo de barco na Transtejo isto é uma vergonha.

    Onde andas cavaco?

    É que se fosse feita primeiro a travessia o trajecto do TGV ainda poderia ser alterado e desviado de Madrid para onde nos interessa, que é para a Guarda e dai Vilar Formoso em direcção a valladolid e irun e a França, mas isto o iberista traidor não quer, o que ele quer é subalternizar Lisboa em relação a madrid para matar Portugal, por isso esta pressa toda a assinar o TGV, o zapatero deve estar felicíssimo.

    O aeroporto se fosse feito por módulos não dava cabo do pais, nem punha a nossa independência em perigo, uma ponte sobre o Tejo também não, agora este TGV para madrid põe, isto lança um anatma sobre Portugal e esta obra tem um valor simbólico que sualterniza Portugal, e este cão agarrou-se a isto com unhas e dentes, como quem diz, podem parar as outras obras mas o TGV não para, tem que ficar seguro, a destruição de Portugal em favor da grande Espanha tem que ficar assegurada, que é o granbde objectivo deste traidor e da escumalha iberista que o acompanha.

    Em relação á louvável iniciativa do CDS parece que vai ser chumbada pelo traidor do anarquista do Louça.

    O Jerónimo parecia não ter muita vontade de assinar, o problema é que tem umas câmaras no Alentejo que não quer perder para os PSI – Partido Socialista Iberista ou para os Bloquistas/anarquistas, e sendo assim, o Jerónimo ainda pôs condições para assinar como a incorporação de material nacional, ou seja, com isto quis sondar o Louça para ver o que este dizia, como quem diz, se o Louça votar contra eu voto também, contudo o traidor do Louça mostrou-se favorável ao TGV com isto entalou os comunas que não queriam perder votos para eles nos alentejo, e por isso vão votar também a favor ou abster-se.

    Conclusão:

    Governados por um traidor iberista, o Miguel de Vasconcelos do séc XXI, na oposição temos um sósia do traidor, como disse o Henrique Neto e bem, que afirmou e com razão que o Passos Coelinho é um sósia do Sócrates enfeudado com os mesmos interesses económicos e políticos, caso contrário no dia em que a Staandar & Poor’s cortou o rating português tinha logo exigido o cancelamento das grandes obras, o que não fez como se sabe, para bom entendedor isto demonstra que serve o mesmos interesses socretinos.

    Por fim temos o presidente Cavaco que logo que abre a boca os maçónicos iberistas do GOL comandados por Rui Pereira do MAI e pelo Luís Amado caiem em cima dele como cães, também já dá ideia que já anda a pensar na sua reeleição. Também não percebi a dele de assinar as bases da concessão no dia 14 de Abril apesar de ter dúvidas, pedindo inclusive novos estudos ao governo, o lógico teria sido ter chumbado e pedido os estudos, com isto teria ganho uma semana ou duas, o suficiente para a descida do rating que se deu no doía 26, e teria aqui a oportunidade para chumbar esta merda deste TGV de vez, agora que limpe o cu aos estudos, visto que a merda já esta está feita.

    Sendo assim eu espero uma espécie de milagre, pode ser que os nossos amigos ingleses venham ajudar os seus mais antigos aliados, agora viraram muito á direita, e bem, com o Cameron, que já disse que no € nunca, é que este gaijo não é burro, e esta-se a aperceber que esta união europeia está-se a tornar num novo Zolverein, num 4º Reich assento no perigoso eixo Berlim-Paris-Madrid, muito perigoso para nós a ocidente, para polacos e checos a leste e para os ingleses, convêm não esquecer que Alemanha, França, e Espanha são inimigos históricos da Inglaterra e nossos também, dai estarmos no mesmo barco, por mi isto da Europa dava já o estoiro amanha, par cada pais fechar as suas fronteiras, por esta merda na ordem, e os corruptos e traidores na choça.

    Sendo assim espero uma reviravolta nos acontecimentos, ou este dia vai ficar marcado a negro na história Portuguesa, vamos ver se o cavaco tira um coelho da cartola e impede este TGV do Iberócrates traidor á pátria e iberista, o cão.

    Mas este é tiro de partida no plano para matar Portugal, o próximo é a Regionalização no mapa das 5 regiões, o IBERÓCRATES no mapa das 11 regiões não quer, porque assim não dá para lançara guerra norte sul, que é o próximo objectivo dele.

    O mapa das 5 regiões, esse é o que o traidor quer implementar para acabar de entregar o pais aos castelhanos em meia dúzia de anos, que ninguém tenha dúvidas, se fosse no mapa das 11 regiões ai ainda dá para pensar, porque nunca se dá poder a nenhuma delas para se insurgirem contra o poder central, é o celebre ditado do dividir para reinar, agora no mapa das 5 regiões seria a destruição do pais.

    Sendo assim, a regionalização, depois do TGV, é o próximo passo na destruição de Portugal, principalmente se a quiserem fazer no mapa das 5 regiões, isso seria desgraça total e o desmoronar do pais em poucos anos, numa guerra fratricida norte sul resultante da politização do futebol.

    Para isso querem acabar com a identidade Transmontana e Minhota, e prova disso foi esta afirmação do traidor iberista deste IBERÓCRATES no dia em que foi todo contente ver as obras do tunel do marão que ele fez questão de entregar aos seus amiguinhos espanhóis, e faz esta lamentável afirmação com teor subjectivo com vista ao genocídio da identidade Transmontana:
    ” depois de construído este túnel deixa de fazer sentido aquele afirmação sem sentido de que para lá da Marão mandam os que lá estão, depois deste túnel estaremos mais unidos e seremos um pais mais unido.”

    O que este pandeleiro quer dizer com isto, é que a região Transmontana tem quem desaparecer bem com a identidade Trasmontana.

    É que este pandeleiro depois de endividar este pais ate a um nível incomportável, de seguida tem por objectivo regionaliza-lo em apenas 5 regiões, passando os transmontanos a fazer parte de uma região norte, que só existe e com quem só se identificam os habitantes do porto e sobretudo os que são adeptos do FCP.
    Esse norte politizado em torno do Futebol Clube do Porto só existe na cabeça de meia dúzia de fanáticos do porto, começa na ribeira do Porto, e acaba em Gondomar, abrangendo na melhor das hipóteses a área metropolitana do Porto, quanto mais chegar a Trás-os-Montes, nada de misturas com os transmontanos nem com os minhotos que também tem uma identidade cultural própria de minhotos, e não do norte.

    E este pandeleiro deste IBERÓCRATES já lhe ouvi dizer que a regionalização só avança nas 5 regiões, isto era o pior que se podia fazer ao pais, visto que daria um poder e uma massa critica aos cães regionalistas do Porto que eles não tem nem nunca tiveram, e entregar a esta gente pérfida do porto o poder sobre os Minho e Trás-os-Montes era dar-lhes um poder que esta gente nunca pode vir a ter, porque se eles assim já fazem a merda que fazem, com esse poder todo rebentavam o pais em meia dúzia de anos.

    A dividir o pais um governante responsável e patriota teria que se dividir no mapa das 10 ou 11 regiões com base no principio dividir para reinar, ou seja, Minho, Trás-os-Montes, Porto e Douro litotal ou chamem-lhe Norte se quiserem, Beira alta, Beira baixa, ou Beira Interior por junção das dias anteriores, Beira litoral, Ribatejo, Lisboa, Alto alentejo, Baixo alentejo e Algarve, assim o pais fica dividido em 10 ou 11 regiões e nunca se dá poder a nenhuma para se insurgir contra o poder central.
    Contudo o pandelrio traidor e iberista do IBERÓCRATES quer dividir em apenas 5 para lançar o pais numa guerra norte-sul, dando muito poder aos perigosos regionalistas do porto de modo a que depois de divididos e balcanizados sermos todos empacotados á força na federação com sede em madrid almejada pelo IBERÓCRATES.

    O plano do traidor iberista passa por aqui, por isso tem como objectivo substituir a identidade transmontana pela de nortenho, que não exite nem nunca existiu em Trás-os-Montes, contudo os Transmontanos como patriotas que são não querem ser mandados por essa estirpe de arruaceiros do Porto, que os Transmontanos nem podem ver à frente.

    Como é que alguém como este traidor vem falar de união, se ele o que quer é dividir, balcanizar, destruir o pais, e matar Portugal.

    Os transmontanos tem muito orgulho em sê-lo, e mantêm hoje e no futuro que:

    Para lá do Marão continuarão a mandar os que lá estão, com túnel ou sem túnel, qual norte, qual merda.

    Mas este plano para destruir a identidade Trasmonta e minhota, mete também as televisões e tudo, isto é um plano concertado, então a RTP N e o jornal da Tarde emitidos a partir do Porto aquilo mete nojo, mais parece o Porto canal, a palavra Minho e Trás-os-Montes é uma palavra proibida na RTP N quando emite do Porto, de for um bloco de noticias emitido de Lisboa muda completamente.

    Ainda hoje vi um exemplo disso, a peça era a mesma e sobre o Braga, a pivo do Porto de nome Fátima á uma hora referiu-se ao Braga como equipa nortenha, vejam só, já deixaram de ser minhotos, enquanto que as duas horas e na mesma peça o braga era referido como equipa minhota, e isto é só um exemplo, por que eu já me apercebi disto várias vezes, por exemplo na altura da neve, quando nevava em Trás-os-Montes, eles nunca usavam a palavra Trás-os-Montes, era sempre neve no norte ou interior norte, isto é um chamado processo de motivação contraditória e de lavagem ao cérebro as pessoas, que passa acabar coma identidade minhota e trasmontano substituindo-a pela de nortenho, que só existe na cabeça de quem vive no porto e arredores com condição de serem adeptos do FCP.

    Também o canal castelhano já começou a levar para lá todos os jornalistas regionalista do Porto que puder, ao porto canal já lá foi buscar uns poucos, isto para envenenar as noticias e acicatar ainda mais o ódio a Lisboa, tal como fez o IBERÒCRATES que logo que chegou ao poder correu com o José Rodrigues dos Santos e pôs a mandar na RTP o José Alberto Carvalho,o tal que esta casado com a Marta Atalaia da sic, que acastelhou recentemente o nome, deixou de escrever atalaia com i para escrever com atalaya com y, um fenómeno recorrente, é os perestrelos na defesa nacional com 2 ll, é os meireles com 2 ll, de repente é só gente a acastelhar os nomes em Portugal, de um l para 2, de i para y, de s para z, uma vergonha, a maior parte do pessoal nem se apercebe destes pormenores.

    De repente todos os programas desportivos da RTP N passaram a ser feitos todos a partir do Porto por jornalistas portistas que não honram em nada o código deontológico da sua profissão visto que não são capazes de ser imparciais, então o Hugo Gilberto que faz o trio da ataque é uma vergonha, esse gaijo ate mete nojo, o tal que pôs o macaco dos super dragões em directo no jornal da tarde de domingo passado, uma vergonha.

    Se os gaijos do porto já fazem a merda que fazem e não mandam nada, vejam o caos que seria este pais se lhe dessem controle sobre tudo o que se encontra acima do douro, nem pensar nisso, para além do mais os minhotos mas principalmente os transmontanos gostam muito pouco do Porto, e nestas duas regiões há uma identidade cultural e social própria que não passa por ser do norte, mas sim do Minho e Trás-os-Montes respectivamente.

    Por isso essa ideia de uma região norte sedeada no Porto e que abranja tudo acima do rio douro, não cabe na cabeça de ninguém, nem se pode dar a essa gente do porto esse poder, visto que nunca o tiveram no passado, nem o merecem, e esse norte que os portistas gostam de falar começa na ribeira do porto e acaba em Gondomar, na melhor das hipóteses poderia corresponder aos limites do distrito do porto, mas nada de misturas com minhotos e transmontanos, porque para lá do Marão mandam os que lá estão, assim foi no passado e assim terá de ser no futuro, a bem de Portugal e da unidade do nosso pais.

    E as figuras ilustres do Porto, ou melhor os “heróis portistas” como eu gosto de lhe chamar, nomeadamente o senhor Serrão e o senhor Meneses, esses tipos são traidores á pátria do pior que há, gente que tem um ódio de morte por Lisboa.

    O baboso do serrão no seu blog bussula, publica textos verdadeiramente vergonhosos, onde tem a coragem de dizer que quem vai para Lisboa emigra, que para ele Lisboa é um pais estrangeiro, que prefere ir para Madrid do que para Lisboa, que era melhor fazer parte da Espanha do que de Portugal, visto que se fossem espanhóis estariam regionalizados, ou seja, afirmações muito baixas próprias de um balofo traidor à pátria, pode ser que no futuro venha ser chamado a contas pelas baboseiras que anda para ai a escrever agora.

    Outro dos mais famosos “heróis portistas” é o Meneses, esse é o prótipo de traidor disfarçado de homem de direita, veio defender aqui há uns meses o ensino do castelhano desde a primeira classe em Portugal, isto de alguém que preside a organização do noroeste peninsular e se assumiu como militante pró-peninsular, traduzido isto dá iberista, dá para desconfiar e muito ainda por cima de alguém que esteve ou esta casado com casado com com uma senhora de ascendência espanhola, e que teve coragem de chamar sulistas aos membros do seu partido no congresso de pombal de 98, eu a ele e a essa corja de comentadores do Porto que para ai andam como esse CAA só me ocorre chamar-lhe nortistas iberistas, e traidores á pátria, que fizeram ávida negra a Manuela Ferreira Leite por ele ser contra a regionalização., e agora tem no PSD esse Passos patinho que é um boneco, uma marioneta nas maões de quem o elegeu, o rapaz do ângelo correia como dizia o Alberto João.

    Eu ate digo mais, os CAA e o Pedro marques Lopes, supostamente o comentadores de direita e do PSD no directo ao assunto e no eixo do mal fizeram a vida negra á mulher, retiraram-lhe milhares de votos, era sempre contra a MFL, porque ela era contra a regionalização, simplesmente por isso, mais nada, e agora tem que comer com este sósia do Sócrates, é caso para dizer que a Manuela Ferreira leite com amigos destes não precisava de inimigos.

    Ainda em relação ao futebol, que ninguém tenha duvidas, o que aconteceu no domingo no porto aconteceu devido á passividade da policia e do governo que quer que isto aconteça desta madeira para balcanizar o pais e dividi-lo, é mesmo isto que o IBERÓCRATES quer, ou seja, usar o futebol para destruir o pais.

    Caso assim não fosse, e depois da selvajaria que foi aquele jogo o que meteu mais confusão foi ouvir o director nacional da policia dizer que apedrejar o autocarro do Benfica foi normal, normal disse ele, visto que não se formou ali uma bolha em torno do autocarro, isto demonstra que esta gente esta interessada em que esta espiral de violência aumente, é certo que nem sempre tudo corre bem, ele podia dizer que ouve falhas, e que infelizmente o autocarro foi apedrejado, agora dizer que foi normal, eu fiquei de boca aberta, e que fique claro que eu não sou do Benfica, eu sou sportinguista, mas não um sportinguista obtuso daqueles de Lisboa, que tem um ódio patológico ao Benfica, eu vejo as coisas como elas são.

    Eu não tenho dúvidas que o objectivo claro é lançar aqui uma guerra norte sul por causa do futebol, mas isto do norte do sul só existe na cabeça das pessoas que vivem em Lisboa e no Porto, o resto do pais não entra neste jogo, é que esse norte que as pessoas do porto gostam de falar começa na ribeira e acaba em Gondomar, na melhor das hipóteses corresponderia aos limites do distrito do Porto, Trás-os-Montes e o Minho são alheios a esta guerra e as pessoas do Minho e de Trás-os-Montes são em grande maioria do Benfica, e é por isto que o Futebol Clube do Porto nunca vai deixar de ser um clube metropolitano, para passar a ser um clube de âmbito nacional como é o Sporting e o Benfica.

    Mas em relação a futebol não ficamos por aqui, o traidor do IBERÓCRATES vem para ai também com o dito mundial ibérico, se lhe chamassem luso espanhol ainda vá que não vá, agora ibérico, é uma ofensa para Portugal, isso para mim é um insulto aos portugueses, chamar-nos a nos portugueses ibéricos é o mesmo que chamar-nos espanhois, ou não sabes que a diferença entre essas duas palavras é que a Hispânia era o nome dado a península pelos romanos, ibéria é nome dado pelos gregos, e como nós não quisemos ser espanhóis no sec 17 e 18 parece que agora querem-nos obrigar a ser ibericos, basicamente, é a segunda volta da ofensiva castelhana iniciada na segunda metade do séc 19, a partir de 1850, só muda o nome, porque tanto um como outro é sinónimo de domínio da língua, cultura castelhana e economia castelhana.

    Eu não faço parte do conjunto de portugueses que anda para ai aos saltos com o dito mundial “ibérico” que este traidor desse sócrates juntamente com o Congoles do Madail andam para ai a promover, em que estão literalmente a dar veneno aos portugueses sem que a maioria se aperceba do perigo que isso representa para a nossa soberania, porque o objectivo deste mundial é que os portugueses se familiarizem e se achem ibéricos, e no dia que isso acontecer estarão literalmente castelhanizados.

    E isto não vai ficar por aqui no que respeita futebol, e o objectivo é acabar com o campeonato português de futebol, e criar um campeonato dito ibérico, o Sporting já foi tomado de assalto pelos traidores iberistas, começando no presidente que trabalhava no Santander, mas pior do que isso o senhor Salema Garção já se mostrou receptivo a isso, sendo sondado por quem, pelo boy mais famoso do Sócrates, o Rui Pedro Soares, o men do caso PT/TVI, foi a Madrid tratar da compra da Tvi com os espanhóis da Prisa, e que nesta semana ficou ainda mais famoso por se ter recusado a responder aos deputados, também já anda a trabalhar no sentido de acabar com o campeonato português.
    (Verhttp://bussola.blogs.sapo.pt/119972.html)

    O Benfica também já conta nas suas fileiras com um traiodor já antes desmascarado, o senhor Luís Nazaré, que espero que seja rapidamente expulso da direcção do Benfica pelo vieira, ou seja com este mundial o que pretendem é que os portugueses se considerem ibéricos, no dia em que isso acontecer estão pura e simplesmente castelhanizados, ou seja, este mundial é como dar veneno para os portugueses mascarem, e eles mascam como se nada fosses, não se apercebem do perigo que este mundial representa para nós portugueses, e assim a maior parte do povo é comido á frente dos olhos, eles continuam a destruir este pais.

    Depois vem com o ópio do povo, o futebol, a maioria dos portugueses anda anestesiada e não vê nada, andam todos contentes com o mundial dito “ibérico”, são como um macaco a quem dão veneno para ele mascar e eles mascam todos contentes, isto um insulto para Portugal e para os portugueses, e uma ameaça à nossa soberania, se lhe chamassem luso-espanhol ainda pensaria, agora ibérico, que nojo, mas não fica por aqui se correr bem ainda acabam com o campeonato português de futebol, já levaram para lá o Ronaldo, a este qualquer dia casam-no com uma espanhola e não tarda a dizer que é um ibérico como o Futre disse aqui há tempos, ele e o Figo, que dois traidores também, e querem meter estes Cavalos de Tróia na federação de futebol, que perigo!

    A seguir o objectivo é o Mourinho e fazer do Real Madrid o clube dos castelhanos, o quarto grande de Portugal, ou mesmo o maior grande de Portugal, como disse o vendido do Gabriel Alves na TVI no programa do Sousa Martins, depois daqui a uns anos quando os putos que estão a nascer em Badajoz tiverem idade para votar e já a cá houver milhares de espanhóis a trabalhar nos cargos de chefia das empresas fazem um referendo e acabam com o pais, o plano passa por isto, e pelo TGV que a ser feito nos moldes actuas Lisboa-madrid é a desgraça de Portugal.

    O objectivo é usar o futebol para dividir e balcanizar este pais, para depois mais facilmente o retalhar em meia dúzia de regiões, de modo a que depois de endividados até um nível incomportável e divididos mais facilmente sejamos empacotados numa federação com sede em Madrid.

    Este IBERÓCRATES é o Miguel de Vasconcelos do séc. XXI, depois não me admira que saiam noticias como saiu na sic ontem dando conta de ameaças de morte a este traidor, sinceramente eu tinha mais pena de um gato morto da berma da estrada que tinha se hoje mesmo limpassem o cebo a este traidor á pátria iberista que assinou este TGV, num dia negro para história portuguesa e que pode representar o inicio do fim de Portugal, espero bem que não, mas isto é a ponta de lança da invasão castelhana a Portugal.

    Conclusão:

    O plano é este, TGV com consequente endividamento e subalternização de Portugal em relação a Espanha , Regionalização no mapa das 5 regiões, consequente balcanização do pais, pelo meio criação do exercito europeu prevista no tratado de Lisboa que possibilita que no futuro tenhamos que gramar com um batalhão de tropas espanholas aquarteladas em Lisboa por exemplo, qual beijo envenenado assinado no dia 1 de Dezembro, nem de propósito, com extinção do exercito português que é aquilo que ainda salvaguarda a nossa independência, o traidor do Luís amado já disse que concorda, e no final quando estivermos endividados a Espanha será nos apresentada como solução final, basicamente para os espanhóis somos “undermescht”, sub-humanos, seres inferiores como diziam os alemães, onde passaremos aser considerados cidadãos de terceira, de segunda já hoje somos com este traidor no governo, no fim da linha um referendo simbólico, para legitimar a coisa, quando perto de metade da população em Portugal já for emigrante.

    Com o ritmo que isto avança, á media de 80 mil por ano não tarda nada são mais do que nós, e com os direitos todos, votam e tudo, em português na suiça esta lá 20 anos e nem para as câmaras municipais vota, nos cá passado meia dúzia de dias votam em tudo e mais alguma coisa, e depois ainda se gabam que são o pais da Europa que melhor recebe os emigrantes e por consequência o mais atrasado, pelo contrário os países com leis de emigração mais severas, como a dinmarca, suécia são os mais desenvolvidos, mas os emigrantes tem que desempanhar o seu papel no futuro, e esse papel esta a ser pensado alongo prazo, que é votarem a favor da extinção de Portugal daqui a uns anos, isto esta já ser pensado e os emigrantes querem-nos usar para isso, a eles tanto lhe faz serem portugueses ou espanhóis, querem lá saber, querem é o dinheiro deles, o pais que se foda não é deles, é dos burros dos portugueses que o andam a destruir.

    Isto mesmo eu ouvi em directo na TVI Julho do ano passado em directo na altura em que saiu uma sondagem encomendada a preceito pelos castelhanos e feita na universidade de Salamanca que dava conta que cerca de 30 % dos portugueses não se importavam de ser espanhóis, isto foi logo usado no discurso directo da TVI, e no programa o jornalista da TVI de nome Marcos Pinto que tinha como convidado um jornalista espanhol a trabalhar cá em Portugal, disse isto em directo, que a solução para incorporar Portugal em Espanha podia passar pela realização de um referendo, afirmação esta vinda de um traidor que para quem não sabe é uma das voz-off e narrador do canal de História, canal esse que nos brinda como documentários legendados em castelhanos e publicidade em castelhano, canal emitido desde Madrid, com a designação de canal de história ibéria, e que apresenta documentários feitos por espenhóis em que a indep+emdencia de Portugal é retratada como um erro histórico, este traidor deste Marcos Pinto só poderia mesmo trabalhar no canal dos castelhanos, na TVI.

    Tudo isto acontece porque a Espanha está-se a desmoronar como um castelo de cartas, num referendo feito dia 13 de Dezembro do ano passado 94,7% dos catalães votaram favoravelmente a independência de espanha, o os bascos desses nem se fala e dos galegos esses sentem-se mais Portugueses do que espanhóis.

    Sendo assim, como a espanha se esta a desmoronar como um castelo de cartas os políticos castelhanos vêem no iberismo e na subordinação de Portugal a única forma de acalmar os impetos independentistas de catalães, bascos e galegos, sendo a única hipótese de manter esta espanha defunta e moribunda unida a aniquilando de Portugal e sua inclusão numa federação com sede em Madrid, para isso toca a comprar os políticos portugueses enquanto há tempo e foi o que fizeram com o IBERÒCRATES e companhia, este é o plano que esta ser forgado pelo Sócrates, maçonaria do GOL e pelo zapatero para a destruir e matar Portugal, que ninguém tenha duvidas.

    Abram os olhos, não sei é se ainda vamos a tempo.

    Gostar

  11. Vale de Lobos permalink
    8 Maio, 2010 21:07

    Lembrem-se do primeiro discurso de Sócrates como primeiro-ministro: “A minha prioridade é Espanha, Espanha, Espanha”.

    Gostar

  12. anti-comuna permalink
    8 Maio, 2010 23:06

    ” Isto depois de Sócrates ter ontem em Bruxelas “virado o bico ao prego” (sabe-se lá se por pressão da Comissão Europeia ou por “chantagem” de Teixeira dos Santos)”

    Ou o receio que as megalomanias sejam usadas pelo Cavaco e pela oposição para demitirem o Governo. Foi esse o medo do Sócrates. Que servisse de pretexto para que o governo fosse corrido.

    anti-comuna

    Gostar

  13. velyn permalink
    8 Maio, 2010 23:20

    Evidentemente este contrato vai ter que ser revogado e sem direito a indemnização, em nome do interesse público. Quanto à comissão que o sr. já empochou, isso é um problema entre eles, mas nada que diga respeito ao contribuinte.

    Gostar

  14. REVOLTA POPULAR permalink
    9 Maio, 2010 06:11

    ALGUÉM GRITA PELO PAÍS.

    Portugal tem dois grandes problemas: o desemprego e o endividamento externo”

    Cavaco Silva, Presidente da República

    Gostar

  15. 9 Maio, 2010 10:50

    #10

    Eu até acho que me poderia ajudar a abrir os olhos, mas durante a leitura do seu texto tive que interromper várias vezes: para ir fazer o almoço aos miúdos, para levar o mais novo á catequese, o do meio á aula de guitarra e a mais velha á natação, tive que ir ao Pingo Doce, tive que fazer o jantar e arrumar a cozinha, assistir ao sorteio do euromilhões e ver a gravação do Plano Inclinado. Algures por aí perdi-me.
    Poderia enviar o seu comentário em versão audio ? Eu metia no MP3 e ia ouvindo ao longo da semana.

    Gostar

  16. lucklucky permalink
    9 Maio, 2010 15:43

    “Porquê tanta pressa?

    Meter o pé na porta agora que o regime está cair aos bocados.

    Gostar

  17. Tolstoi permalink
    9 Maio, 2010 17:20

    A descrença é total; a incompetência governativa é evidente para todos os que não sofrem de partidarite acrítica interessada, as pessoas já estão mais interessadas em salvar a pele do que em se sacrificarem em nome de desígnios nunca cumpridos. O descrédito é de tal forma que o PM não se pode expor em acontecimentos públicos grandes sem vaias. Cavaco em nome da cooperação estratégica deu suporte a Sócrates, e agora vai ver fugir-lhe parte do eleitorado mais à direita que não aceita a passividade da presidência, e não capta o eleitorado PS que vai votar no Alegre; Nobre é uma invenção Soarista lançada como pequeno espinho a
    Alegre. Quanto a Passos Coelho já se viu, é uma marioneta, faltam-lhe os alicerces das Boas Escolas que James Cameron frequentou. As obras satisfazem os grupos do bloco central de interesses que financiam os partidos, perante a pressão param umas, para poderem prosseguir outras que vão finalmente permitir a centralidade total de Madrid na península, vai ser bom ,mais quadros e estudantes e investigadores vão sair. Patriotismo, amor ao país por onde andas…..

    Gostar

Trackbacks

  1. TGV, TGV, TGV… « O Insurgente
  2. A propósito de responsabilidades « BLASFÉMIAS
  3. E ninguém vai preso???!!! « BLASFÉMIAS
  4. BLASFÉMIAS “OPORTUNO ARTIGO EM QUE PORTUGAL É UM PARAISO DE GATUNOS À SOLTA” | Total Blog

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: