Saltar para o conteúdo

Ensandeceram

29 Maio, 2010

28-05: «Fim dos apoios ao emprego afectará 186.400 trabalhadores e desempregados»

28.05: «Governo prolonga ajuda à banca por causa da crise»

Anúncios
17 comentários leave one →
  1. MDN permalink
    29 Maio, 2010 01:45

    O comentario mais apropriado para o que acontece será…………………SEM COMENTARIOS.

    Gostar

  2. MANIFESTANTE ENCORNADO permalink
    29 Maio, 2010 03:13

    COM O TGV NÃO HAVERÁ MAIS DESEMPREGO.PORTANTO NÃO SÃO PRECISOS MAIS APOIOS AOS DESEMPREGADOS.PELO CONTRÁRIO, PARA FINANCIAREM O TGV OS BANCOS VÃO PRECISAR DE TODOS OS APOIOS E MAIS UM.CÁ ESTAREMOS GENEROSAMENTE A SUPORTÁ-LOS.OS CAMARADAS JERÓNIMO E LOUÇÃ ESTÃO DE ACORDO E IRÃO CERTAMENTE VOTAR A FAVOR DA SÁBIA POLÍTICA DO GOVERNO.JERÓNIMO E LOUÇÃ O POVO ESTÁ CONVOSCO!PARA OS DESEMPREGADOS NADA,PARA OS BANQUEIROS TUDO!CONTRA A REACÇÃO,MARCHEMOS EM FRENTE COM O KAPITAL FINANCEIRO!

    Gostar

  3. JLeme permalink
    29 Maio, 2010 03:44

    A coisa é esta: ou se faz alguma coisa e a sério ou ficamos completamente destroçados.
    Lembram-se da fábula que conta os ratos reunidos em assembleia já com a ideia salvadora de pôr um guizo ao gato e que ficaram em meditação para encontrar quem o fosse fazer.

    J.

    Gostar

  4. K2ou3 permalink
    29 Maio, 2010 05:18

    “Houston, we have a problem”
    ………..
    Maiday, Maiday, Maiday,……

    Gostar

  5. Toto Riina permalink
    29 Maio, 2010 05:24

    Ensandeceram?!
    Pois a mim me parece que quem ensandeceu fomos nós.
    Que gente consente neste arraial de barbaridades que nos envergonha e leva à ruína?
    Vejam lá o tempo que estes artistas levaram para descobrir aquilo que todos sabemos mesmo sem as escutas destruídas:

    “O Governo criou «uma situação de monopólio» que favoreceu a J.P. Sá Couto e o computador «Magalhães» e usou a Fundação para as Comunicações Móveis como «intermediário» no negócio, concluiu a Comissão de Inquérito.

    As acusações fazem parte das conclusões finais do relatório da Comissão Parlamentar de Inquérito à actuação do Governo em relação à Fundação para as Comunicações Móveis (FCM), que vai ser apresentado e votado no dia 02 de Junho.

    «O Governo e a Fundação que dirigia e dirige condicionou inequivocamente a escolha por parte dos operadores, criando uma situação de monopólio por parte do fabricante J.P. Sá Couto e do respectivo “Computador Magalhães”, concluindo-se que a sua acção directa no negócio distorceu as normais condições de mercado», lê-se no relatório citado pela Agência Lusa.

    Numa explanação com nove pontos, a Comissão de Inquérito começa por dizer que «o Governo – e não os Operadores – decidiu criar a Fundação para as Comunicações Móveis, ao contrário do que aquele sustentou e pretendeu fazer passar».

    «O Governo aproveitou o crédito sobre os operadores para “obrigar” estes agentes comerciais privados a uma missão, fora daquilo que seriam obrigações exclusivamente pecuniárias, procurando assegurar talvez um modelo mais expedito de acção discreta e longe da fiscalização directa incidente sobre as entidades públicas», conclui a Comissão de Inquérito.

    No entender da Comissão, o Governo «usou a FCM como filtro ou intermediário neste negócio, mascarando uma iniciativa claramente pública».”

    http://www.tvi24.iol.pt/sociedade/magalhaes-jp-sa-couto-jp-sa-couto-tvi24-comunicacoes/1166360-4071.html

    Gostar

  6. REVOLTA POPULAR permalink
    29 Maio, 2010 07:13

    Pior é que isto:

    http://jornal.publico.pt/noticia/29-05-2010/gabinetes-ministeriais-custam-mais-de-30-milhoes-em-2010-19505559.htm

    Cúmulo da hipocrisia e cinismo!

    Sobem-se impostos

    Acabam apoios sociais.

    Mas os ministros aumentam as despesas

    Gostar

  7. Vale de Lobos permalink
    29 Maio, 2010 08:45

    é claro que só podem continuar as ajudas à banca. Alguém sabe quem organizou e pagou a recente viagem do Teixeira dos Santos e empresas do PSI 20 a Nova Iorque?

    Gostar

  8. Paulo Nunes permalink
    29 Maio, 2010 08:54

    É a mesma “onda” de se fechar milhares de escolas com 20 ou menos alunos para poupar, garantindo-se ao mesmo tempo que a oferta de Magalhães não está em causa e começa já em Junho.

    Gostar

  9. Anónimo permalink
    29 Maio, 2010 10:38

    A culpa é só nossa.

    Gostar

  10. tina permalink
    29 Maio, 2010 10:42

    Não há dúvida que a esquerda em Portugal anda muito estranha. Tal como no TGV, só aprova medidas que tornam os ricos mais ricos e os pobres mais pobres.

    Gostar

  11. sem estagio permalink
    29 Maio, 2010 10:54

    é uma optima altura para relembrar o lendário post do paulo morais em que afirmava que viviamos todos em socialismo. Ou aquele do joão miranda que afirmava que a culpa é do estado social. Já para não falar do menos mítico post da hM dos calões.

    Gostar

  12. WeloveitNeocon permalink
    29 Maio, 2010 11:11

    Ensandeceram..? Não apenas viram quem lhes pode ser mais útil e nada mais…os tipos estão cagando par o povo se pudessem metiam-nos todos em Treblinka e incineravam-nos nós deviríamos fazer a estes nojentos o que estes lhe fizeram..

    Gostar

  13. tina permalink
    29 Maio, 2010 11:22

    “Ensandeceram..? Não apenas viram quem lhes pode ser mais útil e nada mais…os”

    deve ser isso. Querem financiamento para o TGV, etc. Claro, o BPI deve ter sido excluído desse apoio à banca.

    Gostar

  14. Anónimo permalink
    29 Maio, 2010 14:11

    O que eu acho engraçado é continuarem a chamar Esquerda ao PS.

    Gostar

  15. MDN permalink
    29 Maio, 2010 14:55

    #14

    Ainda não percebeu que PS,PSD, BE, CDS e restantes não têm diferenças de fundo????? O meu problema é precisamente esse,é a falta de alternativa que leve isto ao rumo certo. Esquerda?? Direita?? continuam nos joginhos politicos como se tivessemos num jogo, acho que ainda não se aperceberam que so restam 2 vidas e que estamos prestes a ter GAME OVER.

    Gostar

  16. fim de farra permalink
    29 Maio, 2010 14:55

    MESMO QUE NÃO SEJA TODO O MUNDO A TIRAR O DINHEIRO DOS BANCOS ..SE SE CONSEGUIR UM MOVIMENTO COM DIMENSÃO ELES AJOELHAM NA HORA !

    Gostar

  17. Maldinio permalink
    29 Maio, 2010 21:39

    Obviamente bancos há poucos. Desempregados já são demais.
    Portanto torna-se necessário tomar medidas duras para que ninguém queira ser desempregado. Se não conseguem emprego em Portugal, emigrem ou arranjem outra forma de desaparecer.
    Uma forma de evitar tantos desempregados era promover uma figura do tipo daquela que há no exército, de impedido. Destacava-se para cada marajá da função pública um ou dois desempregados para fazer secretariado ou serviço doméstico. Podia-se alargar a oferta aos administradores das grandes empresas e tínhamos pelo menos o problema camuflado.
    Recorde-se que por altura da revolução francesa um terço dos franceses desempenhava funções de criado junto dos 5% de nobres e não havia desemprego.
    Era uma sociedade perfeita onde não existiam mentiras como igualdade ou fraternidade pois são ideias caras.
    Já a ideia da liberdade que é uma ideia barata foi conseguida pois todos podem morrer de fome ou gritar a plenos pulmões nas ruas que ninguém liga.

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: