Saltar para o conteúdo

Um detalhe também a ter em conta

9 Junho, 2010

A propósito das duas moradas existentes na documentação da candidatura de Inês de Medeiros, o  blogue Insurgente fez este post.  Ao qual Ana Matos Pires no Jugular respondeu assim. Até aqui tudo bem. O que não entendo de modo algum é a Nota Pessoal com que Ana Matos Pires termina esse post. É mesmo o que parece? Ou seja usa neste post informação pessoal que obteve na sua actividade clínica para responder a um dos membros do blogue Insurgente?  Dir-se-á que é muito vago e muitíssimo variável aquilo que Ana Matos Pires sugere sobre os familiares da pessoa do Insurgente a que responde mas, mesmo como brincadeira de mau gosto, é difícil aceitar este tipo de alusões. E francamente há coisas com que os médicos não podem brincar. Espero sinceramente ter percebido mal.

133 comentários leave one →
  1. José permalink
    9 Junho, 2010 10:21

    A tal Pires colocou no prato este texto delicioso sobre um dos políticos mais notórios da nossa praça do Governo. Involuntário, é certo, mas certeiro na análise psicológica de algibeira:

    “As perturbações da personalidade têm implicações em todas as áreas de funcionamento do indivíduo, nomeadamente na maneira como olha, assimila e digere o mundo exterior, como expressa as emoções e como se comporta socialmente. No seu conjunto estas características, variadas na forma, determinam um funcionamento pessoal mal adaptado, inflexível e prejudicial para o próprio e, sobretudo, para terceiros. Os traços de personalidade, isto é, as marcas duradouras do comportamento do sujeito – a sua tendência para a sociabilização ou para o isolamento, para a confiança ou desconfiança nos outros, por exemplo – não são, por si só, patológicos. É a rigidez desadaptativa e recorrente do comportamento que torna esses traços disfuncionais, com repercussões patoplásticas graves, sobretudo na vida de relação. A falta de auto-consciência mórbida agrava o prognóstico da situação, pelo que qualquer correcção cognitivo-emocional é difícil e rara. Eles “andem” por aí, garanto-vos. Fica o aviso.»

    Gostar

  2. helenafmatos permalink
    9 Junho, 2010 10:28

    Uma coisa é servir-se do que sabe para fazer esse tipo de retrato. Suponho que a criatura, seja ela quem for, não se lhe foi sentar no consultório. Outra, bem diversa, é fazer uma alusão que parece remeter para um conhecimento clínico de familiares da pessoa com quem debate. Apesar de querer acreditar que as alusões não se prendem com informações clínicas a frase não desfaz antes pelo contrário acentua essa ambiguidade. E essa ambiguidade – grave em qualquer cidadão – é muito mais grave num médico.

    Gostar

  3. isabel permalink
    9 Junho, 2010 10:34

    Muito, muito feio. Mas já deve valer tudo.

    Gostar

  4. António da Costa permalink
    9 Junho, 2010 10:40

    Helena
    Nunca ouviu dizer, quem tem telhados de vidro não atira pedras ao ar? você faz bem pior, carrega os seus posts com pressupostos e intenções.

    Cumprimentos

    Gostar

  5. José permalink
    9 Junho, 2010 10:46

    Percebo a intenção do detalhe, mas a verdade é que não conheço a tal Pires nem sei se é médica ou psícóloga comportamental. O que se escreve em blogs deve valer por si e se for bem fundamentado e explicado não é por alguém ser isto ou aquilo que lhe acrescenta valor, respeitabilidade ou credibilidade. Ando sempre a dizer isto porque se confundem muitas vezes esses planos e se confere automaticamente maior credibilidade a quem se conhece por ser isto ou aquilo. Ora o que verifico em muitas ocasiões é que esses reizinhos vão nus, muitas vezes.

    É esse o problema dos tudólogos encartados tipo Sousa Tasvares. Se assinasse apenas com o primeiro nome e não se soubesse quem era, o que escreve era na maioria das vezes lixo literário.

    Gostar

  6. helenafmatos permalink
    9 Junho, 2010 10:50

    Não acho bem pela mesma razão que também não acho bem que um inspector ou um juiz que escrevam em blogues e se identiquem enquanto tais a meio duma discussão com alguém resolvam aludir ao conhecimento que têm dum irmão ou duma cunhada do dito alguém.

    Gostar

  7. OrlandoM permalink
    9 Junho, 2010 11:01

    São referências a terceiros no mínimo abusivas.
    Se eu lesse num blog referências à minha família, garanto que não iria gostar.

    Gostar

  8. CrazyHorse permalink
    9 Junho, 2010 11:02

    Os grunhos ascenderam a cursos de piciculogia e suciulogia e a outras lindezas que resultam neste caricato painel de imbecis encartados que chafurdam na vida pública e privada deste pobre país… Nas couves e a cavar é que estavam bem. Ao menos produziam coisas decentes.

    Gostar

  9. 9 Junho, 2010 11:35

    A minha tia Albernoz também sabe muito dessas patologias, mas não sabe como se faz um blogue.

    Gostar

  10. José permalink
    9 Junho, 2010 11:48

    #6:

    Plenamente de acordo. E um magistrado que esccreve em blogs não se deve identificar como tal, por motivos que a mim me parecem óbvios: não dar o flanco a quem o conhece para vir com casos pessoais. O que seria sempre tentador para alguns…

    É esse o único motivo, a meu ver, que justifica o relativo anonimato. E quando ainda assim podem ser identificados pelo que fazem, a circunstância de não poderem assumir essa função (que de facto não podem) deveria ser suficiente para justificar o uso de um nome que não os identifique tomo tal.

    Gostar

  11. José permalink
    9 Junho, 2010 11:49

    A sociologia que temos é do domínio das ciências ocultas. A pedagogia e alguma psicologia idem.

    Gostar

  12. José permalink
    9 Junho, 2010 11:50

    As ciências da educação,essas já estão para além do conceito uma vez que são totalmente esotéricas.

    Gostar

  13. morning permalink
    9 Junho, 2010 11:56

    Esses gajos são uns porcos. Os socialistas de pacotilha, arrivistas sem classe e com a mania que já transcenderam os cueiros, são uns porcos de primeira. E mais: são o espelho de quem os sustenta.

    Gostar

  14. JP Ribeiro permalink
    9 Junho, 2010 12:08

    a psicologia é uma ciência?

    Gostar

  15. Johnny J permalink
    9 Junho, 2010 12:32

    #9
    Será a tia que sai ao sobrinho ou o sobrinho que sai à tia? É que ambos são parvos.

    Gostar

  16. Johnny J permalink
    9 Junho, 2010 12:37

    #2
    Médica?
    Vamos chamar “médica” a uma pessoa que trás para a praça pública matéria sigilosa que é a razão pela qual recebe um salário ao fim do mês?
    A tal doutora ainda não percebeu que estaria muito melhor na redacção da Caras.

    Gostar

  17. cidadão 9078 permalink
    9 Junho, 2010 13:56

    O que os jugulares/Medeiros ainda não esclareceram:

    como é que no documento linkado pelo deputado Galamba (declaração de aceitação da candidatura) a deputada Medeiros aparece recenseada em Paris com o n.º 9078, precisamente o mesmo n.º de recenseamento que a deputada Medeiros já teve em tempos em Portugal.

    Estive a ler os comentários no jugular e esta pergunta já foi feita sob as mais variadas formas dezenas de vezes, mas os jugulares parecem afectados por uma súbita falta de capacidade de interpretação e nunca respondem ao perguntado, nunca tocam no n.º 9078 e remetem para o desconhecimento da deputada Medeiros relativamente ao sítio onde estava recenseada. É difícil de compreender como é que o desconhecimento gera dois n.º de recenseamento iguais em Portugal e em França. Tentei colocar de novo esta dúvida, mas naturalmente, os comentários foram censurados.

    Gostar

  18. Anónimo permalink
    9 Junho, 2010 14:43

    Helena

    Quando se utilizou tudo para atacar Sócrates, escutas transcritas nos jornais, peças jornalisticas encomendadas processos em lume brando, ou duvida se Sócrates tivesse ido a um medico da brigada do reumático os jornais já não tinham transcrito tudo e mais alguma coisa, agora que se abriu a caixa de pandora não se queixe. voce e os outros que aplaudiram todos os truques baixos.

    Gostar

  19. zazie permalink
    9 Junho, 2010 14:47

    Isto é uma treta. O que ela escreveu é uma boca atirada para o ar. Portanto, vale o que vale- zero.

    E ninguém tem absolutamente nada que dizer que foi uma psicóloga a fazer análise de parentes de um blogger.

    Já quanto à protecção que todos têm neste caso de falcatruas é outra história.

    Isto é grave. Há um documento apócrifo que se fez passar por verdadeiro.

    Por que é que não denunciam esta aldrabice nos jornais e preferem andar aqui em bocas de blogues?

    Gostar

  20. zazie permalink
    9 Junho, 2010 14:49

    Eles não esclareceram porque o jornalista que desmascarou esta treta o fez apenas aqui- num blogue.

    E os outros jornalistas preferem continuar a rábula da mesma maneira- à socapa- para meia dúzia de gente que anda na blogosfera saber e o resto dos portugueses desconhecerem.

    Gostar

  21. José permalink
    9 Junho, 2010 14:50

    “voce e os outros que aplaudiram todos os truques baixos.”

    ferreira: os truques baixíssmos sabes muito bem de quem são, ou então és néscio de todo, o que não seria de admirar perante as tiradas de brilhantina que aqui produzes.

    Seres parvo, pode não ser novidade. Fazeres dos outros como tal é que não se admite.

    Gostar

  22. zazie permalink
    9 Junho, 2010 14:52

    E vão apanhar com estas meias tintas em cima.

    Há uma regra de ouro nestas coisas- nunca se deve fazer nada pela metade.

    Se têm um trunfo que serve para denunciar uma ilegalidade num mandato, ainda por cima um mandato que conseguiu o terceiro lugar nas listas do PS, passando à frente dos militantes com nome e antiguidade, então só tinham de atirar com isso para os jornais e fazer xeque-mate.

    Assim parece que andam a proteger este lobbie. E, é claro que, por lei da guerra- os que estão em falta e se sentem protegidos, defendem-se atacando em duplicado.

    Gostar

  23. zazie permalink
    9 Junho, 2010 14:54

    Eles ainda vão levar com mais esta avante.

    E eu pergunto-me se não tem sido assim com tudo.

    Para que serve o tal 4º poder, se parece que tem medo de contar a toda a gente, nos jornais, as aldrabices que se fazem por deputados do partido do governo.

    Gostar

  24. zazie permalink
    9 Junho, 2010 14:57

    Ao menos o António Balbino Caldeira, só diz o que tem absoluta certeza de ser factual e não ´é jornalista.

    Diz com o pequeno megafone que tem.

    Os jornalistas só se lembraram de lá ir buscar a informação anos depois.

    Neste caso é pior. Os jornalistas atiram com as denúncias a medo, para um mero blogue, como se não tivessem megafone maior ou o caso fosse uma mera trica de bloggers.

    Gostar

  25. José permalink
    9 Junho, 2010 15:00

    São tipo Inês Serra Lopes. Formada em Direito, escreve cada bojarda jurídica que até dói. E fica na mesma, na maior e como se nada fosse com ela.

    Gostar

  26. zazie permalink
    9 Junho, 2010 15:04

    Uma coisa é certa. Eles usaram todos os jornais e meios de comunicação possíveis para dizer que a Helena Matos é que andava a difamar a Inês Medeiros.

    Até a Câncio e escreveu crónicas a atacar meio mundo que se atreveu a tocar nisto.

    Agora, quando finalmente descobrem que o documento que eles apresentavam está falsificado, calam-se.

    Limitam-se a mandar aqui, na blogosfera umas bocas.

    Depois queixem-se. Eu acho é que os portugueses precisavam de dar corrida a muito mais coisas- aos trafulhas e aos empatas.

    Gostar

  27. zazie permalink
    9 Junho, 2010 15:05

    Pois. mas nós precisamos de usar a blogosfera precisamente por não sermos cronistas.

    Agora esta malta é toda jornalista. Mas parece que em certas alturas prefere ficar-se por blogger.

    Gostar

  28. zazie permalink
    9 Junho, 2010 15:08

    Disse ali o Morning:

    «E mais: são o espelho de quem os sustenta.»

    É isso mesmo- são o que são e o espelho de quem os sustenta. E parece haver demasiada gente com necessidade de os sustentar.

    Gostar

  29. José permalink
    9 Junho, 2010 15:11

    Esta gentalha que se ocupa da política como modo de vida preferencial, perdeu os valores essenciais da honra pessoal e da honestidade, mesmo em sentido estrito.

    A polícia, já foi dito recentemente por Carlos Cruz, é uma porca. E por isso alimenta os porquinhos que dela se abeiram. A imagem é do Bordalo Pinheiro e tem mais de cem anos.

    Todas as moscambilhices que ponham em causa o partido e o modo de vida de uns poucos milhares, sempre à custa do Orçamento ou das nomeações que este permite para certas “privadas” tipo PT ou Galp ou CTT ou assim, são abafadas por motivos de força maior. E são mesmo motivos de força maior porque a maior parte dessa gentalha não teria onde cair morta se lhes tirassem essa gamela.

    Ontem, no Público vinha uma revista encartada, chamada País Positivo. Dirigida por mulheres dedica-se a dizer bem de tudo o que lá anuncia e lhes paga as folhas medíocres que produzem. Ontem na capa aparecia um ratão dos antigos. Vítor Ramalho, um entalado que sorri agora por estar no INATEL que agora faz 70 anos e que o mesmo mostra orgulho por ser do tempo de Salazar. Diz que investiu 10 milhões de euros para contribuir para o progresso do país. Dez milhões de uma fundação cujo dinheiro deveria vir dos cerca de 20 euros anuais que os sócios pagam…

    Isto é uma porca miseria.

    Gostar

  30. José permalink
    9 Junho, 2010 15:12

    A política é uma porca, queria dizer.

    Gostar

  31. zazie permalink
    9 Junho, 2010 15:14

    Para falar com toda a clareza, neste caso não imagino qual seja a necessidade de se andar a medo, com bocas na blogosfera em vez de atirar com esta porcaria para os jornais.

    E penso que, se até num caso de uma porcaria destas, têm medo, sabe-se lá por que motivo, então, no resto, há-de ser a lei do “temos de ser uns para os outros”.

    Gostar

  32. zazie permalink
    9 Junho, 2010 15:17

    # 31

    ehehheh

    Veja lá se ainda aparece um chui e o leva de cana.

    “:O)))))))

    Gostar

  33. zazie permalink
    9 Junho, 2010 15:20

    Eu tenho andado à espera que isto apareça em algum jornal.

    Mas nada. E assim não faz sentido. Nem se percebe agora este post tonto, a responder por outros a uma treta de uma boca.

    Não acredito. Não acredito em nenhuns. Se quisessem tinham largado isto nos jornais.

    Não quiseram. Não querem. E não sei porquê.

    Gostar

  34. José permalink
    9 Junho, 2010 15:21

    Têm medo porque a dita cuja já ameaçou com processos cíveis “declarativos” ( ahahaha!).

    E como o autor JMF1957 sabe muito bem por experiência própria ( o presidente do STJ de um modo que considero vergonhoso já lhe instaurou um desses tais processos em que lhe pede um balúrdio que ele nunca deu enquanto juiz por indemnização por morte de alguém), esse modo de actuação visa calar os aventureiros.

    De qualquer modo, não vejo actualmente nos jornais, a não ser no do apaniguado Marcelino naquilo que lhe convém, corajem para publicar estas coisas em primeira página.

    Foi por isso que no meu primeiro comentário disse que isto era matéria de jornal, naturalmente. Mas nem Público, nem i, nem Correio da Manhã ( que anda nesta toada de fait-divers) nem DN nem Sol nem Expresso nem Sábado ( hoje tem uma reportagem interessante sobre um jacobino velho, Edmundo Pedro que omite partes importantes o que se passou com a prisão por causa das armas. Logo voi lembrar-lhes essas passagens omitidas.)

    Gostar

  35. zazie permalink
    9 Junho, 2010 15:26

    Eu não sei. Mas, para falar claro, acho que tanto respeito merecem uns como outros.

    Ou seja- nenhum.

    Gostar

  36. zazie permalink
    9 Junho, 2010 15:27

    Como dizia o Goya- aparam-se uns aos outros.

    E há mais. Há para aí dezenas de melros militantes do PSD que já andavam a defender a Medeiros e que agora se fecham em copas.

    Como se esta treta tivesse sido uma brincadeira que qualquer de nós- anónimo- os tais vergonhosos anónimos- como o jmf nos trata em twittadas para a Matos Pires, podia ter feito.

    Gostar

  37. zazie permalink
    9 Junho, 2010 15:30

    Mas é que eu vou mais longe- nem se trata de dizer que não coragem dos directores dos jornais de publicarem isto.

    Não é coragem dos jornalistas que publicaram aqui, no blogue, de o fazerem nos jornais.

    Gostar

  38. José permalink
    9 Junho, 2010 15:31

    “vergonhosos anónimos”? “tewittadas”? Conte lá isso…

    Gostar

  39. zazie permalink
    9 Junho, 2010 15:32

    “não há é”.

    Ou eles não conseguem publicar insultos e ameaças e usam mão de tudo- desde jornalistas a juristas, esta treta até conseguiu ter defesa da filha do Adriano Moreira.

    E insisto. Isto é força do lobby mais poderoso que temos- um lobby que passa à frente dos aventais e consegue colocar em 3º lugar das listas, uma sujeita sem qualquer currículo político.

    Foi o lobby LGBT. E são eles quem manda.

    Gostar

  40. 9 Junho, 2010 15:35

    Uma populaça-NADA que privilegia a quantidade (lentilhas, por exemplo) em vez da qualidade (porquê só lentilhas ?), estes casos de abusos de poder não só lhes passa “ao lado” como a fará mais estúpida, ignara, amorfa. E dela voltarão a abusar, nas autarquias ou em S.Bento.
    A canalhada está pois, cada vez mais á-vontade para distribuir benesses por muitas criaturas “famosas”, de fachada…
    Veja-se quem e como compõe as bancadas parlamentares, se exceptuarmos raros deputados que justificam o lugar e o ordenado.

    Gostar

  41. zazie permalink
    9 Junho, 2010 15:36

    # 39

    Estava aí o link no outro dia.

    No dia em que o jmf publicou isto aqui no Blasfémias, ele trocou em simultâneo twitadas com a Matos Pires a avisá-la do post.

    E esta insistiu com ele que devia vir às caves defendê-la de acusações que os anónimos desprezíveis lançam.

    E ele respondeu que despreza os anónimos, mas não pratica censura.

    Quem costuma censurar por ele é o peixe podre, até aí acredito.

    Mas esta online a conversa entre o jmf e a Matos Pires, no dia em que isto foi aqui denunciado.

    E nem é novidade. Ele já tinha feito o mesmo insulto no Aspirina-as pessoas que não aparecem na tv ou não fazem parte dos clubes vips, são anónimos vergonhosos e desprezíveis que se toleram por mera caridade.

    Gostar

  42. José permalink
    9 Junho, 2010 15:38

    O lobby LBGT tem distintos representantes em todos os sectores: na AR tem o presidente, o Mota Amaral, o Ricardo Rodrigues, uma tal Catarina Mendes que costuma catar os blogs e outras figuras de proa que se apresentam como representantes de todo um povo e mandam efectivamente na inteligentsia da sociedade mediática. No Governo tem o primeiro, bem destacado e sus muchachos assessorar. No Judicial jã sabemos quem são, agora. E vão os três poderes formais da democracia.

    Nos informais ainda é pior. Todos os media estão inuncados de lgbts. São o alfobre por excelência dessa excrescência.

    Gostar

  43. zazie permalink
    9 Junho, 2010 15:40

    AQUI Basta seguir os links.

    Gostar

  44. José permalink
    9 Junho, 2010 15:42

    Só me espanta um pouco como é que alguém pode dar importância a “desprezíveis anónimos”. Fico admirado porque eu dou nenhuma quando os ferreiras aparecem a insultar.

    Gostar

  45. José permalink
    9 Junho, 2010 15:43

    Já li. “Loucos anónimos”? Estou banzado.

    Gostar

  46. zazie permalink
    9 Junho, 2010 15:45

    ehehe

    Está “banza”. Não se esqueça de usar a linguagem da moda.

    Gostar

  47. zazie permalink
    9 Junho, 2010 15:47

    Portanto, é como lhe digo. Se a coisa não lhes pisar os calos, é tudo para deixar como boca de “loucos anónimos”.

    Isto foi recadinho semi-privado para desenfadar. Mais nada.

    Gostar

  48. Outside permalink
    9 Junho, 2010 15:59

    “Esta gentalha que se ocupa da política como modo de vida preferencial, perdeu os valores essenciais da honra pessoal e da honestidade, mesmo em sentido estrito.

    A política, já foi dito recentemente por Carlos Cruz, é uma porca. E por isso alimenta os porquinhos que dela se abeiram. A imagem é do Bordalo Pinheiro e tem mais de cem anos.

    Todas as moscambilhices que ponham em causa o partido e o modo de vida de uns poucos milhares, sempre à custa do Orçamento ou das nomeações que este permite para certas “privadas” tipo PT ou Galp ou CTT ou assim, são abafadas por motivos de força maior. E são mesmo motivos de força maior porque a maior parte dessa gentalha não teria onde cair morta se lhes tirassem essa gamela.

    Ontem, no Público vinha uma revista encartada, chamada País Positivo. Dirigida por mulheres dedica-se a dizer bem de tudo o que lá anuncia e lhes paga as folhas medíocres que produzem. Ontem na capa aparecia um ratão dos antigos. Vítor Ramalho, um entalado que sorri agora por estar no INATEL que agora faz 70 anos e que o mesmo mostra orgulho por ser do tempo de Salazar. Diz que investiu 10 milhões de euros para contribuir para o progresso do país. Dez milhões de uma fundação cujo dinheiro deveria vir dos cerca de 20 euros anuais que os sócios pagam…

    Isto é uma porca miseria.”

    Não sei se é por ser parte intrínseca do meu ser, da minha personalidade, talvez por isso, sempre apreciei desabafos, gritos mudos chamando ou não a atenção, instantes inatos sem pré-escrita ou pré-organização de ideias.

    Um homem/mulher, ao desabafar solta, grita, expôe o seu intímo, o seu carácter, os seus valores, os seus temores e amores.

    Este desabafo José, é um excelente desabafo.

    Parabéns.

    Relativamente aos loucos anónimos no qual me revejo, já por aqui uma vez revelei o meu nome a HM, exactamente pela acusação de estar a ser refutada por um anónimo.

    Não o voltei a fazer nem voltarei (pelo menos aqui nestas páginas comuns) porque não tenho confiança em alguns Blasfemos postadores, cujo carácter e valores já peneirei e diluí, não me inspiram confiança…e eles, Eles também andam por aì.

    Fiquem bem.

    Gostar

  49. José permalink
    9 Junho, 2010 16:03

    O que me espante de algum modo é o facto de os jornalistas reconhecidos como tal, assinando com nome, virem para os blogs nessa qualidade.

    Se eu fosse jornalista talvez não o fizesse por uma razão: o trabalho de um jornalista é o jornal ( ou os media onde trabalham). Nos blogs têm a possibilidade de receber feedback. Mas precisamente por isso, tratar os feedbackeiros como anomalias ou doentes mentais, já me deixa um pouco triste.

    No meu blog aparece agora por lá um desses trogloditas que se apelidam trolls em linguagem cibernética. São so ferreiras. São o custo de manter aberta uma caixa de comentários. Dizer mal de anónimos loucos quando somos nós mesmos a proporcionar o seu aparecimenteo inevitável é algo que me custa compreender.

    Gostar

  50. zazie permalink
    9 Junho, 2010 16:08

    Eles vêm para os blogues e com o nome e o status pelo qual são conhecidos, porque têm sempre tenda montada.

    Se não é para eles, é para os amigos. Isto é “cena social”. É mais uma forma de “rede social”. E já é feita tecnicamente em simultâneo- mandam pelo “Pod” para o twitter, para o facebook e para o blogue.

    Gostar

  51. zazie permalink
    9 Junho, 2010 16:10

    E não se esquecem de avisar logo a colega da denúncia que acabaram de fazer, porque a denúncia foi mais uma brincadeira de twittada.

    Se é verdade ou mentira, isso é lá com quem lê. E se alguém for mais longe, também não é nada com eles.

    Gostar

  52. zazie permalink
    9 Junho, 2010 16:11

    Eu cá, agora, só por causa das coisas e dos insultos, só me apresento se chamaram a bófia e houver rusga.

    Gostar

  53. 9 Junho, 2010 16:22

    São novas micro-comunidades. Adquirem mais estatutos sociais junto de quem lhes dá trela.
    Protegem-se, promovem-se… e digladiam-se.
    A inteligência e mundovivência de muitos é tanta, que se se reunirem num jantar de blogs ou de bloggers num restaurante nouvelle cuisine, comentam, sempre que se reencontram a ementa e o local vezes sem conta…–só para dar um exemplo.

    (Há excepções).

    Gostar

  54. José permalink
    9 Junho, 2010 16:30

    A ética no jornalismo é coisa que os políticos se calhar pouco têm a invejar…ou muito me engano.

    Gostar

  55. 9 Junho, 2010 16:40

    Ética no jornalismo ? — hoje, também em Portugal, há poucos jornalistas sérios ! Isentos, inatacáveis.
    (Quanto à qualidade, é o que se constata. Também é verdade que muitos jornalistas estão dependentes das vontades dos editores e dos directores…).

    Ética na política ? — hoje, em Portugal, quantos profisionais da política a têm e dela se orgulham ? Quantos são, por ela inquestionável, estimados e ‘seguidos’ ?

    Não se engana, José: muitos políticos e muitos jornalistas são “farinha do mesmo saco”.

    Gostar

  56. zazie permalink
    9 Junho, 2010 16:50

    Não tinha reparado naquela “nota pessoal” em letra microscopia.

    Foi acrescentada depois do post estar online. Ela deve ter este hábito dos acrescentos posteriores.

    Não é nada comigo. Se fosse, eu dava-lhe o cunhado. A ver se não acamava o pelo.

    Gostar

  57. Outside permalink
    9 Junho, 2010 16:51

    Ética jornalística não existe !!! Pelo menos eu não a conheço, não a vislumbro na actualidade.

    Não há valores nem responsabilidades, não há deveres nem códigos de conduta.

    Há compromissos, omissões, noticías afectas e parciais, dependências e favores sem rigor, isenção e imparcialidade.

    Temos actualmente os meios de comunicação controlados 8não por um sistema dictatorial) mas por grupos económicos monstrengos com as suas agendas e interesses propagandeados e alinhavados, por vezes sem subtileza alguma, na imprensa genérica.

    Não se escrevem histórias nos jornais, escrevem e contam-se estórias.

    Gostar

  58. filipeabrantes permalink
    9 Junho, 2010 16:54

    Esse jugular é só gente do mais reles que há. Nada há de espantoso. Um antro de frustrad@s, mal fodid@s e amig@s de corrupt@s.

    Gostar

  59. José permalink
    9 Junho, 2010 16:55

    Nei entro nesses antros. Enojam-me logo à entrada e não consigo ler.

    Gostar

  60. zazie permalink
    9 Junho, 2010 16:57

    Pois é. Mas não se esqueçam que esses antros fazem a lei e entram na vida de todos os portugueses.

    É só para recordar. Mais nada.

    Que deviam ser todos largados na fronteira é a única medida que me ocorre.

    Gostar

  61. José permalink
    9 Junho, 2010 16:58

    Outro Pina Manique era o que se precisava.

    Gostar

  62. zazie permalink
    9 Junho, 2010 16:59

    Agora andar em “twittadas” com aquelas fufas com ar de junkie de metropolitano é que também é coisa que me ultrapassa.

    Mas pronto. Deve ser por causa dos hobbies da Farmeville com que se entretêm.

    Gostar

  63. zazie permalink
    9 Junho, 2010 17:00

    # 62

    ehehehe
    Não me faça rir mais com essa. É verdade, pois. Isto só ia com outro Pina Manique que lhes tratasse do pelo mal começam a juntar-se.

    “:O))))))

    Gostar

  64. filipeabrantes permalink
    9 Junho, 2010 17:02

    O problema é que 95% dos portugueses ignoram o putedo que gira à volta do poder. Falam mal dos políticos, acusam estes de corrupção e tutti quanti, mas não fazem ideia da moralidade dos poderosos em questão. Para o povinho há o Sócrates que é lgbt e o resto passa ao lado. Na AR quanto lgbt e amigos há? Entre ministros, deputados e assessores, quantos? Uma investigação destas dava lugar a encerramento imediato do jornal que a fizesse… et pour cause.

    Gostar

  65. zazie permalink
    9 Junho, 2010 17:07

    # 65

    Ninguém toca nisso, Filipe. Mas eu creio que as pessoas sabem. Não somos ceguinhos, né?

    Mas ninguém lhes toca, é um facto. Devem ter medo dos crimes de ódio e da Linha da Denúncia.

    Enquanto não se escavacar esses lobbies e essa intimidação e se escarrapachar os nomes e as ligações internacionais, eles fazem o querem e com absoluta impunidade.

    Vê-se com este exemplo. Aldrabaram os documentos, conseguiram fazer eleger uma tolinha, à frente de todos aqueles históricos do PS, ainda fizeram a rábula da vitimização e insultaram meio mundo, fazendo crer que os outros é que tinham inventado mais uma cabala e, no fim, saem por cima.

    Porque até parece que nem existe oposição- só para ficarmos por aqui- já que nos jornais não arriscam, nem ninguém se oferece.

    Gostar

  66. José permalink
    9 Junho, 2010 17:12

    Para mim, o grande mistério é a designação da dupla Ana Catarina Mendes/Ricardo Rodrigues na Comissão da AR dos Direitos,liberdades e garantias.

    Garantias é o que esta gente quer. De quê? Será preciso explicar por miúdos?

    Gostar

  67. zazie permalink
    9 Junho, 2010 17:13

    Por miúdos, cuidado….

    “:O)))))

    Gostar

  68. 9 Junho, 2010 17:13

    Zazie 61,

    Largá-los “na fronteira” ? — isso seria dar-lhes “novas oportunidades” europeias…

    Eu, convidava-os para um meeting tipo “Prá Frente Portugal”, já no Verão, sob o “lindo luar”, mas na Boca do Inferno, no Cabo Espichel ou em Sagres…

    Gostar

  69. zazie permalink
    9 Junho, 2010 17:15

    Na fronteira- fora de Portugal- como fizeram com os jesuítas e mainada!

    Gostar

  70. filipeabrantes permalink
    9 Junho, 2010 17:16

    O poder abusa, depois admira-se que haja revoltas e cabeças a rolar. Não dou muitas décadas para que isso aconteça em Portugal. Com a falência do estado, o povo vai entrar em parafuso e vai atacar em primeiro aqueles que tomam por responsáveis, ou seja aqueles que deram a cara pelo sistema até então.

    Vai ser divertido. Espero estar cá para ver.

    Gostar

  71. 9 Junho, 2010 17:16

    …E não há um Capitão Maltez que invada e limpe uns conhecidos blogs ?

    Gostar

  72. zazie permalink
    9 Junho, 2010 17:17

    Com os jesuítas até foi pior. Ainda andaram a caçá-los fora da fronteira.

    Portanto, é isto- esta gente devia ser corrida de Portugal.

    Gostar

  73. zazie permalink
    9 Junho, 2010 17:18

    Os blogues são livres e sou capaz de defender o direito de todos esses anormais blogarem.

    E podem blogar do estrangeiro. O éter também não tem pátria, tal como eles.

    Gostar

  74. 9 Junho, 2010 17:19

    Zazie 70,

    …Mas numa “fronteira”…abruptamente para o Oceano Atlântico, sff !
    …”Que lindo luar estava” !…

    Gostar

  75. zazie permalink
    9 Junho, 2010 17:22

    Por aí, não me aquece nem me arrefece e também não propunha a ilha ou o manicómio com os patronos deles.

    Agora, daqui para fora, porque não são portugueses e aqui não mandam, sim.

    Isso é a única resposta certa a dar a quem vive do lado da lei, do poder e das armas.

    Gostar

  76. filipeabrantes permalink
    9 Junho, 2010 17:23

    Divórcio na hora, aborto legal e subsidiado, macacada do “casamento gay”, “igualdade de género” e outras tontices só poderiam surgir pela mão de políticos lgbt (aqueles que não constituem família e que portanto nada se interessam com isso). Ora, da direita do CDS ao BE, quantos há no parlamento? E sabiam que 2 das deputadas do CDS são eram a favor do “casamento gay”? Quando até no CDS já só encontramos rabetas e “femmes libérées”, está tudo dito sobre a política portuguesa.

    Gostar

  77. Romão permalink
    9 Junho, 2010 17:25

    #71.

    Tenho a opinião contrária. A descredibilização da democracia conduzirá inevitavelmente à instauração de um regime totalitário, porque haverá uma massificação da opinião comum de que “alguém tem de pôr ordem nisto”.

    Já aconteceu e pode voltar a acontecer, porque aqueles que ocupam, no presente, as cadeiras do poder, não estão preocupados com o futuro e desconhecem o passado.

    Gostar

  78. zazie permalink
    9 Junho, 2010 17:25

    Podiam ir para a terrinha de onde importaram as modas e até o léxico.

    É que era mesmo giro, pois esta porcaria vem toda do mesmo lado. E é por isso que as correntes transmissoras deviam ser desmontadas para toda a gente perceber quais os lobbies que estão metidos, os nomes das ONGs e quem ainda lhes dá abrigo na ONU e na UE.

    Isto é coisa de lobby poderosíssimo. Não é amadorismo caseiro. Mas cá em casa temos meia dúzia a fazer a lei com comissões na Assembleia.

    E sabe-se o nome de todos. Meia dúzia que manda em todos os portugueses.

    E até estes jornalistas têm medo deles.

    Gostar

  79. 9 Junho, 2010 17:29

    Substitua-se “casa” por política, e temos: “É uma política portuguesa concerteza…”

    Gostar

  80. zazie permalink
    9 Junho, 2010 17:32

    É mais que política.

    Se fosse só política não tinham todas estas teias sociais por onde se infiltram.

    Isso é que precisa ser desmontado. Nem sei quantos portugueses que acompanharam esta rábula das viagens da Inês Medeiros estão a par que ela foi eleita como nº 3 das listas do PS por força do lobby LGBT.

    Gostar

  81. Romão permalink
    9 Junho, 2010 17:36

    #81.

    E o Vale de Almeida, foi em que lugar e porquê?

    A representatividade parlamentar desta casta de protegidos parece estar bem acima da representatividade social.

    Gostar

  82. zazie permalink
    9 Junho, 2010 17:39

    Pois é. Esse até saltou de partido para lá chegar.

    Quando me referi a representatividade social- referia-me a eles próprios- eles são auto-representantes de gente que ninguém conhece em causas que se traduzem por eles próprios.

    Gostar

  83. zazie permalink
    9 Junho, 2010 17:40

    A ver se fazem trabalho de campo como dantes faziam os comunas.

    Que nada. A Câncio o mais que faz são novelas com as amigas de óculos e das criadas interrompidas ou das fufas perseguidas e outras mexicanices do género.

    É tudo inventado.

    Gostar

  84. filipeabrantes permalink
    9 Junho, 2010 17:42

    O que achará Vale de Almeid@ do PEC? E do défice? Alguém lhe pergunte, por favor… Também promete ser divertida a resposta.

    Gostar

  85. Romão permalink
    9 Junho, 2010 17:42

    Passada a aprovação do casamento homossexual, vai o Vale de Almeida fazer lobby por que causa? O ensino (sobre o qual pode opinar, mormente o universitário, do qual faz parte)? A imigração (tem artigos sobre o assunto)? ou a legalização da adopção por parte de casais homossexuais?

    Estou certo que irá batalhar por aquilo que quer e não por aquilo que sabe.

    Gostar

  86. zazie permalink
    9 Junho, 2010 17:42

    Neste caso a brincadeira até teve o simulacro perfeito frente à caixinha- as duas transgenders ou pansexuais que são artistas e fizeram a rábula com uma boneca a fazer de filha.

    E a pã até garantiu aqui, nas caixinhas, que já tem espectáculo teatral pronto com esta “conquista”.

    Gostar

  87. zazie permalink
    9 Junho, 2010 17:44

    Vai fazer pelos direitos de saída.

    Faltam esses no pacote zapatero e falta muito mais treta jacobina.

    Gostar

  88. Outside permalink
    9 Junho, 2010 17:45

    O problema reside unicamente na ausência de valores, dos deveres inerentes aos cargos assumidos e nos compromissos/interesses assumidos dentro dos seus quintais amigos.

    NÃO HÁ VERGONHA NEM MEDO !!!

    Até um dia, aquele dia em que uns da “populaça” fartos deste pagode e desta teia de corruptos, rume à Assembleia e sem nada mais a perder, pois já tudo lhe foi roubado, arrume com um ou dois representantes eleitos.

    Será considerado louco, homicida, indisculpável porêm, a partir daì esses Srs. e Senhoras que honradamente lá se encontram pensarâo duas vezes antes de mentirem e expoliarem.

    Aquele Rodrigues alguma vez se arriscaria a fanar as k7s ? Nem Rodrigues, nem Medeiros, nem Socrates, nem barões cavaquistas…finito!

    Gostar

  89. zazie permalink
    9 Junho, 2010 17:45

    Eles têm sempre mais umas pinguinhas a acrescentar ao pacote por causa dos segundos mandatos.

    Gostar

  90. zazie permalink
    9 Junho, 2010 17:47

    # 85

    Quem lhe devia fazer essa pergunta eram os comunas.

    Mas esses também andam por tudo e de flor de laranjeira em desfiles barbies na Avenida, enquanto não perderem os sindicatos.

    Gostar

  91. zazie permalink
    9 Junho, 2010 17:49

    Na volta, quando perderem os sindicatos é que ainda vão militar mais pelas causas de cu, em troco da esmolinha na Assembleia.

    ehehehe

    Gostar

  92. 9 Junho, 2010 18:36

    Nuno Crato, foi nomeado presidente da Tagus Park.
    Bem feito !, para quem acredita que todos, e tudo, neste país, é linear e transparente !

    Gostar

  93. 9 Junho, 2010 18:47

    #93

    Também achei muito curiosa a nomeação de Nuno Crato. Estive a olhar para a sua biografia aqui. A curiosidade permanece.

    Gostar

  94. 9 Junho, 2010 18:52

    Provavelmente NC ‘retocou-se’ ultimamente com a “escola/sebenta” Ana Gomes…
    (Para quê ? Curriculum ? Futuro económico incerto ? Protagonismo ? “Missão” ?)

    NC nâo sabe quem detem poder na Tagus Park ? Quem são, alguns accionistas ?

    Gostar

  95. zazie permalink
    9 Junho, 2010 19:00

    Do Nuno Crato, tirando isso tudo que se sabe de positivo e das grandes críticas ao eduquês, só sei que também tem a tara jacobina e da forte.

    Tem sempre de dizer que é ateu a propósito de nada e até em comunicações eruditas para a plateia.

    É doença. Mas não há-de ter sido por isto que foi nomeado. Portanto, não sei nada.

    ehehehe

    Gostar

  96. zazie permalink
    9 Junho, 2010 19:01

    Ateu do ramo cientóino,como o Fiolhais. Ainda que não seja um fiolhais no seu ramo.

    Mas é sempre a dizer isso que fecha as participações públicas.

    eheheh

    Gostar

  97. zazie permalink
    9 Junho, 2010 19:09

    Bem, mas a Taguspark está dividida a meias entre lobby ISCTE e lobby IST.

    Ele entra ao lado do Ramôa Ribeiro e do Tribolet.

    Gostar

  98. José permalink
    9 Junho, 2010 19:14

    Nuno Crato já estava dentro do sistema Cooperativo? Mergulhou a fundo, agora. Nunca mais de lá sai.

    Gostar

  99. José permalink
    9 Junho, 2010 19:15

    A não ser que cuspa na sopa o que não é muito provável. Vai ganhar quanto? É essa a questão.

    Gostar

  100. 9 Junho, 2010 19:15

    …com Isaltino & não só pelo “meio”…

    Gostar

  101. 9 Junho, 2010 19:18

    Será um novo-cristão ? Entrado de mansinho ou já assumido num futuro próximo ?

    Gostar

  102. zazie permalink
    9 Junho, 2010 19:19

    Pois. Essas questões nunca são de somenos.

    Gostar

  103. zazie permalink
    9 Junho, 2010 19:25

    Tem piada que estava convencida que ele vinha do Técnico mas afinal tem licenciatura em Economia.

    Gostar

  104. 9 Junho, 2010 19:41

    “Náah” !… ‘Isto’ vai piorar nos próximos dois anos, o futuro será uma grande incógnita, o dinheiro pode não chegar para as despesas, há que aproveitar !”

    Gostar

  105. 9 Junho, 2010 19:47

    Também é verdade o seguinte:
    NCrato foi nomeado. Não consta, que eu saiba até agora, que aceitou.

    12/12/2012 e “a coisa” toda resolve-se, segundo os pessimistas mais expectantes.

    Gostar

  106. zazie permalink
    9 Junho, 2010 19:52

    Ó… mas agora estamos tolinhos.

    Foi nomeado e já é presidente a substituir Américo Thomati. É o que vem nos jornais e está visto que não ficou a saber da nomeação pelos jornais.

    Gostar

  107. não sou o cunhado da MJM, mas gostava permalink
    9 Junho, 2010 19:55

    e não há como responsabilizar judicialmente uma pessoa (vamos supor) que faz uma canalhice destas?

    Gostar

  108. zazie permalink
    9 Junho, 2010 19:56

    À parte estas andanças ele divulgou coisas interessantíssimas juntando os Pré-Rafaelitas com a Ciência e fez outras pequenas investigações na pintura das estrelas num quadro de Van Gogh e mais noutra historieta de uma vanitas simbolista.

    Hei-de ver se isso está tudo publicado porque o caso da vanitas da pintura inglesa era mesmo muito gira.

    Gostar

  109. Anónimo permalink
    9 Junho, 2010 19:57

    Essa da “cifrada”, para as responsabilidades da pessoa em causa, decifra bem o código deontológico pelo qual se rege.

    Gostar

  110. zazie permalink
    9 Junho, 2010 19:59

    # 108

    Responsabilizar porquê? por ter dito que tem parentes que a podiam tratar?

    Ora, era mandar a tipa à merda, mas com outras palavras mais grossas e ela que fosse queixar-se ao sindicato.

    Esta treta de andar tudo com pinderiquices do bom-nome e dos tribunais por causa das ofensas ao bom-nome é que já chateia.

    A Medeiros que vá para tribunal, isso sim. Isso era em grande.

    E a malta toda devia provocar ao máximo a ver se ela ia. Basta que saia num jornaleco qualquer e com indicação daquela caixinha de comentários.

    Era o fim da macacada.

    Gostar

  111. zazie permalink
    9 Junho, 2010 20:01

    Decifra nada. Apenas mostra que é galinha fatela, Mas isso são tod@s.

    E apaparicam-n@s. E essa subserviência é que também já chateia.

    Gostar

  112. zazie permalink
    9 Junho, 2010 20:03

    Eu não percebo é como é que a outra ainda respondeu assim, com punhos de renda.

    Há-de ser por causa da mania de andarem aqui com o nome todo, para mostrarem as habilidades e depois têm de entupir ou gastar dinheiro nos tribunais.

    ehehee

    Gostar

  113. zazie permalink
    9 Junho, 2010 20:05

    E não é militante do PSD?

    Não sei, ia jurar. E fartei-me de ler elogios à pascácia de artista medeiros feitos por militantes do PSD.

    Eles lá sabem as barbas de molho que também têm.

    Gostar

  114. zazie permalink
    9 Junho, 2010 20:11

    Mas os tugas são estes parolos com a tara do vedetismo.

    Lá porque uma tipa diz que outra é maluca e podia pedir ao cunhado ou à mana que a tratasse, já imaginam uma ofensa gravíssima com direito a tribunal.

    Isto é sempre o efeito novela dos ricos- o povão a barbar-se com a vida dos colunáveis.

    Quem quer que sejam, esses colunáveis todos que, na volta, bem se dobram ao mundo para caberem lá dentro.

    Gostar

  115. zazie permalink
    9 Junho, 2010 20:16

    Na volta é o Rogério da Costa Pereira.

    Gostar

  116. zazie permalink
    9 Junho, 2010 20:27

    Chapitô e mau-cheiro dos sovacos há-de ser mais para as tuas primas bloquistas.

    Tu és mais isto:

    Domain Name (Unknown)
    IP Address 95.93.72.# (Unknown Organization)
    ISP Unknown ISP
    Location
    Continent : Unknown
    Country : Unknown
    Lat/Long : unknown
    Language unknown
    Operating System Macintosh WinNT
    Browser Safari 1.3
    Mozilla/5.0 (Windows; U; Windows NT 6.1; en-US) AppleWebKit/533.4 (KHTML, like Gecko) Chrome/5.0.375.55 Safari/533.4
    Javascript disabled
    Time of Visit Jun 9 2010 8:18:59 pm
    Last Page View Jun 9 2010 8:18:59 pm
    Visit Length 0 seconds
    Page Views 1
    Referring URL unknown
    Visit Entry Page http://blasfemias.ne…mbem-a-ter-em-conta/
    Visit Exit Page http://blasfemias.ne…mbem-a-ter-em-conta/
    Out Click
    Time Zone unknown

    Gostar

  117. zazie permalink
    9 Junho, 2010 21:18

    Aqui eles a cagarem de alto .

    E não os obrigam a engolirem esta treta toda às colherzinhas.

    Gostar

  118. anónimo permalink
    9 Junho, 2010 21:19

    qual bloquista? bloqueira a imitar tijoleira canhota com hálito a urina de gato e cheiro a sovaquinho, tipo dragoqueen.

    Gostar

  119. anónimo permalink
    9 Junho, 2010 21:26

    um reposteiro sobre a medeiros é facturar em barda, do caga à matos, passando pela animadora cultural zaida e pela dona de casa rbmj, tá cá toda a bardinagem intelectual do basófias.

    Gostar

  120. zazie permalink
    9 Junho, 2010 21:27

    Só faltava o fóssil.

    Gostar

  121. 9 Junho, 2010 21:38

    130,

    a psicoisice da psicoisa reentrou ao serviço…

    Gostar

  122. 9 Junho, 2010 21:55

    Neste momento, João Soares está, na SICN, a dar lições de ética sobre sala´rios, pensões, benesses…
    Ao que chegou o descaramento !

    Gostar

  123. Portela Menos 1 permalink
    9 Junho, 2010 23:21

    este post de helenafmatos parece que foi feito para zazie e para jose!

    Um autêntico massacre de comentátios, de grande elevação (ver:José disse 9 Junho, 2010 às 3:38 pm) a que só falta a habitual referência ao ISCTE!

    Gostar

  124. Monsoir permalink
    10 Junho, 2010 00:37

    zazie disse: Mas os tugas são estes parolos com a tara do vedetismo.

    e eu acrescento: começando por ti zazie, es uma burrinha com a mania de esperta, tens a mania que tens cultura, mas só de saloia

    Gostar

  125. 11 Junho, 2010 11:00

    Depois do esclarecimento inequívoco da Ana Matos Pires sobre o assunto, o mínimo que se exige à Helena Matos é que se retracte. Mas parece-me que isso seria pedir muito à pessoa em questão…

    Gostar

  126. zazie permalink
    11 Junho, 2010 19:44

    Esclarecimento?

    Uma galinhice foleira até dizer chega e é esclarecimento? O AAA faz um post, a maluca da psico-junkie faz esta caricatura de perturbações mentais.

    O AAA pergunta se é com ele e a tipa, para se safar, acrescenta depois a nota a dizer que era para a outra, por causa de uma cena passada há 2 anos.

    Estas fufas-xuxas metem prá veia.

    Gostar

  127. zazie permalink
    11 Junho, 2010 19:47

    Se havia dúvidas, ficaram esclarecidas. A sujeita é mentirosa e intriguista, até dizer chega.

    Vestiu a bata primeiro e agora diz-se médica. Podia ter sido ao contrário e o resultado era mais tranquilizante.

    Felizmente que ela própria se encarrega das credenciais profissionais, com estas merdoquices de fufa.

    Gostar

  128. zazie permalink
    12 Junho, 2010 01:26

    Na verdade, a historieta foi pior.

    Ela escreveu esta anormalidade sem qualquer link e nem era para o Insurgente.

    Era para quem fez este post. E depois é que aproveitou a MJM que estava à mão para se vingar de cenas passadas.

    Gostar

  129. Tribunus permalink
    12 Junho, 2010 16:35

    Porque apareceu a Medeiros em Belem com os socialistas? a rapariga agora serve snacks?

    Gostar

Trackbacks

  1. Deformação profissional para os lados da psiquiatria ou dificuldades de compreensão de português « O Insurgente
  2. Speculum Calumniae at Aspirina B
  3. Será masoquismo da Ana Matos Pires? « O Insurgente

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: