Saltar para o conteúdo

A mentirinha dos 350 milhões

29 Julho, 2010

Sócrates gaba-se que graças à Golden Share foi possível aumentar a oferta da Telefónica de 7,15 mil milhões para 7,5 mil milhões. É mais uma mentirinha, por dois motivos:

1. Os prazos de pagamento da oferta de 7,15 mil milhões de euros não são os mesmos que os prazos de pagamento da oferta de 7,5 mil milhões de euros. Ver este comentário do nosso leitor FMP:

Pequena precisão Joao: dos 7.5bln, 1bln é pago em dezembro e 2bln a 31 de outubro de 2011, o que significa que o verdadeiro preço para comparar com os 7.15 anteriores é na verdade mais perto de 7.25, se actualizarmos o valor total ao momento de hoje… (os 7.15 eram pagos de uma só vez)

2. Os dividendos diferentes envolvidos são diferentes, como bem nota o JCD:

Claro. A Telefonica, praticamente, manteve o preço, mas arranjaram maneira de dizer que o preço tinha aumentado. A 10% de taxa de desconto, são só mais 70 milhões de euros. (1%). O acerto deve ter sido feito com os direitos ao resultado do ano.

Os documentos disponíveis na CMVM (pdf, pdf) mostram isso mesmo. Desde o início que a oferta da Telefónica previa duas formas de pagamento:

1. Uma forma de pagamento em que são pagos de imediato 7,15 mil milhões de euros;

2. Uma forma de pagamento em que os 7,15 mil milhões de euros podem ser pagos em tranches. Neste caso, àquele valor acresce um juro anual de 5% correspondente às últimas tranches.

A ambas as formas de pagamento acrescia ainda o dividendo de 2009. A forma de pagamento 2 permitia ainda à PT escolher o timing da venda ao longo dos próximos 3 anos.

O Jornal de Negócios afirma na edição em papel que os 7,5 mil milhões já incluem dividendos. Portanto, os 7,5 mil milhões não são directamente comparáveis com os 7,15 mil milhões. Pelas minhas conta, após correcção da taxa de juro e do dividendo de 2009, chega-se a um valor de 7,2 a 7,25 mil milhões. Se se entrar com o dividendo de 2010 chega-se a 7,15 – 7,2 mil milhões

36 comentários leave one →
  1. Antonio Maria permalink
    29 Julho, 2010 14:03

    Vão lá dizer isso aos Abrantes e aos analistas tipo Garrido, Metelo e quejandos.

    Gostar

  2. montenegro permalink
    29 Julho, 2010 14:07

    A imprensa internacional aplaude o negócio da PT, que conseguiu mais 350 milhões de euros pela venda da Vivo à espanhola Telefónica. A “The Economist” diz que a Portugal Telecom parece ser a “vencedora óbvia”.

    – Quem sou eu para duvidar

    Gostar

  3. montenegro permalink
    29 Julho, 2010 14:16

    http://2.bp.blogspot.com/_lI4SzfEMVJM/TFF1mXTxOGI/AAAAAAAAHo8/tkNATH49A_A/s400/passoscoelho

    Da que falar e pensar.

    de 15 em 15 dias vai a Castela – andará no contrabando?

    Gostar

  4. 29 Julho, 2010 14:29

    Tem vc João toda a razão!
    Qué lá isso de o PS e do Governo ter conseguido realizar o MAIOR NEGÓCIO, já realizado em Portugal, desde sempre, e por acaso também o maior concretizado a nível mundial, este ano, até à data?
    Qué lá isso de estarem contentes, não é?
    O que se deve salientar é uma qualquer engenharia financeira para tentar retirar importância a este negócio…
    Já pensou pedir ajuda ao Medina? Ao JMF?
    Até faz dó, tanta indigência intelectual e tanta raiva, não é?
    Olhe, já que parece gostar de contas, junte a este negócio de 7,5MM o da compra da OI (está a perceber, não está?…) e veja lá se encontra por esse Mundo, alguma coisa que se lhe compare!
    Isto é uma chatice, o PS além de fazer barragens, TGVs, Pontes, Regadios, As melhores Escolas Públicas do Mundo…agora deu em fazer negócios intercontinentais em que o País ganha rios de Janeiro, perdão, rios de dinheiro;-))
    Apareça mais vezes!

    Gostar

  5. JoaoMiranda permalink*
    29 Julho, 2010 14:39

    ««Qué lá isso de o PS e do Governo ter conseguido realizar o MAIOR NEGÓCIO, já realizado em Portugal, desde sempre, e por acaso também o maior concretizado a nível mundial, este ano, até à data?»»

    O maior negócio conseguia-se à mesma sem a intervenção do governo. Se o governo não tivesse vetado a venda da Vivo a PT já tinha vendido há 1 mês. Veto do governo apenas atrasou o tal maior negócio.

    ««Olhe, já que parece gostar de contas, junte a este negócio de 7,5MM o da compra da OI »»

    A compra da Oi é despesa que subtrai aos 7,5 MM. Ainda por cima despesa feita por pressão política, o que implicou um preço mais elevado.

    Gostar

  6. Grunho permalink
    29 Julho, 2010 14:45

    “A compra da Oi é despesa que subtrai aos 7,5 MM”
    A PT anda a desbaratar dinhheiro obtido com um “negócio conseguia-se à mesma sem a intervenção do governo”

    Gostar

  7. Outside permalink
    29 Julho, 2010 14:55

    Caro #5

    Até estava em concordância consigo (porque realmente os odiozinhos de estimação e a parcialidade das postadas dá dó, especialmente porque só se defende unilateralmente o Kapital e a privatização dos pilares do paìs como se fosse garantia de qualidade e justiça entregar esses pilares a gestão privada) até (redundância) ler este parágrafo:

    “Olhe, já que parece gostar de contas, junte a este negócio de 7,5MM o da compra da OI (está a perceber, não está?…) e veja lá se encontra por esse Mundo, alguma coisa que se lhe compare!
    Isto é uma chatice, o PS além de fazer barragens, TGVs, Pontes, Regadios, As melhores Escolas Públicas do Mundo…agora deu em fazer negócios intercontinentais em que o País ganha rios de Janeiro, perdão, rios de dinheiro;-))”

    Barragens ? Mal implementadas e sem planeamento, monstros que arruinam e isolam mais ainda o interior.

    TGVs ? Para què ? Com que interesses ou estratégias ? No complemento do ponto anterior, ao invés de se reformularem/restaurarem as linhas ferroviárias existentes aposta-se numa ligação ultra-sónica que só irá servir nuestros hermanos.

    Pontes ? Encontram-se abandonadas pelo país..é uma sorte nossa Entre-os-rios não se repetir porque a fiscalização das mesmas continua ausente…ou será que o que conta é o m3 de betão em pontes novas (é acionista da brisa,lusoponte?).

    Regadio ? Mas qual regadio ? Não existe desde há décadas apoio à agricultura e pescas em Portugal!!!

    E cereja no topo desde bolo que só alguns comem…As melhores Escolas públicas do Mundo !!!!!!! Isto é ironia certamente e a minha falta de paciência é que já não suporta estas atoardas porque não só a estrutura do ME em Portugal é abjecta como a gestão pública (realizada por entidades/organismos/ninhos!!! públicos) serve apenas os bois e boys do sistema…não se vizualizando quer melhorias qualitativas quer estruturais do ensino.

    Paixão a quanto obrigas !!!

    Gostar

  8. Outside permalink
    29 Julho, 2010 15:02

    …E CALMA LÁ COM A CONCORDÂNCIA QUE SÓCRATES E OS SEUS NÃO REALIZARAM NADA, IMPEDIRAM SIM COM FALSAS RAZÕES DE PATRIOTISMO E DEFESA DOS SEUS INTERESSES INTERIORES NA PT.

    Gostar

  9. montenegro permalink
    29 Julho, 2010 15:54

    A “The Economist” relembra que a Telefónica começou por fazer uma oferta de 5,7 mil milhões de euros, que foi posteriormente elevada para 6,5 mil milhões e ainda, numa terceira proposta, para 7,15 mil milhões, “um preço que alguns analistas já consideraram doido e que foi aceite pelos accionistas da PT”.

    Preço esse que foi 32% superior ao da primeira oferta lançada pelo CEO da operadora espanhola, César Alierta.

    -Será que os “economista”
    da “city” falam verdade ou é o llmº pedagogo Miranda que saberá da musica

    Gostar

  10. montenegro permalink
    29 Julho, 2010 15:58

    http://jn.sapo.pt/PaginaInicial/Economia/Interior.aspx?content_id=1619779

    Portugal “muito melhor” financeiramente do que outros países do sul da Europa
    2010-07-16
    A situação financeira de Portugal é “muito melhor” do que a da maioria dos países do sul da Europa, e as recentes reformas laborais tornaram o país atraente para o investimento estrangeiro, defendeu o embaixador norte-americano em Lisboa.

    O embaixador Allan Katz falou à Lusa à margem de encontros com a comunidade luso-americana em Newark, Nova Jérsia, na sua primeira viagem de regresso aos Estados Unidos desde que assumiu formalmente o posto de Lisboa, em Abril.

    – Quem sou eu para duvidar do sr. Embaixador -ou foi o Socrates que o”comprou” com uma viagem á Madeira?

    Gostar

  11. Pi-Erre permalink
    29 Julho, 2010 16:05

    “As melhores Escolas Públicas do Mundo…”

    É mesmo! Quase tão boas como as dos antigos países de leste, que o Diabo haja.
    Ainda acabamos por ver os nossos públicos alunos a construir
    Ladas e Trabantes para circular nas magníficas estradas mandadas fazer pelo nosso Querido Líder que está em todo o lado.

    Gostar

  12. Adalberto Gomes permalink
    29 Julho, 2010 16:06

    Sou liberal desde pequenino

    graças a minha mãe que teve a pertinácia de me comprar uma xupeta e, hoje, já homem, farto-me de mamar á conta do orçamento.

    Hei-de continuar a ser um lambuzadelas

    Gostar

  13. Adalberto Gomes permalink
    29 Julho, 2010 16:14

    Como Liberal que sou, também tenho o direito de fazer o “teste” de portugalidade

    Gostar

  14. Risadas permalink
    29 Julho, 2010 16:38

    Ora cá estão os profetas da desgraça, tudo o que é feito que passe por este governo é desvalorizado, se o mesmo fosse feito com cores do PSD a esta hora estavam a aplaudir. Só que do lados daquelas cores nada aparece e como tal vão dizendo mal de tudo, São os inteligentes que temos

    Gostar

  15. Berto permalink
    29 Julho, 2010 16:51

    O negócio já estava decidido há muito. O mérito não é da PT, nem de Sócrates. É todo do Ricardo Salgado do BES. A manobra da golden-share foi isso mesmo: uma manobra bem estudada. Não sei se o negócio foi vantajoso para Portugal, para a PT ou para a Telefónica. Não sei nem me interessa, que estas coisas do capitalismo movem-se por caminhos estranhos e os liberais que blogam aqui tinham obrigação de o saber. Mas sei quem ficou a ganhar e bem com isto tudo: O BES e Ricardo Salgado, para além dos accionistas da PT, e os gestores de topo que irão receber o seu quinhão.
    Agora se foram 7,5 mil milhões, 7,15 mil milhões ou 7,25 mil milhões, pagos a pronto ou a suaves prestações, isso é irrelevante para o negócio. Como a PT é afinal uma empresa privada pode fazer o que quiser para aumentar os seus fundos, desde que não prejudique os seus consumidores. Não é isto que todos defendem aqui?

    Gostar

  16. 29 Julho, 2010 16:57

    Excerto do artigo “Brazil calling” da The Economist:

    «For now, to be sure, Vivo looks a far more attractive asset than Oi. With its subscale mobile-phone business, Oi will likely resort to discounting, harming its much larger fixed-line business, according to Bernstein Research. Mr Bava believes in a mobile future but has ended up with a mainly fixed-line operator. The desperation of both old-European firms to get a foothold in a fast-growing overseas market is plain.»

    Gostar

  17. JJ Pereira permalink
    29 Julho, 2010 17:24

    Lorpas e vígaros, ou vígaros e lorpas?
    De José Sórdido y sus muchachos não há muito por onde escolher…

    Gostar

  18. pmo permalink
    29 Julho, 2010 18:07

    Muito se fala de tão pouco que se sabe…

    Confundem-se opiniões com interpretações de factos e eventos que se desconhece… Não posso negar que não existam, mas também não posso tirar ilações do que desconheço…

    Apenas opino: i) O governo não se deve envolver nos negócios das Empresas; ii) a Telefónica pagou um preço elevado porque assumiu uma posição de controlo no líder do mercado brasileiro; iii) a PT aquiriu uma participação financeira (sem controlo) numa empresa que, aparentemente, tem uma estrutura accionista heterógenea e sem créditos firmados no sector (para além do maior accionista ser uma empresa pública), e que, entendo, em situação concorrencial, estará sempre em desvantagem face à Vivo.

    Em resumo: Espanha 1:0 Portugal.

    Gostar

  19. Arlindo da Costa permalink
    29 Julho, 2010 18:19

    Não é preciso ser-se especialista para chegarmos à conclusão que a PT fez um péssimo negócio.

    Os accionistas – principalmente os mais pequenos – foram enrabados.

    Quem ontem viu o Sócrates, pé ante pé, a dirigir-se aos microfones para falar num negócio privado deve ensar que está num país de palermas, o que em parte é verdade!

    Todos os dias o Sócrates enterra o país, mas tem tempo para mandar bitaites sobre negócios privados, ainda por cima o pior negócio que já se fez em Portugal!

    A OI vai continual brasileirinha da silva, como disse e muito bem o Lula, e a VIVO, a joia da coroa foi entregue de mão-beijada à Tefónica.

    Não admira que o país esteja de rastos.

    Nem negócios já não sabem fazer!

    Gostar

  20. Carlos Dias permalink
    29 Julho, 2010 18:53

    A credibilidade do interesse nacional da Vivo cola-se à credibilidade do governo.

    O que era do interesse nacional há umas semanas desapareceu tal como a necessidade de conteúdos para a compra da TVI.

    O que os accionistas tinham decidido foi cumprido, com o atraso da participação do governo, como seria de esperar.

    Ficou-se com a glória do país terceiro mundista que não pode decidir sem o aval de quem nós sabemos.

    Mas isso já todos viram há muito tempo, só não vê quem é cego (ou precisa de bengala).

    Gostar

  21. Adalberto Gomes permalink
    29 Julho, 2010 18:54

    “”PSD: Proposta de revisão constitucional «é só um teste»””

    Coitado do pequeno, já a formiga tem catarro

    Gostar

  22. montenegro permalink
    29 Julho, 2010 18:58

    PT “espremeu” a Telefónica e o mercado gostou
    29 Julho2010 | 09:55

    Carla Pedro – cpedro@negocios.pt

    A imprensa internacional aplaude o

    negócio da PT, que conseguiu mais 350

    milhões de euros pela venda da Vivo à

    espanhola Telefónica. A “The Economist”

    diz que a Portugal Telecom parece ser

    a “vencedora óbvia”.

    …Tenho um pai que é cego

    Gostar

  23. Pirro permalink
    29 Julho, 2010 19:14

    “The Economist” diz que a Portugal Telecom parece ser a “vencedora óbvia”.

    Estes ignorantes do Economist não teriam dito um tão grande disparate se tivessem lido as postas do João Miranda.

    Gostar

  24. não importa permalink
    29 Julho, 2010 19:14

    Como era de prever o negócio fez-se e já estava combinado há muito tempo pelo sócretino e pelos seus mentores, nomeadamente o senhor zapatero, o seu chefe maçónico.

    Tudo isto foi apenas uma novela criada apenas para enganar o povo e para que o traidor iberista do pM saisse diztoi tudo com cara de patrtiota, quando na verdade é um traidor à patria que esta a trabalhar para entregar io pais a espanha.

    Este negócio é um escandalo, e tudoi isto não passou de uma encenação combinada entre socrates, e zapatero, e o senhor do BES, e se este pais vier a ser governado por algum politico em consições nos próximos anos o senhor ricardo salgado de Portugal devia ser corrido fora deste pais, nacionalizar-lhe o banco epo-lo a mexer.

    Usando o termo de comparação portugues, a VIVO representa no Brasil o que a TMN representa em Portugal, a Oi é uma espácie de optimus com telefones fixos, ou seja, trocamos 50 % da VIVO (TMN) por 22 % da OI (optimus), vejam lá que rico negócio.

    Pior do que isto, no momento em que a PT leva um rombo destes fruto de uma parceria com castela, as parcerias com eles sairam-nos sempre com graves prejuizos ao longo dos ultimos seculos, sendo este negócio o exemplo mais recente, num momento destes o Passos patinho do PSD, que aquele senhor é um patinho autentico vai para madrid, defender parcerias com espanha.

    http://tsf.sapo.pt/PaginaInicial/Portugal/Interior.aspx?content_id=1628875

    Este PSD é de papel, realmente o henrique neto tem toda a razão, o rapaz do angelo correia como diz o alberto joão, é mesmo um sósia do sócrates, de sócrates já se sabe que é um traidor iberista, este parce que para lá caminha passos largos.

    Portugal, ou se arranja alguem de jeit o nos próximos 5710 anos, ou então corremos o risco de desaparecer, a não ser que o povo se revolte.

    Gostave de saber onde andam os otelos, e esses senhores do 25 de abril?

    Gostar

  25. montenegro permalink
    29 Julho, 2010 19:47

    Já aqui tinha referido – não basta ao sr. Coelho, ter sido pr. da JSD, porque, em materia de experiencia profissional, é ZERO, como muitos que aqui andam e passam a vida a obrar postas de pescada.

    Ainda vão a tempo da fazer novo congresso, dou como sugestão, o Vimeiro, tem boas aguas e faz bem ao aparelho digestivo, por causa dos sapos.

    Sabem o que é homem parece?- uma figura embalsemada, penteado com risco ao lado – parece uma figura do museu Londrino.

    Façam esse favor ao partido e ao País.

    Gostar

  26. 29 Julho, 2010 20:09

    Neste enredo brasileiro
    com diálogos mal falados,
    destaca-se o tom foleiro
    de actores esfarelados.

    O interesse tão falado
    e, agora, desvanecido
    é um termo encabulado
    num discurso entorpecido.

    Com esses milhões avivados,
    após meses de incertezas,
    deixarão alguns tão lavados
    das mais ingénuas justezas.

    É cedo para festejar
    os milhões espanholados,
    para não se lacrimejar
    sobre feitos empolados.

    Gostar

  27. J.F.Transmontano permalink
    29 Julho, 2010 21:42

    valente negócio sim, trocaram 50 5 da VIVO que é a TMN do brasil, por 22% OI que é uma espécie de Optimus brasileira.

    Como eu me fartei aqui de dizer tudo issto foi uma grandemontagem para o sócretino enganar o povo e dar uma de patriota, para tentar baralhar o povo, e retirar argumentos a que lhe chama iberista, qque é o que le é, este miguel de vasconcelos do séc XXI.

    Mas se este é um traidor o Passos patinho parece que lhe quer seguir os passos, apoia TGV madridocentricos, mundiais de futebol ditos ibéricos, em vez de lus-espanhóis para castelhanizar o portuga, é a favor da venda da VIVO e vem agora defender parcerias com os castelhanos, no dia em que les nos dão esta facada nas costas com a PT.

    A mim este também não me engana, reportovos para o que já disse há uns meses sobre esta peça, as recentes afirmações só vêm confirmar as minhas suspeitas.

    leiam:

    https://blasfemias.net/2010/05/12/sem-governo-a-vista/#comment-266639

    Gostar

  28. Carlos Dias permalink
    29 Julho, 2010 21:42

    É interessante ver aqueles que cantavam em coro com o chefe sobre o interesse nacional ficam contentes com o pseudo-excedente que os accionistas conseguiram com o negócio.

    Deixou-se de ouvir as lamurias sobre o dinheiro que o BES ia ganhar, que os capitalistas até vendiam a mãe, etc…

    Enfim, estamos quase a começar o campeonato.

    Gostar

  29. Arlindo da Costa permalink
    29 Julho, 2010 22:23

    Não tenho dúvidas que a Telefónica fez um bom negócio.

    A PT vai enterrar-se na OI, até porque tem uma posição muito minoritária.

    Os pequenos accionistas foram bem enrabados!

    Gostar

  30. cachucho permalink
    29 Julho, 2010 22:44

    Então mas agora já são a favor de golden share? Estou confuso…

    Gostar

  31. berto permalink
    29 Julho, 2010 22:58

    Não percebo. Fartaram-se de vociferar contra o uso da golden-share, e agora dizem que o negócio foi mau. A PT é ou não é uma empresa privada? E como tal tem ou não tem direito de fazer os negócios que entender, ou, quiçá, abrir falência, vender-se totalmente à Telefónica, comprar a British Telecom? Não é assim que deve funcionar o mercado nesta economia global em que vale tudo até tirar olhos? De que se queixam, afinal?

    Gostar

  32. Carlos Dias permalink
    29 Julho, 2010 23:59

    “De que se queixam, afinal?”

    Da triste figura com o uso da golden-share.

    Gostar

  33. António Parente permalink
    30 Julho, 2010 10:53

    Se o João Miranda logaritmizar ou radicalizar quadraticamente (de raiz quadrada) o valor final ainda descobre que a PT pagou para a Telefonica ficar com a Vivo.

    A dedução até tem a sua lógica mas aplicar taxas de desconto de 10% e taxas de juro de 5% parece-me demasiado liberal.

    Gostar

  34. JoaoMiranda permalink*
    30 Julho, 2010 10:59

    António Parente,

    Está explicado no post que as taxas de 5% estavam previstas na primeira proposta da Telefónica. Não fui eu que as inventei. Aliás, hoje o Jornal de Negócios tem uma notícia que confirma o que afirmo no post.

    Gostar

  35. Romão permalink
    30 Julho, 2010 12:01

    João, ainda está a tempo de perceber os contornos do negócio e as vantagens políticas do uso da Golden Share, ou de como tudo se resume a “it’s not all about the economy”.

    http://www.publico.pt/Pol%C3%ADtica/vantagem-do-psd-diminuiu-no-barometro-da-tsfde_1449406

    Gostar

  36. ferreira permalink
    30 Julho, 2010 23:46

    Despedimento colectivo de 112 trabalhadores no Casino Estoril
    Nestas condições não constituirá um escândalo e uma imoralidade proceder-se à destruição da expectativa de vida de tanta gente ? Para mais quando a média de idades das mulheres e homens despedidos se situa nos 49,7 anos ?
    Infelizmente, a notícia de mais um despedimento colectivo tem-se vindo a tornar no nosso país numa situação de banalidade, à qual os órgãos de comunicação social atribuem cada vez menos relevância, deixando por isso escondidos os verdadeiros dramas humanos que sempre estão associados à perda do ganha-pão de um homem, de uma mulher ou de uma família.
    Mas, para além do quase silêncio da comunicação social, o que mais choca os cidadãos atingidos por este flagelo é a impassibilidade do Estado a quem compete, através dos organismos criados para o efeito, vigiar e fazer cumprir os imperativos Constitucionais e legais de protecção ao emprego.
    E o que mais choca ainda é a própria participação do Estado, quer por omissão do cumprimento de deveres quer, sobretudo, por cumplicidade activa no cometimento de actos que objectivamente favorecem o despedimento de trabalhadores.
    Referimo-nos, Senhores Deputados da República, à impassibilidade de organismos como a ACT-Autoridade para as Condições do Trabalho e DGERT (serviço específico do Ministério do Trabalho) que, solicitados a fiscalizar as condições substantivas do despedimento, nada nos respondem.
    Mas referimo-nos também à Direcção-Geral da Inspecção-Geral de Jogos, entidade a quem cumpre fazer cumprir as normas legais da prática dos jogos, que não hesita em violar os imperativos da Lei nº 10/95, de 19 de Janeiro, para possibilitar à empresa o despedimento dos porteiros da sala de jogos tradicionais.
    A corrupção não existe, agora chama-se: Ciência Politica Utilitária

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers gostam disto: