Saltar para o conteúdo

As 27 perguntas e outras coisas mais*

30 Julho, 2010
by

Uma legião de socráticos, com destaque para membros do gabinete do próprio primeiro-ministro, têm vindo a exigir que todos os jornalistas que investigaram o caso Freeport se penalizem por o seu “deus” – desde a recente entrevista de Almeida Santos que o termo está consagrado – não ter sido acusado pelo Ministério Público. Como é habitual, misturam dois planos: o que é um comportamento onde não se detectou uma ilegalidade e o que é um comportamento correcto. A imprensa, quando escrutina actos públicos, não escrutina apenas o cumprimento de leis que os legisladores emaranharam num labirinto: escrutina também a lisura e a correcção dos comportamentos (foi o que fez, por exemplo, no caso da licenciatura pela Independente). E o que está no processo no Freeport continua a ter muito que se lhe diga.
Mas não só. Como este jornal noticiava ontem, os procuradores que dirigiram o processo no último ano e meio (é bom não esquecer que ele esteve “esquecido” e abandonado durante quatro anos) queriam ter feito 27 perguntas a José Sócrates cuja leitura, só por si, é esclarecedora das pesadas dúvidas que ficaram por esclarecer.
Por isso, ao contrário do que desejariam estes personagens, alguns deles bem sinistros e rancorosos, ninguém pedirá desculpas por ter feito o que era seu dever e muitos vão continuar a procurar respostas para aquelas e outras perguntas. Até porque não se esquecem que vivem num país onde a Justiça deu razão a Domingos Névoa.

*Público, 30 de Julho de 2010

Anúncios
10 comentários leave one →
  1. 30 Julho, 2010 23:28

    Muito bem!

    Gostar

  2. 31 Julho, 2010 00:02

    Vira o disco e toca o mesmo…

    Gostar

  3. david almeida permalink
    31 Julho, 2010 00:38

    Mas jmf acha normal os procuradores não terem solicitado mais tempo para inquirir o Sócrates?
    Acha normal as tais perguntas fazerem parte do despacho?
    Será que o jmf não assistiu ao julgamento do Sócrates na praça pública?
    Não assistiu aos risinhos e gestos da Guedes quando apresentava o Jornal de Sexta, melhor o Jornal do Freeport?
    Mas se o processo continha tanta corrupção, a julgar pelas notícias que vinham assiduamente na imprensa, porque motivo apenas duas pessoas vão a julgamento?

    Não será jmf que o processo Freeport teve alguns intervalos porque era interessante mantê-lo vivo e activo a té às “próximas” eleições legislativas?
    O jmf não acha que este processo deixou de ser para apurar se houve ou não corrupção, para passar a ser um julgamento político, melhor de perseguição política?

    Gostar

  4. Nuno permalink
    31 Julho, 2010 01:33


    3.david almeida disse
    31 Julho, 2010 às 12:38 am ~

    «…não acha que este processo deixou de ser para apurar se houve ou não corrupção, para passar a ser um julgamento político, melhor de perseguição política?»

    Seguramente, terá os dois objectivos, sendo que um julgamento político nunca deixará de ser.

    tácito

    Gostar

  5. Mariana Figueiredo permalink
    31 Julho, 2010 01:34

    Se queriam fazer perguntas, porque não pediram a prorrogação do prazo? Estão a brincar connosco?

    Gostar

  6. 31 Julho, 2010 04:28

    Mais outra decisão polémica da Justiça:

    Paquetes da Expo-98:

    http://mentesdespertas.blogspot.com/2010/07/paquetes-da-expo-justica.html

    Gostar

  7. Licas permalink
    31 Julho, 2010 09:55

    3.david almeida disse
    31 Julho, 2010 às 12:38 am
    Mas jmf acha normal os procuradores não terem solicitado mais tempo para inquirir o Sócrates?
    ************************

    PARA ESTE UM PROCESSO CRIMINAL A UM P.S. CONSTATA APENAS PERSEGUIÇÃO
    POLÍTICA . . .
    VAMOS BONITOS, VAMOS . . .

    Gostar

  8. 31 Julho, 2010 10:35

    Gostar

  9. lop permalink
    31 Julho, 2010 12:14

    os procuradores sabem o q a casa (MP e leis do PS) gasta!
    daí apenas poderem fazer isto! fazerem mais seria perder tempo e super-arriscado! fazer menos seria covardia.
    note-se que o agente do MP Lopes da Mota teve uma pena leve para quem foi acusado de pressionar os seus colegas investigadores…
    portanto, o melhor possível a fazer era isto.
    lembremo-nos que as leis são feitas pelo PS + PSD para o PS+PSD! o resto é fantasia.

    Gostar

  10. Nunes permalink
    2 Agosto, 2010 15:20

    Se os jornalistas lá na chafarica do pasquim do Belmiro demorassem 2 anos a fazer perguntas a um qq entrevistado iriam para a rua e com razão atendivel!
    O “jornalista” que assina a “peça” no pasquim do Belmiro é assistente no processo, nada tendencioso portanto!
    Maus jornalistas + Péssimos investigadores = CS & Justiça de merda.

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: