Saltar para o conteúdo

Ditadores com as pas e sem aspas

13 Agosto, 2010

Aconselho vivamente a leitura deste texto do Sapo sobre Fidel Castro. Como não podia deixar de ser o único ditador sem aspas que aí aparece é o Baptista. Que por acaso durante algum tempo passou por revolucionário – os bautistas como lhes chamavam enlevaram muita alma progressista aqui no ocidental burgo –  mas que pelo menos não obrigava ninguém a viver na revolução dele.

89 comentários leave one →
  1. 13 Agosto, 2010 11:53

    «Fidel Castro é visto pela esquerda mundial como paradigma de solidaridade e justiça e, pelos seus adversários, como um “ditador” que restringiu liberdades e submeteu os cubanos à penúria.»

    Palavras para quê? Mesmo para os seus adversários é apenas um ditador com aspas! E que dizer do plural de “liberdade” à boa maneira cunhalista?

    Gostar

  2. Francisco Colaço permalink
    13 Agosto, 2010 12:17

    A ideologia que mais matou no mundo foi a comunista. Ponto final! Nem o nacional-socialismo matou tanto. Fala-se na ditadura em Portugal, e houve-a. No Tarrafal morreram cinquenta e duas pessoas, números da democracia. Na construção da linha de ferro euro-siberiana morreram mais de um milhão de prisionairos. Falarímaos de Pol-Pot e de outros regimes?

    O Che Guevara mandou numa noite o assassinato de quatrocentas pessoas. O execrável Pinochet é causticado justamente por uns poucos milhares de vítimas, enquanto o número de vítimas de la revolución é desconhecido, mas eleva-se a várias dezenas de milhar. Há um duplo padrão em relação a ditadores: somos indulgentes com os que se dizem de esquerda e (justamente) condenamos os caudilhos.

    A nossa constituição proibe os símbolos de extrema direita. É hora de comerem todos ou de haver moralidade: a extinção do Partido Comunista Português é um imperativo de consciência, a menos que este se retrate de:

    1) Ditadura do proletariado (todos os dias, quase sempre, já farta)

    2) Sacralização do Estaline e do Lenine (Odete Santos, a prioresa da Igreja Universal do Império Vermelho)

    3) Campos de reeducação na URSS, China, Cuba, Vietname, e outros estados comunistas (Cunhal, felizmente defunto)

    5) Democracia da Coreia do Norte (Bernardino Soares, o Provedor de Justiça do Proletário Ultrajado)

    6) Matança da Páscoa (que teria matado quase tantas pessoas quanto o regime do Pinochet, a propósito).

    Ou isso ou aceitamos a Frente Nacional no jogo democrático.

    Gostar

  3. Licas permalink
    13 Agosto, 2010 12:33

    Francisco Colaço é um perigoso fascista. Vou dizer porquê.
    Qual é o regime capaz de produzir cidadãos comuns (nem sequer atletas) capazes de a nado precorrer as dezenas de kilómetros em mar aberto que medieam Cuba à costa americana, omo foi relatado não há muito tempo?
    Só um indivíduo capacitado tanto fisica como principalmente ideológicamente é capaz de tal proeza.
    SE FOSSE A FIDEL DE CASTRO DÁVA-LHE UMA MEDALHA . MAS, tenho cá a impressão que teria que enviá- la pelo correio , por mão própria ?
    TÁS MASÉ MALUCO.

    Gostar

  4. Lekas permalink
    13 Agosto, 2010 12:52

    Por favor não deixem “morrer” o Cerejo e o caso Free Port – vai durar pelo menos 3 anos, é preciso vender papel

    Gostar

  5. Lekas permalink
    13 Agosto, 2010 13:03

    “””Um agricultor de 34 anos foi detido, na passada quarta-feira, pela GNR de Celorico da Beira, por conduzir sob o efeito de álcool.

    O veículo era um burro com uma carroça atrelada, tendo o condutor acusado 2,84 g/l no teste efectuado pelos militares, conta o «Correio da Manhã».

    Jorge Rodrigues foi libertado e presente ao tribunal local. Vai ser julgado brevemente.

    O artigo do Código Penal que pune a condução sob o efeito de álcool não é explícito quanto a casos de condutores de veículos com tracção animal””””

    – Cá está, se ainda fosse o burro alcolizado, este ficava preso, como ficou, há uns anos, na esquadra do Campo Grande

    Gostar

  6. Licas permalink
    13 Agosto, 2010 14:17

    O Lekas a puxar carroças: não deixem extinguir o assunto . . .

    Gostar

  7. 13 Agosto, 2010 14:38

    Agora, em Espanha já se afiam facas para o costume e assim, convém relembrar coisas incómodas, como esta, por exemplo.

    Em Janeiro de 1943, Hitler exprimiu a sua viva admiração pelos comunistas que combateram na guerra civil espanhola de 1936-39, desprezando pelo contrário, …”aquela gente reaccionária à volta de Franco, que queria restaurar a antiga ordem social e a monarquia católica. Todo o idealismo esteve do lado dos vermelhos e um dia recomeçaremos a guerra civil espanhola, mas connosco do lado oposto, combatendo ombro a ombro com os comunistas, contra as forças da reacção”…

    Albert Speer, em “Spandau”, (1976)

    Gostar

  8. Licas permalink
    13 Agosto, 2010 14:45

    4.Lekas disse
    13 Agosto, 2010 às 12:52 pm
    Por favor não deixem “morrer” o Cerejo e o caso Free Port – vai durar pelo menos 3 anos, é preciso vender papel
    ********************

    MAIS UM QUE NOS ANDA A IMPINGIR A INVENÇÃO DE ” CABALAS ” CONTRA O 1º MINISTRO.
    QUANDO ELE FOR EXPULSO VÃO VER A UANTIDADE DE ” CABALLEROS ” QUE FICAM SEM EMPOREGO.

    Gostar

  9. 13 Agosto, 2010 15:09

    Esse homem está sempre vestido com uma farda militar. Só por isso já pode ver muita coisa.

    Gostar

  10. Arlindo da Costa permalink
    13 Agosto, 2010 15:20

    Fidel Castro é um ditador, e depois Srª Helena?

    E se lá está é por que o povo quer e quis.

    Também o Salazar teve 48 anos, por que o povo português queria e quis!

    Antes uma boa ditadura do que uma «democracia» de ladrões, vigaristas, traidores e mercenários ao serviço dos estrangeiros!

    Gostar

  11. Portela Menos 1 permalink
    13 Agosto, 2010 15:32

    está a ver helenafmatos, são mal agradecidos!
    tanto “carinho” por Cuba e saem-lhe comentários destes – Arlindo da Costa 13 Agosto, 2010 às 3:20 pm !

    Gostar

  12. Tiradentes permalink
    13 Agosto, 2010 15:35

    Para os ditadores todos os que não concordam com ele são “democratas” ladrões, vigaristas e mercenários.
    Ai Arlindo que vontade de fazer como o teu querido Che…matar 400 deles numa só noite.
    Ops esqueci-me de por “ditador” ou seria mais…”líder”?

    Gostar

  13. Arlindo da Costa permalink
    13 Agosto, 2010 15:56

    Não sejam hipócrias.

    Digam-me: prefeririam viver sob um regime decente ou viver num regime de mentirosos, ladrões, vigaristas, analfabrutos e analfabetos?

    No tempo do Salazar os governantes eram cultos e decentes.

    Qualquer falso engenheiro ia logo para o xilindró.

    Até a oposição desse tempo era credível, decente, culta e autêntica?

    Hoje, podem-me dizer se xiste alguma «oposição» a este sistema de ladroagem legalizada, de «democracia» fascizada?

    Vão mas é pentear macacos para o Jardim Zoológico!

    Gostar

  14. lucklucky permalink
    13 Agosto, 2010 16:12

    O Regime de Salazar não era decente, podia-te tirar tudo. Um Regime Comunista ainda pior, tirava-te tudo à partida. O problema deste regime é que está cada vez mais parecido com uma mistura de Salazarismo com Comunismo.

    Gostar

  15. lucklucky permalink
    13 Agosto, 2010 16:15

    A quem hoje nasce o Estado Social-FascioComunista dá-lhe à partida uma conta de quase 15000 Euros para pagar.

    Gostar

  16. Arlindo da Costa permalink
    13 Agosto, 2010 16:20

    «Estado Social» do PS e do PSD, queres tu dizer…

    O Salazar deixou muito ouro a render.

    E se fosse o Cunhal deixar-vos-ia muito trabalho e muita terra para lavrar!

    Ao menos esses não andavam a pedir emprestado aos agiotas internacionais!

    Gostar

  17. Olaio permalink
    13 Agosto, 2010 16:20

    VIVA FIDEL E A REVOLUÇÃO CUBANA!

    Gostar

  18. Portela Menos 1 permalink
    13 Agosto, 2010 16:32

    qué horror Arlindo, ¿por qué no te callas?

    Gostar

  19. Tiradentes permalink
    13 Agosto, 2010 16:33

    Adoro a decência cubana (isto para não falar da salazarista que já era).
    Não concordas comigo és indecente…toma lá 27 anos de cadeia.
    Reincides e passo-te pelo pelotão de fuzilamento.
    Prometo lavar tudo para ficar mais decente.
    T&odos para Peniche ou para o Campo Pequeno já que isto é um país decente.

    Gostar

  20. Licas permalink
    13 Agosto, 2010 16:35

    10.Arlindo da Costa disse
    13 Agosto, 2010 às 3:20 pm
    Fidel Castro é um ditador, e depois Srª Helena?

    E se lá está é por que o povo quer e quis.

    Também o Salazar teve 48 anos, por que o povo português queria e quis!

    Antes uma boa ditadura do que uma «democracia» de ladrões, vigaristas, traidores e mercenários ao serviço dos estrangeiros!

    ***********************

    Vocemecê é estúpodo e não dá mostras de o esconder.
    QUEM LHE IMPINGIU A IDEIA QUE OS CUBANOS QUEREM O REGIME DE FIDEL?
    Para disto termos a certeza era preciso que logo se omeçasse por:
    ____ haver lá uma discussão LIVRE E COMPLETA do regime. Todos que ousaram fazê-lo são presos (ou deportados) pela Polícia Política.
    ____ se acabasse de vez com o paranóico (ainda há dias alimentado po F. Casto) alienatório , vergonhoso vuvuzuelada que estão todos os países contra ele.
    (Em particular os Estados Unidos são tão essenciais para drogar o povo cubano quanto os comunistas / stalinistas o foram para o Salazasismo).
    Em Psiquiatria chama-se MANIA DA PERSEGUIÇÂO.
    EM SUMA : EU NÂO SEI (NINGUéM SABE) excepto o Stalinista P.C.P. qual é na verdade a vontade dos Cubanos (ainda) residentes em Cuba.

    Gostar

  21. Lekas permalink
    13 Agosto, 2010 16:40

    “””E se lá está é por que o povo quer e quis.”””

    Metade do País teve que fugir.

    É só miseria

    Gostar

  22. Licas permalink
    13 Agosto, 2010 16:47

    17.Olaio disse
    13 Agosto, 2010 às 4:20 pm
    VIVA FIDEL E A REVOLUÇÃO CUBANA!

    ****************************

    Foram ESTES que a quiseram implantar no nosso país EM 1975, MAS TÊM LEVADO NAS TROMBAS ELEIÇÃO APÓS ELEIÇÃO.
    OS PORTUGUESES DE PARVOS NÃO TÊM NADA, MUITO EMBORA AS VUVUZUELAS continuem a VENUZUELAR. . .

    Gostar

  23. montenegro permalink
    13 Agosto, 2010 16:55

    O Salazar, comparado ao Estaline e ao Fidel, é um menino do orfeão

    Gostar

  24. jojoratazana permalink
    13 Agosto, 2010 17:11

    Oh Dona Helena vá lá lavar as mãozinhas, ainda não reparou que estão sujas de sangue, as suas e as de alguns democratas de longa data, que vivem numa sociedade que empilha cadáveres uns sobre os outros e assobia para o lado como se não tivesse culpa.
    Como são dignos de pena.

    Gostar

  25. Arlindo da Costa permalink
    13 Agosto, 2010 17:34

    O Fidel tem tomates, coisa que esta turma de comentadores betinhos não tem!

    Vocês gostam é do inginheiro da treta que todos os dias vos põe mais uma canga de impostos, a bem do sucialismo e da democracia rosácea!

    Vão mas é apagar fogos, seus labregfos!

    Gostar

  26. 13 Agosto, 2010 17:37

    O título está errado.
    O artigo não.

    Gostar

  27. Licas permalink
    13 Agosto, 2010 17:38

    Estou a ouvir a TVI24.
    E tenho estado atento às declarações do 1º Ministro. A imagem apanhou também o Rui Pereira.
    VOCÊS LEMBRAM-SE daqueles antigos bonecos de celulóide chamados os SEMPRE EM PÉ ?
    Sim . . . daqueles em que ao mínimo impulso começavam a balançar a cabeça afirmativamente? Lembram-se?
    Pois o tal Rui, a cada afirmação do *patrão* lá abanava que SIM . . .
    E foi toda a entrevista, CREDO, até parecia que tínhamos regressado aos anos 60 . . .
    Fica aqui uma (desnecessária) nota: Senhor Pinto DE Sousa quando o deportarmos para Sta. Helena, LEVE-O: Portugal finalmente honestificado não precisa minimamente deste CANINAMENTE FIEL ADESIVO

    Gostar

  28. Licas permalink
    13 Agosto, 2010 17:46

    25.Arlindo da Costa disse
    13 Agosto, 2010 às 5:34 pm
    O Fidel tem tomates, coisa que esta turma de comentadores betinhos não tem!
    *********************

    COM TOMATES AOS 86 ANOS DE IDADE?
    DAVA TUDO PARA VERIFICAR DE PERTO . . .

    Gostar

  29. Arlindo da Costa permalink
    13 Agosto, 2010 17:48

    É verdade, sim senhora Licas.

    O Fidel, e o Salazar ao pé do Palhaço-Mor (PM) são uns senhores.

    Pelo menos eram e são cultos e vão ficar na História do sec.XX!

    MAS HÁ QUEM PREFIRA VIVER NO PORTUGAL DOS PEQUENINOS, COMO MUITO RATAZANA ENGORDADA NOS ESGOTOS DO LARGO DOS RATOS…

    Gostar

  30. montenegro permalink
    13 Agosto, 2010 17:49

    »Cavaco Silva diz que o combate aos incêndios «é um trabalho de todos os portugueses».

    Ele que nunca trabalhou na vida, a não ser ás palmeiras e ás figueiras

    Gostar

  31. Arlindo da Costa permalink
    13 Agosto, 2010 17:49

    O FIDEL TEM MAIS TOMATES DO QUE ESSA PANDELEIRAGEM ROSA CHOQUE ANDA POE AÍ.

    PODE VERIFICAR À VONTADE QUE EU NÃO ME OPONHO…

    Gostar

  32. 13 Agosto, 2010 17:49

    É de estarrecer.

    Gostar

  33. Licas permalink
    13 Agosto, 2010 18:41

    29.Arlindo da Costa disse
    13 Agosto, 2010 às 5:48 pm
    É verdade, sim senhora Licas.

    O Fidel, e o Salazar ao pé do Palhaço-Mor (PM) são uns senhores.
    Pelo menos eram e são cultos e vão ficar na História do sec.XX!
    MAS HÁ QUEM PREFIRA VIVER NO PORTUGAL DOS PEQUENINOS, COMO MUITO RATAZANA ENGORDADA NOS ESGOTOS DO LARGO DOS RATOS…
    *******************

    Fidel de Castro vai fIcar NA HISTÓRIA numa nota de pé de página no Capítulo GUERRA FRIA.
    Salazar (e Franco) em como (nessa mesma Guerra Fria) CONVÉM não hostilizar os verdadeiros anti-comunistas.
    OU MELHOR , DEIXA-ME EMENDAR:
    PROGNÓSTICOS SÓNO FIM DO DESAFIO . . .
    SEI LÁ SE ELES FICAM . . .
    AGORA O ADOLFO VAI FICAR COM CERTEZA
    (PELAS PIORES DAS RAZÕES).

    Gostar

  34. 13 Agosto, 2010 18:49

    Licas 22,

    “OS PORTUGUESES DE PARVOS NÃO TÊM NADA” ??
    Só porque não têm votado no PC ? Só por isso ?

    Tem a certeza de que os portugueses são politica e partidariamente “esclarecidos”, agem nas eleições a partir duma apreciação correcta e inquestionável dos candidatos, não volatilizam o voto ?
    Não foi a populaçaça-NADA sofredora (muita não militante do PS), que há 1 ano votou novamente a favor do “carrasco” ?
    Quer mais exemplos ?

    Gostar

  35. 13 Agosto, 2010 18:54

    Licas,

    “Fidel vai ficar na História numa nota de pé de página” ? — homessa !

    Salazar, mais referenciado do que Fidel, na História ? “Porque não hostilizou os verdadeiros comunistas” ? — V. está com calores a mais ?

    Gostar

  36. Licas permalink
    13 Agosto, 2010 20:29

    35.MJRB disse
    13 Agosto, 2010 às 6:54 pm
    Licas,

    “Fidel vai ficar na História numa nota de pé de página” ? — homessa !

    Salazar, mais referenciado do que Fidel, na História ? “Porque não hostilizou os verdadeiros comunistas” ? — V. está com calores a mais ?

    *****************
    NÃO AFIRMEI ISSO.
    V. OU É PARVO, OU FAZ-SE : NÃO LEU QUE EU ATÉ DEPOIS EMENDEI-ME. SEI LÁ!
    (ESTES STALINISTAS DE 3ª GERAÇÃO SÃO ASSIM … PORRA!)
    OS PORTUGUESES JÁ DISSERAM EM 35 ANOS O QUE PENSAM DOS AMIGOS DA EX-URSS E DA DITADURA DO PROLETARIADO.
    PORQUÊ ?
    POEQUE JÁ LHE SENTIU O BAFO . . .

    Gostar

  37. 13 Agosto, 2010 20:50

    Licas 37,

    V. “emendou-se”. Não notei.

    Não sou parvo. As suas previsões sobre Fidel e Salazar na História é que a/o deixam momentaneamente aparvalhada/o. Efeitos do “bafo” do calor, suponho.

    Gostar

  38. Licas permalink
    13 Agosto, 2010 20:52

    PORQUE NÃO INQUIRIR EM PORMENOR A TENTATIVA ASSASSINA DE FIDEL DE CASTRO INCITANDO NIKITA KRUSTCHOV (QUANDO DA CRISE DOS MÍSSEIS) A LANÇAR BOMBAS ATÓMICAS ÁS CIDADES DOS ESTADOS UNIDOS ?
    ESSE DOIDO CRÁPULA DESEJAVA QUE SE INICIASSE UMA 3ª (E CERTAMENTE ÚLTIMA, PORQUE NÃO SOBREVIVERIA VIVALMA)GUERRA MUNDIAL.
    O TRIBUNAL INTERNACIONAL JÁ CONDENOU
    ASSASSINOS DE MENOR CALIBRE DO QUE FIDEL DE CASTRO).

    Gostar

  39. Licas permalink
    13 Agosto, 2010 20:57

    38.MJRB disse
    13 Agosto, 2010 às 8:50 pm
    Licas 37,

    V. “emendou-se”. Não notei.

    Não sou parvo. As suas previsões sobre Fidel e Salazar na História é que a/o deixam momentaneamente aparvalhada/o. Efeitos do “bafo” do calor, suponho.
    ********************

    DIGO E AFIRO : LEIA O #33 ATÉ AO FIM.
    SIM?
    CITO-ME:
    . . . OU MELHOR , DEIXA-ME EMENDAR:
    PROGNÓSTICOS SÓ NO FIM DO DESAFIO . . .
    SEI LÁ SE ELES FICAM . . .
    AGORA O ADOLFO VAI FICAR COM CERTEZA
    (PELAS PIORES DAS RAZÕES). . . .

    Gostar

  40. 13 Agosto, 2010 21:03

    Caso recente que também deve ser inquirido pelo Tribunal de Haia: Bush jr. sobre o Iraque. Barroso, Aznar e Blair, idem.

    Mas há mais “ocidentais e civilizados” e não-comunistas, na lista.

    Gostar

  41. 13 Agosto, 2010 21:05

    Licas,

    V. afirma e quase “decreta”. Depois, “prognósticos só no fim do desafio”. “Tá certo”.

    Gostar

  42. Licas permalink
    13 Agosto, 2010 21:22

    E AFIRMO . . .

    Gostar

  43. jofly permalink
    13 Agosto, 2010 22:02

    #2

    Eh, a dois, diz assim o Francisco:
    “O Che Guevara mandou numa noite o assassinato de quatrocentas pessoas. O execrável Pinochet é causticado justamente por uns poucos milhares de vítimas, enquanto o número de vítimas de la revolución é desconhecido, mas eleva-se a várias dezenas de milhar. Há um duplo padrão em relação a ditadores: somos indulgentes …

    Somos indulgentes com o Bush, os bushas, que mataram ou mandaram, à sua conta, centenas de milhares, no Iraque, do bush velho, atenção, fala-se de mais de milhão e meio, por dez anos de bloqueio e não-sei-quantos de cumplicidade guerreira com os vizinhos à volta. E não se fala mais isso. Só de comunismo, que lá diz o catecismo gringo.
    E já antes, numa noite, o Che, sozinho, mandou matar quatrocentos, ou foi quatro mil, dizem quatrocentos, que o ouviu Francisco, enquanto se caustica o ‘execrável’ Pinochet, pobre dele, por só uns milhares de vítimas, por acaso mazinhas que nem vos digo. Tão mazinhas, para exemplo, que houve umas que teimaram em morrer de voo, sobre o oceano pacífico, outras, juntas num estádio, como se vitoriassem o Benfica, outras, simplesmente teimosas da democracia que os States proibiram e maioria, enfim, de mil maneiras, caladas sem importância, como manda a prepotência que reina …

    Pois ainda hoje não há assassinos, não há pior que nazis, torcionários, abusadores, profissionais da guerra, os verdadeiros terroristas…

    E como é que gente que tão bem escreve e por vezes diz bem acerca de mais eventos, como das fogueiras de Verão por esse continente, chegada ao hemisfério ideológico, ao facioso político, como fanática, qual beata do Ocidente, dito assim, comummente, fica cega e dispara em chavões, de repente?

    I don’t no, dady, il sera force de vie, simplesmente.

    Gostar

  44. Licas permalink
    13 Agosto, 2010 22:08

    33.Licas disse
    13 Agosto, 2010 às 6:41 pm
    *******************

    Fidel de Castro vai fIcar NA HISTÓRIA numa nota de pé de página no Capítulo GUERRA FRIA.
    Salazar (e Franco) em como (nessa mesma Guerra Fria) CONVÉM não hostilizar os verdadeiros anti-comunistas.
    **********************

    MJRB : CONVÉM NÃO HOSTILIZAS OS VERDADEIROS ***** ANTI – *****
    COMUNISTAS.
    MRJB: V. USA DE GOLPES BAIXOS?
    USA????????

    O QUE EU QUIS DIZER FOI QUE NUM TEATRO DE GUERRA FRIA AS DEMOCRACIAS
    OCIDENTAIS (E OS E.U.A.) TOLERARAM , TALVEZ CRIMINOSAMENTE, OS REGIMES DE SALAZAR E DE FRANCO POR ESTES SE DECLARAREM DECIDIDAMENE ANTI-COMUNISTAS …
    É O QUE QUALQUER PENSANTE EXTRAI LITERALMENTE DAS MINHAS PALAVRAS.

    MAIS NADA . . .

    Gostar

  45. 13 Agosto, 2010 22:18

    Licas,

    Mas a questão está mais do que clarificada…Desde Salazar e desde o seu # 37…
    (Embora “prognósticos só depois do jogo”).

    Gostar

  46. Palnira permalink
    13 Agosto, 2010 22:53

    Durante a luta armada, em Cuba, contra Fulgencio Batista, logo ao entrar em Havana Che Guevara executou ou supervisionou as execuções, após julgamentos sumários, de dezenas de suspeitos “inimigos do povo” e de todos aqueles que se encontravam no lugar errado em momento errado.

    Como indica seu diário de Sierra Maestra, Guevara eliminou Eutímio Guerra, suspeito de estar passando informações. Diz o diário: “Acabei com o problema dando-lhe um tiro com uma pistola de calibre 32 na têmpora direita. Seus pertences passaram a meu poder”. Mais tarde, “justiçou” Aristídio, um camponês que manifestou o desejo de abandonar a guerrilha. Também não titubeou ao ordenar a morte de Echavarria, irmão de um de seus camaradas, acusado de crimes não especificados. “Tinha que pagar um preço”, diz o diário.

    Jaime Costa Vasquez, um comandante do exército revolucionário, conhecido como “El Catalan”, ainda vivo, sustenta que muitas execuções atribuídas a Ramiro Valdés, que mais tarde viria a ser Ministro do Interior de Cuba, foram responsabilidade direta de Guevara porque Valdés, nas montanhas, estava sob suas ordens. “Ante la duda, mátalo”, eram as instruções de Che.

    Ainda segundo ”El Catalan”, nas vésperas da vitória, Che ordenou a execução de duas dezenas de pessoas na província de Santa Clara, onde havia chegado sua coluna como parte do ataque final ao governo. Alguns foram fuzilados em um hotel – como escreveu Marcelo Fernández Sayas, outro ex-revolucionário que se transformou em jornalista -. Entre os executados havia camponeses que se haviam unido ao exército de Batista apenas para escapar do desemprego.

    Porém, a “fria máquina de matar” somente manifestou todo o seu alcance depois da queda do regime, quando Fidel Castro o designou responsável pelo cárcere de La Cabana. De uma forma que recorda Laurenti Beria, chefe da NKVD, Guevara foi responsável, durante o primeiro semestre de 1959, por um dos períodos mais obscuros da revolução.

    Segundo Jose Vilasuso, advogado e professor da Universidade Interamericana de Bayamón, em Porto Rico, que pertenceu ao corpo responsável pelos processos judiciais sumários em La Cabana, “minha função era legalizar profissionalmente as causas e passá-las ao ministério fiscal, sem julgamento algum. Se fuzilava de segunda à sexta. As execuções eram realizadas de madrugada, pouco depois que a sentença fosse prolatada e confirmada de forma automática pelo corpo de apelação. A noite mais sinistra que recordo 7 homens foram executados”.

    Javier Arzuaga, capelão que ministrava consolo aos sentenciados à morte e que presenciou dezenas de execuções, que hoje vive em Porto Rico, deu seu testemunho: “Em La Cabana estavam 800 homens em um espaço em que não cabiam mais de 300. Eram militares do exército de Batista, policiais, jornalistas, empresários e comerciantes

    Gostar

  47. Palnira permalink
    13 Agosto, 2010 22:54

    REPRESSÃO EM CUBA. ‘O calor da Primavera’, de Raúl Rivero.

    «No autocarro que nos levava para a prisão, uma manhã de Abril de 2003, perguntei ao poeta e jornalista Ricardo González Alfonso qual havia sido para ele o momento mais duro durante o fulminante processo que nos condenou a passar 20 anos na prisão por escrever e dar opiniões no país em que nascemos. ‘A noite em que puseram na minha cela o rapaz que iam fuzilar no dia seguinte’, disse-me, e meteu a cabeça entre as mãos, muito juntas por obra e graça das algemas. Muito juntas, como se fosse começar a rezar. ‘O que é que lhe disseste, de que é que falaram essa noite?’

    Fiquei calado, não falamos de quase nada. Ele era um homem sem crenças religiosas e iam matá-lo ao amanhecer. O que é que lhe podia dizer? Creio que, quando o foram buscar e ele se levantou do beliche, senti que algo de mim ia com ele. É assim, a vida. O azar ou a ambição e a maldade de um ditador levam-te a lugares que não queres, em viagens reais ou sonhadas.

    Este sábado [18 de Março], eu, que sou só um homem livre devido à Espanha e por vontade de muitos homens livres no mundo, viajo às prisões onde 60 amigos meus, 25 deles jornalistas, estão há 36 meses fechados a cadeado apenas porque a sua maneira de ver o mundo (o seu mundo) não coincide com a do Governo que Cuba tem desde os anos 50 do século passado. Fazem hoje três anos que aconteceu ali a Primavera Negra e continuam obscuros e nocturnos os Verões e os leves Invernos, e o Outono, desapercebidos.

    Lá estão Ricardo González e Pedro Pablo Alvarez, no Combinado do Leste, de Havana, empenhados em escrever poemas atrás do ferro das grades pintadas com alcatrão. Lá estão Luís Milán e José Rámon Castillo, a rabiscar sonetos na prisão de Santiago de Cuba, e Normando Hernández e Horácio Piña, na de Pinar del Rio, doentes, amontoados, em perigo. No centro do país, próximo de Varadero, com os seus 22 quilómetros de espuma e água azul, Ariel Sigler Amaya, condenado a 25 anos, mas mais atormentado por a sua mãe, uma anciã octogenária, ter a casa cercada por turbas governamentais que a insultam [os chamados ‘actos de repúdio’, frequentes nos anos 80, agora de regresso]. Lá estou, com todos eles, hoje e até ao dia em que chegue a liberdade.»

    Gostar

  48. Francisco Colaço permalink
    13 Agosto, 2010 22:59

    Arlindo,

    A moral do Fidel é esta: fortuna _pessoal_: 900 milhões de dólares, parte dos quais no Estrangeiro. É o oitavo líder (desta vez sentir-me-ia capaz de usar aspas) mais rico do Mundo.

    Che Guevara é um execrável, junto com os Pinochets, Noriegas, Estalines, dos Santos, Bongos deste Mundo. Todos não menos que pinóquios imundos, usando o poder para impedir outros seres humanos de pensar diferentemente e obrigando todos a prestar-lhes vassalagem.

    Já agora, onde está a açucareira que deixámos em Angola? Está em Cuba, junto com outras pilhagens do glorioso exército cubano. Eu bem via o local onde ela esteve, passava por ele pelo menos uma vez por semana ainda há menos de dois anos.

    É esta a moral de ditadores, de esquerda e de direita, ou, como chamo, narco-comunistas e narco-traficantes.

    Que me lembre, é o Fidel que impedia as pessoas de procurarem uma vida melhor em outros lados, muitas vezes matando os _balseros_ com metralha doa aviões e das lanchas de guerra. O Muro de Berlim foi feito para os alemães ocidentais não poderem entrar na gloriosa e paradisíaca República Democrática Alemã, não foi? E caiu quando os alemães ocidentais, depois de muitos anos de ditadura, se rebelaram contra as autoridades de Bona, não foi?

    Ainda me vêm defender o comunismo e a pandilha comunista? Com que moral? Com que inteligência? Com que verdade?

    Se falam do Bush, falemos do Pol-Pot, e vamos ver quem perde. Bush foi um incompetente, estamos de acordo. Teve o Iraque nas mãos e desbandou o exército, tirando o modo de vida a soldados treinados, que se voltaram contra ele. Foi esse o seu grande erro. E outros fez, que a sua administração não primou pela inteligência.

    Agora falemos da Mongólia, do Afeganistão sob os soviéticos, do Cambodja, dos tanques de praga, de Tiamnamene, da purga estalinista. Falemos disso: por vós que defendeis as ditaduras, todos os que morreram eram perigosos anti-democratas, todos eles caracterizados por um ódio severo à liberdade que o comunismo iria dar ao homem novo, não foi?

    Não sejam idiotas. Com muito menos baixas do que as tropas ocidentais estão a sofrer no Iraque o glorioso Exército Vermelho (bom, glórias não lhe faltam) iniciou crimes de guerra no Afeganistão inenarráveis contra civis que não têm paralelo na história depois da II Guerra, salvo os massacres de Pol-Pot, os massacres na China e as estupidez do Ruanda— uma das três não é acossável à ideologia comunista, e até é a menor das três.

    Já agora, antes de endeusarem o Fidel Castro (que trocou a farda pela Nike), perguntem a quem sabe quem deu à CIA a localização do Che Guevara.

    Gostar

  49. jofly permalink
    13 Agosto, 2010 23:07

    Ó Colaço,
    mas c’um caray,
    o cambodja, Pol-pot e
    lá que é isso são emanações
    da pura força bruta, são pinochets
    a cavalo dos bushs dos states.

    Gostar

  50. 13 Agosto, 2010 23:11

    49,

    900 milhões, a “fortuna pessoal” de Fidel ? “Parte dos quais no estrangeiro” ? Só ?
    V. sabe, ou consegue imaginar o que são 900 milhões ?

    O que consta, é que são 9.000 milhões. Pouco ? 90.000 milhões, chega ?

    Faça as contas:
    900 milhões, ou 9.000 milhões, quiçá 90.000 milhões a dividir por mais de 50 anos, “dá”…é só fazer as contas, dá isso”/ano.

    V. consegue provar essa quantia ?
    (Sabe-se, que Fulgêncio Baptista era um pobretanas, um humilde servo dos cubanos…E o seu regime, exemplar).

    Gostar

  51. Francisco Colaço permalink
    13 Agosto, 2010 23:16

    #50,

    Os Estados Unidos são uma democracia. Ao fim de oito anos, resolveram mudar de política e escolheram outra administração. Em 2004 o Bush só lá esteve porque desejou continuar. Ninguém, a meu conhecimento, é preso por votar Democrata quando os Republicanos estão no poder e Vice-Versa.

    Acha que o mesmo se passa em Cuba? Leia con atención merecida o comentário #48.

    Abra os olhos. Se não gosta deste país pode emigrar. Como os cubanos, os norte-coreanos, os antigos habitantes do bloco de leste, os antigos chineses, os antigos vietnamitas. Se tem um pingo de inteligência e de honestidade, não confunda democracias (mesmo com administrações incompetentes) com ditaduras.

    E não relativize vítimas: um chinês democrata mandado para o Arquipélago sem Nome (é assim que se chamava mesmo, paradoxalmente) vale tanto como um muçulmano iraquiano morto pela Al-Qaeda que nos quer islamizar a todos, com a estúpida complacência do PCP e do BE. Ou talvez mesmo o alto-patrocínio.

    Gostar

  52. Francisco Colaço permalink
    13 Agosto, 2010 23:22

    #51,

    Amigo, não defenda o indefensável. São novecentos milhões. Veja esta página de sumário. Pode arranjar referências noutros lados. Digo-lhe mais: num país comunista, é o sócio maioritário da CIMEX e da Farmacuba, monopólios «estatais», e recebe dividendos directamente todos os anos.

    Ao pé do Castro, até o Mbasongo é um pobretanas.

    Vivendo assim, gostava de ser ditador! (isto é sarcasmo, antes que me mefiem).

    Gostar

  53. 13 Agosto, 2010 23:35

    53,

    900 milhões !…

    Mais quantos milhões “foram” para Raúl Castro ?
    Mais quantos outros milhões para os chefes militares, para os membros do PCC, e para outros fiéis do regime ?

    Note, sff: Não defendo aquele regime e muito menos o modo de vida dos cubanos. Estive em Cuba três vezes e posso afiançar-lhe que são pessoas adoráveis, com uns quantos, em conversas veladas, contra o seu destino. Penso que conheço razoavelmente a História de Cuba. Entre o regime de Fulgêncio e o regime de Fidel, preferiria este, por o que inicialmente quis para o seu povo. Pior, foram as derivas…Os enfeudamentos…

    Mas…900 milhões, Francisco Colaço ?
    (Não serão milhões de dobras de S.Tomé e Príncipe ?)

    Gostar

  54. jofly permalink
    13 Agosto, 2010 23:53

    #52

    Ó rapaz de Colaço, me lá diz, please, quem faz guerra a todo o mundo, do vizinho ao cabo do mundo?, é a China, é Cuba, o Pol pot ou a tigela?, é a Rússia, porventura, pazinho?, ou a mesma Alemanha de antanho?, não, of course, not, mas os nazis de hoje em dia, sionistas maricanos, eles sozinhos, apenas.

    O resto é chavões de treta, mon ami, mas tu não vês?, és cegueta?

    Gostar

  55. jofly permalink
    13 Agosto, 2010 23:58

    #53

    Isso até eu percebo, agora, depois lá ver, ó Colaço, 900 milhões, é isso que lá queres dizer, na tua, 900 milhões, nem mais, que é quanto vale Cuba.

    E deixa lá, em morrendo, que não levará muito tempo, é lei da vida, o Fidel deixa aos cubanos, de certeza, a Cuba toda.

    Gostar

  56. Portela Menos 1 permalink
    14 Agosto, 2010 00:00

    (…) Al-Qaeda que nos quer islamizar a todos, com a estúpida complacência do PCP e do BE. Ou talvez mesmo o alto-patrocínio (…)

    oh, oh! patrocínio e dos altos.
    os fins de semana dão sempre para estas pancadas!

    Gostar

  57. jofly permalink
    14 Agosto, 2010 00:06

    #49

    “Se falam do Bush, falemos do Pol-Pot, e vamos ver quem perde. Bush foi um incompetente, estamos de acordo.” Diz o Colaço, e mais parece um garoto, hihihi. Pois que temos nós a ver com Pol Pot ou o tio dele, mais que vosmecê, compadre, se julga estar bom da cabeça? Estas coisas têm piada. Como eu não ir à bola com um fulano, alguma matrona, e, toma lá, tu sais àquele, àquela, que é tua mãe, teu pai ou avô, e tu sais a eles. Ai, soa tão falso, tão falso, ó Colaço que, desta vez apanhei-te, pois és tal qual a chapa do dito, se não vai lá ver, pergunta ao espelho.

    Gostar

  58. Licas permalink
    14 Agosto, 2010 00:08

    MRJB (Jojoratazana, Piscoiso) decididamente enganou-se no sítio em que veio cair.
    AQUI não cabem facciosos , aqui raciocina-se, aqui não se faz propagenda para uso de imbecis.
    QUANDO A RAZÃO CHEGA TODA A FALÁCIA
    MINGUA.
    AQUI NÃO HÁ VERDADES APRIORISTICAS COMO A DO ANTI-AMECANISMO HISTÉRICO
    Não obstante os muitos e erros da política USA prefere-se um sistema controlado pelo direito ao
    conraditório do que o paraíso de ele
    não se manifestar como consequência
    do poder *persuasivo* da Polícia Política.
    CINICAMENTE Salazar traduziu tal ambiente como * Paz nas ruas e nos espíritos *.

    Gostar

  59. Licas permalink
    14 Agosto, 2010 00:10

    PROPAGANDA

    Gostar

  60. jofly permalink
    14 Agosto, 2010 00:12

    Eu sei, Colaço, que tu estava só a brincar, como a contar anedota, e a maltosa, alguma, levou a sério, mas eu que só brincavas.

    E, olha, mais a sério, davas para animar a criançada em férias, a sério, ai, tu tens cá um jeito…

    Gostar

  61. Francisco Colaço permalink
    14 Agosto, 2010 00:33

    #61, Jofly,

    Não costumo brincar com as vidas humanas. Já vivi sob regimes onde as pessoas ainda têm medo de falar e coragem para o fazer. E conheço por isso algum do valor da liberdade que temos neste país. Nunca vivi porém sob os regimes chineses, soviéticos, cubanos e nem imagino a opressão que será.

    Para mim uma vida humana é uma vida humana. Não relativizo entre uns milhões largos de chineses executados às ordens de Mao e dos seus lacaios ou de uns milhares de prisioneiros executados às ordens do Che em La Cabaña ou de uns civis iraquianos que tiveram o azar de ser apanhados numa luta entre a Al-Qaeda e o Ocidente (repara que não digo Estados Unidos). Não costumo assobiar para cima porque o Pinochet nos dava jeito (ao que li até na semana passada, o Salvador Allende também não era um menino de coro, ou antes o Schneider, que acabava por policiar o Chile perante a passividade do Allende— que nem ganhou por maioria, mas impediu a realização de uma segunda volta que o acabaria por derrotar, caso não saibam).

    Gosto da liberdade. Não gosto do Sócrates, digo-o de voz alta. Publico aqui. O Sócrates, ao meu melhor conhecimento, não me vai mandar fichar, não vai ordenar às turbas governamentais que me assaltem a casa ou me insultem vinte e quatro horas por dia. Não vai enviar-me para a prisão sob acusações falsas, como a PIDE e os comunistas, em dois momentos distintos, fizeram com o meu pai. José Sócrates sabe quais são os seus limites, e não me parece que ele os queira ultrapassar. Se assim fosse, a autora deste artigo, a Helena Matos, estaria na prisão, porque é desde que a leio, e lá vão uns anos, nada amigada da cáfila que nos governa.

    Se estivesse em Cuba, estaria presa, com vinte e sete anos de prisão em condições tais que não duraria dez. E eu, por fazer tais comentários, estaria neste momento fichado pela polícia secreta. Como fui num outro país por muito menos.

    Esta é a diferença. Ditadores são ditadores, ditem por que cartilha ditem. Quem os defende não merece nem a minha concordância nem o meu respeito pelas suas ideias sinistras.

    Gostar

  62. 14 Agosto, 2010 00:53

    Licas 59,

    Quem lhe garantiu que V.Exª não é facciosa/o ?
    Tem, nesta “matéria” todas as certezas e legitimidades para nos dizer –a mim– que me enganei “no sítio” ? Que não raciocino ?

    Acabei de ver na RTP2 um documentário sobre Jorge de Sena. As Licas –às vezes metamorfoseiam-se e excitam-se– estão todas enSENAdas…

    Gostar

  63. 14 Agosto, 2010 00:58

    Pode responder á-vontade, que só a/o leirei amanhã. Estou atrasado. Vou à Bica beber uns líquidos.

    Gostar

  64. 14 Agosto, 2010 00:59

    Errata:

    “beber umas licas”.

    Gostar

  65. Licas permalink
    14 Agosto, 2010 01:11

    62.Francisco Colaço disse
    14 Agosto, 2010 às 12:33 am

    . . . José Sócrates sabe quais são os seus limites, e não me parece que ele os queira ultrapassar. Se assim fosse, a autora deste artigo, a Helena Matos, estaria na prisão, porque é desde que a leio, e lá vão uns anos, nada amigada da cáfila que nos governa.
    *********************

    Você Colaço está a exagerar.
    NÃO ME LEMBTO de se ter dito aqui (eu, nunca) que o 1º Ministro fosse um Ditador, NEM ERA POSSÌVEL, MESMO QUERENDO, NO ÂMBITO DA EUROPA ACTUAL.
    AGORA TEM TRAÇOS NÍTIDOS COMO SEJAM
    ___INCOMODIDAD FACE A INFORMAÇÃO
    LIVTE
    ___EXECUÇÃO DE JORNALISTAS NÃO DO SU AGRADO
    ___MANIPULAÇÃO TENDENTE (NEM QUE SEJA ECONOMICAMENTE ATRAVÉS DA PUBLICIDADE INSTITUCIONAL)A MODIFICAR A SEU FAVOR OS CONTEÚDOS OU OS CHEFES DE REDACÇÃO.
    __TAMBÉM SINTOMÁTICA A AUTO-VITIMIZAÇÃO DE QUEM SE LHE OPÕE.
    __ACEITAÇÃO SEM LIMITES DE ADULAÕES AS MAIS *PEGANHENTAS*
    __AS JUSTIFICAÇÃO COMO EXCELENTES AS OBRAS APENAS DE FACHADA.
    __A, COMO SE CONTA, HISTÉRICA REACÇÃO QUANDO UM DOS SEUS MINISTROS CONTRAPÕE ARGUMENTOS QUE CONTRARIEM AS SUAS DECISÕES
    __A RECUSA SISTÉMICA A OUVIR AS OPOSIÇÕES: PARA ELE APNAS SERVEM PARA OBSTACULIZAR, NUNCA PARA MELHORAR AS SOLUÇÕES A ENCONTRAR

    É VERDADE, JÁ ME ESQUECIA : TEMOS QUE NOS FELICITAR POR SÓCRATES NÃO SER UM DITADOR ?
    (FICO POR AQUI, MAS É SÓ POR ENQUANTO)

    Gostar

  66. Paulo Portas permalink
    14 Agosto, 2010 01:23

    Nesta altura, o país precisa urgentemente de voluntários para combater os incêndios.
    Cuba só é uma chatice porque o Fidel mostrou os dentes às administrações americanas e pô-las a cagar de joelhos. E os servis, como os autores destes escritos, detestam quem se oponha à omnipotente América. Apoiam os grandes para se sentirem grandes. E que tal olharmos só um nadinha mais para a frente e perguntarmo-nos se somos assim tão amantes da liberdade, porque não abrimos a boca para protestar contra a pena de morte nos EUA?
    Porque não se oferecem como voluntários para ir apagar fogos?

    Gostar

  67. 14 Agosto, 2010 01:46

    Paulo Portas,

    “protestar contra a pena de morte nos EUA” e… protestar contra as penas de morte sugeridas/impostas noutras paragens pelos EUA.
    “Já agora”…protestar contra as mortes perpetradas pelos EUA no seu próprio território e não só.

    N: Não sou anti-americano(como Licas induziu # 59), pelo contrário; sou contra algumas políticas, alguns apoios a ditadores e massacres norte-americanos.

    Gostar

  68. 14 Agosto, 2010 01:57

    Um dos “problemas” de certa gente tuga (afinal) facciosa em relação aos USA radica num primarismo partidário:
    Se A, de “esquerda”(PS e PC especialmente) ‘tem’ na Casa Branca um republicano, estarão radicalmente contra toda a sua governação; se B, de “direita” (PSD, PP e cristãos-novos do liberalismo especialmente) ‘tem’ na Casa Branca um democrata, combatem-no permanentemente.
    E desta tolice exibicionista e mesquinha raramente conseguem sair…

    Gostar

  69. JCA permalink
    14 Agosto, 2010 04:05

    .
    Fidel ou está chéché ou é um espertalhão. A guerra nuclear que tirou da cartola é uma ‘menina de coro’ perante a explosão em curso da Bomba Mundial controlada ao retardador. Se até a própria baixa inflação Ocidental está nas mãos dos preços asiáticos de vestuário etc …. E ele deve saber bem disso.
    .
    A propósito sendo a inflação de 1,8 %, o mesmo parafuso custa mais 1,8 %, o PIB só por isto cresce automaticamente 1,8 % sem mais nada. Com o mesmo um parafuso custando mais 1,8% o PIB Português cresceu 1,4% temos que no PIB real afinal o crescimento é negativo de –0,4 % ( 1,8% – 1,4% ). Desta analise mais fina resulta o aumento da recessão, a crise aprofundou-se em vez de cessar ou inverter o curso.
    .
    Apenas números sem quaisquer preocupações de apoiante ou detractor da Oposição ou da Situação
    .

    Gostar

  70. JCA permalink
    14 Agosto, 2010 04:08

    .
    Fidel ou está chéché ou é um espertalhão. A guerra nuclear que tirou da cartola é uma ‘menina de coro’ perante a explosão em curso da Bomba Mundial controlada ao retardador. Se até a própria baixa inflação Ocidental está nas mãos dos preços asiáticos de vestuário etc …. E ele deve saber bem disso.
    .
    A propósito sendo a inflação de 1,8 %, o mesmo parafuso custa mais 1,8 %, o PIB só por isto cresce automaticamente 1,8 % sem mais nada. Com o mesmo um parafuso custando mais 1,8% o PIB Português cresceu 1,4% temos que no PIB real afinal o crescimento é negativo de –0,4 % ( 1,8% – 1,4% ). Desta analise mais fina resulta o aumento da recessão, a crise aprofundou-se em vez de cessar ou inverter o curso.
    .
    Apenas números sem quaisquer preocupações de apoiante ou detractor da Oposição ou da Situação
    .

    Gostar

  71. Nuno permalink
    14 Agosto, 2010 04:20


    54.MJRB disse
    13 Agosto, 2010 às 11:35 pm

    «…Entre o regime de Fulgêncio e o regime de Fidel, preferiria este, por o que inicialmente quis para o seu povo. Pior, foram as derivas…Os enfeudamentos…»

    Você deve ser cego e, se vê qualquer coisita, é vesgo de certeza.
    Cuba é um país miserável com um povo a viver em profunda dor e sofrimento.
    Já notou que os países livres não aceitam comunistas e maralha dessa laia nos seus governos.
    Se calhar, você é dos que acham que Portugal é um país livre… Puro engano, meu caro, por isso a nossa miséria não pára de crescer e a fome é cada vez maior.
    No Chile, também acusam o Pinochet de ditador. Erro! Tal como muitos países não queria que a esquerdalhada andasse por lá a fazer das deles. Conheci bem quem lá viveu e não tinham chatices nem tinham fome, viviam bem e tranquilos como toda a gente até que um idiota resolveu fazer uma revolta brutal. Ainda hoje o chile anda a recuperar para uma vida melhor – o que não vai ser fácil porque a merda que os comunistas e socialistas deixam é muito difícil de limpar.
    Foi o que aconteceu em Portugal: toda a gente pode dar vivas ao comunismo mas caiu de pantanas, ficou teso, não há ensino capaz, não há suficientes cuidados com a saúde, não há trabalho – só há desorganização e desleixo – e não se sabe quando é que temos a vidinha arrumada.
    Este é o resultado do 25 de Abril de má sorte!

    Nuno

    Gostar

  72. Nuno permalink
    14 Agosto, 2010 04:31


    62.Francisco Colaço disse
    14 Agosto, 2010 às 12:33 am

    «… conheço por isso algum do valor da liberdade que temos neste país…»

    Não é bem assim. Depois da abrilada, pouco a pouco, as bocas têm vindo a fechar-se e inventámos a expressão engraçadíssima do “português correcto”. 😉

    Nuno

    Gostar

  73. Nuno permalink
    14 Agosto, 2010 04:46


    66.Licas disse
    14 Agosto, 2010 às 1:11 am

    O José Sócrates não é um dtador mas o aparelho socialista tem as suas tendências dirigistas por excelência e o socretino já lhes vai dando forma, como você muito bem descreve a Colaço.
    Além disso, o governo chuchalista (escrevo assim enquanto posso) vem preparando o terreno com pezinhos de lã.

    Nuno

    Gostar

  74. Nuno permalink
    14 Agosto, 2010 04:59


    67.Paulo Portas disse
    14 Agosto, 2010 às 1:23 am

    Se calhar, a pena de morte deveria voltar a existir em Portugal. Sei e conheço uns quantos malandrins que bem a mereciam…
    O que se passa nos USA quanto a esse tema diz respeito apenas aos americanos – pelo menos, enquanto não a aplicarem a cidadãos de outros países, excepto se estes forem terroristas como os que atenteram contra as Twin Towers e outras barbaridades do mesmo quilate.

    Nuno

    Gostar

  75. Nuno permalink
    14 Agosto, 2010 05:17


    69.MJRB disse
    14 Agosto, 2010 às 1:57 am

    «…E desta tolice exibicionista e mesquinha raramente conseguem sair…»

    É um facto, mas, exactamente, por pura ignorância que é, como se sabe, muto atrevida.
    Há muita “gente tuga” (a expressão é sua) que nem sequer sabe o que são idiologias e política quanto mais o que os povos querem ter ou não ter como seu governo.
    Alguns povos, como o Iraque, o Irão e outros muçulmanos até vivem muito felizes e acham justa a pena capital e outras, como amputações, a que estão submetidos.
    E, com jeitinho, a Turquia talvez ainda venha a fazer parte da União Europeia…

    hehehehehe

    Nuno

    Gostar

  76. JCA permalink
    14 Agosto, 2010 05:19

    .
    Fidel ou está ultrapassado ou é um espertalhão. A guerra nuclear que tirou da cartola é uma ‘menina de coro’ perante a explosão em curso da Bomba Mundial controlada ao retardador. Se até a própria baixa inflação Ocidental está nas mãos dos preços asiáticos de vestuário etc …..
    .
    A propósito sendo a inflação de 1,8 % (por exº o mesmo parafuso custa mais 1,8 %), o PIB cresce automaticamente esses mesmos 1,8 % sem mais nada. Ora se o PIB Português cresceu 1,4% temos que no PIB real afinal o crescimento é negativo de –0,4 % ( 1,8% – 1,4% ). Desta analise mais fina resulta o aumento da recessão e a crise agravou-se em vez de cessar ou inverter o curso.
    .
    Apenas números sem quaisquer preocupações de apoiante ou detractor da Oposição ou da Situação
    .
    * Como não entrou anteriormente, repito
    .

    Gostar

  77. Tiradentes permalink
    14 Agosto, 2010 11:20

    O homem que convida à luta contra a pena de morte nos USA podia por questões estatíticas solicitar é mais bombeiros contra a pena de morte na China.
    Sabendo que dos cerca de 3000 condenados/ executados á morte no mundo cerca de 70% são naquele país farol do comunismo seguidos pelo Irão farol do islamismo quer o paulinho que nos ofereçamos para ir apagar o fogo no quintal dele e esqueçamos o resto da floresta a arder.

    Gostar

  78. Francisco Colaço permalink
    14 Agosto, 2010 12:07

    Sobre a pena de morte,

    Não tenho razões para a odiar nem para a querer. Há duas escolas que a defendem: uma que diz que a violência do crime pede o sacrifício último do perpretador; a mais moderada diz que no caso de haver dano para inocentes pela possibilidade de fuga e repetição do crime, a morte do criminoso protege a sociedade.

    Como digo, a minha posição é cautelosa. Aceito pena de morte apenas no caso de haver perigo para a sociedade, quando não há qualquer arrependimento do criminoso e a possibilidade de repetição do crime é real e traria danos à sociedade. Neste caso, grande parte da cáfila que está guardada em Guantanamo deveria ser desgarrotada, coisa que aliás os islamitas não têm pejo nenhum de fazer em vídeo a qualquer inocente. Saíssem estes estultos em liberdade, iriam repetir os desmandos que os levaram ali, para prejuízo de inocentes. Com reportagens da Al-Jazeera, os ulos em fundo das massas acéfalas durante recepções de heróis, mesclados com os irritantes tan-tans dos democraticamente assepticos esquerdinhas europeus. E voltavam a fazer o mesmo.

    Dito isto, lembro que a pena de morte não dá margem para erros judiciais, por ser naturalmente irreversível. Se a culpa não está completamente estabelecida, o criminoso mostra arrependimento e deseja pagar ante a sociedade o seu crime ou se o crime foi fruto de momento, não tendo continuação, a pena de morte não deve— em minha opinião— ser aplicada.

    Lembro que a China e os países islâmicos contam com mais de 95% das execuções judicialmente ordenadas. Quantas não judiciais, eu não sei, mas vi com os meus olhos algumas com os meus próprios olhos e tive de fingir que não vi e passar de lado, pois se interviesse— sendo branco— isso poderia degenerar num tumulto, com muito mais vítimas.

    Gostar

  79. Francisco Colaço permalink
    14 Agosto, 2010 12:16

    #66, Licas,

    A manipulação de jornalistas tem vindo a ser inaceitável, e deve ser combatida energicamente. Contudo, só pode aproximar o que acontece em Portugal a uma ditadura quem nunca vivem em uma.

    O jogo político dita in extremis que se punam os que não pensam como nós e que se recompense aqueles que nos são leais. Não sendo o nosso governo probo nos seus métodos, está longe de fazer os jornalistas desaparecer sem rasto, ou de os enviar para a prisão com falsas acusações.

    Vivemos num amiguismo sem ética, com um partido que se assenhoreia do Estado, e que quer deter o controlo da comunicação social. No entanto:

    1) Que impede os jornalistas e críticos do regime vigente de publicar as suas críticas, desde que fundamentadas?

    2) Há impedimentos ao surgimento de novos títulos?

    Dito isto, sei que as leis mudaram para fazer a vida mais difícil aos jornalistas de investigação, infelizmente a par do que tem sido feito em outros países democráticos. Mas estamos longe da ditadura. Isso, porém, não nos exime de vigiar constantemente, lutar pela liberdade de opinião, denunciar abusos e de intervir nos fora próprios.

    Só uma coisa é pior do que governos tirânicos: cidadãos apáticos.

    Gostar

  80. 14 Agosto, 2010 14:25

    Nuno 72,

    É a sua opinião. Sobre Fidel, sobre Pinochet, etc.

    Não ganha nada para um razoável diálogo, chamar “vesgo” a quem tem opiniâo diferente.

    Gostar

  81. Licas permalink
    14 Agosto, 2010 15:34

    80.Francisco Colaço disse
    14 Agosto, 2010 às 12:16 pm
    #66, Licas,

    *********************
    Por consideração consigo, e não faço mais do que a minha obrigação, voltei a ler o #66.
    Não tenho NADA a modificar o que escrevi e quanto ao seu alerta a propósio de ão deixar que a liberdade de expressão dos jornalistas seja posta em causa devido aos tiques ditaturiais de José Sócrates , EM ABSOLUTO ACORDO
    CONSIGO.
    E REPITOl
    DEVEMOS ESTAR GRATOS AO 1º MINISTRO POR ELE NÃO CHEGAR A SER UM DITADOR?

    Gostar

  82. 14 Agosto, 2010 15:54

    Sócrates já prejudicou demais o país e os portugueses ! Sem ser ditador.

    Mas, se verdadeiramente acossado por imprevistos precalços pessoais e partidários, não hesitaria em tentar impôr sérios constrangimentos aos cidadãos — aliás, relembremos os casos TVI/PT, mais a tal cartilha apelando à delacção e enviada a funcionários públicos, etc, etc.
    Sócrates usa o sistema democrático; não recusaria cerceá-lo pontualmente.

    “DEVEMOS ESTAR GRATOS AO 1º MINISTRO POR ELE NÃO CHEGAR A SER UM DITADOR ?” — nada a agradecer a um PM que motiva esta pergunta.

    Gostar

  83. Francisco Colaço permalink
    14 Agosto, 2010 17:04

    #83, Licas,

    Não devemos estar gratos a ninguém por não ser um ditador. Repara certamente que sou um libertário, e que acredito antes de tudo numa sociedade de deveres e de valores, contrapondo isso à sociedade de direito e de exigências que todos os dias me confrange presenciar. Um primeiro-ministro (nem imagina a sigla que queria dar a PM neste momento) tem uma lei a cumprir e tem de viver no âmbito dessa lei, e não se dar a tristes episódios como os da TVI ou da RTP.

    Não estamos numa ditadura, e estamos longe dela. O PS conta com duas coisas: é mais fácil condicionar os jornais economicamente com a alavanca que é o erário público, como parcializar os meios para a publicidade de campanhas já de si inúteis como as do Turismo de Portugal. Segundo, os ditos «cidadãos» (olha aqui umas aspas que ficam tão bem) não irão fazer nada mais do que queixar, queixar e queixar. E pedinchar, pedinchar e pedinchar.

    Porque é que o Rendimento Mínimo não acaba? [Declaração de interesses: a minha esposa é Técnica Superior de Serviço Social e vai-me contando o dia-a-dia.] Porque interessa cativar votos. Eu e você, que pagamos impostos, estamos a comprar um milhão de votos para o PS. Dir-me á porventura que minto, ou que isto é esticar a verdade? Por isso, meu caro amigo, basta eu e você pagar o meio de publicidade para o PS, que do resto dos outros eles se vão encarregando, porque não têm as nossas queridas subvenções, e têm que se fazer à vida.

    Qual é o meu posicionamento? Realista. Há coisas boas e coisas más. O mundo não é visto a preto e branco, nem a diferentes níveis de cinzento. Há verdes, castanhos, azuis. Os incendiários do costume é que gostam de reduzir tudo a negro.

    Gostar

  84. Licas permalink
    14 Agosto, 2010 17:53

    Sócrates não é ditador, mas gostaria de o ser. Vai esticandpo a corda até ver se indignação pública dispara: se não insiste com mais pressão, se sim RECUA.
    ESTA TÁCTICA É TÃO VELHA, TÃO VELHA, QUE JÁ NÃO TEM IDADE.
    AGORA FAZER-LHE VER QUE NÃO É ASSIM QUE SE GOVERNA EM DEMOCRACIA, É QUE SE ESTÁ A PREFIGURAR IMPOSSÍVEL . . .

    Gostar

  85. JPires permalink
    14 Agosto, 2010 18:08

    Fidel ainda anda direito, porque tem uma “tala” atada às costas…e continua a falar porque anda com um “papagaio” no bolso da camisa verde oliva…mas qualquer dia as ligaduras da tala afrouxam e… o povo cubano até suspira de alívio.

    Gostar

  86. Francisco Colaço permalink
    14 Agosto, 2010 18:53

    #86, Licas

    Mais uma vez se exige vigilância, crítica e acção. Concordamos ambos nisto: o Primeiro Ministro não é, pelo menos ainda, um ditador. Concordamos também: ele anda pela fronteira da decência, um pé cá e outro lá. Concordamos: assenhoreia-se do Estado e faz da causa pública a sua lança para afastar e amedrontar os adversários. Concordamos: faz pressão sobre a comunicação social, «estica a corda», mede a mão, sente o ar. Concordamos: não é consequente nos seus anúncios, anuncia para se retratar sem peias, diz à Segunda o que desdiz à Terça.

    Os corpos dirigentes do PS são pessoas meãs, senhores do Estado e da Nação, e apostados em não sair do poder (ou de arranjar umas regiões para se colocarem caso saiam). Discordamos nisso? Parece que não, também.

    Sendo assim, há alguma coisa em que realmente discordemos? Talvez neste ínfimo pormenor: eu aceito a batalha, mesmo desigual, porque creio que podemos unir os descontentes e dar batalha (lá vem a terminologia militar, começada aliás na carta do PS/Porto aos militantes)— e lá vem o insulto— ao ogre.

    No fundo, qual é a diferença entre o Sócrates e um elefante? Um esmaga quem se lhe põe à frente, tem um nariz de tamanho descomunal, vive em manada, urra por todos os lados e possui um apetite insaciável. O outro é o elefante.

    Gostar

  87. lucklucky permalink
    14 Agosto, 2010 20:58

    http://www.nypost.com/p/news/local/this_oughta_teach_him_rQamwIU0sNZxyrmyNBxz4L

    In a move of stunning hypocrisy, the United Federation of Teachers axed one of its longtime employees — for trying to unionize the powerful labor organization’s own workers…

    Gostar

  88. Nuno permalink
    15 Agosto, 2010 02:53

    É curioso. Ninguém se pronuncia sobre o “politicamente correcto”…
    Em que consistirá?

    Nuno

    Gostar

Trackbacks

  1. Sexta-feira 13 é dia de reflexões políticas (via Blasfêmias) « Beto Bertagna a 24 quadros

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: