Saltar para o conteúdo

Os donos das palavras

30 Dezembro, 2010

Ontem Manuel Alegre terminou assim o seu debate: Eu dirijo-me ao povo da esquerda e a todos os outros democratas, àqueles que se reclamam da doutrina social da Igreja e querem uma sociedade mais justa e solidária. É preciso resistir.”   Suponha-se que Cavaco Silva ou algum candidato proveniente da sua área política terminava assim um dos seus debates –  “Eu dirijo-me ao povo da direita e a todos os outros democratas, àqueles que se reclamam da doutrina social da Igreja e querem uma sociedade mais justa e solidária. É preciso resistir.” –  No dia seguinte o país estaria em comoção com o apelo que todos considerariam ultra-montano  sujacente a tal frase dirigida ao povo da direita e aos católicos. Pelo menos três crentes doutros credos já teriam debitado aos microfones da TSF o seu espanto e indignação perante tal discriminação. E a criatura que tivesse proferido tal frase estaria transformado num chefe de milícia que havia que erradicar do convívio com os democratas.  O debate de ontem foi o melhor desta campanha e vale a pena ser revisto para se perceber como em Portugal no ano de 2010 se fala de política.

Anúncios
35 comentários leave one →
  1. fagulhas permalink
    30 Dezembro, 2010 10:55

    D. Helena – já nasceu 2 vezes, fez esse milagre?

    Gostar

  2. 30 Dezembro, 2010 11:04

    Dois badamecos. Liquide-se a república.

    Gostar

  3. montenegro permalink
    30 Dezembro, 2010 11:05

    No próximo ano ocorrerão quatro eclipses solares parciais e dois lunares totais.” Portugal assistirá somente a três destes seis fenómenos astronómicos.” – um deles é para os lados de Boliqueime

    Gostar

  4. José permalink
    30 Dezembro, 2010 11:07

    Tenho para mim que o problema enunciado é o maior que temos para resolver. Maior ainda do que a crise económica.

    Enquanto não forem denunciadas suficientemente e de modo a que a maioria dos que votam percebam o logro e a miséria em que a Esquerda nos colocou, não há remédio.

    Por Esquerda entendo o PCP, o BE e a mentalidade associada ao antigo MES que desembocou no PS, logo em 77 por não terem ancoradouro mais propício.

    José S. não é de Esquerda. É apenas Inenarrável.

    Gostar

  5. 30 Dezembro, 2010 11:09

    Foi um mero gesto de charme. Enquanto católico, sinto-me lisonjeado, mas dispenso Alegre e Cavaco. Votarei em Nobre porque votar é Nobre.

    Gostar

  6. silva permalink
    30 Dezembro, 2010 11:12

    Com este governantes que são os maiores promotores de desemprego e de miséria basta ver a ilegalidade do despedimento colectivo do casino estoril quem está por detrás deste despedimento com ajuda do Governo

    Ontem, uma mãe lavada em lágrimas veio ter comigo à porta da escola. Que não tinha um
    tostão em casa, ela e o marido estão desempregados e, até ao fim do mês, tem 2 litros de leite e
    meia dúzia de batatas para dar aos dois filhos.

    Acontece que o mais velho é meu aluno. Anda no 7.º ano, tem 12 anos mas, pela estrutura
    física, dir-se-ia que não tem mais de 10. Como é óbvio, fiquei chocado. Ainda lhe disse que não
    sou o Director de Turma do miúdo e que não podia fazer nada, a não ser alertar quem de
    direito, mas ela também não queria nada a não ser desabafar.

    De vez em quando, dão-lhe dois ou três pães na padaria lá da area, que ela distribui conforme
    pode para que os miúdos não vão de estômago vazio para a escola. Quando está completamente
    desesperada, como nos últimos dias, ganha coragem e recorre à instituição daqui da vila –
    oferecem refeições quentes aos mais necessitados. De resto, não conta a ninguém a situação em
    que vive, nem mesmo aos vizinhos, porque tem vergonha. Se existe pobreza envergonhada,
    aqui está ela em toda a sua plenitude.

    Sabe que pode contar com a escola. Os miúdos têm ambos Escalão A, porque o desemprego já
    se prolonga há mais de um ano (quem quer duas pessoas com 45 anos de idade e habilitações
    ao nível da 4ª classe?). Dão-lhes o pequeno-almoço na escola e dão-lhes o almoço e o lanche.
    O pior é à noite e sobretudo ao fim-de-semana. Quantas vezes aquelas duas crianças foram para
    a cama com meio copo de leite no estômago, misturado com o sal das suas lágrimas…

    Sem saber o que dizer, segureia-a pela mão e meti-lhe 10 euros no bolso. Começou por recusar,
    mas aceitou emocionada. Despediu-se a chorar, dizendo que tinha vindo ter comigo apenas por
    causa da mensagem que eu enviara na caderneta.
    Onde eu dizia, de forma dura, que «o seu educando não está minimamente concentrado nas
    aulas e, não raras vezes, deita a cabeça no tampo da mesma como se estivesse a dormir».

    Aí, já não respondi. Senti-me culpado. Muito culpado por nunca ter reparado nesta situação
    dramática. Mas com 8 turmas e quase 200 alunos, como podia ter reparado?

    É este o Portugal de sucesso dos nossos governantes. É este o Portugal dos nossos filhos.

    Gostar

  7. 30 Dezembro, 2010 11:26

    Mas isso é perfeitamente impossível.
    Para que Cavaco fosse capaz de dizer uma tal frase Cavaco teria que ser capaz de assumir algo .
    Ora Cavaco não assume nada. Cavaco é o verdadeiro exemplar do tipo absolutamente incapaz de ter a coragem de assumir seja o que fôr.
    Tadinho dele; é mais uma vítima dos malandros que dizem mal do BPN.

    Gostar

  8. Manuel Matos permalink
    30 Dezembro, 2010 11:34

    O Alegre convidou o presidente do Benfica para a sua Comissão de Honra. Imaginem que o Cavaco convidava o Pinto da Costa para a sua…
    Ou o Benfica tem um extraordinário poder sobre o que é tornado público nos jornais e nos blogs, o que é possível, ou não entendo como ninguém comenta este oleoso facto político do poeta Alegre.

    Gostar

  9. 30 Dezembro, 2010 11:41

    Helena:

    Se assim é, então estamos muito mal. Porque o seu raciocínio só tem uma conclusão possível: a direita em Portugal tem vergonha de afirmar os seus valores.

    Gostar

  10. certo permalink
    30 Dezembro, 2010 11:52

    Será e lembrou o cardeal patriarca a recomendar a continuação do presidente, mas ontem Cavaco esveve irritadiço, mesquinho, deplorável, sem vislumbrar mais que uma cesta de queixinhas, que obnibulou de todo;
    enquanto Alegre, bem disposto, radioso, foi encantador, em sua postura serena, magnânima, por contraste à do adversário, nervoso, vingador, sumítico,
    e espelhava reviravolta que os espectadores já duvidavam possível de ainda se ir a tempo de eleger um presidente que nos cale dentro, estadista que dê gosto, um presidente digno.

    Gostar

  11. Bicifilia permalink
    30 Dezembro, 2010 12:20

    Helena:
    Depois de um excelente artigo no Público, memorável mesmo: edição 7573, 30 Dez, uma estocada “na esquerda dos valores”. Quando o nosso problema é a sustentabilidade das nossas políticas e atitudes.

    Gostar

  12. 30 Dezembro, 2010 12:23

    Gostei sobretudo do enterro do pateta Alegre quando diz que defende o Estado Social e a moderadora lhe perguntou se é a favor da aplicação da taxa moderadora da saúde aos mais desfavorecidos, ao que deu a típica resposta à PS: fala, fala, mas não responde ao que se quer.

    Gostar

  13. 30 Dezembro, 2010 12:24

    Eu vou votar Cavaco Silva não por confiança mas sim para evitar ver o poeta como PR…

    Gostar

  14. dürer permalink
    30 Dezembro, 2010 12:27

    Rever o que não vi? Era só o que faltava.

    Gostar

  15. tric permalink
    30 Dezembro, 2010 12:36

    Gostar

  16. 30 Dezembro, 2010 12:38

    O candidato Manuel Alegre que pense melhor no partido que o apoia antes de lançar críticas à doutrina social da Igreja…

    Gostar

  17. 30 Dezembro, 2010 12:44

    A solução socialista
    O camarada Alegre não terá certamente lido alguma vez a encíclica* que fundamenta a Doutrina Social da Igreja.


    3. Os Socialistas, para curar este mal, instigam nos pobres o ódio invejoso contra os que possuem, e pretendem que toda a propriedade de bens particulares deve ser suprimida, que os bens dum indivíduo qualquer devem ser comuns a todos, e que a sua administração deve voltar para – os Municípios ou para o Estado. Mediante esta transladação das propriedades e esta igual repartição das riquezas e das comodidades que elas proporcionam entre os cidadãos, lisonjeiam-se de aplicar um remédio eficaz aos males presentes. Mas semelhante teoria, longe de ser capaz de pôr termo ao conflito, prejudicaria o operário se fosse posta em prática. Pelo contrário, é sumamente injusta, por violar os direitos legítimos dos proprietários, viciar as funções do Estado e tender para a subversão completa do edifício social.
    *

    Se o tivesse feito não se dirigiria “… àqueles que se reclamam da doutrina social da Igreja e querem uma sociedade mais justa e solidária” porque então saberia que não tem nada que ver com eles.

    *CARTA ENCÍCLICA «RERUM NOVARUM» DO PAPA LEÃO XIII SOBRE A CONDIÇÃO DOS OPERÁRIOS

    Gostar

  18. 30 Dezembro, 2010 14:03

    O amor de Alegre à Igreja deve ser semelhante à iconoclastia do BE.

    Gostar

  19. nela permalink
    30 Dezembro, 2010 14:14

    Eu sou povo de direita e tencionava votar Manuel Alegre. Como, ontem, ele me exccluiu, sinto-me órfã! lá terei de votar branco ou nulo!…

    Gostar

  20. zgarcia permalink
    30 Dezembro, 2010 14:22

    eheheh
    Agora bloquearam o Piscoiso.
    Ai estes liberais!

    Gostar

  21. ribas permalink
    30 Dezembro, 2010 15:01

    Porque não voto Alegre.
    1º Fui militar
    2º Trabalho desde os 6 anos e aos 55 anos ainda não tenho direito a uma aposentação condigna
    3º Tenho mais habilitações que Alegre e não me intitulo dr
    4º Não sou defensor da democracia porque não sei o que isso é. No século XXI, temos reformados a viver com 200 € e tubarões com milhões. Ele sem fazer nenhum na RDP é reformado. Não sei o que é a democracia neste país porque recentemente e por não acreditar em histórias mal contadas e por ter perguntado aos meus colegas de trabalho se acreditavam, fui duas vezes condenado:
    a) pela entidade patronal em um ano de inactividade profissional
    b) pelo Tribunal numa multa de 2200€
    Onde páres democracia?!

    Gostar

  22. Mariana permalink
    30 Dezembro, 2010 15:54

    Mas se Cavaco não sabe nem quer saber, se é possível rodear-se de gente imprópria para consumo durante duas décadas sem suspeitar do quer que seja, se inclusive chegou a acreditar que o Conselho de Estado era um lugar apropriado para lá enfiar um deles, cabe perguntar que discernimento tem esta criatura de Deus?
    Estaremos condenados a manter em Belém uma pessoa assim?’

    Gostar

  23. 30 Dezembro, 2010 16:09

    o meu contributo para irritar ainda mais a canhotice instalada: http://plocking.wordpress.com/2010/12/30/analogias-pg5/

    e já agora, também aqui: http://plocking.wordpress.com/2010/12/30/cccp-ussr-urss-whatever/

    Gostar

  24. Portela Menos 1 permalink
    30 Dezembro, 2010 16:28

    A propósito de jornais…
    Acabei de dar como bem empregue €2,95 pelo jornal Expresso. O artigo de opinião de Miguel S.Tavares de hoje reconciliou-me com um jornal semanal de 2 kilos em que normalmente leio 20% da matéria.
    No fim da leitura da página de MST lembrei-me de João Miranda, jmf, jcd, helenafmatos e outros editores do Blasfémias…

    Gostar

  25. António Barreto permalink
    30 Dezembro, 2010 19:35

    Silva,
    Será esse um dos custos a pagar em troca do utópico “Homem Novo” do prometido “Portugal Moderno”? E valerá a pena?

    Gostar

  26. lucklucky permalink
    30 Dezembro, 2010 20:04

    “No dia seguinte o país estaria em comoção com o apelo que todos considerariam ultra-montano sujacente a tal frase dirigida ao povo da direita e aos católicos.”
    .
    Isso só acontece porque a direita deixa. A esquerda percebeu que dá resultado e intimida a chamada “direita”.
    Aliás basta ter escolhido Cavaco para se perceber isso. Qualquer chantagem e narrativa da esquerda terá sucesso por falta de comparência.

    Gostar

  27. 31 Dezembro, 2010 03:21

    Verdade absoluta.
    A cambada de lobbies que controlam a comunicação social passa o tempo a insultar quem não é de esquerda e a construir heróis que se sentam em cima das toneladas de lixo que a esquerda esconde nos tapetes de luxo.
    Devia ser rigorosamente auditado tudo o que a esquerda roubou desde a “pesada herança” encontrada em 25 de Abril, nacionalizações, assaltos selvagens a terras e empresas, negociatas de macau,etc..etc..etc…

    Gostar

  28. 31 Dezembro, 2010 03:22

    Como católico, não admito que o ateu MAlegre, instigador do assassinato de soldados portugueses, me peça para votar ou “resistir”…

    Gostar

  29. Nuno permalink
    31 Dezembro, 2010 05:19

    Aqui é a mesma conversa de chacha; correr com o governo e socialistas, comunistas e bloquitas é que não…
    De quem é que esta malta tem medo?

    Gostar

  30. 31 Dezembro, 2010 16:08

    É muito dificil falar de política quando um dos parceiros diz não ser político, apesar de exercer o cargo de Presidente da Republica.
    Coitado do Cavaco, nunca sabe nada, nunca teve culpa de nada!…
    Será que alguém, seja a helena, o jmf ou o jmiranda, me pode dizer onde estão acções, não cotadas em bolsa, que passado pouco tempo me venham a render uma pipa de massa? É que eu não tenho amigos tipo Oliveira e Costa.
    Pelo que ouço do Cavaco é muito perigoso ser seu amigo, porque quando as coisas correm mal o homem não passa cavaco aos amigos e parece até que nunca teve tal amizade.
    Conclusão: o homem “providencial” não presta.

    Gostar

  31. Zé Martins permalink
    31 Dezembro, 2010 16:26

    que caralho conhece esse sr.(Dr. não) da doutrina de Cristo para vir apelar ao voto dos cristãos?
    É verdadeiramente a arrogância/presunção tipica dos esquerdistas a funcionar em pleno. Por outro lado, não fora a cobardia, perigosa, da direita e esta merda não acontecia. Fodiam-se os jornalistas comunas num instantes. Bastava a clareza e a fundamentação da posição. O povo só é verdadeiramente estupido se for tratado como tal.

    Gostar

  32. Zé Martins permalink
    31 Dezembro, 2010 16:32

    Caro D!(esta merda custa)
    os rendimentos das acções do BPN qu o Cavaco tinha estão junto do rendimento da publicidade que o Manel Algre fez ao BPP. No bolso deles. Sabe porquê? porque, quer umas quer outras, eram deles. Não será altura de, pelo menos tentar, ser um pouco sério?

    Gostar

  33. Saloio permalink
    1 Janeiro, 2011 13:54

    Muito bem, HM.
    Aproveito para lhe desjar um FELIZ ANO NOVO.

    Gostar

  34. Nuno permalink
    1 Janeiro, 2011 17:43

    FELIZ ANO NOVO? Sim, é desejável… Mas seria melhor fazer votos de que se aguentem bem aos ataques cada vez mais violentos que o Socretino y sus muchachos vão desferir. Astamos perante uns filhos da puta que querem reduzir cada vez mais os salários e aumentam cada vez mais os impostos directos e indirectos.
    Ah! E introduzem cada vez mais multas que também vão aumentando cada vez mais, aparecem com inovações de taxas em quase todos os serviços públicos que almentam muito bem uma cambada de ignorantes inúreis. Uma coisa estão estes labregos a fazer bem: é não dar cabo das terras que nem sequer sabem amanhar.
    Ou seja, na generalidade, os funcionários são uma perfeitas cavalgaduras desmioladas que andam a comer à conta dos que ainda vão conseguindo algum.

    Gostar

  35. Isabel permalink
    2 Janeiro, 2011 12:32

    “O povo só é verdadeiramente estúpido se for tratado como tal.”

    Ora aqui está uma grande verdade que deverá ser lema de quem estiver interessado em mudar “isto”: TODOS NÓS.

    Temos que dar possibilidade ao “povo” de ser parte na resolução dos seus problemas na devida medida em que o pode fazer.

    http://www.ionline.pt/conteudo/96316-apelo-aos-portugueses-mudar-portugal

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: