Saltar para o conteúdo

Protesto à sombra da bananeira

21 Outubro, 2011
by

Não sei o que é mais extraordinário nestas declarações de um dos figurões que mais responsabilidades tem no estado em que nos encontramos, João Cravinho, o inventor das SCUT (a partir do minuto 5:00). Não sei se é pior propor mais IRS para todos os cidadãos, se é pior dizer que nem pensar em cobrar por serviços de saúde e educação ou se é pior recomendar o voto contra do PS no Orçamento de 2012. Porque mau, muito mau mesmo, é dizer de todos os cidadãos não funcionários públicos o seguinte: “os outros que estão à sombra da bananeira e a gozar da extraordinária protecção, injustificadíssima, deste governo”. E se fosse…

36 comentários leave one →
  1. esmeralda permalink
    21 Outubro, 2011 15:40

    E se fosse, não! Que vá mesmo!!!!!!

    Gostar

  2. honni soit qui mal y pense permalink
    21 Outubro, 2011 15:50

    boi cravinho

    Gostar

  3. tricMadeira permalink
    21 Outubro, 2011 15:51

    Noticias da Madeira…

    “(…)Sou um adversário fundamentalista da ideia de que o primado economicista tem que sobrepor-se ao primado humanista que tem o homem como epicentro das preocupações de qualquer sociedade e governação que se prezem. Mas sempre fui assim, sempre pensei assim.”- LUÍS FILIPE MALHEIRO
    http://www.jornaldamadeira.pt/not2008_12.php?Seccao=12&id=198362&sdata=2011-10-21

    Gostar

  4. JCA permalink
    21 Outubro, 2011 15:53

    .
    “Ordinariamente todos os Ministros são inteligentes, escrevem bem, discursam com cortesia e pura dicção, vão a faustosas inaugurações e são excelentes convivas.
    .
    Porém são nulos a resolver crises. Não têm a austeridade, nem a concepção, nem o instinto político, nem a experiência que faz o ESTADISTA.
    .
    É assim que há muito tempo em Portugal são regidos os destinos políticos.
    .
    Política de acaso, política de compadrio, política de expediente.
    .
    País governado ao acaso, governado por vaidades e por interesses, por especulação e corrupção, por privilégio e influência de camarilha, será possivel conservar a sua independência ?”
    .
    “Nós estamos num estado comparável apenas à Grécia:
    .
    a mesma pobreza, a mesma indignidade política, a mesma trapalhada económica, a mesmo baixeza de carácter, a mesma decadência de espírito.
    .
    Nos livros estrangeiros, nas revistas quando se fala num país caótico e que pela sua decadência progressiva,
    .
    poderá vir a ser riscado do mapa da Europa, citam-se em paralelo, a Grécia e Portugal”
    .

    Gostar

  5. JCA permalink
    21 Outubro, 2011 15:59

    .
    “Em Portugal não há ciência de governar nem há ciência de organizar oposição.
    .
    Falta igualmente a aptidão, e o engenho, e o bom senso, e a moralidade, nestes dois factos que constituem o movimento político das nações.
    .
    A ciência de governar é neste país uma habilidade, uma rotina de acaso, diversamente influenciada pela paixão, pela inveja, pelaintriga, pela vaidade, pela frivolidade e pelo interesse.
    .
    A política é uma arma, em todos os pontos revolta pelas vontades contraditórias; ali dominam as más paixões; ali luta-se pela avidez do ganho ou pelo gozo da vaidade;
    .
    ali há a postergação dos princípios e o desprezo dos sentimentos; ali há a abdicação de tudo o que o homem tem na alma de nobre, de generoso, de grande, de racional e de justo;
    .
    em volta daquela arena enxameiam os aventureiros inteligentes, os grandes vaidosos, os especuladores ásperos; há a tristeza e a miséria; dentro há a corrupção, o patrono, o privilégio.
    .
    A refrega é dura; combate-se, atraiçoa-se, brada-se, foge-se, destrói-se, corrompe-se.
    .
    Todos os desperdícios, todas as violências, todas as indignidades se entrechocam ali com dor e com raiva.
    .
    À escalada sobem todos os homens inteligentes, nervosos, ambiciosos (…) todos querem penetrar na arena, ambiciosos dos espectáculos cortesãos, ávidos de consideraçãoe de dinheiro, insaciáveis dos gozos da vaidade.”

    Gostar

  6. JCA permalink
    21 Outubro, 2011 16:04

    .
    PORTUGAL E A CRISE pergunta bem !
    .
    “Que fazer ? Que esperar ?
    .
    Portugal tem atravessado crises igualmente más,
    .
    mas nelas nunca nos faltaram nem homens de valor e carácter, nem dinheiro ou crédito.
    .
    .
    Hoje crédito não temos, dinheiro também não – pelo menos o Estado não tem:
    .
    e homens não os há, ou os raros que há são postos na sombra pela política.”
    .

    Gostar

  7. JCA permalink
    21 Outubro, 2011 16:12

    .
    Somos um povo sem poderes fundadores, iniciadores ou iniciáticos ….

    “Em Portugal tem-se ideia que o Governo deve fazer tudo, pensar em tudo, iniciar tudo.
    .
    A nossa pobreza é atribuída a este hábito de fazer depender tudo do Governo,
    .
    e dos políticos volverem constantemente as mãos e os olhos para ele como para uma Providência sempre presente.”
    .

    Gostar

  8. essagora permalink
    21 Outubro, 2011 16:16

    Para perceber se os trabalhadores do privado gozam, realmente, de uma “extraordinária protecção, injustificadíssima” deste ou de qualquer outro governo, seria importante verificar quantos actuais desempregados tiveram como anterior empregador empresas públicas ou privadas.

    Gostar

  9. Plus permalink
    21 Outubro, 2011 16:54

    Um responsável politico a dizer isto mesmo sobre os funcionário publicos ?
    o que aconteceria ?

    Gostar

  10. 21 Outubro, 2011 17:01

    Um safado sem pingo de vergonha na cara.
    Será que, ainda por cima, lhe pagam para estes “comentários”?

    Gostar

  11. JCA permalink
    21 Outubro, 2011 17:13

    .
    Foram apenas ‘copy&past’ de Eça de Queiroz in “As Farpas’, ‘O Conde de Abranhos’, Jornal “Distrito de Evora” e ?Correspondencia’.
    .
    Escrito n o sec XIX, já lá vão uns cerca de 150 anos. Passou a Monraquia, a 1ª Republica, a Ditadura na 2ª Republica, a 3ª Republica do 25 de Abril, os Poderes nas mãos da Maçonaria, os Poderes nas mãos da Igreja, os poderes nas mãos da Opus Dei, a monumental mama financeira e economica das Colonias e
    .
    estamos na mesma.
    .
    Qualquer expresso, sol, sic, tvi, rtp, diario economico que por outras palavras escreve hoje 21 de Outubro de 2011 estes textos de Eça de Queiroz de mil oitocentos e troca o passo ganhava um ‘pullizer’ de jornalismo de investigação ou outr qualquer de politica.
    .
    Portanto para descobrir as causas nem é preciso queimar as pestanas. Eça radiografou. As consequências estão aí, falencia e neo-PREC dos Bancos. Soluções de qualquer deles nem vê-las. Vai tudo ao fundo salvo se num despertar qualquer não suceda a m*r** dos costume em Portugal “homens não os há, ou os raros que há são postos na sombra pela política”
    .
    e se cumpra passados quase 150 anos o sonho queirosiano “Os politicos e as fraldas devem ser mudados muito frequentemente pela mesma razão, a m*erd*”
    .

    .

    Gostar

  12. António Cardoso permalink
    21 Outubro, 2011 17:31

    Carta aberta ao Primeiro-Ministro de Portugal Dr. Pedro Passos Coelho
    Exmo Senhor Primeiro-Ministro ,
    Após as medidas que V. Exa. anunciou recentemente sinto-me inundado por um sentimento de profunda traição simultaneamente acompanhado por uma tremenda desilusão. Primeiro porque V. Exa. prometeu uma solução milagrosa para o país que não passaria por castigar os mesmos, os tão difamados funcionários públicos, prometeu e não cumpriu. V. Exa. parecia-me um homem justo que iria procurar emagrecer as gorduras do Estado e culpar os responsáveis políticos por este vergonhoso colapso financeiro. Ao invés, continuo a assistir a gestores públicos a auferir verdadeiras fortunas, mesmo em empresas falidas, reformas douradas, circulação em viaturas de luxo, bons manjares em restaurantes, cartões de crédito para gastos de índole duvidosa, férias à conta do contribuinte, adjuntos, assessores, nomeações diárias, nenhum antigo governante formalmente acusado, os gestores do BPN a viver na luxúria, os gestores do BPP igual, off-shores, mais valias bolsistas não tributadas, etc, etc.
    Contra o argumento dos funcionários públicos ganharem em média mais que os do privado, contraponho com a declaração total dos meus rendimentos, há 6 anos que não sou aumentado, nunca recebi paralelamente prémios e horas extra, nunca me foi oferecido um automóvel para uso total, nunca me liquidaram facturas de gasóleo ou restaurante.
    Contra o argumento de que temos funcionários públicos a mais, contesto com as contratações diárias autorizadas pelo Ministério das Finanças (consultar http://www.bep.pt), se contratam é porque precisam, ou então é um temível sinal de má gestão.
    O fim dos subsídios de férias e de Natal, a somar a todos os outros cortes salariais e aumentos de impostos, terá inevitavelmente duas consequências: o colapso da procura interna e uma recessão ainda mais profunda do que o previsto. Entrámos definitivamente numa espiral recessiva que nos deixa apenas uma garantia – O colapso da economia portuguesa.
    Todos os problemas têm várias soluções, o argumento da inevitabilidade não colhe. A Grécia acabou de obter o perdão de 50% da dívida e seguramente que desmotivar os seus empregados, destruir a sua qualidade de vida, criar instabilidade nas famílias, lançar o Pais em greves e tumultos, desemprego e numa recessão profunda não foi o que me levou acreditar neste governo, nem será uma boa solução para o País.
    O défice não é seu! Aceito o argumento, mas o contrato de V. Exa. com os Portugueses foi o de aceitar o desafio de solucionar o problema sem recurso a PEC’S.
    Há mais vida para além da Troika, Merkel e Sarkozy, não se prostre perante eles, mas defenda o Povo Português. Não destruam a nossa sociedade. Não destruam a economia nacional.
    Por um Portugal Maior e um futuro promissor !

    Gostar

  13. 21 Outubro, 2011 17:38

    De há 150 anos para cá, mudaram as fraldas.
    Agora são descartáveis.

    Gostar

  14. 21 Outubro, 2011 17:40

    E se fosse, não! Que vá mesmo!

    Gostar

  15. Arlindo da Costa permalink
    21 Outubro, 2011 17:52

    Até o tio Belarmino da Sonae, apoiante de Passos Coelho, quer pôr o Estado Português em tribunal, pois fez uma PPP nas SCUTS do Norte e está com receio que haja renegociação.
    Tão patriotas que são estes Belarminos, Alexandres e tutti quanti!
    Todos a querer sacar do pobre contribuinte tuga!

    Gostar

  16. lidia sousa permalink
    21 Outubro, 2011 17:58

    Eu não vi ou li esse comentário do João Cravinho, não autor das SCUT mas o percursor. Dele tudo há a esperar, recebendo um taxo maravilhoso no BERD, dali continuou a ladrar contra o que lhe deu o taxo. Não sei que tem qualificações para o mesmo. Só sei que na luta que travou contra a corrupção, em que todos eram corruptos, menos ele, teve a distinta lata de vir prefaciar o livro do corrupto mor JOÃO RENDEIRO, considerado por ele próprio no seu livreco de auto elogio o melhor banqueiro de Portugal que em tudo o que tocava virava oiro. qual MIDAS. No dia seguinte a João Cravinho prefaciar o livreco num Koctail de milhares de Euros, rebentou o BANCO PRIVADO E O INSIGNE BANQUEIRO refugiado no seu palacete da Quinta do Patiño, que está em nome de um Offshore, não podendo ser penhorado. deve manter belos encontros com o maturro Cravinho. Ele há cada besta.

    Gostar

  17. Arlindo da Costa permalink
    21 Outubro, 2011 18:02

    João Rendeiro era o Presidente duma Fundação de iniciativa presidencial para a excelência na educação.
    O Dias Loureiro tinha assento confortável no Conselho de estado.
    Afinal, isto é tudo gente séria….

    Gostar

  18. Beirão permalink
    21 Outubro, 2011 18:55

    Brada aos céus a lata desta esquerdalhada parasita a guinchar, por tudo quanto é sítio, contra o orçamento de 2o12 que, só quem for asno de todo não enxerga, nos foi imposto pelo Memorando da troika, assinado, além do PSD e do CDS, pelo governo socialista que nos levou à bancarrota, para que pudesemos vir a ter uns dinheirinhos para pagar vencimentos e pensões e pôr, minimamentte, o país a andar.
    Este Cravinho, o tal que pariu a criminosa ideia das SCUTS que, durante gerações, irão custar aos bolsos dos portugueses milhares de milhões de euros, e com ele, Cravinho, Guterres, Sócrates e todo o bando do Largo do Rato que nos conduziram aqui, ao ranking de ‘lixo’, à insolvência financeira, à bancarrota, devem, têm de set levados à justiça por irresponsabilidade política e gestão danosa da ‘coisa pública’.

    Gostar

  19. lucklucky permalink
    21 Outubro, 2011 19:11

    Esta é mais uma abencerragem soci@lista que julga que o Estado é que “dá protecção”.
    Sem os privados a pagarem a conta nunca seria Ministro para fazer asneiras e provavelmente nem soci@lista seria…

    Gostar

  20. J.J.Pereira permalink
    21 Outubro, 2011 19:27

    Perdoem o “wishful thinking” inerente à pergunta, mas ao ler o que este biltre diz, na linha de outros membros da canalha ( Campos ,” Zurrinho”, S.Pintos, etc.) , a reacção é : ” Mas estes gajos ainda não foram presos?”

    Gostar

  21. Carlos permalink
    21 Outubro, 2011 19:36

    Também acho que é preciso ter lata, mas a verdade é que daqui a um ano se a coisa na Europa não muda teremos o PS de novo no Governo com o PSD (o CDS nessa altura lá ficar ou não é irrelevante) e a cumprir um segundo pedido de resgate na maior das misérias. O que o Cavaco fez foi criar condições para começar-se a construir tal cenário.

    Gostar

  22. pedro permalink
    21 Outubro, 2011 19:46

    quem alimentou esta fogueira de vaidades foi o sr Silva. Repito,se a contestação tornar impossivel a governação, o sr Passos , com bolas ou sem bolas, deve ir entregar o governo ao sr Presidente . Se calhar hoje já é tarde!

    Gostar

  23. Arlindo da Costa permalink
    21 Outubro, 2011 19:48

    Não é preciso especular muito para ver que o Prof. Cavaco já está arrependido de ter rasteirado o Engº Sócrates….

    Gostar

  24. licas permalink
    21 Outubro, 2011 21:26

    . . . ê do José Sócrates a autoria de DUPLICAR a dívida pública
    em menos de 4 anos. ISTO É FACTO!

    Gostar

  25. Alicia permalink
    21 Outubro, 2011 21:55

    Disseram-me, mas confesso que não fui confirmar, que no Orçamento para 2012 está prevista dotação para subsídios de férias e natal dos Srs. Deputados. Alguém sabe alguma coisa a este respeito?

    Gostar

  26. tina permalink
    21 Outubro, 2011 22:16

    Desde que Cavaco Silva falou sobre a “equidade fiscal” dos cortes nos subsídios, uma pessoa percebe que está entregue à bicharada (basta ler o post de João Miranda sobre isso para perceber até que ponto a análise do PR foi subjectiva). O Cravinho, Seguro e tantos outros são pequenos palhacinhos no meio disto tudo. Portugal está ameaçado pela sua própria natureza. Não há salvação. As vozes dissonantes, como a dos Blasfémias e do presente Governo, não passam disso, de vozes dissonantes. Em breve, serão abafadas.

    Gostar

  27. tina permalink
    21 Outubro, 2011 22:47

    Basta ver que quem vai mais sofrer com isto tudo se as coisas correrem mal são os funcionários públicos porque imdediatamente não haverá dinheiro para lhes pagar. Os privados ainda vivem directamente do dinheiro do estrangeiro. E são os privados que vão trabalhar mais meia hora para salvar a situação em geral.!Por isso é tão ridículo quando se fala na vitimização dos funcionários públicos, mas tão ridículo! Então, se o Presidente do país é o primeiro a questionar os sacrifícios que são pedidos aos funcionários públicos, e que os privados deveriam também ficar sem subsídios, percebe-se que é uma nação pouco esclarecida, sem rei nem roque.

    Gostar

  28. tina permalink
    21 Outubro, 2011 22:52

    Qual é a diferença entre uma nação desenvolvida e uma nação não desenvolvida? É o sentido de alerta que soa mais cedo numa nação desenvolvida. As nações pobres deixam ir até ser tarde demais. Não é que não haja pessoas a avisar, o problema é que não são muitas pessoas numa nação atrasada em comparação com uma nação evoluída. Nesta situação será mais um caso de “Vozes iluminadas não chegam a burros”.

    Gostar

  29. anti-comuna permalink
    21 Outubro, 2011 22:55

    O Cavaco não me surpreende. Como alguns dizem. O gajo fechou os olhos a um período negro na nossa Democracia e agora arma-se em puritano defensor dos “injustiçados”? É porque tem rabos de palho, dizem-me. Eu, pessoalmente, fico sempre a pensar nisto. O Cavaco está nas mãos da Esquerda? Tem medo de quê? Foi o BPN? Foi?
    .
    .
    Depois do que eu vi do BPN, a minha opinião reforça-se. Nunca devia ter-se mantido no poder. Agora, arrosta-se com ele.
    .
    .
    Mas o melhor texto que eu li sobre o Cavaco está aqui:
    .
    “Foi este medíocre professor de economia e finanças quem afinal criou o monstro da administração pública que temos, e quem, ao mesmo tempo, permitiu que medrasssem as condições para o restabelecimento de um regime capitalista burocrático e rentista, retardatário e corrupto, hoje falido, mas que continua a pretender sobreviver a Pão de Ló e Beluga à custa da miséria dos demais.”
    .
    in http://o-antonio-maria.blogspot.com/2011/10/brigada-do-reumatico-ii.html

    Gostar

  30. certo permalink
    21 Outubro, 2011 23:26

    eh, tudo gente séria, oportunista e esperta, se não vejam como as empresas públicas de transportes e outros ramos vieram a dar buraco, cheias de dívidas catastróficas, por vício dos subsídeos do poder central, dizem, que, entretanto, por lá veio a colocar sobrinhos, boys e amigos, a diretores, bué de diretores, que se auto-atribuíam o valor dos vencimentos e reformas, como pela erse, ou lá que é isso, e assim por bancos, num ver-se-te-avias das famelgas do poder, socialistas, social-demos e demos-cristãos, qual mafia tripartida .
    agora, é claro, é a marcha atrás necessária, que o nosso douto presidente não entende, se lhe vai ao bolso um todo nada e diz ele, então, o povo já não aguenta, coitado .

    Gostar

  31. 21 Outubro, 2011 23:28

    sim , a meia hora .. se fizeram as contas verificam que as 5 horitas semanais a menos na fp correspondem mais ou menos a 35 dias úteis , mês e meio de trabalho a menos que os “injustificadamente protegidos”. com a meia hora passa para os 2 meses.. além disso se trabalhassem as 40 horas , 42/43 agora , para aí por cada 12 fp podíamos dispensar um.

    Gostar

  32. JCA permalink
    22 Outubro, 2011 03:08

    .
    A Situação/Oposição conseguiu que Grecia sairá rapidamente da austeridade (onde nem de facto ainda entrou, sãp mais as vozes que as nozes) . Em Portugal meteu-se numas acobracias e fantasias a que chamou austeridades etc
    que mergulharão para um no-return point pelos menos até 2020:
    .
    Europa planea aplicar una quita del 50% a la deuda pública de Grecia
    Las discrepancias entre Alemania y Francia centran las reuniones de la UE. -El Eurogrupo admite que está dando una imagen “desastrosa”
    .
    La discrepancia de fondo se concentra en la forma de fortalecer el Fondo Europeo de Estabilidad Financiera (FEEF), creado para ayudar a los países que tienen dificultades para financiarse en los mercados. De la dotación inicial de 440.000 millones, ya se han consumido 17.700 millones en el programa de Irlanda; 26.000 millones para Portugal y 109.000 millones están comprometidos para el segundo rescate de Grecia
    .
    El plan con el que se trabaja es rebajar la deuda griega que se encuentra por encima del 150% del Producto Interior Bruto (PIB) hasta un 120%. Este nivel, aunque el crecimiento sea moderado, ya resulta sostenible con las últimas rebajas de tipos de interés y alargamiento de los plazos hasta los 30 años.
    .
    http://www.elpais.com/articulo/economia/Europa/planea/aplicar/quita/deuda/publica/Grecia/elpepueco/20111021elpepueco_3/Tes
    .
    .
    entretanto para continuar a seguir com atenção:
    .
    -Occupy Wall Street Demands Global UN Tax and Worldwide G20 Protest
    http://www.thedailybell.com/3111/Occupy-Wall-Street-Demands-Global-UN-Tax-and-Worldwide-G20-Protest
    .

    Gostar

  33. Nuno permalink
    22 Outubro, 2011 03:34

    Eu, não pessoalmente (que é ridículo..) mas eu próprio, escrevo e digo que o Cavaco é o funcionário público mais bem pago a quem se deveriam retirar todas as reformas. Chegar-lhe-á e de sobra a que vai auferir, quanto a mim indevidamente, quando saír da cadeira que ainda ocupa.

    Gostar

  34. 22 Outubro, 2011 04:41

    Nem de propósito:
    http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/exclusivo-cm/buraco-de-15-mil-milhoes-012809500
    15 MIL MILHÕES…

    QUINZE MIL MILHÕES.

    E agora Gaspar, vai bater nos xuxas como fez com jardim?..o buraco até é o TRIPLO!
    Ou tem medo dos aventais e dos poderes escondidos e ocultos?
    E os lacaios dos negócios mafiosos, maçónicos, xuxas que controlam as redacções dos media, invertebrados e sem carácter, vão fazer a mesma campanha gigantesca contra estes criminosos xuxas, como fizeram com Jardim?
    E o PGR, Noronhas e cândida e Mizé, vão cruzar os braços perante estas negociatas criminosas?

    Gostar

  35. Martins permalink
    22 Outubro, 2011 15:11

    É evidente, ó cabeça de abóbora, que o PS só pode votar CONTRA!

    Gostar

  36. Arlindo da Costa permalink
    22 Outubro, 2011 20:47

    Se o totó do Seguro mandar votar a favor desta merda de Orçamento, o melhor será ele pôr a cabeça no cepo!

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: