Saltar para o conteúdo

Pois é

6 Fevereiro, 2013

«Durante a sua audição na Comissão de Orçamento e Finanças, o tema principal tem sido, sem surpresa, a declaração feita pelo banqueiro na semana passada, sobre os sem-abrigo. A deputada Ana Drago, que voltou a dizer a Ulrich que deveria pedir desculpas ao povo português, afirmou ainda que “o senhor, que tem um salário mensal de 60 mil euros”, não sabe como vivem as pessoas. E que as suas declarações são uma ofensa a “todos os que lutaram” para que ” houvesse a liberdade de cada um dizer o que pretende”. O banqueiro reagiu, afirmando que “estou grato a quem lutou para que eu pudesse dizer aquilo que digo, mas pela sua idade também não deve ter lutado muito. Mas beneficia, como eu, com aquilo que todos antes de mim fizeram”. E voltou a negar qualquer pedido de desculpas pelas suas declarações. “Não lhe reconheço a si nem a ninguém o monopólio da sensibilidade social ou da propriedade da verdade. Isso revela da sua parte um espirito da Inquisição em que as pessoas eram condenadas por crime de opinião. E portanto eu vou continuar a usufruir da liberdade de que beneficio e a sra. Deputada também”.

Sobre o salário, Ulrich afirmou que “Aquilo que tenho ou não tenho foi feito com a vida numa empresa privada. Tenho os meus impostos em ordem e se um dia alguém me quiser julgar desse ponto de vista, mais importante do que ver aquilo que eu ganho é ver como gasto”. E concluiu em jeito de contra-ataque: “mas digo lhe que não recebo lições desse ponto de vista. E não sei porque se emociona tanto com a minha remuneração e não com a de um treinador do Benfica que ganha não sei quantas vezes mais do que eu? Se calhar porque isso afectaria os seus votos. Mas eu, como não sou de nenhum partido, sou um alvo fácil”. Na mesma ocasião, Ulrich respondeu também a algumas acusações feitas pelos deputados, sobre as declarações proferidas há uns meses, em que disse que o BPI estaria disponível para acolher desempregados que, continuando a receber subsídios do Estado, quisessem trabalhar no banco. Uma atitude que, para as bancadas de esquerda, é contrária aos “princípios” que o banqueiro diz defender. “Ao contrário da senhora deputada [Ana Drago], eu tenho alguma experiência na criação de postos de trabalho[…] Não pense que é só com medidas macro económicas que vamos conseguir reduzir o desemprego. Não são só as PME que vão reduzir desemprego. Para criar emprego não é preciso ter só dinheiro: é preciso ter organização e capacidade para criar projectos para as pessoas. E o BPI tem essa capacidade. Tal como a PT, ou a Zon ou tantas outras grandes empresas”.

“Com as suas declarações, aquilo para que a senhora deputada esta a contribuir é para uma sociedade mais egoísta. É que ao contrario da senhora deputada, eu consigo criar postos de trabalho e a senhora não”.»

Anúncios
56 comentários leave one →
  1. José Antunes permalink
    6 Fevereiro, 2013 08:43

    Fernando Ulrich disse a verdade. O que incomoda as gentes do BE e do PCP é que tem em Fernando Ulrich alguém a imiscuir-se naquilo que consideram ser a sua coutada de interesses, que é a multidão de pobres e desfavorecidos. Gente como Ana Drago acredita que só eles é que tem o direito de falar em tons positivos dos pobres e desfavorecidos, e quando alguém aparece a manifestar uma opinião semelhante então desatam com ataques violentos, como se não acreditassem que liberdade de expressão importa alguma coisa.

    Depois fala em outros terem vencimentos elevados e não saber como os outros vivem, e no entando Ana Drago recebe um vencimento mensal acima dos 3500€ e anda por aí de carrinho com motorista. E são coisas pagas por todos nós directamente do nosso bolso. Será que aí a deputada Ana Drago não se preocupa?

    Gostar

  2. Tiradentes permalink
    6 Fevereiro, 2013 08:53

    ahahaha, bem que ando faz tempo a querer ver a declaração de IRS do que ganha mais de 300 mil mensais…..( milhões ano)
    não é por nada mas queria comparar as retenções na fonte que um determinado gestor que recebeu 1 milhão por ano e que “largou” , na altura 450 mil de impostos à cabeça.
    Suspeito que apesar de ser quatro vezes mais nem metade de impostos.
    Mas “prontes” é o treinador de seis milhões……

    Gostar

  3. Tiradentes permalink
    6 Fevereiro, 2013 08:54

    errata: (4 milhões/ano)

    Gostar

  4. Susana Heitor permalink
    6 Fevereiro, 2013 08:59

    Pois é, mas o grande organizador de empresas Ulrich, precisou de apoio do Estado, vai fechar dependências e despedir pessoas , não aumenta ordenados, e ganha 60.000 por mês, naturalmente tambem com a ajuda do Estado, ou seja, do contribuinte.
    Nada é simples, nem só preto ou branco.

    Gostar

  5. Tiro ao Alvo permalink
    6 Fevereiro, 2013 09:08

    Pior que a Drago, só um Galamba. Essa gente só destila ódio,

    Gostar

  6. PiErre permalink
    6 Fevereiro, 2013 09:34

    Se a Drago tivesse alguma vergonha, nunca mais afrontava o Ulrich. Não lhe chega às palmilhas.

    Gostar

  7. Ajom Moguro permalink
    6 Fevereiro, 2013 10:09

    Quiseram enxovalhar o homem, levaram na corneta. Para marcar firme posição não é preciso tentar humilhar quem vai responder perante os deputados. Só espectáculo para sair na televisão. Garambas, tristes figuras !

    Gostar

  8. Castrol permalink
    6 Fevereiro, 2013 10:21

    Bruxelas dá “luz verde” a linha ferroviária Lisboa-Madrid
    Governo português conseguiu a aprovação da Comissão Europeia para a reformulação do projeto e o aumento das verbas comunitárias.

    Ler mais: http://expresso.sapo.pt/bruxelas-da-luz-verde-a-linha-ferroviaria-lisboa-madrid=f785028#ixzz2K727yc1v

    É mentira!!! Quem conseguiu o “relançamento” desta ligação ferroviária foi o Tozé Seguro:
    Seguro ‘relança’ ligação ferroviária a Madrid
    O secretário-geral do Partido Socialista colocou novamente na agenda política a construção de uma linha ferroviária para transporte de mercadorias, entre o Porto de Sines e Madrid.

    Ler mais: http://expresso.sapo.pt/seguro-relanca-ligacao-ferroviaria-a-madrid=f784496#ixzz2K1MUxtz5

    Face a este aproveitamento do trabalho dos outros, particularmente dos que criticamos violentamente, levanta-se a questão:
    – Tozé Seguro, político ou ave de rapina???

    Gostar

  9. A.Silva permalink
    6 Fevereiro, 2013 10:26

    Um verdadeiro ESCROQUE ASQUEROSO!
    Ganha o dinheiro numa empresa privada, diz o pulha, só que se esquece de dizer que ganha esse dinheiro à conta do estado, que ele e a leninha dizem querer minguar… mas só para os outros.
    GENTE MISERÁVEL!

    Gostar

  10. José Manuel Moreira permalink
    6 Fevereiro, 2013 10:37

    Muito bem Helena, sempre muito coajosa e certeira, jmm

    Gostar

  11. Portela Menos 1 permalink
    6 Fevereiro, 2013 10:39

    HFM, o novo amanha que canta (o economico), o nosso banqueiro em Angola e os lucros à conta do esmiufrar dos dinheiros publicos!

    Gostar

  12. Luis permalink
    6 Fevereiro, 2013 10:41

    “E que as suas declarações são uma ofensa a “todos os que lutaram” para que ” houvesse a liberdade de cada um dizer o que pretende”. ”

    É impressão minha ou a senhora está a por em causa a capacidade de livre expressão do Ulrich, ou seja coarctando-lhe a “liberdade de cada um dizer o que pretende”. ?

    Gostar

  13. J.J Pereira permalink
    6 Fevereiro, 2013 10:44

    Vê-se, “claramente visto”, quem é o (a…) parasita , neste interessante e instrutivo diálogo.
    Faltam mais Ulrichs , sem papas na língua e com eles no sítio para afrontar a canalha mesmo ” en su situ”.

    Gostar

  14. jsf permalink
    6 Fevereiro, 2013 10:48

    Se fosse alguem de esquerda a dizer o que esse sr disse gostava de ver o comentário da Leninha.
    Só lhe falta defender os pulhas do BPN

    Gostar

  15. piscoiso permalink
    6 Fevereiro, 2013 10:50

    O homem deve-se rir à fartazana de quem o critica e paga com os impostos o seu ordenado principesco numa empresa privada.
    E ainda com aplausos.
    Ao menos o Jorge Jesus ganha ao Vitória de Setúbal.

    Gostar

  16. A. Pereira permalink
    6 Fevereiro, 2013 10:57

    Bravo, Fernando Ulrich! Em cheio! Na mouche! É assim mesmo que se fala com esses demagogos da pior espécie que são os queques do BE.

    Gostar

  17. 6 Fevereiro, 2013 11:07

    Tipicamente o senhor não responde ao perguntado. Não é um insulto este banqueiro ganhar o que ganha. É um insulto é este senhor, sabendo que nunca sofrerá privações, vir dizer que os outros as aguentam bem.
    Para não falar do facto de que o presidente de um banco que tem de pedir dinheiro ao estado para continuar a funcionar se considerar um banqueiro de sucesso, mas isso desde o livro do Sr. Rendeiro que não é novidade.

    Gostar

  18. Portela Menos 1 permalink
    6 Fevereiro, 2013 11:37

    O proximo post de HFM: os voos secretos da CIA.

    Gostar

  19. gastão permalink
    6 Fevereiro, 2013 11:40

    a historiadora também aprendeu na igreja como estar sempre ao lado da gente com dinheiro e poder. Os tempos estão dificéis e não convém ficar sem abrigo.

    Gostar

  20. Tiradentes permalink
    6 Fevereiro, 2013 12:12

    Mas para ver a índole deste jornalismo actual abram o CM e no interior tem em título :” Ulrich cobiça ordenado de Jorge Jesus”
    Alguém acredita que é analfabrutismo? eu não..

    Gostar

  21. Tiradentes permalink
    6 Fevereiro, 2013 12:13

    E o SLB e o JJ já pediram desculpas ao povo ?

    Gostar

  22. neotonto permalink
    6 Fevereiro, 2013 12:56

    Bem, este banco que sobreviveu à Guerra italiano, que viu a rendição do Siena para a Espanha em 1555, que ultrapassou as pragas e ataques de pragas, a campanha de Napoleão e da Segunda Guerra Mundial, está envolvido em um grande escândalo proporções pelo uso de derivativos financeiros, que envolvem não apenas os executivos que deixou o cargo há um ano, mas Mario Draghi e Deutsche Bank para reter informações e fazendo empréstimos fraudulentos.
    .
    Tudo começa com a tomada excessiva de riscos pelo banco Monte dei Paschi di Siena (BMPS), jogando ao longo dos bancos que lideraram a tomada de riscos, como Goldman Sachs e colheram lucros enormes assim. BMPS para não ficar atrás e foi assim que veio forte para especular nos mercados de alto risco com a aprovação do Ministro das Finanças, que era então governador do Banco da Itália Mario Draghi. Muitos desses empréstimos foram cerveja sobre a banca alemã, principalmente no Deutsche Bank.
    .
    A eclosão da crise financeira e da falência do Lehman Brothers, em setembro de 2008 para BMPS ficou em apuros, ele foi forçado a pedir ajuda ao Deutsche Bank por 1,5 mil milhões de euros em Dezembro de 2008. Esta operação foi chamada Projeto Santorini e ajudou a mitigar a perda de 400 milhões de euros, e foi feito no maior segredo perceber a opacidade dos bancos para declarar as perdas se tornam maiores e forçar o resgate pelo governos e os contribuintes.
    .
    O tsunami do Lehman Brothers e as perdas acumuladas de derivados financeiros (ou ativos tóxicos de destruição em massa) BMPs forçado em 2009 para pedir um novo resgate, desta vez o governo italiano, para 1.900 milhões de euros. O ano de 2012 o banco pediu um segundo resgate de 500.000.000.000 € 3.900 milhões de euros acumulados entre salvamentos Banco da Itália e do Deutsche Bank. O grande problema é que nunca as BMPS revelou os 1.500 milhões de euros solicitados pelo Deutsche Bank em 2008, e que foi o que causou um tremor financeiro enorme que representa a falta de transparência do sistema bancário. Torna-se ainda mais complexa quando o sujeito que estava no comando do Banco da Itália e levou essas operações para o banco alemão era o presidente do Banco Central italiano, Mario Draghi, o mesmo que hoje leva finanças do Banco Central Europeu. Desde que a crise começou o Monte Paschi di Siena perdeu 90 por cento de seu valor.

    Gostar

  23. Duarte permalink
    6 Fevereiro, 2013 12:59

    O Fernando se eu fosse accionista já tinha sido despedido

    1 A exposição a Portugal, Grécia e Irlanda é mais de três vezes superior ao valor de mercado do banco
    Os 5,1 mil milhões de euros que o BPI detém em dívida portuguesa, grega e irlandesa colocam-no na terceira posição entre os bancos europeus mais expostos à dívida soberana com maior risco de incumprimento. A análise foi feita pela Macquarie Research e engloba 39 bancos do Velho Continente. Um montante que é mais de três vezes superior ao seu valor de mercado, ou seja, representa 358% da sua capitalização bolsista. “Provavelmente o prémio de banco mais desafortunado terá de ir para o BPI, que além de uma exposição substancial à dívida portuguesa, conseguiu diversificar o risco com a Grécia e a Irlanda”, escrevem os analistas da Macquarie no seu estudo.
    Neste ‘ranking’ apenas dois bancos ficam à frente do BPI: o National Bank of Greece, com uma exposição a rondar os 580% da sua capitalização bolsista, e o Piraeus Bank. Ambos os bancos gregos têm exposição apenas à dívida nacional.

    2 que a deputada por ser nova não tenha lutado muito pela liberdade, parece-me aceitável. Que o banqueiro com a idade dele não tenha lutado nada,,pelo que sei, já me parece reprovável

    3 que a deputada não crie empregos parece-me normal. Que o banqueiro não saiba quais as funções de um Parlamento já me parece reprovável.

    4 que o banqueiro ganhe , segundo foi afirmado, 60.0ooo euros por mês é com o banco. Que haja quem ganha 500 euros no banco dele já me parece reprovável.

    5 Diz o banqueiro que cria emprego. Esta enganado e não domina o seu negócio, acreditando que o disse de boa fé. Alias o que o banqueiro tem feito é destruir emprego no seu banco, bastando ler os relatório e contas .. Nos últimos anos destruiu perto de 300 empregos. Quem cria emprego é a procura. O capitalista só admite emprego em ultimo recurso. Mas isto já é pedir muito ao senhor e à autora do post.

    Pois é!

    PS : é de um extremo mau gosto e ate falta de educação ter mencionado o nome de um profissional de futebol no contexto em que o fez. Deveria saber que ao questionar o salário de um treinador de futebol que é aprovado pelos sócios de um clube, esta também a questionar o seu que é aprovado pelos accionistas. Além de que denota mais uma vez uma espécie de arrogância de classe ao estar implícito que não concorda que um simples treinador de futebol ganhe mais do que ele, um senhor banqueiro.
    Enfim do ponto de vista moral e intelectual este senhor é um estropício.

    Gostar

  24. Paulo permalink
    6 Fevereiro, 2013 13:59

    Desta vez o Ulrich pegou de caras a Drago e o Galamba, depois criou um novo formato de faena e toureou-os a belo prazer, bandarilhando de uma ponta à outra.
    A esta hora ainda devem estar a retirar as bandarilhas do lombo.
    .
    Infelizmente aqueles furúnculos são resistentes e não é de esperar que tenham colocado a viola no saco.

    Gostar

  25. gato permalink
    6 Fevereiro, 2013 15:50

    Ana Drago deve ser neta, ou bisneta, do tipo mais rico do sul do Alentejo e dos Algarves vizinhos na transição dos séculos XIX e XX.
    Tudo de Beja para baixo era dele. Coitadinha da Ana e dos seus complexos de rica (de caca).
    Conheci pessoas dessa Família, honradas, honestas, sabendo que a riqueza de nada serve. Nem se leva para a tumba.

    Gostar

  26. faff permalink
    6 Fevereiro, 2013 16:17

    Enfim, tudo vai bem no reino de todos estes “ricos” que opinam no blasfémias, com excepção de alguns cidadãos com pensamento próprio…

    Gostar

  27. esmeralda permalink
    6 Fevereiro, 2013 16:19

    ESTEVE MUITO BEM SENHOR ULRICH!!! NOTA 20!

    Gostar

  28. politologo permalink
    6 Fevereiro, 2013 16:50

    Re: O Palerma… ▼

    mcdf (seguir utilizador), 1 ponto , hoje às 14:06

    Ao que uma pessoa (Ministro Santos Pereira) se presta. Ou: o que não presta neste ministro!
    Reportar abusivo Responder

    Re: O Palerma… ▼

    123lagutrop (seguir utilizador), 1 ponto , hoje às 15:15

    O palerma não presta mesmo …uma grande desilusão … só com um pastel de nata nas ….bochechas . Estranho o SE ser nomeado e omitirem intencionalmente no curriculum de que tinha sido Administrador da SLN/BPN . PPC diz que não puseram porque toda a gente já sabia !… Mas o dono do Pingo Doce vem dizer que quando o Franquelim era seu Administrador da Area Financeira não sabia que ele tinha sido Administrador da SLN/BPN . Mais um milhão de pasteis de nata para este embuste de Zé Camarinha travestido de Primeiro Ministro …
    E alegam que foi Administrador mas não(?) para a area financeira . Não mexia em dinheiro !…Omo lava menos branco! ,,,Contudo , como é que este Administrador não financeiro conhecia todas as fraudes ?Alem disso a responsabilidade da Administração é solidária . E não é verdade que tenha sido ele(isolado e pessoalmente…) a denunciar as fraudes ao Banco de Portugal . Primeiro calou-se a ver se passava … Depois foram em grupo ao Banco de Portugal quando o fogo já não era possivel apagar !… Entretanto, cometeu o crime de burla , com dolo , e por acção e omissão , ad minus com negligência , poia aprovou e assinou conscientemente as fraudulentas contas , enganando terceiros ,em beneficio próprio e de terceiros SLN/BPN e outros , causando enormes prejuizos ao País i.e. aos já tão desgraçados contribuintes.
    Para alem de Oliveira e Costa , onde está Constâncio , Carlos Santos , responsáveis das empresas de auditoria , e tantos outros.
    A maior fraude jamais cometida neste Pais e nada acontece .
    E se Franquelim Alves falasse o que aconteceria a Cavaco Silva (um dos beneficiários do BPN) ? E a Dias Loureiro
    Reportar abusivo Responder

    Re: O Palerma… II ▼

    123lagutrop (seguir utilizador), 1 ponto , hoje às 15:22

    O que aconteceria a Dias Loureiro , compadre de Cavaco , o qual vive luxuosamente no Estoril ?
    O BPN/SLN era o Banco do CLÃ CAVAQUISTA .
    O CLÃ CAVAQUISTA está no poder . NADA vai acontecer ?
    P.S.
    Nota Histórica : D. Carlos e Sidónio foram assassinados por motivos politicos .
    Vox Populi : Não há duas sem três …
    Reportar abusivo Responder

    Ler mais: http://visao.sapo.pt/santos-pereira-diz-que-foi-franquelim-alves-que-denunciou-fraude-do-bpn=f711152#ixzz2K8U3PBZX

    Gostar

  29. campus permalink
    6 Fevereiro, 2013 16:55

    Nunca pensei concordar com um banqueiro. Por outro lado tirando os bons ordenados e restantes modormias o jovem de argola na orelha e barba descuidada e a jovem de cabelo oleoso e com tiques no risinho despropositado armados em proletários levaram uma lição que tão cedo não vão esquecer.

    Gostar

  30. Monti permalink
    6 Fevereiro, 2013 17:14

    Independentemente de algumas razões de Mr U:
    E à sua experiência na criação de empregos:
    O de Sua Excelsa consorte no palácio de Belem, consultora de Sexa PR?
    O de Sua Excelsa filha na AR, assessora do PSD?
    A bem da colocação de people das famílias em dificuldades.
    No meu tempo, era “A bem da Nação”.
    Agora, “A bem do Regime.

    Gostar

  31. murphy permalink
    6 Fevereiro, 2013 17:15

    Ulrich “despachou” Drago e Galamba muito bem, mas os danos à sua imagem estão feitos. A deturpação das suas palavras e a cobertura mediática dada ao assunto até ontem chegou a um n.º incomensuravelmente maior que a cobertura deste frente a frente …

    Noutro processo de enxovalhamento – o “caso Franquelim” – o processo é idêntico. Uma ampla cobertura na 1ª fase e, agora que se sabe que afinal ele denunciou ao BP a situação do BPN, o assunto vai deixar de abrir telejornais… é o jornalismo militante que temos.
    http://jornalismoassim.blogspot.pt/2013/02/uma-arma-de-arremesso-politico-chamada.html

    Gostar

    • politologo permalink
      6 Fevereiro, 2013 19:22

      Re: O Palerma… ▼
      mcdf (seguir utilizador), 1 ponto , hoje às 14:06
      Ao que uma pessoa (Ministro Santos Pereira) se presta. Ou: o que não presta neste ministro!
      Reportar abusivo Responder
      Re: O Palerma… ▼
      123lagutrop (seguir utilizador), 1 ponto , hoje às 15:15
      O palerma não presta mesmo …uma grande desilusão … só com um pastel de nata nas ….bochechas . Estranho o SE ser nomeado e omitirem intencionalmente no curriculum de que tinha sido Administrador da SLN/BPN . PPC diz que não puseram porque toda a gente já sabia !… Mas o dono do Pingo Doce vem dizer que quando o Franquelim era seu Administrador da Area Financeira não sabia que ele tinha sido Administrador da SLN/BPN . Mais um milhão de pasteis de nata para este embuste de Zé Camarinha travestido de Primeiro Ministro …
      E agora alegam que foi Administrador mas não(?) para a area financeira . Não mexia em dinheiro !…Omo lava menos branco! ,,,Contudo , como é que este Administrador não financeiro conhecia todas as fraudes ?Alem disso a responsabilidade da Administração é solidária . E não é verdade que tenha sido ele(isolado e pessoalmente…) a denunciar as fraudes ao Banco de Portugal . Primeiro calou-se a ver se passava … Depois foram em grupo ao Banco de Portugal quando o fogo já não era possivel apagar !… Entretanto, cometeu conscientemente o crime de burla , com dolo , e por acção e omissão , , pois aprovou e assinou conscientemente as fraudulentas contas , enganando terceiros ,em beneficio próprio e de terceiros SLN/BPN e outros , causando enormes prejuizos ao País i.e. aos já tão desgraçados contribuintes.
      Para alem de Oliveira e Costa , onde está Constâncio , Carlos Santos , responsáveis das empresas de auditoria , e tantos outros.
      A maior fraude jamais cometida neste Pais e nada acontece .
      E se Franquelim Alves falasse o que aconteceria a Cavaco Silva (um dos beneficiários do BPN) ? E o que aconteceria a Dias Loureiro , Administrador do BPN e compadre de Cavaco , o qual vive luxuosamente no Estoril ?
      O BPN/SLN era o Banco do CLÃ CAVAQUISTA .
      O CLÃ CAVAQUISTA está no poder . NADA vai acontecer ? Apenas os contribuintes vão pagar os 7 mil milhões de euros por danos originados por esta corrupção impune como se vê .
      (A)DEUS , PATRIA e FAMILIA … A BEM da NAÇÃO virou a BEM dum REGIME CORRUPTO
      E enquanto o Povo (e que vai agravar pelo que se vê na Educação…) for numerica , economico-financeira e socialmente iletrado podem dormir descansados …
      P.S.
      Nota Histórica : D. Carlos e Sidónio foram assassinados por motivos politicos .
      Vox Populi : Não há duas sem três …
      http://visao.sapo.pt/santos-pereira-diz-que-foi-franquelim-alves-que-denunciou-fraude-do-
      bpn=f711152#ixzz2K8U3PBZX

      Gostar

  32. Não Interessa permalink
    6 Fevereiro, 2013 17:42

    Não sei onde é que as amibas estão a ver a “lição” e a “tourada”. Se não fossem tão mono-neuronais, já tiravam algumas conclusões desse comentário do Duarte aí em cima.

    1 – Disseram-lhe que devia pedir desculpa pelas alarvidades, objectivamente infelizes que regurgitou. Não o fez. Porque é um bandalho. Justifica-se com a liberdade de expressão. Enterra-se e admite que não fez muito por ela, sublinha que Ana Drago (por impossibilidade cronológica) também não. Ela nunca propôs o contrário. Qual a lição aqui? De que um bandalho com declarações de verme também pode, em determinado momento, ter feito pouco pela liberdade para se ser bandalho, mesmo não tendo aprendido a interpretar português no processo?

    2 – Diz que fez a sua vida e remuneração no privado. Depois compara-se ao treinador do Benfica. Que, presumo eu, apesar dos andores da APAF e da EPUL, dos terrenos cedidos e falcatruas conexas, não é instituição pública. Mais um contra-senso. Principalmente atendendo ao facto de a quantidade de dinheiros públicos injectados na sua pocilga provavelmente já lhe ter pago parte ou a totalidade do salário. A lição aqui é que não é preciso conseguir-se fazer sentido nem evitar fazer figura de urso na mesma frase para ser banqueiro.

    3 – Diz que cria emprego. É falso. Tão falso agora, como quando começou a moda dessa lengalenga imbecil. Quem cria emprego é o cliente, é a procura. Ulrich quanto muito, tem criado desemprego, e muito, como o Duarte refere ali em cima. A lição aqui não sei.. provavelmente a lição é que esta caixa de comentários está carregadinha de mentecaptos, para não destoar muito da autora.

    Gostar

  33. Duarte permalink
    6 Fevereiro, 2013 18:01

    Irlanda quer usar presidência da UE para sair do programa de ajuda externa
    ISABEL ARRIAGA E CUNHA (Dublin) 10/01/2013 – 14:41
    Dublin está em intensas negociações com o BCE para obter prazos mais alargados, até 40 anos, para o reembolso das notas de crédito utilizadas para ajudar os bancos.

    E o GASPAR? sempre à babuja,o malandreco

    Quando é que abrimos um jornal estrangeiro e vemos uma noticia assim?

    Ministro Portugues quer prazos mais alargados para pagar a divida e juros mais baixos para diminuir o peso da divida que ja esta nos 120%, para que o pais possa crescer e criar emprego

    Quando ? nunca na vida . É unha com carne com os credores , pois sabe que quando sair de ministro tem trabalho assegurados pelos credores no BCE., no FMI ou semelhantes.

    Gostar

  34. 6 Fevereiro, 2013 18:09

    «Trabalho numa empresa privada e não admito que ninguém questione o meu salário.»
    Ai admite, admite! Enquanto houver na sua “empresa privada” um euro que seja dos contribuintes portugueses, o Sr. Fernando Ulrich admite tudo o que eles quiserem. Quem paga, manda, como dizia a outra. Pode não gostar, mas admitir, admite. Não tem outro remédio.

    Gostar

  35. 6 Fevereiro, 2013 18:18

    Eu não sei quanto do meu dinheiro está a subsidiar o Benfica, se é que está algum. Por isso não questiono o que ganha o treinador, nem acharia bem que um dos meus representantes na Assembleia da República o questionasse.

    Mas sei quanto do meu dinheiro está a subsidiar o BPI: 150 euros. Por isso questiono o que me der na realíssima gana, e se o Sr. Ulrich não gosta, “tough luck”. Se aceitou o meu dinheiro, foi porque quis.

    Gostar

  36. Tiradentes permalink
    6 Fevereiro, 2013 18:20

    Se fosse accionista o banco já teria fechado e mandado para o desemprego toda a gente que trabalha nele e todos aqueles que se servem dele para os seus negócios.
    Aliás nem percebo como é que um camomila party põe a hipótese de ser accionista capitalista reaccionário de um banco, esse instrumento maléfico do capitalismo.
    Salve-nos a felicidade desta gente só ter catarro e pouco ou nada ser capaz de criar de valor.

    Gostar

  37. Fincapé permalink
    6 Fevereiro, 2013 18:26

    Cara Helena, nós já sabíamos que o senhor Ul(tra)rich não diz nada que se aproveite. Eu ouvi as declarações que aqui pôs e, agora, ao lê-las ainda as achei pior.
    Se isto são as nossas elites, como é que o país pode sair da cepa torta?
    É inacreditável! Será que ninguém da família ou amigo lhe diz para não falar em público? É que depois do discurso dele e de se falar no ordenado que lhe dão ficamos com a sensação de que lhe pagam demasiado. Pode dizer-se que é um setor privado, mas o problema é que parte dos bancos são privados, mas à custa do dinheiro público. Ademais, quem é que paga os lucros do privado? Não são as pessoas? É quem?
    Sinto uma tristeza mórbida com as supostas elites. E conheço trolhas com melhores discursos. Desculpe, mas é verdade.

    Gostar

  38. André permalink
    6 Fevereiro, 2013 18:54

    Partindo daquela regra do liberalismo do fim do século XIX, em que um dirigente de uma empresa não pode ganhar mais de dez vezes o salário mínimo pago pela empresa não seria uma boa ocasião para fazer disso lei. Vejamos, para o Ulrich ganhar o que ganha, os ordenados mínimos pagos pelo BPI teriam de ser de 6000€. Como o BPI não tem capacidade para isso (a julgar pelos empréstimos estatais, nem para os 60000€ do Ulrich tem capacidade), certamente que o ordenado da gestão seria reduzido e os ordenados baixos ligeiramente aumentados. Isso sim, seria um incentivo à economia, se todos os funcionários que recebem 600€ ou 700€ passassem a receber 1000€ para o patrão poder receber 10000€. Aí a economia teria mais dinamismo, mas não, preferimos prolongar as desigualdades económicas e sociais. É pena, mas depois queixam-se de que o Estado tem de dar subsídios às pessoas porque elas não têm dinheiro para comer. Chama-se liberalismo, palavra para ter a liberdade de não ganhar o suficiente para comer e morrer. É um bocado como aquele cartoon do escravo. No século XVIII ganhava alimentação e alojamento, no século XXI o trabalhador livre ganha um ordenado que mal dá para alimentação e alojamento.

    Gostar

  39. André permalink
    6 Fevereiro, 2013 19:07

    Não percebo outras coisas, o Estado não devia criar leis que obrigassem todas as empresas que recebem apoios e subsídios do Estado tivessem limites máximos salariais, como num programa de reestruturação. No fundo, marcávamos um ordenado máximo de 10000€ mensais. Depois, marcávamos um ordenado mínimo de 800€. Assim, o banco distribuia melhor o dinheiro para a economia.
    Também não perecebo por que razão um abnco que recebe apoios estatais não tem de levar com o Estado no Conselho de Administração de modo proporcional. Deve ser porque quando são privados a dar o dinheiro é um negócio, quando é o Estado, é intervencionismo desleal. É das melhores que eu já ouvi. Por isso é que devíamos deixar os bancos falir. Os bancos faliam e o Estado não perdia dinheiro. Ah e tal, havia o desemprego, mas certamente que depois se recuperava muito melhor, sem bancos a mais. No liberalismo chama-se lei da concorrência, ou do mais forte, não importa quantos morrem.

    Gostar

  40. Paulo permalink
    6 Fevereiro, 2013 19:08

    André
    Se o Ulrich ganha 60000 (entre base e prémios de gestão), com os impostos atuais, receberá liquido para aí 20000, logo 10% disso será 2000.
    Se calhar não andará muito longe para os funcionários do banco dele, considerando idênticas condições (ou seja, com os prémios associados ao desempenho).

    Gostar

  41. Duarte permalink
    6 Fevereiro, 2013 19:11

    Eis que lendo o relatorio e contas de 2011 do BPI:

    Os direitos adquiridos relativos a pensões de reforma por velhice pelos membros da Comissão Executiva e pelo Presidente do Conselho de Administração (este último por razão do exercício anterior de funções executivas no Grupo BPI) eram, em termos individuais, à data de 31 de Dezembro de 20111, as seguintes, discriminando entre a estimativa da pensão anual da Segurança Social2, sempre que o Administrador em causa a ela tenha direito, e o complemento anual a pagar pelo Banco.
    Artur Santos Silva: pensão anual de 351 237 euros dos quais 43 602 euros a pagar pela Segurança Social e 307 635 euros a pagar pelo Banco; Fernando Ulrich: pensão anual de 348 000 euros dos quais 45 763 euros a pagar pela Segurança Social e 302 237 euros a pagar pelo Banco; António Domingues: pensão anual de 333 494 euros dos quais 40 684 euros a pagar pela Segurança Social e 292 810 euros a pagar pelo Banco; António Farinha Morais: pensão anual de 168 680 euros dos quais 826 euros a pagar pela Segurança Social e 167 854 euros a pagar pelo Banco; José Pena do Amaral: pensão anual de 229 724 euros, dos quais 22 428 euros a pagar pela Segurança Social e 207 296 euros a pagar pelo Banco; Manuel Ferreira Silva: pensão anual de 218 469 euros, dos quais 40 475 euros a pagar pela Segurança Social e 177 994 euros a pagar pelo Banco; Maria Celeste Hagatong: pensão anual de 224 097 euros, dos quais 38 726 euros a pagar pela Segurança Social e 185 371 euros a pagar pelo Banco; Pedro Barreto3: pensão anual de 22 745 euros, dos quais 5 348 euros a pagar pela Segurança Social e 17 397 euros a pagar pelo Banco.

    Gostar

  42. Paulo permalink
    6 Fevereiro, 2013 19:13

    O procariota do Não Interessa faz da ofensa uma forma de debate e depois acha que os outros é que deviam pedir desculpa.
    Haja pachorra, muita alminha superior há neste país.
    É só gente com egos gigantes.
    .
    Infelizmente a realidade passa pela maioria deles e não os compreende!

    Gostar

  43. Não Interessa permalink
    6 Fevereiro, 2013 19:28

    Paulo não estou atestar factos não é debater, muito menos o estou a fazer consigo. Só vem comprovar o que dizia. É muito básico junto na mesma caixa de comentários.

    Gostar

  44. Duarte permalink
    6 Fevereiro, 2013 19:28

    Depois da LIBOR vem a TIBOR
    Esta visto a banca privada nao engana os contribuintes

    High quality global journalism requires investment. Please share this article with others using the link below, do not cut & paste the article. See our Ts&Cs and Copyright Policy for more detail. Email ftsales.support@ft.com to buy additional rights. http://www.ft.com/cms/s/0/792d5b58-7010-11e2-8785-00144feab49a.html#ixzz2K9IAoHI6

    ShareClipReprintsPrintEmail
    Last updated: February 6, 2013 2:17 pm
    Japanese banks accused of Tibor fixing
    By Ben McLannahan in Tokyo
    A former star trader in Tokyo has accused Japanese banks of operating a “cartel” in loan pricing, forcing higher rates on millions of borrowers and hampering central bank efforts to spark lending in the world’s third-largest economy.

    Gostar

  45. Rafael Ortega permalink
    6 Fevereiro, 2013 19:34

    Aquela parva da Drago levou resposta à altura.
    Gostava que as televisões tivessem mostrado aquela carinha de parva enquanto ouvia as respostas certeiras.

    Gostar

  46. Paulo permalink
    6 Fevereiro, 2013 20:55

    Não Interessa
    Não percebi nada do que escreveu mas deve ter razão.

    Gostar

  47. A. R permalink
    6 Fevereiro, 2013 21:10

    A esquerdalha converteu-se ao hedonismo

    Gostar

  48. Duarte permalink
    6 Fevereiro, 2013 23:36

    A criatura anda num frenesim. Agora ja da ordens ao governo através da imprensa

    Ulrich sugere Carlos Moedas para “comandar” trabalho de crescimento económico

    Gostar

  49. Xico Cabaço permalink
    7 Fevereiro, 2013 02:30

    Que bando de palermas: o «aguenta, aguenta« está a fazer um servicinho ao governo, como paga pelo dinheirinho que nós lhe emprestámos.
    .
    P.S. Se a Helena Matos fosse séria, teria condenado tudo em «aguenta, aguenta», desde a postura ao tom.
    .
    E esse grande bastardo não cria emprego nenhum, nem nunca criou: agora, pelo contrário, até o está a destruir.
    E qual é o valor acrescentado do homem ao país? Hum?
    .
    E a Leninha? Vão todos para o caralho, que eu é que crio empregos, seus bardamerdas. São os empresários, não são fdp como o senhor Ulrico, com quem eu já procurei negociar empréstimo para expansão da minha actividade e ele disse-me que não, que primeiro tinha de pagar aos seus investidores.

    Gostar

  50. JCA permalink
    7 Fevereiro, 2013 02:32

    .
    =The Story Of The Fake Economist Who Fooled A Nation
    http://dailybail.com/home/the-story-of-the-fake-economist-who-fooled-a-nation.html
    .
    =The fraudster who fooled a whole nation: Portuguese media pundit exposed as conman
    http://www.independent.co.uk/news/world/europe/the-fraudster-who-fooled-a-whole-nation-portuguese-media-pundit-exposed-as-conman-8459249.html
    .
    =Mystery – Translucent Purple Spheres Found In Desert – Vid
    http://www.kgun9.com/news/local/189113371.html
    .

    Gostar

  51. 7 Fevereiro, 2013 08:01

    Estou a rir à gargalhada, o Ulrich só disse umas grandes bacoradas. Não disse nada que corresponda à realidade e a HM e outros por aqui vêm falar de coisas certeiras. Só posso rir… por agora…

    Gostar

  52. 7 Fevereiro, 2013 14:46

    Ó Ulrich é realmente a Besta Imunda. Diz que aprendeu os seus princípios éticos com a Igreja Católica. Se lesse os Evangelhos, saberia que a invocação de Deus em proveito próprio é o único pecado que nunca pode ter perdão.

    Gostar

  53. colono permalink
    7 Fevereiro, 2013 21:40

    A deputada A. Drago ainda deve estar de caganeira com a resposta do Ulrich…. E o Galamba engasgado com o “brioches”….

    Gostar

  54. General permalink
    9 Fevereiro, 2013 23:57

    Pois é , todos os chulecos deste país deviam piar fininho, mas a puta da vergonha é coisa que não abunda ! Na bunda mereciam, na bunda mereciam… talvez um dia se arrependam de tanta vilanagem à tromba estendida.

    Gostar

Trackbacks

  1. A lavagem – Aventar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: