Saltar para o conteúdo

Curioso país este

13 Outubro, 2013

em que os bastonários e antigos PR andam desesperados porque não estala uma guerra civil.  A qual presume-se eles veriam de longe.

Para o bastonário da Ordem dos Técnicos Oficiais de Contas “os cidadãos portugueses andam calmos de mais”, considerando que, “ao que tem acontecido na vida pública portuguesa, era para estar a ferro e fogo, com uma guerra civil em cima”.

Mário Soares acredita que os responsáveis da governação “vão cair muito antes” de Junho, altura em que está previsto o fim do programa de assistência da troika de credores internacionais. “É inevitável. Antes que o ódio do povo se torne violento.

Porque não pegam os próprios em armas e deixam da mandar datas e ordens aos outros?

53 comentários leave one →
  1. Portela Menos 1 permalink
    13 Outubro, 2013 22:45

    Curioso um país que tem como governantes pessoas que deixam passar em claro as afirmações de Barroso, da francesa directora do FMI ou de um qualquer idiota.
    .
    “É um Tribunal Constitucional ativista comparado com qualquer outro Tribunal Constitucional que eu conheça.”
    .
    A Espanha, a França, a UK, a Alemanha…aceitavam isto?

    Gostar

    • ora permalink
      13 Outubro, 2013 22:53

      ó filha no UK o Ukip está na maior e londres teve o maior motim dos últimos 30 anos

      de um qualquer idiotes escreve em grego

      se fosse de um retardado poderias ser tu

      é o que dá pinar com primos e primas

      endogamia dá gamas muy acéfalozitos

      oh zita se abra

      Gostar

  2. RCAS permalink
    13 Outubro, 2013 22:48

    Esta mascarada enorme
    com que o governo nos aldraba,
    dura enquanto o povo dorme,
    quando ele acordar, acaba.

    Acho uma moral ruim
    trazer o povo enganado:
    mandarem fazer assim
    e eles fazerem assado.

    Não me dêem mais desgostos
    porque sei raciocinar…
    Só os burros estão dispostos
    a sofrer sem protestar

    PS- Nem de prepósito!

    Gostar

    • ora permalink
      13 Outubro, 2013 23:01

      bem me parecia queras burro com aldraba…..

      Este babadê disforme
      com cu político s’aldraba,
      dura dura…. no povo sem fome,
      quando ele morrer, acaba….ou akba?
      à brava
      e ele a tumba cava?

      Acha duas imoral ruim
      trazer o pito enganado:
      mandar fazer e assim
      e nóis fazer e assado.

      Não me isqueci des ghost’s
      porque nã sei raciocinar…
      Só os soares estão dis posts
      a comer sem protestar

      é verso de pé quebrado às aReCuAS é baril ou é barril?

      pesas quanto pá?

      pra segurança da cgtp são 80 kg e um metro e setenta….pelo menos

      1 e 70 mas nã da barriga tá….

      Gostar

    • johnas permalink
      13 Outubro, 2013 23:25

      ora, esse é o pior bando de marmanjos que já bimos, di-lo quem sabe, no goberno …

      Gostar

      • ora permalink
        13 Outubro, 2013 23:54

        curioso país este onde os enrabadores de curiosos acham que são machões

        num país assim o ladrão acha-se xerife de nothing ham….

        Gostar

    • RCAS permalink
      14 Outubro, 2013 00:10

      und/ora, desabafa lá meu psicotico misogino! a tua “insuflável” espera por ti…

      Gostar

      • ora permalink
        14 Outubro, 2013 00:21

        boa escreveste misógino pela 1ª vez sem geno

        esqueceste o assento no acento

        e varia de psicótico, chama-me esquizo ….esquizofrénico davas erro de certeza

        o vasco que gama adora esquizofrenices vocês faziam um casal bonito….

        bom a quem feyo ama claro…..

        in flatus in flação inflatus inflado…….

        insuflável é uma corruptela do verbo original inflado

        in su flatus designa já a acção

        flatus de flato obviamente

        nã infelizmente cá num há disso

        oferece uma lá do partei e agente dá-te uma ovelha pra troca

        Gostar

  3. Luís Marques permalink
    13 Outubro, 2013 22:53

    Às armas Portela, é a hora, sacrifica-te pela Pátria.

    Gostar

    • ora permalink
      13 Outubro, 2013 23:10

      alguma vez um gama morreu pela pátria?

      só se foi na cama…

      morreu só este numa nau construída pela Somague
      Paulo da Gama (Olivença, c.1465 – Angra, Junho de 1499), irmão mais velho de Vasco da Gama, comandou a nau S. Rafael quando acompanhava o seu mais novo irmão na descoberta do caminho marítimo para a Índia, mas veio a morrer no fim da viagem de regresso

      Gostar

    • Portela Menos 1 permalink
      13 Outubro, 2013 23:17

      és tu helena? 🙂

      Gostar

      • ora permalink
        13 Outubro, 2013 23:56

        este maluco anseia por Paris prinzip von troya

        és tu? sou eu I-sold-a trist ão….

        Gostar

  4. Fincapé permalink
    13 Outubro, 2013 22:56

    Não se preocupe, Helena.
    Se a guerra estalar sou muito capaz de lhe oferecer asilo político aqui para as minhas bandas. 🙂

    Gostar

    • ora permalink
      13 Outubro, 2013 23:04

      escreve-se se a guerra estelar ….star wars

      que guerra com velhos chama-se diarreia……

      asilo político em lar de 3ª idade ou no hospital da luz

      com 500 escudos em 73 dava para 500 idas ao posto de 1ºs socorros da cruz vermelha

      já com 500 euros dá pra umas 150 injecções contra a gripe

      Gostar

      • Fincapé permalink
        13 Outubro, 2013 23:11

        Ainda andas a fazer contas? Estás a ver se te convences que hoje se vive pior do que em 1973? Primeiro, tens de tirar as TV de plasma, LCD ou LED às pessoas. 😉

        Gostar

      • ora permalink
        14 Outubro, 2013 00:02

        nã até porque nem todos ganhavam 500 escudos em 73

        nenhuma das minhas avós ganhava nada…..e já passavam dos 75….
        na realidade as duas morreram sem ter recebido pensão

        e morreram bem depois da década iniciática de 73…..feita

        o salva-vidas recebia 400 da casa dos pescadores e já tinha uns 70 em 1973

        a ciganagem comia ouriços e hoje encontrar um ouriço…..

        já o pessoal das barracas nã tinha sequer antenas parabólicas

        de resto nem roubavam cabos à edp….

        nã tinham nada em casa com electricidade….

        Gostar

      • ora permalink
        14 Outubro, 2013 00:04

        apenas se compara poder de compra do salário mínimo com os mínimos salariais de 1973

        uma professora com 1250 escudos vivia peor que uma professora em 2013 com o mesmo tempo de carreira…

        Gostar

      • Fincapé permalink
        14 Outubro, 2013 00:12

        Boa memória. Não chego aí.

        Gostar

    • ora permalink
      13 Outubro, 2013 23:07

      com 500$ compravam-se 500 bilhetes de camionete nas urbanas

      ou o dobro disso nos eléctricos da carris a $50
      cinco tostões

      no aquário vasco da gama acho que meio bilhete era 10 escudos carote…..
      já pra mijare na torre de belém…..

      sempre fomos um deserto caro

      com 500 euros…..

      Gostar

  5. johnas permalink
    13 Outubro, 2013 23:21

    Também, Helena, eles são uns generais, sabem da guerra, mas sabedores da ordem das coisas e si mesmos, respeitam a sua condição de reserva, e nem a mais pintada fará de tais sábios tolos .

    Gostar

    • ora permalink
      14 Outubro, 2013 00:07

      não quereria dizer eles próprios em vez de si mesmos….é pouco soarista pá

      con dicção de reserva desde os 58 como o que se finou em 2013……

      é muito tempo e a con dicção de brigadeiro dá direito a chofer durante a reserva e mercedes

      ou dava até 1992…..já num dá?

      Gostar

  6. javitudo permalink
    13 Outubro, 2013 23:22

    Fincapé, obrigado, à Helena qualquer tipo de bom gosto ofereceria asilo político.
    Não se preocupe, ela não vai precisar.

    Gostar

  7. tric0001 permalink
    14 Outubro, 2013 00:05

    Um pronunciamento militar só se for para aplicar um modelo económica inspirado no de Salazar, que vai ter que acontecer mais cedo ou mais tarde…o colapso do modelo económico-financeiro-social que o FMI e mais tarde a Europa vendeu a Portugal é uma certeza!

    Gostar

    • ora permalink
      14 Outubro, 2013 00:10

      modelo económica? este gajo é um kraut karago……

      a eurropa ajudou pretugal a endividar-se e forçou Portugal a aceitar acordos claramente desvantajosos? nã isse aceitámos por uns tostões

      Gostar

  8. javitudo permalink
    14 Outubro, 2013 00:08

    “Há latrinas e latrinas mas nenhuma mais porca e infecta que a política partidária. Quanto mais atento vou estando ao que se passa na política maior sensação de vómito. A porcaria e o fedor que exala é de revirar o estômago. Uma imagem: uma vez tentei ir a uma casa de banho daquelas “portáteis” na Praia do Amado e aquilo tinha merda por todo lado, nas paredes, no chão, até no tecto. A política como é feita pelos seus agentes todos os dias é pior. É coisa para qualquer pessoa de bem se afastar para bem longe. E se tiver o estômago fraco é melhor nem olhar.
    Se o fedor que o futebol exala é mau, ao menos só afecta os que lá andam, a política suja-nos a todos. Como é, não tem nada de nobre, não passa de um conjunto de carregadores de porcaria a distribui-la a eito. Tudo não passa de contagem de vantagens e um desfile de vaidades de personagens cravados de merda de cima a baixo. A quantidade de pessoas com responsabilidades sérias no estado em que estamos que passam os serões nas TVs a cagar postas e a apontar o dedo (acabado de retirar do ânus); os cometandeiros à procura de emprego; os pensionistas de luxo que vivem à custa de quem ganha bem menos que eles; tudo, absolutamente tudo, tresanda.
    Isto, nem com benzina sai. Tamanha quantidade de porcaria, só queimando. E nem é só das pessoas, é da natureza da actividade”. Helder Ferreira no Insurgente.
    A descrição é fiel, só que há porcaria tão sórdida que não arde.

    Gostar

  9. @!@ permalink
    14 Outubro, 2013 00:13

    Se até o Marcelo está preocupado.
    Que dizer de um governo que demora uma semana para acalmar os ânimos após ter lançado uma granada de fragmentação como qualquer grupelho terrorista? E vem com aquela do “sem escrúpulos”?

    Gostar

  10. Portela Menos 1 permalink
    14 Outubro, 2013 00:15

    mas a apresentação do Portas não era para apresentar a Reforma-do-Estado?
    .
    ora/und…ele não te tinha dito que ia apresentar a reforma? 🙂

    Gostar

    • ora permalink
      14 Outubro, 2013 00:27

      ó filha eu nã falo com os Fuzeta da POnte há anos nem com o pessoal do SNS do CDS

      o último do CDS que parlei foi um primo meu que tinha o filho como director de uma merda qualquer do PCP

      é um centro cultural qualquer

      a filha está na parvalorem essa era do socrates se ele gostasse de gajas claro

      fui pioneiro do JCP até aos 14 era isso ou ir prós escutas…..nos escutas havia mais gajas

      mas nos pioneiros nã se fazia nenhum além de pintare paredes…..

      logo nem era preciso comprar equipamento e tínhamos uma boina made in urss que desbotava no verão

      Gostar

  11. javitudo permalink
    14 Outubro, 2013 00:32

    Os protetorados não têm reforma possível, até porque já são protetorados.
    Quem governa já sabe.
    Os credores contam com isso para continuarem a esmifrar.
    Para a oposição no meio da gritaria, está muito bem como está.
    Tomaram eles todos que dure.
    Ainda vai durar mais um bocado.

    Gostar

    • und permalink
      14 Outubro, 2013 00:42

      curioso país este em que os angolanos ameaçam descobrir a careca a soares e ele fala a favor do Pgr angolano

      mas acha que ele e sócrates não deviam ser julgados

      e sócrates nunca se meteu em guerras civis de escurinhos

      nem ajudou a matarem-se eles próprios com mais eficiência

      soares ele próprio um cadastrado….

      a bem da mação

      os técnicos oficiais de contas querem uma guerra civil

      vão ser todos contra o exército? ou os funcionários contra os outros

      nã ispilicam quem é qquem na guerra civil

      agente quer ficar com os índios

      Gostar

    • und permalink
      14 Outubro, 2013 00:43

      sim pá quando falirmos voltamos a 1975 mas com um sns de suporte

      Gostar

  12. nightwishpt permalink
    14 Outubro, 2013 01:05

    Os senhores apenas estão a a fazer mais um prognóstico acertado que a direita continua a não querer ouvir, por muito que a história e a máquina de calcular diga o contrário.
    Depois hão-de se queixar que já ninguém vota no partido. É a vida.

    Gostar

  13. Expatriado permalink
    14 Outubro, 2013 01:05

    Limpinho, limpinho
    .

    Gostar

    • licas permalink
      14 Outubro, 2013 05:11

      Os *chiliques* do Piscoiso,
      De quem foi apanhado,
      Que aqui está dando poiso
      Vai ditar-lhe bem o fado.

      Acabou-se-lhe o emprego
      De que tirava o pão
      Só porque o vão patego
      Entrou em contradição.

      *Deixem Passos governar*,
      Ele assim argumentou.
      Bastou o *Sócas* bramar,
      E Piscoiso genuflexou.

      Já voltou o bico ao prego
      Agora: Eleições já.
      Pois só quem for mesmo cego,
      Não entende o quiçá.

      Gostar

  14. Hawk permalink
    14 Outubro, 2013 08:34

    Um dos méritos do Blasfémias é que reflecte, nas suas diferentes versões, as preocupações típicas da classe média portuguesa. Ora o que acontece é que essa classe média portuguesa ainda é minoritária face à grande massa da população que poderíamos designar por classe baixa trabalhadora ou (verdadeiramente) produtiva e que, aliás, não frequenta o Blasfémias. Não quero dizer com isto que eu alinhe com as teses do Partido, mas enquanto a superestrutura social portuguesa não entender isto, não há democracia nem euro que nos valha.

    Gostar

    • Hawk permalink
      14 Outubro, 2013 08:39

      Em tempo: quando aludo ao Blasfémias incluo também os seus muitos e criativos comentadores.

      Gostar

  15. atom permalink
    14 Outubro, 2013 08:58

    Deixemos o julgamento do atual governo para os tribunais. Porém o governo que o substituir deveria tomar a medida imediata de confiscar todos os bens e salários dos membros deste governo e dos deputados da maioria com efeitos retroativos ao dia de tomada de posse deste governo. As quantias arrecadadas deveriam reverter a favor da segurança social, e a medida ser aplicada a todos os membros do governo e deputados da maioria. O confisco de salários passados, presentes e futuros deveriam prever que o confiscado ficaria com o valor em dinheiro correspondente ao salári mínimo nacional por cada mês.

    Gostar

    • Tiro ao Alvo permalink
      14 Outubro, 2013 11:48

      E os outros? Cadê os outros?
      Para o Atom só os actuais é que merecem este tratamento revolucionário, os outros governantes, os que nos trouxeram até aqui, merecem contrariar a receber os imensos privilégios que conquistaram, donde podemos concluir que o Atom faz parte desse grupo de portugueses de primeiríssima ordem. Um sortudo.

      Gostar

      • Tiro ao Alvo permalink
        14 Outubro, 2013 11:50

        Claro que queria escrever “continuar” e não contrariar. As minhas desculpas.

        Gostar

    • O SÁTIRO permalink
      14 Outubro, 2013 12:28

      o atom é daqueles masoquistas
      que adora quem O ROUBOU VERDADEIRAMENTE
      ñas PPPs
      SCUTs
      SWAPS
      e agora vomita contra os que têm o dever de recompor o país…….embora sejam nabos/azelhas/tótós
      e pagar as dívidas gigantescas que os governos anteriores arranjaram
      coitadinho de ti e de outros como tu
      adoras ser en roubado

      Gostar

  16. LTR permalink
    14 Outubro, 2013 11:46

    O Bastonadas da Ordem do PS é fixe!

    Gostar

  17. atom permalink
    14 Outubro, 2013 12:12

    A retroatividade deve ser aplicada a quem a criou e aprovou.

    Gostar

    • ora permalink
      14 Outubro, 2013 20:14

      e a reciprocidade?

      Quoi qu’il en soit, le monument que l’Angleterre doit à Shakespeare, Shakespeare ne l’a point.

      La France, disons-le, n’est pas, dans des cas pareils, beaucoup plus rapide. Une autre gloire, bien différente de Shakespeare, mais non moins grande, Jeanne d’Arc, attend, elle aussi, et depuis plus longtemps encore, un monument national, un monument digne d’elle.

      Cette terre qui a été la Gaule, et où ont régné les Vellédas, a, catholiquement et historiquement, pour patronnes deux figures augustes, Marie et Jeanne. L’une, sainte, est la Vierge ; l’autre, héroïque, est la Pucelle. Louis XIII a donné la France à l’une ; l’autre a donné la France à la France. Le monument de la seconde ne doit pas être moins haut que le monument de la première. Il faut à Jeanne d’Arc un trophée grand comme Notre-Dame. Quand l’aura-t-elle ?

      L’Angleterre a fait faillite à Shakespeare, mais la France a fait banqueroute à Jeanne d’Arc.

      Ces ingratitudes veulent être sévèrement dénoncées. Sans doute les aristocraties dirigeantes, qui mettent la nuit sur les yeux des masses, sont les premières coupables, mais, en somme, la conscience existe pour un peuple comme pour un individu, l’ignorance n’est qu’une circonstance atténuante, et quand ces dénis de justice durent des siècles, ils restent la faute des gouvernements, mais deviennent la faute des nations. Sachons, dans l’occasion, dire leur fait aux peuples. France et Angleterre, vous avez tort.

      Flatter les peuples serait pire que flatter les rois. L’un est bas, l’autre serait lâche.

      Allons plus loin, et puisque cette pensée s’est présentée à nous, généralisons-la utilement, dussions-nous sortir un moment de notre sujet. Non, les peuples n’ont pas le droit de rejeter indéfiniment la faute sur les gouvernements. L’acceptation de l’oppression par l’opprimé finit par être complicité ; la couardise est un consentement toutes les fois que la durée d’une chose mauvaise qui pèse sur un peuple et que ce peuple empêcherait s’il voulait dépasse la quantité possible de patience d’un honnête homme ; il y a solidarité appréciable et honte partagée entre le gouvernement qui fait le mal et le peuple qui le laisse faire. Souffrir est vénérable, subir est méprisable. Passons.

      Coïncidence à noter, le négateur de Shakespeare, Voltaire, est aussi l’insulteur de Jeanne d’Arc. Mais qu’est-ce donc que Voltaire ? Voltaire, disons-le avec joie et avec tristesse, c’est l’esprit français. Entendons-nous, c’est l’esprit français jusqu’à la Révolution exclusivement. A partir de la Révolution, la France grandissant, l’esprit français grandit, et tend à devenir l’esprit européen. Il est moins local et plus fraternel, moins gaulois et plus humain. Il représente de plus en plus Paris, la ville cœur du monde. Quant à Voltaire, il demeure ce qu’il est, l’homme de l’avenir, mais l’homme du passé ; il est une de ces gloires qui font dire au penseur oui et non ; il a contre lui ses deux sarcasmes, Jeanne d’Arc et Shakespeare. Il est puni par où il a raillé.

      Gostar

  18. O SÁTIRO permalink
    14 Outubro, 2013 12:22

    Quanto mais os lacaios dos xuxas dão voz ao MSoares
    mais este vomita os traumas e frustrações que enchem a sua vida
    ao fim e ao cabo, estão a ajudar a enterrar o nome dele na História
    MSoares já percebeu que vai ser uma simples nota de rodapé na HISTÓRIA
    ou nem isso
    anda desesperado e insultar tudo e todos para tentar “queimar” os outros
    para ver se ele sai da nota de rodapé.
    em 1974, andou abraçado ao Cunhal
    (isso faz-se, seu tótó? andar abraçado a um fanático defensor dos campos de concentração stalinistas???? és mesmo tótó……….)
    um ano depois, andava cheio de medo ( E COM RAZÃO!!!)
    que esses stalinistas/MFA o fuzilassem ou enforcassem
    MSoares foi cúmplice dos milhares de seres humanos assassinados nas ex colónias portugueses pelos “movimentos de libertação”! (verdade se diga que houve muito pior)
    isto sim, fica na HISTÓRIA
    MSoares tem mau carácter…mau perder
    o episódio da Nicole Fontaine no Parlamento Europeu é de alguém que NÃO É democrata nem respeitador das eleições!
    ponto final
    não há desculpas
    é raivoso e mesquinhas
    e corrupto
    os factos do livro do RUI MATEUS deviam ter sido investigados
    se Portugal fosse civilizado
    mas o Soares é de esquerda….pode ser corrupto, raivoso e mesquinho
    nem a justiça nem os media lhe tocam
    mas isto tb VAI FICAR NA HISTÓRIA
    depois, foram as derrotas eleitorais diante de Cavaco e MAlegre
    coitado
    resta-lhe vomitar insultos e calúnias

    Gostar

  19. lucklucky permalink
    14 Outubro, 2013 12:26

    Isto são os Intelectuais da Violência, aqueles que fingem horror pela violência mas precisam dela.

    Se a violência começar quem ganha? O Estado obviamente. Pois dá para extorquir mais a quem pedir protecção.

    Por isso é que estes intelectuais asseiam pela ameaça de violência.

    Note-se que disse ameaça, porque para eles terem mais poder a coisa deve ficar por ameaça. Se sair fora de controlo nesse caso tudo fica em causa, ou seja esperem por brutalidade policial e julgamentos sumários com amem desta esquerda caso chegue a esse ponto.

    Gostar

  20. Floriano Mongo permalink
    14 Outubro, 2013 14:22

    ««« os responsáveis da governação “vão cair muito antes” de Junho, altura em que está previsto o fim do programa de assistência da troika de credores internacionais. “É inevitável. Antes que o ódio do povo se torne violento.»»»

    Mário Soares, acometido por um súbito e estranho ardor na face, recordando como uma ida à Marinha Grande se pode transformar sem razão alguma, na mais cruel da viagens.

    Gostar

Trackbacks

  1. Dos Ímpetos Sanguinários Sazonais – Aventar
  2. Desesperados por uma guerra civil | O Insurgente

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers gostam disto: