Saltar para o conteúdo

um enorme prejuízo

18 Outubro, 2013
by

O Sindicato Nacional do Ensino Superior advertiu que o corte de 7,6% do financiamento do Ensino Superior, previsto no Orçamento para 2014, tornará “impossível a permanência das instituições nos melhores rankings internacionais”. Perderemos, assim, no prestigiado Academic Ranking of World Universities a posição 301- 400, que a Universidade do Porto ocupou na edição de 2013, e as posições 401 – 500, atribuídas à Universidade Técnica de Lisboa e à Universidade de Coimbra no mesmo ranking. Um enorme prejuízo que um país falido não poderá tolerar.

33 comentários leave one →
  1. 18 Outubro, 2013 15:35

    Esclareça-me apenas uma coisa, por favor. Este post é apenas ignorância, ou o autor é mesmo bronco?

    Gostar

    • gastão permalink
      18 Outubro, 2013 15:41

      é o cinismo habitual dos liberais fanáticos

      Gostar

      • PiErre permalink
        18 Outubro, 2013 15:52

        Não confundir “liberal” com liberal.

        Gostar

    • JSF permalink
      18 Outubro, 2013 16:52

      Alem de mercenário do partido é mesmo bronco. Só pode.

      Gostar

  2. Tony permalink
    18 Outubro, 2013 15:58

    tirou o curso numa faculdade sem posição não sabe o que é orgulho de ser pequeno e grande, é mais um velho do restelo. é claro que eles continuam na senda da excelência torna-se mais difícil.

    Gostar

    • rui a. permalink*
      18 Outubro, 2013 16:09

      Por acaso, até tirei três. Dois deles, o mestrado e o doutoramento, numa simpática Universidade pública, a Universidade do Minho, onde fui sempre muito bem tratado.

      Gostar

      • Tony permalink
        19 Outubro, 2013 10:17

        então porque não entende que o ensino publica está ficar esmagado ou então é mais grave já tenho os meus os outro que se lixem.

        Gostar

  3. Portela Menos 1 permalink
    18 Outubro, 2013 16:00

    Sempre é verdade que a representação portuguesa da Comissão Europeia (CE) – em Lisboa, se está a preparar para formar um partido ou vão concorrer como Dependentes à AR?
    “Força de bloqueio e tribunal activista” para se referirem ao TC, parece linguagem dos fundamentalistas do Blasfémias 🙂

    Gostar

  4. 18 Outubro, 2013 16:25

    A ministra das finanças disse ontem (sem se rir) que “os portugueses não têm de se sentir injustiçados” com os roubos que este governo lhes têm feito.
    Ora bem :a ministra está a pedir compreensão. Nada melhor para lhe agradecer do que por exemplo um tomate e um ovo podres.

    Gostar

  5. manuel permalink
    18 Outubro, 2013 16:33

    Lamento os ataques ad hominem de quem não acrescenta nada ao debate.Mesmo que este governo não queira fazer a reforma do estado ,ou seja, redimensionar o estado para um país de 10,5 milhões de pessoas e que gasta hoje, 50% do PIB,em março de 74,gastava 20% e não sei como administrava um império do Minho a Timor.Considero também este esforço do OE 2014 totalmente inútil ,pois o problema estrutural mantem-se ,este governo ganha tempo ,enquanto se serve do “pote”.De qualquer modo para os iluminados que atacam a formação intelectual e ética do autor do post ,digam lá: com a receita corrente (prevista)de 70089,90 milhões de euros como administravam o estado em 2014?E quais as prioridades? Saúde ,Educação,Polícias,Defesa,representação externa………..

    Gostar

  6. Alexandre Carvalho da Silveira permalink
    18 Outubro, 2013 16:33

    Alguém me sabe informar se alguma dessas Universidades que vão ser prejudicadas nos rankings internacionais permite o acesso a cursos de engenheiria com medias negativas a matemática ou a fisica?
    Quando é que os senhores reitores que estão sempre a queixar-se da falta do dinheiro dos nossos impostos, prescindem das mordomias que se acham com direito, como carro com motorista, golden cads e gabinetes que são autenticas cortes de subditos e fiéis?

    Gostar

    • manuel permalink
      18 Outubro, 2013 16:55

      A culpa é toda do governo e do sr “irrevogável”.Os gabinetes deste governo já estão quase como os do sr Sócrates,por acaso, aguardo o resultado da investigação do MP às despesas dos gabinetes do dito cujo que ,não apetece dizer o nome.Não sei se viu, também que existem 58 gestores que estão excepcionados no limite do vencimento em relação ao sr 1ª ministro.Considerando que lucros só os ctt e não conheço outra ,torna-se relevante recompensar brilhantes gestores da massa falida.Enquanto o governo não seguir um padrão de comportamento rigoroso os magníficos reitores e quejandos não acreditam que estamos falidos e pedimos dinheiro para pagar os juros!Ainda vêm para aqui senhores, defender os reitores.Pelos sinais de hoje,relatório da comissão europeia a chamar nomes aos juízes do TC ,dou como quase certo, chegar em breve, da Europa, um ultimato mais humilhante que a conversa do Presidente Eduardo dos Santos.Depois vão cobrir o Camões com panos negros!

      Gostar

  7. Fincapé permalink
    18 Outubro, 2013 16:44

    Uma das ironias que se notam no texto de rui a. é a posição daquelas universidades no ranking, que não é bom.
    Grande parte do ensino superior português não primava pela qualidade, isso é verdade. E hoje contenta-se por lugarzinhos modestos a que chama honrosos.
    Quanto à honra em se ter estudado ali ou acolá, o factor primordial é a distância ao local de residência e o dinheiro disponível para os estudos. Outro grave erro.
    A maioria dos craques da província tiveram de estudar no ensino superior da província respetiva. As “grandes” universidades não os vinham “aproveitar”. Ficavam-se com os do pé da porta e com os melhores, mas com dinheiro, que para lá queriam ir.
    Também por isto, não estão mal em 500º.

    Gostar

  8. YHWH permalink
    18 Outubro, 2013 16:53

    Não dou para «missas de vozes de burro»…

    Gostar

  9. 18 Outubro, 2013 16:57

    Esta é, no mínimo para rir : Poiares Maduro quer que “os portugueses” deem a sua opinião na definição, programação, futuro, da RTP !…

    Gostar

  10. neotonto permalink
    18 Outubro, 2013 16:59

    De tal forma que o Rui A nem siquer fez o doutoramento numa simpática Universidade privada?.Tate. Ja entendim!:)

    Gostar

  11. 18 Outubro, 2013 17:24

    Estou a ver, o Rui quer nivelar pela sua Universidade do Minho, que nem no ranking está.

    Gostar

    • und permalink
      18 Outubro, 2013 17:57

      também tem fundações como as da universidade de lisboa e as suas faculdades por exemplo fundação do fungágá da facul de sciences
      obscuras claro

      agente tamém gostava de ir a um daqueles simpósios sobre uma merda qualquer num paraíso tropical

      ou mesmo ser um reformado com direito a avaliar a qualidade do ensino universitário

      quer mais um copinho de Porto señor doctor engenheiro?

      Gostar

    • rui a. permalink*
      18 Outubro, 2013 20:39

      Não presta, ó Piscoiso?

      Gostar

    • rui a. permalink*
      18 Outubro, 2013 20:39

      E também não é minha. Se fosse, funcionaria muito melhor.

      Gostar

      • André permalink
        19 Outubro, 2013 08:13

        Modéstia à parte…

        Gostar

    • André permalink
      19 Outubro, 2013 08:15

      Por acaso, em algumas áreas (não sei qual a que o Rui frequentou) a faculdade do Minho está bastante melhor que a do Porto, Aveiro, Coimbra ou Lisboa.

      Gostar

  12. @!@ permalink
    18 Outubro, 2013 17:45

    Precisamos de Universidades???? Não chega a universalidade da vida?

    Gostar

    • manuel permalink
      18 Outubro, 2013 17:48

      Já pareces o und/ora/…!

      Gostar

      • und permalink
        18 Outubro, 2013 17:52

        não filha não sou tão estúpido como ocês

        inté escrevo em 23 línguas e digo-o sem receios bastante mal….

        Gostar

      • und permalink
        18 Outubro, 2013 17:53

        nem tenho as vossas fuças de labregos

        obviamente admito-o pertenço ao escol….

        Gostar

    • und permalink
      18 Outubro, 2013 17:51

      bom filha precisávamos de universidades que criassem mais desempregados em estudos africanos

      curiosamente nã há uma única que dê estudos europeus

      ou mesmo estudos americanos

      o que se calhar é até bom

      30 anos de estudos africanos e nem ainda compreendemos os angolanos
      imagina os do Malawi…

      sim obviamente num percebeste

      Gostar

    • @!@ permalink
      18 Outubro, 2013 21:24

      Levei com o manual e nem assim consigo descodificar o “e”. O dos Santos é engenheiro de Baku e quer lá saber do Kinan Phiri ou de Gustavo Ferrín ou até do Oliveira Gonçalves. Do que ele gosta é de petroleo e cá no burgo não se aprende disso. O de Barros, das refinarias, tirou o curso em Francia, economia pois claro, e agora só quer ver navios e quase, quase trouxe a que foi para Valência, e como cá não se quer nuclear, uma refinaria deu o berro e nem por isso deixou de ver navios.
      O Durão mostra as faculdades que obteve e nem se lhe pode dar um desconto.

      Gostar

  13. Colono permalink
    18 Outubro, 2013 22:12

    Caro rui a

    Permito-me corrigir a rankiada das U. Lusas:

    A ex Universidade Independente, mantém o 3º lugar , em homenagem ao jubilado Doutor Engenheiro José Sócrates.

    Cumprimentos

    Gostar

  14. Juromenha permalink
    19 Outubro, 2013 01:07

    O conselheiral, e coimbrão, espírito de Acácio continua vivo através do Sindicato…

    Gostar

  15. André permalink
    19 Outubro, 2013 08:12

    Rui, fora de brincadeiras, em coisas mais específicas já consultou as posições das escolas de economia da Nova, do ISCTE (e depois da única privada que em Portugal aparece nos rankings, o que demonstra a absoluta falta de qualidade do ensino superior privado) da Católica? Parece-me que não…
    É claro que aquilo que se pode dizer, não usando demagogias de melhores ou piores faculdades, se houver mais cortes deixa de haver ensino superior público. Como está provado que o privado é uma miséria, é melhor não deixarmos cair o público.

    Gostar

    • manuel permalink
      19 Outubro, 2013 10:07

      Por tudo isso é necessário dizer o que vai ser o estado ,com que dinheiro e o que faz e não faz.Podemos chegar à conclusão que o estado só fará funções de soberania .

      Gostar

Trackbacks

  1. “Isto não se aguenta” | O Insurgente

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers gostam disto: