Saltar para o conteúdo

Vassalagem

17 Dezembro, 2013

O sítio do costume divulga/promove  mais uma acção contra o Pingo Doce. Desta vez não é o Nelson quem vai buscar arroz mas sim “vamos todos nós, desempregados, aos supermercados Pingo Doce exigir também o nosso cabaz de Natal grátis!”  Deixando de lado o fantástico pressuposto de que se pode exigir a alguém que dê a todos simplesmente porque deu  a um o que é de facto revelador nesta iniciativa é que a esquerda não perdoa a quem não lhe presta vassalagem. Soares dos Santos porque está velho, porque essa é a sua maneira de ser ou simplesmente porque lhe dá na gana e não precisa do Estado para nada diz o que pensa. E em Portugal não se pode dizer o que se pensa se se quiser levar a vidinha em paz e, sendo empresário, contar com as vantagens do centrão. A maior parte dos empresários assume um discurso redondo, redondinho para não ter chatices como esta que volta e meia cai sobre o Pingo Doce.   Não estivéssemos na Europa e esta tropa fandanga estaria ao lado dos “líderes carismáticos” acossando todos aqueles que não lhes dão vivas. Por aqui não exigem tanto. Por agora dispensam os vivas. Mas exigem respeitinho e vassalagem. E se não vai a bem vai a mal. Não mudaram nada.

15 comentários leave one →
  1. Abre-latas permalink
    17 Dezembro, 2013 09:45

    Cada vez que abro esse blog (5dias) no IPad um bug fecha a página.
    Para uns será um complot do grande capital burguês, entre a Apple e o Pingo Doce, para outros a divina providência.
    Para mim o aparelho reconhece nesse blog um erro de lógica!

    Gostar

    • 17 Dezembro, 2013 20:10

      iped ipad ciço era o do lampião

      O COMPLEXO HUMÂNICO

      UM BLOGUE PARA MESSIAS COMPLEXOS E PARA COMPLEXOS CHEIOS DE MECEIRAS E OUTRAS PARBOEIRAS
      wtorek, 17 grudnia 2013
      DA FALTA DE PERSONALIDADE DE UM PAÍS EM QUE A PERSONALIDADE DE UM ANO HORRIBILIS É UMA MÚMIA GÁGÁ- OU DO TRÁFICO DE DEUSES EM PÓ OU MUMIFICADOS BASTA CHOVER PARA SE OBTEREM DIVINDADES INSTANTÂNEAS CÁ PARA O PAGODE COM BIGODE OU SEM BIGODE
      OS BLOGUES ESSA MAÇONARIA das PALAVRAS OU DAS PAROLES PAR PAROLOS

      É MUITO SIMILAR À MALTA DA IMPRENSA ESCRITA OU AUDIO-VISUALIZADA

      OS BLOGUES TAL COMO A IMPRENSA OU AS MURALHAS E OS FORTES IMPENETRÁVEIS

      SÃO PROVAS VIVAS DA ESTUPIDEZ HUMANA

      TESTEMUNHAM A NOSSA CAPACIDADE DE NOS AUTO-EXTINGUIRMOS

      PELO EXCESSO DE FÉ

      OU PELA FALTA DELA

      PARA OS EXTINTOS OU EX-TINCTUS TANTO FAZ

      Autor: DOCTOR NO, NO, NO VIEGAS NO PLEASE- JUST SAY NO o 11:55 Brak komentarzy:
      Wyślij pocztą na vassalage blogal dus helenos da festroia Udostępnij w usłudze Udostępnij w usłudze
      Etykiety: THE ROAD TO THE RIM IS OFF
      środa,
      DOS HOMENS QUE QUEREM SER DEUSES E DOS DEUSES QUE QUEREM SER HOMENS

      aplica.se tamém a gaijas….

      vassalagem é tão arcaico

      era como o outro gajo que fazia comparações com a peste negra

      estamos no séxculo xixi ou do xixi um

      não é possível fazer con parações entre the wasteful age

      and the scarcity age

      é como comparar a festa filoxérica

      ou a peste bovina com a crise actual

      esta é uma crise em que sempre podemos pilhar os pingos doces à argentina

      ou ir roubando….

      não é preciso darem-nos um cabaz

      chega para todos

      basta ser empreendedor

      a economia quer alho

      Gostar

  2. 17 Dezembro, 2013 09:49

    Pois eu acho que em Portugal se pode pode dizer o que pensa, seja o Pingo Doce ou o Cinco Dias ou mesmo a minha tia Adelaide.

    Gostar

  3. Renato permalink
    17 Dezembro, 2013 10:07

    Helena Matos, o Soares dos Santos não precisa de serviço de relações públicas para o defender, que ele é adulto e responsável. Diz a Helena que ele está velho e diz o que pensa e se está a marimbar para o que dizem dele. Fantástico, acho isso ótimo. Mas então, os outros também podem dizer o que lhes dá na gana sobre o homem. Não precisa a Helena de vir socorrer o coitado do velhinho, que ele não lhe agradece tanto paternalismo.

    Gostar

  4. Straedtler permalink
    17 Dezembro, 2013 10:25

    Soares dos Santos, o livre-pensador!

    Gostar

  5. Eleutério Viegas permalink
    17 Dezembro, 2013 10:26

    É isso mesmo, Helena, ser livre é muito bom. E não precisar do estado para nada melhor ainda (ou será que é a mesma coisa). Mas que dá trabalho, dá… A auto-censura relativamente ao pensamento “main stream”, que em Portugal tem sempre qualquer coisa de “coitadinhos dos coitadinhos”, é uma armadilha em que qualquer um pode cair…

    Felizmente há exemplos de quem diz o que pensa e se está nas tintas.

    Gostar

  6. 17 Dezembro, 2013 10:46

    A D. Helena é uma papa tachos. Agora anda a fazer-se a um lugarzito na Fundação, né?

    Gostar

  7. RCAS permalink
    17 Dezembro, 2013 13:23

    “porque essa é a sua maneira de ser ou simplesmente porque lhe dá na gana e não precisa do Estado para nada diz o que pensa”

    Pois é fofinha, o problema não está aí… o problema está em que o cavalheiro nos tempos Sócraticos sobretudo a partir de 2009 dava-lhe “muito na gana” em programas de TV bater no dito por tudo e por nada!|
    A choraminguice ( tadinho…) era tanta que me deixava lavado em lagrimas, de tal maneira, que no sitio do costume ao pé de mim, comprei no dito uma caixinha de lenços de papel de assoar, embrulhei aquilo com lacinhos dirigido ao Sr Soares dos Santos presidente do Pingo Doce, para enfim não encharcar os estúdios da TV!
    Não faço ideia se foi entregue ou não…

    Mas… perante este Tea Party portuga o cavalheiro mantem um sepulcral silêncio perante os colossais aumento de impostos!
    Pressuponho que o senhor concorde plenamente com o empobrecimento de uma década ,a que este País foi sujeito!
    Agora assuma-se, é o que se lhe pede! nada mais, não quer optimo, não manda é postas de pescada para o ar!!!

    Gostar

  8. @!@ permalink
    17 Dezembro, 2013 14:09

    Como é que é, a esquerda diz o que pensa e leva tau-tau o pingo-doce diz e não diz o que pensa (segredo de mercado) e não pode levar tau-tau. Está boa essa.

    Gostar

  9. Joaquim Amado Lopes permalink
    17 Dezembro, 2013 14:54

    Helena,
    Não sabia que “prestar vassalagem” queria dizer “alinhar na estúpidez” mas alguns dos comentários acima parecem comprová-lo. E, já que em Portugal se pode dizer o que se pensa, estou-me a referir a Piscoiso, CBO e RCAS.
    Que comece o festival de “tolerância” e “respeito pelos outros” que caracteriza a esquerda, aqui “bem” representada pelos mencionados.

    Gostar

    • RCAS permalink
      17 Dezembro, 2013 15:04

      “alinhar na estúpidez” troca lá isso por miúdos como se eu fosse uma criancinha de quatro anitos… é que eu fiquei ????????.

      Gostar

  10. gastão permalink
    17 Dezembro, 2013 14:54

    Nos sistemas concentracionários, os capos, a escumalha descartável escolhida entre os descartáveis, também se sentem importantes na “cadeia alimentar” pela proximidade e ilusão de intimidade com os carrascos.

    Gostar

  11. A. R permalink
    17 Dezembro, 2013 23:16

    Vamos todos dar uma volta no barquinho do loução, beber uma caipirinha a casa do DO ou uma barrigada de marisco à fundação mário soares.

    Gostar

Trackbacks

  1. CABAZES DE NATAL GRÁTIS PARA DESEMPREGADOS | cinco dias
  2. A República Popular da Escócia e a “questão nacional” | cinco dias

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: