Saltar para o conteúdo

Aprender a aprender na escola pública

11 Fevereiro, 2014

“Alunos a masturbarem-se durante as aulas, bolas de papel em chamas atiradas, dentro da sala de aula, contra os professores, sala de computadores com alunos e ver pornografia e a provocar os professores e tentativa de incêndio da escola”, são estas as queixas que um grupo de pais de alunos da Escola Secundária de Maximinos, em Braga, decidiu ontem dar a conhecer ao Procurador do Ministério Público, evocando que foram praticados “crimes de natureza semi-pública”.
Jornal de Notícias

Que exagero. Os pais não lidam bem com as pequenas excentricidades de alunos motivados para melhorarem as estatísticas do ensino obrigatório com duração de 12 anos? A juventude, por natureza, é irreverente; estas actividades lúdicas devem ser integradas num programa de aprendizagem pluri-disciplinar de forma a que se aproveite o paradigma de aprender a aprender através da experiência individualizada de cada background sócio-cultural. Em defesa da escola pública e dos resultados do PISA, exige-se mais tolerância destes pais para com os métodos de estudo destes alunos. Se andam sempre a reclamar corremos o risco de estagnar o progresso.

109 comentários leave one →
  1. @!@ permalink
    11 Fevereiro, 2014 11:07

    Concordo perfeitamente. Deixem esses alunos em paz. Vão ser os futuros DUX das universidades e a praxe passa a ser um curso intensivo de dois anos. Aliás deve ser um dos que o governo quer criar a pensar neles.

    Gostar

  2. 11 Fevereiro, 2014 11:12

    Aprender a aprender tem regras simples e justas.

    Gostar

  3. JgMenos permalink
    11 Fevereiro, 2014 11:20

    E sobretudo que ninguém – pais ou professores – aplique qualquer castigo corporal pois podem traumatizar os jovens para toda a vida; associando a repressão ao experimentalismo podem facilmente passarem de bestas a bestas traumatizadas o que é crime contra a humanidade.

    Gostar

  4. 11 Fevereiro, 2014 11:26

    É metê-los a todos em colégios católicos!! Lá sim, poderiam aprender com os padres pedófilos, esses sim sabem controlar as crianças com mão de ferro – castigos corporais, submissão aos seus superiores e tudo como mandam os “bons costumes”!

    Gostar

    • vitorcunha permalink*
      11 Fevereiro, 2014 11:27

      Quer partilhar a experiência?

      Gostar

      • @!@ permalink
        11 Fevereiro, 2014 12:46

        E tem como negar????

        Gostar

      • José Peralta permalink
        11 Fevereiro, 2014 13:32

        Vítor Cunha

        Como “partilhar a experiência” ? É impossível !

        Toda a gente sabe que “não há padres pedófilos em Portugal, ( são só “irreverentes”…) e até um bispo que iria ser o patriarca de Lisboa, antes de “ser designado, à pressa, para a Cúria Romana”…

        E também é em escolas “exemplares” como esta, que além dos dux, se “fabricam” muitos dos políticos como temos hoje…

        A saber :

        Escola —-» jotas —-» faculdade —» equivalências —-» governo —–» administrção de Banco ou empresa !!!

        Tudo “boa gente” !!!!

        Gostar

      • vitorcunha permalink*
        11 Fevereiro, 2014 13:33

        Feche-se a escola e corte-se o mal pela raiz.

        Gostar

      • José Peralta permalink
        11 Fevereiro, 2014 14:13

        Vítor Cunha

        Sem mais comentários :

        http://www.infopedia.pt/$sociedade-do-estado-novo;jsessionid=MfIyOUaVaMcg5MDpBv5sUA__

        Gostar

    • Tiradentes permalink
      11 Fevereiro, 2014 11:46

      não precisa tanto…esses são mais caros….mande-os todos para a Casa Pia e pague com subsídios.

      Gostar

    • antonio permalink
      11 Fevereiro, 2014 14:09

      és um palhacito. A Casa Pia onde todos se iam servir era Católica ? que escolas católicas conheces onde tenham havido casos desses ?

      Gostar

    • Alexandre Carvalho da Silveira permalink
      11 Fevereiro, 2014 15:32

      Madame X só há pedófilos nos “colégios católicos”? No caso da Casa Pia não vejo lá nenhum padre, prenderam sete ou oito, mas ficaram cá fora muitos mais, e não consta usassem sotáina.

      Gostar

      • Professor de uma escola pública permalink
        12 Fevereiro, 2014 23:10

        Toda a gente sabe que os xuxas pedófilos e maçons são na realidade devotos católicos.

        Gostar

    • 12 Fevereiro, 2014 21:20

      Em qual desses colégios ensina o padre Daniel Cohn-Bendit?
      E há pedofilia em todos os colégios católicos? Esse tipo de generalização equivale ao de dizer que todos os comunas comem criancinhas? Ou é só o Daniel “le rouge”? E Madame X vem a propósito de quê? É madame nalgum bordel?

      Gostar

  5. Farroupim permalink
    11 Fevereiro, 2014 11:31

    《Estagnar o progresso…》 ♥♥♥♥♥

    Gostar

  6. Castrol permalink
    11 Fevereiro, 2014 11:35

    Sim. A culpa é dos pais, mas não dos que se queixam…

    A educação de uma criança, começa 30 anos antes do seu nascimento. Infelizmente para nós e para estes jovens, os seus pais nasceram e foram (des) educados em plena rebaldaria pós 25 de Abril de 1974…

    São um dos produtos da Revolução dos Cravos e o resultado está á vista!

    Aos pais que de Maximinos que se preocupam com a educação dos seus filhos, não resta outro caminho senão rapar mais o fundo ao tacho e optar pelo ensino privado. Ou então rezar para que o Tozé Seguro perca as próximas eleições e o cheque ensino seja mesmo uma realidade.

    Gostar

    • 11 Fevereiro, 2014 13:11

      Ò castrol, não culpe o 25 A por tudo o que de mau acontece. No meu tempo de escola – antes dessa data para si fatídica- também havia casos de masturbação, bolinhas de papel etc. etc. .Um dos brincalhões, é hoje um empresário de sucesso na área. É dono de uma sexi-shop no centro do país. Qual 25 A aconteceu na América, para que bastantes vezes, alunos peguem, não na pilinha, mas em armas e disparam a torto e a direito?
      PS Atenção não sou anti-americano.

      Gostar

    • José Peralta permalink
      11 Fevereiro, 2014 14:09

      Castrol

      “Tem toda a razão”…

      Você, realmente, a avaliar pelos comentários,deve ser GTX, mas não diz, porque é “muito modesto” !!!!!!

      O 25 de Abril, não aproveitou o alto grau de analfabetismo de 48 anos do botas de Santa Comba !

      E já falta pouco para ser cumprido o “desígnio patriótico” desta “gente”…

      VOLTARMOS AQUI :

      http://www.infopedia.pt/$sociedade-do-estado-novo;jsessionid=MfIyOUaVaMcg5MDpBv5sUA__

      Gostar

    • André permalink
      12 Fevereiro, 2014 14:52

      Por acaso, grande parte dos pais atuais tem cerca de 40 anos, ora, o 25 de abril deu-se há 40 anos. A não ser que os pais fossem crianças prodígio, muitos deles terão andado na escola no início do tempo do cavaquismo e restante década de 80. Alguns terão sido mesmo já alunos no início da década de 90 (mas esses ainda não têm os filhos no secundário). Parece-me lícito colocar as más políticas educativas não no PREC, mas na estabilidade da década de 80, onde o PSD era presença quase permanente no governo.

      Gostar

  7. piscoiso permalink
    11 Fevereiro, 2014 11:46

    Quando os jovens vêem a bagunça que vai no Governo, julgam que podem fazer o mesmo.
    Ressalvo o caso da masturbação, pois não acredito que o Coelho se masturbe no Conselho de Ministros.
    A não ser em sentido figurado.

    Gostar

    • Tiradentes permalink
      11 Fevereiro, 2014 11:51

      Como é uma escola secundária presumo que terão começado a aprender as ditas bagunças no ensino básico….pelas mesmas razões….quiçá achando que tiram o diploma ao domingo e depois fecham a escola. Digo eu que não sei nada disto……..

      Gostar

    • colono permalink
      11 Fevereiro, 2014 12:21

      Quando o Piscoiso tirar a burka… vai haver acontecerá surpresa..!!!

      O tipo é ( ?) … direi brevemente!

      Gostar

    • licas permalink
      11 Fevereiro, 2014 13:58

      Já *no realmente* o Piscoiso pratica_____________________________
      ____________metaforicamente____quando vê o *dono*
      (José Sócrates)___________na Televisão, para ter a
      oportunidade, no dia seguinte, de *corrigir* , se necessário, a sua posição
      ___VEJA-SE O CASO das ELEIÇÕES, JÁ .

      Gostar

      • RCAS permalink
        11 Fevereiro, 2014 15:48

        Liquinhas …. aaaaaaah! sempre estiveste a ver o bacano no Domingo… quem desfaz, quer comprar né?

        Gostar

  8. 11 Fevereiro, 2014 12:27

    Esta é a geração mais bem preparada de sempre.
    Eu, para aprender a fazer punhetas, teve que ser em solitário e falhei um bocadinho ao princípio.
    Com aulas e ao vivo é melhor.

    Gostar

    • Fincapé permalink
      11 Fevereiro, 2014 13:50

      Boa, fado. E um gajo olhava para a glande a ver quando ficava húmida. Começava-se cedo. O autodidatismo demora mais tempo, mas consolida melhor os conhecimentos. Eu até pensava que estes gajos compravam as punhetas já feitas. 🙂

      Gostar

      • colono permalink
        11 Fevereiro, 2014 19:29

        FinKfoot

        A partir de quando as mulas passaram a terem glande?

        És clonado?

        Gostar

      • Fincapé permalink
        11 Fevereiro, 2014 20:21

        Faz-te esquecido. Não sabias a diferença para um limão, ficaste a saber. 😉

        Gostar

    • 11 Fevereiro, 2014 13:51

      Ahahah! Agora há o choque tecnológico.

      Gostar

    • RCAS permalink
      11 Fevereiro, 2014 15:52

      Vocês não acham que isto é conversa demasiado obscena para as criancinhas que por aqui andam?…

      Gostar

      • Fincapé permalink
        11 Fevereiro, 2014 21:21

        O colono ainda aqui anda?

        Gostar

  9. 11 Fevereiro, 2014 13:02

    A escola pública depende do Ministro Nuno Crato. O estatuto do aluno em vigor desde o ano passado foi aprovado por esta maioria. Afinal o rigor do PSD e do CDS era este!

    Gostar

    • vitorcunha permalink*
      11 Fevereiro, 2014 13:04

      Não é só a escola pública que depende do ministério. A escola privada não pode atar os atacadores sem autorização do ministério.

      Gostar

      • jojoratazana permalink
        11 Fevereiro, 2014 13:54

        Apaga lá.
        Para ver se és bem mandado.
        Ou censor por natureza.

        Gostar

      • André permalink
        12 Fevereiro, 2014 16:07

        Dado que a escola privada também recebe uns “trocados” do ministério….não me parece mal, manda que paga.

        Gostar

  10. Joao permalink
    11 Fevereiro, 2014 13:11

    Mas isto não o tipo de coisa que o Relatório Estrela recomendava? Masturbação nas aulas e tal…

    Gostar

  11. Fincapé permalink
    11 Fevereiro, 2014 13:55

    Pois é, Vítor. Eu até seria homem para lhe dar razão e culpar a esquerda romântica e o Dr. Benjamin Spock. Acontece que a direita hoje está igual ou pior. Não quer detidos, não quer presos, não quer castigos, não quer julgamentos porque tudo custa dinheiro dos nossos impostos.
    Eu não me importo que me aumentem os impostos para construir mais centros de detenção para gente desta. A começar nos pais, é claro. Os filhos iriam na segunda leva.

    Gostar

    • Tiradentes permalink
      11 Fevereiro, 2014 14:26

      Quando é que a esquerda não quer detidos,? não quer prisões e coisa e tal?
      esquece os reaccionários, os bandidos armados, os sabotadores económicos, os intelectuais e artistas aburguesados os neoliberais e afins, os contra-revolucionários?
      Olhe que não, olhe que não. Foram os maiores campos/prisões em número criados pela humanidade esquerdista.

      Gostar

      • Fincapé permalink
        11 Fevereiro, 2014 15:11

        Tiradentes, você vive com o Estaline e com o Kim Jong-un gravado nos neurónios. Ainda por cima chama a isso esquerda. Também é verdade que vocês, neoliberais, chamam esquerda ao Hitler.
        Sabe que para mim esquerda é uma forma de estar social, em liberdade e democracia, próxima da prática dos nórdicos.
        Só nunca tive, não tenho, nem terei, peninha dos criminosos que me inibem a liberdade e que prejudicam a sociedade e o Estado social de vários modos.
        Por exemplo, os liberais EUA dão-se bem com a alta criminalidade porque ela é o resultado do regime. Mas como, apesar de tudo, mantém um Estado forte, conseguem prender os criminosos pobres. Já os ricos praticam os crimes mais ou menos às descaradas. 😉

        Gostar

      • Tiradentes permalink
        11 Fevereiro, 2014 15:31

        Fincapé vc é que vive com o Estaline e com os Kim Il mas acha que eles não são nem foram esquerda. Por isso continua o mesmo achando que a sua imaginação daquilo que nunca existiu é esquerda.
        Cá para mim a sua esquerda de tão sublimada é metafisica, existe algures num universo paralelo da sua auto-hipnose.
        Já tinha suspeitas que vc era nórdico capitalista de olhos azuis, burguês e reaccionário como eles.
        É a esquerda Finca no Pé para quem o Marx e os seus seguidores foram todos fac-sistas de direita…….não admira portanto que o Hitler também tenha sido de esquerda.

        Gostar

      • RCAS permalink
        11 Fevereiro, 2014 16:01

        Acabei de receber uma petição do meu curral de burros aqui no Blasfémeas, os ditos acabaram de eleger como seu legitimo representante, o douto pavão vaidoso do ” consultório dos horrores”!!!…

        Gostar

      • Fincapé permalink
        11 Fevereiro, 2014 16:01

        Responda sempre, Tiradentes. Pelo menos proporciona-me momentos divertidos. 🙂
        Para ser mais claro, interessa-me pouco que a qualquer ditador verdugo se atribua conotação de esquerda ou de direita. Abomino-os da mesma forma. Mas nem isso me leva a ter qualquer consideração por sociedades onde cada pessoa seja considerada uma peça do “mercado”. O “mercado” em roda livre não é muito diferente de um Kim, de um Estaline, de um Pinochet ou de um Hitler. Cada um na sua dimensão. A diferença é que ninguém tem de dar a cara. É o mercado!

        Gostar

      • Tiradentes permalink
        11 Fevereiro, 2014 19:25

        O Finca pé a insistir no seu universo paralelo criado pela sua auto-hipnose.Ainda não publicou o seu livro charneira da sua filosofia, análise económica sócio-científica-utópica que, apostaria, vai ter como título “Das Market”
        O RCAS como de costume “matasse” os outros todos que são horrorosos.Este pelo seu lado precisa de algumas lições, até para escrever pelo que não prevejo que seja aceite por nenhuma editora.

        Gostar

      • Fincapé permalink
        11 Fevereiro, 2014 20:33

        Para utopia, basta-me o livro que um dos seus génios políticos, Cavaco Silva, atribuiu a Thomas Mann.
        De resto, vivo com os pés bem fincados na terra. De tal maneira que tenho muitas dúvidas sobre o merecimento da existência humana neste planeta. Mas sou humanista no sentido de que uma sociedade bem governada, mais justa, mais equilibrada, com sistemas de educação, de saúde e de redistribuição mais justos possam contribuir para a sua melhoria.
        Qualquer gajo escreve livros. Por isso, eu dificilmente escreveria. Senão, convidava-o para a apresentação. 😉

        Gostar

      • Tiradentes permalink
        12 Fevereiro, 2014 10:02

        Normal Finca. Vc (como eu tb) fomos criados numa cultura judaico-cristã que, sobretudo nesta última, quase de forma infantil culpa o Homem de todos os “pecados” do mundo. Com o materialismo-dialéctico a transposição só foi feita alterando o foco dos primeiros culpados mas a base da sua filosofia está bem presente, apesar do seu intuito ser a criação do Homem-novo isento de culpa e capaz de eliminar matar escravizar todos os que não forem capazes de se libertar de tal sentimentalismo humanista pequeno burguês etc e tal.
        Mesmo não percebendo o seu idílico “paraíso” nórdico faz pouco anos (cerca de trinta) aquando da primeira crise do petróleo passou por uma “reestruturação” quase tão grave e dolorosa como as que os supostos agora ditos “países do sul” cujos frutos agora parecem ter vindo do nada ou apenas de uma utopia politico-filosófica.
        Quando os políticos bem intencionados ( de boas intenções está o inferno cheio) nomeadamente os americanos, deram em termos legais a possibilidade da criação dos tais mercados (anos 80- veja que força política estava no poder na presidência na camara dos representantes e no senado) que tanto abomina (creio que tanto como eu), virtuais para cumprir o sonho de cada americano poder cumprir o seu sonho, deveriam ter tido a lucidez do possível efeito bomerang que ele poderia ter e que teve realmente.
        Entretanto os “nordicos” não embarcaram como nós e quase toda a europa, nessa onda de viver bem à conta desses tais “mercados,” do suposto dinheiro fácil, da riqueza adquirida sem esforço, e enquanto uns gastavam o que não produziam e muito menos acumulavam eles eram criticados por até não gastar os excedentes (caso do petróleo da Noruega) em auto-estradas e coisas afins (isto a título de exemplo).
        Quando queremos perceber como chegamos aqui precisamos sobretudo de conhecer o passado, estudá-lo, tentar perceber o que nos levou a tais situações para as podermos corrigir, ou pelo menos tentar, no futuro. Não partir apenas de sentimentos lineares de culpa-castigo.
        Talvez assim perceba que estarei muito mais próximo daquilo que vc “sente” apenas que de uma forma mais “racional”.( repare nas aspas)
        Fique bem.

        Gostar

      • Tiradentes permalink
        12 Fevereiro, 2014 12:19

        Quanto a aquele senhor de boliqueime ( sempre assim o tratei desde antes da eleição) não me diz nada, senão as grandes “conquistas civilizacionais” que criou e alimentou chamada Reestruturação de Carreiras da Função Pública (depois alargada pelo guterrismo) que lhe deu duas maiorias de que se aproveitaram e que volvidos vinte anos nos entalam económica e socialmente.
        Nessa altura teria vc e muitos que o rodeiam silêncio compactuante quiçá até aproveitador das benesses que com o dinheiro dos contribuintes líquidos se criava o monstro. A “esquerda nórdica” portuguesa exultava de direitos que ele concedia exactamente no sentido contrário da nórdica geografica que punha amarras, critérios e austeridade entre os seus cidadãos.
        Quanto se alimenta demasiado o padeiro acaba-se por comer o pão que o diabo amassou.

        Gostar

      • Tiro ao Alvo permalink
        12 Fevereiro, 2014 17:13

        Tiradentes, saiba que concordo com a análise que aqui fez, mas há muita gente que não a aceita, por que vê estas coisas com óculos armados com lentes coloridas…

        Gostar

      • Fincapé permalink
        12 Fevereiro, 2014 20:34

        Não tenho grande coisa a opor ao que escreveu, com algumas exceções. Uma delas é a chamada “Reestruturação de Carreiras da Função Pública”. Não conheço o suficiente, mas lembro-me que era uma exigência social tão grande que inclusive todos os jornais nacionais demonstravam a humilhação a que estavam sujeitos os quadros do Estado, tendo em conta os baixos vencimentos. Mesmo atualmente, os estudos mostram que os quadros superiores são mal pagos em comparação com idênticas carreiras no setor privado. Mas acredito que tenha havido alguns excessos nas carreira intermédias. Talvez. Mas não acredito que a crise venha daí. Nem vêm dai os excessos de despesa. As grandes denúncias vêm de pessoas como Paulo Morais (lembra-se de ele postar neste blogue? Curiosamente, ainda consta da lista de blasfemos, mas deixou de postar), Carlos Moreno… etc.
        Veja o estudo divulgado hoje “jobs for the boys”, como o designa a comunicação social. Sim, acredito que estará muito mais próximo daquilo que eu “sinto”, apenas que de uma forma mais “racional”. Eu tenho-me na conta de muito racional, mas aceito que a emoção controlada faz parte de mim. Parece-me bem que na política a emoção ajude a mostrar as injustiças e os erros e que a racionalidade contribua para os resolver. Acredito na sua complementaridade. Cumprimentos.

        Gostar

  12. Bento 2014 permalink
    11 Fevereiro, 2014 14:01

    Então uma punheta bem tirada com as coxas da professora á vista não é uma boa prática no sistema de ensino para iniciação á actividade sexual? Não está no programa escolar com ou sem disciplina própria?

    Gostar

  13. licas permalink
    11 Fevereiro, 2014 14:07

    Aladdin Sane HIPERLIGAÇÃO PERMANENTE
    11 Fevereiro, 2014 13:51
    Ahahah! Agora há o choque tecnológico.
    _____________

    Eu sou muito velho, tecnologicamente falando. Está a referir-se às insufláveis?.
    Penso que o preço está muito além do valor da *mesada*.
    Punheta é lexicalmente derivada de punho (mão)
    Já para as moças (veja-se o CM) passaram das bananas ao comando TV !

    Gostar

  14. licas permalink
    11 Fevereiro, 2014 14:13

    Bento 2014 HIPERLIGAÇÃO PERMANENTE
    11 Fevereiro, 2014 14:01
    Então uma punheta bem tirada com as coxas da professora á vista não é uma boa prática no sistema de ensino para iniciação á actividade sexual? Não está no programa escolar com ou sem disciplina própria?
    RES
    _________________

    Bento, não estou a inventar :
    No Liceu Gill Vicente, final das aulas de Inglês, rodeávamos a
    secretária da professora, novinha e bela. POIS havia sempre algum colega
    (eu era tímido demais para o fazer) que a ia espreitar por baixo
    das saias . . .

    Gostar

  15. 11 Fevereiro, 2014 14:31

    Um pouco do nosso futuro passa também por aqui. Tudo o que é feito à mão é artesanato.
    Logo a dita pívia (como lhe chamava o grande Vilhena) tambem é artesanato.
    Vamos ter carradas de artesãos, e eu resmas de concorrência.

    Gostar

  16. licas permalink
    11 Fevereiro, 2014 14:36

    Fincapé HIPERLIGAÇÃO PERMANENTE
    11 Fevereiro, 2014 13:55~

    E a Esquerda que não venha (quando se proporciona) com Centros de Detenção . . .
    Os Goulags está -lhe no DNA, nada a fazer . . .
    É a alminha pedagógica/correctora *a murro* de que são tão adeptos e preconizadores . . .
    NÃO MUDAM : Stalin é que sabia da *poda* . . . . . .

    Gostar

  17. Renato permalink
    11 Fevereiro, 2014 14:37

    Ó meu caro, e a coisa não pode resultar do simples facto do escrutínuo sobre a escola pública ser infinitamente maior do que o que existe sobre a “outra” escola?

    Gostar

    • vitorcunha permalink*
      11 Fevereiro, 2014 14:52

      Está mal. Não devia ser escrutinada. Pague-se e não se bufe.

      Gostar

      • Renato permalink
        11 Fevereiro, 2014 15:09

        Quem disse que está mal? Onde está sugerido que a escola pública não deveria ser escrutinada?

        Gostar

      • Fincapé permalink
        11 Fevereiro, 2014 15:18

        A privada é que não deverá ser escrutinada. É como as alfaces. Se umas não prestam vamos comprar à loja mais próxima, que a gasolina é barata e o tempo também. Quanto às escolas, o mercado oferecerá outra privada, nem que seja a 100 quilómetros. Pode é não contribuir com oferta para o mercado que seja suficiente para a procura. Se calhar, os mercados não são assim tão perfeitos. 😉

        Gostar

      • vitorcunha permalink*
        11 Fevereiro, 2014 15:26

        O estado tem obrigação de providenciar substituição freudiana do objecto sexual mãe onde tal não existe.

        Gostar

      • Fincapé permalink
        11 Fevereiro, 2014 16:28

        O Estado somos nós, Vítor. Logo, nós temos obrigação de providenciar aquilo que faz a sociedade funcionar melhor. Sem traumas freudianos, nem práticas sado-masoquistas. De preferência. 😉

        Gostar

      • 11 Fevereiro, 2014 17:10

        Sim, são inúmeros os exemplos do mercado privado a não providenciar suficiente oferta para a procura. É só ir-se a um supermercado ou centro comercial, para se ver como o mercado falha em providenciar o necessário, ao contrário do Estado, que nunca falha.

        Gostar

      • Fincapé permalink
        11 Fevereiro, 2014 20:25

        As alfaces do Estado não são grande coisa por causa da dureza dos talos. 😉

        Gostar

    • lucklucky permalink
      12 Fevereiro, 2014 10:42

      Os clientes da outra escola supostamente privada mas que não liberdade para ensinar diferente da escola publica escrutinam-na.

      Os clientes forçados da escola totalitária pelos vistos devem fazer um voto de silêncio.
      Pagam obrigados e devem calar-se.

      Gostar

  18. Ricardo Monteiro permalink
    11 Fevereiro, 2014 14:46

    Isto só lá vai com uma PPP na Educação. Espera lá… As PPPs são más ou são boas? Ou depende? Porque é que em Portugal os privados gostam tanto de se encostar ao Estado? Deve ser porque é bom para o Estado.

    Gostar

    • 11 Fevereiro, 2014 17:12

      Porque é que em Portugal, com um ensino gratuito, existe quem esteja disposto a pagar 500/600 EUR/mês para evitar essa gratuitidade?

      Deve ser porque essa gratuitidade presta um serviço óptimo.

      Gostar

      • André permalink
        12 Fevereiro, 2014 14:44

        Não sei, no conselho de Mafra há o Colégio Miramar que está num lugar pior no ranking que a secundária pública do conselho. Mesmo assim tem clientes. Pessoalmente acho que é uma questão de publicidade e snobismo, mas o Incognitus lá terá a sua opinião…

        Gostar

  19. JDGF permalink
    11 Fevereiro, 2014 15:27

    Os miúdos não querem aprender a ler para não serem confrontados com a ‘entrevista do Gaspar’.
    Há razões para tudo…

    Gostar

    • licas permalink
      11 Fevereiro, 2014 15:52

      Não é bem assim . . .
      Será porque assim, analfabetos, têm que limitarem-se a ouvir, de viva voz,
      as prédicas dos missionários anti-capitalistas e Marxistas-Leninistas . . .

      Gostar

      • RCAS permalink
        11 Fevereiro, 2014 16:05

        Não tens solução Liquinhas… puro “síndroma de tourett”…

        Gostar

      • André permalink
        12 Fevereiro, 2014 14:42

        Imagine que se tinha de ouvir, a morta-viva voz, os discursos do Gaspar. Aí-es-ta-va-a-ju-ven-tu-de-per-di-da.

        Gostar

  20. 11 Fevereiro, 2014 15:35

    Para o Rui, tudo serve para atacar a escola pública. Deve pensar que nos colégios privados são todos muito bem comportadinhos, né? Então vou contar-lhe um segredo
    Eu, que vivo paredes meias com dois colégios privados muito bem classificados e com varanda para o recreio de um deles, tenho tido oportunidade de observar como alguns/algumas jovens de 14/15 anos se iniciam na arte do fornicanço com toda a tranquilidade. Estou a pensar tirar umas fotos e depois enviar para o Blasfémias. Quem sabe se não encontram por lá alguns familiares…

    Gostar

    • 11 Fevereiro, 2014 15:59

      E ainda lhe sobra tempo para andar a navegar na net?
      Alugue os quartos, venda filmes e fotos. Que mar de oportunidades.

      Gostar

    • licas permalink
      11 Fevereiro, 2014 16:12

      Prive-se de espiar as Escolas Privadas: NÃO O ENSINARAM, NA ESCOLA,
      QUE NÃO SE DEVE?
      Por outro lado : * Quem sabe se não encontram por lá alguns familiares *,
      define sem qualquer dúvida, o * nível * da civilidade do autor . . . digo eu.

      Gostar

    • 11 Fevereiro, 2014 17:15

      Não é como se a coisa não fosse natural e praticada por quase todos. Mas convém deixar isso fora da sala de aulas.

      Gostar

    • vitorcunha permalink*
      11 Fevereiro, 2014 17:54

      Caro leitor, é com todo o gosto que consideraremos a publicação de qualquer trabalho de reportagem bem documentado que realizar nessa área específica de comportamento humano. Pessoalmente posso até emprestar uma máquina fotográfica para acoplar aos binóculos. Aguardo então o trabalho.

      Gostar

    • Churchill permalink
      11 Fevereiro, 2014 21:43

      CBO
      A questão não é os adolescentes fazerem coisas normais, é fazerem isso na sala de aula na frente dos professores e colegas.
      Percebeu?

      Gostar

  21. jojoratazana permalink
    11 Fevereiro, 2014 16:59

    O Victor,tem todo o direito de desmascarar as misérias, da escola pública.
    Mas eu também tenho o direito, de pensar que o Victor ao escrever este post, estava a esconder este facto.
    “Fenprof entrega queixa-crime por indícios de peculato e abuso de poder em colégios”
    Será verdade?

    Gostar

    • 11 Fevereiro, 2014 17:16

      O peculato pode ocorrer em qualquer local. Tende a ocorrer menos em instituições privadas apenas porque existe um dono interessado que geralmente o tenta evitar (o peculato).

      Gostar

      • Tiradentes permalink
        12 Fevereiro, 2014 14:31

        mas já ocorreu o peculato? a fenprof apresenta queixa e já é facto consumado? confundir factos com queixas ou informações de possíveis queixas?
        onde está o discernimento?

        Gostar

    • lucklucky permalink
      12 Fevereiro, 2014 10:37

      jojoratazana mais uma vez a justificar os resultados do capitalismo e a sua liberdade.

      Por as pessoas falharem é que é melhor que hajam opções em vez do Totalitarismo da Escola Pública.
      Que obriga todos pela ponta da G-3 .
      Todos à mesma política única. E se a política falhar não há redundância.

      Gostar

      • jojoratazana permalink
        12 Fevereiro, 2014 11:48

        Publico e privado, será que entende a diferença?
        Ou na sua ideologia, para não lhe chamar outra coisa, o público não tem razão de existir?

        Gostar

      • vitorcunha permalink*
        12 Fevereiro, 2014 12:13

        As pessoas insistem em ler os seus preconceitos nas palavras dos outros.

        Comentários sobre público e privado são completamente fora do âmbito do post uma vez que só há um ministério da educação, este sim público em todos os sentidos pejorativos possíveis.

        Gostar

      • jojoratazana permalink
        12 Fevereiro, 2014 15:59

        Victor uma vez que existem colégios particulares, a receberem do erário publico,para substituir a escola pública apenas por compadrio e corrupção, não aceito que apenas se queira destingir o público do privado.
        Esta dicotomia é apenas o disfarce, para encobrir um dislate.

        Gostar

  22. licas permalink
    11 Fevereiro, 2014 17:04

    fado alexandrino HIPERLIGAÇÃO PERMANENTE
    11 Fevereiro, 2014 15:59
    E ainda lhe sobra tempo para andar a navegar na net?
    Alugue os quartos, venda filmes e fotos. Que mar de oportunidades.

    _________________

    O CBO :
    Que diz montar um <á janela um telescópio para ver os casais EM GRANDE?

    Gostar

  23. licas permalink
    11 Fevereiro, 2014 17:45

    RCAS HIPERLIGAÇÃO PERMANENTE
    11 Fevereiro, 2014 16:05
    Não tens solução Liquinhas… puro “síndroma de tourett”…
    ____________________

    Vai mas é *tourear* a tua mãe que é uma *vacona* . . .

    Gostar

  24. anónimo permalink
    11 Fevereiro, 2014 17:58

    O cerne do problema não está no alargamento da escolaridade obrigatória até ao 12º ano obrigando a ir á Escola rapaziada com 16 e 17 anos que manifestamente não quer e que, por isso, avacalham o ambiente e perturbam quem quer estudar e trabalhar ?

    Gostar

  25. anónimo permalink
    11 Fevereiro, 2014 17:59

    (singular passou a plural, mas não dá para emendar)

    Gostar

  26. 1berto permalink
    11 Fevereiro, 2014 18:01

    É muito fácil dar conta disto: privatiza-se a escola, tudo o que lá acontecer passa a ser do foro privado.

    Gostar

  27. PiErre permalink
    11 Fevereiro, 2014 20:06

    Tudo isto são consequências de o Estado querer meter o bedelho em todos os campos da vida dos cidadãos. Ainda não percebi por que é que obriga os alunos a terem 12 anos de escolaridade. Já agora, porque é que não obriga toda a gente a saber tocar piano ou a pilotar aviões?
    Então um indivíduo não é livre de ser analfabeto ou de ficar apenas pelo ensino básico, se lhe apetecer? Em último recurso sempre podia ir pescar taínhas para a Ribeira do Porto. Assim, nem isso aprende a fazer…

    Gostar

  28. BELIAL permalink
    11 Fevereiro, 2014 21:25

    Sim, esgalhar a cobra zarolha, escamar o besugo, agasalhar o palhaço, o velho 5 contra 1 – não são actividades que se integrem no plano pedagógico da nossa “alma mater” liceal .
    Talvez, digo eu na minha simplicidade e inocência, no tempo da saudosa Milu, que proclamou a “festa” – a coisa fosse mais enquadrada filosoficamente.

    E que dizer do kit sexo “suiço” para o pré-primário: “Os encarregados de educação das crianças enviaram mais de três mil reclamações, mas ainda assim o projeto educativo concretizou-se, segundo o ‘Daily Mail’. “As crianças devem ser encorajadas a desenvolver e a experimentar a sua sexualidade de uma forma prazerosa. É importante que elas aprendam a dizer ‘não’ se não quiserem ser tocadas em determinadas zonas do corpo”, justificou Daniel Schneider, um dos responsáveis por este projeto, citado pelo site ‘Memolition”.
    O texticulo e imagem de 2 componentes do KIT, no respeitável CM, esplendor de vendas: http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/internacional/mundo/escolas-suicas-distribuem-kit-sexo-a-criancas

    Suponho que os artefactos seja de boa cortiça portuguesa.

    Gostar

  29. BELIAL permalink
    11 Fevereiro, 2014 21:28

    “As crianças devem ser encorajadas a desenvolver e a experimentar a sua sexualidade de uma forma prazerosa.” – sim, fazer gaiolas no liceu deve convocar o espirito sexual, à moda da Suiça…

    Gostar

  30. 11 Fevereiro, 2014 23:18

    ARTESANATO!

    Gostar

  31. JCA permalink
    12 Fevereiro, 2014 08:10

    .
    ou, e também:
    .
    -How a Pope called Pius turned the confessional box into a paradise for paedophiles: From a leading Catholic writer, a devastating exposé of a Vatican ruling
    • Pope Pius X decreed in 1910 that children must make first confession at 7
    • ‘Prompted sex complexes’ and created opportunities for paedophile priests

    Read more: http://www.dailymail.co.uk/news/article-2554748/How-Pope-called-Pius-turned-confessional-box-paradise-paedophiles-From-leading-Catholic-writer-devastating-expos-Vatican-ruling.html#ixzz2t4vZzYjN
    .
    -Mexico’s lost daughters: how young women are sold into the sex trade by drug gangs
    .
    http://www.theguardian.com/world/2014/feb/08/mexico-young-women-sex-trade-drug-gangs

    .
    Teen girl on child porn charge over nude selfies
    http://rt.com/usa/teen-child-porn-selfie-185/
    .

    Gostar

  32. André permalink
    12 Fevereiro, 2014 09:09

    Vitor, denota-se uma falibilidade argumentativa no seu texto (pelo simples facto de que se isso é um argumento, está ao nível de qualquer leitor assíduo do jornal O Crime) que é, no mínimo exasperante. Quer então dizer que a causa de os alunos se comportarem como macacos nas salas de aula em vez de se comportarem como pessoas é do ensino obrigatório até ao 12.º ano em vez da fraca (ou nenhuma) educação que aqueles pais (possivelmente os mesmos que agora reclamam) deram em casa aos filhos? Vamos ser honestos, os miúdos até podem ser umas bestas, mas a culpa é de quem não os sobe educar, não é de terem andado na escola. É que se for ver, essas situações também se devem passar nas escolas básicas de onde esses alunos vêm (já sei, acaba-se de vez com o ensino obrigatório, que assim acaba o mau comportamento nas escolas!). De quem eu tenho pena no meio disto tudo é dos professores que têm de aturar aqueles macacos…

    PS: Quanto a estar a desculpar o mau comportamento das crianças por estarem fechados numa escola doze anos da sua vida, é uma escapatória digna de qualquer freudiano pós-modernista de esquerda que não é capaz de imputar as culpas às crianças e à educação que (não) receberam em casa. Nunca o imaginei tão esquerdista… Mas de facto, a direita portuguesa é tão pouco inteligente que até se esquece daquilo que defende (supostamente responsabilidade individual) para poder acabar com o ensino obrigatório (isso tem a desvantagem de que ainda pode ensinar mais uma ou duas pessoas a pensar, ou seja, votos perdidos para os partidos portugueses).

    Gostar

    • vitorcunha permalink*
      12 Fevereiro, 2014 10:15

      O André é daqueles tipos que ficam cá para o fundo quando Jesus está a pregar no deserto no “a vida de Brian”.

      Gostar

      • André permalink
        12 Fevereiro, 2014 12:52

        É ” que se tentam abstrair” e não “que se tenta”, esqueci-me do “m”.

        Gostar

      • vitorcunha permalink*
        12 Fevereiro, 2014 13:02

        André, para se abstrair mais de parvoíces, tomei a liberdade de remover o seu comentário. Assim não perderá mais tempo com as bolinhas de fogo. Não tem que agradecer.

        Gostar

      • André permalink
        12 Fevereiro, 2014 14:02

        Vitor, falta de sentido de humor? Logo agora que estava a tentar entrar no jogo e escrever coisas como o Vitor… Assim não dá.
        Admito que estava realmente a descer muito baixo, mas simplesmente fui um pouco mais sarcástico que o Vitor. Se considerou o que eu escrevi uma ofensa a mim mesmo (fi-lo, de facto), evidentemente terá de considerar que também me ofendeu. Mas pronto, já não desço tanto da próxima vez que lhe responder.

        PS: Já agora, podia também retirar aquele comentário com a correção ortográfica, já não faz propriamente sentido lá estar.

        Gostar

  33. licas permalink
    12 Fevereiro, 2014 10:54

    ESCOLA, pergunto?
    Para que serve a Escola perante a Prática vivida?
    Vejam o caso do Isaltino Morais. Ainda em prisão (Carregueira)
    por fraude fiscal já está em lista de espera para assumir o cargo
    no Conselho de Administração de uma Fundação (F. Marquês de Pombal)
    onde, parece, esta específica *expertise* é muitíssimo apreciada e
    desejada.
    _______O talento deve de ser justamente premiado . . .
    (E este, não se aprende na Escola).

    Gostar

  34. licas permalink
    12 Fevereiro, 2014 11:20

    Já o seu Camarada António Capucho quis testar o grau de adormecimento
    do seu PSD____________lixou-se__________o partido pune
    com a expulsão todo o candidato a lugar disputado também pelo PSD.
    _____foi cumprida a letra do Estatuto____não tem que se queixar. . .

    Gostar

  35. 12 Fevereiro, 2014 16:14

    Uma boa anedota, Vítor. Eu se estivesse no mercado do humor andava preocupado:
    http://aventar.eu/2014/02/12/masturbacoes-escolares/

    Gostar

    • vitorcunha permalink*
      12 Fevereiro, 2014 16:27

      Mas o João José está no mercado do humor: sempre que faz um post afugenta mais uns quantos da escola.

      Gostar

      • 12 Fevereiro, 2014 16:31

        Repetir a piada alheia desvaloriza, digo eu mesmo sem sabe muito do assunto, mas ainda distinguindo o básico do secundário.

        Gostar

      • vitorcunha permalink*
        12 Fevereiro, 2014 16:33

        Eu não espero que o João José compreenda o post. Isto é só coerência da minha parte.

        Gostar

  36. Professor de uma escola pública permalink
    12 Fevereiro, 2014 23:07

    Este post é profundamente reaccionário no sentido mais fascizóide da palavra, pois:

    Masturbação=Biologia;
    Bolas de Papel em Chamas=Física-Química
    Tentar incendiar salas de aula=Formação Cívica.

    Vocês têm é uma profunda inveja do avanço civilizacional que a nossa escola pública significa.

    Gostar

  37. MJoão permalink
    13 Fevereiro, 2014 15:43

    Não conheço a notícia mas, sem desculpar o que, imagino, terá acontecido, digo-vos que há bem mais de 40 tanto nos liceus como em colégios muitas vezes algo de semelhante se passou .

    Gostar

  38. Zegna permalink
    13 Fevereiro, 2014 23:41

    Nas escolas publicas portuguesas nada me admira …. nao andavam pais , professores e outros entendidos na matéria preocupados com a educaçao sexual dos filhos ? pronto chegou a aulas mais praticas.

    Gostar

Trackbacks

  1. Masturbações escolares – Aventar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: