Skip to content

Os caladitos

29 Fevereiro, 2016

Note-se que à excepção deste texto não veio, que eu tenha dado por isso, nem um ai nem um ui do mundo da cultura sobre o afastamento de António Lamas do CCB. O mundo da cultura deve estar a precisar de 1280px-Strepsils.jpg

Anúncios
20 comentários leave one →
  1. ali kath permalink
    29 Fevereiro, 2016 11:55

    SANEAMENTO POLITICO do novo PREC
    ou revolução cultural
    os ‘JÚLIOS’ comem e calam

    Liked by 1 person

  2. antónio permalink
    29 Fevereiro, 2016 11:57

    A prepotência, verborreia e modus operandi de Soares filho só será uma surpresa para os mais jovens. Quanto ao mundo da cultura desde que cheire a algum mesmo que pouco dinheiro está tudo bem.

    Liked by 2 people

  3. JgMenos permalink
    29 Fevereiro, 2016 12:04

    Os pilares da ‘cultura’ são dois
    – O orçamento de Estado
    – O ‘ser de esquerda’, que por outras palavras significa que o generoso orçamento de propaganda dos soviéticos produziu efeitos estruturantes.
    Junte-se-lhe um delfim esquerdalho e autoritário em tempo de distribuição de benesses; cala-te não te vá faltar a verba!
    Uns parolos!

    Liked by 2 people

  4. Manuel permalink
    29 Fevereiro, 2016 12:06

    Lamento que quando mudarmos de governo a cena se vá repetir com outros protagonistas. Os partidos nada fazem para redefinirem muito claramente os cargos de carreira pública e os de nomeação política.

    Gostar

  5. 29 Fevereiro, 2016 12:41

    O que foi feito pelo anterior governo deve ser tanto quanto possível substituído, rasurado, preferencialmente extinto. Não interessa se bem decidido e concretizado.
    É esta a política cultural de quem tem o rei na barriga (e apreciador de boas viagens, comezainas e recepções masturbatórias), exibe despudorada vingança partidária, não tem mínimo senso, em vez de investir, gastará o (pouco) dinheiro público, nunca pensou um projecto cultural para o país e está contentinho-e-assim-basta com o cargo para valorizar CV.
    JSoares será mais um flopp ! Chegará o momento da esfarrapada desculpa, “não há dinheiro para mais”.
    Certamente o indigente MC JSoares desconhece a ambição e exequibilidade do projecto Belém-Ajuda, não pediu nem sabe se o indigitado sucessor do ALamas tem alguma alternativa melhor. O que lhe(s) interessa é a colocação dum dos seus. Mais casos semelhantes surgirão.
    Bom e incisivo texto da RaquelHSilva.

    Sobre o mundo da cultura que a HMatos refere, esta observação — não generalize, porque nem todo está bovinizado e dependente dos partidos do “arco da governação” e casos há que apoiantes de partidos, deles prescindem. Mas tem razão: o mundo da cultura tuga está caladinho perante este caso. Pudera, qualquer governo do P”S” é avarento a dar subsídios para aumentar apoios eleitorais…

    Liked by 2 people

  6. LTR permalink
    29 Fevereiro, 2016 12:51

    Já tinha visto o Hugo Chávez a despedir pela comunicação social, mas em Portugal, desta maneira, é a primeira vez. Deve ser a tal democracia da rua.

    Liked by 1 person

  7. 29 Fevereiro, 2016 13:05

    Nesta treta, tirando o Forte de Sacavém, alguns museus mais antigos e os manuscritos, pergaminhos e iluminuras a estragarem-se sem que alguém se lembre, o resto para mim, é bah.
    Aquilo não é património- o património são eles e a “festa da cultura”.

    Gostar

    • 29 Fevereiro, 2016 13:54

      Exacto: também nesse “sem que alguém se lembre”, a causa do laxismo, a reconhecida incompetência, o inculpável crime que degrada patrimónios e História.
      E saem dos cargos, governo após governo, incólumes, contentinhos, prontos para mais “serviços à Nação”…

      Gostar

  8. Jorge permalink
    29 Fevereiro, 2016 14:37

    Estou-me nas tintas, da outra vez foi o Mega Ferreira por Graça Moura (que com qualidades intelectuais indiscutíveis era completamente PSD). O pior é que nós pagamos as habilidades, agora deve ser Ajuda Belém.
    Esperemos que os espíritos ajudem.

    Gostar

    • 29 Fevereiro, 2016 14:42

      O AMegaFerreira e o VGMoura não tinham este projecto estruturado e implementado pelo ALamas.

      Gostar

  9. Algarvio permalink
    29 Fevereiro, 2016 14:47

    Eu gostaria de ver se fosse com uma empresa privada que tivesse este comportamento o ACT (Autoridade Condições do Trabalho), não lhe largava a porta. Como é o Governo NADA SE PASSA

    Gostar

  10. Alexandre Carvalho da Silveira permalink
    29 Fevereiro, 2016 15:20

    Onde pára o Bilhim? desde que a geringonça existe, já foram feitas mais 200 nomeações para cargos de chefias no estado e nenhuma por concurso, todas por nomeação pessoal. E derem-se mesmo ao luxo de sanear pessoas que acederam aos cargos por concursos publicos.
    É o PÊ ÉSSE a funcionar no seu melhor, os velhos hábitos custam muito a perder…
    Se o Trump não tivesse herdado 200 milhões de dólares andava a vender relógios em Manhattan, acusa um candidato rival, e se o menino Soares não fosse filho de quem é, andava a vender gravatas no Rossio. Não presta para mais nada.

    Liked by 1 person

    • Churchill permalink
      29 Fevereiro, 2016 18:28

      O Bilhim anda a ver se não lhe lixam o tacho, por isso o melhor é fazer-se de morto

      Liked by 1 person

    • Tiro ao Alvo permalink
      29 Fevereiro, 2016 19:34

      Tem toda a razão, Carvalho da Silveira. estes socialistas que acederam ao governo não têm vergonha. Eles podiam substituir o Billim; o que não deviam era acabar com uma forma de recrutamento que afasta o nepotismo. E a comunicação social devia estar mais atenta. Até parece que também se estão a fazer de mortos. Uma vergonha.

      Gostar

  11. LTR permalink
    29 Fevereiro, 2016 15:56

    No P-YES também há um silêncio muito grande sobre uma empresa de bandeira chamada PT que valia 10 euros por papel nas mãos da Sonae, mas que agora vale 0,17 como Pharol. Por que será? Terão algum robalo com o rabo de fora a tapar-lhes a boca?

    Liked by 1 person

  12. bintoito permalink
    29 Fevereiro, 2016 18:48

    Nem da sarjeta da cultura nem da estrebaria da politica.

    Gostar

  13. SRG permalink
    29 Fevereiro, 2016 19:28

    Quando se lembrar de dar uma vista de olhos na Torre do Tombo, J:Soares vai lá fazer uma limpeza geral, acabando com muitos arquivos incómodos, para si e para a sua família. utilizando para isso os “detergentes” mais eficazes, ou seja, os seus homens de “mão”.

    Liked by 2 people

  14. lucklucky permalink
    29 Fevereiro, 2016 22:51

    A censura é uma condição de ser jornalista de esquerda. De repente segue-se o silêncio.

    Gostar

  15. Arlindo da Costa permalink
    1 Março, 2016 00:58

    Quem é o António Lamas?

    Gostar

    • 1 Março, 2016 01:08

      “Quem é o António Lamas ?” — terá perguntado o JSoares. Desconhecendo e não querendo saber quem é, o que tem feito e qual o projecto Belém-Ajuda, o tarefeiro ministro decidiu: Rua ! Ó camarada Sumaville, avança, pá !

      Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: