Skip to content

Sem UE, será a irrelevância

24 Junho, 2016
by
A Europa estará em desagregação, dizem por aí muitos, congratulando-se ou lamentando-se com tal desejado ou temido facto. É possível que seja verdade. Que será confirmada ou travada com as eleições espanholas, já daqui a 2 dias.
Mas quem se congratula com a pulverização, deveria preparar-se para a irrelevância. Que será exponenciada com a vitória de Donald Trump e a implementação da sua “política isolacionista”. Sem a protecção do polícia americano e entretida com nacionalismos estéreis, a Europa será presa fácil das “invasões bárbaras” provenientes do leste e da Turquia.
Lá chegará o dia em que suspiraremos de saudades pela austeridade “imposta pela Europa neoliberal”.
Anúncios
20 comentários leave one →
  1. 24 Junho, 2016 11:58

    A Europa pode existir com ou sem austeridade. As políticas económicas não credos religiosos, são ferramentas que mudam conforme o momento e a necessidade. No imediato o que teremos é uma Europa mais centrada na Alemanha – se isso serve os interesses dos outros membros é algo que está por ver, tal como está por saber se a Alemanha consegue aceitar um papel de liderança sem se tornar hegemónica.

    Gostar

  2. Emparedado permalink
    24 Junho, 2016 12:20

    É ver a esquerda dura, odiosa e invejosa a ranger a dentuça, sorrindo para dentro, pensando: estavam a pedi-las!…

    Gostar

  3. Colono permalink
    24 Junho, 2016 12:30

    ´Prevejo um “ganda” Broxit para Portugal….

    Gostar

  4. licas permalink
    24 Junho, 2016 12:32

    Emparedado, diz muito bem.
    Mas ainda, por outro lado, pressinto odores fétidos dos
    isolacionistas: Salazaristas “felizmente sós”, e, pasme-se, stalinistas, estes
    porque diluídos num mais vasto contexto político do que da parvoíce lusa
    terão cada vez menos influência e acabarão por extinguir-se completamente,
    digo eu.

    Gostar

  5. licas permalink
    24 Junho, 2016 12:50

    _______________orgulhosamente sós (A.O.Salazar)______________

    Gostar

    • 24 Junho, 2016 14:36

      vai te fúder oh licas

      Gostar

      • licas permalink
        24 Junho, 2016 15:40

        josephvss, 23 junho, 2016 14:36
        Saudades do botas? Vai-te curar!

        Gostar

      • licas permalink
        24 Junho, 2016 15:52

        _________24 junho____

        Gostar

    • 24 Junho, 2016 15:51

      À Grandeza do Orgulhosamente Nós no Orgulhosamente Sós, as Elites portuguesas estimam e cultivam com denodado e untuoso deleite a perene Indigência do Orgulhosamente Deles no Orgulhosamente Vãos.

      Gostar

  6. 24 Junho, 2016 12:54

    sim , claro : a inglaterra saiu e já é o fim da ue , …; acabada a ue parece que acaba também a possibilidade de tratados entre países para resolver problemas comuns….; e irrelevantes já somos há bués… china ? rússia ?

    Gostar

  7. Maria Viegas permalink
    24 Junho, 2016 14:24

    Que pensamento tão acanhado…

    Gostar

  8. LTR permalink
    24 Junho, 2016 14:36

    Lá chegará o dia em que teremos de novo estradas esburacadas e perceberemos que andámos a viver do dinheiro dos outros, acima das nossas possibilidades e que de resto está tudo quase na mesma 🙂

    Liked by 2 people

    • 24 Junho, 2016 17:44

      Podes agradecer isso ao Cavaco, que em 10 anos transformou este país num autêntico toxicodependente. Estamos totalmente dependentes do exterior

      Gostar

  9. LTR permalink
    24 Junho, 2016 14:53

    Curiosamente, logo hoje, descobrimos que afinal não se virou página nenhuma:

    «O primeiro-ministro António Costa considerou hoje que a redução do défice demonstra “o acerto” de uma “alternativa que procura virar a página da austeridade”, garantindo que Portugal teve “neste primeiro trimestre o melhor resultado desde 2008”.»

    No tal trimestre em que ainda não havia orçamento de esquerda, os resultados acertaram logo, mal o homem se sentou na cadeira. Os países do centro da Europa é que gostam destes palhaços! 🙂

    Gostar

  10. 24 Junho, 2016 14:58

    Amanhã é um dia muito incerto para Portugal: em vez dos croatas, devia ter como adversários os divididos ingleses.

    Gostar

  11. lucklucky permalink
    24 Junho, 2016 15:24

    Pergunto-me de onde vem a lógica deste raciocínio.

    Não é Liberal certamente. É apenas a favor do caminho único por todos.

    Normalização pelo Estado Supremo.

    Queremos que os Marxistas tendência Fascista e os Marxistas tendência Comunista tais como Marine Le Pen, Corbyn e o Podemos tomem conta do poder extraordinário que a burocracia Europeia tem?

    Hoje temos mais um contrapoder aos Unionistas. Excelente.

    Liked by 1 person

  12. 24 Junho, 2016 19:37

    Não gosto, não gostarei do Nigel Farage. Concluí que a criatura não é confiável.
    Primeiro facto: hoje, já reconheceu uma promessa falsa durante a campanha a favor da saída.
    Esta: prometeram um “investimento de 350 milhões de libras por semana (alegadamente poupados pelo Reino Unido após a desfiliação da EU), no Serviço Nacional de Saúde.
    “Foi um erro. Não, não posso garantir, foi um dos erros da campanha”.

    Gostar

  13. PiErre permalink
    24 Junho, 2016 21:05

    Estará… será… chegará…
    Isto cheira-me a futurologia.
    Barata.

    Gostar

  14. Arlindo da Costa permalink
    25 Junho, 2016 01:40

    UE? O que é isso?
    Tenham juízo!

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: