Skip to content

Não PERES pela demora

7 Outubro, 2016

«Os contribuintes com dívidas ao Fisco e à Segurança Social vão beneficiar de um perdão de juros e custas até dia 20 de dezembro, foi anunciado esta quinta-feira no final do Conselho de Ministros»

Ora cá está uma medida social. Perdoar os incumpridores e prejudicar esses bandalhos dos «ricos» que pagam a tempo e horas. Muito bem, é preciso incentivar a reinserção social das empresa falidas e incumpridoras, facilitando-lhes a vida para efectuarem concorrência desleal com as empresas («ricas», note-se), que cumprem os seus deveres fiscais. Deve ser algo dentro da«estratégia Capoulas» de «domar os mercados».

«Não tenho a certeza se vai permitir subir ou descer a receita deste ano.»(*)

Mesmo o mais bem intencionado geringonço aqui coça a orelha . É insanável a dúvida instalada de que não sabem o que fazem nem estudam os dossiers (como tão bem faz Jorge Coelho: ponham os olhos nesse exemplo e onde chegou).

Eis senão quando, o porta-voz do PS dá uma indicação do objectivo da medida:

 

ok. Portanto visa criar condições para que empresas incumpridoras e falidas possam sacar uns dinheiros lá de fora e estender artificialmente a sua existencia lixando tudo e todos e deixando rasto de dívidas e projectos falhados, arrastando consigo mais umas quantas que não sobrevivem a tais manobras de boicote desleal. Um projecto socialista sem dúvida: financiar os incompententes e aldrabões com o dinheiro de todos para no final todos ficarem mais pobres.

Mesmo giro é rasgarem as vestes  e mostrarem a tatuagem no peito:  «não há perdão fiscal» (repetir 3 vezes).

Na novolíngua gerigoncica os conceitos são definidos por quem bem quer. No fundo, «pela malta, pá». Multas e juros de dívidas fiscais deixam de ser receita fiscal. Será algo do tipo: «adiantamento de prestação de auxilio à criação de condições de candidatura a fundos para o desenvolvimento financiados  pelo FEDER».

Anúncios
18 comentários leave one →
  1. Arlindo da Costa permalink
    7 Outubro, 2016 00:57

    Mas qual é o problema? Vocês que são «contra» os impostos, não querem aproveitar esta oportunidade?

    Ou vão continuar a falar contra o «aumento» da carga fiscal?

    Gostar

    • 7 Outubro, 2016 14:11

      Arlindo, tempo haverá em que mais uma taxinha será divisada nos fundos estercos da imaginação socialista para pagar o que se perdoou, perdão, indultou.

      Não perderá muito tempo a percebê-lo. Os socialistas conseguem pródiga genialidade quando e apenas quando se trata de espoliar o dinheiro alheio em benefício próprio.

      Gostar

    • A.Lopes permalink
      8 Outubro, 2016 18:27

      Ó arlindinho és mesmo um atrasado mental!

      Gostar

  2. Baptista da Silva permalink
    7 Outubro, 2016 08:23

    A GALP está na lista dos potenciais beneficiários, assim pode regularizar os 100 milhões, sem juros, custas e afins. Ir ao Europeu de Futebol pago pela GALP tem destas coisas.

    Gostar

    • Baptista da Silva permalink
      7 Outubro, 2016 08:40

      Declação entregue no TC indica que secretário de Estado dos Assuntos Fiscais tem ações do BCP e da EDP. No caso da empresa energética, há diferendos fiscais de 327 milhões de euros.

      Gostar

    • 7 Outubro, 2016 10:10

      Todos os perdões fiscais de socialistas aconteceram quando grandes socialistas estavam nadando em turvas águas.

      Tudo para os amigos, nada para os inimigos e os restantes são os papalvos para quem há leis para serem cumpridas.

      Gostar

  3. Manuel permalink
    7 Outubro, 2016 10:16

    Gabriel: Não contesto o seu texto, mas como sabe a situação do país é gravíssima, por muito que o Costa disfarce, aliás na linha daquele que não me apetece dizer o nome. Perdões destes, fizeram todos os governos e já beneficiei de um no governo do Passos. No anterior resgate tive perdas na riqueza acumulada na ordem dos 20%, um novo resgate, ou bancarrota com saída do euro e da UE, palpito perdas de 50%. Prefiro que o Costa dê cambalhotas e desejava que começasse a governar(ainda não começou) e assim evitar novo colapso do país com perdas altíssimas para toda a gente. Por outro lado, dada a situação económico-financeira do país não vejo por parte da oposição um programa, um projecto, uma ideia para nos retirar da falência crónica.

    Gostar

  4. LTR permalink
    7 Outubro, 2016 10:40

    O Galamba não se terá enganado ao escrever? Não será antes “para o ps pagar o que deve?” 🙂

    Gostar

  5. Artista português permalink
    7 Outubro, 2016 10:43

    Será que o perdão beneficia o 44 y sus muchachos?

    Gostar

    • LTR permalink
      7 Outubro, 2016 10:50

      É ver a lei que fizeram para o processo casa pia a transformar o crime continuado.

      Liked by 1 person

      • Manuel permalink
        7 Outubro, 2016 11:03

        A razão fundamental para esta medida são as empresas, como bem explica o Gabriel. As empresas estão presas por arames, como está o Estado e as famílias, acreditem ou não, estamos em pré-ruptura e a nossa situação é pior que em 2011; maior carga fiscal e maior volume de dívida.

        Gostar

      • licas permalink
        7 Outubro, 2016 12:22

        Crime continuado, os “resgates”? Não será?

        Gostar

      • 7 Outubro, 2016 14:14

        Sei lá, Licas. Sem os resgates 1) ninguém receberia pensão alguma e 2) não teríamos mais comunistas ou socialistas.

        Gostar

  6. licas permalink
    7 Outubro, 2016 11:09

    Amigo da Silva

    Diz claro e diz bem
    A gestão escandalosa
    Nunca castigo tem
    Temos Galp a manhosa:
    Vai Ministro pelo ar
    Ver a Taça sem pagar.

    Até deu para Marcelo,
    Bruxelas paga a continha,
    Viver assim é qu´é belo,
    Nova “tranche” s´ avizinha:
    Sobe a dívida então,
    Paga o Zé a inflação.

    Assim o Pais s´afunda
    Nesta governança imunda.

    licas fecit

    Gostar

  7. lucklucky permalink
    7 Outubro, 2016 13:07

    Eu pensava que a Esquerda queria acabar com as empresas mixirucas que nem conseguem pagar impostos a tempo.

    Gostar

    • 7 Outubro, 2016 14:19

      A escarralhada moderna quer as empresas que vitupera, os empresários que insulta e os financeiros que enxovalha para pagar aos desfuncionais que exalta, aos emperresários, emperreiteiros e forrenecedorras que elogia e aos pulhíticos que merecem destes as maiores laudas.

      Detesta-os, mas precisa deles. Por isso, a posição da escarralha é a de paninho na mão e vénia profunda.

      Consigo concordo que a sinistra escarralhada vai, em graus variados, desde as Calhoas e os Vermilhóides até ao CDS.

      Gostar

      • Manuel permalink
        7 Outubro, 2016 14:32

        É melhor isto que um “corralito”, é nesse ponto que podemos ficar se a derrapagem não for travada.

        Gostar

  8. honi soit qui mal y pense permalink
    7 Outubro, 2016 16:27

    http://www.breitbart.com/london/2016/10/07/french-govt-rushing-citizenship/

    the trend of the political economics losers of the westworld

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: