Skip to content

Carta de Uma Cidadã Revoltada

24 Janeiro, 2017

Caro Rui Vilar,

Depois de tomar conhecimento que recorreu da decisão do Tribunal para a obrigação de entrega dos documentos da CGD, solicitados pela Comissão de Inquérito Parlamentar, permita-me estas palavras:

Caso não lhe tenham dito ainda, o Sr. não é “o Dono Disto Tudo”. Nem este país é a Venezuela. Aqui vivemos em democracia. O cargo que vai ocupar é de um Banco PÚBLICO, ou seja, suportado por todos os contribuintes deste país. O mesmo que dizer, NÓS. E se somos nós que o pagamos, somos “accionistas maioritários”. Temos por isso, uma palavra a dizer.

Não pode jamais exercer esse cargo, sem transparência porque nos deve explicações detalhadas sobre o destino dos 5 mil milhões em impostos, saídos do orçamento doméstico de cada português, e que vão ser enterrados para cobrir imparidades. Tem OBRIGAÇÃO de apresentar os responsáveis por essas imparidades e agir em conformidade com a lei para esses casos. Ou seja, pôr essa gente toda a pagar o que deve ou constituí-los arguidos.

O dossier CGD, bem sabe, é criminoso e nenhum dirigente se pode opor ao apuramento da verdade. Negar documentos à CIP é grave e tem de ser levado até às ultimas consequências. Caso não o faça, estará a violar um direito dos cidadãos à informação e denunciará “tiques autoritários” que em nada abonam o partido que representa.

Espero sinceramente que reconsidere, em nome da nossa DEMOCRACIA, da decisão tomada.

Cumprimentos.

Uma cidadã revoltada.

Advertisements
48 comentários leave one →
  1. 24 Janeiro, 2017 19:17

    Sai mais um sapo para a mesa do BE, outrora tão indignado com os desmandos da banca e agora e percebe bem onde andam…Isto já se transformou numa Venezuela e nem demos por isso…

    Liked by 2 people

  2. 24 Janeiro, 2017 19:31

    Os socialistas olham para o Estado como se fosse propriedade deles, por isso se julgam acima dessas “trivialidades” de prestar contas aos contribuintes que são verdadeiros donos do Estado (ou accionistas, se preferirem).

    Este Emílio Rui Vilar tem essa mentalidade. É normal, foi tudo que ele conheceu na vida. Basta ver a carreira profissional(?) dele após 25 de Abril de 1974 para se entender a mentalidade do dito.

    Um post da Cristina muito apropriado e que subscrevo.

    Liked by 3 people

  3. maria permalink
    24 Janeiro, 2017 19:45

    Como diz o Shiri BIri este sujeito esteve desde o 25 Abril no Bem-Bom participando nas comissões de vencimentos por onde passou aumentando salários escandalosos. Inclusivé na CGD. Numa entrevista dada há anos ao ser-lhe perguntado se ouvia opiniões do seu jardineiro, respondeu; não,quem manda sou eu!
    Foi sempre o peão de brega do PS como agora.

    Liked by 2 people

  4. Filipe Costa permalink
    24 Janeiro, 2017 20:05

    Ele é livre de apresentar a documentação e nós somos livres para discordar. Mas a que propósito isto funciona tão mal?

    Se para aceitar o cargo, tem que cumprir com a lei, qual a duvida?

    Liked by 1 person

  5. Manuel permalink
    24 Janeiro, 2017 20:10

    Que escondem eles?

    Liked by 3 people

  6. Fernando Nogueira permalink
    24 Janeiro, 2017 20:25

    Um Escritor muito conhecido escreve preto no branco : “Evite-se a todo o custo que quantias líquidas ou cheques descontáveis passem, mesmo por um instante , pelas mãos dos políticos portugueses , pois logo eles as farão desaparecer a caminho das contas numeradas e dos fundos secretos”

    Liked by 1 person

  7. ABC permalink
    24 Janeiro, 2017 21:03

    Esta novela da CGD parece um daqueles acidentes onde está tudo a arder e a desmoronar, com uma Autoridade em frente da cena a mandar seguir o pessoal, porque não há nada para ver, está tudo normal.

    Liked by 2 people

  8. Filipe Costa permalink
    24 Janeiro, 2017 21:21

    Vocês nem sabem onde a CGD perdeu milhões, no roullement de cheques, os outros Bancos cortaram e a CGD ficou a arder.

    Gostar

  9. José Domingos permalink
    24 Janeiro, 2017 21:25

    Onde é que assino. PQP

    Gostar

  10. 24 Janeiro, 2017 21:46

    Cristina,

    voce bem tenta tocar, agitar o RVilar, mas a sua permanente postura como eminencia parda do regime (de qualquer regime, especialmente se P’S’) e sempre como um kuala: pouco mexe, olhar lento, come especialidades, camuflado cinzentao.
    Colaram-lhe o carimbo ‘competentissimo’ e ei-lo quase sempre quando sai dum cargo a afirmar que se reforma mas afinal ao dispor de qualquer tratador de coisa especial. Precavido e almofadado, estah acima da plebe, essa gente ‘assim’.

    Num regime serio, eficaz, respeitador dos cidadaos, o caso CGD (e outros na banca tuga) incriminaria e puniria gentalha que por la tem administrado e outra gentalha usufruidora do que se sabe.
    Portugal, cada vez mais a deriva mas segundo garante o Marcelo Craveiro Thomaz, ’em paz’.

    Liked by 3 people

    • Marinheiro permalink
      25 Janeiro, 2017 08:38

      Marcelo Craveiro Thomas?
      Sobre estes nada consta nos arquivos do DIAP ou em qualquer investigação criminal
      Não será mais o afilhado Marcelinho Martelo Marmelo?

      Gostar

  11. Rocco permalink
    24 Janeiro, 2017 21:51

    Estes velhos, como este, o Penada, o Bagão e a Nelita deviam ser internados num lar obscuro na Sibéria e desampararem a loja…

    Liked by 1 person

  12. Euro2cent permalink
    24 Janeiro, 2017 21:53

    Por acaso acho a indignação mal dirigida.

    Quem se devia responsabilizar, e demitir, são os ministros que ofereceram condições de emprego ilegais.

    Quem as aceitou, e uma vez retiradas, também se retira, ainda será o menos responsável pela barraca.

    (Julgo que nenhum de nós ficaria contente de assinar um contrato e depois descobrir que o outro contratante não tinha meios de cumprir. E, se tenho pouca simpatia por passadores de dinheiro, tenho alguma pelo honrar de compromissos.)

    Gostar

    • Euro2cent permalink
      24 Janeiro, 2017 22:03

      > Negar documentos à CIP

      Ooops, barraca diferente. “Sorry, carry on”. Precisa de lume para o archote?

      Gostar

  13. 24 Janeiro, 2017 22:04

    Confesso que, para uma cidadã indignada, acho a carta muito “levezinha”… Diria mesmo: é uma indignação bastante pindérica…

    Gostar

  14. Arlindo da Costa permalink
    24 Janeiro, 2017 23:24

    Há aqui um clima de agitação como quem quer festejar o centenário do assalto ao Palácio de Inverno de São Petersburgo…

    Gostar

  15. javitudo permalink
    24 Janeiro, 2017 23:54

    Ainda não chegámos ao Palácio, mas lá chegaremos.

    Gostar

  16. PiErre permalink
    25 Janeiro, 2017 08:16

    “Aqui vivemos em democracia.”

    AhAhAhAhAhAhAh!

    Gostar

  17. Rão Arques permalink
    25 Janeiro, 2017 08:26

    Tão criminoso é o ladrão como quem é conivente e encobridor. Rua com Vilar

    Gostar

  18. javitudo permalink
    25 Janeiro, 2017 11:20

    Debaixo do arzinho compungido, o sr. vilar é um daqueles espécimens que pululam nos lugares mal frequentados da república de bananas. É fácil saber donde lhe vem a influência.
    Vêm de lá quase todos e os que não vêm amocham.
    Os que não amocham arriscam campanhas assasssinas desabridas.
    Faltava o banhista para dar à farsa afectos inesperados.
    Afinal para que servem os merdia?
    Os pasquins não se vendem, as falsas entrevistas na tv, os comunicados vazios, os discursos mal cheirosos merecem zap, mas a calúnia vem sempre a a abrir e as verdadeiras notícias são empurradas para os rodapés quando escapam.
    Com raras excepções, registe-se.

    Liked by 1 person

  19. JgMenos permalink
    25 Janeiro, 2017 11:24

    As informações pedidas são sobre INCUMPRIDORES!

    Em que é que a concorrência é afectada? Esperam que ferrem o calo a outros?
    Qual o segredo a guardar de quem devia ser proclamado falido, ou burlão ou corruptor?

    É a matilha PS a tapar as suas malfeitorias!

    Liked by 1 person

  20. PiErre permalink
    25 Janeiro, 2017 12:15

    “Muitos odeiam a tirania apenas para que possam estabelecer a sua.” Platão

    Foi isso que fizeram os cidadãos pobres de Atenas quando implantaram a democracia na política.
    Até aí, a democracia era uma prática comum em actividades simples: agricultura, caça, pesca, partilha de águas, etc., em que os indivíduos tinham os mesmos conhecimentos e os mesmos interesses sobre o assunto que os unia.
    A partir daí foi a bagunça total, a ver quem era mais tirano do que os outros.
    Até o Hitler se aproveitou, ele que passava fome pelas ruas de Viena. Cumpriu os preceitos da democracia, respeitou o Presidente Hindenburgo e obteve o acesso ao poder. A partir daí foi o que se viu…
    No entanto, as elites politiqueiras e académicas de todo o planeta continuam a dizer que a democracia é o melhor regime que existe. Coitados , como não podem, ou não querem cansar a imaginação, não saem deste mantra. É o que lhes convém.

    Liked by 1 person

    • 25 Janeiro, 2017 12:35

      O problema é que, de facto, com ou sem imaginação, ainda não se inventou melhor.
      Há uma falácia quando se consideram males da dita possibilidade de puxar cá para baixo, com os males dos que não podem ser puxados cá para baixo a não ser por golpe de Estado.

      Gostar

    • 25 Janeiro, 2017 12:37

      V. só tinha de explicar a vantagem política de não haver eleições, ou apenas eleições para uma espécie de partido único como é na Hungria ou foi no Estado Novo.

      Eu apenas encontro como consequência histórica o fruto proibido passar a ser o mais apetecido.

      Gostar

      • PiErre permalink
        25 Janeiro, 2017 15:51

        O que são eleições? É meter um papelinho na ranhura dum caixote a favor de alguém que não se conhece e nos é impingido por meios embusteiros. Isso é que é democracia? Que indignidade!
        De resto, todos os países da cortina de ferro ostentavam a palavra “democrática” na sua designação oficial, como por exemplo a República Democrática Alemã, que fabricava os “famosos” Trabant, Invocar a democracia só interessa aos esquerdistas e quejandos.

        Liked by 1 person

      • 25 Janeiro, 2017 16:21

        Já lhe disse que concordo mas v. repete a falácia.
        A sua falácia é esta.

        A é mau por ser demasiado parecido com B;
        Logo B é melhor que A

        Substitua A por “democracia” e B por “ditadura”

        Liked by 1 person

      • PiErre permalink
        25 Janeiro, 2017 20:33

        Muitas vezes A é igual B. Demasiadas vezes.
        Zazie, veja o que disse Platão sobre a democracia. Aliás, na Grécia, onde foi inventada há 2500 anos, transformou-se rapidamente em tirania. Durou apenas cento e poucos anos, depois finou-se, até hoje.
        O que temos é tirania, disfarçada de democracia, porque soa melhor.

        Liked by 1 person

    • 25 Janeiro, 2017 12:38

      Mas concordo, e escrevi por aí, que reduzir tudo a uma única palavra- seja “democracia” seja “ditadura” é uma grande estupidez e teoricamente um gigantesco erro.

      Gostar

      • Tiradentes permalink
        25 Janeiro, 2017 17:59

        e quem repete sistematicamente essa falácia quer, no fundo, justificar a sua última pretensão de instalar a opção B….apenas isso.
        ahhhh também há os idiotas úteis que fazem o papel de grandes intelectuais mas até esses sabem que é assim mas como crentes na sua intelectualidade , acham que sim…

        Gostar

      • PiErre permalink
        25 Janeiro, 2017 20:38

        És um grande intelectual, está visto, ó dentista.

        Gostar

    • licas permalink
      25 Janeiro, 2017 20:35

      Para “alívio” de uns tantos hipercríticos” a existencia do Vietname
      do Norte deve ser verdadeiro refrig+erio. . .

      Gostar

    • licas permalink
      25 Janeiro, 2017 20:44

      PErre (20:33)

      Como foi, Como foi?

      Gostar

      • licas permalink
        25 Janeiro, 2017 20:51

        “Os macedônios, povo que habitava o norte da Grécia, conseguiram progredir e fortalecer-se econômico e militarmente. Aproveitando-se da fraqueza e da desunião dos gregos, Filipe II, o rei da Macedônia, preparou um poderoso exército e conquistou o território grego.”

        Com a devida vénia

        (este Filipe teve um filho chamado Alexandre, estão lembrados?)

        Gostar

  21. Vitor permalink
    25 Janeiro, 2017 12:47

    Rui Vilar é o exemplo do oligarca socialista, desde sempre a chupar da mama do Estado. Olha para o Povo de cima para baixo, acha-se com o direito natural de roubar e de proteger os ladrões. Foi gente deste calibre que estoirou com o nosso país. Estes, sim, são deploráveis.

    Liked by 1 person

  22. 25 Janeiro, 2017 12:55

    subscrevo.

    Liked by 1 person

  23. Cipião Numantino da Boina, anti comunofóbico. permalink
    25 Janeiro, 2017 13:30

    Uma cidadã revoltada, é meio caminho para uma revolução.
    Pelos escritos da dama, os manifestos não vão tardar.
    Vá em frente, pelos vistos tem aqui as suas tropas.

    Gostar

    • 25 Janeiro, 2017 16:56

      ZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZ

      Gostar

      • Cipião Numantino da Boina, anti comunofóbico. permalink
        25 Janeiro, 2017 18:18

        Mal ouviu falar em revolução este seu bravo soldado, adormeceu.

        Gostar

  24. carlos alberto ilharco permalink
    25 Janeiro, 2017 21:22

    Acho muito bem que a Comissão de Inquérito Parlamentar, onde estão reputados economistas e muitos empresários com obra feita em Portugal, queira saber quem deve dinheiro à CGD, para depois estudar a maneira de reaver esses valores.
    Felizmente o meu nome não está lá.
    Claro que dez minutos depois de a lista ser entregue a estes ilustres representantes do povo, está toda quentinha em cima da secretária do senhor Director do Correio da Manhã que no dia seguinte fará uma tiragem extra com os nomes, as fotos e os valores.
    Iria ser um regabofe.

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: