Skip to content

o brasil que aí vem

30 Janeiro, 2017
by

lg-b90ce311-3a4b-4deb-9ce5-25466a84f283Hoje foi preso Eike Batista. Lembro-me de o ver idolatrado por quase todo o Brasil, quando era um dos homens mais poderosos do seu país e do mundo. Eike já era rico antes de ser multimilionário, como ficou, pelo menos na aparência, durante os anos de Lula da Silva. Embora a sua história de ascensão e queda não esteja ainda bem explicada, parece provado que Eike beneficiou de vantagens políticas que as suas relações muito próximas do poder permitiram alcançar e que caiu quando esses poderosos o deixaram de ser. A sua entrada no mundo do pré-sal, que ditou a sua glória e ruína, terá sido conseguida com cumplicidades políticas e em troca de favores milionários. Mas muito há ainda para explicar. Caído em desgraça, há que dizer que Eike se portou com uma inusual dignidade em momentos que são certamente de extrema dureza para si e para os seus, o que é de louvar e admirar. Eike Batista não é, certamente, um criminoso de delito comum.

Há, por estes dias e pelo Brasil, quem esteja muito feliz com a «limpeza» que a «Lava-Jato» está a operar no país, operação que está a decapitar verdadeiramente a elite política e financeira que o dirigiu nos últimos anos. Afiança-se que o Brasil que sairá disto será muito melhor do que aquele que estava. Eu não estou muito certo que venha a ser assim.

O problema da «Lava-Jato» não é nem da operação, muito menos de mandar criminosos e corruptos para a cadeia. É que parece que quase ninguém escapará ao seu crivo rigoroso, o que diz mais do próprio país do que de quem vai preso. É que algo de profundamente errado aconteceu no Brasil dos últimos trinta anos para que aqueles que hoje o governam sejam praticamente todos corruptos. Se é verdade que os anos do lulismo elevaram à normalidade o velho coronelismo brasileiro, aquela sensação de que o país é património pessoal de quem o governa, também não duvido que o lulismo é um filho, e um filho bastardo, desse sistema, que não inaugurou e que duvido venha a terminar com a sua derrocada. Um sistema destes, ainda que muito agravado recentemente, tem certamente razões na História que não se apagam, nem mudam com facilidade, nem à força das grades das prisões. Se é que alguma vez mudará.

E sobre o dia seguinte há uma preocupação evidente: quem é que substituirá as centenas, ou milhares, de líderes e dirigentes políticos afectados pela «Lava-Jato»? Sendo certo que as elites dirigentes não se criam por geração espontânea e que não há um escol de virtuosos a aguardar que o poder os chame e lhes seja confiado, a nova classe dirigente federal e estadual terá de vir, forçosamente, de quem anda na política local. O que faz antever o pior.

Advertisements
17 comentários leave one →
  1. A. R permalink
    30 Janeiro, 2017 20:50

    Vão começar a cair aviões com os investigadores do Lava Jacto. É típico da esquerda brasileira “limpar” os inconvenientes

    Liked by 3 people

  2. LTR permalink
    30 Janeiro, 2017 21:17

    “algo de profundamente errado aconteceu no Brasil dos últimos trinta anos para que aqueles que hoje o governam sejam praticamente todos corruptos”

    Passou-se do piar fininho da ditadura para o encher gordinho da democracia. Nas casas onde antes havia portões, hoje há grades de quase 3 metros de altura de pontas bem afiadas, continuados por coberturas de zinco ou chapa grossa.

    Gostar

  3. Carlos Conde permalink
    30 Janeiro, 2017 21:46

    Simulando ingenuidade infantil?

    Quando está tudo uma merda é melhor deixar estar e em nada mexer?

    Aplica-se aqui em Portugal?

    Consequência destes regimes democráticos de merda que existem espalhados pelo mundo e que os acéfalos adoram?

    Liked by 2 people

  4. 30 Janeiro, 2017 21:48

    ninguém . o Brasil pode bem começar a experimentar o anarquismo. afinal os países sem governo não vão ao fundo , como está aqui a espanha para provar. aliás , têm ido ao fundo sempre com governos. quem precisa de políticos e governantes ralé ,, que é o que são todos ? eu não.

    Liked by 1 person

  5. 30 Janeiro, 2017 22:08

    É claro que a Lava jato não acabará com a corrupção (políticos e empresários corruptos não vieram de Marte, são cria da sociedade, que é corrupta em si) mas certamente vai impor uma importante e bem-vinda redução.

    Gostar

  6. licas permalink
    30 Janeiro, 2017 22:44

    Pergunta rui a. quem substituirá os políticos corruptos?
    Quem sera?
    Gente honesta ou medrosa de cair nas malhas da Justiça se prevaricar.
    LOGO VIVA o LAVA-JACTO!

    Gostar

    • rui a. permalink*
      30 Janeiro, 2017 22:53

      Já foi ao Brasil? Pelo comentário, não deve nunca lá ter ido.

      Gostar

      • ax solo permalink
        30 Janeiro, 2017 23:27

        Eu nunca lá fui mas, até ver, também nunca fiz tenções de ir. E, se permanecer como tem sido, assim continuarei.

        Gostar

    • Rui permalink
      31 Janeiro, 2017 02:29

      Assino por baixo. Por muito corruptos que sejam os políticos locais já sabem que isso terá consequências. Gostava de ver em Portugal aplicada a legislação que permitiu esta limpeza geral no Brasil: a “delação premiada” ou seja a possibilidade de reduzir a pena aos denunciantes. Esta é a única forma realista de se acabar com a criminalidade de colarinho branco.

      Liked by 2 people

  7. Juromenha permalink
    31 Janeiro, 2017 00:13

    A Luma, a Luma…

    Gostar

  8. Buiça permalink
    31 Janeiro, 2017 00:23

    Espero que não esteja a defender que se abdique da Justiça por não haver o hábito de que funcione…
    São 200 milhões de pessoas, presumir que são todas corruptas é um disparate muito maior que o Brasil.
    Depois a luta contra a corrupção nunca termina. Naturalmente havendo tanta também a justiça por pior que funcione está a anos-luz da nossa. Nomeadamente na delação premiada ou na clareza das regras de “ficha limpa” que proíbem candidatos condenados, só para dar 2 exemplos.
    É uma luta sem fim mas que fique claro que os bandidos continuam em vantagem.
    Ao nivel dos figurões falta evidentemente encarcerar Temer e o DDT Calheiros. Depois ainda faltará fazer justiça em cada estado ou cidade em que continuem a mandar supostos donos.
    Mas no resto do mundo para se evoluír de sistemas feudais com desigualdades extremas, o dilema foi o mesmo. Só se tiverem a sorte de vir a ter um líder forte e justo que dê o exemplo, senão só sobram revoluções que redistribuam à força o que poucos concentram e é de todos.

    Gostar

    • rui a. permalink*
      31 Janeiro, 2017 00:27

      «um líder forte e justo que dê o exemplo». O Collor de Melo, o «caçador de Marajás»?

      Gostar

  9. Chopin permalink
    31 Janeiro, 2017 01:48

    Caro Rui, a Justiça não pode fechar os olhos aos crimes para preservar a estabilidade política. Se pode, que o digam os políticos e magistrados para todos sabermos.
    O facto de estar instalada uma cultura de corrupção não pode impedir a vontade de a mudar.
    O que me parece é que contemporizar com os crimes contra o Estado e a Fazenda Pública é eternizar o problema e não é a solução.

    Liked by 1 person

  10. JP Ribeiro permalink
    31 Janeiro, 2017 13:59

    “algo de profundamente errado aconteceu no Brasil dos últimos trinta anos para que aqueles que hoje o governam sejam praticamente todos corruptos”

    Então prepare-se porque vai acontecer o mesmo em Portugal. Mas só daqui a uns anos, porque, como em tudo, também aí estamos atrasados.
    Não vale a pena meter a cabeça na areia.

    Gostar

  11. Arlindo da Costa permalink
    31 Janeiro, 2017 17:39

    O Brasil está mergulhado nas trevas.

    O último golpe de estado foi o epílogo.

    Governado há décadas por elites corruptas, esclavagistas, perdulárias e incompetentes.

    Gostar

  12. Castrol permalink
    31 Janeiro, 2017 18:09

    Infelizmente Lula da Silva deixou uma série de discípulos no Brasil e em Portugal, que o digo José Sócrates…

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: