Skip to content

Por um serviço ambulatório de morte assistida

15 Fevereiro, 2017

Mais um dia de polémica na CGD mais uma proposta fracturante do BE: O Bloco de Esquerda defende que a morte assistida possa ser praticada num qualquer estabelecimento de saúde ou em casa. Pedido do doente teria de ser avaliado por dois médicos, no mínimo.  (E já agora pela porteira e pelo administrador do condomínio!)

Como amanhã os sms do Centeno ainda devem andar por aí proponho ao BE uma causa ainda mais fracturante: a criação de um serviço ambulatório de morte assistida. Sim, porque não há-de uma pessoa ser livre de morrer onde quiser? Em frente ao mar, por exemplo. Ou no cimo da serra da Estrela. Ou naquele café da Estrada Nacional 1… Não fiquem pela morte assistida em casa. Nós temos o direito a decidir sobre o local da nossa morte. Portugal deve estar na linha dos países mais avançados das causas civilizacionais e não vejo causa alguma mais avançada que as carrinhas de morte assistida

 

Anúncios
22 comentários leave one →
  1. sam permalink
    15 Fevereiro, 2017 23:44

    Que pena o Marcelo ter-se recusado a eutanasiar politicamente o Centeno.
    Quanto mais aquela alma penada vai ter de sofrer?…

    Gostar

  2. Rocco permalink
    15 Fevereiro, 2017 23:59

    O palerma sem tino vai cair de podre…

    Gostar

  3. 16 Fevereiro, 2017 00:28

    E tem de repetir 5 vezes que quer mesmo que o matem. Deve ter ritual cabalístico.

    Gostar

  4. javitudo permalink
    16 Fevereiro, 2017 00:33

    Morrer de rir é ver a cara do Centeno.

    Gostar

  5. 16 Fevereiro, 2017 01:16

    “Pedido do doente teria de ser avaliado por dois médicos, no mínimo.”
    Mas para mudar de sexo aos 16 anos, o BE acha que não é preciso atestado médico!
    E se os médicos não concordarem com o pedido do “doente”, não se faz a eutanásia?

    Gostar

    • PiErre permalink
      16 Fevereiro, 2017 07:45

      Tem de haver um tribunal de recurso e um supremo tribunal, etc.

      Gostar

      • 16 Fevereiro, 2017 10:55

        Pior do que haver quem quer que o matem, é este nojo passar a ser feito por quem tem como juramento de profissão, salvar em vez de matar.

        E tudo em nome da “dignidade da morte”. Se alguém quiser ter vida menos digna e morte normal, indigna, passa a ser olhado de lado como um reaccionário que só dá trabalho e despesa.

        Gostar

      • 16 Fevereiro, 2017 10:56

        Se isto não é nazismo, então nem sei o que é. Se fosse o Trump berravam que era nazismo. Como é merda levada ao parlamento por merdosos de esquerda e defendida por um padreca BE, já é coisa boa e humanista

        Gostar

      • carlos alberto ilharco permalink
        17 Fevereiro, 2017 01:02

        Se for assim com recursos e mais recursos o quase morto acaba por morrer de morte natural, ninguém chega aos 150 anos.

        Liked by 1 person

    • 16 Fevereiro, 2017 10:53

      Diz que basta um dos médicos que gosta da eutanásia não gostar dessa, em particular, apra o tipo que está fino, fala e escreve, ter de repetir com mais 5 em vez de resolver a questão por si

      Gostar

  6. javitudo permalink
    16 Fevereiro, 2017 10:54

    Fevereiro de 2017 no sítio.
    Diálogo com muita pureza, eivado de afetos.

    “Ó avô, dói-te muito”?
    “Sim, netinho, mesmo com os comprimidos não vai…”
    “Mas dói mesmo muito, avôzinho ?”. “Sim já esteve melhor…”
    “Deixa estar, há um processo de acabar com isso com muita dignidade. Eu vou falar com uns doutores amigos lá do partido e eles sabem da receita. Concordas?”.
    “Entrego-me nas tuas mãos, netinho!”

    Março de 2017, num supermercado do sítio.
    “Então o avôzinho como vai?”
    “Finou-se, sabe, ele não aguentava aquilo.”
    “Então e agora o T2 já dá para todos”?
    “Ah sim, agora o Fiel já não tem que dormir na varanda!”
    “Coitadinho do bichinho!”

    Gostar

  7. Alain Bick permalink
    16 Fevereiro, 2017 11:00

    o futuro do estado ‘sucial’ passa pela utilização dos comandos para fuzilarem quem consiga atingir os 60 anos de vida’

    Gostar

  8. 16 Fevereiro, 2017 11:10

    Caso Centeno, encerrado pelo Marcelo Craveiro Thomaz. Pode continuar em funções.
    Também no futuro, que se lixem as mentiras dum ministro ou secretário de estado ou do AC-DC. Ou do próprio Marcelo.
    Um país à deriva como é hábito quando o P”S” está no governo, agora almofadado por um PR cada vez mais irresponsável e politicamente esquizofrénico.

    Gostar

  9. Alain Bick permalink
    16 Fevereiro, 2017 11:13

    El País inclue Lisboa nas cidades mais poluidas

    O dióxido de azoto ou dióxido de nitrogénio é um composto químico constituído por dois átomos de oxigénio e um de azoto; a sua fórmula química é NO2.

    Gás de cor acastanhada ou castanho-avermelhada, de cheiro forte e irritante, muito tóxico, é um poderoso oxidante que, nas reacções na atmosfera pode dar origem a ácido nítrico, bem como a nitratos orgânicos que contribuem para fenómenos com elevado impacto ambiental, como as chuvas ácidas e a eutrofização de lagos e rios. Desempenha um papel fundamental no ciclo químico do ozono.

    O NO2 é um gás irritante para os pulmões e diminui a resistência às infecções respiratórias. Os efeitos às exposições de curto prazo ainda não são bem conhecidos, mas a exposição continuada ou frequente a níveis relativamente elevados pode provocar tendência para problemas respiratórios em crianças e grupos de risco como os asmáticos.

    Ele pode ser formado nas reações de combustão dos motores a explosão, na queima de querosene, a partir da reação de ácido nítrico(em excesso) com alguns metais (como a prata), ou a partir da reação de óxido nítrico (NO) com oxigénio (O2).

    O dióxido de azoto existe em equilíbrio com o tetróxido de nitrogênio N2O4.

    Gostar

  10. javitudo permalink
    16 Fevereiro, 2017 11:43

    A poluição maior é nos esgotos de Alcântara.
    Falta a Pureza na água. Verdade, a Pureza não pode estar em todo o lado.

    Gostar

  11. 16 Fevereiro, 2017 11:56

    A avaliar por o que se ouve, este caso da CGDepósitos “já chateia” gentinha e gentalha, populaça-NADA incluída. Ou seja, o apuramento da verdade não lhes interessa.
    Se o governo fosse do PSD, o que diriam o P”S”, PC e BE ?

    E, qual seria o comentário do Marcelo na TV ?

    Gostar

  12. Rui permalink
    16 Fevereiro, 2017 12:19

    Falar sobre estes assuntos de uma forma histérica não ajuda em nada.
    Atualmente a maioria das pessoas em Portugal morre num hospital mas a evidência “científica” sobre cuidados paliativos considera que o sítio mais digno para a morte é a residência e não o hospital.
    esta até é daquelas propostas do BE que, pelo menos a meu ver faz sentido e que vale a pena discutir de forma séria. Só quem não acompanhou a morte de familiares próximos acamados é que não percebe a importância de falar sobre isto de uma forma séria.

    Atualmente o que se passa é que é tudo feito à portuguesa ou seja, em cima do joelho e caso a caso e as pessoas podem ser submetidas a sofrimento horrível simplesmente porque ninguém está para assumir a responsabilidade de “desligar” a máquina. (pelo lado económico isto também tem custos para os contribuintes mas nem quero ir por aí.)

    Gostar

  13. Arlindo da Costa permalink
    16 Fevereiro, 2017 16:28

    Ok. Não devemos mudar o local da «eutanásia»…

    Devemos seguir a tradição bem portuguesa : debaixo dum chaparro ou numa loja do rés do chão com um cabo sisal à volta do pescoço…

    Gostar

  14. JP Ribeiro permalink
    16 Fevereiro, 2017 18:11

    Sugiro que se aproveitem as carrinhas das Bibliotecas Municipais.
    Não será nada de novo. A morte ambulatória foi promovida com algum requinte pelos antecessores do Bloco, os chamados socialistas-nacionalistas.

    Gostar

  15. carlos alberto ilharco permalink
    17 Fevereiro, 2017 01:06

    Tanto barulho, já foi inventado, testado e com êxito,
    No filme Soylent Green ao som da 6ª e com um bife de alcatra.
    Era ver a cara de feliz do velhote.

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: