Skip to content

Meter na misturadora, 1, 2, 3… fábula instantânea

19 Fevereiro, 2017

Era uma vez uma mãe porca de três leitões sem recursos para os alimentar. Enviou-os para o mundo para que fizessem pela vida.

O primeiro, o das finanças, viu um homem com palha e pediu-lhe: “dá-me a tua palha para construir uma casa”. O homem deu e o pequeno leitão montou a sua tenda baseada em fomentar o consumo ou lá o que era que acabou por não fazer por motivos que agora não interessam. O lobo, criatura da “direita”, soprou e disse: “sai, leitãozinho, és o primeiro para o meu espeto”. Soprou, sem grande esforço, e imediatamente desfez o plano Centeno, nome da tenda do pequeno reco.

O segundo animal, ao ver um homem que transportava lenha, parou e pediu: “dá-me os teus galhos para que construa um abrigo”. O homem, grande impulsionador da expressão lenha para te queimares, entregou os pauzinhos ao porco. Este construiu uma geringonça de casa, que aquilo não tinha tecto, não tinha nada. O lobo, criatura da “direita”, soprou e disse: “sai, porquito, vou-te assar usando o ridículo abrigo como lenha”. Soprou, soprou, soprou e rapidamente desfez a geringonça.

O terceiro bicho, ao ver um trolha distraído com uma deliciosa vichyssoise, pegou em tijolos e cimento e construiu uma linda estação de televisão em Queluz de Baixo. O lobo, criatura da “direita”, soprou, soprou, soprou, mas nada. Gritava: “sai, porco, sai que te vou comer”, mas o suíno nada. Vai daí, o lobo, criatura da “direita”, mete o Figueiredo, amigo de longa data do primeiro mano a ser comido (e de outro que está-se cagando para segredos) a mandar na informação do canal. Isto permitiu ao porquito sair da casa onde a estação de televisão funciona para se instalar na fortaleza da capital.

Como se escrevia na outra história, todos os animais são iguais, uns mais que os outros. Qualquer interpretação diferente da aqui apresentada deve ser considerada como erro de interpretação mútuo.

Advertisements
14 comentários leave one →
  1. Rocco permalink
    19 Fevereiro, 2017 12:55

    A história está bem esgalhada, mas não a percebi… Provavelmente porque estou fora deste compadrio da súcia-lista e não os conheço…

    Gostar

  2. 19 Fevereiro, 2017 13:28

    “Tricas encerradas”. E siga o baile !, com a orquestra MCT/AC-DC.

    Gostar

  3. 19 Fevereiro, 2017 13:29

    Republicou isto em O LADO ESCURO DA LUA.

    Gostar

  4. Mauritano permalink
    19 Fevereiro, 2017 15:10

    Brilhante, mas faltou meter e Poucochinho Vermelho e o caçador Marcelo que os salvou a todos, ao pucochinho e aos 3 recos, do Lobo da direita.

    Gostar

  5. Mauritano permalink
    19 Fevereiro, 2017 15:11

    Brilhante, mas faltou meter e Poucochinho Vermelho e o caçador Marcelo que os salvou a todos, ao poucochinho e aos 3 recos, do Lobo da direita.

    Gostar

  6. Juromenha permalink
    19 Fevereiro, 2017 15:20

    “O Triunfo dos Porcos”, é do que se trata…

    Gostar

  7. 19 Fevereiro, 2017 16:02

    ehehehe saborosa 🙂

    Gostar

  8. Rão Arques permalink
    19 Fevereiro, 2017 16:12

    Já vi comentadeiros do regime dizer que Costa já deve estar a fazer contas para despedir Centeno, ou melhor ainda (esta é do cabeça de pila), só faltava que o nosso 1º deixasse por causa disto cair um ministro que tanta falta lhe faz. Alguém acredita que se o das finanças for á vida não leva, e á sua frente o habilidoso que foi arquiteto e mandante da patranha? Atingido o limite da pantomina só falta apurar se isto rebenta de vez ou dá 7 e 1/2.

    Gostar

  9. José Ribeiro permalink
    19 Fevereiro, 2017 16:38

    Que post delicioso! Ainda por cima fiz um lombo de porco assado no forno à maneira.
    E o gajo que caga na justiça acha um absurdo uma nova CPI para a Caixa.
    Isto está lindo! Dasse!

    Gostar

  10. 19 Fevereiro, 2017 16:53

    Se os gajos da geringonça mais o MCThomaz não estivessem atolados na porcaria que fizeram, num átomo de inteligência e de estratégia deixavam fluir, colaboravam com as comissões de inquérito até apurar a Verdade, demonstrando aos tugas que o PSD e o PP não tinham razão alguma. Venciam em toda a linha.
    Mas como se sabe, estão-se cagando para a justiça, para a Verdade, para a Democracia — e o lélé da cuca MCT aplaude…

    Liked by 1 person

    • José Ribeiro permalink
      19 Fevereiro, 2017 17:17

      Ora nem mais!
      Mas estamos a incorrer em “erro de percepção mútuo” (raios que essa frase nunca sairá da minha cabeça!) ao acreditar nessa utopia.

      Gostar

  11. José Domingos permalink
    19 Fevereiro, 2017 19:58

    Fico sempre emocionado, com histórias para crianças.

    Gostar

  12. carlos alberto ilharco permalink
    19 Fevereiro, 2017 23:45

    Quem está em Queluz de Baixo é a TVI.
    Era mesmo esta que se pretendia incluir no post?

    Gostar

  13. Arlindo da Costa permalink
    20 Fevereiro, 2017 01:27

    Gosto mais de ler as fábulas de Esopo.

    São mais actuais.

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: