Skip to content

Retrato genérico da activista social portuguesa

20 Fevereiro, 2017

009d8c549ef1da59fce8efc256ca39fa_mother-silhouette-clip-art-clipart-woman-silhouette-free_900-900Nasceu entre 1960 e 1980, fez topless no fim dos anos 80 e início dos 90, agora já não faz (excepto nas Baleares ou no Meco, onde conserva a parte de baixo do biquini para resguardar a ferramenta de ascensão social), e considera o véu islâmico uma marca de identificação cultural. Regra geral não tem filhos porque se sentiu sempre jovem, tão possuidora do mundo e do futuro, que a menopausa a apanhou ou apanhará de surpresa. Pode alegar que o príncipe encantado nunca apareceu — porque não há muitos homens com disponibilidade prévia para o papel de corno — e, por isso, considera abrir uma conta no Tinder ou semelhante. Claro que vai tendo relações mais ou menos íntimas com pessoas que podem avançar a sua carreira ou que apresentem fluidez sexual suficiente para experimentalismo multidisciplinar que faça corar um padre. Aliás, tudo que a motiva é fazer corar o padre e a família tradicional, como adolescente cheia de acne que nunca cresceu. Renega a sua herança cultural e, ao abrigo de uma vaga noção de defesa dos desfavorecidos, enaltece tudo que seja selvajaria. Conhece alguns pedófilos, mas não os julga se pertencem ao clube certo (ou seja, todos os que não são padres). Considera a própria pedofilia como algo que tem conotação demasiado negativa e adora contar histórias chocantes ao seu círculo de amigos, amigos estes que só o são na expectativa de caírem nas boas graças desta trepadora. Caso encontre um imbecil a que possa chamar de Napoleão começa imediatamente a imaginar-se como uma Josefina dotada de dons profanos. Com 85% de probabilidade, vive em Lisboa e imiscui-se o mais possível na Corte. Tem gostos caros, adora fazer-se de vítima e consegue diagnosticar fobias ainda por catalogar a qualquer um que a contrarie. Tende a desvalorizar argumentações certeiras com risos de hiena. Actua em manada e sabe tornar pessoas inteligentes e ambiciosas em fieis aduladoras. Em alguns casos mais raros até é do sexo masculino e, em casos residuais, até é heterossexual.

Advertisements
35 comentários leave one →
  1. Manuel permalink
    20 Fevereiro, 2017 14:24

    Mas que pérfido? Faz o molde e aguarda que alguém coloque o pezinho. Prepare-se para os epítetos.

    Gostar

  2. Artista português permalink
    20 Fevereiro, 2017 15:00

    Óptima! Só não diz se é do Sporting ou do Benfica….se vota PSD, PS ou BE.

    Gostar

  3. licas permalink
    20 Fevereiro, 2017 15:23

    Com muita “pinta”, Eça….

    Gostar

  4. javitudo permalink
    20 Fevereiro, 2017 15:34

    Retrato fiel da escumalha.
    Destituída, quer-se fina.
    Revela-se nas análises dos esgotos de Alcântara.
    Se um dia a casa cai são as primeiras a fugir.

    Gostar

  5. 20 Fevereiro, 2017 16:11

    Onde é que já vi isto. É só “cenas obscenas” e sempre em manada

    Gostar

  6. Viriato de Viseu permalink
    20 Fevereiro, 2017 17:17

    Há muita fauna desse calibre.

    Gostar

  7. 20 Fevereiro, 2017 17:24

    Bom post,
    mas…”hoje em dia” os padres já não coram de vergonha por causa disso. No mínimo dizem “temos de conversar sobre isso”, pensando a interlocutora que propõe uma confissão de joelhos. O padre senta-se e a activista ajoelha-se. Terminado o acto, como é hábito, segredo absoluto.

    Gostar

  8. piscoiso permalink
    20 Fevereiro, 2017 17:43

    Agora falta o retrato da mulher nascida nessa época, que não é activista. A minha tia Brites, por exemplo. Faz a comida, faz tricot e fazia filhos.

    Gostar

    • piscoiso permalink
      20 Fevereiro, 2017 17:45

      Ah e também vai à igreja mas não gosta do padre. Acha-o muito atiradiço.

      Gostar

    • 20 Fevereiro, 2017 17:47

      A irmã da sua mãe ou do seu pai tem entre 36 e 57 anos? Foi um acidente de contracepção ou problemas no calendário?

      Liked by 1 person

      • piscoiso permalink
        20 Fevereiro, 2017 18:02

        É muito feio querer saber a idade da senhora minha tia. A não ser que seja funcionário público.

        Gostar

      • 23 Fevereiro, 2017 04:53

        Este texto revela uma mente antiga. Não sei a sua idade mas noto uma inveja de querer ter sido mulher Se for capaz escreva a versão masculina “da ascensão do activista Português” .

        Gostar

      • 23 Fevereiro, 2017 06:54

        Doeu? Que aborrecido. A minha idade é meia.

        Gostar

  9. lucklucky permalink
    20 Fevereiro, 2017 17:57

    Faltou dizer que tem lugar assegurado nos jornais e TV’s ou foi criada por eles.

    Gostar

  10. 20 Fevereiro, 2017 18:23

    O VCunha está desfasado dos locais para o topless. Poucas, da “esquerda” e da “direita” fazem-no no Meco ou nas Baleares, locais fatelas. Preferem as varandas das suas casas ou dos amantes, os hotéis e resorts, a Foz ou o Parque das Nações, nas festas in, na aldeia desabitada, no bailarico duma feira do fumeiro ou num estádio.
    Normalmente gosto muito de ver na TV os topless-marmelinhos contra qualquer coisa. Sinto-me solidário.

    Gostar

    • 20 Fevereiro, 2017 18:31

      Pois, mas referia-me à altura em que algo que era “moderno” (tipo, 20 anos depois de o ser na civilização) passou a retrógrado na plebe – e moderno passou a ser decidir o que os outros devem fazer. Os progressistas de hoje não se distinguem dos conservadores tradicionalistas de antigamente. Vê alguma distinção entre as activistas sociais de hoje e as senhoras de óculos borboleta que exigiam autocolantes nas capas dos discos para proteger a juventude de obscenidades?

      Gostar

      • 20 Fevereiro, 2017 18:43

        Não consigo ver qualquer diferença, o VC colocou a boazona do post em contraluz, totalmente a preto. Não sei que idade terá, se é de direita ou de esquerda, se exibe um top da Vivienne Westwood ou um saco do Lidl.

        Gostar

      • 20 Fevereiro, 2017 18:44

        Agora é tudo fusão. É Westwood e saco Lidl ao mesmo tempo.

        Liked by 1 person

  11. 20 Fevereiro, 2017 18:34

    Ó c’um carago: Marine Le Pen, a púdica, a paladina da justiça, da verdade, duma França pura, tem a sede do seu partido a ser alvo de buscas pela polícia.
    Terá mandado tapar os seios do busto da República ? Só por isso ?

    Gostar

  12. Castrol permalink
    20 Fevereiro, 2017 18:40

    O retrato perfeito da Isabel Moreira!!

    Gostar

  13. mlc permalink
    20 Fevereiro, 2017 19:39

    Pela fotografia nunca poderia ser a Câncio ou a Moreira, é uma boazona, coisa que essas gajas não são e gostariam de ser.

    Gostar

  14. Arlindo da Costa permalink
    20 Fevereiro, 2017 19:54

    A minha vizinha (por acaso boa e militante do PSD), no esplendor da sua idade (trinta e picos) é tal e qual esse retrato. Mulher emancipada, liberal e sem preconceitos sexistas como alguns tristes e frustrados aqui exibem despudoradamente.

    Gostar

  15. Juromenha permalink
    20 Fevereiro, 2017 20:43

    A minha já provecta idade leva-me a pensar em “puta fina” – ou estarei a baralhar “conceitos”?…
    Se calhar estou – isto agora leva tudo umas colheradas de “ideologia”…( até, e sobretudo, a chamada “reprodução de vivíperos”…

    Gostar

  16. chipamanine permalink
    20 Fevereiro, 2017 22:23

    Ficção ou deputada? Speed date!?

    Gostar

  17. A. R permalink
    20 Fevereiro, 2017 22:34

    Esta é daquelas que vai acabar num sofá velho, cheio de pulgas, gatos a arranhar a mobília, as mamas qual correias secas pelo sol penduradas até ao umbigo e a afogar recordações em garrafas de conhaque do barato.

    Gostar

  18. António C. Mendes permalink
    20 Fevereiro, 2017 23:38

    E o Bairro Alto Vitor!?!? O Bairro Alto!!! Omissão imperdoável!!!

    Gostar

  19. 21 Fevereiro, 2017 17:01

    Brilhante.

    Gostar

  20. ines tavares permalink
    23 Fevereiro, 2017 19:04

    «resguardar a ferramenta de ascensão social» esta é de+.mas é verdade que há o contrário -rapazolas a aquecerem os pés a senhoras poderosas. A ferramenta está exactamente no mesmo sítio.

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: