Skip to content

Totalitarismo

21 Fevereiro, 2017

 sempre que se verifique um acto racista ou xenófobo, a vítima não tem necessidade de provar os critérios que os motivaram – ou seja, presume-se a intenção discriminatória, que pode ser rebatida nas entidades competentes.

Portanto alguém alega ser vítima de racismo, de imediato se presume a intenção discriminatória restando ao acusado dirigir-se às autoridades competentes. Que são?

Anúncios
26 comentários leave one →
  1. JgMenos permalink
    21 Fevereiro, 2017 10:01

    Os idiotas não só acrescem ao risco de interagir com os proto-vitimados (dar-lhes emprego, por ex.) como impõem essa idiota presunção esquerdalha de que estamos aqui para cumprir todas as suas crenças de esquerdalhos de merda!
    Será xenofobia chamar-lhes esquerdalhos de merda? Lá chegaremos se não corrermos com essa cambada.

    Gostar

  2. JgMenos permalink
    21 Fevereiro, 2017 10:11

    Só para o enriquecimento injustificado é que os coirões não presumem que foi roubado!

    Liked by 1 person

  3. JgMenos permalink
    21 Fevereiro, 2017 10:14

    Tens um sapo de louça na loja? Dá cá 5000 que és xenófobo e não queres ser roubado.

    Gostar

  4. 21 Fevereiro, 2017 10:22

    Republicou isto em O LADO ESCURO DA LUA.

    Gostar

  5. Ana Vasconcelos permalink
    21 Fevereiro, 2017 11:07

    Penso que a presunção de inocência não poderá ser posta em causa. Senão há uma inconstitucionalidade. Pois, a Constituição só serve às vezes…

    Liked by 1 person

    • ABC permalink
      21 Fevereiro, 2017 13:29

      Já ouviu falar da Autoridade Tributária e Aduaneira? Essa já meteu a presunção de inocência no lixo há anos. Temos também a Sociedade Portuguesa de Autores, que, sendo sociedade privada, recebe um imposto sobre cada byte de memória vazia comprado em Portugal, porque somos todos potenciais piratas. E não podemos esquecer a já rotineira práctica de cobrar impostos sobre outros impostos.
      O Tribunal Constitucional meteu baixa.

      Liked by 1 person

    • lucklucky permalink
      21 Fevereiro, 2017 18:23

      O IRS é Inconstitucional, discrimina os cidadãos pela sua situação económica.

      Algo que a Constituição proíbe.

      Gostar

  6. 21 Fevereiro, 2017 11:08

    Pior, basta haver preto que se queixe que aquilo de que foi acusado é acto de racismo

    Gostar

  7. 21 Fevereiro, 2017 11:09

    O que é um “acto racista ou xenófobo”?

    A quem se aplica e como se distingue de outro acto igual que não seja racista ou xenófobo?

    Liked by 1 person

  8. oscar maximo permalink
    21 Fevereiro, 2017 12:20

    Se eu disser “só bebo vinho português” sou xenófobo ?

    Gostar

  9. Prova Indirecta permalink
    21 Fevereiro, 2017 13:17

    .. com uma carinha daquelas , tem todo o ar de católico.

    Gostar

  10. piscoiso permalink
    21 Fevereiro, 2017 14:17

    Se o presidente dos States também é…

    Gostar

  11. Chopin permalink
    21 Fevereiro, 2017 17:06

    http://boltonbnp.blogspot.pt/2017/02/muslim-spat-into-nine-month-old-babys.html

    Aqui não houve intenção discriminatória. Apenas perturbações mentais.

    Gostar

  12. lucklucky permalink
    21 Fevereiro, 2017 18:25

    Assim se ve os resultados do Passos e da Cristas.

    Gostar

  13. Arlindo da Costa permalink
    21 Fevereiro, 2017 20:49

    Vou continuar a dizer que os portugueses são marroquinos do Norte ou simples sarracenos misturados com pretos sub-saarianos. A Drª Helena vai me multar? Ou vai dizer que os portugueses são arianos ou caucasianos? 🙂

    Gostar

  14. ax solo permalink
    21 Fevereiro, 2017 22:50

    Que chatice, Os imbecis dos Super Dragões só vão poder malhar nos grunhos dos No Name Boys (ou vice-versa) que forem brancos…

    Gostar

  15. ax solo permalink
    21 Fevereiro, 2017 22:57

    E, já agora, eu que sou loirinho de olhos azuis e tenho raça, se quiser saltar para cima duma pretinha e ela recusar, posso-a acusar de racismo?

    Gostar

  16. Pequeno Pónei permalink
    22 Fevereiro, 2017 14:32

    juridicamente, isto é uma piadinha muito má… adoro! Discriminação negligente, sendo que se presume a intenção discriminatória é do melhor… Também gosto da tentativa: Senhor da autoridade, ele tentou discriminar-me! Mas não conseguiu!!!!

    Também gosto da ideia do tratamento desfavorável por causa do território de origem… será que me posso queixar se me chamarem Moura da proxima vez que for ao Porto?

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: