Skip to content

A fluidez de género

29 Março, 2017

Mal entrou no café, Jorge sentiu os calores da caminhada. “Será a menopausa?” – questionou a moça ainda pouco carregada pelas rugas dos seus cinquenta anos como estudante universitário. Senta-se para ler o jornal, cruzando as pernas como uma senhora das antigas para prevenir o olhar de homens com perversão heteropatriarcal e treinados para afiar o olhar no pénis das moças. Jorge detesta as cronistas conservadores, daí que sinta a necessidade de comprar o DN, que o senhor da tabacaria encomenda só para ela, um jornal que tem como público-alvo os candidatos a cortesãs. Começa a ler o cronista Fernanda Câncio, pessoa que, normalmente, escreve sobre os temas que lhe interessam, os da fluidez que o putedo tem nos obséquios da Corte. Jorge imagina Fernanda nu, coisa que só algumas eleitas poderão ter visto, como o Carlos Santos Silva ou o empregado de limpeza da namorada com gosto pela fotografia que deixava fotos do sexo espalhadas pela casa. Será verdade o que se diz sobre correlações do tamanho do nariz com tamanhos de outros apêndices corporais? O clitóris de Jorge é enorme, mais parecendo um pequeno pénis que a natureza, de forma perversa, quis determinar, sem sucesso, ao pretender atribuir uma paralisia determinística à fluidez inerente dos géneros.

Jorge pensa nas quotas para mulheres e constata que poderá beneficiar destas, se a contratação ocorrer no minuto em que a sua fluidez de género oscila para o lado feminino. O relógio mental de Jorge é do tipo suíço, batendo exactamente trinta vezes por hora no género feminino e outras trinta no género masculino-rabeta, o género que alguns heterossexuais apresentam quando querem estar de bem com a madame que conhece intimamente todos os clientes e pessoa com maior capacidade de ampliar carreiras de forma perfeitamente desinteressada em troca de pequenos momentos de exploração intestinal com remos. Jorge já se imagina como presidenta, de vestidinho justo, a meter as mãos no rabo de um Putin como genuína sapatada entre companheiras de equipa desportiva por lance memorável. Miragens para um homem como Jorge: a direita manda nisto tudo e nunca permitiria que uma rapariga tão inteligente como ela pudesse ascender a cargos sem ajuda da legislação.

Dr. Costa, primeiro homem português a obter um cargo de governação através das quotas, que pela vontade dos eleitores não ia lá, tem a obrigação de avançar com a lei das quotas antes que seja tarde demais para Jorge, como já começa a ser para a concretização do seu outro sonho de menino, o de ser mãe.

Anúncios
27 comentários leave one →
  1. Castrol permalink
    29 Março, 2017 10:57

    Espetáculo!!

    Afinal, vistas bem as coisas, isto da fluidez de género até pode ser útil! Amanhã visto-me de gaja e exijo entrada direta para a Administração aqui da empresa, pois não respeita as cotas…

    Gostar

    • Ambrósio permalink
      29 Março, 2017 18:52

      As cotas são as velhas. Será que se refere a geriatricofobia?

      Gostar

  2. Mauritano permalink
    29 Março, 2017 11:05

    Fantástico

    Gostar

  3. 29 Março, 2017 11:18

    Como dizia o Eduardo Madeira, acima de tudo está a defesa das “manorias”.

    Gostar

  4. Baptista da Silva permalink
    29 Março, 2017 11:34

    Parabéns, hoje acordou com a inspiração em alta.

    Gostar

  5. José Ribeiro permalink
    29 Março, 2017 11:54

    WOW!

    Texto fantástico! Ri um bom bocado.
    Obrigado por essa prenda no meu aniversário, caro VC!

    Gostar

  6. 29 Março, 2017 12:16

    Excelente post !

    Gostar

  7. solposto permalink
    29 Março, 2017 12:34

    Hilariante!
    (Si non é vero, é bene trovato)

    Gostar

  8. 29 Março, 2017 13:11

    AHAHAHAHAHAHAH

    Delicioso

    Gostar

  9. Juromenha permalink
    29 Março, 2017 13:21

    Este “post” arrisca-se a ficar um clássico.
    Não é para “engraxar”, mas O´Neil, Mário Henriques…

    Gostar

  10. licas permalink
    29 Março, 2017 15:00

    “Dr. Costa, primeiro homem português a obter um cargo de governação através das quotas”
    ou
    “Vouchers” recortados em alguns “Magazines pulhíiticos M.L.” até ficar à frente do “PàF”.

    Gostar

  11. Juromenha permalink
    29 Março, 2017 18:18

    Toda a razão, MJRB.
    Mea culpa.

    Gostar

  12. Vitor permalink
    29 Março, 2017 19:44

    Muito bom.

    Gostar

  13. André Miguel permalink
    29 Março, 2017 21:21

    Fabuloso! Das melhores postas no Blasfémias.

    Liked by 1 person

  14. Euro2cent permalink
    29 Março, 2017 22:34

    Sem tirar o mérito ao texto (“O clitóris de Jorge é enorme” tem potencial de clássico ;-), sugiro dois minutos de Monty Python como sobremesa:

    [1979, “Monty Python’s Life of Brian: I want to have babies”. Era humor, agora é um documentário.]

    Liked by 1 person

  15. Churchill permalink
    29 Março, 2017 23:02

    Estava para aqui a ver a SICN, com a malta dos partidos a falar sobre qualquer coisa e reparei que agora todos os gajos falam sempre com uma gaja atrás a compor a imagem.
    Só a Catarina do bloco é que foi enquadrada sozinha.
    Os gajos (todos, até o velhote do PCP) estavam sempre em meio plano com a outra metade a ser ocupada pela cota feminina.
    Não tarde temos os Cesar e demais a falar com uma mulher, um panasca, uma Formentera, e quem sabe um cigano transexual gay

    Liked by 1 person

    • 29 Março, 2017 23:50

      “Não tarde temos os Cesar e demais a falar com uma mulher, um panasca, uma Formentera, e quem sabe um cigano transexual gay”

      Só lhes falta um olho do cú na testa!

      Gostar

  16. Arlindo da Costa permalink
    30 Março, 2017 18:20

    Lá está o género outra vez!
    Generalidades….

    Gostar

  17. lucklucky permalink
    1 Abril, 2017 08:28

    Senhores jornalistas é altura de deixarem de beber leite

    Liked by 1 person

  18. 1 Abril, 2017 15:18

    PAI, MÃE E FILHOS
    Iniciativa de cidadania europeia para defender o casamento e a família
    http://www.mumdadandkids.eu/pt

    Gostar

  19. Zegna permalink
    3 Abril, 2017 20:59

    – Que tal ? Gostas disso ?
    – Não , não é o meu género …….

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: