Skip to content

De alegado em alegado até ao branqueamento final

28 Março, 2017

Escreve o Expresso: Mulher do alegado terrorista condena ataque
Ora se o terrorista é alegado a mulher dele pede desculpas de quê? Nesse caso devia escrever-se Mulher do alegado terrorista condena alegado ataque

Ou tendo em conta as questões de género e o direito à privacidade do alegado terrorista era bem  melhor apresentar assim oa ssunto:  Alegada mulher do alegado terrorista condena alegado ataque

Mas ainda não está bem porque note-se as vítimas também podem ser alegadas. Quem nos garante que culpam o homem que alegadamente as matou? Quem nos afiança que não se suicidaram ou resolveram participar no alegado ataque do alegado terrorista que era alegadamente casado com a alegada mulher que alegadamente o condena porque alegadamente ele cometeu um acto alegadamente terrorista?

Anúncios
16 comentários leave one →
  1. Castrol permalink
    28 Março, 2017 12:09

    Tenho cá para mim, que a alegada mulher, ainda vai ficar a receber uma alegada pensão de viuvez, pela alegada morte do alegado terrorista…

    Cómico, se não fosse tão triste e preocupante.

    Liked by 1 person

  2. 28 Março, 2017 13:15

    Não me admiraria nada que recebesse o tachinho… De maneira como a Europa socialista e “igualitária” está… Por falar nisso:
    https://portugalgate.wordpress.com/2017/03/28/marine-le-pen-franca-e-a-europa-a-duas-velocidades/

    Gostar

  3. EMS permalink
    28 Março, 2017 14:17

    “Ora se o terrorista é alegado a mulher dele pede desculpas de quê?”

    Agora é preciso ser terrorista para matar pessoas?
    Barcelos teve um caso de terrorismo?

    Liked by 1 person

    • Carneiro permalink
      28 Março, 2017 23:15

      Barcelos teve (mais) um caso de um ex-militar nunca tratado do SPT, num ambiente sub-urbano com origem na ruralidade alcoolica. Desconheço se foi à guerra do Ultramar, mas tem todos os tiques de lá ter ido. Este é um problema social que a Revolução de Abril nunca enfrentou ou resolveu. . Mas que estoira todos os anos à média de 50 vezes. E haverá certamente outros pormenores mais técnicos que psiquiatras e psicólogos conseguirão caracterizar. Até ao final do ano vão morrer mais 30 mulheres em situações análogas
      O que é que estas situações têm a ver com os islamicos que andam por aí a atropelar infieis seja para estabelecer o kalifado, seja para sacarem as 70 virgens, seja para vingarem o profeta por causa dos desenhos ? Só um idiota chapado é que mistura alhos com bugalhos Ok, EMS ?

      Liked by 1 person

  4. 28 Março, 2017 15:00

    Obviamente o título do Expresso é uma distração, gafe, só isso. “Mulher do terrorista” estaria certo.

    Gostar

    • Tiradentes permalink
      28 Março, 2017 17:24

      Alegada mulher do desequilibrado mental sem ligações a organizações terroristas sobretudo islâmicas, apesar de….alegadamente…ter gritado Allahu Abkar, esse desconhecido.

      Gostar

  5. Arlindo da Costa permalink
    28 Março, 2017 15:45

    Não vejo esse afã contra os terroristas portugueses!!!

    Em Portugal, só nos últimos 12 anos foram mortas mais de 470 mulheres pelos maridos e companheiros. E pelo que sabemos não eram muçulmanos.

    O interessante é que ninguém se indigna com este infame terrorismo.

    Indignam-se com o terrorismo dos outros ou com tretas mediáticas.

    É mais chique!….

    Gostar

    • Chopin permalink
      28 Março, 2017 16:11

      Claro. Tudo terroristas católicos!
      Enquanto alegadamente matavam as mulheres, gritavam Cristo al akhbar!

      Gostar

    • Tiradentes permalink
      28 Março, 2017 17:27

      E os terroristas que em 12 anos mataram quase dois mil ? E a Isabel do Carmo e o pai Mortágua? não foram condecorados? O Ar lindo quer condecorar os alegados terroristas que mataram as mulheres? só pode

      Liked by 1 person

    • 28 Março, 2017 17:44

      zzzzzzzzzzzzzz………………….

      Gostar

  6. javitudo permalink
    28 Março, 2017 16:13

    A conversa do “alegado” tão do agrado dos jornalistas comprometidos com o politicamente correto pode degenerar em Duterte. Ele planeia destruir o comércio de drogas, e acha que só ele será responsabilizado se os agentes da lei forem acusados por execuções ilegais durante operações de busca e de infiltração.
    “Aquelas cometidas no exercício da função, assumo total responsabilidade”, disse em um discurso. “Se alguém deve ir para a cadeia, não são os policiais, não são os militares, não é a PDEA – sou eu.”. Difícil será prender quem tem 80% de opiniões a seu favor.
    É a democracia a funcionar.

    Gostar

  7. javitudo permalink
    28 Março, 2017 16:22

    Se querem ver alguns dos alegados fautores do que virá a seguir, vão ao Porta da Loja.
    Falta lá um.

    Gostar

  8. JPT permalink
    28 Março, 2017 16:39

    O mal é que já só há alegados jornalistas.

    Liked by 2 people

    • 28 Março, 2017 19:37

      …e delegadas comentadoras e jornalistas. Na imprensa, nas rádios, nas tv’s, nos blogs.

      Gostar

  9. javitudo permalink
    28 Março, 2017 23:14

    Que farão os alegados trolls quando acabar a festa?

    Gostar

  10. javitudo permalink
    28 Março, 2017 23:52

    http://ccaa.elpais.com/ccaa/2013/01/25/andalucia/1359135939_092057.html
    Sobre os alegados Ricardo Salgado e Rodrigo Rato.

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: