Skip to content

A heresia dos dias de hoje

5 Junho, 2017

O que está por trás da discussão, da aparente crise, do enorme problema do alojamento local é o velho ódio marxista não tanto ao capitalista mas sim a que alguém com pouco dinheiro consiga ter um negócio. Pequeno mas negócio. Essa gente a fazer contas ao que ganha e perde em vez de estar à espera de um subsídio, de um complemento, de um regime especial, de uma linha de apoio… é para os marxistas de hoje a verdadeira heresia. O senhorio, tal como outrora o dono do café e o empresário de vão de escada, representam na sua pequena dimensão e falta de contacto com a máquina estatal, aquilo que um marxista não pode de modo algum tolerar: que não se conte com o Estado

Anúncios
6 comentários leave one →
  1. JgMenos permalink
    5 Junho, 2017 11:16

    O Estado é a coutada do ‘camarada dirigente’ e pressupõe uma vasta clientela a ser dirigida.

    Liked by 1 person

  2. lucklucky permalink
    5 Junho, 2017 12:46

    Nem mais . Encontre um Marxista e encontra ódio a quem é capaz de viver sem depender da máquina que o Marxista quer construir.

    E quanto mais pobre for essa pessoas mais ódio Marxista encontra.

    Um Marxista é um engenheiro frustrado.
    Sempre a pensar na máquina, a desenhar a máquina, a construir a máquina, mas a máquina nunca funciona, mata milhões de fome, violência, até mata milhares de outros Marxistas…

    Liked by 2 people

  3. Luís permalink
    5 Junho, 2017 16:29

    Antes fosse o que a D. Helena diz. Os primeiros casos de “gentrificação” foram vividos em Inglaterra nos anos 60 (e é de lá que vem o nome) com péssimos resultados. Inevitavelmente, ou há regulamentação, ou os abusos aparecem. Só isso.

    Gostar

    • lucklucky permalink
      6 Junho, 2017 20:37

      Mas “pobres” entrarem para o bairro e desvalorizarem-no incluindo coisas boas para os serviços sociais como aumento do crime, vandalismo, violência doméstica e desvalorização geral da propriedade já é aumento de riqueza cultural não é?

      E quem não aceitar é discriminação, racismo, anti democracia etc etc.

      Gostar

  4. ABC permalink
    6 Junho, 2017 12:31

    Não deixa de ser interessante que o aparelho de estado não tem nada a ver com democracia, pois não é eleito, é nomeado. É claro que a minoria que controla o aparelho de estado – e as vidas de quem dele depende – quer sempre mais controle e mais aparelho de estado.
    – não confundir Estado, que somos todos, com aparelho de estado, que são os privilegiados com os melhores empregos do país.

    Gostar

  5. Arlindo da Costa permalink
    7 Junho, 2017 18:26

    Velho «ódio marxista»???? O que é isto? O marxismo já faz parte da Psicologia, da Teologia, da Antropologia?
    Que giro!

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: