Skip to content

Meros acidentes de viação

20 Junho, 2017

O número de mortos parou subitamente. É estranho.
Más línguas diriam que um governante do tipo bandalho ordenaria que a contabilidade dos que morreram atropelados passasse para a categoria “acidente de viação”. Mas o nosso querido governo dos afectos nunca encaixaria nessa categoria, pois não?

Anúncios
18 comentários leave one →
  1. Manuel permalink
    20 Junho, 2017 14:44

    Penso que não se pode classificar um desaparecido como morto. Deve ser isso.

    Gostar

  2. LTR permalink
    20 Junho, 2017 14:50

    SINTO VERGONHA

    “Um contigente espanhol de 60 bombeiros com dois camiões cisternas estava pronto para ajudar mas terá sido travado na fronteira.”

    Gostar

  3. LTR permalink
    20 Junho, 2017 14:50

    Este governo vai ser um sucesso internacional!!!!

    Gostar

    • André Miguel permalink
      20 Junho, 2017 20:33

      Houve excesso de voluntarismo diz a ministra!!!! Foda-se o que é isto?! Estamos entregues à bicharada!!

      Gostar

      • Adelaide permalink
        21 Junho, 2017 12:59

        Caro André,
        Totalmente de acordo. E que bicharada! A confiança dos portugueses nas instituições tem sido delapidada de uma forma incrível. Doravante terei a tendência de questionar a autoridade da GNR numa situação similar à que se passou em Pedrógão. TC, BP, governo (PM e ministros), PR, câmaras, bancos (entre eles a CGD) já tinham ido. Não preciso de afectos ou paternalismos nem que me tratem como atrasada mental. Quero, preciso e exijo competência, rigor, seriedade, sobriedade, uma classe jornalística séria, valente e disposta a dizer que o rei e a respectiva corte vão nus e que escrutinem os dirigentes de modo a termos confiança.

        Adelaide

        Gostar

  4. Isabel permalink
    20 Junho, 2017 15:28

    Tanta mas tanta gente incompetente junta…

    Liked by 1 person

  5. sam permalink
    20 Junho, 2017 16:08

    Os bifes também gostavam de contar os saltadores da torre em chamas como suicidas…

    Gostar

  6. 20 Junho, 2017 20:56

    A Ministra diz que não temos condições para fazer o enquadramento de 4 carros de bombeiros que vinham da Galiza. Agora percebe-se melhor a total desorientação e descoordenação das autoridades portuguesas. Políticos da treta que só sabem proferir banalidades na tv . Só estão bem a dar beijinhos e a tirar selfies.

    Gostar

    • carlos alberto ilharco permalink
      21 Junho, 2017 10:22

      Há um motivo.
      O lugar desses carros estava ocupado com o gigantesco camião frigorífico avariado.

      Gostar

  7. 20 Junho, 2017 21:28

    Provávelmente foi atingido o tecto máximo de mortos, os restantes serão diferidos para o ano seguinte. Se este governo é assim com tudo, porque mudaria agora?

    Gostar

  8. 20 Junho, 2017 23:23

    Já no domingo apelavam para o fim dos donativos de água e alimentos. Por quê? Porque não têm logística montada para distribuí-los e preferem as chamadinhas de valor acrescentado + IVA.

    Parecemos o Haiti quando aconteceu o terremoto de 2010…

    Gostar

    • sam permalink
      21 Junho, 2017 15:51

      Para quem é a água? Para os mortos? E a comida, guarda-se na despensa dos que perderam a casa? As boas intenções não chegam; há que se ser racional e encontrar a forma mais eficaz de ajudar.

      Gostar

      • 21 Junho, 2017 16:01

        Vou explicar devagarinho para entender, está bem?
        A água e a comida são para os viv@s, sejam bombeir@s ou desalojad@s. A água e a comida guardam-se nos locais preparados para dar apoio aos desalojados (quartéis, escolas, pavilhões desportivos e multiusos ou nas casas que estão prontas para receber os “refugiados coitadinhos”).

        Gostar

      • sam permalink
        21 Junho, 2017 21:59

        Debagarinho mesmo…
        Quanto à água, os bombeiros contentam-se com duas paletes por quartel. Ou pensas que andam a usar água engarrafada para lavar a roupa e cozinhar? Ou que andam a operar no Sahara Ocidental?
        Os desalojados foram acolhidos por familiares e comida no prato não lhes falta. Locais preparados para dar apoio?! Pensas que estás na Suíça? E não te aflijas com os refugiados: estão em Ramadão e só comem halal.

        Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: