Skip to content

Caro Sr. Presidente, Lembra-se da Minha Carta?

26 Junho, 2017

Eu sei que a leu apesar da ausência total de resposta.  Embora a esperança de poder despertar em si algum sentimento que o fizesse reavaliar sua actuação, tive sempre consciência que o politicamente correcto poderia ter mais força. E teve. Infelizmente. Tudo continuou igual com elogios rasgados a uma governação cheia de falhas, perigosamente a roçar na irresponsabilidade. Lembra-se das minhas palavras sobre um défice que não passava de um embuste? Pois tem aqui, na tragédia de Pedrógão Grande a confirmação dos medos que lhe transmitia a aos quais lhe pedia ajuda.

Uma governação que maquilha números com suspensão de pagamentos a fornecedores, cortes a torto e a direito na despesa pública, suspensão total de investimento público crucial em vários segmentos,  nunca deveria ter do nosso Presidente da República qualquer apoio senão o da responsabilização. Porque quem apoia cortes e suspensão de pagamentos cegos, assina sentenças de morte num povo indefeso. Hoje foi Pedrógão Grande com o maior e mais mortífero incêndio de que há memória. Amanhã será num hospital, numa escola, numa estrada, numa ponte, num edifício, num sismo, numa inundação, num transporte público.

Depois, virão a público todos emocionados dizer que tudo foi feito. Que foi uma calamidade. Que foi imprevisível. Justificarão com tudo e com nada a inoperacionalidade de um Estado que serve apenas para tirar 70% do rendimento das famílias e que já tem em curso mais aumentos de impostos. Mas na hora de cumprir sua função, demite-se de todas as responsabilidades com o apoio incondicional do nosso Presidente. Como é possível em pleno século XXI, num país da Europa, ter gente no governo assim com seu aval?

Tinha declarado no ano passado que iria acompanhar durante o inverno tudo de perto para que nunca mais vivêssemos situação tão dramática como em 2016. Mas, esqueceu-se de nós. E à nossa sorte, ficamos sem ninguém para nos socorrer e proteger das malditas chamas. E mais de 200 pessoas sofreram as consequências. Não há agora nenhum afecto que reponha a vida como ela era para estas vítimas. Não há palavras nenhumas que façam regressar quem partiu de forma tão macabra. Não há abraço nenhum que apague da memória o que esta nossa gente viveu no meio do inferno. Não há solidariedade nenhuma que traga de novo o que se perdeu. E mesmo assim volvida uma semana não há um único responsável assumido por esta catástrofe! Acha isso normal?

Pois eu lhe digo, que por eles, pelos seus que sucumbiram, por nós, gritarei a minha revolta todos os dias. Transformarei a minha indignação em palavras de ordem. Levarei minha voz até onde for preciso, seja cá seja na UE para que ACABE de vez esta impunidade severa e vergonhosa de quem sucessivamente nos governa e não cumpre com seu dever para com a população. Quero ver REVERTIDOS todos os contratos ruinosos que servem clientelas em vez de prestar serviço às povoações.

Porque basta! Sr. Presidente, basta! Porque somos nós que estamos a morrer. Somos nós as vítimas. Mas também somos nós quem tem obrigação de por no lugar quem se demite das suas funções e não cumpre com seu dever de servir o cidadão que os elege.

E nós só descansaremos quando nossos direitos forem cumpridos. Integralmente.

Com os meus melhores cumprimentos.

Cristina Miranda

Anúncios
38 comentários leave one →
  1. LTR permalink
    26 Junho, 2017 12:26

    Isto não é uma estrada, é uma incineradora. É muito conveniente discutir este caso como se fosse um fogo florestal. Enquanto em Inglaterra estão a sanar o problema dos revestimentos idênticos ao do prédio que ardeu há duas semanas por causa de um frigorífico, nós por cá estamos a discutir o frigorífico. O presidente, essa língua de metro já toda chamuscada e sem emenda possível, perante os escândalos de mentiras à hora e perante as gravíssimas acusações já proferidas, como as relatadas no Expresso relativas às fitas do tempo, remete-se, agora, ao silêncio. Logo agora! Com esta gente ao leme vamos longe. Até dá vontade de ouvir o Henrique Neto.

    Liked by 1 person

    • carlos alberto ilharco permalink
      26 Junho, 2017 18:25

      Ouvi dizer que as árvores têm que estar a 10 metros da estrada.
      Não estão.
      Ora então primeiro responsável é o órgão do poder local, seja a Junta seja a Câmara
      Não podem assobiar para o lado.

      Gostar

  2. Expatriado permalink
    26 Junho, 2017 12:28

    Excelente pedrada no charco em que este país de 900 anos se tornou, jovem Cristina.

    Liked by 3 people

  3. LTR permalink
    26 Junho, 2017 12:29

    Com este incêndio, 90% da comunicação social veio pela força à tona com um “SIRESP” estampado na testa e sorriso amarelo.

    Liked by 1 person

  4. Viriato de Viseu permalink
    26 Junho, 2017 12:31

    Mais uma Cátedra da Cristina!

    Gostar

  5. campus permalink
    26 Junho, 2017 12:32

    É preciso não deixar esquecer este assunto, os Mortos não nos desculparão.

    Liked by 1 person

  6. campus permalink
    26 Junho, 2017 12:37

    Mais uma vez temos de pedir desculpa aos Mortos, por terem de aguardar num carro frigorifico de transporte de peixe a autópsia, dado que o carro para o efeito da “proteção” civil estar avariado.

    Liked by 1 person

  7. Expatriado permalink
    26 Junho, 2017 13:04

    Alguém viu, ouviu ou leu alguma reportagem num dos hospitais que receberam os feridos dos incêndios a indagar do estado de saúde deles?

    Devem estar à espera que o moço dos afectos passe por lá…

    Liked by 1 person

    • carlos alberto ilharco permalink
      26 Junho, 2017 18:27

      Mas o que é que eles podem dizer, ainda nem sequer identificaram todos os feridos.
      Uma semana depois ainda há desaparecidos.
      E ninguém é responsável, teremos Ministro da Saúde?

      Liked by 2 people

  8. Alexandre permalink
    26 Junho, 2017 13:20

    «Porque basta! Sr. Presidente, basta! Porque somos nós que estamos a morrer. Somos nós as vítimas.»
    Mas que exagero, Cristina. Isto é prosa de «Correio da Manhã» o do ex-jornal «24 Horas».
    A Cristina é capaz de fazer melhor. Quem a conheceu dos tempos universitários sabe isso.

    Gostar

    • LDM permalink
      26 Junho, 2017 14:30

      Sim, morreram 64 pessoas, uma estatística, portanto! Qualquer texto que ponha em causa a magnífica magnificência do Tony Costa é um manifesto exagero.

      Liked by 1 person

    • Cristina Miranda permalink
      26 Junho, 2017 18:58

      What?

      Gostar

    • Cristina Miranda permalink
      26 Junho, 2017 18:59

      Exagero onde, criatura? Quer ver q tive alucinações e não são mais de 200 vítimas deste incêndio?

      Gostar

      • Manuel permalink
        26 Junho, 2017 23:09

        Não foram 200 vítimas, Cristina Miranda. Foram 2000… ou melhor, foram vinte mil. Ponha antes duzentas mil. Talvez assim, alguém lhe tome atenção. What?….. (porque não disse antes «porquê» como dizemos cá na nossa terra)… Esta Cristina só diz disparates.

        Gostar

      • Cristina Miranda permalink
        27 Junho, 2017 18:40

        O que anda a fumar? O’ Manel ti lembras-me alguém q bloqueei no Facebook 😉 Andas a ver meus vídeos… hummmm

        Gostar

      • 26 Junho, 2017 23:26

        Macaquinho de imitação a seguir o guião escrito pelo Rato.

        Gostar

      • Artur permalink
        27 Junho, 2017 08:11

        Cristina, o seu líder e querido – Pedro Passos Coelho – pediu desculpa por ter usado uma informação não confirmada sobre um suposto suicídio por falta de apoio psicológico às vítimas da tragédia de Pedrógão Grande. Afinal, a Cristina bem tentou, mas o seu líder ainda fez pior. Tente na próxima vez.

        Gostar

      • Cristina Miranda permalink
        27 Junho, 2017 18:38

        Enquanto 1 dos líderes da oposição mentiu involuntariamente induzido em erro por 1 entidade credível q irresponsavelmente fez passar 1 informação não confirmada, OS GOVERNANTES MEDIOCRES que você defende AINDA NÃO PARARAM DE MENTIR de forma VOLUNTÁRIA e CONSCIENTE desde q se deu esta tragédia.
        PS: não tenho líder. Caminho sozinha na minha luta. Não sou carneiro.

        Gostar

      • Alexandre permalink
        29 Junho, 2017 09:11

        Infelizmente, Cristina, todas as ovelhas de Passos Coelho (a qual incluo a Cristina), mentem de forma descarada. Desde que este caso aconteceu, a Cristina não tem parado de o usar politicamente e de modo agressivo. Não basta os que morreram e a explicação do fenómeno natural. Quase que aposto que se viesse um terramoto ou um maremoto, a Cristina culparia o MAI e o governo.

        Gostar

  9. 26 Junho, 2017 13:28

    Muito bem, Cristina Miranda.

    Esta “classe” política, quase toda, da esquerda à direita, merece-me cada vez mais desprezo pela sua incompetência, hipocrisia e canalhice.

    Admito que o MCThomaz esteja a descansar ou a trabalhar (finalmente) em Belém, mas tenho estranhado a sua ausência desde há uns três dias. Outra hipótese, férias no estrangeiro para não dar beijos e abraços.

    Liked by 2 people

    • 26 Junho, 2017 13:30

      Sempre pode ir ao site da presidência consultar a agenda do Beijinhos.

      Gostar

      • 26 Junho, 2017 13:49

        Grato pela sugestão. Desde o dia 23 (recebeu o PPCoelho) não há notícia. Deve estar amarrado à secretária a trabalhar ou o PPC disse-lhe algo que o chocou…

        Liked by 1 person

      • 26 Junho, 2017 15:02

        Deve estar de birra porque não foi ao Porto dar marteladas!

        Gostar

  10. piscoiso permalink
    26 Junho, 2017 14:37

    Como bem escreve hoje Ribeiro e Castro no Público: “O espírito dos ataques ao Presidente vem das claques de futebol”.

    Gostar

  11. 26 Junho, 2017 15:12

    O José Ribeiro e Castro de quando em quando (talvez influenciado por excitações e companhias nada recomendáveis) recorre a populismos e a termos populistas.

    Gostar

  12. Arlindo da Costa permalink
    26 Junho, 2017 17:43

    O que sucedeu em Pedrógão Grande é um libelo acusatório contra aqueles que queriam desmantelar as funções do Estado e que proclamavam o laisser faire, laisser passer.

    Gostar

    • 26 Junho, 2017 17:45

      Libelo? Uau, quem te escreveu o guião de hoje?

      Gostar

      • 26 Junho, 2017 20:18

        porra, o Arlindo está chiquérrimo com termos franceses…

        Gostar

      • 26 Junho, 2017 20:54

        Está chique a valer. O Francês é que foi tirado nas Novas Oportunidades ao domingo, 30 de Fevereiro, porque escreve-se: laissez-faire, laissez-passer.

        Gostar

      • José Ribeiro permalink
        27 Junho, 2017 09:24

        Exactamente, caro Rasputine!
        É que vara torta nunca se endireita, por muita “iducação” que tenha.

        Gostar

  13. carlos alberto ilharco permalink
    26 Junho, 2017 18:30

    O senhor Presidente da República encarrega-me de responder à sua inquietação

    “Como é possível em pleno século XXI, num país da Europa, ter gente no governo assim com seu aval?”
    É possível porque o estimado povinho votou neles, aliás eles próprios se consideram como uma emanação do povo.
    A bem da Nação.

    Liked by 1 person

  14. Filipe Costa permalink
    26 Junho, 2017 19:36

    António Costa:”Eu nem ganhei as eleições, o culpado é que ganhou, o Passos. Ora essa, era o que mais faltava.”

    Liked by 2 people

  15. Eugénio Furtado permalink
    26 Junho, 2017 21:14

    Sra D. Cristina tome lá mais um escândalo quentinho! O presidente da câmara de Cascais entendeu entregar um terreno de 5000 m2 pelo prazo de 50 anos e 744 € mensais à associação de judeus chabad para construção de uma sinagoga no meio de uma urbanização residencial em exclusivo sacrificando os espaços verdes. O disparate da decisão só encontra explicação no vil metal. É o sacrifício do património público e dos cidadãos tributáveis a obscuros negócios.

    Liked by 1 person

  16. José Domingos permalink
    26 Junho, 2017 22:36

    Mais uma vez, obrigado.
    O problema, é que “deste pântano não se sai a nado”
    Isto não vai dar nada, o PPC foi chamado de governante criminoso, em 2013, agora é só um problema.
    O descalabro, para mim, começou com o fim da JAE, aliás história muito mal contada.
    E não saímos disto
    A incompetência no seu melhor

    Liked by 2 people

  17. Euro2cent permalink
    26 Junho, 2017 22:39

    > poder despertar em si algum sentimento

    Não vale a pena, os publicitários só têm imitações disso.

    Como os vampiros, sugam os sentimentos genuínos dos humanos para se alimentarem.

    Liked by 1 person

  18. José Ribeiro permalink
    27 Junho, 2017 09:31

    Só me resta dar os parabéns à Cristina Miranda pelo excelente post.
    Partilho os mesmos sentimentos e revolta profunda perante a situação a que o nosso país chegou.
    E aturar certos trolls que por aí abundam? Nem neurónios têm para pensar na estúpida ideologia esquerdalha que tantas centenas de milhões de mortos causou. Nunca lhes fez impressão. Sorte deles que vivem numa sociedade tolerante, fossem para a Coreia do Norte, Cuba ou Venezuela que iriam ver o bem bom socialista-comunista.
    Tristeza…

    Liked by 1 person

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: