Saltar para o conteúdo

comunicado oficial mdn

31 Outubro, 2017
by

Comunicado do Ministro da Defesa, ou não Defesa, Nacional

Ao fim de meses incessantes na busca da verdade, ou da mentira, sobre o que aconteceu, ou não aconteceu, em Tancos, o Ministério que dirijo, ou não dirijo, descobriu, ou não descobriu, não só tudo o que se passou, ou não passou, no fatídico dia em que desapareceram, ou não desapareceram, uns caixotes com armas do Exército Português, como ainda apanhámos, ou não apanhámos, as armas roubadas, ou não roubadas, emprestadas, ou não emprestadas. Para a total glória do Ministério que dirijo, ou não dirijo, ainda nos ofereceram, ou não ofereceram, mais um caixote cheio de armas que não eram nossas, ou eram nossas, a título de juros pelo financiamento por nós concedido, ou não concedido.

Depois desta vitória por mim alcançada, ou não alcançada, abandonarei o Ministério que dirijo, ou não dirijo, informando os portugueses que resolvi aceitar, ou não aceitar, um convite para liderar, ou não liderar, um partido político da Catalunha, que ficou, ou não ficou, recentemente sem chefia. Mais informo que, no presente momento, já não estou a despacho, porque me encontro a escolher um adereço capilar que me coloque à altura da importância do novo cargo que aceitei. Ou não aceitei.

Azarado Lopes – Ministro, ou não Ministro

ministro-de-defesa-português-jose-alberto-azeredo-lopes-78524420

Anúncios
15 comentários leave one →
  1. Expatriado permalink
    31 Outubro, 2017 15:31

    Terá sido um fornecimento por “ajuste directo”?

    http://observador.pt/2017/10/31/ha-uma-caixa-a-mais-no-material-devolvido-em-tancos/

    É… Halloween!!

    Gostar

  2. Procópio permalink
    31 Outubro, 2017 15:32

    O pirocumulonimbo tramou esta gajada. Azarados e Constâncias&.
    Pior que as armas foram os crimes sucessivos contra as populações tornadas indefesas.
    O negócio vai em alta há anos e os beneficiários são de todas as origens. Eu digo todas.
    Por azar as coisas são demasiado evidentes para passarem desapercebidas.
    Houve não só incompetência mas intenção de deixar arder, ao mais alto nivel. Houve muita gente que pediu aos bombeiros próximos para acudir e receberam resposta negativa porque só podiam atender a ordens de lisboa.
    Lembram-se daquela figura bem equipada no gabinete com ar condicionado, lembram-se das lágrimas e dos abraços?
    O celinho permitiu muita desgraça mas chegou ao ponto em que recua. Fê-lo porque a oligarquia lhe mandou mudar a rota…
    Nos meses próximos veremos mudanças algo surpreendentes para ficar tudo na mesma.
    No fim da época autorizaram aviões militares detetar os fogos. Os militares cumpriram. As novas técnicas permitem de noite ou de dia observar que põe o fogo. No Iraque as fotos são impressionantes, quase se distinguem as caras dos terroristas.
    Porque se lembraram agora que quase tudo ardeu?
    Porque os incêndios são um negócio chorudo. Para terroristas de todas as origens. Eu digo de todas as origens.
    É possível saber quem são? É.
    Está assegurado que se vai investigar a fundo? Não está.
    Acabaremos por saber porquê.

    Gostar

    • 1 Novembro, 2017 01:13

      A miséria é total. Os ministros foram escolhidos à imagem do chefe sendo que este ainda consegue ser pior que os outros.
      Este pobre país vai ter mais calamidades, entregues que estamos nas mãos de um governo de falhados.
      Vejam o que disse o ministro do Ambiente.
      O sábio tirou um grande trunfo da manga para resolver a falta de água. Subir a parede das barragens.
      E ninguém bem colocado o rebate!
      Este senhor que emigrou para não aturar o governo do Passos Coelho, mais valia ter ficado pelo estrangeiro para ver se aprendia alguma coisa de qualquer coisa.
      É isto um ministro?
      Só disse asneiras sem se aperceber do ridículo em que ficou aos olhos de quem percebe alguma coisa do assunto.
      Vai levantar a parede das barragens porque não há tempo de fazer barragens novas que, aliás o BE diz que não se devem fazer.
      Quer o fulano dizer que vem aí muita chuva já de seguida. Até adivinha o tempo e tudo. Ridículo!
      Parede que aguenta 10 metros de água pode aguentar 15. É só acrescentar.
      Burro!
      Que terras a água do acrescento vai inundar não interessa.
      Incompetente!

      Isto é o suicídio de um povo que não sabe escolher governantes.
      Raios partam o Costa antes que ele nos parta a todos.

      Gostar

  3. Juromenha permalink
    31 Outubro, 2017 16:42

    Um palhaço – e palhaço incompetente , figura de um circo pejado de bonifrates à sua imagem e semelhança.
    A começar pelo “chefe” de pista…

    Gostar

  4. Arlindo da Costa permalink
    31 Outubro, 2017 17:22

    As chefias militares é que devem responder a esta farsa. Onde estão elas? Na messe a criar cu e a empaviar tintol?

    Gostar

    • Tiradentes permalink
      31 Outubro, 2017 19:23

      à farsa de e do “ministro” ou da chefia politica?

      Gostar

    • Democrata com larga experiência — Vende-se permalink
      31 Outubro, 2017 19:27

      Bolas!!!

      Não conseguem um avençado menos lorpa que este Arlindo de Ourtubro?

      Gostar

      • Eduardo permalink
        31 Outubro, 2017 19:31

        Quem disse que a a criatura era linda?
        Com a chegada das vindimas e respectivo mosto passou a Arfeio

        Gostar

      • Carneiro permalink
        31 Outubro, 2017 21:56

        O Zimbabué tem o Mugabe, nós temos o Arlindo

        Gostar

      • 1 Novembro, 2017 22:00

        Porque é que os Zimbabuanos ficam sempre com a melhor parte? Podemos trocar?

        Eles já estão a pedir que os brancos regressem ao país (isto é verdade). Podemos estender-lhe o Arlindo, que presumimos ser na fisionomia europeu, branco, no comportamento heterossexual e sicofântico e na inteligência bastante sorrelfa.

        Não sei se temos de dar dois ou três carros usados para compor o valor, mas enfim! se tive de ser, tem de ser.

        Gostar

  5. Eduardo permalink
    31 Outubro, 2017 19:28

    Este mini, tinha mesmo que ser mini, é mesmo azarado.
    ao contrário do primo Gastão da Costa, um pato sortudo

    Patarreco tão azarado
    de azar tão patente
    nos palmípedes ibéricos
    que nem dá para rimar

    Gostar

  6. Procópio permalink
    31 Outubro, 2017 22:04

    O indígena aceita tudo. Afinal havia mais um pacote.
    O avental teve a lata de se congratular por ser “a primeira vez” em democracia que se recupera material “de um furto desta natureza”.
    Existe um simulacro de democracia e não houve recuperação de armas, houve devolução com juros de material que não interessava aos terroristas. Ficaram só com as balas.
    A imagem é de um sítio onde a população não contarcom qualquer tipo de segurança. Como se verá nos próximos capítulos, do modo que isto vai, ainda agora começou.

    Gostar

  7. 31 Outubro, 2017 22:23

    Óptimo post,
    mas estes governantes incompetentes, javardos, que pensam que todos os tugas são parvos, não merecem consideração — desprezo se perante eles.
    E este ministro metido tipo ad hoc (tal como outros seus pares e de igualha velhacaria e incompetência) na geringonça, se tivesse um átomo de vergonha e de sensatez já teria renunciado ao cargo.
    Neste caso, não há dúvida que chefias militares, ministro, AC-DC e MCThomaz protegeram-se uns aos outros — ora então, vão enganar os seus familiares mais os fiéis bellindocoisos e os ignorantes contentinhos e conformadinhos.

    Gostar

  8. Chopin permalink
    1 Novembro, 2017 02:32

    Aguarda-se que o Estado se comporte como pessoa de bem e devolva a caixa que veio a mais.
    Com este governo até os roubos são boas notícias. Os ladrões devolvem tudo com juros e IVA.
    E as famílias das vítimas dos incêndios que descansem pois, “Centeno diz que fogos até vão acabar por ser bons para o défice”
    https://www.dn.pt/dinheiro/interior/centeno-diz-que-fogos-ate-vao-acabar-por-ser-bons-para-o-defice-8886895.html

    Como vêm só alegrias. espero que o nº2 do 44 seja reeleito.

    Gostar

  9. 1 Novembro, 2017 21:54

    Mas então o Napalm não tinha sido usado para incendiar o Pinhal de Leiria?

    Este roubo, ou não roubo, tem muito que se lhe diga, ou não diga.

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: