Skip to content

que mil geringonças floresçam…

16 Dezembro, 2017
by

António Costa deve estar orgulhoso: a sua estratégia de trazer partidos radicais e extremistas para o arco da governação, vinculando-os à democracia, está a servir de modelo noutros países. No fim de contas, como Costa não se cansa de ensinar, nenhum partido com representatividade parlamentar pode ficar fora da democracia, porque é no parlamento que o povo mais ordena. Nada como seguir os bons exemplos!

Anúncios
20 comentários leave one →
  1. LTR permalink
    16 Dezembro, 2017 17:07

    Retrato de um habilidoso

    Gostar

    • LTR permalink
      16 Dezembro, 2017 17:07

      “A minha classificação sobre as agências de rating é que são lixo e foi por isso que rescindi o contrato com todas quando era presidente da CML” (Costa, Julho 2015)

      “É uma gente que já demonstrou não ser minimamente credível, fiável” (Costa, Julho 2015)

      “A minha visão sobre essas instituições é péssima”

      “Fitch tira Portugal do Lixo”

      “Realçando o “percurso valorizado por agentes institucionais e privados”, o Governo reafirma”

      “Primeiro-ministro diz que subida do ‘rating’ português é o resultado de boas políticas” (Costa)

      Liked by 1 person

      • 16 Dezembro, 2017 21:53

        O Costa é realmente habilidoso mas não é para o que os portugueses precisam. Ele é habilidoso do Combate Político. E Portugal precisa de um 1º Ministro que tenha habilidade para dar aos portugueses oportunidades de vida,e justiça.
        O Costa está a cavalgar a onde da Esquerda na Europa. Esquerda falida, sem Programa para a Europa nem ideias de Futuro. Esquerda que não é só afirmada pelos socialistas e esquerdistas em geral. O Junckers, por exemplo, também faz o jogo da Esquerda.
        Mas o Costa não se vai safar por muito tempo. A desacreditação do Macron (socialista disfarçado) é um facto. Etc..
        A notícia de hoje da formação do governo austríaco é um passo de gigante para a derrota dos do combate político. O Costa deve ter-se torcido todo.
        A entrada do Centeno para o Eurogrupo não vai travar o caminho do Nacionalismo que é o caminho para o futuro da Europa.

        Gostar

  2. Paulo Valente permalink
    16 Dezembro, 2017 17:28

    O que será um partido radical e extremista? Presumo que seja um partido de que o Rui A. não gosta… Digo isto porque nem os radicais do PSD passista nem os extremistas do PP portista se encontram actualmente no governo!

    Gostar

    • 17 Dezembro, 2017 12:26

      Um partido radical extremista é todo aquele que não alinha com a agenda politica dos ((mercadores)). Pergunte ao mesmo, o que é que ela acha do muro de Israel e do seu estrito controlo étnico de imigração, assim como o selecção para a cidadania, ou agora sobre a questão de Jerusalem. E observe a queda da mascara.

      Gostar

  3. Zé Manel Tonto permalink
    16 Dezembro, 2017 17:47

    Que chatice, um partido que não gosta de emigração descontrolada e de “refugiados” que querem impor os seus costumes retardados, decalcados do manual de guerra de um bárbaro de baixo QI do século VII.

    Isto de as pessoas puderem votar em quem lhes apetece tem de acabar…

    Liked by 1 person

  4. Juromenha permalink
    16 Dezembro, 2017 18:06

    Convém prestar atenção e não embarcar, na semântica terrorista imposta pelos “livros de estilo” de arautos do pulhiticamente correcto , esses inenarráveis esfregões de trampa ( queria dizer merda , mas fui informado de que era má educação…) que são o dn e o púbico.
    E reconheço uma certa dose de coragem, e atrevimento, ao emitirmos opiniões em relação às políticas de um país e de um povo,fulcrais na “Mittleuropa”, que já foi um Império e continua a ser uma Civilização…
    Por pudor não adjectivo a estreita ( em todos os sentidos) faixa de terra atlântica onde existe o desporto nacional de semear opiniões, todas elas “fundamentadíssimas”, “urbi et orbi”.

    Gostar

  5. Procópio permalink
    16 Dezembro, 2017 18:29

    A geringonça é um exemplo avulso de como os oligarcas temporariamente apoiam a viragem à esquerda. Noutras circunstâncias alimentam outras soluções. Os oligarcas não brincam em serviço. A 27 de Julho deste ano o Capital Group, segundo maior acionista da EDP, deslocou-se a Lisboa para fazer lóbi contra os cortes nas rendas da energia. E reuniu-se com… o Bloco de Esquerda. É bom perceber quem são os da Capital Group e o que se passa na edp onde o grande amigo do nº 1 mexia, continua a passar por entre os pingos da chuva. O catroga também.
    “Investigação à EDP e REN: António Mexia é um dos quatro arguidos
    O presidente executivo da EDP foi indiciado por corrupção na investigação do DCIAP sobre as compensações que a empresa negociou em 2007 com o Governo de José Sócrates”.
    Enquanto lá em cima, chineses, americanos e malandragem lusitana se banqueteiam, cá em baixo degladia-se a esquerda com a direita inexistente, para encher o tempo vazio.

    Resenha histórica para perceber como na merda as flores venenosas florescem.
    “Um tipo pequenino, vivo. Um típico mafioso italiano!”, contou Soares , recordando o momento em que se conheceram. Carlucci chegou a Portugal com Otelo Saraiva de Carvalho dizendo publicamente que não lhe podia garantir a segurança dada a fúria popular contra o “imperialismo” norte-americano.
    Costa Gomes, então Presidente da República, pediu a Soares, ministro dos Negócios Estrangeiros, que assegurasse a Carlucci que nada lhe aconteceria. E aí a supresa: quando Carlucci chegou ao MNE e Soares lhe falou de Otelo, o embaixador revelou que já tinham almoçado com o militar. “Já o tinha metido no bolso! E acabaram a jogar ténis!”, contou o fundador do PS, fascinado com a desenvoltura diplomática de Carlucci.

    As relações entre fascínoras são tradicionais nos momentos críticos.

    Liked by 1 person

  6. carlos alberto ilharco permalink
    16 Dezembro, 2017 19:45

    Como é que se pode pedir a nacionalidade austríaca?

    Liked by 1 person

    • EMS permalink
      17 Dezembro, 2017 15:48

      Não faço ideia, mas se quer ter nacionalidade austríaca é melhor apressar-se que eles vão apertar o crivo.

      Gostar

    • Eule permalink
      21 Dezembro, 2017 11:22

      Se for semelhante ao caso alemão, vigorará a “jus sanguinis”. Assim, não terá muita sorte em tal pretensão. Cumprimentos

      Gostar

  7. Arlindo da Costa permalink
    16 Dezembro, 2017 19:46

    Não tenho dúvidas que a experiência política portuguesa denominada «geringonça» é uma dos maiores feitos políticos na Europa neste último quartel de século.

    Uma experiência a exportar para todos os continentes.

    Mas com direitos de autor a cobrar no destino…

    Gostar

  8. A. R permalink
    17 Dezembro, 2017 09:01

    Não vejo que o austríaco seja extremista ou que conviva com holocaustos sobre as mulheres, judeus, cristãos ou simplesmente por serem de outra cor política.

    Gostar

  9. rão arques permalink
    17 Dezembro, 2017 09:26

    1001 já agora….
    Repescado de Julho 2011
    O Est(r)ado da Nação

    -Sociedade Portuguesa hoje
    Analfabetismo funcional; in(cultura)/ignorância; apatia cívica/irresponsabilidade; ilusão/aparato/ostentação; irracionalidade/inversão de valores; indigência mental/anestesia colectiva; ensino postiço e inconsequente; autoridade tolhida e envergonhada; justiça sinuosa e selectiva; responsabilidades diluídas e baralhadas; mediocridades perfiladas e promovidas; capacidades trituradas e proscritas; sofisma institucionalizado.
    -Quês e porquês
    Maleita atávica e condicionamento manipulado pelos poderes instalados; negligência paralisante no dever de participação; vício embriagante na desculpa cómoda do dedo acusador sempre em riste. Culpar D. Sebastião, o padeiro da esquina ou dirigentes de ocasião é nossa mestria e sina nossa. Culpados somos todos nós, acomodados na obsessão estéril de celestiais direitos. Também é com a nossa apatia pelos valores de intervenção e cidadania, que somos conduzidos repetidamente para o conhecido pantanal. Os nossos governantes são o reflexo e extensão da gente que somos, mas valha a verdade em escala cujo grau de refinamento, incapacidade e subversão de interesses colectivos ultrapassa os limites da decência. Que o actual 1º ministro em vez de esbracejar governe e em vez de iludir assente, invertendo essa carga em desequilíbrio e remetendo para as calendas a política de feirola de contrafeitos.
    -Receituário extraviado
    Cabe cultivar que ao cidadão comum não deve competir apenas votar ciclicamente em deputados acorrentados pela disciplina partidária. Na sociedade como nos bancos da escola, acautelar conceitos/aulas de civismo e cidadania, o que é liberdade, democracia, educação e compostura. A televisão pública como veículo que molda, não pode servir só para futebol, novelas e propaganda oficial. Não basta compor a rama, é preciso cavar a terra e aconchegar os tomates. Por hora o circo ameaça continuar, mas que o tempo (grande mestre) se encarregue de nos despertar enquanto é tempo. A nós, suporte colectivo de tragédias e façanhas, competirá sobretudo intervir responsável e interessadamente no que a todos diz respeito, não concedendo carta branca ao desbarato para o traçado do caminho, ao círculo restrito de políticos abengalados.

    Gostar

  10. Procópio permalink
    17 Dezembro, 2017 13:24

    rão marques, posso concordar com o elenco de maleitas.
    Uma vez identificadas seria preciso desmontar a cabala em que andamos metidos.
    Não é fácil, a cabala está de braço dado com junckers e draghis.
    São eles de momento que têm os euros.
    Só quando a UE tomar rumo diferente é possível mudar o rumo e denunciar as fantochadas.
    Já está a acontecer.

    Liked by 1 person

  11. licas permalink
    18 Dezembro, 2017 11:44

    António (Groucho) Marx:
    Eu tenho estes Princípios, se não gostam tenho outros (Marx)

    Gostar

  12. licas permalink
    18 Dezembro, 2017 11:49

    No original:
    Those are my principles, and if you don’t like them… well, I have others …

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: