Skip to content

Das vantagens de pagar ao Nogueira & Associados para não falarem de fome à hora do telejornal

17 Janeiro, 2018

A APAV, em parceria com a Intercampus, voltou a aplicar em 2017 o inquérito que já tinha realizado em 2012 sobre “Criminalidade e Insegurança”, em que questionou os portugueses sobre o “sentimento de segurança” face à zona residencial e aos bens pessoais, sobre o “sentimento de segurança em termos pessoais” e a “experiência pessoal nos últimos 12 meses”.

Os dados divulgados esta quarta-feira, que resultam de 600 entrevistas feitas entre 24 de outubro e 11 de novembro a pessoas com 15 ou mais anos, residentes em Portugal continental, indicam “uma tendência para a expressão de um menor sentimento de insegurança por parte da amostra, quando comparados com os resultados obtidos em 2012”.

Como uma das explicações para o aumento do sentimento de segurança dos portugueses, Carmen Rasquete [secretária-geral da APAV] apontou o facto de haver “mais paz social neste momento”.

A responsável lembrou que em 2012 estava-se “no centro da crise económica” e “existia muito o sentimento de negativismo, de pessimismo quanto ao futuro, não só em questões de criminalidade como em questões pessoais”, relacionadas com a “insegurança sobre o futuro e a própria vida”.

 

Anúncios
5 comentários leave one →
  1. JgMenos permalink
    17 Janeiro, 2018 12:17

    Tudo até que a propaganda da desbunda volte a atrair a criminalidade itinerante.

    Gostar

  2. carlos alberto ilharco permalink
    17 Janeiro, 2018 13:33

    Os nove mortos de sábado concordarão.
    Nada mais lhes pode acontecer.

    Liked by 1 person

  3. Juromenha permalink
    17 Janeiro, 2018 15:53

    Os lacaios dos “merdia” comunicacionais “delivering the goods”…

    Liked by 1 person

  4. Miguel Santos permalink
    17 Janeiro, 2018 18:13

    É natural que as pessoas se sintam mais seguras na rua. Os criminosos agora estão mais confinados ao parlamento e outras entidades públicas, ou às sedes dos sindicatos…

    Gostar

  5. José Domingos permalink
    17 Janeiro, 2018 18:51

    O dinheiro para a publicidade já não chega, o jornalixo nacional passou a aceitar encomendas.

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s

%d bloggers like this: