Skip to content

Não, filho, não terás o computador

20 Fevereiro, 2018

Querido filho,

Venho, desta forma, responder à questão que levantaste durante o agradável jantar em família de ontem. Apreciei devidamente a proposta e, de acordo com que determinei com a mãe, pretendo comunicar-te de forma clara os motivos da nossa decisão. Como poderás antecipar, esta conclusão nada tem a ver com falta de reconhecimento do mérito da tua pretensão, a de ganhares dinheiro para comprares o computador desejado, porém, é minha obrigação paternal comunicar-te, nos termos legais apropriados à tua idade, que a requisição foi indeferida: não poderás ter o computador. Eis os motivos pelos quais não podes montar a barraquinha de limonada e bolo caseiro:

Ocupação da via pública – Uma barraquinha de limonada e bolo caseiro necessita de licença camarária para ocupação da via pública, mesmo que essa ocupação ocorra sem qualquer disrupção do seu habitual usufruto.

Falta de licença de venda de produtos alimentares – Bolo caseiro e limonada, independentemente das condições de máxima higiene com que são confeccionados, são produtos alimentares que necessitam da aprovação da entidade reguladora. A consequência pela falta de tal licença implicaria pesada multa pela ASAE e encerramento da barraquinha.

Impossibilidade de trabalho aos 11 anos – Apesar do teu avô ter trabalhado numa pedreira quando acabou a 4ª classe, isso aconteceu no tempo em que o Estado exigia às pessoas que trabalhassem para terem algum dinheiro. Hoje em dia, tal não é necessário, daí que seja proibido. És obrigado a frequentar o ensino obrigatório até teres 18 anos ou até matares alguém, evento esse que permite acederes ao rendimento mínimo e deixares a escola (não me perguntes porquê, são as regras). Eu sei que era só nas férias de Verão, mas essas terão que ser ocupadas a ver a RTP ou as Tardes da Rita.

Falta de aval arquitectónico e falta de licença de obras – Montar uma barraquinha exige perícia que só um funcionário autárquico está em condições de verificar. E se fica uma lasca na madeira?

Falta de seguro contra acidentes – Se fica uma lasca na madeira e alguém se pica, serás obrigado a indemnizar toda a gente (primeiro o Estado, depois a autarquia, por fim a vítima).

Trabalho sem descontos para a segurança social – A sociedade também quer um computador. Reformados também precisam do Mozilla Firefox para o YouPorn. Executares uma tarefa e não gastares mais de 1/5 do total na protecção para a reforma, aquela que nunca receberás, é altamente injusto para o contrato geracional (ou gestacional, não sei bem).

Impossibilidade de cobrar IVA – Vais vender limonada e bolo caseiro sem factura, perpetuando esses mamões que andam aí a não entregar o devido ao Estado? Que tipo de cidadão és tu? Que andas a aprender em Formação Cívica?

Não declarar rendimentos – Vais ganhar dinheirinho à grande e à francesa para entregar todo à Worten, uma subsidiária de grupos com holdings na Holanda? É para entregar todo o dinheirinho ao estrangeiro? E achas que tudo o que recebes é teu, mesmo que te facultemos os ingredientes para o bolo e os limões para a limonada, que não deves IRS? É com pessoas como tu, grandes devedores ao fisco, que este país não saí do sítio.

Insegurança social – Vais fazer os teus pais parecerem maus pais, como se te levassem à Supernanny ou assim? Que tipo de pais deixam os filhos à exposição pública que é vender limonada? Queres que a protecção de menores te leve? Que leve a tua irmã? (Não respondas a está última).

Assim, é com mais do que razão que lamentamos informar que não terás um computador.

Cordialmente,

Papá

Anúncios
13 comentários leave one →
  1. António C. Mendes permalink
    20 Fevereiro, 2018 14:30

    “Cordialmente,

    Papá”
    Hahahahahahahhahah!!!

    Também podia acabar assim : “Agora vai lá ouvir a rádio publica, na pessoa do Bruno Nogueira a ler coisas muita loucas escritas pelo João Quadros, para aprenderes alguma coisa e perceberes para onde, um dia, também o teu dinheiro irá!”

    Liked by 1 person

  2. 20 Fevereiro, 2018 14:34

    Precioso. O desincentivo à iniciativa privada -início da iniquidade capitalista (onde é que eu já ouvi esta?) do socialismo caseiro está a transformar a miudagem numas florinhas de estufa, incapazes de se desembaraçar. Lá se vai a melhor tradição nacional -o desenrascanço

    Liked by 2 people

    • 20 Fevereiro, 2018 21:33

      Desincentivo à iniciativa privada, obrigatoriedade à subsídiodependência: a criança lá terá que ir pedinchar um “magalhães” ao Estado-supernanny…

      Liked by 1 person

  3. Maribel Agrela permalink
    20 Fevereiro, 2018 16:37

    Querido papá, tens toda a razão: deixa o menino formar-se na mandriagem que assim, pelo menos, terá garantido no seu futuro um rendimento (social de inserção, ou alguma dessas baboseiras, para as quais trabalhamos e contribuímos orgulhosamente)….

    Liked by 2 people

    • The Mole permalink
      20 Fevereiro, 2018 18:43

      Se for COMPLETAMENTE incompetente e não tiver QUALQUER ideia, ainda pode chegar a 1º ministro…

      Liked by 3 people

  4. 20 Fevereiro, 2018 16:52

    Óptimo post !

    Hoje, o AC-DC recebeu o seu próximo aliado Rio, certamente com excitação e ansiedade do MCThomaz. Premonitório: o pré-servil Rio, na declaração aos jornalistas, está à frente duma sequência de fotografias onde a artista mete uma mancha no bolso. O AC-DC vai metê-lo no bolso.

    Liked by 1 person

  5. Raghnar permalink
    20 Fevereiro, 2018 16:59

    Heheh, boa malha. Mas ao menos descanse o seu petiz, é tudo para salvaguardar os “mais desfavorecidos”:

    http://www.jornaleconomico.sapo.pt/noticias/vitor-constancio-sai-do-bce-para-ganhar-reforma-de-25-mil-euros-por-mes-271552

    Liked by 2 people

    • Observador endiabrado permalink
      21 Fevereiro, 2018 15:22

      Ora, mas vai dar metade dessa reforma aos pobrezinhos, 1/4 aos desfavorecidos e fica apenas com uns magros tostões, perdão, cêntimos.

      Liked by 1 person

      • Maria Fernanda Louro permalink
        24 Fevereiro, 2018 00:35

        É “menino” para ficar só com os 2.000€ da pensão de sobrevivência!

        Gostar

  6. Arlindo da Costa permalink
    20 Fevereiro, 2018 16:59

    E se fosse na América ainda era muito pior. Experimenta lá maltratar um animal ou chamar preto ao vizinho!!!! ou, ainda melhor, fugir aos impostos!

    Vão logo de cana com grilhões a limpar valetas das auto-estradas!

    Liked by 1 person

  7. 20 Fevereiro, 2018 17:23

    Está mal, concordo. Há o risco de os mais videirinhos enfiarem-se numa jota, com as consequências que se conhecem.

    Gostar

  8. Cinderela permalink
    20 Fevereiro, 2018 20:09

    Delícia de post!!

    Liked by 2 people

  9. Rocco permalink
    20 Fevereiro, 2018 22:49

    Estamos nisto… Rodeados por Estado por todos os lados… Empreender, assim, é um acto de rebeldia que urge tornar-se frequente!…

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s

%d bloggers like this: