Saltar para o conteúdo

Lero-lero de Lamego

11 Março, 2018

assuncao_cristas_foto_paulo_cunha_lusa_31977864d

No discurso de encerramento do congresso do CDS Assunção Cristas disse-nos que Portugal tem pelo menos dois “desígnios nacionais”:
1) ser líder mundial no combate às alterações climáticas.
2) ser líder mundial na economia azul (e verde, suponho).
 
O partido vai cavalgar esta onda?
Eu vou fazer como Adolfo Mesquita Nunes e ver mais o Festival da Canção…
*

 

Anúncios
19 comentários leave one →
  1. carlos alberto ilharco permalink
    11 Março, 2018 19:37

    Dá a sensação que está a pôr nervosos muitos PSD de centro e todos os de esquerda.

    Gostar

  2. Mario Figueiredo permalink
    11 Março, 2018 20:06

    3) ser líder mundial nas estações do metro de Lisboa.

    Gostar

    • carlos alberto ilharco permalink
      11 Março, 2018 21:57

      O seu comentário é muito engraçado e revela que está muito bem informado.
      Possivelmente não sabe de outras ideias muito giras sobre o Metro,por isso vou aqui dar publica notícia.
      Leia duas vezes, à primeira pode não perceber tudo

      A criação de uma linha circular que una parte das actuais linhas Verde e Amarela da rede de metropolitano de Lisboa e a construção de um troço que ligue directamente a Estação do Oriente à Pontinha em 24 minutos são as principais novidades constantes da proposta de expansão, plano da responsabilidade da administração da empresa e do Ministério das Obras Públicas, para ser concretizado entre 2010 e 2020.

      A proposta, apresentada ontem na Estação de Odivelas pela secretária de Estado dos Transportes, Ana Paula Vitorino, pressupõe a ligação do aeroporto (cuja ligação a Oriente está actualmente a ser construída) ao hospital Amadora-Sintra, passando pelo Campo Grande e pela Pontinha. O troço que juntaria a Estação de Campo Grande a Telheiras deixaria de fazer parte da Linha Verde e seria integrado na nova Linha Vermelha. Telheira poderá ligar-se à Pontinha através de três estações (Fernando Namora, Senhora da Luz, Padre Cruz) e o troço entre a Pontinha e Amadora-Este, com a já anunciada chegada ao hospital de Amadora-Sintra, integraria esta nova linha.

      Nova centralidade

      No outro extremo, a Linha Vermelha tem proposta de ampliação, desta vez de São Sebastião até Campo de Ourique, sendo que neste bairro se divide em dois troços: um com direcção ao Alvito e outro com final em Alcântara. O Alvito poderá tornar-se um ponto de intermodalidade, ligando o metro ao eixo ferroviário Norte-Sul, permitindo ligações à parte ocidental da área metropolitana. Por sua vez, Alcântara é encarada como uma nova centralidade de Lisboa, com a concretização dos planos para aquela área. No entanto, a zona ocidental a sul de Monsanto não tem proposta de prolongamento, ficando a Ajuda, Belém e Restelo sem o metropolitano.

      Na proposta de extensões a construir na nova Linha Vermelha prevêem-se 5,9 quilómetros entre o aeroporto e a Pontinha, 3,9 entre São Sebastião e o Alvito e a ligação de Campo de Ourique a Alcântara será feita em 2,3 quilómetros. Uma duração de dez minutos é o tempo estimado para se efectuar o trajecto entre o Alvito e Saldanha.

      No centro de Lisboa, salienta-se a fusão do troço Rato-Campo Grande ao percurso da Linha Verde entre esta mesma estação e o Cais do Sodré. Através do prolongamento do Rato ao Cais do Sodré, com paragens em São Bento e Santos, tornar-se-á possível a criação da tal linha circular.

      Simultaneamente à apresentação do plano, na Câmara de Lisboa, onde o executivo votou favoravelmente a expansão (com votos contra do movimento Lisboa com Carmona e abstenção do PSD), António Costa falava dos méritos do metro, a ponto de ter falado em organizar uma corrida entre este meio de transporte e um Ferrari, garantindo que a vantagem é do pesado e não da máquina italiana.

      Com um investimento total de 2,5 mil milhões de euros, o projecto concretizará a chegada do metro a Loures, com final no Infantado, permitida por uma ramificação em Odivelas. Segundo a proposta, um outro ramal seguirá dali para o centro do concelho, depois para a Ramada, terminando nos Bons Dias, em Odivelas. Este troço, segundo prazos divulgados na apresentação, tem conclusão prevista para 2017.

      Na rede já existente, está prevista a criação de mais estações. Benfica, um bairro onde há queixas devido a problemas de acessibilidade, terá uma bifurcação a partir do Colégio Militar. Por sua vez, entre Roma e Areeiro propõe-se a construção da estação Madrid, que serviria de interface à estação da Refer. Ano e meio depois da inauguração, o percurso Terreiro do Paço-Santa Apolónia tem prevista uma nova paragem em Alfama, por solicitação da autarquia, de acordo com a secretária de Estado dos Transportes.

      Gostar

      • Mario Figueiredo permalink
        11 Março, 2018 22:20

        Caro colega lisboeta, também gostei do seu comentário. Não pus um Like, porque sou contra formas de descriminação. Não tenho o nível de entendimento destas matérias que o douto doutor revela e jamais em tempo algum conseguirei exprimir a sua jovialidade. Mas ainda assim, peço-lhe que leia o seguinte texto, Basta só ler uma vez, porque sua excelência irá perceber tudo logo à primeira.

        Em 2015 o Metro de Lisboa tinha prejuízos de 65 milhões de Euros. No ano seguinte o estado injectava 90 milhões de euros. Em 2016 os prejuízos do Metro foram de 44 milhões. No mesmo ano o Governo anula a concessão a empresas privadas e prepara entrega da gestão para a CML. Isto é a forma como o estado gere as empresas públicas. É por esta razão que as empresas públicas portuguesas são historicamente os melhores exemplos de gestão e de crescimento sustentado e ombreiam com o melhor que se faz lá fora. É por esta razão que se deve investir nas empresas públicas portuguesas, onde o dinheiros sabemos ser sempre bem gasto. Entretanto no ano seguinte a nossa querida socialista… quer dizer, líder da direita portuguesa… Assunção Cristas sugere o aumento da rede do metro para chegar a Algés, Loures e porque não Sacavém.

        Desde já o meu pedido de desculpa se não fui tão informativo e jovial como o douto doutor.

        Gostar

      • carlos alberto ilharco permalink
        11 Março, 2018 23:30

        Não sou doutor, só tenho o antigo 5º ano liceal, não moro em Lisboa e felizmente também não sou lisboeta, por isso não acertou uma única.
        E por isso também não percebo o lençol que copiou.
        Falou-me estações, respondi-lhe com linhas, muita e muitas linhas de uma senhora especialista em comboios e que agora é especialista em mar e navios.
        A que propósito me vem falar em prejuízos do Metro.
        Isso é obrigatório em todas as empresas públicas portuguesas, certamente não está à espera que seja agora a presidenta do CDS que mude isso.
        Se esta à espera, sente-se.

        Gostar

      • Mario Figueiredo permalink
        12 Março, 2018 01:17

        Prontos. Ficamos assim. Para si todo este pagode é obrigatório. Força camarada.

        Gostar

  3. PiErre permalink
    11 Março, 2018 20:52

    Por outro lado, o rei dos ciganos anda a exigir casas para os seus súbditos.

    Gostar

  4. 11 Março, 2018 21:31

    São excitações e mais excitações festivas para entusiasmar totós.

    Gostar

  5. Artista português permalink
    11 Março, 2018 21:52

    Grandes desígnios. Brilhante escolha! Foi pena não ter elegido outros objectivos como por exemplo o combate à corrupção, a redução das desigualdades, etc.

    Gostar

  6. weltenbummler permalink
    11 Março, 2018 21:52

    « en·cris·ta·do
    adjectivo
    1. Ornado de crista; que tem crista alta.

    [Figurado] Soberbo; altivo

    Gostar

  7. A. R permalink
    11 Março, 2018 22:29

    Alguém me explica o apagão televisivo RTP, SIC, TVI de informação sobre a tragédia humanitária em Venezuela?

    Gostar

    • lucklucky permalink
      12 Março, 2018 03:05

      São Marxistas.
      A mesma razão porque a D.Cristas fala de “alterações climáticas” é para agradar aos Marxistas.
      Antes conhecidas por “aquecimento global” mas como tal coisa poderia ser falso trata de arranjar uma expressão anti-científica que dá para tudo, aquecimento, arrefecimento…

      Gostar

  8. Procópio permalink
    11 Março, 2018 22:49

    Seja esta, pessoa graciosa, ou outra pessoa, os dados foram lançados em 2018.
    O triângulo escaleno kosta celinho rio foi designado para enganar, até ver.
    Quando voltam a ser lançados os dados? Não sabemos.
    Até lá, dos partidos da mangedoura só há esperar folklore e bons almoços.
    Zzz, Zzzzz….. na velha europa o vento está a mudar.
    A estatística raramente reproduz o mesmo resultado ao jogar aos dados.

    http://www.suprimatec.com/maquina-de-ciencia-de-dados-substitui-a-intuicao-humana-com-algoritmos/

    Gostar

  9. Procópio permalink
    11 Março, 2018 23:19

    Com cds ou sem cds vamos descobrindo que a culpa do incêndio do pinhal de Leiria afinal foi de D. Dinis. E não há nada que os partidos de direita possam fazer para provar o contrário.

    Foi uma ideia original de D. Afonso III e de seu filho D. Dinis, plantador de naus.
    Estúpidos e meio boçais nunca apresentaram um Plano de Ordenamento e Gestão Florestal. Depois deles, o filho da mãe do D. Afonso IV não mandou fazer estudos topográficos e geodésicos. D. Manuel I, desmiolado esqueceu-se de estudar os resíduos sólidos e os recursos faunísticos. D. João V, esse palerma desprezou os avanços da bioclimatologia e da ecofisiologia das árvores.
    Amaluca da D. Maria I não percebia nada de biologia vegetal e da diversidade das plantas. No fundo, era uma reaccionária,

    O resultado de sete séculos de incúria está à vista: ardeu tudo.
    Há-de ali nascer um novo pinhal, após rigorosos estudos académicos e científicos. Em vez do bolorento nome de Pinhal de El-Rei, irá decerto chamar-se Complexo Bio-Florestal 25 de Abril, com árvores de várias espécies para assegurar a pluralidade, esplanadas e bares, passadiços, zonas culturais — e uma ciclovia asfaltada da Marinha Grande a São Pedro de Moel.
    Estou certo de que o projecto assentará numa “visão pós-moderna da natureza” e no “conhecimento da dinâmica dos sistemas vivos”, além da “capacidade de análise e interpretação da paisagem como meio influenciador do homem.

    Bem vistas as coisas, tivemos muita sorte. Com a benção do celinho, e o enlevo do rio manso e cabisbaixo, mais uma vez, vai ser a esquerda que nos vai salvar.

    Gostar

    • 12 Março, 2018 01:17

      Será uma grande injustiça se não atribuirem o nome de Capoulas dos Santos ao novo pinhal. “Desde D.Dinis não houve uma reforma tão grande.., etc e tal”, disse o idiota útil.

      Gostar

    • Artista português permalink
      12 Março, 2018 08:59

      E os Kamov? Não lhes dão uma pista de aterragem?… ou um depósito de sucata, tanto faz.

      Gostar

  10. 12 Março, 2018 01:23

    O “celinho” está cada vez mais não uma, mas duas muletas para amparar a geringonça. E almofada sempre o AC-DC.
    Assim, não só pela popularidade que explora, por qualquer problema (que Freud talvez explicasse) em relação ao PSD, mas também porque não quer problemas graves até final do seu mandato, o P”S” tem passadeira rosa estendida para vencer as legislativas — nem vai precisar do PC e do BE para formar governo…

    Gostar

    • Mario Figueiredo permalink
      12 Março, 2018 01:59

      2023… Raios me partam! Eu vou ter 54 anos, porra! Para depois ver outra vez o PSD do Pacheco Pereira a fazer o frete e ganhar eleições enquanto o PS tira umas férias, para depois voltar refrescado. Era um puto quando se deu o 25 de Abril. E vou morrer com a merda do 25 de Abril enfiado no cu.

      Gostar

  11. 12 Março, 2018 08:06

    O maior problema da economia azul é que produz muita economia negra. O cinzentismo dos resultados provoca o mercado negro. É o colapso consequente dos ecossistemas.

    Nunca existiu um país pouco afluente onde o meio ambiente e a natureza fossem respeitadas.

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: