Skip to content

A culpabilização dos outros

15 Maio, 2018

Os israelitas exigem que os seus governos governem Israel e defendam Israel. Os palestinianos nada exigem aos seus líderes prestando-se há décadas a ser carne para canhão. Na faixa de Gaza não há água canalizada, a electricidade funciona de vez em quando, não há trabalho. Enquanto os palestininanos andarem a matar-se junto à fronteira os nababos do Hamas podem viver descansados.

Este esquema de poder funciona sempre: a culpa do atraso de Cuba é do embargo dos EUA, a culpa da catástrofe da Venezuela é dos EUA, da Colômbia e já agora de Portugal que não mandou pernil no Natal… Este estado de coisas segue e corre com o aplauso do mundo ocidental onde campeiam artigos como este publicado no Expresso: As guerreiras de Gaza.  Nestes conflitos o lado apoiado pela esquerda abarrota de guerreiras. Havia guerreiras no Vietnam, na Coreia do Norte, em Angola, em Moçambique, no Irão… enfim era um fartote de guerreiras. Agora as guerreiras estão em Gaza. Moral da História: assim que jornalistas ocidentais vislumbram guerreiras é melhor mudar de sítio.

 

Anúncios
40 comentários leave one →
  1. 15 Maio, 2018 10:17

    Os Ocientais andam hiptnotizados, mas quando deixarem de o estar, será tarde! Agouro algo maligno.

    Liked by 1 person

  2. LTR permalink
    15 Maio, 2018 10:18

    É o mesmo problema do arrendamento: só há inquilinos e o resto é crime. Ponto.

    Liked by 1 person

  3. Contumaz permalink
    15 Maio, 2018 10:40

    Post nojento!

    Gostar

    • Mario Figueiredo permalink
      15 Maio, 2018 12:45

      Bem vindo aos Blasfemos. Sente-se e talvez aprenda alguma coisa. Ou pire-se daqui para fora e vá atirar pedras contra soldados israelitas em nome de um país que quer o extermínio ou a conversão de todos os infiéis.

      Liked by 2 people

      • Contumaz permalink
        15 Maio, 2018 13:58

        B.
        Nem mereces a palavra completa!

        Gostar

      • Mario Figueiredo permalink
        15 Maio, 2018 14:47

        “Boa!”?

        Gostar

    • carlos alberto ilharco permalink
      15 Maio, 2018 23:40

      Porquê?
      Faça de contas que sou loiro e explique-me tudo se achar que é necessário um desenho esteja à vontade.
      Obrigado.

      Gostar

    • carlos alberto ilharco permalink
      16 Maio, 2018 12:16

      Que pena, entrou tão decidido e depois quando podia ensinar retirou-se.
      Não se faz, fiquei mesmo desiludido.

      Gostar

  4. A.Silva permalink
    15 Maio, 2018 10:42

    Cheira a morte nauseabunda este post

    Gostar

    • Lucklucky permalink
      16 Maio, 2018 00:13

      És por aqueles que ganham com a morte nos jornais?

      É que o que aconteceu foi para os jornais.

      Gostar

  5. Rocco permalink
    15 Maio, 2018 10:43

    Israel é um dos poucos países do mundo em que há vergonha na cara…

    Gostar

  6. pitosga permalink
    15 Maio, 2018 11:27

    Helena Matos,
    Isto é uma terra de alarves. Ninguém entende o humor que está no post.
    cumprimenta

    Gostar

    • Mario Figueiredo permalink
      15 Maio, 2018 12:39

      Não existe ironia nenhuma aqui. Apenas a realidade dura e crua de uma governação palestiniana de origem terrorista que não governa ou quer governar, e esconde as suas debilidades por detrás do único desígnio nacional da Palestina: o extermínio de Israel. E que de seguida instrumentaliza a sua população para o martírio e não se coíbe de incluir mulheres e crianças no grande projecto nacional.

      A independência conquista-se antes de se tornar um direito. E os Palestinianos ainda não perceberam (alguns já) que os seus líderes são os principais responsáveis pelo estado das coisas. Pela sua miséria e também pelo seu estatuto geopolítico. Que após décadas de assalto à soberania Israelita incluindo uma guerra concertada entre vários países árabes para eliminar Israel do mapa, a Palestina não pode esperar conquistar a sua independência com linguagem beligerante como intifadas, dias de raiva e violência contra forças armadas do país ocupante, ao mesmo tempo que continua a ensinar nas suas sinagogas que um bom israelita é um israelita morto.

      A paz constrói-se com paz. Não com acções violentas porque embaixadas mudaram de sítio. O que a Palestina perde a todo o momento é a capacidade de afirmar o seu direito à independência, porq. E a política intyernacional

      Liked by 2 people

      • Mario Figueiredo permalink
        15 Maio, 2018 12:43

        […] O que a Palestina perde a todo o momento é a capacidade de afirmar o seu direito à independência, uma vez que continua a recusar-se a conquistá-lo. E a política internacional sabe disto mesmo. Sabe tão bem que enquanto falam em nome da solução dos dois estados, por detrás das câmaras e dos microfones não fazem nada para o implementar, independentemente das resoluções da UN. A governação Palestina é simplesmente demasiado volátil e demasiado beligerante para dar qualquer sinal de segurança ao mundo ocidental.

        Liked by 2 people

      • Mario Figueiredo permalink
        15 Maio, 2018 13:06

        Acima, onde digo “sinagogas”, obviamente queria dizer mesquitas.

        Liked by 1 person

      • Lucklucky permalink
        16 Maio, 2018 00:19

        A política militar Palestiniana vive para a lógica do jornalismo ocidental Marxista.

        A lógica que o jornalismo construiu é que se tivessem sido mortos mais pessoas. desde que fossem Israelitas já seria menos mau.

        Ou seja se o Governo Israelita se comportasse com os seus cidadãos como o Hamas com os seus isso já satisfaria os títulos jornalistas.

        É este o mal Jornalista.

        Liked by 1 person

  7. 15 Maio, 2018 13:28

    Mas tanto histerismo porque? desde que a partilha da região conhecida como palestina foi votada favoravelmente na ONU que os palestinos árabes declararam o seu propósito de erradicar Israel do mapa. Já o tentaram várias vezes e continuam a tentar sem sucesso. Ainda hoje as TVs miseravelmente propagandearam o ódio a Israel na boca dos lideres dos movimentos terroristas Hamas e Fatah. Passam vida indignados, a queimar pneus, com intifadas e a matar judeus com a jihad merdosa que lhes dá a volta ao miolo. Haveria algum país do mundo que aturasse os seus inimigos como Israel ? os palestinos árabes perderam todas as guerras contra Israel, temos pena. Ao contrário dos portugueses que tiveram que sair de Africa mudando de continente, os palestinos árabes só têm que atravessar o rio jordão e estão em casa, na Jordânia.

    Liked by 3 people

  8. 15 Maio, 2018 14:12

    A falta de noção do genocídio que ocorre na Palestina há décadas é gritante…

    “By deception thou shall make war”

    Gostar

    • Lucklucky permalink
      15 Maio, 2018 21:14

      Só se for genocídio de Judeus.

      É também espantoso como você não respeita a cultura Islâmica.

      Liked by 1 person

  9. José Domingos permalink
    15 Maio, 2018 14:16

    Excelente, nem mais, os dirigentes no bem bom e os otários, cá fora a queimar pneus com níveis de poluição elevadíssimos. As guerreiras estão-se a vestir. A esquerdalha aplaude.

    Liked by 1 person

  10. 15 Maio, 2018 18:59

    Como bem dizia a Nikky Halley no conselho de segurança:” algum dos países aqui presentes aceitaria este tipo de manifestações na sua fronteira?”, e como dizia há dias o chefe do Hamas: “vamos entrar em Israel e arracar o coração aos judeus”.
    Tudo o resto é hipocrisia.

    Liked by 2 people

  11. Paulo Valente permalink
    15 Maio, 2018 20:18

    Os nazis também diziam que a culpa era dos judeus…

    Gostar

  12. Lucklucky permalink
    15 Maio, 2018 20:31

    São os resultado do jornalismo Marxista.

    Quando é uma invasão de Esquerda/Islâmica com escudos humanos incluindo deficientes o jornalistas chamam-lhe “Protesto”.

    Liked by 3 people

  13. A. R permalink
    15 Maio, 2018 21:26

    Levam crianças para a frente de batalha, usam miúdos para escavar túneis morrendo estes frequentemente soterrados, usam crianças como escudo humano, disparam de áreas residenciais, guardam armas em escolas da UN, convertem as ajudas em armas e túneis, arrastam pessoas com motos pelas ruas, fuzilam sumariamente, ensinam ódio nas escolas, incendeiam colheitas alheias mas não cultivam, usam a rádio para incentivar a violência, perseguem jornalistas, atacam quem lhes dá de comer (o Egipto já fechou a fronteira e resta-lhes Israel), esfaqueiam crianças israelitas no berço, pagam pensões a quem mata, prestam honras a Hitler, cam meninas de 12 anos, etc, etc!

    Estes tipos do Hamas deverão subir ainda muitos patamares para alcançar o que se chama os mínimos de civilização humana. Quem ajuda? UN, EUA e Europa que pagam este modo de vida vertendo milhões sem o mínimo de controlo. Tanto europeu na pobreza e na rua e tanto terrorismo financiado.

    Liked by 1 person

  14. Arlindo da Costa permalink
    15 Maio, 2018 21:26

    Tão negacionista e hipócrita a posição da Drª Helena!

    Quer também negar os campos de concentração nazis? Quer negar o inferno do gueto de Varsóvia?

    Porque é que brinca e desvaloriza com o campo de concentração a céu aberto da minguada Faixa de Gaza, onde estão cercados, humilhados e espoliados mais de dois milhões de SERES HUMANOS? O gueto de Varsóvia era pior do que aquilo????

    Olhe que NEGAR CRIMES CONTRA A HUMANIDADE é punível nos países europeus civilizados e até nos EUA…..

    Gostar

    • Os corruptos que se cuidem permalink
      15 Maio, 2018 23:56

      Moço, vai ler o post acima da tua intervenção-sarjeta. Precisas de um desenho para perceber?

      Gostar

    • Lucklucky permalink
      16 Maio, 2018 00:04

      Ena pá descobri hoje pelo Arlindo que Hong Kong e Macau eram campos de concentração.

      Arlindo onde estavam os soldados nazis presos? em campos de….?

      Gostar

  15. A. R permalink
    15 Maio, 2018 22:28

    “Porque é que brinca e desvaloriza com o campo de concentração a céu aberto da minguada Faixa de Gaza, onde estão cercados, humilhados e espoliados mais de dois milhões de SERES HUMANOS? O gueto de Varsóvia era pior do que aquilo????”

    Oh, homem aquilo ia ser a Suíça do médio oriente: receberam campos cultivados, vinhas, estufas, rede de água, geradores de energia eléctrica, dessalinizadoras e recebem centenas de milhões de euros de borla.
    “expoliados” são pelos terroristas do hamas
    “campo de concentração a céu aberto”: olha que não! Só Israel quer fronteira com eles. O Egipto não quer nada com aquilo. A “céu aberto” tens Cuba e a Venezuela.
    “O gueto de Varsóvia era pior do que aquilo?” eles andam com suásticas: estão precisamente fora do gueto.

    Não bebas tantas garrafas de envelopes.

    Liked by 1 person

  16. José Ramos permalink
    15 Maio, 2018 23:01

    As guerreiras preenchem as fantasias eróticas de qualquer “activista/o” que se preze…

    Gostar

  17. 15 Maio, 2018 23:24

    Ora cá está, os votantes do Bloco…


    Gostar

    • Lucklucky permalink
      16 Maio, 2018 00:09

      Grande argumento …os votantes do bloco extremistas sociais estão com os extremistas religiosos.

      Isso já nós sabíamos.

      Mortos na Guerra Iraque-Irão: mais de 1 milhão

      Gostar

    • Expatriado permalink
      16 Maio, 2018 02:07

      Eina pah. Agora já sei de onde os escultores das estátuas da Ilha de Páscoa foram copiar os modelos dos chapéus…

      Gostar

    • 16 Maio, 2018 02:19

      “os votantes do bloco extremistas sociais estão com os extremistas religiosos.”

      A ginastica mental que esta malta dá, está so nivel da do pcp.

      “A solid majority of ultra-Orthodox Jews will vote for Donald Trump”
      https://www.timesofisrael.com/haredim-look-to-trump-as-a-pro-israel-traditionalist-tough-guy-emphasis-on-guy/

      Gostar

      • Lucklucky permalink
        17 Maio, 2018 02:43

        Parece que tens um problema de significado de palavras

        Extremista: Quem por exemplo quer destruir um país como os teus amigos não é o mesmo que quem só come comida kosher.

        Gostar

  18. A. R permalink
    15 Maio, 2018 23:37

    “Ora cá está, os votantes do Bloco…” Chamam-se judenrats: um denominador comum entre o comunismo e o nazismo: uma espécie de pacto Ribentrop-Molotov. Deu muita paz à Europa como sabemos e estes a mesma paz para o médio oriente. Os que se opõem ao Hamas são fuzilados.

    Gostar

  19. carlos alberto ilharco permalink
    15 Maio, 2018 23:39

    O melhor destas “guerreiras” é todas falarem um fluente português que muito ajuda as “jornalistas” que lá vão +ara as entrevistas.
    O smartphone parecia-me um Samsung, bom gosto.

    Gostar

  20. 16 Maio, 2018 00:54

    Olhaaaaa a “rataria”, olha a “ratariaaaa”….

    Gostar

    • Expatriado permalink
      16 Maio, 2018 02:14

      Pois… Isto veio do mesmo prelo onde foi fabricado aquele “documento” que “fazia prova” de Cavaco ter sido da PIDE?

      Liked by 1 person

    • 16 Maio, 2018 02:27

      Veja lá, não se contorcione muito que ainda lhe dá uma tendinite cerebral como o Pcp quando lhe falam da venezuela.

      Gostar

      • Lucklucky permalink
        17 Maio, 2018 02:39

        O mg mais as suas táticas Marxistas pois bem sabes a definição de genocídio. Ou és burro?

        Só isso bastava para perceber que o que está ali escrito seja por quem for não tem valor algum.

        Sabes que a esperança média de vida de um homem Palestiniano era superior a um homem da Ilha da Madeira há uns anos atrás?

        Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s

%d bloggers like this: