Saltar para o conteúdo

orgulho: isto não é os eua

30 Junho, 2018
by

001

Anúncios
37 comentários leave one →
  1. Comissário permalink
    30 Junho, 2018 00:44

    Não vejo os restantes camaradas.Já não se canta a gaivota nem o força força.
    É o imprialismo nas cantigas pro povo.

    Gostar

  2. 30 Junho, 2018 01:10

    Assim se formata nos perturbados cerebelos dos indigentes tugas uma noção de Estado reconhecido aos seus, de sociedade responsável, de felicidade duradoura, de presente e futuro bem presidido e governado. E, que tipo de cultura privilegiada.
    Marcelo, Ferro & Costa tenham juízo ! Que políticos tão rascas, banais e irreversivelmente irresponsáveis…
    Este tipo de país e não me merece consideração mínima. É tempo perdido estar-lhe demasiadamente atento.

    Liked by 3 people

    • lucklucky permalink
      1 Julho, 2018 09:58

      E nunca tivemos um país tão perigoso nos tempos recentes.

      A União Nacional de Jornalistas, Políticos, “Artistas”, augura o pior.

      Os “checks and balances” reduziram-se a quase nada.

      Gostar

  3. 30 Junho, 2018 01:38

    Afirmou o MCThomaz, “a casinha” (canção dos Xutos) “é a casinha nacional”. Isso, pá, banaliza mais o sítio, fermenta ainda mais o conformado (e desde sempre enraizado) “inho” tuga, é o que o país precisa…
    O MCThomaz é um anestesista do carago !

    Liked by 1 person

  4. 30 Junho, 2018 01:55

    Essa canção não é dos Xutos. Celebrizou a Milú nos anos 1940, mas desde o PR ao permanentemente ganzado a autoria é-lhes irrelevante.

    Liked by 1 person

  5. PA, permalink
    30 Junho, 2018 01:58

    um escandalo.

    Gostar

  6. Mário Fernandes permalink
    30 Junho, 2018 02:39

    Está de volta o país do naperão em cima do televisor.

    Liked by 2 people

  7. Mario Figueiredo permalink
    30 Junho, 2018 02:52

    A imagem é demasiado vergonhosa. O país que atinge o nojo mais profundo. E não há ninguém que nos ajude. Não há comunicação social, não há gente das letras e da cultura, como outrora se cantavam os amanhãs. Não há estudantes. Não há heróis. Não há sequer nacionais. Não há povo. Não há mais nada. Só isto e futebol. Ninguém que nos ajude a liberta disto. Ao que nós chegamos.

    Esta imagem não é só populismo mediático e abjecto a mando de um narcisismo primário, infantil, totalmente desajustado de um pais e de um povo que vive e sofre todos os dias uma realidade muito mais dura e cruel. Esta imagem é mais do que isso: Isto é o Mal encarnado nesta gente. Eles são os piores inimigos do país e do povo.

    Liked by 3 people

    • Mario Figueiredo permalink
      30 Junho, 2018 03:05

      Mas qual país? Não há país, coisa nenhuma. Somos hoje um aglomerado territorial que se chama país apenas porque não pode haver pedaço de terra neste planeta que não pertença a alguém. Somos um país apenas por força da 1ª lei de Newton, e a caminho de nos tornarmos um pedaço genérico de território.

      Qual identidade? Qual cultura? Qual nação ou nacionalismo? Tudo nos é tirado sob o pretexto do racismo, da xenofobia, do extremismo, das escravatura, ou de outra qualquer bandeira que procure derrubar a noção de um estado-nação independente e orgulhoso da sua cultura e da sua história. Até nos tiram o direito de sermos bem governados e o dever de nos governarem bem. De sermos bem representados e de nos representarmos bem.

      Liked by 2 people

      • carlos alberto ilharco permalink
        30 Junho, 2018 10:48

        Lapidar.
        Só há duas coisas que unem os portugueses.
        Seis milhões e meio pelo Benfica.
        Talvez dois milhões pela selecção.

        Gostar

  8. Mauritano permalink
    30 Junho, 2018 08:38

    Como diziam os pinguins. “Sorrir e acenar, sorrir e acenar”. Entretanto continua o saque.
    Cada vez tenho menos vontade de regressar a um rectângulo tão mal frequentado.

    Gostar

  9. JgMenos permalink
    30 Junho, 2018 08:49

    Um aborrecimento…um entretém…vulgar…rasca…

    Gostar

  10. Oscar Maximo permalink
    30 Junho, 2018 08:54

    Claro que não é os EUA. Lá há um perigoso populista na presidência.

    Gostar

    • 30 Junho, 2018 09:29

      É verdade. E por cá o que temos tido senão populismo ? a divida não é para pagar, há mais vida para além do défice, a austeridade acabou com a geringonça, as autoridades fizeram tudo o que podiam fazer ( Marcelo à chegada a Pedrogão com o fogo ainda a decorrer ), não podemos contar o tempo de serviço aos professores mas talvez se arranje em troca uma diminuição da idade de reforma, agora aumentamos o ISP mas assim que o combustível aumentar nós baixamos, somos um país evoluído com aborto grátis a pedido mas temos uma crise demográfica que só se resolver com a vinda de imigrantes fofinhos…podíamos continuar mas não vale a pena. Se isto não é populismo o que será ?

      Gostar

  11. André Miguel permalink
    30 Junho, 2018 09:00

    Só temos o que merecemos, é o reflexo do que somos enquanto país. Um país-zinho onde, como disse o Procópio, se nasce para ser de esquerda e servir à mesa. Os aventais fazem o resto.

    Gostar

    • 30 Junho, 2018 09:13

      Há tantos anos eu tenho chamado a atenção para o cada vez mais incrustado e anestesiante “inho” na sociedade tuga…

      Gostar

  12. 30 Junho, 2018 09:07

    Para que os tugas indigentes venham a ter noção das suas ignorâncias, futilidades e descomprometimentos para um evolutivo país, o ideal será que surja nova bancarrota durante plena e farta festança. Talvez –talvez…– assim caindo numa insuportável realidade, aprendam qualquer coisinha e comecem a rejeitar os seus carrascos.

    Liked by 1 person

  13. carlos alberto ilharco permalink
    30 Junho, 2018 09:15

    Palavras para quê.
    A imagem é tudo, fazem aquilo que o parolo do povo gosta.
    São uns verdadeiros artistas.
    Até pessoas que eu considerava inteligentes, ficaram extasiadas.
    Estamos vencidos.

    Liked by 1 person

  14. Artista Português permalink
    30 Junho, 2018 09:25

    Cá para mim, Xutos & Ponta-pés é só logo à noite contra o Uruguai. Oxalá ganhemos…

    Gostar

  15. António Maria permalink
    30 Junho, 2018 09:45

    Se o homem vai de fato de banho para a praia, porque é que vai de fato e gravata para um concerto rock?

    Gostar

  16. 30 Junho, 2018 09:52

    Cada vez mais me envergonho de ser português!!!

    Gostar

    • 30 Junho, 2018 10:51

      Estes políticos rascas, fatelas, popularuchos, não têm um pingo de vergonha por o que fazem e dizem. Não se envergonhe por causa deles.
      Você, também você, é herdeiro de acontecimentos históricos de dimensão internacional que contribuiram para evoluções da humanidade, lembre-se por exemplo dos Descobrimentos. Mas há muitos mais.

      Gostar

      • carlos alberto ilharco permalink
        30 Junho, 2018 10:54

        Lembrar os “descobrimentos” neste tempos é perigoso.
        Pode levar-se uma lambada de historiadores e deputados de esquerda.

        Gostar

  17. rão arques permalink
    30 Junho, 2018 10:53

    Grandes figurões. Cantando ou já cá canta, lá vão enchendo e saltando.

    Gostar

  18. 30 Junho, 2018 10:58

    Quando falecer um grande músico, escritor, cientista, filósofo, actor português, EXIJO (!!!!) que os três maiores representantes do Estado estejam nas exéquias ! E nas homenagens posteriores !

    Gostar

  19. 30 Junho, 2018 11:02

    CAIlharco,

    Agradeço mas não seguirei o seu conselho.
    Se alguma vez algum político pirralho me fizesse frente com argumentos contra os Descobrimentos, levaria resposta violenta.

    Gostar

  20. Bal permalink
    30 Junho, 2018 11:17

    Parolos do car@lho.

    Gostar

  21. 30 Junho, 2018 11:39

    Há algum tempo, um político profissional e meu amigo falava comigo quando chegou perto de nós o Tim. Foram apresentados, o político pediu uma selfie com o músico, ficou embevecido por o conhecer. Não mais me ligou durante uns cinco, seis minutos. Retirei-me ostensivamente tipo “passem bem”. Passadas horas publicou a foto no facebook. Quando o reencontrei levou com esta: “porra, banalizaste-te tanto naquela foto infantiloide com o Tim… Com que então o gajo é mais importante do que eu !?” “Ó pá, tens razão, desculpa-me”.

    Gostar

    • Mario Figueiredo permalink
      30 Junho, 2018 12:05

      “Ó pá, tens razão, desculpa-me”

      … até aparecer o Rui Reininho.

      Gostar

      • 30 Junho, 2018 13:19

        O RReininho tem classe ! O Tim se comparado com ele é um bronco.

        Gostar

    • rogerio alves permalink
      30 Junho, 2018 12:14

      Quem é o Tim? (Com esse nome, só conheço o cão dos Cinco)

      Gostar

      • 30 Junho, 2018 13:25

        O Tim é o novo amigo dos três tipos que não representam condignamente os mais altos cargos do Estado português.

        Lembrei-me disto: quando os Xutos escolheram o nome, “Xutos” surgiu como apologia aos xutos na droga. Não há alguém que meta isso nas cabecinhas desses políticos fatelas ?

        Gostar

  22. Prova Indirecta permalink
    30 Junho, 2018 19:30

    isto para mim , só era notícia se o Marcelo tivesse um desmaio no palco
    estou farto de dar para este peditório
    isto vai acabar mal

    Gostar

  23. Abílio Santos permalink
    1 Julho, 2018 01:48

    Considerando o carroceiro da guitarra o próximo evento cultural conjunto sera a concentração de motards em Faro. As duas jarretas ao lado será o juri da miss t-shirt molhada

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: