Saltar para o conteúdo

Funcionários públicos do mês

28 Julho, 2018

*O responsável pela venda de um prédio da Segurança Social ao desbarato ( 347 mil euros  por um prédio em ruínas em Alfama no ano de 2014 é uma pechincha)

*O gestor da conta na CGD de Ricardo Robles (será familiar da gestora de conta de José Sócrates? )

Anúncios
8 comentários leave one →
  1. Manuel Traquina permalink
    28 Julho, 2018 11:00

    Estes atrevimentos da esquerda eticamente exemplar estão a tornar-se demasiado frequentes. O outro País limita-se a estrebuchar platonicamente. Começo a ficar preocupado…

    Liked by 1 person

  2. Raghnar permalink
    28 Julho, 2018 11:53

    E já veio o sacerdote DO atestar a “coerência política” do camarada e o amor da esquerda moderna pela “liberdade de propriedade”:

    “Que eu saiba, o Bloco de Esquerda não defende, para os dias de hoje, a limitação à liberdade de propriedade”

    https://leitor.expresso.pt/diario/27-07-2018/html/caderno-1/temas-principais/a-esquerda-nao-moraliza-o-lucro-1

    Claro que não, apenas organiza workshops com o título “A propriedade é o roubo: debate sobre a socialização dos meios de produção” para expressar esse seu amor pela “liberdade de propriedade” e para (de)formar os mais jovens nessa sua particular forma de expressar o amor.

    Orwellianismo em estado puro…

    Gostar

    • LTR permalink
      28 Julho, 2018 14:19

      A falsidade ideologica devia ser um crime, mas nós não temos arrojo, nem a oposição tem sabido lidar com esta autêntica falcatrua ideológica!

      Gostar

  3. Expatriado permalink
    28 Julho, 2018 12:32

    Quais foram as garantias dadas à CGD para conceder os empréstimos?

    Investigue-se…

    Gostar

    • André Miguel permalink
      28 Julho, 2018 13:44

      Suspeito que nenhumas e que seja um caso de informação privilegiada e uso de cargo político para vantagens pessoais. Como nos países de 3° mundo, tá a ver?

      Gostar

  4. André Miguel permalink
    28 Julho, 2018 14:00

    De repente fui assolado por uma questão: porque não realizou a segurança social as obras em causa (não tinha 600 mil euros?!) e encaixou as mais valias?

    Gostar

  5. 28 Julho, 2018 16:33

    Para Ricardo Robles um caso de “conflito de interesses” : como sejam manter-se no BE + CML e proceder livremente a especulação imobiliária. A Democracia tem destas singularidades: “faz o que eles dizem, evita fazer o que “eles” fazem. O exercício do Capitalismo reservado exclusivamente aos que nos enchem os nossos ouvidos ser uma forma detestável de organização económica…

    Gostar

  6. Vitor permalink
    29 Julho, 2018 23:15

    Desculpem mas o prédio não foi propriamente vendido ao “desbarato”. A questão é que um imóvel ocupado por inquilinos com contratos vitalícios de rendas muito baixas, sejam eles de pequenos negócios de lojas “históricas” ou menos “históricas” tem um valor completamente diferente de um imóvel desocupado. Isso não é nenhum novidade para quem esteja minimamente por dentro do mercado imobiliário. Basta ver que os apartamentos que se vendem com contratos de arrendamento são vendidos por valores inferiores aos que estão desocupados.
    Quando se diz que Robles fez especulação isso poderá ser em parte verdade mas uma das principais medidas mais importantes que ele tomou e que lhe permitiu valorizar o imóvel os tais 500% foi precisamente a desocupação do imóvel. E ele conseguiu isso pagando indemnizações praticamente residuais e pelos vistos até chegou entrar em litígio com o dono de um pequeno café que ali operava. E é precisamente contra essa maior facilidade criada pela lei “cristas” em despejar/terminar contratos/não renovar (enfim como se lhe queira chamar) que é uma das suas principais bandeiras eleitorais (e do Bloco). A Segurança Social muito provavelmente não teria a capacidade e “arte” jurídica e negociar para conseguir desocupar as frações com custos tão residuais. Mas é esse o grande paradoxo que uma pessoa que em privado beneficiou tanto de uma maior facilidade em terminar contratos com rendas inapropriadamente baixas, em público se bata de forma tão acérrima pela reversão da legislação que o possibilitou.

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: