Saltar para o conteúdo

Basta! “Boa sorte” a puta que vos pariu

6 Agosto, 2018

Não há muitas coisas que me façam sair do sofá para passar do bitaitismo opinativo para o activismo, mas a história dos miúdos que escaparam ao fogo com um “boa sorte” em Estremoz é uma delas. Se, perante a tentativa de localização exacta por GPS de pessoas em apuros, a resposta é de que os serviços de emergência não podem receber coordenadas, então eu quero vir para a rua e empalar alguém. Não só: quero contribuir, caso as famílias dos jovens decidam meter no banco dos réus o estado português, incluindo meios pecuniários, para que o estado inche e inche bem pela forma negligente – ou, mais exactamente, pela displicência inumana – com que nega auxílio a quem precisa.

Estes miúdos – que podiam ser meus filhos – safaram-se por pura sorte. Não é para isto que pago impostos, seus bandidos! Decerto não estou sozinho na vontade de levar isto em frente. Quem está comigo?

Anúncios
73 comentários leave one →
  1. PAIXAO AFONSO permalink
    6 Agosto, 2018 12:56

    “Basta! “Boa sorte” a puta que vos pariu” É claro.

    Gostar

  2. António Maria,. permalink
    6 Agosto, 2018 12:58

    E parece que ninguém se preocupa, logo a começar pela Comunicação Social. Parece que está tudo normal. Ou seja a prevenção do governo começou por prevenir os danos de imagem ao controlar as críticas dos jornalistas.
    Já nagorano PM está de férias?

    Liked by 1 person

    • LTR permalink
      6 Agosto, 2018 14:25

      Enquanto passar no Observador e não passar na RTP, SIC e TVI às 20h está tudo bem. Se passar então aparece logo o ministro da administração interna a dizer que vão abrir um inquérito porque souberam pela comunicação social. Aliás, a pergunta do momento para o ministro (visto que el comandante está em retiro preventivo) é por que não o abriu ainda? Não sabia?

      Liked by 2 people

  3. 6 Agosto, 2018 13:12

    No que puder ajudar, conte comigo. Terá o meu email concerteza, use-o se precisar.

    Gostar

  4. Mario Figueiredo permalink
    6 Agosto, 2018 13:12

    Pode contar comigo com um contribuição para ajudas de custo aos pais.

    Mas só numa condição. Vamos conversar sobre criar uma plataforma num estilo crowdfunding de apoio a cidadãos que queiram levar o estado a tribunal. Só estou interessado em ajudar se estivermos a falar de algo mais útil ao país e com melhores condições para colocar o estado em bicos de pés. Já que sabemos que neste país não podemos contar com a oposição (excepto o pessoal do PCP e do Bloco, mas que hoje se encontram dobrados para o PS), nem com os media.

    Liked by 1 person

  5. 6 Agosto, 2018 13:48

    O 112 não funciona. As escolas não têm condições. Os hospitais estão no caos. As cantinas servem comida com larvas. Os combóios páram no meio de descampados. Os bombeiros não têm meios. As estradas estão degradadas. A polícia não tem gasolina. E temos a maior carga fiscal de sempre, e a dívida aumenta. De vez em quando sai uma estatística encomendada a mostrar que os suecos ou noruegueses pagam tantos impostos como nós – mas aí as coisas não são assim, os sistemas funcionam.
    Do 112 desejarem boa sorte é a última gota. É um serviço de EMERGÊNCIA para atender o que foi uma EMERGÊNCIA. Se é só para desejar boa sorte despeçam-se.
    Peço aos comentadores do costume que se abstenham de piadas. Amanhã podem ser vocês. Pensem nisso.

    Liked by 3 people

  6. 6 Agosto, 2018 14:02

    Subescrevo a condição imposta pelo Mário Figueiredo.
    Contem comigo.
    Suponho que terá acesso ao meu e-mail.

    Gostar

  7. 6 Agosto, 2018 14:08

    Apoio.

    Gostar

  8. 6 Agosto, 2018 14:10

    Conte comigo

    Gostar

  9. Andre Miguel permalink
    6 Agosto, 2018 14:17

    Apoiado. Conte comigo.

    Gostar

  10. LTR permalink
    6 Agosto, 2018 14:21

    É mesmo isto! Mas não foi apenas esta. Numa outra notícia foi relatado que já com o incêndio de Monchique a decorrer (previsto e anunciado por especialistas na TV no ano passado como sendo o espectáculo previsto para o ano seguinte!) o governo pediu imagens de satélite do terreno. A ver se nos entendemos: há um país na Europa e na NATO que em 2018 não tem catálogo de qualidade do território e cujos operadores do INEM não têm uma aplicação de bolso ou integrada na aplicação de atendimento que dê a localização exacta com um erro de 10 ou 20m porque ainda ninguém se lembrou desse detalhe!

    Estes fulanos vão ao ponto de pedir e identificar nome da rua, nº de porta e localidade, e depois pedem um ponto de referência para o qual mandam o socorro!

    E como dizia ontem o especialista em florestas que fez a denúncia de que no ano passado tinham avisado sobre a época especial de Monchique 2018 (confirmado em directo por José Alberto Carvalho), usam as máquinas de rasto agora e não no inverno? Há caminhos onde mal cabe um veículo ligeiro de bombeiros! Inversão de marcha só via ribanceira abaixo!

    Ninguém me tira da cabeça que somos um povo de chanfrados.

    O reino das cunhas e do compadrio havia de produzir os seus efeitos e eles aí estão.

    Obviamente, Marcelo vai visitar o INEM. É que está-se mesmo a ver!

    Liked by 2 people

    • CANHA, EDUARDO. permalink
      6 Agosto, 2018 14:29

      Comissões de INKERITO não Faltam ! Faltam os RESULTADOS E POSTERIORES TRATAMENTOS !?!?!…

      Gostar

  11. LTR permalink
    6 Agosto, 2018 14:34

    Ora vejam lá esta notícia de 2008:

    “Ambulâncias com GPS. O INEM – Instituto Nacional de Emergência Médica está a equipar todas as ambulâncias de socorro, incluindo as que se encontram localizadas nos quartéis dos bombeiros (cerca de 300 viaturas no total), com um sistema de informação, que inclui o GPS (sistema de posicionamento global), permitindo tornar mais rápido e eficaz o envio dos meios de socorro. Os novos sistemas poderão estar em funcionamento ainda este mês.”

    E esta de 2011:

    “A Câmara de Ourém adquiriu um GPS que vai entregar à GNR.”

    É cada um a trabalhar para o seu lado!
    Eles gostam mais é de radares!

    Gostar

  12. LTR permalink
    6 Agosto, 2018 14:36

    Gostar

    • carlos alberto ilharco permalink
      6 Agosto, 2018 16:50

      Isto foi a sério, ou era tudo encenado?

      Gostar

      • ameliapoulain permalink
        7 Agosto, 2018 09:55

        Infelizmente foi real… inclusive os Gato Fedorento fizeram na altura um grande skecth .. é só pesquisar na net…

        Gostar

    • Rocco permalink
      7 Agosto, 2018 10:25

      Burrocratas dos níveis mais baixos… Os dos níveis mais altos estão em reuniões, conferências de imprensa e cocktails… E “no pasa nada”.

      Gostar

  13. Juromenha permalink
    6 Agosto, 2018 14:36

    Total, e raivosamente, de acordo.
    Puta que pariu todos esses chulos e parasitas , passe a redundância, que inundam o “governo” e as “instituições”.
    E puta que pariu o gado eleitoral que mantém semelhante canalha.

    Liked by 1 person

  14. bst permalink
    6 Agosto, 2018 15:33

    O estado não tem dinheiro próprio: é o nosso dinheiro. Por isso, quem pagaria seríamos nós.
    Só se fosse uma acção crime, mas não creio que, esta atitude criminosa seja punível.

    Gostar

    • Perigoso Neoliberal permalink
      6 Agosto, 2018 16:57

      Eu também contribuo para essa vaquinha. Subscrevo as palavras do Mário Figueiredo.

      Gostar

  15. Jose Augusto Borges permalink
    6 Agosto, 2018 15:50

    Eu. jampborges@hotmail.com (também sou advogado, patrocino sem qualquer custo e ainda participo nas custas)

    Gostar

  16. Manuel Peleteiro permalink
    6 Agosto, 2018 16:00

    Eu

    Gostar

  17. Ana Vasconcelos permalink
    6 Agosto, 2018 16:11

    E eu

    Gostar

  18. carlos alberto ilharco permalink
    6 Agosto, 2018 16:52

    Lastimo desanimar-vos.
    Esqueçam.
    Nunca ninguém ganha ao Estado, e mesmo quando ganham (uma vez em milhão) o resultado não chega no tempo de vida do queixoso.
    Melhor atirar uma pedra ao edifício do Conselho de Ministro, pelo menos sai no Telejornal.

    Liked by 1 person

  19. José Domingos permalink
    6 Agosto, 2018 16:57

    Ó português no seu melhor. Não ajuda ninguém ainda por cima ninguém parou. O que nos interessa é o nosso problema, nem os animais soltam com medo que vão para casa de outro, preferem que morram queimados.
    Que povo labrego, miserável

    Gostar

  20. Daniel Ferreira permalink
    6 Agosto, 2018 16:58

    Adorava ter ainda “nervo” para me indignar com mais esta afronta, mas tudo isto são “peanuts” em comparação com o que aí vem. Já sabemos que da parte das “weapons of mass desinformation” nada vai ser dito, afinal de contas, é para isso e só para isso que a CSocial existe hoje. Desinformar, distrair e esmagar todos os que tentam falar a verdade. Como carro-vassoura existem os(as?) idiotas úteis avençados para repetir a dita ladaínha a qq figura que ouse sequer falar contra o status quo.

    Ainda assim, (((eles))) sabem que para eliminar o patriotismo português, de longe um dos maiores e melhores do mundo (força unificadora que nos fez sobreviver a 850 anos de tentativas de infiltração por todas as espécies de invasores e que tentam subverter agora chamando de “populismo” e “protecionismo”) é preciso muita cautela. Tudo ruiria, bastava alguém tornar mais ou menos viral os 3 seguintes acordos (vigoram já daqui a menos de 1 ano) que servem para legalizar uma calamidade de dimensões Bíblicas:

    Acordo de Barcelona – acordo assinado recentemente pelos comunistas genocidas (passe o pleonasmo) da UE que diz especificamente que tudo o que for considerado Islão é para respeitar sobre qualquer outra “lei social” (shariah law)

    Acordo de Marrakech – acordo assinado recentemente pelos comunistas genocidas (passe o pleonasmo) da UE que alarga o espaço europeu “sem fronteiras” a 40 países africanos. (80% dos 1.5 BILIÕES de africanos nesses países dizem que gostavam de vir para a Europa se tivessem oportunidade – e ó se vão ter). “Resposta pronta ao Populismo emergente”, disse o sr. Emmanuel “Rothschild Posterboy” Macron ao assinar o documento.

    Global Compact for Migration – acordo assinado pelos comunistas genocidas (passe o pleonasmo), assinado na UN, que ratifica qualquer coisa como “todos os cidadãos do 3º mundo (África e Méd. Oriente – 2.2 BILIÕES) têm o DIREITO NATURAL e LEGAL de vir para a Europa e tornarem-se cidadãos automáticos mal ponha pé em solo europeu PARA TODO O SEMPRE”. Como todos os eufemismos comunistas, diz uma coisa no nome e resulta noutra coisa na prática – diz Global mas é unicamente “Origem África – Destino Europa” e só neste sentido.

    Juntem a isto a destruição das leis de nacionalidade pelo Judas Costas, onde muito resumidamente, alguém vindo de fora que roube, viole ou mate não só não pode ser deportado como vai continuar a receber comida, cama, roupa lavada e na lista para pedir cidadania a somar a uma nova lei que garante nacionalidade portuguesa a todo e qualquer ser que nasça em PT. Ter um progenitor português já não interessa para NADA!

    As eleições de 2024 vão ser qualquer coisa do género: PS ganha com 90% de votos mas só 3% dos tugas é que votaram neles.

    Reparem que ao contrário dos países do 3º mundo, os europeus não têm absolutamente lugar algum para fugir.

    Povinho, há três hipóteses: ou ficam a ver as nossas crianças e mulheres serem cilindradas (são só estas duas fações da sociedade o alvo), ou se mudam para os países que ainda os têm no sítio, ou fazem aquilo q foi feito em 1926 e 1975 – destronar os comunistas genocidas (passe o pleonasmo) antes que seja tarde de mais. O ponto de não retorno eterno é 2019.

    Se nada for feito, vamos perceber literalmente porque é que “parar é morrer”.

    “Boa Sorte”!

    Gostar

  21. Miguel Ribeiro permalink
    6 Agosto, 2018 16:58

    Estou contigo! Quando começamos???

    Gostar

  22. Perigoso Neoliberal permalink
    6 Agosto, 2018 17:04

    Eu também contribuo para essa vaquinha. Subscrevo as palavras do Mário Figueiredo.

    Gostar

  23. anonimo permalink
    6 Agosto, 2018 17:12

    as duas vezes que telefonei para o Inem, uma das quais com 4 ossos partidos e ligando com o dedo mindinho, a grande questão que me colocaram foi “qual é a freguesia”. Sei lá qual é a freguesia, minha senhora, estou aqui no meio do alcatrão…é a av. antonio de spinola. Isso é marvila ? sei lá minha senhora. Envia a puta da ambulancia ou não ?

    Gostar

  24. Procópio permalink
    6 Agosto, 2018 17:47

    O chico vota ps, ou pior. O chico não esteve em pedrogão. Pensou, coitados, vá lá que não foi nada comigo. O chico não está em Monchique, pensou, ainda bem que não estou lá. O chico não está em Marvão, era só o que me faltava! Não passa pela Fóia, sei lá onde isso fica! Até agora tudo bem.
    O problema do chico é que um dia irá ao hospital, o chavalo desempregado continua a pedir dinheiro, a mulher anda esquisita, diz que a fazem estar mais horas no emprego, os transportes públicos empenam, a sogra teve um aumento de 6 euros na pensão mas afinal só vai receber 1,5 euros, e ainda por cima o jonas vai-se embora.
    O chico está a está a perder a paciência. Afinal não tem sorte nenhuma.
    A sorte é só para as ppps, para os bancos falidos e para as agremiações da camorra.
    A censura encapotada, os filósofos empanturrados, os sorrisos de circunstância, os beijos lamechas estão a esgotar-se perante o pasmo dos chicos e a raiva dos contribuintes.
    O vitor está simplesmente a dar uma dica de como será possível sair desta miséria.
    Conte comigo. Sou dos que sempre pensaram que a única maneira de mexer no sns, por exemplo, é criar grupos de advogados capazes de pôr processos em catadupa aos centros de saúde onde os atrasos de diagnóstico levam à evolução maligna das doenças e aos hospitais onde decorrem acontecimentos dignos de um país de terdeiro mundo. É para aí que a geringonça nos está a levar, involuntariamente pela incompetência do kosta e voluntáriamente, com objetivos precisos pela extrema esquerda.
    Saída de UE a que se seguiria o golpe definitivo, falhado no 25A.

    Gostar

  25. rão arques permalink
    6 Agosto, 2018 18:54

    Disponível para colaborar num processo que vise rebentar com o bucho a tal cambada de cabrões. E já agora o Cabrita que meta os ensinamentos que colecionou no cu.

    Gostar

  26. Vitor permalink
    6 Agosto, 2018 19:12

    Não estou nada de acordo. Pôr o Estado Português, ou sejam, os meus impostos a pagarem mais indemnizações por causa da incompetência de Ministros, Diretores gerais, Chefes etc acho que não faz sentido nenhum A meu ver o activismo deveria ser direccionado para que os efetivos responsáveis pela cadeia de comando que permitiu que esta situação acontecesse sejam responsabilizados. Só assim é que se mudam comportamentos. E responsabilizar passa por terem processos disciplinares, serem despromovidos, pagarem eles as indemnizações etc. O estado pagar ou não uma indemnização é relativamente indiferente para a maioria das pessoas que ocupam estes cargos e que por incompetência ou falta de proatividade no seu desempenho permitem que estas situações aconteçam. As chefias têm de ser responsabilizadas, e se não tiverem condições têm que ser produtivas para que lhes sejam dadas essas mesma condições. Se não o fizerem são chefias que são pagas como tal mas não estão a desempenhar a sua função e como tal devem ser responsabilizadas.
    Pôr o Estado a pagar indemnizações é só a forma de que continue tudo na mesma e a culpa morra solteira.

    Gostar

    • Vitor permalink
      6 Agosto, 2018 19:23

      como é que em 2018 os serviços de emergência não conseguem de forma rápida receber coordenadas GPS e não têm um sistema que permita rapidamente localizar todos os sítios, aldeias etc em questão de minutos? Especialmente depois do que aconteceu o ano passado? Como é que ainda não se criou um sistema que rapidamente permita localizar o cidadão que pede auxílio? Como é que esta incompetência não leva a que as chefias responsáveis por esta área não sejam demitidas e tenham de pagar indemnizações avultadas?

      Liked by 1 person

    • Mario Figueiredo permalink
      6 Agosto, 2018 23:11

      “Pôr o Estado Português, ou sejam, os meus impostos a pagarem mais indemnizações por causa da incompetência”

      Não me ocorre melhor maneira de usar dinheiro dos impostos. Excepto talvez usá-los para o desenvolvimento dos serviços públicos. Mas isso sabemos que é precisamente o que não se faz e a razão porque estamos aqui. Desde desejar boa sorte a vitimas de incêndios (isto quando elas já não estão a morrer à centena), até contentores a alojarem crianças com cancro em hospitais distritais, temos um estado que age impunemente contra os seus cidadãos sem que estes se possam fazer valer da Justiça devido aos custos proibitivos de um sistema inquinado e possivelmente corrupto.

      “A meu ver o activismo deveria ser direccionado para que os efetivos responsáveis pela cadeia de comando”

      Garanto-lhe que nunca conseguirá tal feito num sistema legal que certamente dá muitas garantias de imunidade a governantes e dirigentes. Excepto talvez se eles cometessem crimes grosseiros. O que não é o caso.

      Por outro lado, pelo menos na forma como eu vejo as coisas, este problemas não passam por este dirigente ou aquele governante. Mais vezes do que gostaríamos de admitir, eles próprios são vitimas de um sistema que está completamente minado por dentro e que tem hoje uma vida própria. Foi criado por eles ao longo de 4 décadas, é certo. Mas não existe na sociedade portuguesa dos nossos dias qualquer catalisador que despolete a necessidade de mudança…

      … excepto se os cidadãos se organizassem contra o sistema. Não em colectas individuais decididas em cima do joelho(*), mas através de um movimento de cidadania organizado e direccionado. Uma organização de cidadãos em que todos podem contribuir, e que afronte o actual regime na forma irresponsável e quasi-criminal como actua face aos seus cidadãos.

      (*) atenção, isto não quer dizer que não esteja disposto a contribuir já para este caso que o VC levanta. Estou apenas à espera que o VC clarifique como podemos avançar. Apenas quero deixar presente que penso que se deve e se pode fazer mais. Estou disponível a participar tecnica e activamente no desenvolvimento de um portal online e um SaaS para gestão e manutenção de processos e respectivo crowdfunding.

      Gostar

      • Vitor permalink
        6 Agosto, 2018 23:42

        “Não me ocorre melhor maneira de usar dinheiro dos impostos. ”
        Pois olhe a mim ocorrem-me imensas ideias ideias sobre como usar melhor esse dinheiro.
        Sugiro que façam um crowdfunding e quem quiser contribui para as famílias contribui de sua espontânea vontade, agora obrigar todos os Portugueses através dos seus impostos a contribuir só porque vocês acham que é um melhor uso do dinheiro de todos nós é que me parece algo que vai contra a ideologia do blogue.

        “Garanto-lhe que nunca conseguirá tal feito num sistema legal que certamente dá muitas garantias de imunidade a governantes e dirigentes. Excepto talvez se eles cometessem crimes grosseiros. O que não é o caso.
        Por outro lado, pelo menos na forma como eu vejo as coisas, este problemas não passam por este dirigente ou aquele governante. Mais vezes do que gostaríamos de admitir, eles próprios são vitimas de um sistema que está completamente minado por dentro e que tem hoje uma vida própria. Foi criado por eles ao longo de 4 décadas, é certo. Mas não existe na sociedade portuguesa dos nossos dias qualquer catalisador que despolete a necessidade de mudança…”
        Amigo a mudança passa precisamente por aqui. Exigir que os dirigentes atinjam objetivos mínimos dos serviços/empresas que dirigem ou que se demitam. O que falta em Portugal é exigência e escrutínio da sociedade dos seus dirigentes, que as inações/incompetência tenham consequências em vez de serem promovidas. O caminho para mudar Portugal passa por exigirmos muito mais dos nossos dirigentes em vez de assumirmos que as coisas acontecem porque o “sistema” assim obriga. Temos de nos livrar de vez da mentalidade do “respeitinho” pelos de cima que é bonito e começar a exigir muito mais de quem nos governa e dirige. Processos individuais mesmo que não dêem em nada incomodam, por exemplo penso que faria sentido colocar o Ministro/Secretário de Estado em tribunal por causa desta situação
        Desculpe mas tenho a certeza que o quadro legal atualmente vigente não possibilita que uma operadora deseje “boa sorte” e desligue uma chamada de emergência. Mas aqui o importante a meu ver não é a responsabilização da operadora mas sim de quem permite que depois dos incêndios do ano passado a localização de uma chamada de emergência não tenha sido aprimorada. Com a tecnologia atual é algo que se pode fazer numa questão de segundos, assumo que se possa considerar minutos por uma questão de privacidade, em que seja necessário a pessoa dar a sua autorização mas não mais do que isso.

        Gostar

  27. Weltenbummler permalink
    6 Agosto, 2018 19:14

    aos 87 gostava de colaborar
    se fosse cães, ciganos pretos, monhés a cu-municação social-fascista já tinha gritado

    Liked by 3 people

  28. José Ramos permalink
    6 Agosto, 2018 19:55

    Eu, certamente ! Eu, e creio que todas as pessoas com um módico de seriedade, exigência e um cérebro que funcione, estamos consigo.

    Gostar

  29. lucklucky permalink
    6 Agosto, 2018 20:09

    “quero contribuir, caso as famílias dos jovens decidam meter no banco dos réus o estado português, incluindo meios pecuniários, para que o estado inche e inche bem pela forma negligente”

    Para os seus impostos pagarem a conta? É essencial que o Estado esteja no banco dos mas também as pessoas que tomaram( ou não tomaram) as decisões.

    Gostar

  30. cachecol permalink
    6 Agosto, 2018 20:45

    ah HOMEM chega-lhes com uma moca de Rio Maior …

    Gostar

  31. Os corruptos que se cuidem permalink
    6 Agosto, 2018 20:56

    E eu. Contem comigo, mas só se for a sério, carago!

    Gostar

  32. Fernando permalink
    6 Agosto, 2018 21:32

    Demora muito uma revolução contra estes … ????

    Gostar

  33. 6 Agosto, 2018 21:35

    Esta na hora! Conte comigo!

    Gostar

  34. Filipe Costa permalink
    6 Agosto, 2018 21:35

    Votaram neles? Boa sorte.

    Gostar

    • Mario Figueiredo permalink
      6 Agosto, 2018 22:42

      Também me questionei se a família destes jovens votou neles. Mas a verdade é que mesmo que o tivessem feito, não deixam de ser vitimas de um estado que há muito os abandonou e passou a pensar nos seus cidadãos apenas como fonte de receita.

      Gostar

    • Mario Figueiredo permalink
      6 Agosto, 2018 22:44

      Além do mais, estariam à mesma abandonados mesmo que tivessem votado noutro qualquer partido e este estivesse no poder. O problema não é este governo. É este regime.

      Gostar

      • 7 Agosto, 2018 02:00

        Sabe que o GPS é muito técnico. Envolve latitudes e longitudes e números do sistema sexagesimal babilónico. Ademais, não se pode pedir a um licenciado por uma universidade portuguesa que saiba ler uma complicadíssima carta militar e determinar a posição por leitura das escalas e interpolação a olho! Eles não aprenderam a desenrolar um papel grande como uma carta, salvo se forem de arquitectura.

        Liked by 1 person

  35. Manuel Gonçalves permalink
    6 Agosto, 2018 22:09

    Conte comigo!

    Gostar

  36. Sérgio Gonçalves permalink
    6 Agosto, 2018 23:57

    Ui, que se passou aqui? Está o Vítor Cunha indignado e pronto a sair do sofá? E sai mais um partido liberal para a mesa 5, faxabor.

    Qual é mesmo o propósito de tal indignação? Acho que foi sol a mais… Mas, boa sorte, este regime está podre e está na hora de uma revolução a sério, não uma paneleirice como aquela dos cravos. É fundamental haver mortos, confrontos militares e civis, manifestações e, claro está, a invasão deste putrefacto quintal por forças aliadas da NATO para acabar de vez com a parasita que se alimenta de nós há 44 anos.

    Com VC quem ganha é você.

    Gostar

    • 7 Agosto, 2018 01:54

      Nunca viveu numa zona de guerra, pois não?

      Só costuma falar assim quem nunca pensou ‘não me escapou desta noite!’. Não se usam revoluções e traulitadas quando ainda houver possibilidade de pacificamente os votar dali para fora.

      Gostar

      • Sérgio Gonçalves permalink
        7 Agosto, 2018 23:41

        Felizmente não. Infelizmente fico com a sensação que não percebeu o meu sentido de humor.

        Gostar

    • 7 Agosto, 2018 02:03

      É verdade, ao ler o texto comecei a sentir o fervor e o tom das palavras a subir, pensei para com os meus botões: queres ver, queres ver que é agora. É agora que os penteadinhos dos betinhos vão deixar de ser eunucos e copinhos de leite e perceberam que aquela malta só aprende a “murro e a pontape” no focinho. Já estava a ouvir ao longe o som em crescendo da cavalgada das valquírias de Wagner, a imaginar a marcha até a capital e levar a temperatura e o inferno do fogo dos incêndios aquela malta fina caviar da metropole, e enfia-los em contentores do lixo . Assim ia eu empolgado com o tom da motivação da revolta a levantar-se até que leio que o homem, quer meter o “estado português no banco dos réus”, no banco dos réus, que por sua vez é também o ESTADO. E prontos lá se foi a esperança da revolução dos betos. continuam agarrados ao copinho de leite .

      Gostar

  37. 7 Agosto, 2018 03:47

    Desde esta manhã tenho concluído sem dúvidas, que este governo da geringonça, o AC-DC, o Cabrita, o ESTADO, falhou no combate ao incêndio em Monchique. O que é gravíssimo, após doze meses do que aconteceu em Pedrógão.
    Incompetência, desleixo, irresponsabilidade, sob a tutela e abraço do MCThomaz, e com a conivência do PC e do BE.
    Não é um país confiável, mais uma vez.

    Gostar

  38. Marta Reprezas permalink
    7 Agosto, 2018 05:45

    Eu. Finlândia temos uma app ligada ao 112…
    Basta!

    Gostar

  39. 7 Agosto, 2018 08:47

    Será que o 112 não tem internet? Já ouviram falar do Google maps? Será que assim não dava para localizar com maior precisão a localização dos jovens?.. digo eu…

    Gostar

  40. 7 Agosto, 2018 09:06

    Seus bandidos, basta!
    Esta canalha que faz de conta que nos governa
    Tem que levar nos cornos. Forte e feio.
    Aonde para a oposição?

    Gostar

    • 7 Agosto, 2018 09:46

      O RRio, líder do maior partido da oposição, de nada sabe, nada vê o que está a acontecer. Pensa que basta como oposição a sua inação, o discurso demagogo com atestado de estupidez passado inclusivé a militantes do PSD, mais o seu sorriso cínico e apatetado.

      Gostar

  41. 7 Agosto, 2018 09:41

    Dos políticos que estão no governo, na ARepública e em Belém, já não espero nada de bom.
    Será que o MCThomaz está a banhos e não surge em Monchique (com aquela desculpa de não querer atrapalhar) não só pelo incómodo de comentar algum falhanço nas comunicações, no comando, no que há meses não foi feito para prevenir, mas também para disfarçar a ausência do seu afilhado AC-DC, que até este momento limitou-se a uma declaração escrita via telemóvel ? Ou seja, estando “ambos os dois” em férias, se o PR aparecesse por que não devia estar por lá o PM ?
    Ausentam-se quando lhes convém ?

    Do MCThomaz tenho a sensação que está em Belém para comentar tudo, entreter todos, despolitizar o regime, salvar a geringonça, e para tentar substituir um PR … que não existe.

    Gostar

  42. Prova Indirecta permalink
    7 Agosto, 2018 09:59

    M Figueiredo : e que tal uma posição conciliatória entre os dois propósitos , avançar casuísticamente agora e evoluir pelo seu resultado ?

    Gostar

  43. Pedro Santos da Cunha permalink
    7 Agosto, 2018 12:52

    300% de apoio! Conte comigo!

    Gostar

  44. Gil Silva permalink
    7 Agosto, 2018 15:51

    Hã responsabilidade civil

    Gostar

  45. Blitzkrieg permalink
    7 Agosto, 2018 18:20

    subscrevo! Eu entro também com meios pecuniários para isto

    Gostar

  46. BandoDeCorruptos permalink
    7 Agosto, 2018 19:09

    Contem comigo!
    Mas não podemos deixar diluir-se a culpa destes corruptos no nome genérico estado. Os nomes deles, dos responsáveis por cada uma destas barbaridades, os nomes destes criminosos todos, desde os que foram para a protecção civil por nomeação do antónio das mortes, por cunha, sem competência e talvez mesmo com a missão de emperrar aquilo tudo, até ao próprio antónio c(b)osta e ao tiririca marcelo rebelo de sousa (o moço de fretes do ricardo salgado) devem estar sempre bem visíveis e associados a cada caso.
    Porque não criar uma págna da net, numa plataforma fácil de editar, que possa servir de arquivo de toda a informação que há sobre todos os escândalos. Num blogue a informação fica dispersa e pedida. É fazer uma coisa com as etiquetas destes gajos todos (sem esquecer o traidor rui rio, assalariado bilderberg, que tem a incumbência de lá manter o antónio das mortes, com a promessa de que depois será a vez dele). Um sítio de onde, facilmente e em qualquer altura se possa aceder a todos os links, documentos, vídeos, tudo o que haja sobre estes cabrões e poder usar-se contra eles tudo o que eles fazem contra nós (aquilo que eles querem impedir com a nova lei da net).

    Gostar

  47. Antonio permalink
    7 Agosto, 2018 21:49

    Se é para acabar com o” Estado a que chegamos”, I’m in.

    Gostar

  48. Panda intrasigente permalink
    7 Agosto, 2018 22:34

    Eu apoio!!

    Gostar

  49. Leunam permalink
    7 Agosto, 2018 23:47

    Senhor Vitor Cunha:

    Plenamente de acordo com o seu texto.
    Os Comentários que ele suscitou, traduzem já um enorme mal-estar que eu sinto igualmente.
    Mas, cuidado.
    As coisas não se alteram com bravatas do momento.

    No comportamento geral do português contemporâneo é frequente o seguinte:

    Diz alguém:

    “É pá!
    Também me apetece esganá-lo!
    Diz o outro:
    Vamos lá os dois… que eu fico aqui!”

    O assunto carece de muito trabalho de preparação.
    Carece que vá “levedando a massa” e as massas, até chegar o momento.
    Isto leva anos!
    A História ensina-nos que, em Portugal, a traição e a cobardia sempre foram uma constante e tão mais consistentes quanto mais alto se sobe nas classes sociais.

    Estamos desgovernados! É um facto.
    Porque o golpe do 25A foi feito sobretudo por “idiotas úteis” a mando dos piratas universais.
    De então para cá, geralmente, governam os vendidos, os oportunistas e, sobretudo, os incompetentes como, de resto, os factos duramente comprovam.
    Não se vê maneira de sair facilmente da situação criada!
    Um Povo inculto não gera, facilmente, elites que vejam mais além, que o estimem e respeitem e o conduzam, com segurança, a porto seguro.
    Muito do Homem nascido da “revolução dos cravos” tem capilé nas veias, não foi preparado para enfrentar as duras dificuldades duma vida conquistada a pulso.
    Pisou, desde a infância uma fofa alcatifa, cedo começou a comer bifes e, sobretudo, a ter quem lhe tire as pedras do caminho.

    Gostar

  50. Jorge Nunes permalink
    8 Agosto, 2018 13:23

    Deixo aqui o meu comentário ao tema. E tenho mais conhecimento de causa para dizer

    Gostar

  51. Pedro Barros permalink
    8 Agosto, 2018 16:10

    Pode contar comigo.

    Gostar

  52. Abílio Santos permalink
    11 Agosto, 2018 12:21

    Estou de acordo!!!

    Gostar

Trackbacks

  1. Desobediência civil? | BLASFÉMIAS
  2. Só Deus nos protege? | BLASFÉMIAS

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: