Saltar para o conteúdo

O que nunca falta ao socialismo? Boa imprensa

30 Agosto, 2018

Le Monde Diplomatique: Foram distribuídos aos camponeses três milhões de hectares de terras. Milhões de adultos e crianças foram alfabetizados. Milhares de centros médicos foram instalados nos bairros populares. Foram operadas gratuitamente dezenas de milhares de pessoas sem recursos que sofriam de doenças da vista. Os produtos alimentícios de base são subvencionados e propostos às pessoas mais desfavorecidas a preços 42 por cento inferiores aos do mercado. A duração semanal do trabalho passou de 44 para 36 horas, ao mesmo tempo que o salário mínimo subiu para 204 euros por mês (o mais alto da América Latina a seguir à Costa Rica).

Resultados de todas estas medidas: entre 1999 e 2005 a pobreza diminuiu de 42,8 por cento para 33,9 por cento, ao mesmo tempo que a população que vive da economia informal caiu de 53 por cento para 40 por cento. Estes recuos da pobreza permitiram apoiar muito o crescimento, que nos três últimos anos foi, em média, de 12 por cento, situando-se entre os mais elevados do mundo, estimulado também por um consumo que aumentou 18 por cento por ano”

Anúncios
13 comentários leave one →
  1. A. R permalink
    30 Agosto, 2018 21:39

    Acabou-se é o dinheiro! Eu passava as férias em hotéis de luxo como o 44 mas o ano seguinte era a fome.

    A Venezuela é uma ditadura cruel e brutal de um bandido e seu séquito encerrados numa torre de marfim e o resto em redor que se lixe.

    Mas como diz o Olavo “qualquer comunista é um potencial assassino”.

    Liked by 3 people

  2. Artista Português permalink
    30 Agosto, 2018 22:48

    Venezuela! ….pois claro! Pensei que fosse na Utopia….

    Gostar

  3. JgMenos permalink
    30 Agosto, 2018 22:51

    Ultimamente não têm falado da Venezuela,,,

    Gostar

  4. Buiça permalink
    30 Agosto, 2018 23:09

    Depois chegou a conta e as receitas do Petróleo que tudo pagariam afinal já estavam em contas da elite na Suiça e Miami… Uma maçada. Na América Latina parece ser recorrente, nem sequer depende do “ismo” em vigor.

    Gostar

  5. caampus permalink
    30 Agosto, 2018 23:35

    A coisa correu tão bem enquanto havia dinheiro. Será que é preciso gerar riqueza ?? Que chatice.

    Gostar

  6. caampus permalink
    30 Agosto, 2018 23:47

    O Socialismo não resultou na Rússia, na China, em Cuba, na Venezuela, em Angola, na Líbia, no Camboja, na Alemanha de leste, na Hungria, na Polónia, na Albânia, no Brasil, na Jugoslávia, Etc. Etc. Mas vai resultar em Portugal diz o Costa e seus parceiros.

    Liked by 1 person

  7. Juromenha permalink
    31 Agosto, 2018 01:32

    Le Monde, tal como o Guardian ou o El País, não fazem jornalismo , fazem propaganda ideológica.
    É a tal desinformação interessada, exactamente a mesma “mercadoria” posta a circular pelos Komintern/Kominform de saudosa memória…
    Exercendo, voluntária e premeditadamente, o papel de idiotas úteis dos nossos dias.

    Gostar

  8. 31 Agosto, 2018 09:10

    Este “le monde diplomatique”, versão portuguesa, que eu comprei durante algum tempo, porque os artigos são redigidos/traduzidos num português de primeiríssima qualidade, tive que deixar de comprar e ler pois causava-me arrepios a carga tal de enviesamento ideológico, de forma tão descarada que me era impossível ficar indiferente, apesar de me agradar muito a sua vertente formal da leitura. Uma pena. Depois queixam-se estes tipos que as pessoas são uma cambada de energúmenos que não compram nem lêem imprensa de qualidade. Energúmenos e datados são eles, que ainda pensam que estamos no tempo soviético, e por isso, somos obrigados todos a ler os panfletos da novosti. Por este caminho, hão-de fechar as portas, como os restantes manifestos visionários.

    Gostar

  9. lucklucky permalink
    31 Agosto, 2018 18:03

    Padres=>Jornalistas
    Missa=>Telejornal
    Religião=>Política

    O jornalismo existe para promover a religião política.

    As notícias só lá estão para reforçar essa mesma política. São escolhidas a dedo e censuradas as inconvenientes, até as imagens são escolhidas a dedo para fazer efeito político.

    Como quanto mais Política mais Socialismo , o jornalismo naturalmente existe para promover o Socialismo.

    Vejam como nenhum jornalistas alguma vez esteve interessado em mostrar o corpo de um criança Cubana afogada ao fugir com os pais de Cuba.

    Gostar

  10. Arlindo da Costa permalink
    31 Agosto, 2018 19:41

    Essa é boa!
    Quem é que dona da imprensa em Portugal????
    A Drª Helena acha que os patrões e directores dos jornais portugueses – diários e semanários – são do PCP ou do BE????
    Rio-me com estas patetices. Melhor do que seguir as cenas aquáticas do nosso presidente…

    Gostar

  11. colono permalink
    1 Setembro, 2018 14:27

    Há uma solução para o problema venezuelano:

    Encerrem os poços de petróleo e plantem “papoila”,canabis… e exportem para os EUA e Europa….

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: