Saltar para o conteúdo

O fascistómetro da Fascislândia

7 Outubro, 2018

Fascistómetro: Nas redacções e na cabeça de cada um estão instalados os fascistómetros, uns preciosos aparelhos que permitem saber o que se tem de dizer para não ser acusado de fazer parte da Fascislândia

Fascislândia: Terra na qual estamos sempre em risco de nos tornar, caso não façamos o que a esquerda e a extrema-esquerda determinam.

O fascista de turno: Existe sempre um fascista de turno. Aliás boa parte do que se designa como actividade política são apenas declarações contra o fascista de turno. Agora temos o Bolsonaro que é fascista. Antes do fascista Bolsonaro era Trump o fascista de turno. E antes do Trump havia a senhora Merkel, que ocupou durante algum tempo o lugar deixado vago pelo fascista Bush. Note-se que o Sarkozy também já foi fascista. O Berlusconi transbordava fascismo! E o austríaco Haider recordam-se?

Anúncios
11 comentários leave one →
  1. 7 Outubro, 2018 11:01

    Eu quero ver os Dentinhos e os Bailinhos a ganir quando forem obrigados a defender-se nas barras dos tribunais de chamarem nomes aos políticos que não lhes agradam.

    Pois, esses meninos vão ter de responder por apelidarem de Extrema-Direita a este e àquele porque lhes dá na real gana ou porque obedecem aos ditames da geringonça, Esquerda e Extrema-Esquerda unidas num Pacto de Regime em que a Esquerda são os bons, a Extrema-Esquerda é a reserva intelectual dos bons, a Direita são os maus e a Extrema-Direita são os que não têm direito à vida.

    Liked by 1 person

  2. weltenbummler permalink
    7 Outubro, 2018 11:12

    caguei no politicamente correcto do SOCIAL-FASCiSMO

    Gostar

  3. Leunam permalink
    7 Outubro, 2018 12:03

    É um assunto de Ortopedia:

    A democracia está coxa da perna esquerda, porque a tem muito defeituosa.
    Por isso, anda sempre inclinada para a esquerda.

    A perna esquerda tem inveja da perna sã, a direita, porque entende que esta devia ter os mesmos defeitos que ela.

    Mas a direita será sempre direita.

    Gostar

  4. Rão Arques permalink
    7 Outubro, 2018 12:37

    TANCOLÂNDIA
    Os mariolas de riba ainda não foram presos?

    Gostar

  5. Leunam permalink
    7 Outubro, 2018 13:07

    Junto um delicioso texto que recolhi no capítulo Documentos (Documento C), da Obra de Rocha Martins, “A Paixão de Camilo (Ana Plácido)”, que transcrevo “sic”:

    “São como os corcundas da fábula indiana.
    Há uma região do mundo onde todos os homens são corcundas, pecos e desastrados. Naufragara, não sei em que mares, uma jangada de homens europeus, um dos quais, agarrado a uma tábua, foi cuspido pelas ondas na praia dos corcundas. Subitamente cercaram-no os indígenas, miraram-no desde as unhas até aos cabelos, e desandam numa risada estrepitosa de mofa e despreso. O peregrino enfiara com a maneira desairosa por que o recebiam, quando um dentre os indígenas assim fala a seus irmãos:
    – Ora sus, gente folgazã! Não zombeis do aleijão desta criatura! Já que a providência nos fez tão gentis, sãos e escorreitos, em vez de caçoarmos este pobre aleijado, vamos ao templo erguer fervorosas graças.
    E foram, porque emfim seria uma desgraça de Deus que eles nascessem aleijados como o europeu belo e elegante de que resa a fábula.”

    Gostar

  6. Mario Figueiredo permalink
    7 Outubro, 2018 13:10

    Volto a repetir aqui o que disse ontem:

    A defesa das “pessoas comuns” sempre foi o imperativo da direita e nunca o da esquerda. Isto é evidente à medida que a esquerda expõe cada vez mais a sua verdadeira face de uma ideologia puramente oligárquica, onde o preço que se paga pela Igualdade é ter de aceitar e calar que uns são mais iguais do que outros.

    É esse destapar do pano que se está a tornar tão evidente para uma cada vez maior parte da população ocidental (e até mesmo entre países em desenvolvimento como o Brasil), que o socialismo em pânico e à medida que vê o seu anterior poder dissipar-se, apelida de “fascismo”, “populismo” e “extrema-direita”.

    Não está a resultar. Esta estratégia de tentar envenenar o poço da direita democrática, está a ser derrotada em toda a linha. Mesmo sob acusações de nacionalismo, fascismo, xenofobia, racismo, populismo, extremismo, machismo, e mais o quê, as pessoas percebem e conseguem ver o fundo à verdade, que é bem superficial e onde simplesmente não mais querem uma esquerda oligárquica, inteiramente dependente da corrupção para a manutenção do poder e onde o super-estatismo retira cada vez mais direitos aos cidadãos.

    Liked by 1 person

  7. Leunam permalink
    7 Outubro, 2018 14:24

    Sr. Mário Figueiredo

    Simplesmente excelente este seu texto; muito obrigado.

    Li algures:

    “Acuse os adversários do que você faz; chame-os do que você é.” (Lenin)

    Gostar

  8. JgMenos permalink
    7 Outubro, 2018 16:20

    A esquerdalhada não se afirma unitária senão por oposição aos fantasmas que cria para esse mesmo efeito.

    Tanto grita ‘vem lobo’ que um dia o lobo vem.

    Gostar

  9. SRG permalink
    7 Outubro, 2018 16:30

    O pavor da oligarquia social-comunista está apenas, no abrir de olhos dos povos de muitos países, que já estiveram sob a pata do politicamente correcto esquerdóide. Aos poucos os povos (des)governados pela troupe habitual, está a acordar do sono e da letargia do populismo socialista pomposamente apelidados de partidos dos trabalhadores, (tendo o Brasil como exemplo). Mesmo que Bolsonaro perca as eleições, o Brasil já não será como dantes.

    Liked by 1 person

  10. Arlindo da Costa permalink
    10 Outubro, 2018 04:08

    Também há sempre um «comunista» de turno. Agora é o tolo do Maduro que está mais preocupado em comer um bom bife do que ler o Manifesto do Partido Comunista.

    Para vocês até o Rui Rio é comunista.

    Pobres de espírito!

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: