Saltar para o conteúdo

Os camaradas não estão mesmo habituados a não controlar as notícias.

18 Abril, 2019

Título anedota do ano: Combustíveis: Sociólogos alertam para aproveitamento político e excessiva mediatização

Os sociólogos são dois e chamam-se Manuel Carvalho da Silva e Elísio Estanque. Daí para a frente é ler e perceber como a liberdade de imprensa está longe de ser um adquirido

Anúncios
21 comentários leave one →
  1. LTR permalink
    18 Abril, 2019 16:59

    Daqui para frente e até às eleições legislativas a fábrica de vacas voadoras vai implodir e vão ser eles próprios a tomar as rédeas do assunto. Estes tipos são absolutamente espantosos na criatividade e já se declaram aldrabados pelo governo: «O PS considera essencial o esclarecimento de Centeno acerca da contabilização total do tempo de serviço congelado aos professores. Partido diz não ter “informação suficiente” para ajuizar matéria.»

    Ainda ontem a bancada parlamentar estava a cantar os números e hoje já não sabem quanto custa! Em que cabeça terá nascido esta manobra socrática?

    Gostar

  2. Manuel Assis Teixeira permalink
    18 Abril, 2019 17:02

    Exactamente: Só falta mesmo a opinião do camarada sociólogo Boaventura Sousa Santos que seguramente é a mesma e ainda uma pitadinha da Estrela Serrano, que não será sociológa mas tambem é parva!

    Gostar

  3. Manuel Assis Teixeira permalink
    18 Abril, 2019 17:05

    Exactamente: Só falta mesmo a opinião do camarada sociólogo Boaventura Sousa Santos que seguramente é a mesma e ainda uma pitadinha da Estrela Serrano, que não será sociológa mas tambem é

    Gostar

  4. Jornaleco permalink
    18 Abril, 2019 17:30

    O sociólogo, o politólogo e o psicólogo são considerados os padres da sociedade moderna. As tal bruxas.

    O psicológo tem sempre razão, igual o que ele diz. O mal e o bom deixaram de existir. Agora é normal e anormal, mas com outras concatenações e consequências muito diferentes. Pérfido. “Ensina” a nós e à sociedade que o criminoso, aquele que viola outros, que mata, não é culpado. Mas a vítima é que o é.

    O politólogo tem a obrigação de explicar, porque é que o comunismo e o socialismo, apesar de levarem sempre ao inferno, não poder funcionar e nunca irá funcionar, levarem à destruição de muitas coisas, ainda vai funcionar. Pérfido.

    O sociólogo vê os dados em cima da mesa e explica-nos sempre a mesma coisa de vários pontos, de várias perspectivas, como nós não soubéssemos ler própriamente ou pensar melhor que esses burros.

    Três “profissões” desnecessárias, que ninguém precisa.

    E todas a “trabalhar” para nos enganar, fazer mais pobres. Aliás, só para quem deixar iludir-se.

    Isto é tudo a enganar e a roubar. Para os cabrõs da esquerda fascista poder manter-se no poder. Mais tempo.

    Imparcialidade? Inexistente, desde o primeiro dia. O melhor era queimar essa porcaria toda.

    Três burros, cujos conselhos ninguém de bom senso precisa: o sociólogo, o politólogo e o psicólogo. Só quem for mais burro é que liga a essa malta porca e malvada.

    Cavar a terra, metade do ano, fazia muito a esses porcos e burros.

    Gostar

    • Carlos Rosa permalink
      18 Abril, 2019 20:37

      Tem toda a razão!

      Gostar

    • André Miguel permalink
      18 Abril, 2019 21:21

      Vá devagar, há psicologos e depois há o Jordan Peterson. Tenha calma que ainda há esperança.

      Gostar

    • Oscar Maximo permalink
      19 Abril, 2019 11:44

      Faltam os teólogos. Grande falta fazem. Na lista.

      Gostar

  5. Carlos Rosa permalink
    18 Abril, 2019 20:34

    Mas que merda é esta que já nem para abrir a notícia destes sociólogos da treta me livro dos “cookies”.
    Isto está a ficar insuportável.
    Será que a Esquerda capitaneada pelo manhoso está já totalmente intranquila?

    Gostar

  6. 18 Abril, 2019 21:00

    Este jornalismo, que apresenta pessoas sem detalhar pormenores da sua biografia que permitem posicionar as suas declarações, é uma nojeira. Recordo-me de, durante o governo de Passos, um jornal dar espaço de página a Pedro Silva Pereira e descrevê-lo em rodapé como “jurista” – como se o pormenor de ele pertencer ao governo da bancarrota não fosse importante. De igual forma, o malhadinhas Santos Silva escrevia contra o governo de Passos Coelho e era apresentado algures como “sociólogo” – como se o ser um dos principais mastins de Sócrates fosse negligenciável. Ou ainda um antigo bastonário dos TOC que criticava em entrevistas Passos Coelho e afirmava que o povo já dizia “volta Sócrates que estás desculpado” – sem que os jornais que lhe davam espaço sussurrassem sequer o pequeno detalhe de esse bastonário ter sido deputado do PS durante 12 anos. Tudo isto é repugnante, simplesmente repugnante.

    Gostar

  7. Carlos Rosa permalink
    18 Abril, 2019 21:26

    Já consegui abrir a notícia dos sociólogos da treta.
    Vejam a desfaçatez do Carvalho da Silva ao afirmar:
    “É natural que trabalhadores tentem resolver os seus problemas desta forma, através da greve, mas quando o problema se desloca para a política partidária, esquece-se o problema inicial entre os trabalhadores e os patrões”
    Ele que esteve à frente da CGTP que como toda a gente sabe é a central sindical dominada pelo PCP.
    É preciso ter lata. Uma lata ferrugenta.

    Fico à espera do dia em que esta democracia podre caia. Que seja assim como surgiu esta greve dos motoristas. Que seja assim como foi o 25 de Abril.
    E que venha um novo Regime Político construído pelos melhores da sociedade portuguesa. Que termine esta falsa democracia em que falsos democratas enganam as pessoas em eleições, para se instalarem no poder e viver à custa de quem trabalha e é sério.
    Um Regime em que os lugares são ocupados pelos mais competentes.
    Um regime livre do putedo e que por isso dê condições de segurança às prostitutas que também são gente.
    Um regime em que o Presidente seja escolhido por um colégio de pessoas com provas dadas de dedicação à Pátria e aos seus habitantes.

    Gostar

    • Jornaleco permalink
      18 Abril, 2019 23:50

      Tem toda a razão, caro Carlos.

      Você merecia ser primeiro ministro.
      Eu votava em si.

      Gostar

  8. Rão Arques permalink
    18 Abril, 2019 21:52

    Esta traquitana ainda não bateu no fundo?

    Gostar

  9. Sérgio Gonçalves permalink
    18 Abril, 2019 23:47

    Puta que pariu de país e de povo. Estou farto de comunistas, socialistas e afins. Foda-se para esta corja e isto só vai piorar. Em Portugal é tudo de esquerda em 100 pessoas nem um é de direita, é tudo pelo estado social e destas merdas. Já deixei de discutir politica, economia ou seja o que for, é impossível, toda a gente só quer estado e mais estado. Desisto, isto vai ser a Venezuela e acabou…

    Gostar

    • Jornaleco permalink
      19 Abril, 2019 00:02

      Discute connosco. Faz lhe bem. Participe mais aqui.
      Em toda a Europa, de Lisboa a Berlim, pelo menos, é assim. Cada vez mais pessoas estão a acordar. Não sei se vai chegar. Mas muitos acordam com dores graves.
      Uma Venezuela nunca vamos ser. O petróleo putativo perto da costa do Algarve, os filhos da puta da esquerda não permitem ser explorado. O que é vantajoso, para o futuro. Assim eles têm menos dinheiro para gastar.
      Esses que confiaram no estado, vão se lixar e bem. Mas não é só em Portugal.
      Os EUA também sofrem desta doença terrível, da esquerda fascista. Mas lá eles são mais inteligentes do que aqui uma grande maioria. Pelo menos uma parte decisiva dos americanos.
      100 pessoas nunca são 100 por cento. 😉
      Um homem valente nunca perde a confiança. Nunca.

      Não enfiar a cabeça na areia. Em nada ajuda.

      Gostar

  10. 19 Abril, 2019 00:15

    Jornaleco, mete mais tabaco

    Gostar

    • Jornaleco permalink
      19 Abril, 2019 00:22

      Não fuma?

      Fumar, sem ficar vicioso e viciado, é fixe.
      Muitos não conseguem. Quem o não conseguir, é melhor deixar as maõs do tabaco. Proíbido!!

      A esquerda fascista dantes adorava fumar. Agora os mesmos cabrões, tornaram fumar impagável para muitos. Um crime.

      Na Alemanha, com condições menos favoráveis, já há cada vez mais pessoas, quem o poder fazer, a plantar tabaco, ou algumas folhas, para próprio consumo. Vale mesma a pena, adelinoferreira45.

      Gostar

  11. 19 Abril, 2019 00:59

    Ja fiz uma experiência plantando um pé de tabaco mas a planta morreu. Como no Norte as temperaturas são mais baixas que no sul é dificil ter exito na experiência. O tabaco para cachimbo é bastante caro por isso fiz a experiência. Se conseguisse poupava umas massas. Como tenho uma casa em Cascais onde passo cerca de 3 meses por ano, da próxima vez que la estiver vou ver se arranjo uma planta para fazer um ensaio.
    Obrigado pela dica

    Gostar

    • Jornaleco permalink
      19 Abril, 2019 01:26

      Tente. Não desiste. Vale mesma a pena. E é tabaco natural. Sem química adicional.
      As condições são mais favoravéis em Portugal.
      Existem boas informações através do canal youtube.
      Eu um dia também o vou fazer. 😉

      Para consumo próprio aqui permitem ou dizem que assim é. Mas aquele que querer vender algo. Uuuuuuuuuuiiiiii. A alfândega abre as mãos.

      No Japão já fazem um bom uísque. Eu adorava fazer um em Portugal.

      No Norte de Portugal, tendo algo em consideração, também tem que ser possível. Salvo erro. Você conhece o norte muito melhor, indiscutível. Mas em estufas, e não precisa ser uma estufa grande, tem que ser possível, ou haver uma aproxiamação a esse ponto.

      Vale a pena. Fumar sem a alfândega. Maravilha.

      Gostar

  12. licas permalink
    19 Abril, 2019 13:53

    “Embora a liberdade seja estabelecida por lei, devemos estar vigilantes, pois a liberdade para nos escravizar está sempre presente sob essa mesma liberdade”.

    Cícero

    Meu velho: mesmo a propósito em vista dos saudosos Salazaristas que seguem
    Blasfémias . . .

    Gostar

    • Jornaleco permalink
      19 Abril, 2019 20:56

      Os ladrões estão em Portugal completamente em liberdade. Não é um problema de liberdades. O Cícero é um fala barato. Muitos dos famosos são assim.

      Nós estamos vigilantes. Não é a liberdade que está em jogo, mas dizer a verdade é muito perigoso. E reclamar justiça também.

      E quem é que vai castigar aqueles, que fogem da verdade agora? Cícero? O gajo está morto.

      Gostar

  13. 19 Abril, 2019 20:23

    É muito bem verdade, Licas. Por isso é que temos um sistema republicano, em que certos valores são assumidos e inalienáveis (se fossem alienáveis seriam transaccionáveis), como o direito à vida e à liberdade, a liberdade de expressão ou a liberdade de trabalhar na profissão de escolha própria.

    Os costas concórdias deste Mundo esquecem-se muito disso.

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: