Saltar para o conteúdo

Ainda o mistério da pensão de António Guterres

4 Setembro, 2019

Um clique e eis que chegou à folha de vencimentos dos funcionários e responsáveis das Nações Unidas  Portanto António Guterres acumula o salário das Nações Unidas com a subvenção vitalícia em Portugal? Tudo será legítimo e legalíssimo mas  temos de admitir que a fileira da solidariedade é um negócio de alta rentabilidade.

 

11 comentários leave one →
  1. Andre Miguel permalink
    4 Setembro, 2019 10:34

    A pergunta que se impõe é: garantindo a CRP que nenhum cidadão pode ser discriminado, beneficiado ou prejudicado, mais aquela coisa do principio da confiança e da igualdade, como é que esta merda é aceite???
    País de retardados mentais! Só temos o que merecemos.

    Liked by 3 people

  2. 4 Setembro, 2019 11:16

    Isso explica o grande empenho e espírito “altruísta” que move toda esta pandilha …
    E anda o R.R. todo preocupado com o salário dos juízes!

    Gostar

  3. Manuel Assis Teixeira permalink
    4 Setembro, 2019 11:19

    Que falta de vergonha! Que maltosa esta!

    Gostar

  4. Luís Lavoura permalink
    4 Setembro, 2019 11:35

    Qualquer reformado que faça biscates faz o mesmo que António Guterres: ganha dinheiro simultâneamente do seu emprego atual e da reforma do seu emprego anterior.
    Ou seja, não tem absolutamente nada de anormal. António Guterres é um reformado que continua a trabalhar e que, dessa forma, aufere a reforma dos seus empregos anteriores e o salário do seu emprego atual.

    Gostar

    • André Miguel permalink
      4 Setembro, 2019 11:48

      Nós bem desconfiávamos que Guterres era um biscateiro… Obrigado pela sua sapiência ó excelso Lavoura, que tão pobres almas iluminas!

      Liked by 2 people

    • Maria Fernanda Louro permalink
      4 Setembro, 2019 12:29

      Como costumava dizer um cunhado meu, a caridade bem compreendida começa por nós e se melhor entendida acaba logo aí!

      Gostar

    • Antonio Marques Mendes permalink
      4 Setembro, 2019 13:03

      Tem toda a razão. O problema está nas pensões vitalícias serem pagas antes da idade de reforma (66 anos e alguns meses). Por exemplo, alguns beneficiários recebem desde 1988 quando ainda eram jovens (e.g. Zita Seabra e outros).

      Gostar

  5. 4 Setembro, 2019 12:03

    Republicou isto em O Pica-Miolos and commented:

    Outra marca de qualidade da 3ª República Popular Socialista Portuguesa.

    Liked by 1 person

  6. jppch permalink
    4 Setembro, 2019 14:38

    Começou “intelectualmente” na capela do Rato.”… e uma ajudinha do “avental do Melícias”…”habemos avental” para governal este triste Portugal…

    Gostar

  7. Expatriado permalink
    4 Setembro, 2019 15:00

    Lendo o texto do artigo, não seria mais correcto o título dizer:

    “PARA DOIS EM CADA TRÊS PORTUGUESES A CRISE NÃO PASSOU”???

    https://observador.pt/2019/09/04/para-um-em-cada-dois-portugueses-a-crise-nao-passou/

    Ai Observador… Observador…

    O terço que diz que a crise passou são, com certeza, funcionários públicos e equiparados.

    Gostar

  8. Prova Indirecta permalink
    4 Setembro, 2019 19:45

    A pergunta dos milhões devia ser : e declarou / pagou impostos sobre estes rendimentos ? Ide saber …

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: